Views
4 years ago

Um estudo sobre as relações de gênero Arlete de - Fazendo ...

Um estudo sobre as relações de gênero Arlete de - Fazendo ...

Um estudo sobre as relações de gênero Arlete de - Fazendo

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a 28 de agosto de 2008 Cenas de meninas e meninos no cotidiano institucional da educação infantil: Um estudo sobre as relações de gênero Arlete de Costa Pereira (UDESC) Educação Infantil; Gênero; Sexualidade 73 - Fórum especial: sociabilidades, representações e gênero No refeitório, durante o lanche, o Tedy me chamou e falou: - O tia 1 , o Roberto tem relógio de menina! Perguntei-lhe porque ele dizia que o relógio do amigo era de menina e ele respondeu: - Porque é rosa! E acrescentou: - O meu é de homem! Perguntei-lhe por que seu relógio era de homem. - Porque eu vi, a cor é de homem, ó! Olhei seu relógio “de homem” e vi que era nas cores preta com detalhes em prata. E Tedyy falou mais: - O Roberto é menina! (Jardim II, 4 anos) Recentemente, temos falado muito da necessidade de conhecer melhor as crianças a partir delas mesmas, do que gostam, do que fazem, do que dizem, do que pensam em todos os espaços 2 . As crianças são ainda pouco conhecidas, uma vez que historicamente se pesquisou mais sobre elas a partir do ponto de vista dos adultos. Por entender que já não bastam os conhecimentos que produzimos sobre as crianças a partir de uma visão adultocêntrica 3 , mas que é preciso um movimento no sentido de ampliar e produzir novos conhecimentos com elas, a partir delas, aprendendo com elas, é que a proposta deste trabalho está centrada na perspectiva das crianças, mesmo correndo riscos de muitas vezes não conseguir despir-me das concepções adultas. Entender a criança enquanto sujeito social de direitos implica compreender que elas produzem e reproduzem culturas, ressignificam e reinterpretam o mundo dos adultos ao seu modo. E é por isso que temos a necessidade de conhecê-las melhor, compreeder seus mundos sociais, para então podermos “assumir como válido, sério e legítimo”(FERREIRA, 2002) o que as crianças têm a nos ensinar. Assumindo essa postura pretendemos então contribuir com a construção de uma ciência da educação voltada para as infâncias. Por isso, é importante conhecê-las em todos os espaços de convívio atuais, nos seus contextos culturais. Dentre os espaços sociais ocupados pelas crianças na contemporaneidade, destacam-se as instituições coletivas de educação e cuidado 4 . Manuel Sarmento

+ PDF - Instituto de Estudos de Gênero
Anais do III Encontro Nacional de Estudos sobre o Mediterrâneo ...
Jovens Feministas: um estudo sobre a ... - Fazendo Gênero
1 Articulando Gênero e Geração aos Estudos de ... - Fazendo Gênero
Relações de gênero e suas representações na ... - Fazendo Gênero
a educação das relações violentas e sua ... - Fazendo Gênero
O que os alunos pensam sobre questões de ... - Fazendo Gênero
Relações de gênero, feminismo e subjetividades ... - Fazendo Gênero
RESUMO PARA FAZENDO GÊNERO - Grupo de Estudos em ...
Gênero e sexualidade nas práticas escolares ... - Fazendo Gênero
Relações de gênero, feminismo e subjetividades ... - Fazendo Gênero
Relações de Poder na Agricultura Familiar Dayse ... - Fazendo Gênero
Bem do seu tamanho: uma análise de ... - Fazendo Gênero
Desmistificando medéias - Fazendo Gênero 10
Gênero e sexualidade nas práticas escolares ST ... - Fazendo Gênero
1 Em virtude do grande número de pôsteres ... - Fazendo Gênero
Gênero: multiplicidade de representações e ... - Fazendo Gênero
Gênero e Sexualidade nas Práticas Escolares ... - Fazendo Gênero
De ribeirinhas sobre a saúde - Fazendo Gênero 10