Views
8 months ago

Relatório Tamboré Bauru 2016-2017

Relatório das atividades desenvolvidas pelo DNA Social junto ao Tamboré Bauru 2016-2017.

Foto: Arquivo DNA

Foto: Arquivo DNA Social

Bistrô de Inovação: Cultura do Convívio através da metodologia DNA Social OBistrô de Inovação tem como foco a inovação social e o impacto positivo que seus produtos e serviços geram na vida das pessoas e na sociedade. Suas origens remontam a 1995, quando um grupo de pesquisadores, artistas e educadores fundou a Associação Cultural e Educacional em Valores Humanos Gira Sonhos, tendo como sua presidente Claudia Pellegrino. Durante seus 30 anos de duração, essa ONG desenvolveu a metodologia DNA Social, que integra ações como projetos, campanhas, workshops, cursos, feiras e encontros lúdicos e artísticos para desenvolvimento da Cultura do Convívio. Em 2015, a Associação Gira Sonhos encerrou sua existência. Nesse mesmo ano, a empresa Bistrô de Inovação licenciou a marca DNA Social. Nosso escopo de atuação é amplo, incluindo diferentes comunidades e organizações. Considerando-se apenas ambientes de moradia, já atuamos em mais de 20 empreendimentos, afetando cerca de 38.000 pessoas. Temos como clientes alguns dos mais relevantes loteadores e incorporadores do país, como Rossi, Fibra, Tegra, QOPP, FTA, THCM, Five, Tamboré, entre outros. Em 2017, lançamos nosso braço digital, o Club Combo Urbano. Nosso propósito é a transformação social através da multiplicação da Cultura do Convívio. Acreditamos que quando cada um encontra e cultiva o que há de melhor em si, é capaz de oferecê-lo ao outro. Com isso cria-se um movimento positivo de cuidado e responsabilização construtiva por si mesmo, pelas relações e pelo ambiente em que se vive. Criamos uma experiência inédita no país, com uma metodologia que vai ao encontro de tendências inovadoras em habitação e urbanismo, em um verdadeiro processo evolutivo de aprendizagem colaborativa. Sabemos que uma elevada qualidade de vida de uma comunidade pode ser alcançada com a implementação de ações que promovam o relacionamento cooperativo entre os moradores (capital social). Isso se dá por meio do cultivo de valores humanos e do espírito comunitário, promovendo uma maneira diferenciada de convivência e de cidadania. O equilíbrio dos indivíduos depende do equilíbrio harmônico da comunidade. 5

TCE/SC - Relatório de Atividades - 1º Trimestre 2016