CESPU | Pós-Graduações em Medicina Dentaria

sonia.afps

Cursos de Formação e Formação Pós-Graduada para Médicos Dentistas e Técnicos de Prótese Dentária

FORMAÇÃO

IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

PÓS-GRADUAÇÕES

NA ÁREA DAS

CIÊNCIAS DENTÁRIAS

2018/2019


2 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

PERIODONTOLOGIA E

PERI-IMPLANTOLOGIA CLÍNICA

2ª EDIÇÃO | JANEIRO A NOVEMBRO DE 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

3

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

Nos nossos dias, a Periodontologia teve inúmeros novos avanços

técnico-científicos que influenciam de uma forma decisiva o tratamento

das doenças periodontais e peri-implantares na prática

clínica.

O conhecimento científico atualizado e a experiência clínica nesta

área fazem com que os profissionais adquiram capacidade diferenciada

de prática clínica.

De uma maneira concreta pretende-se proporcionar a realização

de um diagnóstico, prognóstico e planos de tratamento adequados,

com conhecimento e prática de técnicas de instrumentação periodontal,

técnicas de tratamento cirúrgico das periodontites e peri-

-implantites, técnicas de cirurgia mucogengival e de regeneração.

Proporcionamos aos interessados um corpo docente diferenciado

com palestrantes nacionais e estrangeiros de elevado prestígio

científico. Serão abordados os temas fundamentais da Periodontologia

atual na componente teórica. As aulas práticas englobarão o

ensino pré-clínico em fantomas bem como o tratamento de casos

clínicos com pacientes.

Os alunos aprovados receberão um Diploma Universitário em Periodontologia

com Créditos Universitários Europeus atribuídos pelo

Instituto Universitário Ciências da Saúde.

OBJECTIVOS

-Promover a aquisição de conhecimentos na área da Periodontologia

avançada;

-Pretende-se dotar os alunos de capacidade científica para a realização

do diagnóstico, prognóstico e tratamento das doenças periodontais

e peri-implantares.

METODOLOGIA

Os temas que compõem este curso serão lecionados em aulas teóricas

e teórico/praticas, cuja finalidade será fazer uma docência

interativa com o aluno. A maioria dos temas terá uma componente

de prática/clínica em pacientes.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

Cristina Trigo Cabral, Prof.ª Doutora

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

José Julio Pacheco, Prof. Doutor

Luis Monteiro, Prof. Doutor

Ana Sofia Vinhas, Mestre

Marco Infante da Câmara, Prof. Doutor

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

Cristina Trigo Cabral, Prof.ª Doutora

Ana Sofia Vinhas, Mestre

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária e Licenciados em

Medicina especialistas em Estomatologia por Universidades Portuguesas

ou por outras Universidades com habilitação legalmente

equivalente.

VAGAS

20

CARGA HORÁRIA

150 horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

18 ECTS

DURAÇÃO E REGIME

O Curso decorrerá de janeiro a novembro de 2019. As aulas decorrerão

às sextas das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 20h00 e sábados

das 9h00 às 14h00, mensalmente.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

O número de faltas não poderá exceder 15% da carga horária. Avaliação

contínua 50%, apresentação de casos clínicos 25% e apresentação

de trabalho de pesquisa científica 25%.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - Diagnóstico E Plano De Tratamento Em Periodontologia

U. C. 2 - Tratamento Não Cirúrgico da Doença Periodontal

U. C. 3 - Introdução à Cirurgia Periodontal

U. C. 4 - Cirurgia Óssea Ressetiva

U. C. 5 - Cirurgia Regenerativa

U. C. 6 - Cirurgia Mucogengival

U. C. 7 - Cirurgia Mucogengival

U. C. 8 - Tratamento Multidisciplinar

U. C. 9 - Patologia Oral

U. C. 10 - Doenças Peri-Implantares

CORPO DOCENTE

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

Cristina Trigo Cabral, Prof.ª Doutora

Ana Sofia Vinha, Mestre

Mariano Herrero Climent, Prof. Doutor

Isabel Poiares Batista, Prof.ª Doutora

Célia Coutinho Alves, Prof. Doutora

Susana Noronha, Prof.ª Doutora

Manuel Neves, Dr.

Saba-Chujfi, Prof. Dr.

Giulio Rasperini, Prof. Dr.

Luís Monteiro, Prof. Doutor

Ricardo Faria De Almeida , Prof. Doutor

Helena Rebelo, Mestre

José Manuel Mendes, Prof. Doutor

Teresa Pinho, Prof.ª Doutora

Cátia Reis, Dr.ª

Marta Relvas, Prof.ª Doutora

Gonçalo Castilho, Mestre

Francisco Magalhães, Mestre

Marco Infante da Câmara, Prof. Doutor

Paulo Campos, Dr.

APOIO

CANDIDATURA E SELEÇÃO

Candidaturas até 18/12/2018

Ordem de Inscrição


4 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

DENTISTERIA ADESIVA COM RESINAS

COMPOSTAS

3ª EDIÇÃO | MARÇO A OUTUBRO DE 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

5

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

A aplicação clínica das técnicas adesivas e dos materiais restauradores

deverá ser sustentada por bases científicas provenientes de pesquisas

que envolvam novas técnicas e materiais. A resina composta tem sido

um dos materiais mais estudados na última década com o intuito de

melhorar o seu desempenho clínico. As resinas mais actuais têm proporcionado

excelentes resultados estéticos, aliados à máxima preservação

de estrutura dentária, sendo cada vez mais uma primeira escolha

para a reabilitação biológica e funcional dos elementos dentários.

Este programa de pós-graduação possui um carácter didáctico com forte

componente pré-clínica e clínica, explorando todo o potencial das resinas

compostas, combinando diferentes abordagens da técnica operatória.

Os formadores, além de terem experiência clínica e conhecimento científico

reconhecido na área do programa em que participam, asseguram

a revisão e actualização contínua dos conteúdos pedagógicos do curso.

Os alunos aprovados receberão um Certificado de Pós-Graduação em

Dentisteria Adesiva com Resinas Compostas com créditos universitários

europeus atribuídos pelo Instituto Universitário de Ciências da Saúde.

OBJECTIVOS

O objectivo geral do programa é dar formação pós-graduada a médicos

dentistas nos conceitos modernos da dentisteria adesiva com

resinas compostas

Objectivos específicos:

- Proporcionar uma visão abrangente do uso das resinas compostas

na reabilitação estética do sorriso

- Capacitar para a realização de procedimentos de alta complexidade

utilizando resinas compostas diretas

- Aperfeiçoar a técnica de estratificação em dentes anteriores e posteriores

- Apresentar e dar a conhecer os materiais restauradores

- Conhecer a anatomia e fisiologia dentárias

- Conhecer e utilizar diferentes abordagens e técnicas restauradoras

- Estabelecer critérios de selecção de casos e planeamento restaurador

- Relacionar a dentisteria com outras áreas da medicina dentária

tendo em vista o tratamento integrado dos casos

- Actualizar os profissionais no conceito de dentisteria minimamente invasiva

- Desenvolver o espirito crítico relativamente à literatura publicada

nesta área científica

METODOLOGIA

Os módulos que compõem este curso serão leccionados em aulas

teóricas e práticas laboratoriais pré-clínicas, cuja finalidade será

fazer uma docência interactiva com o aluno. Algumas das competências

terão uma componente clínica que aprofundarão os conhecimentos

teóricos e práticos adquiridos.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Joaquim Moreira Prof. Doutor

José Julio Pacheco Prof. Doutor

Mário Barbosa, Prof. Doutor

Joana Garcez, Prof.ª Doutora

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Joana Garcez, Prof.ª Doutora

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária e Licenciados em Medicina

especialistas em Estomatologia por Universidades Portuguesas

ou por outras Universidades com habilitação legalmente equivalente.

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas até 08/02/2019.

Ordem de inscrição

VAGAS

20

CARGA HORÁRIA

192 horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

21 ECTS

DURAÇÃO E REGIME

O Curso decorrerá de março a outubro de 2019 As aulas decorrerão

mensalmente às: quintas-feiras das 19h00 às 23h00, sextas-feiras

das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, sábados das 09h00 às

13h00 e das 14h00 às 18h00.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

O número de faltas não poderá exceder 15% da carga horária.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - Planeamento restaurador estético e funcional

U. C. 2 - Adesão aos substratos dentários

U. C. 3 - Procedimentos restauradores minimamente invasivos

U. C. 4 - Restauração de dentes anteriores

U. C. 5 - Restauração de dentes posteriores

U. C. 6 - Abordagem ao dente endodonciado

CORPO DOCENTE

Joana Garcez, Prof.ª Doutora

Arnaldo Sousa, Prof. Doutor

António Ferraz, Dr.

Carlos Falcão, Prof. Doutor

Célia Coutinho Alves, Prof.ª Doutora

Hélder Moura, Dr.

João Carlos Ramos, Prof. Doutor

Jorge André Cardoso, Mestre

Lígia Rocha, Mestre

Maria João Calheiros Lobo, Prof.ª Doutora

Mário Barbosa, Prof. Doutor

Orlanda Torres, Prof.ª Doutora

Paulo Miller, Prof. Doutor

Pedro Samões, Dr.

Rodrigo Cavaco, Dr.

Rui Isidro Falacho, Mestre

Rui Negrão, Dr.

APOIO


6 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

IMPLANTOLOGIA ORAL

8ª EDIÇÃO | MARÇO DE 2019 A FEVEREIRO DE 2020

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

7

CAMPUS ACADÉMICO DE V. N. FAMALICÃO

INTRODUÇÃO

A Implantologia Oral revolucionou a forma de realizar Reabilitação

Oral de Pacientes desdentados, a sua procura tem crescido exponencialmente

de forma a colmatar as necessidades funcionais e

estéticas dos pacientes. O Corpo Docente conta com palestrantes

nacionais e internacionais de renome na área, que abordarão temas

importantes e necessários para a prática clínica Implantológica

baseada em conhecimentos científicos sólidos. Serão abordados

temas aliciantes e imprescindíveis para a prática clínica de uma

Implantologia científica tais como Cirurgia Piezoeléctrica, Expansão

óssea, fibrina autóloga com leucócitos. Nesta Pós-Graduação pretende-se

que cada aluno coloque 10 implantes em doentes da Unidade

Clínica da CESPU, bem como a sua reabilitação com próteses

implanto-suportadas. Os alunos aprovados recebem um Certificado

Universitário em Implantologia Oral com Créditos Universitários Europeus

atribuídos pelo Instituto Universitário de Ciências da Saúde.

OBJECTIVOS

Esta Pós-Graduação pretende capacitar o Médico Dentista à incorporação

da Implantologia Oral na sua prática clínica diária.

Está dirigida aos profissionais que queiram iniciar-se ou aperfeiçoar-se

em cirurgia e reabilitação implantosuportada baseada

numa forte componente científica e clínica em pacientes disponibilizados

pela instituição. O aluno no fim do curso é capaz de:

- Realizar cirurgias de implantes e realizar a sua reabilitação oral

Implantosuportada;

- Implementar terapêuticas cirúrgicas e protéticas a cada paciente e

corrigir complicações que possam surgir nas reabilitações implanto-

-suportadas com implantes dentários.

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária ou Medicina Especialidade

em Estomatologia.

DURAÇÃO E REGIME

O Curso decorrerá de março de 2019 a fevereiro de 2020. As aulas

decorrerão às sextas e sábados, das 09h00 às 13h00 e das 14h00

às 20h00, mensalmente.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

O número de faltas não poderá exceder 15% da carga horária.

Aprovação na avaliação clínica mensal com pacientes e tese final

para avaliação de conhecimentos.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - Conceitos básicos de implantologia oral

U. C. 2 - Diagnóstico imagiológico. Conversão do consultório

imagiológico em consultório cirúrgico

U. C. 3 - Tipos de prótese sobre implantes. Tratamento multidisciplinar

U. C. 4 - Fundamentos da regeneração óssea guiada

U. C. 5 - Componentes protéticos, técnicas de impressão e

esquemas oclusais em implantologia oral

U. C. 6 - Reconstrução óssea de maxilas atróficas. Expansão óssea,

taxa de sucesso de implantes imediatos, curtos e inclinados

U. C. 7 - Cirurgia piezo eléctrica, fibrina autóloga com leucócitos

U. C. 8 - Osseodensificação, Plantilha Clinicae

U. C. 9 - Cirurgia avançada em implantologia

U. C. 10 - Carga imediata em implantologia oral. Cirurgia guiada

U. C. 11 - Estética em implantologia oral.

METODOLOGIA

Os temas que compõem este curso serão leccionados em aulas

teóricas, práticas, seminários e e-learning, cuja finalidade será fazer

uma docência interactiva com o aluno. A maioria dos temas terá

uma componente de prática clínica em pacientes.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

António Almeida Dias, Prof. Doutor

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

José Julio Pacheco, Prof. Doutor

Marco Infante da Câmara, Prof. Doutor

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Marco Infante da Câmara, Prof. Doutor

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas até 30/12/2018

Ordem de inscrição.

VAGAS

18

CARGA HORÁRIA

Aulas teóricas e práticas laboratoriais: 56 Horas

Aulas Clínicas: 164 Horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

25 ECTS

CORPO DOCENTE

Carlos Aparício, Dr.

Fernando Guerra, Prof. Doutor

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

Germano Rocha, Prof. Doutor

Hugo Campos Leitão, Mestre

Hugo Costa, TPD

Hugo Gandra, Mestre

João Caramês, Prof. Doutor

João Carlos Faria, Dr.

João Fontes Pereira, Dr.

João Paulo Tondela, Dr.

João Rodrigues Sousa, Mestre

Jorge Campos Alliaga, Prof. Doutor

José Maria Cruz de Juan, Dr.

José Pedro Dias da Silva, Dr.

Luís Lapa Bessa, Dr.

Luís Redinha, Dr.

Luís Tovim, Dr.

Manuel Francisco, Dr.

Manuel Neves, Dr.

Marco Infante da Câmara, Prof. Doutor

Nuno Mena Gaspar, Dr.

Pedro Nicolau, Prof. Doutor

Roque Braz de Oliveira, Dr.

Rúben Monteiro, Dr.

Rudiger Neugebauer, TPD

Tiago Borges, Dr.

Tiago Pinto Ribeiro, Mestre

Zsolt Kovacs, TPD

Outros Docentes Convidados

APOIO


8 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

ENDODONTIA

10ª EDIÇÃO | FEVEREIRO A DEZEMBRO DE 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

9

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

A Endodontia é uma disciplina clínica que engloba o ensino de

microbiologia, biologia, biomateriais, engenharia de tecidos, epidemiologia

e técnicas clínicas para a cura ou prevenção de doenças

pulpares e pulpo-periapicais.

O programa da pós-graduação em endodontia está elaborado com

a finalidade de permitir a formação dos discentes, capacitando-os

como profissionais mais habilitados na prática da endodontia.

Os participantes do programa ficarão habilitados para executar os

procedimentos clínicos mais actuais em endodontia. A pós-graduação

engloba unidades teóricas que abordam temas de endodontia

clínica, bem como seminários de revisão da literatura clássica e

contemporânea, para além da análise da relação entre endodontia e

outras áreas diferenciadas da medicina dentária.

As unidades práticas englobarão ensino pré-clínico, bem como o estudo

e tratamento de casos clínicos em pacientes. O programa inclui,

e dá particular enfâse, à discussão e tratamento de casos clínicos

mais complicados, como retratamentos endodônticos não cirúrgicos,

microcirurgia endodôntica e reconstrução dos dentes tratados

endodonticamente.

O principal objectivo do programa é preparar os profissionais para

diagnosticar problemas de origem pulpo-periapical, encontrar e implementar

o melhor tratamento para a sua resolução, de acordo com

o estado da arte mais actualizado.

OBJECTIVOS

O principal objectivo do programa é preparar os profissionais para

diagnosticar problemas de origem pulpo-periapical, encontrar e implementar

o melhor tratamento para a sua resolução, de acordo com

o estado da arte mais actualizado.

METODOLOGIA

Esta pós-graduação em Endodontia está estruturada de forma a

proporcionar a todos os participantes uma forte componente clinica,

com atendimento a pacientes e execução dos tratamentos

endodônticos adequados.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

José Júlio Pacheco, Prof. Doutor

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

José Manuel Mendes, Prof. Doutor

Mário Barbosa, Prof. Doutor

Paulo Rompante, Prof. Doutor

António Ferraz, Dr.

Paulo Miller, Prof. Doutor

José Manuel Sacramento, Dr.

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

José Manuel Sacramento, Dr.

Paulo Miller, Prof. Doutor

António Ferraz, Dr.

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas até 18/01/2019.

Ordem de inscrição.

VAGAS

20

CARGA HORÁRIA

Aulas teóricas – 50 horas

Práticas laboratoriais – 150 horas

Aulas clínicas – 60 horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

45 ECTS

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária e Licenciados em

Medicina especialistas em Estomatologia por Universidades Portuguesas

ou por outras Universidades com habilitação legalmente

equivalente.

DURAÇÃO E REGIME

O Curso decorrerá de fevereiro a dezembro de 2019. As aulas decorrerão

às quintas-feiras, das 19h às 24h00, sextas-feiras, das 9h00

às 13h00 e das 14h00 às 20h00, e sábados, das 9h00 às 13h00 e

das 14h00 às 19h00.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

O número de faltas não poderá exceder 15% da carga horária. A avaliação

é contínua e são avaliados os trabalhos práticos bem como a

participação dos alunos nas aulas.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - Ciências Básicas Aplicadas à Endodontia

U. C. 2 - Patologia do Complexo Dentino-Pulpar e seu Diagnóstico.

U. C. 3 - Terapêutica da Patologia Dentino-Pulpar

U. C. 4 - Técnicas de Branqueamento e Reconstrução dos Dentes

Tratados Endodonticamente.

U. C. 5 - Traumatismos Dentários

CORPO DOCENTE

Fausto Tadeu, Prof. Doutor

Joana Garcez, Prof.ª Doutora

Pedro Bernardino, Prof. Doutor

Paulo Miller, Prof. Doutor

Mário Barbosa, Prof. Doutor

Maria João Lobo, Mestre

Orlanda Torres, Prof.ª Doutora

Arnaldo Sousa, Prof. Doutor

António Ferraz, Dr.

Lígia Rocha, Mestre

Luís Caetano, Mestre

Luis Corte Real, Mestre

José Manuel Sacramento, Dr.

Célia Marques, Mestre

Sónia Ferreira, Dr.ª

Valter Fernandes, Dr.

Vítor Freitas, Mestre

Catarina Barbosa, Mestre

Ana Luísa Costa, Professora Doutora

Outros Docentes Convidados

APOIO


10 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

ORTODONTIA INTERCETIVA

ODONTOPEDIÁTRICA

9ª EDIÇÃO | OUTUBRO DE 2018 A JULHO DE 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

11

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

Ortodontia Interceptiva Odontopediática é uma actividade específica

da Odontopediatria, dedicada à prevenção e/ou intercepção de

alterações oclusais em bebés, crianças e adolescentes. As medidas

preventivas e interceptivas são fundamentais para o desenvolvimento

harmonioso oclusal e estético da criança. O exame clínico

precoce pode indiciar desvios da normalidade oclusal, que deve alertar

o Odontopediatra para as medidas adequadas e atempadas, no

sentido de prevenir e, até, evitar consequências graves na oclusão

dentária, conseguindo assim minimizar problemas futuros. Assim,

vamos proporcionar aos interessados um corpo docente qualificado

com professores nacionais e estrangeiros, incluindo áreas como a

terapia da fala, a otorrinolaringologia, a pediatria e a ortodontia.

OBJECTIVOS

-Proporcionar a Médicos Dentistas bases fundamentais de conhecimento

científico teórico e prático em Ortodontia interceptiva

Odontopediátrica.

-Promover a aquisição de conhecimentos indispensáveis para a

prevenção e intercepção de alterações oclusais em idade odontopediátrica.

METODOLOGIA

Os temas que compõem este curso serão leccionados em aulas teóricas,

práticas e seminários, cuja finalidade será fazer uma docência

interactiva com o aluno. Alguns dos temas terão uma componente

de prática/clínica.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

Teresa Vale, Prof.ª Doutora

Rui Pinto, Prof. Doutor

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Teresa Vale, Prof.ª Doutora

Rui Pinto, Prof. Doutor

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas até 14/09/2018

Ordem de inscrição.

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária e Licenciados em

Medicina especialistas em Estomatologia por Universidades Portuguesas

ou por outras Universidades com habilitação legalmente

equivalente.

DURAÇÃO E REGIME

O curso decorrerá de outubro de 2018 a julho de 2019. As aulas decorrerão

à sexta-feira das 14h às 19h e das 20h às 24h e ao sábado

das 09h às 14h, mensalmente.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

O número de faltas não poderá exceder 15% da carga horária. Avaliação

contínua 50%, apresentação de casos clínicos 25% e apresentação

de trabalho de pesquisa científica 25%.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - Diagnóstico ortodôntico

U. C. 2 - Ortodontia preventiva. Fases de erupção dentária

U. C. 3 - Hábitos orais e disfunções

U. C. 4 - Manuseamento de espaço

U. C. 5 - Abordagem das alterações oclusais transversais

U. C. 6 - Abordagem das alterações oclusais verticais

U. C. 7 - Abordagem das alterações oclusais sagitais

U. C. 8 - Ortodontia funcional

U. C. 9 - Tratamento de equipa multidisciplinar

U. C. 10 - Discussão de casos clínicos

CORPO DOCENTE

Teresa Vale, Prof.ª Doutora

Rui Pinto, Prof. Doutor

Ana Paula Lobo, Prof.ª Doutora

Carla Rego, Prof.ªDoutora

José Carlos Rocha, Prof. Doutor

Aline Gonçalves, Mestre

Ana Paula Botto, Prof.ª Doutora

Sónia Coelho, Dr.ª

Paulo Rompante, Prof. Doutor

VAGAS

20

CARGA HORÁRIA

150 Horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

15 ECTS


12 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

APLICAÇÕES DE LASER EM

MEDICINA DENTÁRIA

3ª EDIÇÃO | DEZEMBRO DE 2018 A MARÇO DE 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

13

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

Os avanços na tecnologia LASER abriram novos horizontes na abordagem

de diversos tratamentos em Medicina Dentária com vantagens

evidentes sobre técnicas convencionais. Os equipamentos de

laser permitem uma medicina dentária verdadeiramente de século

XXI embora necessitem de conhecimentos e experiencia prática que

solidifiquem a sua utilização. Neste sentido, esta formação será

orientada para a prática clinica, onde os alunos poderão comparar a

aplicação de LASER com as diferentes técnicas tradicionais.

Esta pós-graduação contará com palestrantes nacionais e internacionais

de elevado prestígio científico. Serão abordados os temas

fundamentais que servirão de suporte para a Prática Clínica de Medicina

Dentária com LASER nomeadamente na CONSULTA DE LASER

ORAL nas Unidades de Medicina Dentária Hospitalar da CESPU em

Hospitais Públicos e na Unidade Clinica de Gandra.

OBJECTIVOS

A pós-graduação visa dotar os Médicos Dentistas das bases científicas

fundamentais da tecnologia LASER para a sua utilização na

prática clinica de Medicina Dentária nomeadamente nas áreas de

Cirurgia e Patologia Oral, Odontopediatria, Periodontologia, Dentisteria

e Endodontia e Reabilitação Oral.

METODOLOGIA

O curso será composto por aulas teóricas, aulas teórico-práticas,

workshops hands-on e prática clinica em doentes disponibilizados

pela Consulta de LASER ORAL da Unidade de Medicina Dentária

Hospitalar da CESPU em Hospitais Públicos (Centro Hospitalar de

São João – Pólo de Valongo) ou outras Unidades clínicas da CESPU.

Pretende-se assim que o aluno adquira sequencialmente a formação

teórica necessária na área, tenha a possibilidade de observar

a prática clinica com LASER de vários profissionais experientes na

área, tenha treino clinico e técnico na utilização das tecnologias

LASER mais atuais e finalmente que execute clinica de Medicina

Dentária tutelada com Laser.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

António Almeida Dias, Prof. Doutor

Jorge Proença, Prof. Doutor

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

José Julio Pacheco, Prof. Doutor

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

Marco André Martins, Prof. Doutor

Luís Monteiro, Prof. Doutor

Fernando Figueira, Dr.

João Correia Pinto, Dr.

Barbas do Amaral, Dr.

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Luís Monteiro, Prof. Doutor

Marco André Martins, Prof. Doutor

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas até 17/11/2018

Ordem de inscrição

VAGAS

15

CARGA HORÁRIA

100 Horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

10 ECTS

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária e Licenciados em

Medicina especialistas em Estomatologia por Universidades Portuguesas

ou por outras Universidades com habilitação legalmente

equivalente.

DURAÇÃO E REGIME

O Curso decorrerá de dezembro de 2018 a março de 2019. As aulas

decorrerão às sextas e sábados das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às

20h00, mensalmente. Eventualmente, poderá decorrer também em

alguns domingos das 09h00 às 14h00.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

O número de faltas não poderá exceder 15% da carga horária.

Para obtenção do diploma universitário em Aplicações de Laser em

medicina Dentária os alunos tem que ter aprovação na avaliação

contínua e na avaliação final (apresentação e discussão pública de

casos clínicos sobre aplicação de laser nas várias áreas clínicas).

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - Apresentação e objetivos do curso

- História do laser

- Óptica e física da Luz

- Princípios físicos do Laser

- Interação laser-tecidos. Conceitos físicos da interação laser-tecidos

- Segurança dos lasers

U. C. 2 - Laser em Cirurgia Oral, Medicina Oral e Periodontologia

U. C. 3 - Laser em dentisteria, endodontia e odontopediatria

U. C. 4 - Laser em reabilitação, estética oro-facial, e outras aplicações

- Ergonomia, conceitos médico-legais e marketing do laser

CORPO DOCENTE

Luís Monteiro, Prof. Doutor

Marco André Martins, Prof. Doutor

Teresa Vale, Prof.ª Doutora

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

José Julio Pacheco, Prof. Doutor

Marco Infante da Câmara, Prof. Doutor

Daniel Folha, Prof. Doutor

Ana Azevedo, Dr.ª

Ana Sofia Vinhas, Mestre

Gonçalo Castilho, Mestre

Outros Docentes Convidados

APOIO


14 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

INTRODUÇÃO À ORTODONTIA

11ª EDIÇÃO | JANEIRO A NOVEMBRO DE 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

15

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

O campo da Ortodontia encontra-se em acentuado desenvolvimento,

sendo o seudomínio uma mais-valia para quem se dedica

à actividade clínica aplicada às ciências dentárias. É uma necessidade

emergente formar Médicos Dentistas que pretendam dedicar-se

a esta área, de modo a melhorar a sua preparação para

enfrentar os novos desafios na sua prática clínica, assim como,

efectuarem uma preparação inicial para posterior continuação

da sua formação num mestrado académico. Na globalidade,

pretende-se que o aluno fique habilitado e competente para o

diagnóstico e o plano de tratamento das más-oclusões e deformidades

dentofaciais. Uma atenção especial é dada à aplicação

clínica dos conteúdos abordados, no sentido de encaminhar o

profissional para uma eventual formação especializada mais

avançada na área de Ortodontia.

OBJECTIVOS

- Proporcionar aos profissionais da Estomatologia e da Medicina

Dentaria as bases fundamentais da Ortodontia, teórica e prática

pré-clínica, para o aceso à formação avançada.

- Promover a aquisição de conhecimentos indispensáveis para o

exercício da Ortodontia.

- Enriquecer o curriculum para uma eventual candidatura à frequência

do Mestrado em Ortodontia.

METODOLOGIA

Os temas que compõem este curso serão leccionados em aulas

teóricas e seminários, cuja finalidade será fazer uma docência

interactiva com o aluno. Alguns dos temas necessitam de um

ensino prático, sendo, por tal motivo, partilhados seminários específicos

com ensino pré-clínico e sessões com tipodonto.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Primavera Sousa Santos, Profa. Doutora

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

José Julio Pacheco, Prof. Doutor

Francisco Espinha, Dr.

Carlos Coelho, Dr.

Manuel Dionísio, Dr.

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Primavera Sousa Santos, Prof.ª Doutora

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas até 21 de dezembro de 2018.

Selecção por ordem de inscrição.

VAGAS

20

CARGA HORÁRIA

275 Horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

27 ECTS

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária e Licenciados

em Medicina especialistas em Estomatologia por Universidades

Portuguesas ou por outras Universidades com habilitação legalmente

equivalente.

DURAÇÃO E REGIME

O curso decorrerá de janeiro a novembro de 2019.

As aulas decorrerão quinzenalmente, à sexta-feira das 15:00 às

20:00 horas e ao sábado das 9:00 às 14:00 e das 15:00 às 20:00.

Este horário pode ter alguma modificação por motivos de organização

docente e/ou administrativa, que será anunciado

antecipadamente.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

Para obter o diploma, é necessário que o número de faltas não

exceda o 15 % da carga horária.

No final do curso haverá uma prova escrita de avaliação final

tipo teste ou um trabalho de revisão bibliográfica a combinar

com os Alunos.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - Bases fundamentais

U. C. 2 - Cefalometria I

U. C. 3 - Cefalometria II

U. C. 4 - Cefalometria III

U. C. 5 - Análises modelos e sobreposições

U. C. 6 - Tratamento ortodôntico precoce

U. C. 7 - Aparelho ortodôntico fixo/Biomecânica

U. C. 8 - Tipodonto I

U. C. 9 - Tipodonto II

U. C. 10 - Tipodonto III

U. C. 11 - Tipodonto IV

U. C. 12 - Tipodonto V

U. C. 13 - ATM

U. C. 14 - Ortodontica multidisciplinar

U. C. 15 - Cirúrgia Ortognática

U. C. 16 - Casos clínicos

U. C. 17 - Autoligados

U. C. 18 - Finalização ortodôntica

CORPO DOCENTE

Primavera Sousa Santos, Prof.ª Doutora

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

José Julio Pacheco, Prof. Doutor

Maria Manuel Brito, Dr.ª

Francisco Espinha, Dr.

Manuel Dionísio, Dr.

Carlos Coelho, Dr.

Carlos Faria, Mestre

Daniela Paiva, Mestre

António Pedro, Dr

Carlos Mota, Dr

Outros docentes convidados

APOIO


16 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

CLÍNICA INTEGRADA ODONTOPEDIÁTRICA

11ª EDIÇÃO | NOVEMBRO DE 2018 A SETEMBRO DE 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

17

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

Odontopediatria é uma área específica da Medicina Dentária dedicada

à Saúde Oral de bebés, crianças e adolescentes, com implicações

em várias áreas da Medicina, nomeadamente a pediatria. As

medidas preventivas são fundamentais para o desenvolvimento

sadio da criança. Um acompanhamento precoce permite à criança

a desmistificação e familiarização com o ambiente médico dentário,

tornando-se colaborante e participativa na promoção da sua Saúde

Oral. Sabendo que o Mundo é das crianças, é para elas a nossa atenção,

devendo proporcionar o melhor acompanhamento Médico Dentário

a nível científico e emocional, que vise conforto e segurança

em todas as fases de desenvolvimento, físico e psicológico. Para tal,

vamos proporcionar aos interessados um corpo docente qualificado,

com professores nacionais e estrangeiros nomeadamente de Espanha,

Bélgica e França, incluindo áreas como a terapia da fala, a

nutrição, fisioterapia, a pediatria e a psicologia.

OBJECTIVOS

-Proporcionar a Médicos Dentistas bases fundamentais de conhecimento

científico teórico e prático em Odontopediatria.

-Promover a aquisição de conhecimentos indispensáveis para o

atendimento médico dentário de bebés, crianças e adolescentes.

METODOLOGIA

Os temas que compõem este curso serão leccionados em aulas teóricas,

práticas e seminários, cuja finalidade será fazer uma docência

interactiva com o aluno. Alguns dos temas terão uma componente

de prática/clínica.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

Teresa Vale, Profa. Doutora

Ana Paula Lobo, Profa. Doutora

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Teresa Vale, Prof.ª Doutora

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas até 2/10/2018.

Ordem de inscrição.

DURAÇÃO E REGIME

O curso decorrerá de novembro de 2018 a setembro de 2019. As

aulas decorrerão à sexta-feira das 14h às 19h e das 20h às 24h e ao

sábado das 09h às 14h, mensalmente.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

O número de faltas não poderá exceder 15% da carga horária. Avaliação

contínua 50%, apresentação de casos clínicos 25% e apresentação

de trabalho de pesquisa cientifica 25%.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - Desenvolvimento Integrado da Criança

U. C. 2 - Dieta, Nutrição e Fluoterapia

U. C. 3 - Semiologia, Diagnóstico e Plano de Tratamento em Odontopediatria

U. C. 4 - Materiais Dentários. Tratamentos Conservadores

U. C. 5 - Ortodontia Interceptiva e Funcional

U. C. 6 - Crianças Especiais. Terapêutica Medicamentosa

U. C. 7 - Doenças da Infância de Adolescência. Periodontologia Infantil

U. C. 8 - Traumatismo Dentário. Reabilitacão Oral

U. C. 9 - Cirurgia e Sedação Consciente

U. C. 10 - Análise e Discussão de Casos Clínicos

CORPO DOCENTE

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

Teresa Vale, Prof.ª Doutora

Andreia Antunes, Dr.ª

José Carlos Caldas, Prof. Doutor

Ana Leão, Dr.ª

Paulo Rompante, Prof. Doutor

Ana Paula Lobo, Prof.ª Doutora

Isabel Bento, Dr.ª

Orlanda Torres, Prof.ª Doutora

David Casimiro Andrade, Prof. Doutor

Francisco Cunha, Dr.

José Aparicio, Dr.

José Manuel Mendes, Prof. Doutor

Sónia Coelho, Dr.ª

Maria João Calheiros Lobo, Prof.ª Doutora

Luis Monteiro, Prof. Doutor

VAGAS

16

CARGA HORÁRIA

150 Horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

15 ECTS

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária e Licenciados em

Medicina especialistas em Estomatologia por Universidades Portuguesas

ou por outras Universidades com habilitação legalmente

equivalente.


18 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

MEDICINA E PATOLOGIA ORAL

5ª EDIÇÃO | FEVEREIRO A DEZEMBRO DE 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

19

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

Esta pós-graduação tem como objectivo dotar o médico dentista

da formação indispensável ao exercício clínico de Medicina Oral e

Patologia Oral. Fazem parte desta formação o estudo das doenças

e lesões que afectam localmente os tecidos duros da cavidade oral,

da mucosa oral, das glândulas salivares e também as manifestações

orais de diversas doenças sistémicas. Serão abordados os temas

fundamentais que servirão de suporte para a Prática Clínica de

Medicina e Patologia Oral, nomeadamente na Consulta Diferenciada

em Medicina e Patologia Oral da Unidade Clínica de Gandra e nas

consultas de Medicina Dentária Hospitalar em Hospitais Públicos

com unidades clínicas da CESPU. Os alunos aprovados receberão um

Diploma Universitário em Medicina e Patologia Oral com créditos

universitários europeus atribuídos pelo Instituto Superior de Ciências

da Saúde Norte.

OBJECTIVOS

Pretende-se dotar os alunos de capacidades científico-clínicas para

o diagnóstico e tratamento das doenças e lesões que afectam a cavidade

oral. Pretende-se que o aluno sequencialmente adquira

a formação teórica necessária na área, tenha a possibilidade de

observar a prática clinica de Medicina Oral de vários especialistas

experientes, tenha treino clinico e técnico no diagnóstico, e finalmente

que execute clínica de Medicina e Patologia Oral tutelada.

Um especial ênfase será dado à detecção precoce de cancro oral.

METODOLOGIA

Esta pós-graduação contará com palestrantes nacionais e internacionais

de elevado prestígio científico. O curso será composto por

aulas teóricas, aulas teórico-práticas, workshops hands-on e prática

clínica em doentes disponibilizados pela Consulta Diferenciada em

Medicina e Patologia Oral da CESPU e pelas unidades de Medicina

Dentária Hospitalar da CESPU em Hospitais Públicos (Centro Hospitalar

de São João – Pólo de Valongo, Centro Hospitalar do Tâmega e

Sousa, Centro Hospitalar de Gaia e Espinho).

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

António Almeida Dias, Prof. Doutor

Jorge Proença, Prof. Doutor

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

José Julio Pacheco, Prof. Doutor

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

Marco André Martins, Prof. Doutor

Hassan Bousbaa, Prof. Doutor

Luís Monteiro, Prof. Doutor

Horácio Costa, Prof. Doutor

Fernando Figueira, Dr.

João Correia Pinto, Dr.

Corsina Velasquez, Prof.ª Doutora

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Luis Monteiro, Prof. Doutor

CARGA HORÁRIA

160 Horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

20 ECTS

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou mestres em medicina dentária ou em medicina

DURAÇÃO E REGIME

O curso decorrerá de fevereiro a dezembro de 2019. As aulas decorrerão

às sextas e sábados, das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às

18h00, mensalmente.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

Para obtenção do diploma universitário em Medicina e Patologia

Oral os alunos tem que ter aprovação na avaliação contínua e no

exame teórico final.

O número de faltas não deverá ultrapassar 15% da carga horária.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - Diagnóstico e Técnicas de Diagnóstico em Medicina e

Patologia Oral I

U. C. 2 - Diagnóstico e Técnicas de Diagnóstico em Medicina e

Patologia Oral II

U. C. 3 - Medicina e Patologia Dento-Ósseo-Articular Oro-Facial I

U. C. 4 - Medicina e Patologia Dento-Ósseo-Articular Oro-Facial II

U. C. 5 - Medicina e Patologia Dento-Ósseo-Articular Oro-Facial III

U. C. 6 - Medicina e Patologia da Mucosa Oral I

U. C. 7 - Medicina e Patologia da Mucosa Oral II

U. C. 8 - Medicina e Patologia das Glândulas Salivares

U. C. 9 - Manifestações Orais de Doenças Sistémicas e Doentes

Medicamente-Comprometidos

U. C. 10 - Medicina e Emergências Médicas

CORPO DOCENTE

Barbas Do Amaral, Prof. Doutor

Luís Monteiro, Prof. Doutor

José Julio Pacheco, Prof. Douto

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

Fernando Ferreira, Prof. Doutor

Cristina Manzanares, Prof.ª Doutora

Horácio Costa, Prof. Doutor

Hassan Bousbaa, Prof. Doutor

Teresa Pinho, Prof.ª Doutora

Carlos Faria, Mestre

Paula Malheiro, Mestre

Fernando Figueira, Dr

Maria João Calheiros Lobo, Prof.ª Doutora

Isabel Bento, Dr.ª

Marta Galrito, Dr.ª

Outros docentes convidados

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas até 05/01/2019.

Ordem de Inscrição.

VAGAS

16


20 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

PRÁTICA CLÍNICA DE MEDICINA DENTÁRIA

EM UNIDADES HOSPITALARES

2018/2019 | CANDIDATURAS ABERTAS

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

21

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

Este curso de prática clinica é dirigido aos recém-licenciados que

pretendam aumentar a sua experiencia clínica, nomeadamente em

unidades hospitalares. Esta diferenciação contribuirá decisivamente

para dotar os novos profissionais de uma segurança e autonomia

clínicas que os habilite a enfrentar o primeiro emprego na profissão

de médico-dentista, detentores de uma prática consistente.

OBJECTIVOS

Os cursandos realizarão actos clínicos de Medicina Dentária diversificados

em unidades hospitalares públicas, parceiras da CESPU

NOVA SAÚDE, em pacientes previamente marcados, tutelados por

profissionais com grande experiência clínica hospitalar e pedagógica

universitária. A cirurgia oral, medicina oral, periodontologia,

dentistria, endodontia, e odontopediatria serão áreas privilegiadas

neste curso prático em medicina dentária. Pretende-se também que

os alunos obtenham mais capacidades práticas no diagnóstico, na

elaboração de planos de tratamento, e na actuação clínica.

METODOLOGIA

As aulas são do tipo práticas, com elaboração e apresentação obrigatória

de relatórios clínicos.

A avaliação da prática clínica será contínua.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Jorge Brandão Proença, Prof. Doutor

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

José Julio Pacheco, Prof. Doutor

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

Marco André Martins, Prof. Doutor

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Luís Monteiro, Prof. Doutor

Fernando Figueira, Dr.

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária.

CANDIDATURA E SELEÇÃO

Candidaturas abertas todo o ano. Ordem de inscrição.

VAGAS

12

CARGA HORÁRIA

160 horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

20 ECTS

DURAÇÃO E REGIME

As aulas decorrerão de segunda a sexta-feira das 9h às 13h.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

O curso pressupõe frequência obrigatória, não permitindo faltas.

Avaliação contínua da prática clínica.

ESTRUTURA CURRICULAR

U.C. 1 - Clínica em Unidade Hospitalar

- Práticas dos diversos actos clínicos no âmbito da medicina dentária

incluindo cirurgia oral, medicina oral, dentistria, endodontia,

odontopediatria e periodontologia.

No final pretende-se que o aluno obtenha:

- Capacidade de equacionar e adequar os tratamentos médico-

-dentários à situação clínica geral de um dado paciente portador de

doença que exija seguimento hospitalar.

- Capaz de executar vários procedimentos clínicos nomeadamente

numa consulta de medicina dentária em unidade hospitalar.

CORPO DOCENTE

Luís Monteiro, Prof. Doutor

Fernando Figueira, Dr.

Carlos Faria, Mestre

Ana Azevedo, Dr.ª

Rita Cerqueira, Mestre

Rui Bezerra, Mestre

João Baptista, Mestre

Raúl Pereira, Mestre

Alexandra Fernandes, Dr.ª


22 CURSOS EM CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

ACUPUNCTURA PARA MEDICINA

DENTÁRIA E DOR OROFACIAL

1ª EDIÇÃO | OUTUBRO DE 2018 A SETEMBRO DE 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

23

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

A acupunctura é hoje aceite na comunidade médica como um método

que utiliza técnicas de estimulação neuronal periférica, com o

objectivo de modular a actividade do sistema nervoso através de

uma rede neuronal complexa. A introdução das agulhas vai promover

um conjunto de respostas ao nível local, segmentar ou espinhal

e supra-segmentar ou cerebral.

Existem correlações anatómicas entre os pontos da acupunctura e

os pontos gatilho miofasciais, relevantes do ponto de vista clínico

e terapêutico. A existência de dor miofascial ao nível da cabeça e

pescoço pode, de facto, reproduzir a sintomatologia do doente ou

causar uma dor referida para um local distante da origem da dor.

Algo extremamente importante para ter em conta num diagnóstico

diferencial na área da dor orofacial. De resto, e de acordo com a sua

etipatogenia, a dor orofacial pode ser dividida em três grupos: dor

somática (visceral ou musculoesquelética), dor neuropática e dor de

origem psicogénica, onde a acupunctura como terapia complementar

pode desempenhar um papel importante.

A importância de obter uma correcta história clínica, bem como a

realização de um exame clínico intra-oral para despistar qualquer

lesão como fonte primária de dor e um exame extra-oral com recurso

a palpação digital de estruturas como a articulação temporomandibular,

dos músculos da mastigação e também, entre outros, dos

músculos posturais, será fundamental para integrar o conceito da

acupunctura contemporânea e, como tal, implementar a acupunctura

como opção terapêutica no tratamento da dor orofacial.

OBJECTIVOS

- Adquirir os conhecimentos necessários na área da acupunctura, e

sua aplicação na atividade clínica;

- Aquisição de conhecimentos que permitam a abordagem aos

complexos fenómenos fisiológicos subjacentes à Dor Orofacial e as

relações com diferentes áreas da Medicina e da Medicina Dentária;

- Promover a acupunctura como uma técnica terapêutica de particular

interesse, numa área específica como a Dor Orofacial.

METODOLOGIA

A metodologia de ensino utilizada poderá ser a demonstrativa, a expositiva

ou a experimental, sempre aferida à unidade curricular em estudo.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Joaquim Moreira, Professor Doutor

José Júlio Pacheco, Professor Doutor

Filomena Salazar, Professora Doutora

Asdrubal Pinto, Dr.

Vitor Palhão, Dr.

Miguel Pais Clemente, Dr.

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Asdrubal Pinto, Dr.

Vitor Palhão, Dr.

Miguel Pais Clemente, Dr.

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas até 30/09/2018.

Ordem de inscrição.

VAGAS

25

CARGA HORÁRIA

300 Horas

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária e licenciados em Medicina

especialistas em Estomatologia por Universidades Portuguesas

ou por outras Universidades com habilitação legalmente equivalente.

DURAÇÃO E REGIME

As aulas decorrerão à sexta e sábado, das 9h00 às 19h00, mensalmente,

havendo, no entanto, alguns meses em que decorrerão

dois módulos.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

O número de faltas não poderá exceder 15% da carga horária. Avaliação

continua 50%, apresentação de casos clinicos 25% e apresentação

de trabalho de pesquisa cientifica 25%.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - Princípios básicos da Medicina Tradicional Chinesa - YIN/

YANG, Orgãos energéticos, canais e colaterais.

U. C. 2 - Fisiopatologia da Dor, Dor Crónica Vs Dor Aguda, Dor Orofacial,

Bases Anatmofisiológicas da Acupunctura.

U. C. 3 - Anatomia da cabeça e pescoço.

U. C. 4 - Estudo da Cinemática do Complexo Crânio-Cervico-Mandibular,

Biomecânica da Articulação Temporomandibular.

U. C. 5 - Canais da cara, Intestino Grosso, Estômago, Intestino Delgado,

Triplo Aquecedor, Vesícula Biliar, Bexiga e Pontos Extra.

U. C. 6 - Técnicas de Acupunctura, Casos Clínicos.

U. C. 7 - Efeitos adversos, Auriculoterapia, Analgesia Dentária, casos clínicos.

U. C. 8 - Selecção e combinação de pontos, Acupunctura contemporânea.

U. C. 9 - Síndromes dolorosos.

U. C. 10 - Diagnósticos diferencias da dor orofacial, doenças sistémicas

com repercussoes na cavidade oral.

U. C. 11 - Distúrbios temporomandibulares: Distúrbios de interferência

do Disco, Distúrbios inflamatórios da Articulação Temporomandibular,

Patologia funcional muscular, casos clínicos.

U. C. 12 - Seminário clínico

U. C. 13 - Sintomas Orofaciais Perspectiva Psicossomática, casos clínicos.

U. C. 14 - A Imagiologia como meio auxiliar de diagnóstico na dor orofacial.

O contributo da Bioegenharia no estudo da Dor Orofacial, casos clínicos.

U. C. 15 - Investigação e prática baseada na evidência

CORPO DOCENTE

Asdrubal Pinto, Dr.

Vitor Palhão, Dr.

Miguel Pais Clemente, Dr.

Diogo Amorim, Dr.

Castro Lopes, Professor Doutor

José Romão, Dr.

Sara Fonseca, Dr.ª.

Dulce Madeira, Professora Doutora

Pedro Perreira, Professor Doutor

Catarina Aguiar Branco, Dr.ª.

André Pinto, Dr.

Almeida Ferreira, Dr.

Isabel Alexandra, Dr.ª.

Barbas do Amaral, Professor Doutor

Spratley, Professor Doutor

Manuel Esteves , Professor Doutor

Rui Cabral, Professor Doutor

Joaquim Gabriel

Ricardo Vardasca , Professor Doutor

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

30 ECTS


24 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

REABILITAÇÃO ORAL

BIOMIMÉTICA AVANÇADA

PARA MÉDICOS DENTISTAS

7ª EDIÇÃO | JANEIRO DE 2019 A JUNHO DE 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

25

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

O Estado da Arte na Reabilitação Oral em Medicina Dentária passa por reconstruir

os dentes com materiais que simulem os tecidos dentários naturais.

Tendo como finalidade imitar a natureza, devemos entender como ela

se mostra, como ela se sente, como ela se comporta. Conhecendo as suas

propriedades mais facilmente a podemos tentar replicar. Este é o princípio

e fundamento da Biomimética, a área da ciência que envolve a observação

da Natureza e o estudo da função e estrutura dos sistemas biológicos. Na

Biomimética, são esses elementos que servem de modelo para o desenho e

engenharia de materiais. Transpondo estes princípios para a Medicina Dentária,

o clínico é desafiado a reproduzir as propriedades estéticas, funcionais e

biomecânicas de um dente íntegro. Na Medicina Dentária, esta nova filosofia

de trabalho destaca-se por permitir tratamentos mais conservadores, mais

estéticos, funcionais e naturais.

Esta Pós-Graduação pretende educar os participantes no conceito recente

da Biomimética aplicada às ciências Médico-Dentárias. O curso será desenvolvido

com um background científico organizado e compreensivo, aliando a

prática clínica de excelência à fundamentação científica sólida. Irá abranger,

na sua componente clínica, a execução em casos reais de restaurações biomiméticas

anteriores e posteriores (facetas em cerâmica e overlays).

Para além da singularidade do projecto, a filosofia Biomimética é uma área de

futuro que alarga as opções terapêuticas através de conceitos exequíveis no

dia-a-dia clínico, de um ponto de vista técnico e financeiro.

OBJECTIVOS

A Pós-Graduação pretende dotar os participantes de conhecimentos em diversas

áreas que vão desde a morfologia, aos materiais dentários, à prótese

fixa, dentisteria operatória, oclusão, periodontologia, fotografia, bem como dos

aspectos legais inerentes às reabilitações estéticas.

1. Através de conhecimentos teóricos baseados na actual evidência científica,

que permitam aos participantes saber as indicações das novas soluções

restauradoras biomiméticas em dentes anteriores e posteriores, isto é, restaurações

(diretas e indiretas) que sendo inspiradas na estrutura do dente

natural, dispensam a utilização na quase totalidade dos casos, de materiais

hiper-rígidos como as coroas metalo-cerâmicas e/ou espigões.

2. Saber utilizar com previsibilidade as técnicas adesivas, combinando o compósito

e a cerâmica de forma a reproduzir a resistência e a função do dente natural.

3. Entender as vantagens e razões pelas quais se obtêm resultados estéticos

superiores com a aplicação da filosofia biomimética (ex.: facetas, fragmentos

cerâmicos, inlays, onlays, overlays).

4. Conhecer os princípios biomecânicos e biológicos dos preparos dentários

biomiméticos minimamente invasivos.

5. Entender a lógica e as regras da execução do enceramento, do mock-up, das

impressões e das restaurações provisórias na filosofia biomimética.

6. Facultar aos participantes a obtenção de conhecimentos teóricos e práticos

dos passos laboratoriais, facultados por técnicos de prótese dentária, bem

como a comunicação clínica-laboratório.

7. Perceber por que razões as restaurações biomiméticas previnem melhor

fracturas catastróficas da estrutura dentária do que a técnica clássica que

utiliza materiais excessivamente rígidos.

8. Possibilitar aos participantes a execução clínica em pacientes dos procedimentos

biomiméticos – facetas e restaurações indiretas posteriores.

9. Dotar o aluno dos conhecimentos teóricos fundamentais e da experiência

clínica necessária para a execução dos procedimentos de reabilitação oral

biomimética na sua prática clínica diária, imediatamente após a conclusão

da Pós-Graduação.

METODOLOGIA

As unidades curriculares que compõem esta Pós-Graduação serão constituídas por:

- uma componente Teórica, leccionada às sextas-feiras;

- uma componente Teórico-Prática Pré-Clínica, leccionada numa sexta-feira e num sábado;

- uma componente Clínica, leccionada aos sábados.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

José Julio Pacheco, Prof. Doutor

João Desport, Dr.

João Fonseca, Mestre

Luís Macieira, Dr.

Hugo Lapa, Dr.

Cátia Moreno, Mestre

Felipe Franco Sousa, Dr.

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

João Desport, Dr.

Cátia Moreno, Mestre

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária e Licenciados em Medicina especialistas

em Estomatologia por Universidades Portuguesas ou por outras Universidades

com habilitação legalmente equivalente.

CANDIDATURA E SELEÇÃO

Candidaturas abertas todo o ano. Ordem de inscrição.

VAGAS

24

CARGA HORÁRIA

132 horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

15 ECTS

DURAÇÃO E REGIME

A Pós-Graduação decorrerá de Janeiro de 2019 a Junho de 2019. As aulas teóricas,

pré-clínicas e clínicas decorrerão em 6 unidades curriculares de dois dias

(6 módulos de 2 dias), às sextas-feiras e sábados, das 09h00 às 13h00 e das

14h00 as 19h00. A unidades curriculares terão uma periodicidade mensal (uma

por mês), salvo em situações pontuais, como períodos de férias ou outros.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

O número de faltas não poderá exceder 15% da carga horária. A avaliação

é contínua, com apresentação do caso clínico realizado pelos alunos, no

final da formação.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - O Dente Intacto e a Biomimética

U. C. 2 - Tratamentos Ultra-Conservadores, Diagnóstico e Planeamento

U. C. 3 - Preparações, Impressões, Registo e Provisórias

U. C. 4 - Adesão, Cerâmicas Dentárias e Protocolos Adesivos

U. C. 5 - Estratégias Restauradoras em Dentes Posteriores

U. C. 6 - Oclusão e Reabilitação Total Adesiva

CORPO DOCENTE

João Fonseca, Mestre

Maria João Silva, Mestre

Cátia Moreno, Mestre

João Mouzinho, Mestre

Lucas Pedrosa, Mestre

Tiago Silva, Mestre

João Desport, Dr.

Hugo Costa Lapa, Dr.

Luís Macieira, Dr.

Filipe Franco Sousa, Dr.

João Neto, Dr.

Luís Leão, Dr.

Tiago Silva, Dr.

APOIO


26 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

REABILITAÇÃO ORAL

BIOMIMÉTICA AVANÇADA

PARA TÉCNICOS DE PRÓTESE DENTÁRIA

2ª EDIÇÃO | JANEIRO DE 2019 A JUNHO DE 2019


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

27

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

OBJECTIVOS

O curso pretende dotar os participantes de conhecimentos em diversas

áreas que vão desde a morfologia, aos materiais dentários, à

prótese fixa,, oclusão, fotografia, quer no que diz respeito aos procedimentos

a executar em laboratório, quer ao entendimento dos

procedimentos clínicos de forma a permitir total comunicação com

os médicos dentistas.

- Através de conhecimentos teóricos baseados na actual evidência

científica, bem como de aulas práticas laboratoriais e assistência

clinica, dotar os formandos de conhecimentos que permitam saber

as indicações das novas soluções restauradoras biomiméticas em

dentes anteriores e posteriores, isto é, restaurações (diretas e indiretas)

que sendo inspiradas na estrutura do dente natural, dispensam

a utilização na quase totalidade dos casos, de materiais hiperrígidos

como as coroas metalo-cerâmicas e/ou espigões.

- Entender as técnicas adesivas, combinando o compósito e a cerâmica

de forma a reproduzir a resistência e a função do dente natural,

de forma a fabricar restaurações que possuem a máxima performance

quando aderidas.

- Entender as vantagens e razões pelas quais se obtêm resultados

estéticos superiores com a aplicação da filosofia biomimética (ex.:

facetas, fragmentos cerâmicos, inlays, onlays, overlays).

- Conhecer os princípios biomecânicos e biológicos dos preparos

dentários biomiméticos minimamente invasivos , de forma a desenhar

de forma correcta as restaurações que os respeitam.

- Entender a lógica e as regras da execução do enceramento, do mock-up,

e das restaurações provisórias na filosofia biomimética, bem com a

produção dos meios que permitem a sua execução clinica.

- Facultar aos participantes a obtenção de conhecimentos teóricos e

práticos dos passos laboratoriais, facultados por técnicos de prótese

dentária, bem como a comunicação clínica-laboratório.

- Perceber por que razões as restaurações biomiméticas previnem

melhor fracturas catastróficas da estrutura dentária do que a técnica

clássica que utiliza materiais excessivamente rígidos.

- Possibilitar aos participantes a observação clínica com pacientes dos procedimentos

biomiméticos – facetas e restaurações indiretas posteriores.

- Dotar o aluno Técnico de Prótese Dentária dos conhecimentos teóricos

fundamentais e da experiência necessária para a execução dos

procedimentos laboratoriais de reabilitação oral biomimética na sua

prática diária, imediatamente após a conclusão da Pós-Graduação e

em colaboração estreita com os médicos dentistas.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Raquel Esteves, Profª. Doutora

Luís Silva, Prof. Dr.

Hugo Lapa, Dr.

João Desport, Dr.

João Fonseca, Mestre

Luís Macieira, Dr.

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Hugo Lapa, Dr.

Luís Macieira, Dr.

João Desport, Dr.

João Fonseca, Mestre

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas até 23/11/2018. Ordem de inscrição.

VAGAS

12

CARGA HORÁRIA

405 Horas totais

132 Horas de contacto

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

15 ECTS

DESTINATÁRIOS

Técnicos de Prótese Dentária.

DURAÇÃO E REGIME

O Curso decorrerá de janeiro a junho de 2019. As aulas teóricas, laboratoriais

e práticas decorrerão em 6 unidades

curriculares de dois dias, às sextas-feiras e sábados, das 08h30 às

13h00 e das 14h00 às 19h30. As Unidades

Curriculares têm uma periodicidade de uma por mês salvo em situações

pontuais em períodos de férias ou outros.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

Frequência obrigatória.

O número de faltas não pode exceder 15% da carga horária.

Avaliação contínua e exame final.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - O Dente Intacto e a Biomimética

U. C. 2 - Tratamentos Ultra-Conservadores, Diagnóstico e Planeamento

U. C. 3 - Preparações, Impressões, Registo e Provisórias

U. C. 4 - Adesão, Cerâmicas Dentárias e Protocolos Adesivos

U. C. 5 - Execução de Facetas Feldspáticas sob vários processos

U. C. 6 - Oclusão e Reabilitação Total Adesiva

CORPO DOCENTE

João Fonseca, Mestre

Maria João Silva, Mestre

Cátia Moreno, Mestre

João Mouzinho, Mestre

Lucas Pedrosa, Mestre

Tiago Silva, Mestre

João Desport, Dr.

Hugo Costa Lapa, Dr.

Luís Macieira, Dr.

Filipe Franco Sousa, Dr.

João Neto, Dr.

Luís Leão, Dr.

Tiago Silva, Dr.

APOIO


28 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

PRÓTESE DIGITAL SOBRE IMPLANTES

1ª EDIÇÃO | OUTUBRO DE 2018 A MARÇO 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

29

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

A prótese dentária digital, é já uma realidade bem presente em clínicas

e laboratórios de reconhecido valor nacional e internacional.

Todas as vantagens que a era digital nos faculta, estão a ser aplicadas

na prótese dentária. Para além da rapidez, fiabilidade e precisão,

permite a utilização de novos materiais que aportam características

únicas às reabilitações protéticas.

O workflow digital entre clínicas dentárias e laboratórios de prótese,

abre a ambos, e ao paciente, todo um novo universo de reabilitações

orais, que as técnicas tradicionais não permitem.

Um scanner intra ou extra oral e uma máquina de produção suportados

por um software, são hoje instrumentos habituais na medicina

dentária /prótese dentária.

Isto implica a uma grande mudança nas instalações dos laboratórios,

formas de trabalhar inovadoras e de formação atualizada.

A formação aqui proposta, ainda não está incluída nos curricula

cursos de prótese dentária e ou medicina dentária. Como tal, existe

uma grande necessidade de formação complementar nesta área.

Nesta pós graduação, o técnico de prótese dentária e/ou médico

dentista desenvolvem de forma autónoma, próteses dentárias baseadas

em tecnologia digital e novos materiais. Adquirem assim,

novas técnicas de trabalho em sintonia com as atuais standards

laboratoriais e clínicos.

OBJECTIVOS

- Dominar software específico para desenho e produção de próteses

dentárias.

- Fazer prótese unitária digital sobre implantes;

- Realizar prótese parcial digital sobre implantes;

- Executar prótese total digital sobre implantes.

METODOLOGIA

Os módulos que compõem este curso serão leccionados em aulas teóricas

e práticas laboratoriais pré-clínicas, cuja finalidade será fazer uma

docência interactiva com o aluno. Algumas das competências terão

uma componente clínica que aprofundarão os conhecimentos teóricos

e práticos adquiridos.

VAGAS

16

CARGA HORÁRIA

96 Horas presenciais

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

10 ECTS

DESTINATÁRIOS

Técnicos de Prótese Dentária e Médicos Dentistas.

DURAÇÃO E REGIME

O Curso decorrerá de outubro de 2018 a março de 2019. As aulas

decorrerão mensalmente às sextas-feiras e sábados

das 09.00h - 13.00h e das 14.00 - 18.00h.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

A metodologia de avaliação utilizada será: avaliação contínua dos

trabalhos práticos e a nota final resulta da média

aritmética dos diferentes módulos. A nota final deve ser igual ou

superior a 9,5.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - Exocad e Prótese Unitária Digital Sobre Implantes.

U. C. 2 - Prótese Parcial Digital Sobre Implantes.

U. C. 3 - Prótese Total Digital Sobre Implantes.

CORPO DOCENTE

Jorge Martins Pereira, Dr.

José Luís Tomé Garcia, Eng. Técnico/ TPD

Carlos Baurier, TPD

Alberto Parra, TPD

Josep M. Fonollosa Pla, Prof. Doutor

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Raquel Esteves, Profª. Doutora

Luís Silva, Prof. Dr.

Jorge Martins Pereira, Dr.

José Luís Tomé Garcia, Eng. Técnico/ TPD

Alberto Parra, TPD

Josep M. Fonollosa Pla, Prof. Doutor

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Jorge Martins Pereira, Dr.

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas até 28/09/2018.

Ordem de inscrição.

APOIO


30 PÓS-GRADUAÇÕES CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM

ORTODONTIA LABORATORIAL

(FIXA E FUNCIONAL)

4ª EDIÇÃO | OUTUBRO DE 2018 A JUNHO 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

31

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

Na fase clínica da Ortodontia distinguem-se duas partes diferenciadas,

mas complementares. Uma é a parte laboratorial e a outra é a

sua aplicação no doente.

O clínico deverá possuir conhecimentos não só da forma como

atuam os aparelhos ortodônticos, mas também será importante

conhecer os materiais e a forma como se constroem.

Para o técnico é importante não só conhecer os materiais, a forma

dos aparelhos, mas também como os devem confecionar tendo em

conta a sua atuação na cavidade oral, durante o tratamento.

Técnicos e clínicos devem partilhar, então, os pormenores técnicos

e clínicos para que cada um, com as suas competências, possa dar

a melhor contributo e prestar o maior conforto ao paciente durante

o tratamento.

Este Curso, com um total de 9 ECTS e uma duração de 9 meses, tem

como objetivo principal fornecer uma formação pós-graduada em

Ortodontia Laboratorial.

A metodologia seguirá uma ordem lógica e progressiva do menor

ao maior grau de dificuldade e no início de cada sessão haverá um

seminário sobre os temas do dia com a orientação bibliográfica necessária.

Seguir-se-á depois a fase de confeção prática/laboratorial.

OBJECTIVOS

- Promover a aquisição de conhecimentos indispensáveis para

proporcionar aos Licenciados em Prótese Dentária as bases fundamentais

de conhecimento cientifico teórico e prático em Prótese

Ortodôntica laboratorial Fixa e Funcional.

- Proporcionar uma aprendizagem de múltiplas técnicas, novos materiais

e confeção de diferentes aparelhos para diferentes situações

clínicas específicas.

METODOLOGIA

Os módulos que compõem este curso serão leccionados em aulas teóricas

e práticas laboratoriais pré-clínicas, cuja

finalidade será fazer uma docência interactiva com o aluno. Algumas

das competências terão uma componente clínica

que aprofundarão os conhecimentos teóricos e práticos adquiridos.

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Ana Paula Botto, Profª. Doutora

Maria do Céu Monteiro, Profa. Doutora

Teresa Vale, Profa. Doutora

Teresa Pinho, Profa. Doutora

Primavera Sousa Santos, Profa. Doutora

Barbas do Amaral, Prof. Doutor

Jorge Souto, Dr.

VAGAS

15

CARGA HORÁRIA

81 Horas presenciais

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

9 ECTS

DESTINATÁRIOS

Licenciados em Prótese Dentária.

Barcharlato em Prótese Dentária.

Técnicos de Prótese.

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária..

DURAÇÃO E REGIME

O Curso decorrerá de outubro de 2018 a junho de 2019. As aulas

decorrerão mensalmente aos sábados das 09.00h -

13.00h e das 14.00 - 20.00h.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

Avaliação Contínua: Consistira na avaliação dos aparelhos elaborados

em cada módulo.

Exame Final: Elaboração de um trabalho escrito e uma apesentação

oral individual sobre um dos aparelhos

desenvolvidos durante a aprendizagem.

Para obter o diploma é necessário que o número de faltas não exceda

o 15 % da carga horária.

ESTRUTURA CURRICULAR

U. C. 1 - Ortodontia Laboratorial Fixa.

U. C. 2 - Prótese Parcial Digital Sobre Implantes.

U. C. 3 - Prótese Total Digital Sobre Implantes.

CORPO DOCENTE

Ana Paula Botto, Profª. Doutora

Teresa Vale, Profa. Doutora

Teresa Pinho, Profa. Doutora

Primavera Sousa Santos, Profa. Doutora

Romeu Leite, Dr.

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Ana Paula Botto, Profª. Doutora

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas até 21/09/2018.

Ordem de inscrição.


32 CURSOS EM CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

CURSO DE FORMAÇÃO EM

DIRECT & CO. IN ANTERIOR TEETH

4ª EDIÇÃO | CANDIDATURAS ABERTAS

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

33

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE GANDRA – PAREDES

INTRODUÇÃO

Cada vez mais, conservar esmalte precioso é uma prioridade. A literatura

suporta-o e a clínica exige-o. Uma restauração que mimetize

o dente natural, de execução rápida directamente na boca do paciente

e que conserve o máximo de estrutura dentária, é uma ferramenta

essencial para o dia-a-dia na consulta de dentisteria estética.

Quando falamos em restaurações adesivas directas, referimo-nos a

uma opção que sobressai na prática clínica pela sua versatilidade,

reversibilidade, possibilidade de reparação, relativo baixo custo, além

de se poder realizar de forma imediata ou diferida, dependendo do

caso ou do grau de sofisticação do resultado pretendido.

As restaurações com resinas compostas em dentes anteriores representam

um grande desafio e, para obter bons resultados, é necessário

não só o domínio da técnica restauradora, mas também

saber planear e seleccionar correctamente os casos.

Neste sentido, surge um curso de carácter didáctico e com predominância

dos aspectos clínicos da técnica. Ao longo dos 3 dias formativos,

será explorado todo o potencial das resinas directas, combinando

diferentes abordagens da técnica operatória. Os formadores

pretendem transmitir conhecimentos não convencionais, que vão do

desenho e integração das formas dentárias num contexto macro

estético a ferramentas de transferência exacta do planeamento tridimensional

das formas para as restaurações definitivas.

OBJECTIVOS

- Proporcionar uma visão abrangente do uso das resinas compostas

na reabilitação estética do sorriso

- Aperfeiçoar a técnica de estratificação em dentes anteriores

- Sistematizar o protocolo de acabamento e polimento em dentes

anteriores

- Apresentar e dar a conhecer os materiais restauradores indicados

para cada situação clínica

- Adquirir ferramentas alternativas de obtenção de forma, textura

e acabamento

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

Mário Barbosa, Prof. Doutor

Joana Garcez, Prof.ª Doutora

João Fonseca, Mestre

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Joana Garcez, Prof.ª Doutora

João Fonseca, Mestre

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Candidaturas abertas.

Ordem de inscrição.

VAGAS

20

CARGA HORÁRIA

24 Horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

2,5 ECTS

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária e licenciados em

Medicina especialistas em Estomatologia por Universidades Portuguesas

ou por outras Universidades com habilitação legalmente

equivalente.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

A avaliação é contínua e são avaliados os trabalhos práticos, bem

como a participação dos alunos nas aulas.

ESTRUTURA CURRICULAR

- Análise estética do sorriso e princípios estéticos utilizados no planeamento

de restaurações em dentes anteriores;

- Identificação das referências anatómicas e morfológicas do dente anterior;

- Importância do enceramento de diagnóstico de dentes anteriores,

como auxiliar no planeamento e obtenção de restaurações anatomicamente

correctas no sector anterior;

- Discussão de 1 ou 2 casos clínicos ilustrativos destes princípios.

- Mock up directo em resina composta, como método de diagnóstico

estético 4D

- Sistemas de resinas compostas e sistemas adesivos actuais;

- Escolha correcta dos materiais com características ópticas favoráveis

a cada caso;

- Dimensões da cor: valor, croma, matiz, fluorescência, opalescência

e translucidez - conceitos e aplicação prática.

- Conceitos de cor e luz relacionados com as restaurações estéticas;

Como realizar a selecção de cor para restaurações policromáticas.

- Técnica de estratificação de novos sistemas de resinas compostas.

Casos com substrato favorável e descolorado.

- Utilização de resinas compostas para confeccionar facetas directas

e transformações dentárias; Utilização de pigmentos caracterizadores

para obtenção de efeitos cromáticos;

- Utilização da chave de silicone opaca para controlo e posicionamento

das camadas durante a estratificação.

- Demonstração da técnica de enceramento de diagnóstico. Enceramento

diagnóstico de um incisivo central com um apinhamento.

- Confecção das chaves de silicone necessárias para guiar e controlar

a aplicação das camadas

- Estratificação natural passo-a-passo de preparo Classe IV em incisivo

central superior

- Macro e microtextura, sequência clínica para um resultado previsível:

identificação dos elementos a introduzir nos dentes. Instrumentos

rotatórios para texturização. Métodos de verificação de textura.

Integração com dentes naturais.

- Polimento de restaurações anteriores estéticas - regularização da superfície,

sistemas de polimento, sequência clínica. Manutenção das margens

e técnicas de reparação de restaurações adesivas em resina composta.

- Faceta directa em compósito, em dente com alteração de cor, com

uso de resinas opacas.

- Wax up copy - conceito. Utilização de chaves de silicone opacas

para controlo de aplicação das camadas a estratificar. Utilização de

chave de silicone transparente - truques, dicas e precauções. Sequência

clínica num caso unitário, intercalado e múltiplo.

- Modelo Hatjo. Utilização de modelos de dentes naturais como uma

fonte de morfologia para a confecção de facetas semidirectas em

resina composta. Adaptação marginal, potencial e limites da técnica.

- Estratificação e técnica de wax up copy em caso de 4 elementos

antero-superiores - passo a passo clínico.

- Confecção de duas facetas ultra-finas em resina composta a partir

de dentes naturais, utilizando modelos Hatjo. Adaptação ao caso do

exercício a executar. Adesão das facetas e finalização.

CORPO DOCENTE

Joana Garcez, Prof.ª Doutora

João Fonseca, Mestre

APOIO

DURAÇÃO E REGIME

O curso decorrerá durante 3 dias, em datas a definir. As aulas decorrerão

das 9h00 às 13h00 e das 14h30 às 19h00.


34 CURSOS EM CIÊNCIAS DENTÁRIAS

FORMAÇÃO

CURSO DE FORMAÇÃO EM

FIBRINA AUTÓLOGA

ABRIL E JUNHO DE 2019

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DENTÁRIAS


IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

35

CAMPUS ACADÉMICO DE V. N. FAMALICÃO

INTRODUÇÃO

Fibrina rica em plaquetas e leucócitos. É sangue centrifugado sem

qualquer aditivo que, funciona como um biomaterial de cicatrização

autólogo, incorpora leucócitos, plaquetas e proteínas dentro de uma

matriz densa de fibrina. Este procedimento resulta na produção de

uma membrana. A sua aplicação clínica em Medicina Dentária é ampla

como material de preenchimento, estabiliza os materiais de enxerto,

ou como membrana de protecção, protegendo o local cirúrgico

das agressões externas bem como acelera a cicatrização e fecho

das margens das feridas cirúrgicas. Este curso irá proporcionar aos

formandos uma sessão de laboratório “hands-on” e uma demonstração

cirúrgica ao vivo de aplicação clínica da fibrina autóloga.

OBJECTIVOS

• Compreender os princípios biológicos sobre a fibrina autóloga

• Seleccionar os casos adequados e seu planeamento para a sua

aplicação clínica

• Compreender as técnicas cirúrgicas, as técnicas de preparação

fibrina autóloga

• Gerir complicações e cuidados pós-operatórios

METODOLOGIA

As estratégias de avaliação deverão ser diversificadas, adaptando-

-se às características específicas de cada unidade curricular e tendo

como principal objectivo proporcionar ao estudante oportunidades

de aprendizagem nas quais ele seja o sujeito efectivo dessa aprendizagem.

CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO

A avaliação é contínua e são avaliados os trabalhos práticos, bem

como a participação dos alunos nas aulas.

ESTRUTURA CURRICULAR

- Estruturas anatómicas do braço, sistema venoso e arterial

- Dificuldades de localização das veias

- Passos procedimento para punção venosa:

- Desinfeção

- Punção

- Dispositivos

- Tubos

- Centrifugação / Tempo

- Tempo máximo colheita / centrifuga

- Quantidade tubos por procedimento

- Membranas autólogas e suas aplicações clínicas:

- alvéolos pós – extracionais

- enxertos de seio maxilar

- regenerações ósseas guiadas

- Manipulação de fibrinas autólogas

CORPO DOCENTE

Marco Infante da Câmara, Prof. Doutor

João Fontes Pereira, Dr.

Hugo Gandra, Mestre

Manuel Francisco Coelho, Mestre

COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

António Almeida Dias, Prof. Doutor

Filomena Salazar, Prof.ª Doutora

Joaquim Moreira, Prof. Doutor

José Julio Pacheco, Prof. Doutor

Marco Infante da Câmara, Prof. Doutor

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Marco Infante da Câmara, Prof. Doutor

CANDIDATURA E SELECÇÃO

Abril: Candidaturas até 31/03/2019.

Junho: Candidaturas até 31/05/2019.

Ordem de inscrição.

VAGAS

6

CARGA HORÁRIA

40 Horas

UNIDADES DE CRÉDITO (EUROPEAN CREDIT TRANSFER SYSTEM)

5 ECTS

DESTINATÁRIOS

Licenciados ou Mestres em Medicina Dentária e licenciados em

Medicina especialistas em Estomatologia por Universidades Portuguesas

ou por outras Universidades com habilitação legalmente

equivalente.

APOIO


FORMAÇÃO

IMPROVE YOUR KNOWLEDGE

INFORMAÇÕES E CANDIDATURAS

Rua Central de Gandra, 1317

4585-116 Gandra - Paredes

T.224 157 174/06

info@formacao. cespu.pt

www.cespu.pt

MESTRADOS

Mestrado integrado em medicina dentária

Mestrado em ortodontia

Mestrado em reabilitação oral

ESPECIALIZAÇÕES

Curso pós-graduado de especialização em ortodontia

DOUTORAMENTOS

Doutoramento em ciências biológicas aplicadas à saúde

INGRESSO

800 20 20 02

ingresso@cespu.pt

www.cespu.pt

ENTIDADE ACREDITADA POR

CRÉDITO ESPECIAL FORMAÇÃO

More magazines by this user
Similar magazines