Views
5 years ago

Cícero Dantas Martins – De Barão a Coronel - Programa de Pós ...

Cícero Dantas Martins – De Barão a Coronel - Programa de Pós ...

Cícero Dantas Martins – De Barão a Coronel - Programa de Pós

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS MESTRADO EM HISTÓRIA CÍCERO DANTAS MARTINS - DE BARÃO A CORONEL: TRAJETÓRIA POLÍTICA DE UM LÍDER CONSERVADOR NA BAHIA. 1838-1903. Dissertação apresentada ao curso de Mestrado em História da Universidade Federal da Bahia como requisito parcial à obtenção do grau de Mestre em História. ÁLVARO PINTO DANTAS DE CARVALHO JÚNIOR ORIENTADOR: PRF°UBIRATAN CASTRO DE ARAÚJO SALVADOR 2000 i

  • Page 2 and 3: UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACUL
  • Page 4 and 5: A Deus, o maior dos mestres e fonte
  • Page 6 and 7: Ferro, onde as horas agradáveis n
  • Page 8 and 9: SUMÁRIO Introdução 13 Parte I -
  • Page 10 and 11: Notas referentes a moagem do engenh
  • Page 12 and 13: RESUMO Este é um estudo sobre Cíc
  • Page 14 and 15: INTRODUÇÃO No presente trabalho
  • Page 16 and 17: textualizar nosso personagem, que f
  • Page 18 and 19: pleto, de seu comportamento e objet
  • Page 20 and 21: que estão na moda, já comprei 2 c
  • Page 22 and 23: soas de suas relações, além, tam
  • Page 24 and 25: valor pode ser dada pelas suas atit
  • Page 26 and 27: PARTE I - UM BARÃO NO IMPÉRIO CAP
  • Page 28 and 29: Baltazar dos Reis Porto esteve liga
  • Page 30 and 31: Dependências internas e senzalas d
  • Page 32 and 33: Capela interna do engenho Camuciat
  • Page 34 and 35: Os três vereadores eram escolhidos
  • Page 36 and 37: lhimento, vez que podiam, sendo pro
  • Page 38 and 39: de 16 e maiores de 55 anos. Além d
  • Page 40 and 41: dãos aptos a serem recrutados para
  • Page 42 and 43: foi aquartelar-se nas Brotas à vis
  • Page 44 and 45: nio da Missão - 20$000 que se dar
  • Page 46 and 47: ...e não havendo neste distrito tr
  • Page 48 and 49: Cel. José Danta8 Itapicurú 1.0 Ba
  • Page 50 and 51: comandante do Terço de Jeremoabo e
  • Page 52 and 53:

    Anos mais tarde, a Casa da Torre de

  • Page 54 and 55:

    Dr. Benicio Dantas Martins Cícero

  • Page 56 and 57:

    A viagem era cansativa e se tornava

  • Page 58 and 59:

    Diversos ângulos do escritório do

  • Page 60 and 61:

    criação de uma universidade. Cinc

  • Page 62 and 63:

    grande parte das forças políticas

  • Page 64 and 65:

    O sertão estava em festa, afinal u

  • Page 66 and 67:

    guas, e pequenos riachos que são p

  • Page 68 and 69:

    coronel José Dantas, seu tio, diri

  • Page 70 and 71:

    candidatos . Parece que nesse pleit

  • Page 72 and 73:

    João Dantas, seus filhos João, C

  • Page 74 and 75:

    Engenho Regalo . Vendo-se ao fundo,

  • Page 76 and 77:

    4. CALMON, Pedro. História da Casa

  • Page 78 and 79:

    43. QUERINO, Manuel. A Bahia de Out

  • Page 80 and 81:

    CAPÍTULO - 2 EM SINTONIA COM O POD

  • Page 82 and 83:

    praieiro em 1848 . Suas primeiras d

  • Page 84 and 85:

    les que procuravam manter o status,

  • Page 86 and 87:

    2.2. AÇÃO, REAÇÃO E TRANSAÇÃO

  • Page 88 and 89:

    Porém a entrada do barão de Jerem

  • Page 90 and 91:

    Diante dessa reestruturação polí

  • Page 92 and 93:

    o número de votos que Cícero foi

  • Page 94 and 95:

    a 7 de agosto , no Camuciatá, às

  • Page 96 and 97:

    Cícero em seus apartes defendeu G

  • Page 98 and 99:

    agosto de 1874. Nasceu no engenho d

  • Page 100 and 101:

    família local no rapto que este fi

  • Page 102 and 103:

    Havia em Santana do Catu um portugu

  • Page 104 and 105:

    2° escrutínio, sendo inferior a v

  • Page 106 and 107:

    n O-O rD n o r• m ►s Cn O rT w

  • Page 108 and 109:

    de diversificação social se carac

  • Page 110 and 111:

    tocrático que manteve, por toda a

  • Page 112 and 113:

    O CONSERVADORISMO ATRAVÉS DA VOZ D

  • Page 114 and 115:

    Ao poder moderador cabia aprovar ou

  • Page 116 and 117:

    caminho que muitos percorreram para

  • Page 118 and 119:

    O fato é que Jeremoabo não conseg

  • Page 120 and 121:

    quantitativos no número de anos em

  • Page 122 and 123:

    Depois de 1841, com a reorganizaç

  • Page 124 and 125:

    "...0 governo trazia para a esfera

  • Page 126 and 127:

    Foi nesse ínterim (1878-1885) que

  • Page 128 and 129:

    O nosso informante, o próprio bar

  • Page 130 and 131:

    Só a noite e com dificuldade foi e

  • Page 132 and 133:

    destituindo o gabinete conservador,

  • Page 134 and 135:

    A família Costa Pinto e o barão d

  • Page 136 and 137:

    O "negócio no banco" a que se refe

  • Page 138 and 139:

    tante de uma classe aristocrática

  • Page 140 and 141:

    Maria Felismina Borges (Bia). Filha

  • Page 142 and 143:

    3. Ibid. pp. 98-99. 4. PRADO JR, Ca

  • Page 144 and 145:

    43. Carta do barão de Jeremoabo a

  • Page 146 and 147:

    PARTE II - DE BARÃO A CORONEL CAP

  • Page 148 and 149:

    Com o advento do novo regime o part

  • Page 150 and 151:

    toda voltada para o mercado externo

  • Page 152 and 153:

    va num status social e econômico p

  • Page 154 and 155:

    Como nosso objetivo não é aprofun

  • Page 156 and 157:

    No centro, João da Costa Pinto Dan

  • Page 158 and 159:

    entes zonas geográficas - o açúc

  • Page 160 and 161:

    exercer. No primeiro caso entrariam

  • Page 162 and 163:

    Para entrarmos mais detalhadamente

  • Page 164 and 165:

    O barão de Jeremoabo querendo dar

  • Page 166 and 167:

    que passou em julgado a separação

  • Page 168 and 169:

    Com o acúmulo gradativo dos desgas

  • Page 170 and 171:

    eunião do grupo, que contou com a

  • Page 172 and 173:

    ado por Luís Viana reconhece e dá

  • Page 174:

    ciais); Raimundo Faoro, Os Donos do

ANTONIO DIAS NASCIMENTO - Programa de Pós-Graduação em ...
Biografia Cícero Dantas Martins - Casapia.org.br
Taiane Dantas Martins - Programa de Pós-Graduação em História ...
A Raposa e a Águia - Programa de Pós-Graduação em História ...
Cícero César Sotero Batista - Programa de Pós-Graduação em ...
Daniela Martins Cunha - Programa de Pós-Graduação em Extensão ...
Réus, Analfabetos, Trabalhadores e um Major – - Programa de Pós ...
SABINOS E DIVERSOS: - Programa de Pós-Graduação em História ...
Mauro César Martins - Programa de Pós-Graduação em Extensão ...
Anne Bastos Martins - Programa de Pós-Graduação em Extensão ...
epidemia do cólera na Bahia em 1855-56. - Programa de Pós ...
Documento - Programa de Pós-Graduação em História - UFBA ...
Alisson Antônio Martins - Programa de Pós-Graduação em ...
adelson martins figueiredo - Programa de Pós-Graduação em ...
Documento - Programa de Pós-Graduação em História - UFBA ...
trabalho completo - PPH - Programa de Pós-Graduação em História.
MeronLB - Programa de Pós-Graduação em História - UFBA ...
O CIVISMO FESTIVO NA BAHIA - Programa de Pós-Graduação em ...
A arte de ter um ofício - Programa de Pós-Graduação em História ...
VIAGEM AO SÃO FRANCISCO - Programa de Pós Graduação em ...
CunhaCS - Programa de Pós-Graduação em História - UFBA ...
Do Sete a São Joaquim - Programa de Pós-Graduação em História ...
SantosAM - Programa de Pós-Graduação em História - UFBA ...
Documento - Programa de Pós-Graduação em História - UFBA ...
Documento - Programa de Pós-Graduação em História - UFBA ...
deSouzaDS - Programa de Pós-Graduação em História - UFBA ...
Da rua ao cárcere. Do cárcere à rua - Programa de Pós-Graduação ...
Documento - Programa de Pós-Graduação em História - UFBA ...
o altar e o front - Programa de Pós-Graduação em História - UFBA ...
DissertaçãoMS 2007 - Programa de Pós-Graduação em História ...