Views
6 months ago

fi163[online]

8.º Festival Literário

8.º Festival Literário da Madeira co, de uma narrativa sensacional escrita debaixo de uma chuva de balas”, uma frase do jornalista polaco Ryszard Kapuściński. A música fez-se ouvir por Aldina Duarte, que no palco do Teatro Baltazar Dias apresentou o seu novo álbum, Quando se ama loucamente, um tributo à escritora portuguesa Maria Gabriela Llansol. No último dia do FLM, destaque para as conversas com Frei Bento Domingues, David Munir e Esther Mucznik, moderados pelo jornalista João Céu e Silva, sobre “A vista de Jerusalém é a história do mundo; é mais do que isso; é história do ceú e da terra”, uma frase do político inglês Benjamin Disraeli. Depois desta sessão, será a vez de Ottessa Moshfegh, José Gardeazabal e Clara Ferreira Alves subirem ainda ao palco do teatro municipal. •• 10

11

para online
QUADRANTE ONLINE