Views
4 days ago

páginas da revista

5

6 Depressão não é frescura, é um ABISMO A depressão foi uma doença muito mal compreendida durante décadas, o que levou a interpretações equivocadas sobre as suas causas e sintomas, provocando uma estigmatização dos seus portadores. Até hoje é comum encontrarmos pessoas deprimidas que não aceitam o seu diagnóstico ou familiares/amigos que tratam o paciente deprimido como alguém mentalmente fraco, incapaz de superar as dificuldades da vida. Não se deve tratar o paciente deprimido como alguém simplesmente triste, incapaz de reagir. Mais do que apenas um ataque de tristeza, a depressão não é uma fraqueza ou falta de disciplina, nem é algo que o paciente possa simplesmente resolver apenas com a vontade própria. Para o deprimido, Fonte: Freepik deixar de estar triste não é que nem o fumante que pretende parar com o cigarro; não é uma questão de tomar a decisão e manter-se fiel a ela. A depressão é uma doença crônica que geralmente requer tratamento a longo prazo, como são o diabetes ou a hipertensão. Assim como ninguém deixa de ser diabético apenas com a força de vontade e pensamento positivo, a depressão também precisa de ajuda médica para ser controlada. O transtorno depressivo pode surgir em qualquer fase da vida, desde a infância até a terceira idade. É uma doença tão comum que estima-se que 12% dos homens e até 25% das mulheres apresentarão algum grau de depressão ao longo de suas vidas. Esse distúrbio é duas vezes mais comum em mulheres do que homens em é mais comum em adultos jovens do que em idosos. Depressão ou tristeza? termo deprimido é muitas vezes usado como sinônimo de triste. Tristeza e depressão são coisas O diferentes. Na verdade, a tristeza costuma ser um dos sintomas da depressão, mas só ela não basta para o seu diagnóstico. A tristeza é uma reação normal e esperada para muitas situações, como a morte de um ente querido, o fim de um relacionamento amoroso, perda do emprego, etc. É completamente normal o indivíduo passar alguns dias ou semanas tristes após situações de perda. Isto não é considerado um transtorno depressivo major. Para ser depressão o quadro de tristeza tem que ser prolongado e acima do normal, sendo suficiente para interferir nas atividades diárias da pessoa, reduzindo a capacidade de cuidar de si mesmo, atrapalhando rela- Fonte: Mundo piscológico

Revista Debates em - Associação Brasileira de Psiquiatria
Tratamento de episódios maníacos e mistos - Gruda
Revista: Transtornos Mentais
Revista +Saúde - 2ª Edição
revista ortopedia ilustrada v3 n3 - FCM - Unicamp
Revista Interdisciplinar NOVAFAPI, Teresina. v.4, n.4, p.X-Y, Out ...
A Comunidade Estética - Revista Poiesis
Tratamentos contra estria – Revista Corpo a Corpo Plástica
Revista Em Diabetes - Edição 4
Dicas para Alimentação Saudável e Boa Digestão - Aché
Dicas para Prevenir e Tratar a Rinite Alérgica - Aché
Clique aqui para baixar o arquivo (.pdf) - Associação Brasileira de ...
Revista dependências - Novembro 2007
NEUROCIÊNCIA NEUROCIÊNCIA - Julio Peres
Revista rbo-mai-jun-2011revisada.pmd - Sociedade Brasileira de ...
Revista-Cientifica-d.. - Instituto de Ensino e Pesquisa de Cruzeiro
Revista Resultados Oficiais 2ª edição - Português
Madonna contra a celulite – Revista Isto é – 07/2008
Revista Em Diabetes Edição 10
Revista SÍNTESE, v 6, n. 1 e 2, jan/dez de 2011. - ECG / TCE-RJ
Clique aqui e baixe o fascículo - Associação Brasileira de Psiquiatria