O Navegante das Índias Orientais - Sueca Rolamentos Ltda.

sueca.com.br

O Navegante das Índias Orientais - Sueca Rolamentos Ltda.

O projeto mais antigo que

se conhece na Suécia data de

1617. Apenas no fi nal de 1700

os pro jetos começaram a ter

maior de ta lha mento e, mesmo

assim, somente quando as embarcações

eram de guerra. Joakim

baseou seus projetos pa ra

o casco do Götheborg nas escavações,

em materiais de arquivo

e em miniaturas antigas.

“Desde o princípio, em 1992,

tínhamos uma boa idéia de qual

seria a aparência da embarcação.

Então era essencial encontrar

um conceito que tanto o órgão

regulador Det Norske Veritas

quanto a Administração Marítima

Sueca aceitassem.” Não é

fácil adaptar um veleiro do século

18 às exigências modernas

de sistemas e funções técnicas.

“Era importante tornar os sistemas

modernos o mais invisíveis

possível. Muitas concessões precisaram

ser feitas em um longo

processo,” diz ele.

Pesquisa contínua

Muitas horas foram dedicadas

à produção dos materiais

e equipamentos certos para

construir a embarcação. “Houve

muitas tarefas não-convencionais.

Precisamos redescobrir

conhecimentos, técnicas de

fabricação e métodos antigos.

Foi necessário pesquisar e construir

a embarcação ao mesmo

tempo,” diz Joakim.

Três quartos do navio foram

feitos com carvalho, madeira

considerada a melhor para a

construção de barcos: é dura,

forte e não apodrece facilmente.

As árvores devem ter entre

100 a 200 anos de idade. Os

carvalhos mais jovens não são

sufi cientemente duros e os mais

velhos podem ter seu interior

apodrecido.

Doações de madeira

Dois engenheiros fl orestais

fi zeram um inventário do estado

dos bosques que poderiam

ser usados e selecionaram a

madeira para o Götheborg.

Muitas pessoas também tiveram

a amabilidade de doar madeira

de carvalho para o projeto, além

de pinho velho e abeto usados

em outras partes do veleiro. O

pinho foi usado principalmente

no cavername, a estrutura do

barco em forma de costelas que

dá sustentação ao casco. Nos

países nórdicos é atualmente

impossível conseguir sufi ciente

quantidade de carvalho curvado

para construir um navio dessas

dimensões. No total, utilizou-se

50 km de lâminas de pinho para

o cavername, o único desvio do

uso de materiais originais.

No estaleiro Terra Nova, em

Gotemburgo, também foram

processadas 50 toneladas de

ferro que, entre outras coisas,

se converteram em 70 mil pregos

forjados à mão e 10 mil

moitões. Para os aparelhos que

movimentam as velas foram feitas

700 polias de diferentes modelos

e tamanhos, produzidas

em madeira olmo, submetidas a

uma secagem lenta e tratamento

com óleo de linhaça. Quase 2

mil metros quadrados de velas

foram manufaturados para o

projeto a partir de linho feito

à mão. Tanto o peso como as

dimensões foram historicamente

corretos.

O fato de reconstruir um barco de 1700 em escala

1:1 e sem documentação nem planos de construção

parecia um sonho impossível. Não obstante,

quase 250 anos depois do naufrágio, começou a

sua construção no dia 11 de junho de 1995 e dez

anos depois a nova embarcação iça suas velas

para principiar sua travessia histórica à China.

Principais dados técnicos da embarcação

Comprimento ........................................................................... 40,9 metros

Comprimento total incluindo o gurupés ...................... 58,5 metros

Mastro ............................................................................................... 11 metros

Altura sobre a linha do mar .................................................... 47 metros

Área da vela ................................................................................. 1.900 m2

Calado: ..................................................................... 5,25 metros de popa

4,75 metros de proa

Lastro .................................................................................... 400 toneladas

Deslocamento (peso do barco e da carga) ........... 1.150 toneladas

Motor ................................... 2 Volvo Penta 2X22 kwH, com uma

potência combinada de 1.100 cavalos

5-6 nós, com uma velocidade de motor

máxima de 8 nós.

Tripulação ...................................................... 80, 50 dos quais estudantes

Armazenamento ............. Mantimentos para 80 pessoas por 60 dias

Equipamento moderno de navegação ............. GPS, radar e Satcom B

Götheborg no Brasil • 7

More magazines by this user
Similar magazines