Views
5 years ago

Nosso Tempo Digital

Nosso Tempo Digital

cm COLOMBELLI: o

cm COLOMBELLI: o inUv515M0 FOI SEPULTADO Em 1IGUEMBRO "O jacysismo morreu em Cascavel. Foi sepultado nas últimas eleiçôes,vitimado pelo autoritarismo que caracterizou a gestão do ex-prefeito Jacy Miguel Scanagatta. Ë possível que sua ala sobreviva, mas o grupo jamais se comporá com Jacy. Será impossível para ele reaglutínar os antigos companheiros e, principalmente, obter a adesão da ala dita renovadora do partido". Esta previsão foi feita pelo dirigente partidário Hilton Colombelli (PMDB/Cascavel). Tido como um moderado dentro do partido. Colombelli não é necessariamente uma adversário ferrenho de Scanagatta, com quem mantém relações cordiais. "Estou tentando antever o quadro político alterado profundamente com a vitória de meu partido em 15 de novembro. Jacy não chegou a ser uni administrador incompetente, mas foi nau político. No momento de se lançar em busca da manutenção do poder que enfeixava em suas mãos, ele acabou descobrindo que se cercara de pessoas com as quais se ligara ou porque detinham algum cargo na Prefeitura ou possuiam qualquer vinculo empregaticio. Os candidatos, em virtude disso, não de- MI a 4h,19. A .L oRoL,ERde lb'ENIO IflL_1 tHU j f1 r monstravam a mesma espontaneidade e não suavam a camisa pelo time". Justiça seja feita, Colombeili reconhece na gestão jacysista uma série de méritos. Só que,em seu entendimento "tiveram pouco alcance social as obras faraônicas por ele erigidas. E a população, infelizmente, precisa ser atendida nas suas reivindicações mais elementares". De outro lado, Colombelli admite que, agora no poder, o PMDB vai ter de enfrentar um processo de desgaste que ele entretanto considera natural: "Veja que em Cascavel, por exemplo, Tolentino assumiu num momento grave,com inúmeras dificuldades, principalmente de ordem financeira. Pior que isso: o Município nem mesmo pode se socorrer no Estado, cuja situação é ainda mais dramática. Teremos de desenvolver um grande esforço para conscientizar a população disso. Nesses sessenta dias por exemplo está-se procurando fazer o indispensável. Obras de maior impacto mesmo só quando houver uma disponibilidade maior de recursos;ao contrário todavia de seu antecessor, Tolentino está pretendendo dar to- VILLA ROMANA Vi LI. • SAUNA SECA •SAUNA VAPOR • MASSAGEM •PISCINA Colombelli: Tolentino é um excelente político da ênfase em obras de profundo alcance social. Nada de muito caro, nada de elefantes brancos. Conforme o partido defendeu nos palanques, será dado prioridade a pequenas obras, mas que venham de encontro às aspirações da população, principalmente da periferia". O dirigente peemedebista não esconde sua preocupação com o desemprego em Cascavel. Segundo ela prefeito Tolentino está-se mobilizando. De qualquer forma, Hilton admite que o chefe do Executivo não dispõe de nenhuma fórmula mágica capaz, da noite para o dia, de encontrar • BANHO ROMANO •HIDRO MASSAGEM •EXECUTIVE BAR •SALA DE LEITURA •SALÃO DE REPOUSO •MÜSICA AMBIENTE •ESTACIONAMENTO PRIVADO •SCORT • CHURRASQUEIRA HOFLARIO. 1530 às 24.-00 hs. 1 RESERVAS PELO FONE: (0455) 74 3366 S589O FOZ DOIGUAÇU - PARANÁ ocupação para cerca de 12 mil pessoas no Município: "E preciso atrair indústrias, sejam elas grandes, pequenas, dando-lhes •ncentivos. O prefeito está contatando um grupo de empresários que manifestou interesse em instalar uma pequena indústria de macarrão. Creio que a implantação de pequenas e médias indústrias é viável, mesmo na atual crise que o pais atravessa". Hoje, o relacionamento Tolentino-vereadores melhorou muito, segundo Colombeili. Ele confirma a existência até pouco tempo atrás de algumas divergências fruto "da inexperiência parlamentar de alguns vereadores", mas assegura que "tudo agora está superado". NT quis saber se o vereador peemedebista Aldo Parzianelo estava por detrás dessa crise. Colombelli afirmou positivamente , justificando: "Ora, os jornais sempre atribui'ram a AIdo algumas qualidades, entre elas a de realizar manobras, articulações. Dizem que ele estaria fazendo o jogo do ex-vice-prefeito. Pode ser que ele esteja tentando justificar a fama que ganhou. Mas não creio que seja nada sério. Ele realmente é bastante habilidoso e alguns vereadores se deixaram levar". A escolha dos nomes para cargos estaduais também teria provocado algumas rachaduras no partido, explicadas pelo próprio Colombelli: "A nomeação para cargos no Estado feriu interesses de muitas pessoas, é claro. Isso é natural. O mesmo ocorreu com a Prefeitura, onde não se podia e não se pode, repentinamente,tirar todo mundo substituindo as pessoas que lá estavam por nossos companheiros. Alguns inclusive às vezes nem preparados estão. Na medida do possível foram convocadas as pessoas para os lugares certos", insistiu. Hilton Colombelli não nutre qualquer preocupação com alguns aspectos da administração peemedebista. Sobre a propalada falta de vocação administrativa do prefeito, LAJES Produto de concreto com alta qualidade. 4 tendemos toda a io bem como Para2uaie ?ntiva. Fabricamos lages piso e forros, blocos. rrões palanques. calçg S, 1.1nques, bancos iixas d'ua meio-fio Avenida., etc Brasil 1679 Fones: (0452) 64-1192 e 64-2085 MEDIANEIRA - PR. 'Joàozi nho- Despachante OFICIAL O DETRANI N, M • SEGUROS • EMPLACAMENTOS • FOTOCÓPIAS Av. Iquiiçu, 1197 Fone 651471 Ao Miguel do Iguacu Paraná que alguns pedessistas procuram espalhar para desacreditá-lo, o entrevistado tem seu ponto-devista firmado: "Não se esqueçam esses pedessistas que Tolentino é excelente político; ele possui um grande respaldo da comunidade, dos empresários. De mais a mais, aos poucos se adaptará s suas novas funções. Se o problema for o técnico, o administrador, o tecnocrata, como costumam dizer, temos á frente dos negócios o secretário geral Lauro Venitius Ghiggi, uma pessoa da maior competência". Para ele, o êxito da gestão tolentinista só não será maior por causa da falta de um secretário de Estado: "Devíamos ter alguém nosso no secretariado de José Richa? Indagado por NT se houve talta de expressão do grupo político local, ou descaso do governador que subestimou o peso do colégio eleitoral do Município, Colombelli foi taxativo: "Foram os dois fatores, juntos". Dentro das diretrizes que nortearão o programa administrativo de Tolentino, uma preocupação está aparecendo com nitidez, conforme Hilton: "Cascavel precisa intensificar sua ação no campo educacional. Uma Universidade Federal para Cascavel é dê extrema importância. Aliás, o prefeito esteve na semana passai da em Brasília com o, diretor da Fecivel, professor Cantele". Quanto à Ferrovia da Soja, as chances se tornam a cada dia mais remotas: "O governo federal não disporá de recursos tão cedo, não nos iludamos". Instado a apresentar aquela que poderá ser a primeira obra deporte do prefeito do PMDB, Colombelli mencionou a implantação da rede de esgotos: "Estão sendo feitos contatos quase permanentes com o governador Richa. A obra é vultosa, vai exigir investimentos maciços, mas é muito importante para o Município; tanto em seu alcance quanto na criação de novas oportunidades de alocação de mão-de -obra". 4 r, A CADA KM RODADO A CERTEZA DE QUE TUDO VAI BEM

o J JUVÊNCIO_NÃO PODE MAIS CONTINUAR SUPORTANDO OS HORRORES DO CARCERE ELE FAZ ENORME FALTA AQUI FORA, JUNTO AO POVO POR QUEM SEMPRE LUTOU. SUA PRISA CAUSA INDIGNAÇÃO E NOS ENVERGONHA. ENVERGONHA O DIREITQ, AVILTA A JUSTIÇA, CONSPURCA NOSSA PÃTRIA E PISOTEIA OS DIREITOS HUMANOS. (Deputado Sérgio Spada) TERCIO TRAVESTIDO LIBERTAÇÃO DE JUV NC EM DEMOCRATA 1 1 ITA nF Tnnn n PARAN É deprimente ocupar-se de assuntos menores, mas há momentos em que não ná como escapar, então comete-se a fraquezi de ainda falar de Tércio Albuuerque. Fazendo coro na sórdid.i torpe e vil campanha de desestabilização do governo do PMDB no Paraná, empreendida pelo PDS e o grupo de Paulo Pimentel em conluio com a área federal, o deputado Tércio Albuquerque subiu à tribuna da Assembléia para acusar o governador José Richa de trair promessas eleitorais, entre elas a de promover eleições diretas para diretores das escolas públicas. Cacilda, essa promesa é justamente uma das primeiras que Richa vem cumprindo! A eleição dos diretores já está definida, só faltando uns acertos finais do governo com a classe do magistério. É impossível acreditar que Tércio esteja desinformado sobre a medida, de modo que só resta . atribuir ao deputado má fé. Disse ele que Richa, assim, vem "sepultando as esperanças do magistério numa autêntica democratização do sistema de escolha de seus diretores". Logo quem vem falar em democracia! Logo quem defendeu a ditadura durante 19 anos e se arrebentou para perpetuá-la através da luta eleitoral ensandecida do POS na última eleição. Ouvir Tércio acusar o atual governo de antidemocrata chega a revoltar. Ele que, com o "mando político" nesta região, admi- tia e demitia diretores, delegados, chefes de repartições - sempre ao sabor stalinista de seus interesses pessoais e do seu partido. Por exemplo, o diretor do Colégio Agrícola de Foz foi mantido no cargo por influência direta de Tércio, em que pese mais de uma vez alunos e professores da escola pedirem sua saída. Contra tudo e contra todos, Tércio protegeu o diretor no cargo pelo simples fato de que era um cabo eleitoral seu e do PDS. E esse diretor,Wilson Rios, é o suprassumo do autoritarismo e da pedagogia através do medo. Outro caso: lembram da demissão da diretora da Escola Bartolomeu Mitre, professora Eva Terezinha Vera, a mando de Tércio Albuquerque, em 1.982? A demissão da diretora provocou profunda revolta nos alunos, pais de alunos, professores e em toda a comunidade. Os alur'os chegaram a fazer passeata de protesto pelas ruas da cidade. Mas tudo foi inútil, porque a professora Eva se recusou a fazer o jogo sujo e baixo de servir de instrumento da politicagem do PDS e de Tércio Albuquerque dentro da Escola Barbolomeu Mitre. Para Tércio e gente de sua performance fazerem acusações como as que vêm sendo feitas pelo reacionarismo derrotado nas eleições, e por isso inconformado, precisariam no mínimo, fazer uma confissão pública de suas responsabilidades nestes 19 anos de golpe de estado. "Já fez seis meses que o jornalista Juvéncio Mazzarollo está preso, condenado pela Lei de Segurança Nacional por alegado crime de opinião. Seu encarceramento foi o desfecho trágico de uma feroz perseguição movida pelas forças antidemocráticas contra o jornal 'Nosso Tempo', de Foz do lguaçu. Os responsáveis por essa injustiça representam o poder despótico que, através da violência, da repressão e da censura, causaram a infelicidade da Nação brasileira e levaram o País ao estado de bancarrota geral que agora nos coloca todos diante de uma realidade cruel, nesta crise sem' precedentes na história do Brasil" - estas considerações foram feitas pelo deputado estadual Sérgio Spada, na última terça-feira, ao manifestar da tribuna da Assembléia Legislativa a sua solidariedade para com Juvêncio Mazzarollo. Spada disse que "dentre os males impostos ao País" pelo regime implantado em 64 o pior foi o "amordaçamento da imprensa", responsável pelo desaparecimento de vários jornais inclusive no Paraná, vitimados pelo "terrorismo cultural" desses "tempos negros de obscurantismo repressão". Depois de assinalar que este semanário só conseguiu sobreviver "graças à bravura de sua equipe e ao apoio da comunidade", Spada debitou parte da ampla vitória da oposição no Oeste nas eleições do ano passado "ao trabalho desenvolvido Carros revisados & aprovados. O Usado Olsen tem todas as vantagens que wcê pode esjx'rar: revisão completa, detalhada. E depois de testado e aproí rido; tem ainda entrada J)arcekzda e financianzento até 24 nwses. Usados Olsen. O melhor negócio. Distribuidor Autorizado Padrão 00se/IM íah72.' C'uc'tila Filial: .!iliin ei Foz do lguau: .-li: Juaïlzn A,djtaluk. 19.1-1 . F 'i:' : ( l55, T1- T122 por 'Nosso Tempo' desde sua fundação em dezembro de L980". E justamente por esse trabalho - de consolidação da democracia, pelo fim do arbítrio, da prepoténcia e da corrupção - "o jornalista Juvêncio Mazzarollo está preso há seis meses", disse. "Ele é inocente", sentenciou o parlamentar, e cumpre não uma pena de justiça, "mas sim é vítima de vingança" tendo-se usado como instrumento jurídico para condená-lo a Lei de Segurança Nacional. "O mecanismo processual que levou Juvêncio ao cárcere apresentou trâmites e argumentos que ofendem qualquer sociedade civilizada, afrontam o Direito e zombam da Justiça", resumiu o deputado, apontando para o fato de Juvêncio ter sido acusado de infringir o artigo 14 da LSN, mas acabou sendo condenado com base no artigo 42. Juvéncio, acrescentou Sérgio Spada, "não pode mais continuar suportando os horrores do cárcere. Ele faz enorme falta na sua missão aqui fora, junto ao povo por quem sempre lutou. Sua prisão causa indignação e nos envergonha; envergonha o Direito, avilta a Justiça, conspurca nossa Pátria e pisoteia os direitos humanos. Sua libertação é um desafio imediato e forte que se oferece à nós, parlamentares e governo do Paraná como um todo - a nível de Executivo, Legislativo e Judiciário. Se não loso Á agirmos com presteza e energia, podemos estar incorrendo no imperdoável erro da omissão, tornando-nos cúmplices da indignidade. E não será em nome de um acovardamento pacifista que ficaremos tratando a questão com amenidades. Estão para serem apreciados, a qualquer momento, iecursos junto ao Superior Tribunal Militar e ao Supremo Tribunal Federal, impetrados em favor do jornalista por seus advogados. Por isso, nossa posição oficial deve se fazer sentir urqentemente em Brasília." Na conclusão do seu pronunciamento. Spada denunciou que o procurador Péricles Araújo Lima de Queiroz, da Auditoria da 5a, Circunscrição Juiciária Militar do Paraná, encaminhou ao STM "um terrível dossiê contra Juvêncio, valendo-se de um caudal de mesquinharias e calúnias contra o preso,no afã de vê-lo condenado a penas ainda mais severas". "Pergunto então - disse o deputado - se podemos ficar inertes diante de tamanha arrogância, arbitrariedade e injustiça". "Se faço este apelo veemente é porque sinto profundamente a angústia dos dias de nosso companheiro no cárcere. Faço-o, igualmente, porque confio nas convicções democráticas e humanísticas de todos os integrantes desta Casa, independentemente de facção partidária." OFERTA: Chevette 78 metálico - Cr$ 800.000,00 Monza SLE azul metálico ...... . ano 82 Opala Comodoro marrom ...... . ano 81 Dei Rey marrom .............. ano 82 Passat TS bege ................ ano 80 Kombi diesel branca ........... ano 82 Caravan verde ................ ano 82 Belina álcool vermelha......... . ano 81 Voyage LSverde .............. ano 82 Voiks 1.300 L bege ............ ano 80 V)

POLICIA LIQUIDA JOÃO « PARAGUAIO »1O - Nosso Tempo Digital
P0C CONDENA ATITUDE DE ALVARO DIAS - Nosso Tempo Digital
CÂMARA DE TORTURA NO QUARTEL DA PM - Nosso Tempo Digital