CIDADE HOJE 5 DE SETEMBRO DE 2019

jornalcidadehoje

SEMANÁRIO

DIRETOR RUI LIMA

ANO XXXIV, N.º 1581

QUINTA-FEIRA, 05 SETEMBRO 2019

PREÇO AVULSO 0,70 Eur. (IVA INCLUÍDO)

www.cidadehoje.pt

CÂMARA PRESCINDIU DE 2,3 MILHÕES

EM BENEFÍCIO DO EMPREGO

MADE 2IN AJUDOU A

CRIAR MAIS DE MIL

POSTOS DE TRABALHO

PÁG. 05

Foto: FC Famalicão

DESPORTO

DERES COM FAMA E PROVEITO

PÁG. 11

EDUCAÇÃO

FICHAS E PASSES GRATUITOS

PÁG. 04

POLÍTICA

CANDIDATOS

DO PSD QUEREM

«AFIRMAR ESTE

TERRITÓRIO»

PÁG. 07

SINISTRALIDADE

CASAL MORRE EM DESPISTE

PÁG. 09

ECONOMIA

PORTUGAL

REPRESENTADO

NA FEIRA DE

ARTESANATO

PÁG. 03


PAG 02

CONCELHO

05 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

e de ninhadas, enfermaria,

armazéns, gabinete veterinário,

zona de desinfeção

e outra de recreio e atividade

física para cães e gatos.

ALZIRA OLIVEIRA

CÂMARA MUNICIPAL CONSTRÓI

NOVO CENTRO DE RECOLHA

DE ANIMAIS ABANDONADOS

A Câmara Municipal de Famalicão

lançou um concurso

público para a construção

de um novo espaço

de recolha de animais abandonados.

A empreitada está

orçamentada em 391 mil

euros e deverá entrar em

funcionamento em 2021.

Este novo equipamento,

que ficará próximo do atual,

nas oficinas municipais, terá

80 boxes para cães, 45 para

gatos e 4 para outras espécies.

A área é de 5500 m2.

O projeto do novo canil, que

a Câmara intitula de Centro

de Recolha Oficial de Animais,

foi votado por unanimidade

na reunião de Câmara

da passada quintafeira.

Paulo Cunha, presidente de

Câmara Municipal de Famalicão,

avança que este é

mais um passo em frente

na política municipal de defesa

animal.

Neste momento, o canil

municipal tem capacidade

para cerca de meia centena

de animais. Encontram-se,

contudo, nas instalações

mais de uma centena que

ocupam soluções provisórias

em zonas de apoio às

boxes.

O autarca explicou que

além de aumentar a capacidade,

o novo canil permitirá

cumprir melhor os objetivos

sanitários, controlar

doenças, melhorar o bemestar

animal e a segurança

da população; os funcionários

terão, também,

outras condições de trabalho.

«Muito mais do que um

canil/gatil municipal este

será um espaço de defesa

e de sensibilização animal

e de promoção da sua adoção,

com a criação de dinâmicas

e sinergias com a

comunidade e o movimento

associativo com o objetivo

de promover o bem-estar,

a saúde e a qualidade de

vida dos animais», refere

Paulo Cunha.

O novo equipamento terá

instalações individuais e de

grupo, celas de quarentena

Mesmo com a entrada em

funcionamento do novo

centro de recolha de animais,

o atual canil vai continuar

a existir para servir

de complemento às novas

instalações.

Este novo equipamento terá

capacidade para acolher

mais animais e terá melhores

condições para os receber,

mas o objetivo, segundo

a Câmara Municipal, é

que diminuam as ocorrências

de abandono e, para as

que existem, sejam encontradas

novas casas de acolhimento.

Paulo Cunha

agradece, desde já, a «postura

cidadã e cooperante

dos famalicenses e das associações

do setor»; colaboração

que espera que seja

reforçada no futuro. «Vamos

criar condições para

que as pessoas se envolvam

neste processo», realça.

Tem havido um aumento do

número de animais adotados.

Em 2017, foram acolhidos

433; em 2018 foram

levados para casa 541; até

final de junho deste ano

foram adotados 246 animais.

Aquando do lançamento

deste concurso, o presidente

da Câmara Municipal

de Famalicão realçou que

este é um projeto que vem

no seguimento de outras

políticas de proteção animal.

Recorde-se que entrou recentemente

em funcionamento

o primeiro Parque

Canino do concelho, que

está instalado no Parque de

Sinçães, numa área de 288

metros quadrados e de utilização

livre.

Foto Arquivo

MUNICÍPIO INVESTE QUASE TRÊS MILHÕES DE EUROS

EM REFEIÇÕES ESCOLARES

A Câmara Municipal de Famalicão vai adjudicar o fornecimento

do serviço de refeições para estabelecimentos de

educação pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico à

firma Gertal – Companhia Geral de Restaurantes e Alimentação

até ao montante global de dois milhões, novecentos

e noventa e um mil euros, mais IVA. Valor que comporta

os anos escolares até 2022.

Na educação, a Câmara estabeleceu um protocolo com a

Fundação Minerva, Cultura, Ensino e Investigação Científica

– Lusíada Norte para promoção do projeto Nutrieduca que

vai atuar ao nível da capacitação dos pais e encarregados

de educação, professores e educadores, assistentes operacionais

e crianças; na monitorização da quantidade e

qualidade das refeições e lanches escolares; e na monitorização

do ruído nas cantinas escolares. Com os jovens

músicos em estágio para a Orquestra de Famalicão, a Câmara

autorizou uma despesa de 15.500 euros, valor que

teve reforço de 4 mil euros.


CIDADE HOJE 05 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 03

ALZIRA OLIVEIRA

A artesã Manuela Marques

trouxe à Feira de Artesanato

e Gastronomia de Famalicão

a olaria de S. Pedro do

Corval (Reguengos de Monsaraz),

considerada a capital

ibérica da olaria e do

barro. Além do colorido das

peças expostas, trabalha ao

vivo para demonstrar uma

das fases finais, que é a pintura.

Mas o processo de

criação de uma peça de

olaria é demorado, paciente

e sábio. «Temos a peça em

barro cru, depois leva um

banho de caulino branco

que é a base onde seguramos

as tintas; tiramos o excesso

de caulino com um

pincel, depois gravamos

com um estilete e passamos

à decoração. Seguidamente,

fazemos a primeira

cozedura, que é a cozedura

de chacota. Terminada esta

fase, ainda volta a cozer

para ter este banho de vidro

que lhe dá brilho». Por tudo

isto é que é considerado artesanato.

É feito à mão, cada

peça é diferente da outra,

mas todas agregam

sabedorias ancestrais.

Estas peças de Manuela

Marques são decorativas e

utilitárias. Quer dizer que

também podem ser usadas

para refeições. Por exemplo,

pode usá-las para servir

os doces da Confeitaria Landim.

Também está na Feira

PORTUGAL REPRESENTADO

NA FEIRA DE ARTESANATO

E GASTRONOMIA

de Artesanato e Conceição

Cunha explica porquê: «os

nossos doces tradicionais e

conventuais são artesanais.

Temos alguns segredos, especialmente

no recheio dos

casadinhos (tipo de doce),

que só nós é que fazemos».

Para estas duas artesãs, a

Feira de Artesanato e Gastronomia

serve para vender

e para divulgar o produto,

porque se estabelecem contactos

com outros clientes

que ficam para todo o ano.

«Venho a esta feira há muitos

anos. Este negócio é o

meu meio de sobrevivência

e daí ter que me deslocar.

Além das feiras temos as

revendas em lojas de artesanato.

Tenho uma carteira

de clientes já com alguma

dimensão», explica Manuela

Marques, que se deslocou

desde Reguengos de Monsaraz,

distrito de Évora.

Esta artesã de S. Pedro do

Corval está a trabalhar ao

vivo, porque diz que isso

enriquece o visitante. «Um

artesão que se preze não

tem problema em trabalhar

ao vivo; pelo contrário, deve-se

orgulhar de estar perante

o público a mostrar o

seu modo de trabalhar»,

afirma Manuela Marques.

No domingo, o presidente

da Câmara visitou a Feira

de Artesanato e Gastronomia

e contactou com os

representantes de todos os

stands, do artesanato à

gastronomia. Um procedimento

habitual do autarca

que procura todos os anos

perceber com que espírito

os artesãos participam neste

certame.

Esta é já a 36.ª edição e,

na verdade, não há muitas

diferenças relativamente

aos anos anteriores. Este

ano apenas se nota uma

mudança na disposição dos

stands e há menos restaurantes.

«Às vezes há a tentação

para fazer algo de novo.

Não pensamos assim.

Há atividades que têm um

trajeto histórico, um percurso

que nos dá garantias

que deve continuar a ser

feito desta maneira. Este é

o segredo da sua longevidade

e da qualidade

que apresenta», referiu

Paulo Cunha.

A animação é outro dos

motivos para uma visita à

Feira de Artesanato. Todas

as tardes e noites realizamse

concertos com artistas

que, há uns anos para cá,

têm sido escolhidos na oferta

famalicense. A “prata da

casa” dá garantias de qualidade,

assegura o presidente

da Câmara. Ao mesmo

tempo, «todos sabemos

que esta Feira é uma montra

e ao escolhermos os artistas

famalicenses estamos

a dar uma oportunidade para

divulgarem o seu trabalho

junto do público que nos

visita. Se temos qualidade

em Famalicão, porque haveríamos

de ir buscar artistas

a outras cidades?».

No caso do artesanato,

cerca de 40% dos representantes

são famalicenses,

desde a doçaria,

mel, vinhos, queijos, ferro,

cestaria, madeira, etc. Os

restantes são de outras

cidades, desde as vizinhas

a outras mais distantes.

Esta conjugação dá mais diversidade

à feira e a possibilidade

dos visitantes contactarem

com outras mani-

festações culturais.

A Feira de Artesanato e

Gastronomia continua até

domingo, dia 8 de setembro,

no antigo campo da feira,

com entrada livre.

Esta quinta-feira, dia 5 de

setembro, às 21h30, atua

Jimmy P. & Convidados;

sexta-feira, dia 6, 21h30,

Folck D‘Ave; 22h30, Orquestra

Sinfonia do Ave. No

sábado, pelas 17 horas,

atuação do Grupo de Cavaquinhos

do Liberdade Futebol

Clube; 21h30, concerto

sinfónico “JOF – Jovem Orquestra

de Famalicão;

22h30, sobem ao palco os

Pedra D´Água. Domingo,

último dia da feira, a tarde

é preenchida com os Grupos

Etnográficos de S. Tiago da

Cruz e Rusga de Joane, a

partir das 15 horas. Depois

das 18 horas, haverá um

concerto pela Banda Marcial

de Arnoso Santa Maria.

Segundo dados do município,

nos primeiros três dias

passaram pela feira mais de

30 mil pessoas. Números

que deixam satisfeito o presidente

da Câmara Municipal,

que, desta forma, antecipa

uma boa semana

quer para expositores como

para visitantes.

Recorde-se que a feira abriu

portas na passada sextafeira

e prolonga-se até ao

próximo domingo, 8 de

setembro, dando a conhecer

o trabalho de cerca de

100 artesãos, produtores e

restaurantes de todo o país.


PAG 04

CONCELHO

05 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

CÂMARA

GARANTE

FICHAS E

PASSES

ESCOLARES

Para o ano letivo de 2019/

20, o município de Famalicão

garante, de forma

gratuita, as fichas para as

disciplinas do 1.º ciclo. Em

Famalicão, estão abrangidas

4300 crianças, o que

representa um investimento

para o município de

Famalicão no valor de 158

mil euros.

Recorde-se que, em 2002,

o município de Famalicão foi

pioneiro na oferta dos livros

escolares aos alunos do 1.º

ciclo, independentemente

da capacidade económica

das famílias. Desde essa

data, que Famalicão canaliza,

todos os anos, uma

verba para ajudar as famílias.

Mas, a partir do momento

em que o Governo

de António Costa começou

a oferecer os livros, o Município

de Famalicão optou

por entregar as fichas de

trabalho.

Também, para todos os

alunos, está garantida a

gratuitidade dos passes

escolares. Abrange os

alunos desde o ensino básico

até ao 12.º ano de

escolaridade. Neste caso,

são cerca de 5 mil estudantes

contemplados, num

investimento total de 1,9

milhões de euros por ano.

Neste início de ano letivo, a

Câmara garante igualmente

a presença nas escolas dos

auxiliares educativos necessários

para um normal funcionamento

escolar.

Estão afetos às escolas cerca

de 600 operacionais e

técnicos, números que

advêm das competências

que Famalicão assumiu, em

2015, através do programa

Aproximar Educação, onde,

entre outras atribuições,

está a gestão do pessoal

não docente.

O presidente da Câmara

realça que todas estas

apostas na educação têm

em conta o desenvolvimento

do concelho. «É um

investimento prioritário

para garantir o acesso de

todos os famalicenses às

mesmas condições de

desenvolvimento pessoal,

independentemente das

condições familiares de

origem». Paulo Cunha fala

no desenvolvimento de uma

«verdadeira política de

democratização educativa»,

em Vila Nova de Famalicão.

SOLIDARIEDADE E CULTURA NO SARAU DE VERMOIM

Há dez anos que a Associação

Moinho de Vermoim

organiza uma iniciativa para

a população que tem duas

vertentes fortes: a cultura

e a solidariedade. Este ano,

o Sarau “Terras de Vermoim”

vai ser uma realidade

entre 6 e 7 de setembro,

junto à capela de Vermoim,

com música, arte,

moda e uma caminhada.

A novidade desta 10.ª edição

é o “Moinho Ciência”,

que permitirá aos mais novos

participar em experiências

científicas, aliando a

aprendizagem da ciência à

diversão. Os pequenos cientistas

terão apoio do Centro

de Engenharia da Universidade

do Minho.

Mas, um dos propósitos

deste sarau é a solidariedade,

tendo como foco a

Liga Portuguesa Contra o

Cancro. Na apresentação do

programa, que aconteceu

na passada sexta-feira, o

responsável da delegação

Norte da Liga, Artur Fernandes,

salientou que são

iniciativas como esta que

sustentam financeiramente

a Liga Portuguesa Contra o

Cancro, porque é uma instituição

financiada apenas

pela sociedade civil. O episódio

mais visível é o peditório

pelo Dia de Todos os

Santos, mas durante todo

o ano e em todo o país há

caminhadas e outras atividades

solidárias. Artur Fernandes

revela que em

2018, no norte do país, contaram-se

108 caminhadas,

números que poderão ser

superados este ano.

Além da vertente financeira,

o representante da Liga

Portuguesa Contra o Cancro-Norte

realça a importância

da sensibilização

para a prevenção do cancro.

«Esta é uma causa que é

de todos e devemos estar

todos atentos», afirmou Artur

Fernandes.

Pode participar nesta caminhada

solidária que está

marcada para o dia 7, às 18

horas. Vera Araújo, da organização

da AMVE, lembra

que o convite é para todos,

para que o retorno financeiro

seja interessante. Cada

inscrição custa 3 euros

que revertem na totalidade

para a Liga. No ano passado,

a AMVE entregou cerca

de 2500 euros a esta instituição

de luta contra o

cancro.

Além da vertente social, o

programa está recheado de

momentos culturais, com

destaque para a valorização

de artistas da terra. Há,

inclusive, “prata da casa”

com os “Amigos do Moinho”.

Atuam no primeiro dia, às

21h15. Nessa noite exibemse,

ainda, a Escola de Dança

AJU Dance, seguindo-se o

grupo “Sons e Cantares

d´Outrora”.

No dia seguinte, às 21h15,

é retomada a parte cultural,

com a atuação do artista de

Vermoim, João Pacheco. A

noite termina com um desfile

de moda, apresentado

por Paulo Dias e Susana

Araújo, também eles músicos.

O desfile vai intercalar

com a atuação de Susana

Araújo, e com dança pela

escola Open Dance.

O presidente da AMVE,

Hilário Campos, sublinha a

importância deste sarau

para a divulgação dos artistas

da terra, quer da freguesia

como do concelho.

Um aliciante também destacado

pela Câmara Municipal

de Famalicão, representada

na divulgação do

programa por uma representante

do departamento

de Cultura. «Esta iniciativa

cultural serve de montra, de

manifestação de talento,

que existe de uma forma

muito anónima pelas freguesias»,

realça Fátima

Almeida. «É importante que

haja este tipo de atividades.

As associações e as autarquias

percebem que o município

de Famalicão está, e

vai estar sempre, a ajudar

a que a cultura se faça, se

consuma e se consolide»,

vincou a técnica da autarquia.

Além da Câmara Municipal,

a AMVE agradece o apoio da

Junta de Freguesia local. O

autarca de Vermoim, Manuel

Carvalho, justifica a

ajuda pela importância da

iniciativa na vertente solidária,

ao contribuir para a

sensibilização de uma doença

que afeta muitas famílias,

e também pela área

cultural, especialmente pela

divulgação dos talentos da

terra.

E por falar em cultura, durante

estes dois dias de

festa, a população terá

oportunidade de conhecer

melhor aquele que foi o

Castelo de Vermoim, através

de uma exposição aberta

ao público. Vera Araújo,

lembrou, também, que este

ano volta a realizar-se o

“Moinho Arte”, onde os artesãos

convidados vão

mostrar a sua criatividade.

Com este programa, o

Sarau Cultural “Terras de

Vermoim” está consolidado.

Hilário Campos traça, por

isso, um balanço positivo

destes 10 anos. «Todos os

objetivos que considerávamos

prioritários têm

sido alcançados, começando

pela vertente solidária,

que tem tido um crescimento

gradual, e pela vertente

cultural, sempre com

artistas da terra. Não podemos

deixar de realçar a

importância das instituições

parceiras que estão connosco.

Realço aqui o apoio

da Câmara, especialmente

nos últimos dois anos».


CIDADE HOJE 05 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 05

PONTO DE ORDEM

REGISTO PARA MEMÓRIA FUTURA

Jorge Paulo Oliveira

(Deputado do PSD na AR)

COMISSÁRIA. A não escolha

de Pedro Marques para

Comissário Europeu foi uma

boa notícia. Nunca concebi

que um péssimo ministro, do

ponto de vista técnico, político

e ético, pudesse ser um

dos escolhidos de Ursula von

der Leyen. Reconheço que

Elisa Ferreira tem uma outra

preparação, mas não consigo

esquecer aquele episódio

em que clamou ao seu eleitorado

que “o dinheiro é do Estado,

é do PS!”.

Esta insolente declaração já

tem alguns anos, mas serão

os suficientes para acreditar

numa alteração radical da

sua conceção política e da

sua visão sobre o Estado?

ENCENAÇÃO. A bofetada, e

que bofetada, que António

Costa desferiu ao BE, na sua

última entrevista ao Expresso,

não é sinal de moderação.

António Costa consegue

entender-se razoavelmente

com o BE, os seus ministros

convivem bem com o

BE, muitos dos deputados do

PS confundem-se com o BE.

As políticas seguidas pelo

Governo em áreas como a

Educação, a Segurança

Social, a Habitação, a Cultura

e até a Economia evidenciam

essa proximidade. Mas António

Costa, que andou a puxar

o BE para o arco da governação,

precisa agora de

dar a entender o contrário

porque quer os votos do centro

e da direita moderada. É

tão simples quanto isso. Como

sempre, tudo não passa

de uma encenação.

MOTORISTAS. A greve dos

motoristas, que ocupou uma

boa parte do espaço mediático

do mês de agosto, ensinou-nos

que os sindicatos

também se atraiçoam, que a

CGTP é capaz de assumir o

papel duma central colaboracionista

e que os sindicatos

independentes são inorgânicos,

pela simples razão

de estarem de fora do perímetro

da CGTP e da UGT.

Para memória futura registese

que, doravante, os serviços

mínimos podem ser máximos;

que daqui em diante

devemos contar com a possibilidade

do Estado forçar as

pessoas a trabalhar e detêlas

se a tanto se recusarem;

que uma requisição militar

em cima de uma requisição

civil pode voltar a acontecer;

e que os militares podem ser

colocados no papel de furagreves.

INTERRUPÇÃO. Dada a

minha condição de candidato

a Deputado à Assembleia da

República pelo PSD, por dever

ético interrompo a minha

participação neste espaço

Regresso depois de 6 de outubro.

CÂMARA PRESCINDIU DE 2,3 MILHÕES DE EUROS EM BENEFÍCIO DO EMPREGO

MADE 2IN AJUDOU A CRIAR

MAIS DE MIL POSTOS DE TRABALHO

Entre 2015 e 2018, a Câmara

Municipal de Vila

Nova de Famalicão prescindiu

de uma receita fiscal

estimada em 2,3 milhões

de euros em benefício da

criação de emprego.

Segundo informação municipal,

os projetos de investimento

empresarial realizados

no concelho que beneficiaram

da declaração de

interesse público municipal

ao abrigo do regulamento

Made 2IN garantiram a

criação de 1172 postos de

trabalho entre 2015 e

2018. O Município abdicou

daquele valor com os benefícios

atribuídos às empresas,

mas ajudou a garantir

«uma fatia significativa do

emprego criado nesse período

no concelho». Paulo

Cunha, presidente do executivo,

fala «num esforço

financeiro que valeu a pena»,

assinalando que a

criação do Regulamento

Municipal Made 2IN «teve

precisamente como objetivo

cativar novos negócios

para o concelho, geradores

de mais e melhor emprego».

O Regulamento Made 2IN

está em vigor desde finais

de 2014 e até ao momento

foram aprovados 55 projetos

empresariais de interesse

municipal que representaram

um investimento

global a rondar os 190

milhões de euros.

Os números relativos ao

ano passado, que foram

dados a conhecer no passado

dia 29 de agosto, na

reunião do executivo municipal,

revelam a concretização

de um investimento

superior a 52 milhões de

euros em 2018 nos 14 projetos

aprovados e que significaram

a criação direta

de 91 novos postos de trabalho.

A construção da nova unidade

industrial do grupo

RNM, em Landim, o lançamento

do projeto NITRO,

pela Raclac, e a ampliação

das instalações da Vieira de

Castro foram alguns dos

projetos apoiados em 2018,

beneficiando da concessão

de benefícios fiscais quanto

ao IMI, ao IMT e às taxas

de licenciamento de operações

urbanísticas.

Com o apoio a estes 14

projetos empresariais de

interesse municipal, o município

atribuiu incentivos

no montante global de 380

mil euros.

Em abril deste ano, o

regulamento passou a ter

novos critérios, passando a

dar mais ênfase ao emprego

criado e à sua qualidade

do que ao montante de investimento

realizado. Com

as alterações passou, por

exemplo, a valorizar-se a

celebração de contratos de

trabalho por tempo indeterminado

– quando antes

não era feita qualquer distinção

– e as empresas que

melhorem a sua massa salarial

anual total. O novo

Regulamento Made 2IN

introduziu, ainda, alterações

nos benefícios fiscais

concedidos aos empresários.

A redução do valor

das taxas das operações

urbanísticas pode ir agora

até aos 100%, contra o máximo

de 50% previsto

anteriormente.

Privilegiar a qualidade do

trabalho e, assim, valorizar

as pessoas «foi o grande

objetivo das alterações introduzidas»,

sublinha, por

seu turno, o vereador para

a Economia, Empreendedorismo

e Inovação, Augusto

Lima, que fala «numa

adaptação do regulamento

aos contextos conjunturais

da realidade».


PAG 06

CONCELHO

05 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

RUI RIO DEFENDE DESCENTRALIZAÇÃO

NA GESTÃO DO PATRIMÓNIO

Caso seja governo, Rui Rio promete

dar uma atenção especial à

Cultura. Esta posição foi assumida

ao início da tarde do passado dia

28 de agosto, depois do Roteiro

pelo Património, que levou o líder

do PSD a visitar o centro histórico

de Guimarães e o Bom Jesus, em

Braga.

Rui Rio teve, ainda, um almoço

de trabalho, em Famalicão, no

Restaurante Lafões, reunindo à

mesa Paulo Cunha, líder da Concelhia

do PSD e presidente da

Câmara Municipal de Famalicão,

e Jorge Paulo Oliveira, quinto da

lista do partido pelo círculo eleitoral

de Braga.

Com este roteiro pelo distrito, o

líder nacional do PSD disse que

procura alertar para a valorização

do património, chamando a atenção

para as principais cidades e

os seus pontos de interesse turístico,

histórico e cultural. «O

património é uma riqueza que

deve ser preservada e representa

um forte potencial para o país»,

defendeu Rui Rio.

Na gestão do património, o presidente

do PSD diz-se defensor

das mais valias que representam

a descentralização também nesta

área, advogando «o princípio da

proximidade, desde que possível.

A minha própria experiência como

autarca diz-me que as câmaras

têm muito melhores condições

para cuidarem do património»,

assumiu.

O património será muito melhor

preservado, acredita Rio, «com o

envolvimento municipal», exemplificando

que «os diretores de

museus ou edifícios históricos têm

mais facilidade em falar com um

presidente da Câmara ou com um

vereador do que com o Ministério

da Cultura». O princípio é que sejam

as autarquias a gerir várias

áreas, «como são os casos da

ação social, do património e da

mobilidade, entre outras».

As propostas do PSD para a Cultura

serão apresentadas brevemente

mas, desde já, Rui Rio não

se compromete com uma verba

específica para o setor. «A Cultura

irá subir aquilo que o orçamento

permitir», sendo certo que a valorização

do património edificado

e a defesa da língua, ligada às comunidades

portuguesas espalhadas

pelo mundo e aos PALOP, «são

um património enorme que temos

e que deve ser valorizado», porque,

assume, «é factor de competitividade

que temos que saber

aproveitar melhor».

Jorge Paulo quer vencer

em Famalicão

O famalicense Jorge Paulo Oliveira

acredita que o trabalho que desenvolveu

na última legislatura

será reconhecido pelos famalicenses

nas legislativas de outubro

próximo. «Apesar de representar

todo o território nacional,

levei para o Parlamento

aquelas que são as necessidades

e expetativas desta comunidade.

E julgo que, e não sendo eu a melhor

pessoa para me avaliar, fiz

um bom trabalho e tenho a

expetativa que esse trabalho seja

avaliado positivamente e que se

traduza numa vitória do PSD em

Vila Nova de Famalicão».

Considera o quinto lugar na lista

distrital do PSD positivo e «o

reconhecimento do trabalho que

desenvolvi, mas também reflete

o trabalho das estruturas políticas

distrital e concelhia, que têm feito

um grande trabalho político neste

território. É um lugar que motiva,

ainda mais, para esta pré-campanha

eleitoral que vamos iniciar».

DIA

DE OLIVEIRA

SANTA

MARIA

Oliveira Santa Maria assinala, este

domingo, o Dia da Freguesia. A

sessão solene evocativa decorre

a partir das 21 horas, no auditório

na Junta de Freguesia. Esta comemoração

é aberta a toda a população.


CIDADE HOJE 05 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 07

CANDIDATOS

DO PSD QUEREM

«AFIRMAR ESTE

TERRITÓRIO»

ALZIRA OLIVEIRA

Jorge Paulo Oliveira, Paula

Santos e Firmino Costa são

os candidatos famalicenses

na lista do PSD às eleições

legislativas do dia 6 de outubro.

Foram apresentados esta

segunda-feira, na Biblioteca

Municipal de Famalicão.

Uma cerimónia conduzida

pelo presidente da concelhia

do PSD e mandatário

do partido, Paulo Cunha.

Perante uma sala cheia, foi

apresentada a lista, como

sendo de proximidade aos

eleitores, uma vez que

todos os candidatos são do

distrito de Braga. A lista foi

também classificada como

tendo um projeto de afirmação

de um território que,

na opinião do cabeça de lis-

ta do PSD, tem sido esquecido

pelo Governo.

André Lima, o primeiro da

lista do PSD pelo distrito de

Braga, apelou à união do

território para se afirmar

em Lisboa e conta com a

competência dos candidatos

do seu partido. O trabalho

de Jorge Paulo Oliveira

foi elogiado pelos colegas

e André Lima considerou-o

a “formiguinha” do

distrito na Assembleia da

República.

Jorge Paulo Oliveira, que

ocupa o 5.º lugar, espera

que os eleitores do distrito

de Braga reconheçam o

trabalho que produziu e o

reconduzam no cargo de

deputado.

Firmino Costa, no 11.º lugar

da lista, e Paula Santos,

17.ª, não têm as mesmas

expectativas de eleição face

à votação que o PSD tem

conseguido nos últimos

anos. Há quatro anos elegeu

10 deputados, mas

dois são do CDS, uma vez

que os dois partidos concorreram

coligados.

Jorge Paulo Oliveira, o único

deputado famalicense do

PSD na Assembleia da República,

considera que o

concelho tem sido discriminado

pelo Governo,

mencionando alguns dos

problemas, como a falta de

uma loja do cidadão, as listas

de espera nos serviços

públicos ou a negação de

apoio financeiro à Casa das

Artes. Fez saber que se recandidata

«contra esta

ilusão de que tudo está

melhor na governação do

país» e «para puxar por Vila

Nova de Famalicão para ser

feito aquilo que já podia ter

sido feito e que precisa de

ser feito», apontou.

André Lima, cabeça de lista

do PSD, disse que o distrito

e a região precisam de afirmação

nacional porque é a

terceira maior área em

população e «um motor da

economia nacional». Falou

também da existência de

uma grande universidade e

da força do turismo. Com

base nestas, e noutras,

mais-valias, André Lima garante

que «vamos para o

Parlamento afirmar este

território».

Paulo Cunha está satisfeito

por ver três famalicenses

na lista do PSD pelo círculo

eleitoral de Braga. Garante

que têm valor e, sendo

eleitos, acredita que vão

dar um grande contributo

no Parlamento Nacional.

O líder do PSD e mandatário

concelhio da candidatura

de Rui Rio, aguarda

por uma mudança na

política nacional. Mostrou

um discurso de insatisfação

e teceu fortes críticas ao

Governo de António Costa.

«Este Governo nem respeita

o passado nem acautela

o futuro», acusou.

O mandatário concelhio do

PSD frisou que Pedro Passos

Coelho teve que «fazer

o que poucos tiveram coragem

de fazer: tomar decisões

que o país precisava,

pese embora as mesmas

fossem impopulares». Paulo

Cunha disse que António

Costa não soube reconhecer

o trabalho do seu

antecessor, «que permitiu

a este Governo ter as condições

que Pedro Passos

Coelho nunca teve».

O também presidente da

Câmara Municipal de Famalicão

vincou que, apesar

das circunstâncias mais

favoráveis, o Governo socialista

«não está a acautelar

o futuro» e retira «expetativa

às futuras gerações».

Neste contexto de

análise, Paulo Cunha acusou

António Costa de liderar

«um Governo de gestão»,

que parece que vai a eleições

todos os dias e que,

assim, «perdeu uma oportunidade

de reformar o

país», disse.

DIAS À MESA REGRESSA COM DONA MARIA BEER FEST

E FEIRA DE S. MIGUEL

Estão de regresso os “Dias

à Mesa”. Este mês há dose

dupla, com duas propostas

distintas. A francesinha é

rainha nos dias de 19 a 22,

no Dona Maria Famalicão

Beer Fest, promovido pelo

Círculo de Cultura Famalicense

(CIDADE HOJE Rádio/Jornal/Televisão),

enquanto

que os pratos vegetarianos

acompanham a

Feira de S. Miguel, de 27 a

29.

São duas sugestões que

atestam a diversidade dos

pratos propostos pelos restaurantes

aderentes, recheados,

também, de muita

festa e muita animação.

A francesinha acompanha,

então, a segunda edição do

Dona Maria Famalicão Beer

Fest, um festival urbano de

cerveja que vai decorrer ao

longo dos quatro dias, na

Praça D. Maria II, com boa

música e bom ambiente,

com a chancela do Círculo

de Cultura Famalicense. No

local, para além da cerveja

há, ainda, uma zona de

restauração de Street Food.

Os pratos vegetarianos

aparecem com a Feira de

S. Miguel, um evento tradicional

que assinala as

colheitas, juntando os produtores

locais e expondo os

produtos da terra.

Esta associação da gastronomia

a eventos culturais

que atraem habitualmente

muitos milhares de pessoas

ao concelho é, de resto, o

conceito dos Dias à Mesa

que arrancou no Carnaval,

com o Cozido à Portuguesa.

Nas Festas de Maio houve

Rojões e a Feira Medieval e

Viking fez-se acompanhar

do tradicional Bacalhau.

Ao longo do ano, estão

definidos oito fins-de-semana

gastronómicos sempre

associados a eventos

culturais e desportivos do

município.

A festa da francesinha

conta com sete restaurantes

aderentes: Barão;

Churrascão Sousa; Colunata;

Combinação de Sabores;

El Vagabundo; Forever

e Príncipe. Já a promoção

dos pratos vegetarianos

acontece no El Vagabundo;

Fusilli, Massa &

Em 2018, Dona Maria Beer Fest foi um enorme sucesso

Café; Ganesh Club; Moutados

de Baixo; Na Boca;

O Prato; Refresco e Vinha

Nova. Estas duas iniciativas

contam com a adesão do

alojamento famalicense,

nomeadamente da Casa

Ana Monteiro, Casa das

Cortinhas, Casa de São

Brás, Casa do Laranjal,

Country House, Hotel Moutados,

Saladestar, Villa

Prime Hotel, Vitória’s House,

Vivenda Mendes, Vivenda

Mendes 2 e Wake Up

Famalicão.


PAG 08

CONCELHO

05 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

ASSOCIAÇÃO

GERAÇÕES

ESTABELECE

NOVAS PARCERIAS

A Associação Gerações está

a estabelecer novas parcerias

com o objetivo de melhorar

as práticas educativas

e pedagógicas da infância

no concelho de Famalicão.

Para este ano letivo de

2019/20, estabeleceu parcerias

com a ANIP – Associação

Nacional de Intervenção

Precoce e com a

APEI – Associação de Profissionais

de Educação de Infância.

No âmbito da parceria com

a APEI, vai realizar-se, de

imediato, nas instalações da

Gerações, na Avenida Marechal

Humberto Delgado,

uma formação em “Musikando:

experiências músico

– expressivas em contexto

educativo”. Todas as informações

sobre a forma de

participação e inscrições

podem ser consultadas no

“site” da APEI. No que se

refere à parceria com a

ANIP, está previsto o primeiro

ciclo de “workshops”

com a designação “Ser +

Incrível: Educação Positiva”,

com informações pormenorizadas

e inscrições disponíveis

também no “site”

da ANIP.

Como atividades de preparação

do ano letivo de

2019 – 2020, a Associação

Gerações realizou, nos dias

29 e 30 de agosto, uma

ação de formação para

colaboradores sobre jogos

e dinâmicas pedagógicas.

Houve ainda uma formação,

de carácter mais abrangente,

que procurou refletir

sobre os contributos que

podemos deixar para um

mundo melhor.

A formadora externa, Marta

Maciel, desenvolveu um

“workshop” de artes expressivas

“Eu Mundo”, que

deu oportunidade a todos

de se conhecerem melhor

e de refletirem sobre o seu

potencial num mundo que

se deseja melhor e mais

positivo.

Para o ano letivo de 2019

2020, a Gerações informa

que as várias respostas

sociais estão com a sua

capacidade máxima preenchida

e com todos preparados

para os novos desafios.

Para além disso, prevêse

que em setembro ou

outubro seja entregue pela

Editorial Leya o prémio

“Escola Amiga das Crianças”,

um prémio que tem o

patrocínio, entre outras

entidades, do Presidente da

República. Também em

outubro serão inauguradas

as obras de recuperação do

edifício do “Solar” que vai

passar a ser o “centro

nevrálgico” das atividades

do Centro Comunitário e do

Clube Sénior da Associação

Gerações.

DIA DO CONCELHO

EM RIBA DE AVE

A vila de Riba de Ave recebe, na manhã do dia 28 de

setembro, a sessão evocativa do Dia do Concelho. Os

184 anos de municipalidade serão evocados no largo da

igreja, a partir das 10 horas, com a sessão solene e a

entrega dos Selos Famalicão Visão´25.

Recorde-se que a atribuição dos Selos Famalicão Visão’25

acontece pelo quarto ano consecutivo, tendo sido já

reconhecidos cerca de quatro dezenas e meia de projetos.

No fundo, o selo representa um prémio que identifica e

reconhece as boas práticas com impactos positivos no

território, na economia e na sociedade, que sejam inovadoras

e inspiradoras, que expressem os valores e reforcem

a identidade famalicense. A atribuição do selo é

decidida por um júri, constituído por diversas pessoas de

diferentes áreas.

JUNTA DE RIBEIRÃO

FAZ OBRAS NA RUA

DE S. MAMEDE

A Junta de Freguesia de Ribeirão vai melhorar a Rua de

São Mamede, com alargamentos, pavimentação e

construção de novas infraestruturas. A empreitada está

orçamentada em 156.880 euros e um prazo de execução

de cinco meses. A Câmara Municipal de Famalicão vai

comparticipar nesta obra, com 53 mil euros, através de

um protocolo de delegação de competências com a Junta

de Freguesia. Proposta que será submetida à aprovação

da Assembleia Municipal.


CIDADE HOJE 05 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 09

“DÊ 2 PASSOS” PELA MEMÓRIA

INDIVIDUAL E COLETIVA

A Casa da Memória Viva –

Associação Cívica promove,

no dia 21 de setembro, uma

caminhada solidária para

assinalar o Dia Mundial da

Doença de Alzheimer. Além

da sensibilização para esta

doença, o objetivo da caminhada

“Dê 2 passos” passa

por reunir fundos para a

realização de ações de sensibilização

da comunidade e

capacitação dos cuidadores

e técnicos de ação social.

Esta é a primeira iniciativa

pública da associação, que

foi criada em maio, «norteada

pela salvaguarda,

preservação, divulgação e

engrandecimento do património

cultural imaterial

de Vila Nova de Famalicão

e das tradições das suas

gentes, assim como pela

dignificação e bem-estar

das pessoas com perdas de

memória», descreve Carlos

Folhadela Simões, vice-presidente

da Comissão Instaladora

da Casa da Memória

Viva.

A caminhada tem partida às

10 horas do Parque da Juventude,

e chegada às 12

horas, ao mesmo local.

Serão quatro quilómetros,

em pisos planos, por sete

artérias da zona noroeste

da cidade.

A meio do trajeto, junto à

antiga Cegonheira (Rua Barão

da Trovisqueira), haverá

uma paragem para hidratação,

com um momento

artístico e um outro simbólico,

que será a doação

Semanário Regionalista

Registo ERC nº 111685.

Depósito Legal nº 1926/86

Proprietário e Editor: Círculo de Cultura Famalicense

(CCF) - Pessoa Colectiva de Utilidade Pública, publicado

no D.R., III Série, n.º 145, 26-06-97.

Contribuinte n.º 501 960 066

Direcção do CCF:

António Fernando Sanguêdo Meireles (Presidente); João Paulo

Ferreira Matos de Araújo (Vice-Presidente/Tesoureiro); José

Augusto Alves (Secretário); Edgar dos Santos Ferreira (Adjunto

Tesoureiro)

Redacção, composição e serviços comerciais: Rua 5 de

Outubro, Lj. 204, Edifício Vilarminda, Calendário, Apartado 218,

4762-976 V.N. Famalicão;

Telefones: 252 301 780; e-mail: jornal@cidadehoje.pt /

geral@cidadehoje.pt / www.cidadehoje.pt

Departamento Comercial: António Baptista

a.baptista@cidadehoje.pt

da marca registada “Cegonheira”

à associação pelo

netos e bisnetos do fundador

daquela empresa,

António Sampaio Carvalho.

A inscrição implica um donativo

de 5 euros por pessoa

e pode ser feita no site

wwww.casamemoriaviva.pt

ou no próprio dia do evento.

Com os fundos, a associação

pretende organizar

iniciativas que sensibilizem

a comunidade para as problemáticas

associadas à

memória e às doenças neurodegenerativas

e de capacitação

de cuidadores e

técnicos de ação social.

O Dia Mundial da Doença de

Alzheimer foi instituído pela

Organização Mundial da

Saúde (OMS) em 1994 e

ocorre, desde aí, no dia 21

de setembro, para chamar

a atenção da opinião pública

e dos líderes mundiais para

o impacto daquela que é o

tipo de demência mais comum

nos países desenvolvidos,

como Portugal. Por

isso, a agência da ONU para

a saúde reconhece que a

demência deve ser uma

prioridade das políticas públicas

de saúde. Em 2015,

o seu impacto social e

económico atingia 1,1% do

PIB mundial e a tendência

era para aumentar. Ainda

segundo a OMS, entre 5%

e 8% da população mundial

com mais de 60 anos

padece de demência num

determinado momento da

vida.

GEO 19 DA PASEC DÁ FORMA

A REDE DE TERRITÓRIOS JUVENIS

Mais de cem jovens puderam,

através do Geo

Camp 2019, organizado

pela PASEC - Plataforma de

Animadores Socioeducativos

e Culturais, treinar

as suas competências de liderança,

criatividade e resiliência

e, ao mesmo tempo,

desenhar os seus projetos.

Tendo como propósito

dar forma a uma Rede de

Territórios Juvenis Inteligentes,

o Geo 19 deu forma

a um conjunto de Encontros

Transnacionais e Eventos

Multiplicadores que pretenderam

envolver os jovens

na discussão e determinação

das práticas de Democracia

Participativa.

Durante o mês passado,

participaram no Encontro

Transnacional em Leiria, de

1 a 6 de agosto, com o

apoio do Projeto Radar do

Programa Erasmus + e os

Eventos Multiplicadores que

decorreram no Norte e

Centro. Os trabalhos terminaram

nos Açores, entre

19 e 30 de agosto, nas ilhas

de São Miguel, Faial e

Flores.

Tendo como tema a “Geo-

Aventura dos 4 elementos”;

cada jovem trabalhou as

suas competências de

liderança junto de grupos

de pares; a criatividade, na

resolução de desafios sociais,

incluindo as grandes

causas da Humanidade; e

a resiliência, com desafios

de desporto aventura em

ambiente grupal.

O Geo 19 passou por uma

série de territórios que

integraram o Projeto Radar,

que visa o estabelecimento

de uma Rede de Territórios

Juvenis Inteligentes, na

qual os jovens se assumem

como interventores no

estabelecimento das

políticas locais que a eles

dizem respeito. Os Encontros

Transnacionais integrados

no Geo 19, que contaram

com a participação

de jovens luxemburgueses,

permitirão formalizar estas

parcerias que agora dão

forma a esta Rede Transnacional.

Segundo o secretário geral

da PASEC, Abraão Costa, «o

alcance desta experiência

traduziu-se num real envolvimento

dos jovens na vida

das instituições que determinam

parte do seu futuro.

Dizemos durante o Geo que

há dias em que tudo muda.

Acreditamos que para alguns

já começou a mudar».

Assinatura anual: 18 Euros

Número avulso: 0,70 Euros

Tiragem média/semanal: 5 200 exemplares

Director: Rui Lima

Redacção: Rui Lima (CP nº 3035 A)

ruilima@cidadehoje.pt;

Alzira Oliveira (C.P. nº 3034-A)

alziraoliveira@cidadehoje.pt

Colaboradores: Alcino Monteiro, Carlos Alberto, Cerejeira

Leitão, Cláudia de Sousa Dias, Durval Tiago Ferreira,

Fernando de Sousa Pereira, José Martins, Lopes da Silva,

Manuel Sanches, Sérgio Rocha, Valdemar Barbosa

Correspondentes: Manuel Fernandes Sampaio (Avidos),

António Gomes (Brufe), Ezequiel Brandão (Cavalões),

Joaquim Carvalho (Carreira), Passos Tinoco (Gavião),

Teresa Carvalho (Lemenhe), David Ferreira (Mouquim).

Impressão: Empresa do DIÁRIO DO MINHO, Lda

Rua de Santa Margarida, 4, 4710-306 – Braga; Tel.: 253

609 460; Fax: 253 609 465; e-mail: geral@diariodominho.pt

CASAL MORRE

EM DESPISTE

NA ESTRADA

FAMALICÃO-PÓVOA

Um casal, com cerca de 60 anos, natural da freguesia de

Tebosa, em Braga, morreu num acidente de viação, na

tarde deste domingo, em plena Avenida 9 de Julho, estrada

Famalicão-Póvoa.

Ao que o Cidade Hoje conseguiu apurar, as vítimas terão

tido morte imediata, apesar do esforço das equipas de

socorro que estiveram no local. Este foi o desfecho trágico

de uma violenta colisão do veículo onde o casal seguia, no

sentido Póvoa – Famalicão, ter embatido contra um poste

e um muro.

No local esteve uma equipa dos Bombeiros Famalicenses

e outra dos Bombeiros de Famalicão, juntamente com a

equipa médica da VMER de Famalicão. Foi chamada ao

local a PSP, uma vez que a via esteve cortada ao trânsito

enquanto decorriam as operações.

Estão a ser apuradas as circunstâncias em que ocorreu a

colisão. Sabe-se apenas que o condutor, de 65 anos, terá

perdido o controlo da viatura e embateu num poste de

eletricidade. Não foram detetados sinais de travagem do

veículo.

ASSALTO A CARRINHA

DE VALORES

Um grupo de encapuzados levou cerca de 75 mil euros de

uma carrinha de valores, que se encontrava junto ao posto

de combustíveis da BP, ao lado do Museu da Indústria

Têxtil, na freguesia de Calendário.

O assalto aconteceu na quarta-feira, dia 28 de agosto,

cerca das 19 horas, numa altura em que estava a ser

preparado o carregamento do multibanco instalado naquele

estabelecimento.

Segundo relato de populares, os larápios consumaram o

roubo em pouco tempo. Ameaçaram os funcionários com

armas de fogo e levaram as caixas com o dinheiro.

Colocaram-se em fuga instantes depois, ao volante de

um BMW.

A Polícia Judiciária está no terreno para a investigação.

GNR DE RIBA DE AVE

DETÉM HOMEM

POR VIOLÊNCIA

DOMÉSTICA

Um homem, com 71 anos, foi detido no passado

domingo por violência doméstica, no concelho de Vila

Nova de Famalicão. Na sequência de uma denúncia de

violência doméstica na residência de um casal, o

homem ameaçou a sua esposa, uma mulher de 68

anos, e foi detido, em flagrante delito, pelos militares do

Posto Territorial de Riba D’Ave. A GNR procedeu a uma

busca ao domicílio e apreendeu uma caçadeira, uma

pistola, e 25 munições.

Estatuto Editorial

O Jornal CIDADE HOJE é um semanário regional, de informação

generalista e que se orienta por critérios de verdade, rigor e

criatividade jornalística. Promovemos uma informação séria, atual

e o mais diversificada possível, por forma a que, em cada semana,

o leitor tome conhecimento do que de mais importante acontece

no território concelhio de VN Famalicão.

Com respeito pelo bom nome dos cidadãos, protegendo as fontes

de informação, não ocultando ou deturpando informação, o CIDADE

HOJE visa informar e formar os leitores, pelo que rejeita todo e

qualquer tipo de sensacionalismo. Damos voz ao indivíduo e ao

colectivo “ajudando-os” nas suas dificuldades e angústias, mas

também dando visibilidade aos seus sonhos e méritos porque

somos, acima de tudo, um instrumento de promoção do que de

bom e bem se faz em VN Famalicão. Deste modo, estamos a

promover a qualidade de vida e o bem-estar dos famalicenses.

Por respeito aos princípios deontológicos e da ética profissional e

por respeito aos leitores definimos as nossas opções editoriais

com independência, não cedendo a pressões e sem tiques elitistas.

Temos carácter e corpo generalista e respeito pelos valores

humanos, sociais e culturais da comunidade famalicense; assim

informamos e educamos.


PAG 10

CONCELHO

05 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

CRIANÇAS DE VILARINHO

VÃO TER AULAS

NO SALÃO PAROQUIAL

No próximo ano letivo, a EB

de Vilarinho das Cambas vai

sofrer obras de requalificação

do edifício, com

arranjos exteriores, para

juntar no mesmo espaço os

alunos da educação préescolar

e do 1.º ciclo do

ensino básico. Enquanto

decorrem as obras, os alunos

do 1.º ciclo vão para o

antigo espaço do jardim de

infância do salão paroquial.

Com efeito, a Câmara

concede à Fábrica da Igreja

Paroquial de Vilarinho das

Cambas cinco mil euros para

obras de adaptação;

mais 10 mil euros para pagamentos

de despesas

correntes, como água e luz.

UTENTES COM DIREITO

A CONSULTAS DE SAÚDE ORAL

Os utentes com médico de família passam, a partir desta segunda-feira, a ter acesso a

consulta gratuitas de saúde oral. Nesta fase, os dentistas disponíveis estarão no Centro

de Saúde de Delães. Para ter acesso a estas consultas, o utente tem que ser referenciado

pelo médico de família e preencher determinados requisitos. Por exemplo, é válido para

crianças e jovens, para grávidas, pessoas idosas beneficiárias do complemento solidário,

doentes com sida, doentes em risco de cancro oral.

Os beneficiários do cheque dentista não podem usufruir deste serviço.

Os esclarecimentos podem ser obtidos junto dos centros de saúde ou do médico de

família.

O ACES AVE – Agrupamento de Centros de Saúde de Famalicão informa que este serviço

pretende ir ao encontro das necessidades do cidadão, segundo diretivas do Serviço

Nacional de Saúde. Este serviço será, por isso, monitorizado com o objetivo de ser

melhorado à medida da sua implementação.

MOSTRA COMUNITÁRIA

DE ARNOSO SANTA EULÁLIA

SROQUE, Máquinas e Tecnologia Laser, SA .

http://roqinternational.com / https://www.roqlaser.pt/

Empresa exportadora em forte crescimento, localizada

em Oliveira S. Mateus (Vila Nova de Famalicão)

Está a contratar:

• Serralheiros Mecânicos

• Operador de Máquinas/CNC

• Eletromecânicos

• Técnicos de Mecatrónica

• Técnicos de Montagem

A Mostra Comunitária da

freguesia de Arnoso Santa

Eulália, que decorreu no

passado sábado, no Passal

da Paróquia, reuniu associações,

comissões, movimentos,

atletas, artesãos e

produtores locais. O certame

permitiu, como sempre,

a divulgação e promoção

das atividades desenvolvidas,

bem como a venda

de produtos da terra e artesanato.

A mostra abriu ao início da

manhã com a caminhada e

passeio de bicicletas, enquanto

que pela tarde houve

jogos tradicionais, passeio

de charrete, concurso

tiro ao alvo, demonstração

de aeromodelismo e artes

marcais, aula de ginástica

sénior e a atuação da orquestra

da escola de música

da banda marcial de Arnoso.

Seguiu-se a eucaristia,

celebrada pelo pároco António

Lopes e solenizada

pelo grupo Coral Jovem. No

final decorreu a arruada de

tocadores de concertinas

que acompanharam o vereador

Augusto Lima, o

executivo da Junta e Assembleia

de Freguesia para

a visita aos stands, no contacto

com os seus representantes

através do qual

tomaram conhecimento das

atividades desenvolvidas,

iniciativas e produtos existentes.

Depois do jantar de

porco no espeto, atuou a

marcha infantil da EB de

Quintão, seguindo-se o VIII

Encontro de Concertinas

organizado pela Associação

de Concertinas Monte de

Santo André no qual participaram

mais de uma centena

de tocadores e a atuação

Vitor Faria e as suas bailarinas.

A mostra foi concluída com

a partilha do bolo, champanhe

e fogo de artifício. A

Junta de Freguesia agradece

a participação e envolvimento

de todos, bem

como a colaboração do

gabinete do associativismo

da Câmara Municipal e da

paróquia, «que permitiram

o sucesso desta Mostra Comunitária,

que atraiu largas

centenas de visitantes à

freguesia».

o Residência na área;

o Com ou sem experiência no setor;

o Disponibilidade para trabalhar em horário normal

e por turnos;

o Sentido de responsabilidade, dinamismo

e vontade

de adquirir novos conhecimentos;

o Gosto pelo setor da indústria metalomecânica;

o Disponibilidade imediata;

Respostas para o email: rh@sroque.pt

Missa 1º ano de falecimento

Domingos Oliveira

Carvalho

(Lemenhe, VN Famalicão)

“A oração nos conforta

e aproxima de Deus!”

A família de Domingos Carvalho convida a

participar na missa do 1º aniversário do falecimento

do seu ente querido, que será realizada,

na igreja matriz de Lemenhe, pelas 18 horas, no

dia 7 de setembro. Antecipadamente agradece a

presença de todos.


Fotos: FC Famalicão

FC FAMALICÃO VENCE NA VILA DAS AVES

QUANDO O LÍDER TEM FAMA E PROVEITO

Jogo no Estádio do Clube

Desportivo das Aves

Árbitro: Luís Godinho (AF

Évora)

Disciplina – amarelos: Josh

Timon (38), Wellinton (45),

Luiz Fernando (47), Rúben

Macedo (66), Enzo Zidane

(66), Gustavo Assunção

(82), Fábio Martins (90) e

PRIMEIRA LIGA

Bruno Xavier (90+1); vermelho:

Lionn (28) e Afonso

Figueiredo (82)

CD AVES, 2

Beunardeu, Matos Milos

(Kahraba 70´), Mehremic,

Dzwigala, Afonso Figueiredo,

Falcão, Luiz F. (Macedo

60´), Enzo, Tavares

(Bruno Xavier 76´), Wellinton

jr e Mohammadi

Treinador: Augusto Inácio

FC FAMALICÃO, 3

Rafael Defendi, Lionn, Nehuén

Pérez, Patrick William,

Josh Tymon, Gustavo Assunção,

Pedro Gonçalves

(Diogo Gonçalves 90´), Racic,

Rúben Lameiras (Riccieli

32´), Toni Martínez

(Anderson 68´) e Fábio

Martins

Treinador: João Pedro

Sousa

Ao intervalo: 0 – 1

Marcadores: Nehuén Pérez

(14), Mehrdad Mohammadi

(31), Fábio Martins (58´,

g.p.), Anderson (86) e

Mahmoud Kahraba (90+10)

O FC Famalicão é líder isolado

da Primeira Liga. Disputadas

quatro jornadas,

a formação treinada por

João Pedro Sousa foi

vencer, justamente, a Vila

das Aves, e beneficiou da

derrota ca-seira do

Sporting para assumir a

primeira posição, com 10

pontos, mais um que o

Porto e Benfica. É verdade

que tudo está, ain-da, no

início, muito no iní-cio,

mas, mesmo assim, a

equipa famalicense, que

está a fazer um arranque

de época fulgurante, tem

feito prova de que, tal

como reiteradamente

prometido, encara todos

os jogos para vencer. E

assim tem feito, se

exceptuarmos o empate,

na jornada anterior, em

Gui-marães.

Mesmo tendo jogado quase

uma hora com menos uma

unidade, por expulsão de

Lionn, o conjunto famalicense,

que se adiantou no

marcador bem cedo, aos 14

minutos, esteve sempre na

frente do marcador e no

controlo do jogo, pese embora

as dificuldades (esperadas)

do Desportivo das

Aves, que tentou sempre

jogar nas costas famalicenses,

cuja equipa prima

por assumir o jogo.

Este encontro da Liga NOS

ficou marcado pela incerteza

no resultado e por um

FC Famalicão que sempre

soube segurar a contenda

e, depois de ter enviado

uma bola à trave, logo aos

6 minutos, acabou por chegar

ao golo por intermédio

de Perez. O jogo esteve seguro

até à expulsão de

Lionn, no minuto 28, com o

CD Aves a chegar ao empate

na cobrança da falta,

resultado com que se chegou

ao intervalo.

A jogar em casa, tal era o

apoio dos adeptos, o Futebol

Clube Famalicão voltou

a entrar bem na segunda

metade e, na cobrança de

uma grande penalidade,

Fábio Martins, a sua melhor

unidade em campo, voltou

a colocar a equipa na frente

do marcador.

A equipa de João Pedro

Sousa continuava a controlar

a partida e Anderson,

no minuto 86, fez um grande

golo e colocou o marcador

em 1-3. Antes do final

da partida, que teve 10 minutos

de desconto, a equipa

da casa fechou o marcador

em 2-3.

No final do encontro disputado

na tarde do passado

sábado, João Pedro Sousa

confirmou «o jogo difícil e

exigente» que os seus

atletas souberam «contrariar,

com a ajuda dos nossos

adeptos». O treinador do

Famalicão assume que a

expulsão de Lionn abalou a

equipa, «mas conseguimos

recompor-nos até ao intervalo»;

período em que ajustou

posicionamentos, «mas

sem abdicar de vencer o

jogo». O Aves criou problemas,

quase sempre em

rápidas transições ofensivas

«e em erros nossos que

temos de corrigir», avisa o

treinador. Em suma, finalizou,

«fomos a melhor equipa,

o resultado é justo e é

um enorme orgulho treinar

estes jogadores».

TAMBÉM BOM INÍCIO DE ÉPOCA NA FORMAÇÃO

JUNIORES VENCEM EM GUIMARÃES

As equipas de formação do FC Famalicão cumpriram, no passado fim de semana,

mais uma jornada dos respetivos campeonatos, com um saldo de duas vitórias e

uma derrota.

Em sub-19, a equipa famalicense somou novo resultado muito positivo no ano de

regresso ao patamar mais alto do escalão. Na sempre difícil deslocação ao terreno

do Vitória Sport Clube houve vitória famalicense, por 1-0, que coloca a equipa na

vice-liderança da zona Norte, em igualdade pontual com FC Porto e SC Braga, todos

com 8 pontos.

Na próxima jornada, a 14 de setembro, os juniores famalicenses vão jogar a Braga.

Em sub-17, os famalicenses foram derrotados pelo FC Paços de Ferreira, por 0-3.

Apesar do desaire, a equipa está na quinta posição, com os mesmos pontos, seis,

que Moreirense e Rio Ave. No próximo domingo, os juvenis jogam em Guimarães,

segundo, com 9 pontos.

Já os sub-15 estão no topo do Nacional, com seis pontos juntamente com Gil Vicente

e Vitória SC. O FC Famalicão manteve a senda vitoriosa em casa da AD Barroselas,

onde triunfou por 1-3 e conquistou a segunda vitória em igual número de partidas.

No próximo domingo, os iniciados recebem o Guimarães que soma os mesmos pontos.


PAG 12

DESPORTO

FC FAMALICÃO ATIVO NOS ÚLTIMOS DIAS DO MERCADO

RODERICK E VANÁ SÃO REFORÇOS

05 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

Antes do fecho do mercado

de transferências, o Futebol

Clube de Famalicão anunciou

a contratação de Roderick

Miranda e Vaná. O

defesa central, de 28 anos,

regressa a Portugal duas

temporadas depois de ter

assinado pelo Wolverhampton,

clube que o cedeu

ao Olympiacos na época

passada.

Formado no SL Benfica,

Roderick esteve nas seleções

jovens nacionais e

chegou à equipa sénior da

formação encarnada. Após

os empréstimos ao Servette

e Deportivo, assinou em

definitivo pelo Rio Ave, onde

esteve quatro temporadas

e de onde saiu para o

futebol inglês. «Estou feliz

por estar de regresso a

Portugal e por fazê-lo num

clube que está a reconquistar

o seu espaço no

futebol português», referiu

o atleta.

O guarda-redes Vaná é reforço

para a baliza. O jogador,

de 28 anos, assinou até

ao final da temporada, cedido

pelo Futebol Clube do

Porto.

Vaná chegou a Portugal em

2016 para jogar pelo CD

Feirense e, depois, ingressou

no Futebol Clube do

Porto, emblema que representou

nas duas últimas

épocas e pelo qual festejou

um campeonato nacional e

uma Supertaça Cândido

Oliveira.

Vaná revela-se «agradado

por continuar no patamar

mais alto do futebol português»

e assume que FC

Famalicão «foi a escolha

certa para a minha carreira».

Cláudio Silva, Matheus Clemente

e Tiago Dias

também são reforços, com

contratos válidos por três

tempo-radas. Estes

jogadores vão trabalhar,

para já, na equi-pa de sub-

23.

Cláudio Silva, de 19 anos,

vai cumprir a primeira

época sénior, depois de ter

festejado o título nacional

de sub-19 e a Youth League

pelo Futebol Clube do Porto.

Matheus Clemente, de 21

anos, vem do São Martinho,

depois de passagens pela

formação do SL Benfica,

Guimarães e FC Paços de

Ferreira.

Tiago Dias, de 21 anos,

jogou na formação do Sporting

e Benfica, com passagem

pelo AC Milan, clube

que o cedeu ao Braga na

temporada passada.

SUB-23 SOMAM TRÊS EMPATES

FC FAMALICÃO AINDA NÃO

VENCEU NA LIGA REVELAÇÃO

Cumpridas cinco jornadas da Liga Revelação, os sub-23 do FC Famalicão estão no décimo

quarto lugar, com apenas 3 pontos, resultantes de três empates. Na jornada do passado

fim de semana, o conjunto famalicense foi goleado, 5-1, em casa, pelo líder Sporting,

que soma 15 pontos.

Pedro Mendes e Tomás Silva, com um bis cada, e Dimitar Mitrovski marcaram para a

equipa leonina, enquanto Luka fez o golo de honra dos famalicenses. Ao intervalo, o

resultado mostrava um curto 2-1 favorável aos leões que, na segunda parte, trataram

de cavar as devidas diferenças.

Neste encontro, o FC Famalicão alinhou com Gabi, Clayton, Camará, Caiado (Nico

Schiappacasse, 46’), Luka (André Silva, 64’), Anthony (Matheus Clemente, 46’), Konaté,

Brian, Armando, Jorge Pereira (cap.) e João Neto (Chicão, 72’).

A próxima jornada, a sexta, disputa-se a 14 de setembro, com o Famalicão a jogar em

casa do Marítimo, equipa que ocupa a oitava posição, com 6 pontos.

CAMPEONATO DE PORTUGAL

OLIVEIRENSE SOMA

SEGUNDA DERROTA

Na jornada 3 do Campeonato de Portugal, série A, a AD Oliveirense perdeu, 1-0, em

Mirandela. A equipa treinada por Manuel Crespo sofreu o golo ainda na segunda parte e

não foi capaz de inverter o marcador até ao final da partida. A equipa famalicense soma

apenas 1 ponto, e na próxima jornada, que se disputa a 15 de setembro, recebe a

formação B do Marítimo, que também soma um ponto.

PRÓ NACIONAL DA AF BRAGA

JOANE E RIBEIRÃO EMPATAM

Com três jornadas disputadas no Pró Nacional da AF Braga, o GD Joane ainda não

venceu. Na jornada do passado fim de semana, a formação joanense empatou, em

casa, a um golo com o Pevidém. O mesmo resultado verificou-se no confronto entre o

Santa Maria e o Ribeirão FC. Na classificação, os ribeirenses são oitavos com cinco

pontos, e os joanenses são décimos terceiros, com 2 pontos. Na próxima jornada, as

duas equipas encontram-se no Campo do Passal.

Do jogo entre o Joane e o Pevidém, a equipa visitante, treinada pelo ex-treinador do GD

Joane, João Pedro Coelho, adiantou-se no marcador aos 20 minutos, com a equipa

famalicense a chegar à igualdade, aos 51 minutos, por Fabinho. No final da partida, o

treinador do Joane, Miguel Paredes, assume que a sua equipa merecia a vitória. Recorda

que depois de falhar uma grande penalidade, logo aos 2 minutos, a equipa ficou

desconfortável no jogo e permitiu, mais tarde, a vantagem adversária. Na segunda

parte, «entramos bem, fizemos o empate e tivemos um período muito positivo». Apesar

de seis ausências, Miguel Paredes viu «uma equipa unida e que trabalhou muito perante

um candidato à subida de divisão».

FUTEBOL

SÃO COSME APRESENTA

EQUIPAS

O Desportivo São Cosme arranca, este sábado, para a nova época desportiva, com a

apresentação do plantel sénior e camadas jovens. No Parque de Jogos Comendador

Manuel Gonçalves, às 15 horas, começa a apresentação das equipas e, pelas 17 horas,

disputa-se o jogo entre a equipa da casa e o GD Gerês.


CIDADE HOJE 05 SETEMBRO 2019 DESPORTO PAG 13

CAMPEONATO DE

PORTUGAL DE RALIS

PEDRO

E NUNO ALMEIDA

CONFIANTES PARA

A RETA FINAL

Pedro Almeida e Nuno Almeida

estão quase a entrar

em cena em mais uma

prova do Campeonato de

Portugal de Ralis. Trata-se

do Rali Terras d‘Aboboreira,

a realizar nas estradas de

Amarante, Baião e Marco de

Canaveses, nos dias 6 e 7

de setembro.

Ao volante de um Skoda

Fabia R5, Pedro Almeida

está otimista para este rali,

que antevê muito exigente.

«A lista de pilotos inscritos

faz antever uma luta intensa

ao segundo e este nível

de competitividade é bom

para nós que procuramos

melhorar os registos e somar

pontos que nos permitam

encarar a fase final

do campeonato com a ambição

de melhorar o

resultado do último ano».

A faltar três provas para o

final do campeonato, piloto

e navegador esperam obter

neste rali uma melhor

performance em relação ao

ano passado.

Na preparação realizada,

inclusive no rali de Famalicão,

Pedro Almeida e Nuno

Almeida tiraram novos

conhecimentos do carro,

cujos resultados esperam

ver reproduzidos neste fimde-semana.

«Temos trabalhado

muito e encaramos

esta fase final da temporada

com muito entusiasmo,

porque sentimos estar

melhor preparados e o

Skoda Fabia R5 tem-nos

dado bons indicadores»,

referiu Pedro Almeida.

Este rali é disputado em

piso de asfalto. Começa esta

sexta-feira, com três

especiais de classificação, e

prossegue no sábado, com

10 classificativas e mais de

uma centena de quilómetros

cronometrados.

Recorde-se que a prova é

organizada pelo Clube

Automóvel de Amarante e

apresenta um conjunto de

etapas novas, por comparação

com a última edição.

São 10 as especiais de

classificação, num total de

104 quilómetros cronometrados.

No âmbito do projeto de

responsabilidade social,

Pedro Almeida e toda a

sua equipa visita, na tarde

desta quinta-feira, a ART

– As-sociação de

Respostas Tera-pêuticas,

instituição de in-tervenção

multidisciplinar em jovens

com múltiplos fa-tores de

risco, depen-dências e

inadaptação so-cial, e que

desenvolve tra-balho na

Quinta do Ho-rizonte no

Marco de Ca-naveses.

O piloto vai estar com os

cerca de 30 jovens que

estão na instituição, numa

ação que se insere no projeto

de responsabilidade

social que tem desenvolvido

ao longo da temporada desportiva.

Aproveitando a visibilidade

da passagem do Rali Terras

D’Aboboreira, com o apoio

dos seus patrocinadores e

parceiros, Pedro Almeida

tem desenvolvido um conjunto

de ações de responsabilidade

social junto

de instituições localizadas

na região onde decorre

cada uma das provas do

Campeonato de Portugal de

Ralis ( já realizou idênticas

ações em Fafe na Casa do

Povo de Revelhe, nos Açores

no Lar Mãe de Deus e

na APPACDM de Castelo

Branco).

BASQUETEBOL

DIOGO DIAS FECHA

PLANTEL DO FAC

Diogo Dias vai representar o Famalicense Atlético Clube na nova temporada, integrando

a equipa sénior de basquetebol.

O jovem poste, de 20 anos, representou, em 2018/2019, o GDB Leça, mas iniciou a

sua formação no MaiaBasket, ingressando, posteriormente, no AC Alfenense e FC

Porto, onde se estreou como sénior, representando a equipa “B” na Proliga.

Trata-se de mais um jovem com muito potencial e que vem reforçar as posições interiores

da equipa. Com esta entrada, o plantel liderado por Armando Andrade encontra-se

completo, sendo composto por 13 elementos. A equipa iniciou os trabalhos de préépoca

esta terça-feira, estando prevista a estreia em competições oficiais no início do

próximo mês.

ACADEMIA ATC

PREPARA NOVA ÉPOCA

A Academia de Basquetebol da ATC (Associação Teatro Construção) já trabalha, desde o

início da semana, na preparação da nova época desportiva. A Academia está aberta a

todas as idades e a todos os jovens, quer sejam praticantes ou queiram começar agora

a praticar a modalidade.

Para mais informações sobre o funcionamento e organização da próxima época, a

Academia de Basquetebol promove, este sábado, dia 7 de setembro, às 14h30, na sede

da ATC, uma reunião com todos os pais/encarregados de educação.

Entretanto, pode consultar o calendário de treinos da próxima época em: Basquetebol

2019-2020\Calendário de Treinos 2019-2020.pdf e, se desejar mais informações contacte

o e-mail desporto@atc.pt ou o tlm 91 255 26 90

FESTA DE APRESENTAÇÃO

DAS MODALIDADES DO FAC

Na tarde do próximo sábado, a partir das 15 horas, o pavilhão municipal é palco da festa

de apresentação de todas as modalidades e atletas que fazem parte do Famalicense

Atlético Clube. De entrada livre, a festa espera a participação dos famalicenses que têm

a oportunidade de conhecerem, ao vivo e a cores, os novos rostos da época 2019/2020

do clube mais eclético do concelho.


PAG 14

Guilherme Martins Teixeira,

que nasceu há 60 anos em

Cinfães, é barbeiro em S.

Simão de Novais há quase

quatro décadas. Durante o

tempo livre, escreve todo o

tipo de livros que espera ver

editados. São histórias e

contos infantis; ou sobre a

sexualidade e a autoestima;

livros de quadras e poemas,

sendo que apenas editou

um, na Chiado Editora, em

março de 2016, com 550

quadras, denominado “Poemas

com Luz, de uma Alma

apaixonada”.

Dos romances já escritos,

e com a mesma editora,

lançou um no passado dia

11 de agosto, “Ousada e

sem limites”, uma história

que deixa o leitor preso de

princípio ao fim.

A sessão de lançamento

teve lugar no auditório

municipal de Cinfães (sua

terra natal), que contou

como orador o conhecido

locutor e apresentador Cândido

Mota; com a presença

do presidente e do vereador

da Cultura da Câmara Municipal

de Cinfães e com

dezenas de amigos e clientes

de Novais que se deslocaram

em autocarros.

Guilherme Martins Teixeira,

que tem participado em

muitos concursos de poesia,

já foi premiado por diversas

vezes. «Já participei em

sete antologias da Chiado

Grupo Editorial, como um

dos autores dessas obras

magníficas e que me dá um

CONCELHO

BARBEIRO DE NOVAIS ESCREVE ROMANCE

05 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

prazer enorme». No primeiro

volume da obra “Tributo-Homenagem

a Autores

Marcantes da Literatura

Universal”, da Chiado Books,

o Guilherme participou

com um poema de “Tributo

a Camilo Castelo Branco”,

«será com muito prazer que

serei um dos autores desta

obra, uma vez que o meu

poema já foi selecionado

para inserir na mesma». A

obra será lançada na Feira

do Livro em Lisboa.

No passado mês de junho

fez quadras aos santos populares

que expôs em todos

os estabelecimentos comerciais

da União de Freguesias

de Ruivães e Novais. À

Cidade Hoje, no programa

“As Nossas Raízes”, assumiu

que a escrita é o seu hobby

preferido e promete que irá

continuar a escrever, «uma

vez que é das coisas que

mais adoro fazer e, enquanto

for apoiado pela minha

família, assim farei».

Fica, agora, a sugestão para

as pessoas interessadas na

aquisição deste livro “Ousada

e sem limites”, podendo

fazê-lo junto do seu

autor (na barbearia de

Novais); pelo e-mail: gui

lhermebarbeiro@hotmail.com;

nas livrarias espalhadas por

todo o país e até no Brasil,

sendo que, a partir do dia 2

de outubro, também estará

à venda nas lojas FNAC de

Braga, Coimbra, Algarve e

Santa Catarina – Porto.

ManSanches

REUNIÃO MAGNA

DE PODOLOGIA

REALIZA-SE

EM VILA NOVA

DE FAMALICÃO

A Associação Portuguesa de Podologia (APP) vai realizar,

no dia 28 de setembro, a sétima Reunião Magna de Podologia

no auditório da CESPU – Escola Superior de Saúde

do Vale do Ave, em Vila Nova de Famalicão.

O objetivo é criar melhores condições para o exercício

profissional, «na proteção dos direitos da profissão e na

defesa dos interesses dos utentes da Podologia. Apelamos

à inscrição e à participação massiva dos podologistas, de

forma a contribuirmos para a sustentabilidade da profissão»,

afirma Manuel Portela. O presidente da APP desafia

os colegas a ter uma posição proativa, «no sentido de

colocar questões relacionadas com a Podologia e de promover

a discussão coletiva, tornando a reunião participativa

e produtiva».

Nesta reunião, que decorre durante todo o dia, vão ser

abordados os problemas que preocupam os podologistas

no exercício da sua profissão, assim como os novos desafios

que se perspetivam na melhoria das condições da prática

clínica da Podologia.

A inscrição é exclusiva a podologistas e obrigatória através

do email info@appodologia.com.

JOVENS

DADORES

DE SANGUE

NO

AZERBAIJÃO

João Pedro Junqueira, Marta

Sofia Oliveira e Ana Sofia Silva

são dadores de sangue e

pertencem aos órgãos sociais

da Associação de Dadores de

Sangue de V. N. de Famalicão.

Estes três famalicenses juntaram-se

a mais três da Covilhã,

Santarém e Grândola, a fim de

participarem no 19º Fórum

Internacional da Juventude,

que decorreu na cidade de

Baku – Azerbaijão (foto), entre

os dias 21 e 25 de agosto.

Integrando a delegação do

Comité Jovem que representou

a FAS – Portugal (Federação

das Associações de Sangue),

juntaram-se a mais umas dezenas

de jovens de 11 delegações

de outros tantos países a

participar no evento, que Portugal

acolheu em 2018.

Cada delegação levou artigos

de promoção à dádiva de sangue,

géneros e sabores tradicionais

das suas regiões, sendo

que dos jovens famalicenses,

a Marta Sofia usou um traje à

minhota e o João Pedro foi o

escolhido para discursar como

porta-voz da delegação portuguesa.


CIDADE HOJE 05 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 15

FALECEU O PADRE MANUEL

DE SOUSA E SILVA

Faleceu no passado dia 25 de

agosto, o Pe. Manuel de Sousa e

Silva, pároco de Divino Salvador

de Joane.

Nascido a 3 de setembro de 1929,

em S. Lourenço de Sande, Guimarães,

segundo de três irmãos

sacerdotes, o padre Manuel recebeu

a ordenação presbiteral a

5 de julho de 1953.

Depois, foi nomeado vigário cooperador

da paróquia do Divino

Salvador de Joane, assumindo

este trabalho a 3 de setembro do

mesmo ano. Seis anos depois, a

30 de junho de 1959, por morte

do pároco, foi nomeado para o

substituir, tendo dedicado todo o

seu ministério ao serviço desta

paróquia.

Como refere a Arquidiocese de

Braga, em nota publicada a propósito

do seu falecimento, o Pe.

Manuel de Sousa e Silva demonstrou

sempre grande preocupação

por construir e manter a unidade

da paróquia através das famílias

e diversos grupos pastorais.

Destaca-se, entre outras, a

construção ou recuperação do

Centro Social, Capela Mortuária,

o salão e a residência raroquial.

Ao mesmo tempo, cuidou de

diversos grupos pastorais, nomeadamente:

a catequese, Acção

Católica, Fraternidade Nun’Álvares,

Legião de Maria, Jovens

sem Fronteiras e os dois grupos

corais.

O funeral do Pe. Manuel teve lugar

na tarde do dia 26 de agosto, na

paróquia de Divino Salvador de

Joane, indo depois a sepultar no

cemitério local. Presidiu à celebração

da eucaristia D. Nuno

Almeida, Bispo Auxiliar de Braga,

estando também presentes vários

sacerdotes do Arciprestado de Vila

Nova de Famalicão e não só.

Também toda a comunidade

paroquial se uniu neste momento

para se despedir e homenagear

aquele que tão diligentemente a

serviu ao longo de 66 anos.

De recordar que, de acordo com

as nomeações tornadas públicas

pelo Arcebispo Primaz, D. Jorge

Ortiga, no passado mês de julho,

foi nomeado como novo pároco de

Joane o Pe. Avelino dos Santos

Mendes, cuja tomada de posse

está prevista para o dia 22 de

setembro.

Por fim, «e tratando-se de um

sacerdote que durante todo o seu

ministério esteve ao serviço da

Igreja de Jesus Cristo no Arciprestado

de Vila Nova de Famalicão,

este, na pessoa de cada um

dos seus sacerdotes e de todos

os cristãos, presta aqui uma

singela homenagem ao Pe.

Manuel de Sousa e Silva, reiterando

à sua família, nomeadamente

ao seu irmão, Cónego

Fernando Sousa e Silva, as mais

sentidas condolências».


PAG 16

CONCELHO

05 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

AICCOPN PRETENDE CONHECER POSIÇÃO DE CADA PARTIDO

REIS CAMPOS QUER QUE O DEBATE POLÍTICO

DÊ PRIORIDADE AO INVESTIMENTO PÚBLICO

O presidente da AICCOPN

– Associação dos Industriais

da Construção Civil e Obras

Públicas, o famalicense Reis

Campos, defende que é fundamental

que, no âmbito do

processo eleitoral que se

está a iniciar, «o debate

político dê prioridade ao

investimento público e

permita identificar os compromissos

que cada partido

assume, no sentido de

concretizar os projetos».

Reis Campos assume que

«esta última legislatura demonstrou,

uma vez mais,

que Portugal continua a

apresentar uma crónica incapacidade

para planear o

investimento» e, consequentemente,

«para cumprir

uma calendarização

adequada». Este famalicense

recorda que o Programa

Nacional de Investimentos

(PNI 2030) não foi

aprovado, «uma vez que a

Assembleia da República foi

incapaz de promover os esperados

consensos em torno

de projetos que são estruturantes

para o País».

Muito embora «praticamente

todos os intervenientes

políticos coloquem

o reforço do investimento

público no topo das prioridades

estratégicas, o melhor

que este Parlamento

conseguiu produzir foi uma

recomendação que se limita

a sugerir ao próximo Governo

que tenha em consideração

as propostas de um

relatório que identifica algumas

das obras que são

apontadas como necessárias

para o País», diz o dirigente.

A atualidade mostra que as

empresas enfrentam problemas

como a falta de

mão-de-obra qualificada e

a concorrência desleal e

estão dependentes, «quase

exclusivamente, do investimento

privado, pelo que

esta indefinição não permite

ao tecido empresarial perspetivar

o futuro com confiança»,

avisa. Acresce, diz

Reis Campos, que este estado

«expõe o setor à concorrência

externa, já que

não há possibilidade de

antecipar, com razoabilidade,

quais são as obras

EMPRESA METALOMECÂNICA

DE PRECISÃO

Ribeirão - V. N. Famalicão

PROCURA:

TORNEIRO / FRESADOR

(Convencional / CNC)

APRENDIZES

Contacto: 916411106

andre.pinheiro@metalotrofa.com

que o País irá realizar a curto

e médio prazo e, consequentemente,

de ajustar

convenientemente a capacidade

produtiva das empresas».

A Comissão Europeia sinaliza

Portugal, em conjunto

com Itália e Espanha,

com o nível de investimento

público mais baixo da Europa,

«situação que é intolerável,

porque acarreta

consequências ao nível da

competitividade e do próprio

investimento privado».

Os últimos dados do INE,

relativos ao 2º trimestre do

ano, demonstram que o setor

continua a dar um contributo

decisivo para suportar

o investimento,

«mas também já se verifica

um abrandamento que não

pode ser ignorado».

Perante esta realidade, a

AICCOPN considera que o

debate político deve permitir

identificar «de forma

clara o que cada partido defende

em matéria de investimento

público, bem

como as soluções e as propostas

concretas que pretende

concretizar».

Domínios como a reabilitação

urbana, «que se deve

alargar a todo o território,

a criação de condições para

o aumento da oferta habitacional

em vez do recorrente

erro que é olhar para

o imobiliário apenas como

uma fonte de receitas fiscais

e a identificação e calendarização

dos projetos de

investimento prioritários,

são matérias que têm de

estar em debate permanente

nesta campanha para

as legislativas», pede Reis

Campos.

O dirigente famalicense

considera ser fundamental

que, «à semelhança do que

se passa na generalidade da

Europa, sejam assegurados

níveis de investimento público

compatíveis com as

necessidades há muito

identificadas como essenciais

para o desenvolvimento

coletivo e para a coesão

territorial e social».

CÂMARA APOIA

CENTROS SOCIAIS

DE VALE S. COSME

E REQUIÃO

A Câmara Municipal de Famalicão decidiu atribuir 30 mil

euros ao Centro Social e Paroquial de Vale S. Cosme para

obras de manutenção, conservação e reconversão de um

espaço em quarto para idosos. O Centro Social Paroquial

de Requião conta com um apoio municipal no valor de 50

mil euros para obras de remodelação com o objetivo de

aumentar em 12 camas o espaço do lar. Esta é uma obra

orçamentada em 189.193,80 euros.

A Associação de Pensionistas, Aposentados, Reformados

e Idosos do Vale do Ave recebe

1500 euros para as

suas atividades; a ACI – Ave

Cooperativa de Intervenção

Psico-Social conta com um

apoio de 14.906 euros.

O município ajuda financeiramente

o Núcleo do

Corpo Nacional de Escutas

com uma verba de 15.500

euros; a Associação Guias

de Portugal tem um apoio

de 2.500 euros; a Quebraritmo

– Associação Juvenil

recebe 850 euros.


CIDADE HOJE 05 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 17

PRIMEIRA EDIÇÃO

DA JOVEM ORQUESTRA

Setenta jovens músicos estão

reunidos em Famalicão,

desde o dia 2 de setembro,

no primeiro estágio de uma

Jovem Orquestra Sinfónica

de Famalicão. Está a decorrer

no Centro Cívico de Famalicão.

O resultado deste estágio

poderá ser apreciado pelo público

amanhã, dia 6 de setembro,

pelas 21h30, na

igreja de Delães, e no dia 7

de setembro, pelas 21h30,

na Feira de Artesanato.

A promotora da iniciativa é a

Câmara Municipal de Famalicão

que pretende, com

esta iniciativa, valorizar os

jovens músicos naturais de

Famalicão ou que, sendo de

outras regiões, se inscreveram

nas várias escolas do

ensino artístico famalicense.

A direção do concerto está

entregue ao maestro José

Eduardo Gomes, atualmente

maestro titular da Orquestra

Clássica do Centro, Orquestra

Clássica da FEUP – Faculdade

de Engenharia da Faculdade

do Porto e do Coro do Círculo

Portuense de Ópera. Recentemente

foi laureado com o

2.º Prémio no Concurso

Prémio Jovens Músicos, na

categoria de Direção de Orquestra,

tendo obtido igualmente

o Prémio da Orquestra.

Para além do maestro, a

direção artística deste estágio

é constituída por representantes

das Escolas com ensino

profissional e especializado

da música no concelho.

Esta primeira edição do estágio

da JOF – Jovem Orquestra

de Famalicão registou

119 inscritos para as cerca

de 70 vagas disponíveis

divididas pelos instrumentos

de cordas (violinos, violas,

violoncelos, contrabaixos e

harpa), sopro (flautas, oboés,

clarinetes, fagotes, trompas,

trompetes, trombones tenor,

trombone baixo e tuba) e instrumentos

de percussão.

Muitas das candidaturas chegaram

mesmo de fora de Portugal,

com a presença de artistas

de instituições de renome

do Ensino Superior da

Alemanha, Suíça, Países Baixos

e Reino Unido.

MISHLAWI VEM

AO YOUTH FEST

Droga, sexo, álcool, alimentação

saudável, bullying

são alguns dos temas

do Youth Fest, que ocorre

nos dias 20 e 21 de setembro.

O objetivo da Casa da Juventude

é colocar os jovens

a falar destes temas, sem

tabus.

São convidados Marta

Crawford, as apresentadoras

Isabel Silva e Rita

Carmaneiro, além dos artistas

Mishlawi e Dillaz.

Esta festa da juventude inclui

mais de uma dezena de

atividades de entrada livre,

como palestras, Workshops

e concertos.

Arranca na sexta-feira, dia

20, pelas 10 horas, com

uma palestra de Educação

Sexual a cargo da sexóloga,

terapeuta familiar e psicóloga

clínica Marta Crawford.

À mesma hora, a Casa

da Juventude recebe a

apresentadora da TVI Isabel

Silva. A autora dos livros “A

comida que me faz brilhar”

e “O meu plano do bem”

vem falar sobre emagrecimento

e exercício físico.

Está marcado também um

show cooking “Finger Food”,

a cargo dos alunos do curso

de Restauração da Escola

Secundária D. Sancho I, onde

os participantes terão a

oportunidade de aprender a

preparar entradas saudáveis.

Ainda na sexta-feira à tarde

realizam-se dois workshops:

um dinamizado pelo

Gabinete de Avaliação e Intervenção

de Comportamentos

Aditivos e Dependências

do município

(GAICAD) sobre substâncias

psicoativas e prevenção

das dependências e outro

sobre jogos online, redes

sociais, bullying e cyberbullying,

promovido pelo

Centro Nacional de Cibersegurança.

Para o primeiro dia está,

ainda, agendada uma sessão

sobre as consequências

do consumo precoce e abusivo

de álcool. A dinamização

está a cargo dos alunos

do curso de Restauração

e Bar da Escola Secundária

Camilo Castelo

Branco. Às 21h30, o artista

luso-americano Mishlawi dá

um concerto na Casa da

Juventude.

O segundo dia do festival

arranca com a emissão de

um programa de rádio em

direto a partir da Casa da

Juventude e com uma conversa

com a apresentadora

da SIC Radical Rita Camarneiro.

Para sábado à tarde está

previsto um workshop de

Dança, Hip Hop, Soul, Locking,

Popping e Wacking

com o bailarino Vitor Fontes,

vencedor da primeira

edição de Red Bull Dance

Your Style, a maior batalha

de street dance, que decorreu

em junho, no Porto.

Está marcada também uma

Street Battle, com o grupo

famalicense Groove Spot.

O evento termina às 21h30

com o concerto de um dos

maiores nomes do rap nacional

– o rapper Dillaz.

Mais informações no site da

Casa da Juventude, www.

juventudefamalicao.org/

MÚSICA, TEATRO, DANÇA E CINEMA NO PARQUE DA DEVESA

A segunda edição do Germinal traz a Famalicão música,

teatro, dança, cinema e arte. O Germinal é uma proposta

da Companhia Cão Danado, desenvolvida em articulação

com o Município de Famalicão.

Centrado no Parque da Devesa, o programa apresenta,

durante estes dias, 40 propostas artísticas, com 30 artistas

nacionais e internacionais.

O programa começou no dia 21 de agosto, com uma semana

dedicada à formação. Mas as criações originais arrancaram

no dia 31 de agosto.

Para o dia 5 de setembro, esta quinta-feira, entre as 10 e

as 17 horas, a proposta é “Espaço Natureza – Formas de

Contar”, com Constança Araújo Amador, mestre em ilustração

e animação. Às 19 horas, conversa com Raquel

Guerra e Edgar Massul sobre biodiversidade; 21h30, “It

all comes out at night”, espetáculo com Davis Freeman.

No dia 7, às 18 horas, no Espaco Cao Danado, na Reguladora,

com “Estado Cru”, por Iria Sobrado, que interpreta

um diálogo imaginado com um interlocutor ausente, onde

é tecida a queda de alguém que se recusa a cair. Pelas

21h30, na Devesa, David Freeman traz “It all comes out

at night”. O Germinal termina às 22h30, com karaoke

Art, por Davis Freeman, que endereçou um convite a quinze

artistas internacionais para que integrassem este projeto.

A cada artista foi dada uma lista de canções de karaoke e

foi-lhes pedido que criassem um vídeo totalmente original

para a canção da sua preferência, tendo como única exigência

que o vídeo transmitisse o seu estilo pessoal e a

sua visão do mundo atual, sem retirar preponderância à

música e às letras.


PAG 18

CONCELHO

YMOTIONS PRESTA HOMENAGEM

A BEATRIZ BATARDA

Vila Nova de Famalicão vai

homenagear a atriz Beatriz

Batarda. A cerimónia decorre

no dia 9 de novembro,

às 21h30, no Centro de Estudos

Camilianos, na gala

final do festival de cinema

Ymotion, uma iniciativa do

pelouro da Juventude.

O festival Ymotion vai na

quinta edição e já posicionou

Vila Nova de Famalicão

como a capital do cinema

jovem em Portugal. As

candidaturas estão abertas,

com a submissão de filmes

a decorrer até ao dia 6 de

outubro.

Recorde-se que a melhor

curta-metragem a concurso

recebe 2500 euros; o “Prémio

Escolas Secundárias” e

o “Prémio Melhor Documentário”

um prémio no

valor de 750 euros; o “Prémio

Melhor Curta de Animação”,

no valor de 600 euros,

“Prémio do Público”, no

valor de 350 euros; e prémios

para “Melhor Elenco”,

“Melhor Direção de Fotografia”

e “Melhor Argumento”,

no valor de 250 euros.

Dirigido aos jovens entre os

12 e os 35 anos, o Ymotion,

além da vertente competitiva,

tem ainda associada

uma série de iniciativas, tais

como workshops, palestras

e mostras de cinema. Este

ano, o Festival vai alémfronteiras

e estabelece um

intercâmbio com o Festival

Internacional de Curtas Metragens

de São Paulo, um

dos maiores festivais dedicados

ao formato curtametragem

no mundo. Neste

âmbito, serão exibidos os

filmes que compuseram a

edição deste ano do festival

brasileiro.

A homenagem a artistas

ocorre desde a primeira

edição. Este ano, a escolha

recaiu em Beatriz Batarda,

atriz com 25 anos de carreira

e que já leva no currículo

filmes como “Sangue de

Meu Sangue”, “Alice” ou

“Comboio Noturno para

Lisboa”. A atriz é também a

fundadora do grupo teatral

Arena.

Desde o seu arranque, em

2015, o Ymotion homenageou

já António Pedro

Vasconcelos, Joaquim de

Almeida, Rita Blanco e Lúcia

Moniz.

Mais informações sobre o

Ymotion em www.ymotion.

org.

05 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

CONVÍVIO

INTERPAROQUIAL

EM LEMENHE

No próximo domingo realiza-se no santuário Mariano

de Nossa Senhora do Carmo o convívio das

comunidades de Lemenhe, Nine e Santa Eulália.

A eucaristia será celebrada pela 10h30; no final, as

diversas famílias ficarão no santuário para almoçar e passar

um tarde de convívio e animação.

Este é um evento que já se repete há alguns anos e visa

a união e partilha das comunidades do Padre António

Loureiro Lopes.

Teresa Carvalho

VAMOS AO TEATRO

A VERMOIM

Está a chegar a sexta edição do “Vamos ao Teatro”, Festival

de Teatro Amador, que decorre entre 14 de setembro e 26

de outubro. O festival, é organizado pelo NUTEACV - Núcleo

de Teatro da Associação Cultural de Vermoim e decorre

no salão paroquial da freguesia.

A realização deste certame resulta da parceria com entidades

da comunidade e autarquias locais que cedem

condições logísticas. No entanto, a organização assume

que os apoios continuam a ser muito reduzidos, pelo que

o festival só é possível «graças à vontade e altruísmo de

todos quantos se associam ao evento», ajudando a mostrar

«o que de melhor se faz no teatro amador», promovendo,

ao mesmo tempo, o intercâmbio com grupos que, tal como

o NUTEACV, partilham do sonho e da fantasia desta arte.

Todos os espetáculos, de entada livre, decorrem a partir

das 21h30. E o programa é o seguinte: 14 de setembro,

Teatro Vitrine (Fafe) apresenta “Morrer devagar”; 21 de

setembro, o TAV de Vila do Conde leva à cena “Flagrante

Delitro” e a 28 de setembro pode ver “Do céu o mandaram

embora”, pelo GTAV (Lazarim).

Em outubro, dia 5, a ARC Amigos Vilarenses, de Vila Nova

de Gaia, apresentam “O troca tintas”; 12 de outubro,

ACRVD, do Pinhão, “Falar verdade a mentir”; 19 de outubro,

GPTL, de Leça da Palmeira, “Vai chamar pai a outro”;

26 de outubro, o NUTEACV encerra o festival com a “Sextafeira

13”.

OS FILMES

DO

CINECLUBE

A programação do Cineclube

de Joane para o mês

de setembro apresenta

quatro propostas. Já no dia

5, de Lee Chang-Dong, p-

ode ver “Em Chamas”, e no

dia 12, de Samuel Maoz, é

exibido “Foxtrot”.

“Os olhos de Orson Welles,

de Mark Cousins, aparece

no dia 19, e no dia 26

de setembro, de Harmony

Korine, pode ver “The Beach

Bum: a vida numa boa”.

Os filmes são exibidos, a

partir das 21h45, no pequeno

auditório da Casa das

Artes.


CIDADE HOJE 05 SETEMBRO 2019 CONCELHO PAG 19

BIBLIOTECA MUNICIPAL

NA REDE EUROPEIA

DE BIBLIOTECAS

A Biblioteca Municipal Camilo

Castelo Branco é o

mais recente membro do

programa europeu de bibliotecas

públicas chamado

Naple Sister Libraries. A integração

nesta rede europeia

permite partilhar informações,

exposições, planos

de atividade e metodologias

de trabalho, entre

outras vantagens de uma

colaboração em rede. A

Biblioteca Municipal Camilo

Castelo Branco é a nona biblioteca

portuguesa a integrar

esta rede europeia,

que tem 114 membros, de

vários países. O presidente

da autarquia famalicense

aguarda resultados positivos

da integração neste

programa europeu. Paulo

Cunha acredita que a entrada

no “Naple Sister Libraries”

vai promover «um

contacto e um intercâmbio

profícuos com outras instituições

e com as suas boas

práticas». A coordenação

desta rede é da responsabilidade

da Subdireção Geral

para a Cooperação das Bibliotecas,

do Ministério da

Educação, Cultura e Desporto

de Espanha.

Quinta-feira I 5 Setembro

CAMEIRA, tel. 252323819, Campo Mouzinho, VNF

RIBA DE AVE, tel. 252982124, Avª Narciso Ferreira, Riba de Ave

Sexta-feira I 6 Setembro

CALENDÁRIO, tel. 252378400, Avª de França, 1361, Lj 1, VNF

BAIRRO, tel. 252932678, Avª Silva Pereira, Bairro

Sábado I 7 Setembro

NOGUEIRA, tel. 252310607/08, Avª Mar. Humberto Delgado, VNF

DELÃES, tel. 252931216, R. Henrique Handel de Oliveira - Delães

Domingo I 8 Setembro

VALONGO, tel. 252323294, R. Adriano Pinto Basto, VNF

ALMEIDA E SOUSA, tel.252931365, Av.ª 25 Abril, Oliv. Sta. Maria

Segunda-feira I 9 Setembro

GAVIÃO, tel. 252317301, Av.ª Engº Pinheiro Braga, 72, VNF

RIBEIRÃO, tel.: 252 141 049, Rua Quinta Igreja Nova, Ribeirão

Terça-feira I 10 Setembro

BARBOSA, tel. 252302120, R. Barão da Trovisqueira, n.º71,VNF

RIBA DE AVE, tel. 252982124, Avª Narciso Ferreira, Riba de Ave

Quarta-feira I 11 Setembro

CAMEIRA, tel. 252323819, Campo Mouzinho, VNF

BAIRRO, tel. 252932678, Avª Silva Pereira, Bairro

Quinta-feira I 12 Setembro

CENTRAL, tel. 252323214, Alameda D. Maria II, VNF

DELÃES, tel. 252931216, R. Henrique Handel de Oliveira - Delães

OUTRAS LOCALIDADES - Cavalões: Far. Pratinha, tel: 252

375 423. Calendário: Far. Paula Reis, tel.: 252378057;

Cabeçudos: Far. Oliveira Monteiro, tel: 252331885.;

Fradelos: Far. Marques, Tel. 252 458 440. Joane: Far. Joane,

tel: 252 996 300. Landim: Far. Landim, tel: 252 321 765.

Louro: Far. Maceiras, tel 252 310 425. Lousado: Far. Martins

Ventura, tel 252 493 142. Nine: Farmácia da Estação, tel.

252 961 118; Pedome: Far. Pedome, tel 252 900 930;

Requião: Far. Requião, tel 252 374 010; Far. Nova, tel 252

373 350. Ribeirão: Far. Ribeirão, tel 252 416 482. Ruivães:

Far. Vilaça, tel 252 921 697. S. Cosme: Far. de S. Cosme, tel

252911123 (até às 23h). STª Maria de Oliveira: Far. Stª

Maria de Oliveira, Tel. 252 932 804; Trofa: Far. Trofense, tel

252 412 543. Vermoim: Far. Marinho, tel 252 921 182.

Viatodos: Far. da Isabelinha, tel 252 961 16.

FEIRA GRANDE

TEM PROGRAMA

Na última reunião de Câmara, foi autorizada a despesa até

31.205 euros para a Feira Grande de S. Miguel, que tem

lugar de 27 a 29 de setembro. No primeiro dia, o mercado de

agricultura e artesanato abre às 10 horas; às 15 horas há um

concurso de gado no antigo campo da feira; pelas 16 horas,

workshop bio capital; 17 horas, showcooking na Praça D.

Maria II; 21 horas, concentração de cavalos montados. No

dia 28 de setembro, abertura do mercado às 10 horas; 16

horas, cantares tradicionais; 22h 30, gala equestre. A 29 de

setembro, feira franca com início às 8 horas; 16 horas, desfile

de charretes; 17h30, cantares tradicionais; 19 horas, desfolhada

na Praça D. Maria II.

CANDIDATURAS AO PRÉMIO

DE ARQUITETURA JANUÁRIO GODINHO

Decorre até 20 de setembro, o prazo de candidaturas da segunda edição do Prémio de Arquitetura Januário Godinho.

O prémio, que distingue a melhor reabilitação de edifício no concelho, tem periodicidade bianual e um valor pecuniário

de 7 mil euros - 2 mil euros ao promotor da obra e 5 mil à equipa projetista. Podem apresentar candidatura todas as

entidades privadas que tenham promovido obras de reabilitação em qualquer edifício localizado nas áreas de reabilitação

urbana do concelho ou, no caso das restantes áreas do território famalicense, em edifícios com idade igual ou superior

a 30 anos. Apenas serão admitidas a concurso as obras concluídas entre 2017 e 2018. Promover a salvaguarda e

valorização do património edificado, bem como valorizar e promover a divulgação do trabalho desenvolvido por projetistas

e construtores são os principais objetivos do Prémio de Arquitetura Januário Godinho. Mais informações em

www.vilanovadefamalicao.org/_premio_januario_godinho.

Associação Comercial e Industrial: 252 315 409; ACT Famalicão:

252 322 041; Hospital Distrital de Vila Nova de

Famalicão: Tel. 252 300 800; Hospital Narciso Ferreira (Riba

d‘Ave): Tel 252 900 800; Centro de Saúde de Famalicão I: Tel.

252 330 230; C. Saúde de Famalicão II: Tel. 252 980 270;

Bombeiros Voluntários Famalicenses: Tel. 252 330 200/308

804 440; Bombeiros Voluntários de Famalicão: Tel. 252 301

112/252 301 115; Bombeiros Voluntários de Riba de Ave: Tel.

252 900 200; Bombeiros Voluntários de Viatodos: Tel. 252

960 800/253 952 800; Bombeiros Voluntários da Trofa: Tel.

252 400 700; Bombeiros Voluntários de Vila das Aves: Tel.

252 820 700; Cruz Vermelha de Ribeirão: Tel. 252 428 765;

Central de Camionagem: Tel. 252 373 464; Centro de Emprego

do Baixo Ave: 252 501 100; Tribunal Judicial de Famalicão:

Tel. 252 303 510; Tribunal do Trabalho: 252 303 510; PSP: Tel.

252 373 375; Polícia Municipal: 252 320 100; GNR (Famalicão):

Tel. 252 501 360; GNR (Joane): Tel. 252 920 230; GNR (Riba

d‘Ave): Tel. 252 980 080; Câmara Famalicão: Tel. 252 320 900;

Correios de Famalicão: Tel. 252 309 710/252 308 380; CP: Tel.

707 210 220; 1ª Repartição de Finanças: Tel.252 302 670; 2ª

Repartição de Finanças: Tel. 252 301 390; Universidade

Lusíada: Tel. 252 309200; Rádio CIDADE HOJE: Tel. 252 301

780/252 301 781/252 301 782; Rádio Digital: Tel. 252 308 145;

Jornal CIDADE HOJE: Tel. 252 301 780; Jornal de Famalicão:

Tel. 252 323 330; Jornal Viver a Nossa Terra: Tel. 252 493 015:

Posto de Turismo: Tel. 252 312 564; Conservatória do Registo

Civil: Tel. 252 501 940; Registo Predial/Comercial: Tel. 252

501 730; Táxis: Famalicense: Tel. 252 311 642; Taxitel: Tel.

252 372 724; Segurança Social: Tel. 252 301 230/252 301 233

(Acção Social).


PAG 20

PUBLICIDADE

05 SETEMBRO 2019 CIDADE HOJE

More magazines by this user
Similar magazines