Viva Futebol Clube

associacaoviva

MInistério da Cidadania,

Secretaria Especial de Fomento à Cultura,

Instituto Helena Florisbal e Associação

Viva e Deixe Viver apresentam:

Viva

Futebol Clube

O Time das

Mãos Limpas

Edição especial

Glossário de

termos

futebolísticos

Para

colorir

Coordenação

Valdir Cimino

Texto

Dulce Rangel

Ilustrações

Paulo Zilberman

História em quadrinhos

Coronavírus

Álbum

de

figurinhas

Manual

de lavagem

das mãos


Viva

Futebol Clube

O Time das

Mãos Limpas


Concepção: Valdir Cimino e Paulo Zilberman

Coordenação: Valdir Cimino

Texto: Dulce Rangel

Projeto gráfico, ilustrações e diagramação: Paulo Zilberman

Colaboração: Waldir Gomes da Costa, Ed Cortez e

Dr. Francisco Ivanildo de Oliveira Jr.

Revisão: Maria Inês Sarzana

Agradecimentos: Andreia Zumbini, Annie Rangel Kopanakis, Helena Fraga

Maia, Jorge Back e Regina Szylit

Editora Viva e Deixe Viver

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

Viva

Futebol Clube

O Time das

Mãos Limpas

R196

Rangel, Dulce

Viva Futebol Clube: O Time das Mãos Limpas / Dulce Rangel ;

[ ilustrações de Paulo Zilberman; colaboração de Valdir Cimino, Waldir Gomes da

Costa, Ed Cortez, Francisco Ivanildo de Oliveira Junior ] . – São Paulo : Edições Viva

e Deixe Viver, 2019.

40 p.

1. Literatura infanto-juvenil. I. Cimino, Valdir. II Costa, Waldir Gomes da. III.

Ed Cortez. IV. Junior, Francisco Ivanildo de Oliveira. V. Título.

CDD: 028.5

CDU: 82-93

Ficha catalográfica elaborada por: Adriana Aparecida da Luz - CRB: 8/9360

Índices para catálogo sistemático

1. Literatura infantil 028.5

2. Literatura infanto-juvenil 808.899282


Hino

De mãos limpas eu vou sempre em frente

A saúde eu comemoro como um gol

Entro em campo pra ganhar

A batalha é sem fim

Mas vencer está em mim

Lava lava lava de lavada

De lavada eu vou ganhar

Vou lavando direitinho

Sem sujeira no caminho

Ninguém vai me segurar

Lava lava lava de lavada

De lavada eu vou vencer

E a galera vai vibrar

De alegria vai cantar

De lavada tem que ser

Viva Viva Vivaaaaaaaa!

Foto oficial

Viva Futebol Clube

Clique nas

mãozinhas para

ouvir os hinos

e cantar junto

Distintivo

O time das mãos limpas

Um time que está sempre pronto para a escuta qualificada, ou

seja, valoriza o diálogo entre os sujeitos que produzem saúde;

o paciente, a família e os profissionais da saúde. Não tem local

nem hora certa para acontecer, pois acolher é um compromisso

de resposta às necessidades dos cidadãos que procuram os

serviços de saúde, uma forma de prestar assistência resolutiva,

pois, por meio do acolhimento que é possível reconhecer,

empaticamente, as necessidades de cada paciente.

Uniforme

Dr. Fefê - goleiro

Médico Infectologista

A medicina como ciência, investiga através

da natureza as causas das enfermidades

humanas objetivando a cura e ou o acolhimento

humanizado nos cuidados paliativos. Constrói

e participa de programas de prevenção e de

planejamento da saúde coletiva.

O infectologista se ocupa do estudo das

doenças causadas pelas moléstias infecciosas e

parasitárias; príons, vírus, bactérias, protozoários,

fungos e animais.

Cláudia - atacante

Nutricionista

Somos um corpo e é na ciência da nutrição que

se estuda o processo integral e biológico em

que os seres vivos (animais, fungos, vegetais e

micro-organismos), utilizando-se de alimentos,

assimilam nutrientes para a realização de

suas funções vitais. A nutrição faz parte do

aprendizado em varias áreas como medicina,

enfermagem, fisioterapia, biomedicina,

farmácia, agronomia, zootecnia entre outras.

Todo corpo em movimento exige das células

energia proveniente de alimentos saudáveis, não

só em quantidade como também a variedade

adequada de nutrientes importantes para seu

bom funcionamento.

Time titular

Ana Maria - atacante

Enfermeira

Enfermagem é uma ciência que tem por objetivo

garantir a excelência na prevenção de saúde

junto a sociedade e no tratamento de doenças,

bem como, a gestão do bem estar e cuidado do

paciente e de sua família.

Os enfermeiros atuam no acolhimento, desde o

início até o final da vida do ser humano.

Bia - meio de campo

Fisioterapeuta

É ciência da saúde, cujo objetivo principal de

estudo é o movimento humano em todas as suas

formas de expressão e potencialidades, quer nas

alterações patológicas, cinético-funcionais, quer

nas suas repercussões psíquicas e orgânicas,

visando preservar, desenvolver, restaurar a

integridade de órgãos e sistemas.

Jorge - zagueiro

Contador de histórias

Contadores de Histórias tem a capacidade

de contar a história do mundo para seu

interlocutor ou plateia. "A história narrada,

lida, filmada ou dramatizada, circula em

todos os meridianos, vive em todos os climas,

não existe povo algum que não se orgulhe de

suas histórias, de suas lendas e seus contos

característicos", diz Malba Tahan.

A arte de contar histórias ativa a saúde e a

educação de qualquer ser humano e tem a

finalidade terapêutica de despertar a criatividade

e imaginação nas crianças e suas famílias na

internação hospitalar, possibilitando ainda a

formação dos futuros leitores.

Quiqui - zagueira

Contadora de histórias


Moléstia

Esporte Clube

Hino

Somos os cabras da moléstia

E viemos pra vencer

Vamos grudar na sua pele

E fazer você arder

De febre você vai arder (2x)

Vamos grudar na sua pele

E fazer você arder

Você vai ficar doente

É ruim de se livrar da gente

Foto oficial

Quando você não lava a mão

Aproveitamos pra ganhar

Moléstia quando pega

É difícil se livrar

Nós somos os cabras

da moléstia (2x)

Somos os cabras da moléstia

Nós somos os cabras

da moléstia

Distintivo

Uniforme

Candão - goleiro

Candida albicans

O que causa: provoca infecção em pessoas com

a imunidade diminuída, como recém-nascidos,

pacientes em quimioterapia ou com aids. Pode

causar desde quadros graves como infecção no

sangue, infecção urinária, até quadros mais leves

como a candidíase oral (sapinho) ou vaginal.

Como se proteger: não existe vacina ou

prevenção.

O que pode ser feito para reduzir o risco:

melhorar a imunidade tomando a medicação

adequada, evitar uso desnecessário de

antibióticos, profissionais da saúde (médicos e

enfermagem) devem fazer boa higiene das mãos

para evitar contaminação de cateteres e sondas.

Cocô - atacante

Cryptococcus neoformans

O que causa: infecção em pessoas com

imunodepressão causada pela aids ou por outras

doenças. A doença mais comum causada pelo

criptococo é a meningite, mas também pode

atacar o pulmão, a pele e outros órgãos.

Como se proteger: não existe vacina ou

prevenção.

O que pode ser feito para reduzir o risco:

é muito comum que este fungo esteja presente

em fezes de pombos. Então é importante evitar

contato com áreas com pombos, não alimentálos

e se for realizar limpeza, usar máscara.

Time titular

Giló - atacante

Aspergillus

O que causa: infecção em pessoas com grave

imunodepressão, como transplantados. O mais

comum é o comprometimento do pulmão,

podendo levar à morte.

Como se proteger: não existe vacina ou

prevenção.

O que pode ser feito para reduzir o risco:

aguardar a melhora do sistema imunológico após

o transplante ou quimioterapia. Enquanto isso

não acontece, pode ser necessário usar máscara

para evitar a inalação do fungo. Nos hospitais

é muito importante proteger os pacientes

imunodeprimidos do contato com pó proveniente

de áreas de reforma ou construção.

Flunz - meio de campo

Influenza

O que causa: gripe e pneumonia. Algumas

pessoas podem ter formas graves, como as

crianças com menos de 5 anos, os idosos e

pessoas com doenças crônicas, como diabetes,

asma e doenças do coração.

Como se proteger: tomar a vacina todos os

anos, antes do início do inverno. Manter uma

alimentação saudável. Evitar contato com

pessoas com gripe.

Cicinho - zagueiro

Vírus sincicial respiratório

O que causa: pneumonia e bronquiolite em

bebês e imunodeprimidos. Também causa

resfriado em adultos.

Como se proteger: ainda não existe vacina.

Existe uma imunoglobina que deve ser aplicada a

crianças com alto risco de complicações.

Saradão - zagueiro

Vírus do sarampo (morbilivirus)

O que causa: é uma doença que pode ser grave

e até levar à morte

Como se proteger: vacina.

O que pode ser feito para reduzir o risco:

higienizar bem as mãos; evitar expor bebês

a locais fechados onde há aglomeração de

pessoas. Orientar as pessoas doentes a usar lenço

descartável ao tossir ou espirrar.


Bactéria

Futebol Clube

Hino

Bactéria Bactéria

Hey Hey How

Quando nós entramos em campo

Entramos sempre pra ganhar

O adversário já pipoca

Sem ânimo nem sai da toca

A gente chega pra ficar

Causamos infecção

O nosso time é durão

Foto oficial

Não tememos quase nada

Só uma bela lavada

Se você não prevenir

Nosso time vai ganhar

É melhor lavar direito

Nosso time é da pesada

E nós vamos te pegar

Bactéria Bactéria

Hey Hey How (4x)

Distintivo

Uniforme

Aurão - goleiro

Staphylococcus aureus

O que causa: desde infecção na pele e

subcutâneo (abscessos), até infecções graves em

articulações, ossos, coração, pulmão e sangue

(septicemia). É um dos principais causadores de

infecção hospitalar, mas também causa infecções

na comunidade.

Como se proteger: higiene das mãos,

desinfecção adequada dos artigos e

equipamentos entre pacientes.

Baubau - atacante

Acinetobacter baumannii

O que causa: habitualmente causa infecção em

pacientes hospitalizados, principalmente na UTI.

Pode provocar pneumonia, infecção urinária e

infecção no sangue. Costuma ser muito resistente

aos antibióticos.

Como se proteger: higiene das mãos,

desinfecção adequada dos artigos e

equipamentos entre pacientes, hábitos de

higiene adequados.

Time titular

Esculacho - atacante

Escherichia coli

O que causa: é o principal causador de infecção

urinária, mas também pode causar diarreia.

Pode “morar” em nosso intestino e conviver

pacificamente, mas se for levada para outros

locais do corpo, pode causar infecções graves.

Como se proteger: Higiene das mãos,

desinfecção adequada dos artigos e

equipamentos entre pacientes, hábitos de

higiene adequados.

Ruge - meio de campo

Pseudomonas aeruginosa

O que causa: habitualmente causa infecção em

pacientes hospitalizados, principalmente na UTI.

Pode provocar pneumonia, infecção urinária e

infecção no sangue. Costuma ser muito resistente

aos antibióticos.

Como se proteger: higiene das mãos,

desinfecção adequada dos artigos e

equipamentos entre pacientes, hábitos de

higiene adequados.

Mico - zagueiro

Mycobacterium tuberculosis

O que causa: tuberculose – a forma mais

comum é a pulmonar, mas também pode causar

meningite, infecção nos ossos, gânglios ou rins.

Como se proteger: vacinação na infância (BCG),

detecção precoce de tossidores crônicos (pessoas

com tosse há mais de 3 semanas) e investigação

entre pessoas contactantes de doentes com

tuberculose.

Mocó - zagueiro

Streptococcus pneumoniae

(pneumococos)

O que causa: infecções respiratórias –

pneumonia, sinusites, otites e infecções graves

como meningite.

Como se proteger: vacinação para crianças,

idosos e pessoas com imunodeficiência.


Dr. Emílio

técnico

Emílio Ribas - Cientista

Dr. Emílio Ribas foi um importante

médico brasileiro que

trabalhou no combate de graves

doenças que se espalhavam pelo

país, dentre elas, a febre amarela.

Criou o Instituto Butantan em São

Paulo e o Sanatório de Campos

do Jordão. Em sua homenagem,

o nome de Emílio Ribas batiza

o principal Centro de Estudos

de Pesquisa e um Hospital a ele

ligado: o Instituto de Infectologia

Emílio Ribas, em São Paulo.

Dr. Emílio expõe aos

jogadores da Viva como

as bactérias e vírus se

propagam orientando

como devem proceder

nos jogos para evitar a

contaminação. Com seus

conhecimentos de como

as Moléstias e Bactérias

atuam, ele cria um

forte esquema tático

para permitir com que

a equipe da Viva Futebol

Clube consiga vencer

estes fortes e desleais

concorrentes.

Um perigoso anti-herói

que pretendia que toda

a equipe das Moléstias

fosse tão contagiosa

quanto ele. Sorte que

não só não conseguiu

ensinar todas suas

artimanhas à equipe,

como não chegou a

tempo do campeonato

ocorrer. Se antes era

totalmente desconhecido

hoje o mundo todo

se une contra este

poderoso vírus.

Crocovid - técnico

SARS-CoV-2

O que causa: Covid-19, doença

muito contagiosa, recém descoberta,

que tem sintomas respiratórios,

como tosse seca, dor de garganta e

falta de ar, com comprometimento

dos pulmões (pneumonia). Também

pode causar dor na barriga,

diarreia, problemas no coração, nos

rins e no cérebro.

Como se previnir: manter distanciamento

social, isto é, evitar sair

de casa, exceto para atividade essenciais,

usar máscara quando tiver

que frequentar lugares com várias

pessoas e realizar higiene frequente

das mãos. Ainda não existe vacina.


Hansensauro - técnico

Mycobacterium leprae

(Bacilo de Hansen)

O que causa: hanseníase, antigamente

conhecida como lepra, é uma doença de

evolução lenta, que provoca desde manchas

na pele, com alteração da sensibilidade (diminuição

da sensação de calor ou dor no

local), até lesões nodulares e feridas, além

de deformidades ósseas e musculares.

Como se proteger: ter hábitos saudáveis

e boas condições de higiene ajudam a prevenir,

mas a melhor forma de prevenção é o

diagnóstico precoce e o tratamento adequado,

que reduz o risco de transmissão para as

pessoas que vivem na mesma casa. A vacina

BCG, indicada para a tuberculose, também

está indicada para os contatos próximos.

Alonguem!

Aloooooooonguem!

Mundial

Campeonato

Saúde

de

Num estádio muito,

muito especial onde um

gigantesco microscópio*

com lentes muito

potentes e uma enorme

placa de Petri** foram

instalados, ocorreu um

campeonato sem igual.

* Microscópio: Instrumento óptico

que amplia muitas vezes

a imagem de objetos minúsculos

como micro-organismos,

permitindo sua visualização.

** Placa de Petri: Objeto transparente

similar a um pequeno

prato redondo que é usado

para o cultivo de micróbios em

exames e pesquisas.

Grande conhecedor de

como os microorganismos

podem se

espalhar o técnico das

Bactérias, com sua

braveza usual, orienta

seus jogadores a

fazerem incansáveis

exercícios e entrarem

em sua melhor forma

física para derrubarem

nossos heróis e ganha-

nato

Mundial Saúde.


Mundial

Campeonato

Saúde

de

Diz o locutor: Campeonato de

Futebol Saúde, bola rolando no


Copa. Estádio lotado. Estão em

campo Viva Futebol Clube contra

Moléstia Esporte Clube.

De um lado milhares de bandeiras

verdes, amarelas e vermelhas

colorem o campo com torcedores

fanáticos pela Viva. Do outro lado,

bandeirolas amarelo meleca se

sobressaem com fãs da Moléstia.

Pela Moléstia, os jogadores Giló

no ataque e capitão da equipe;

Cocô e Flunz como alas esquerda

e direita; Cicinho e Saradão na

defesa e Candão de

goleiro é que darão

seus chutes

em direção ao gol.

Do outro lado, pela

aclamada equipe da

Viva, estão prontos Dr. Fefê

como goleiro e capitão da equipe,

a enfermeira Ana Maria e a

nutricionista Cláudia no ataque,


de campo e os contadores de

histórias Jorge e Quiqui na

defesa. Pelo sorteio será a

Viva quem fará o primeiro tiro

com o jogador Jorge.


E começa a partida!

Jorge faz uma linda saída de

bola para a Viva e quase faz

um gol, mas é interceptado por

Saradão que se joga e chuta a

bola por entre suas pernas.

A Viva começa esperta com

direito a um escanteio.

Bia chuta para

Jorge que dá um

chute de esquerda

que é interceptado

por Flunz e Giló.

Saradão pega a bola e capricha

em seu manuseio (a esfrega no

corpo, escondido) e joga para

Jorge já posicionado que a pega

com as mãos e a coloca no chão.

Contaminação é falta!

O Juiz apita interrompendo o jogo

para que Jorge lave suas mãos!

O time da Viva retoma a bola. Viva demonstra

estar bem mais afiado! Quiqui lança

para Cláudia, que chuta para Jorge que

caminha com a bola entre os pés até que

chuta direto para o canto direito do gol e...

Olho no lance: a

bola venenosa passa

pelo goleiro Candão!!!!

Gol! Um lindo gol!


Toda a equipe

da Viva comemora

e a torcida

canta seu

grito de guerra:

V - I - V - A! D e mãos limpas vou ganh a r!

Juiz apita e o jogo

recomeça com Giló

com a posse da bola.

Giló quica para Flunz,

que quica para Cocô

que chuta com força

para o gol. Um

balaço! Mas o lance

é interceptado pelo

goleiro Dr. Fefê numa

defesa espetacular.

Cicinho não se

contém e avança já

querendo morder

o goleiro.

Dengo,

dengo,

dengo

Chamego

é o que

mais tenho!

Quer ganhar,

quer pegar?

Vem que a

Dengue vou

te dar!

Bziiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

O juiz apita! Falta!

Enquanto as

Dengosas, da

torcida rival,

cantam:

Cicinho furioso parte para

cima do juiz que desesperado

lhe mostra o cartão vermelho

e o expulsa do jogo. Cicinho lhe

dá uma mordida e sai correndo

atrás de todo mundo que

se aproxima. Nem a bola se

safou de levar uma mordida

também. Saradão e Cocô se

unem ao amigo e correm atrás

de todos os jogadores da Viva!


Nunca se viu coisa igual! Todo o

time da Viva é atacado pelos jogadores

rivais. E, pela primeira vez

na história, um jogo é interrompido

por falta cometida por todos

os jogadores de uma só equipe!

A situação é grave e

Cicinho é retirado de

campo por dois cães

pastores e em uma camisa

de força, por ser

um jogador perna de

pau e que não respeita

os ritos esportivos.

“Realmente em mais de

trinta anos como comentarista

esportivo jamais

vi algo assim. É lamentável!

O torcedor está de

cabeça inchada”.

zzzzzz

“Acabo de

receber

notícias

de que os

dirigentes

da Federação

Internacional de

Futebol Saúde decidiram

que o jogo teve

validade até o momento

e a Viva ganhou o

mesmo.“

Decisão acertada e

merecida para nossos

heróis. Dr. Fefê e o juiz

agora estão sendo vacinados

e toda a equipe

da Viva está recebendo

os devidos cuidados.

Um triste espetáculo

para um campeonato de

tamanha envergadura.

“Pois é! E amanhã tem


equipe da Bactéria

Futebol Clube, será que

o time da Viva estará

melhor até lá ou será

que vai dar zebra?”

É o que veremos.


Domingo de sol no gramado

do Estádio Mundial.


Futebol Clube contra

Bactéria Futebol Clube.

Todas as atenções estão

voltadas para os

jogadores da Viva que,

desde ontem, estão sob

intensivo cuidado. Parte

da torcida ferve com a

entrada de Aurão, o galã

da moçada, goleiro e capitão

da equipe da Bactéria

que defenderá seu

time com Esculacho e

Baubau no ataque; Ruge

no meio de campo; Mico

e Mocó na defesa.

Inicia a partida.

Ruge chuta para Esculacho

que passa para Baubau

chutando direto para o gol.

Dr. Fefê se estica, mas não

alcança a bola, que passa

por cima de sua cabeça

em um golaço de Baubau.

Placar de um a zero para

Bactéria Futebol Clube.

Torcendo por seu time

e ensebando a ala Vip

da arquibancada está o

famoso grupo de rock

Esgoto com o vocalista

Vômito, o guitarrista

Diarreia e o baterista

Catarro acenando para

os fãs. Os jogadores

das duas equipes estão

em campo.

“Depois de

ter sofrido uma

mordida ontem, Dr. Fefê demonstra

não estar em seu melhor

preparo. Teremos um jogo duro

pela frente, Rodnelson”.

É, mas Dr. Fefê não é um

jogador aranha e a Viva não

é time de amarelar.


Bola em campo novamente.

Ana Maria chuta a bola para

Jorge que é interceptado

por Esculacho numa rasteira

direta em sua perna.

“Priiiii!” Apita o juiz apontando

a falta! Cartão

amarelo! Esculacho não se

contém e, com outras

intenções, abraça forte

Jorge, como que pedindo

desculpas pelo feito.

Jorge vem com a bola, passa

para Bia, que dá um gato e

devolve o passe a ele que, de

repente, parece enfraquecido e,

do nada, cai ao chão.

O juiz apita e a partida é interrompida.

Os paramédicos entram

para atender Jorge. Todos os

demais jogadores da Viva estão

ao lado dele preocupados.

Mas o que está acontecendo?

Jorge não é do

tipo cai-cai. Algo de sério

está acontecendo. Dr.

Fefê consegue examiná-lo

e descobre que foi infectado

por Escherichia coli

e terá de ser medicado.

O jogador é retirado do

campo para desespero da

equipe e de toda torcida.

Será que ele está só

fazendo cera? Não! O

juiz reconhece a grave

falta e expulsa Esculacho

de campo. Esculacho vai


jogador cavalo e o time

da Bactéria está com um

jogador a menos.

Sob orientação dos

paramédicos, Jorge

foi higienizado, seu

uniforme trocado e

as mãos de todos

os jogadores da Viva

desinfetadas com água

e sabão. Isso não é

coisa de Zé Galinha, é

cuidado com a saúde,

que todos devem ter!


Nesse meio tempo, goleiro Aurão

tenta jogar seu charme para

Quiqui e tenta lhe roubar um

beijo. O juiz dá um cartão amarelo

a Aurão que, junto de seus

companheiros, dá muita risada

sentindo o gosto da vitória.

Smack!

Dr. Fefê é o craque que se

prepara para a cobrança de

falta. Silêncio no estádio. Ele

se concentra, segue em direção

à bola e chuta direto

para o gol, num bicão! É gol!

É goooool da Viva! O jogo

está empatado em 1 a 1!

Faltando dois

minutos para

terminar o segundo

tempo, o jogo

recomeça. É um

jogo tenso e bem

difícil.

Jorge tenta lançar

para Bia, mas recebe

um carrinho

de Mocó, que sai

determinado com

a bola em direção

ao gol. Mocó mete

na frente para

Baubau, que dribla,

abre e chuta de

fora da área para

o gol! Bola na trave!

Bola quadrada

vai para fora!

Bola em campo novamente

com a Viva

dando o pontapé

de saída, decidida a

desempatar e, numa

jogada ensaiada,

Jorge chuta para Ana

Maria, que dá um

nó e cabeceia para

Cláudia, que devolve

direto para o gol.

Mico tenta cabecear a

bola para fora, mas

não consegue. Pimba

na gorduchinha:

é gooooool da Viva!

Viva 2 x 1 Bactéria.


do

porque a bola estragou

seu penteado e parte para

cima de Dr. Fefê, pedindo

satisfações. Mocó e Baubau

aproveitam o momento e

gritam para Quiqui e Bia,

que estavam distraídas.

O Juiz já nem sabe mais o

que fazer com tanta falta

e sai em direção aos três,

exibindo um cartão amarelo

já desbotado.

Bu!!!

Ânimos acalmados (se é que

podemos falar assim), a

partida é reiniciada a poucos

segundos do término do jogo.

Jorge ajeita a bola, chuta

para Bia que atravessa o

campo decidida, dribla Mocó

que tenta partir para cima

dela, passa Ruge, contorna

Baubau, faz uma bicicleta

em Mico! É um balé o que

essa jogadora está fazendo,

pois chega com ginga diante

de Aurão e faz um gol com

bola e tudo! É gol, é gol! É

mais um Goooool da Viva!

Viva 3 x 1 Bactéria!


Viva Futebol Clube é, mais

uma vez, campeã do Campeonato

Mundial de Saúde!!!!!!!!!!

Agora é correr para o caneco!

Porque

você não

gosta de

mim?

zzzzzz

: ataque que joga com perfeição.

Amarelar

do adversário e, consequentemente,

jogar mal.

Aranha: jogador antissocial que

não entrosa com os companheiros.

Balaço: Chute muito forte.

Balé: driblar o adversário muitas

vezes seguidas, causando a sensação

que ele está dançando.

Bicão: bater forte com o bico do pé.

Bicicleta

em posição horizontal e acerta na

bola com os dois pés suspensos,

de costas para o chão.

Bola quadrada: bola passada sem

condições de se fazer uma jogada.

Glossário de termos futebolísticos

Bola venenosa: bola chutada com

efeito e malícia.

Cabeça inchada: torcedor triste

com a derrota.

Cai-cai: jogador que simula contusão.

Caneco: taça de campeão.

Cavalo: jogador violento.

Craque: jogador excepcionalmente

talentoso e competente.

Dar um gato: ameaçar correr por

um lado e ir para o outro para

escapar da marcação.

Dar um nó: driblar.

Fazer cera: deixar o jogo lento

inventando pretextos (reclamar do

juiz, demorar tempo demasiado na

cobrança de faltas, cair no chão

simulando dores etc.).

Galera: parte mais popular da

torcida.

Ganhar de lavada: ganhar um jogo

facilmente com muitos gols.

Ginga: série de movimentos do corpo

que visam enganar o oponente.

Olho no lance: expressão utilizada

por Sílvio Luís em jogadas onde há

a possibilidade de gol.

Perna de pau: jogador sem valor.

Pimba na gorduchinha: expressão

criada pelo locutor Osmar Santos,

utilizada quando a bola entrava

em jogo. Tocar na bola.

Pipocar: ver Amarelar..

Zé Galinha: jogador medroso, que

foge da disputa.

Zebra: quando um time fraco

ganha de um forte.


Lavar as mãos

Viva Futebol Clube – O Time das Mãos Limpas

Mão é feita pra pegar

Bater palma brincar e desenhar

Mas a mão que pega tudo

Também pega coisa ruim

Depois você não entende

Porque está doente assim

Bem pequenininha que nem dá pra ver

Escondidas em todo canto e lugar

Estão as bactérias e as moléstias

Que querem te contaminar

Ai minha cabeça

Minha barriga tá doendo

Tô com febre, com enjoo

Meu nariz tá escorrendo

Se você der bobeira

Essas duas te engolem

Então fica a dica

Que é pra você não dar mole

Lava lava a mão

Lava sempre bem lavado

Lava com sabão

Deixa limpo e perfumado

Junto com a sujeira

Você tira a doença

Fica protegido

Muito mais que você pensa

Lava lava a mão

Lava sempre bem lavado

Lava com sabão

Deixa limpo e perfumado

Lava toda hora

E você vai ver

Que o time das mãos limpas

Sempre vai te proteger

1 Molhe as mãos,

evitando encostar na pia.

5 Entrelace os dedos

e esfregue os espaços

entre os dedos.

2 Aplique sabonete

líquido cobrindo toda a

superfície das mãos

6 Esfregue o dorso

dos dedos de uma mão

com a palma da outra

com movimento de

vai e vem e vice-versa.

3 Ensaboe as

palmas das mãos,

esfregando-as entre si.

7 Esfregue o

polegar esquerdo

com movimento

circular da mão

direita e vice-versa.

4 Esfregue a palma de

uma mãvo contra o dorso

da outra entrelaçando os

dedos e vice-versa.

8 Esfregue as pontas dos

dedos e unhas da mão

esquerda contra a palma da

mão direita fazendo movimento

circular e vice-versa.

9 Esfregue o punho

esquerdo com a mão

direita em movimento

circular e vice-versa.

10 Enxague as mãos.

Evite o contato das

mãos com a torneira.

11 Seque as mãos

com papel toalha

descartável.

Mãos limpas!

12 Feche a torneira

sempre utilizando

papel toalha.


Era uma segunda feira à tarde normal,

de um lindo dia de sol e céu azul sem nuvens.

E então,

gostaram da

história?

Eu achei

divertida

Eu achei

emocionante!

Gostei quando

o jogador saiu

correndo atrás de

todo mundo


Eu

também

Pai, quando é

que a gente vai

poder assistir a

um jogo no estádio

de novo?

Estou com

saudades...

Papai já

explicou

E o que aconteceu agora

que fez com que a gente não

pudesse mais sair de casa?

Apareceu o

vírus Corona que é

muito contagioso

Mas eu não entendi

muito bem

Eu

também

não

Como

um estádio

não é mais

estádio?

É, e a gente

nunca mais vai

ver futebol?

É, porque

pode passar de uma

pessoa pra outra,

e pra outra, outra...

outra...

Por isso a

vovó e o vovô

também estão na

casa deles...

Isso

Mas quem disse

que a gente não pode

mais se divertir com

o futebol?

Já expliquei que agora os

estádios viraram lugares muito

especiais para cuidar de todo

mundo que precisar

E os estádios

são gigantescos...

Muito

grandes!

E podem acolher um

montão de gente!

E a gente

aqui longe...

longe...deles

?

?

Pois se

preparem!

Vocês verão agora um

clássico do futebol de

todos os tempos


Diz o locutor:

Autoriza o árbitro,

mexe na bola a seleção

brasileira, começa

o jogo e o Brasil vem

pro ataque e faz um

lançamento... Espera aí

que o Brasil vem chegando....

Vem Ronaldo e

Rivaldo fazendo passes

de bola, Ronaldinho

recebe, passa para

Kléberson que chuta

a gol, e a bola vai em

direção ao gol, mas

acerta na trave!

Autoriza o árbitro e começa

o segundo tempo e a

bola rola em Yokohama no

Japão, valendo a Copa do

Mundo, vamos lá Brasil!

A seleção brasileira parte

para o ataque, com Gilberto

Silva, tocou para

Ronaldo, a bola é arrancada

pelos alemães, mas

Ronaldo insiste, briga pela

bola, passa pro Rivaldo

que abre um espaço e

bate pro gol, o goleiro

Kahn não segura, Ronaldo

pega a bola e bate pro gol!

É Goooooooooool!

É do Brasil!

E continua o jogo,

Cafu domina, aparece

Kléberson de novo, e

vai em direção ao gol

pela direita, Cafu já

partiu em velocidade,

ele deixa a bola para

Kléberson que toca

em direção a Ronaldo,

Rivaldo deixa a

bola passar e avança.

Ronaldo bate de pé

direito e é Gooool!

Gooool e é do Brasil!

E vem a Alemanha, parte para o ataque,

momento perigoso, mas a bola sai com

direito a um tiro de meta! Final de primeiro

tempo empatado: 0 Brasil 0 Alemanha.


E termina o jogo:

Brasil 2 Alemanha 0!

E o Brasil é campeão mundial!

É penta!!!! Pentacampeão!

Todos

os dias?

Do mundo

inteiro?

Um presente para o público

que o assistiu. Um jogo que


memória dos brasileiros,

um jogo de astros do futebol

e que jamais será esquecido.

Pai, quando é que poderemos

ir ao estádio de novo?

Estou com

saudades de sair

e de assistir a um

jogo de verdade

Como eu e mamãe

já explicamos, agora

é hora de todos


e nos cuidarmos.

Quanto mais

pessoas saírem,

mais chances do tal

Corona se espalhar

e a gente não quer

isso, não é?

Mas nem por isso

vamos deixar de fazer o que

mais gostávamos de fazer. Todos

os dias nós veremos um grande

jogo e do mundo inteiro!

Sim!

Do mundo todo!

Teremos todo o

tempo para rever

as partidas mais

lindas de toda

a história do

futebol!

Já pensaram?

É a vovó!

É o

vovô!

Olha só quem

está ligando...

E, até

que esta

quarentena

termine, todos

os dias serão

domingos

São os dois

perguntando quem

torceu mais no jogo que

acabamos de assistir

e o vovô está dizendo

que, na próxima vez, ele

contará lindas histórias

dos bons jogos do

seu tempo e ainda irá

narrar, em detalhes,

coisas incríveis como

as jogadas do maior

craque de todos:

o rei Pelé...


Olá!

Hoje a nossa

nova invenção

foi uma super

máscara

protetora que

vou ensinar

Primeiro eu peguei

uns elásticos de

cabelo da Ana, depois

um pano da cozinha

da mamãe

E agora,

se prepare,

porque é a

hora do nosso

vídeo, vovó!

É...

Fizemos

só para

vocês!

Essa aqui é do

papai pra quando

ele precisar sair!


em casa por

causa da

Pandemia, que

é uma coisa

que acontece

quando uma

doença pega

muita, muita

gente, um

mundo inteiro!

E se for tossir

ou espirrar tem

de dobrar os

braços assim

Boa tarde!

Agora é a hora das

novidades! A novidade

do dia é que aqui em

casa agora fazemos

como na casa de minha

amiga japonesa Mitiko:

os sapatos não entram.

Então, o tapete da porta

saiu e o sapato agora


papai sai para fazer

compras ele toma

cuidado e nunca entra

com o sapato da rua.

Tem o sapato que sai


aqui dentro!

Vou estar

prontinho logo cedo

para a hora da

ginástica

E não se

esqueçam: muita,

muita água e sabão

para lavar bem as

mãos um montão

de vezes por dia!

Nem da hora

da ginástica da

família amanhã

cedo!

Tchau!

Até amanhã com o

nosso programa:

Fique em Casa Porque

Amamos Vocês!

A gente coloca numa

mesa, dobra aqui, dobra de

novo, põe um elástico de um

lado, o outro do outro, fecha

assim e... pronto!

Vocês não

estão saindo, né?

Não são férias, não

podem ir ao parque,

às compras, nem

passear por aí

E as mãos nunca,


perto dos olhos

e do nariz!

Tá bom?

Qual será o

jogo de amanhã?

Vou torcer

muito e depois

quero saber dos

detalhes


Nesta hora o pai sai para

uma ligação de trabalho

Já terminou

a aula, meu


Terminei

sim, mãe

Porque

agora é a hora

do NOSSO jogo.

E quero ver quem

é que vai ganhar

do campeão

de dedobol

aqui...


Apoio

Realização

vivaedeixeviver.org.br

More magazines by this user
Similar magazines