FHOX 203 - Jan/Fev/Mar 2020

fhoxonline



203

JAN/FEV/MAR

ANO XXX

EXEMPLAR

DE ASSINANTE

WWW.FHOX.COM.BR

O FABULOSO

MERCADO DE

FOTO ESCOLAR

E FORMATURA

NO BRASIL

UM MERCADO COM 50 MILHÕES

DE POSSIBILIDADES

NEGÓCIOS

Números do mercado

de formatura e

foto escolar

EAD

O futuro do ensino

é a distância

PERFIL

Pixel House e as

oportunidades

para formaturas


Estamos prontos para

OFERECER

SOLUÇÕES

ainda mais completas

imagePRESS C710

imagePRESS C910

com acessório opcional

canonbr

@canonbr

canon-brazil

WWW.CANON.COM.BR


As impressoras imagePRESS C910 e C710 possuem uma

tecnologia implementada que permite impressões em

diferentes mídias como superfícies brilhantes,

foscas, texturizadas ou de alta gramatura.

As iPR C910/C710 são capazes de entregar uma qualidade

superior de imagem com alta durabilidade e contam com

uma velocidade de impressão de até 90ppm.

A imagePRESS C10000VP é a melhor escolha para ambientes de alta produção

que necessitam ter imagens com cores vibrantes e nítidas em diversas mídias.

A estabilidade da primeira à última página é um dos destaques, mesmo

durante trabalhos que demandam longos períodos de tempo.

Com acessórios opcionais é possível criar revistas fotográficas

grampeadas e refiladas para um visual profissional e compatível

com laminação, garantindo uma maior durabilidade do produto final.

podemos

Como

te ajudar?

imagePRESS C10000VP

Conheça a linha completa

Linha DreamLABO

Linha ImagePROGRAF


NESTA EDIÇÃO

EDITORIAL

PERFIL

FOTOGRAFIA ESCOLAR

NÚMEROS DO MERCADO

COLUNA MICHEL BRUCCE

EAD: O FUTURO DO ENSINO

COLUNA CLÁUDIO CRUZ

VENDAS DE ÁLBUNS DE FORMATURA

COLUNA DR. PAULO GOMES

O VÍDEO NA FORMATURA

PRÊMIO WEDDING BEST

COLUNA HÉLIO GALVÃO

SEGURO GRÁTIS PARA LINHA ALPHA DA SONY

COLUNA NICOLAU PIRATININGA

GUIA DO SETOR

COLUNA FERNANDO SALDANHA

6

8

18

28

32

36

40

44

50

52

56

58

60

62

64

72

QUEM FAZ A

LEO SALDANHA Líder | MOZART MESQUITA Líder | POLIANE SILVEIRA Comercial | ANDREIA CACIJI Administrativo

DIOGO AMORIM Coordenador Geral | THALITA MONTE SANTO Redação | JUCELENE OLIVEIRA Redação

GABRIELLE CESARETTI Mídias Sociais | WICTOR DUARTE Assinaturas

Membro

FUNDADOR: CARLOS DREHER MESQUITA (1953 - 2012). Uma publicação da Editora FHOX dirigida às atividades técnicas

e comerciais da fotografia brasileira. Circulação apenas por assinatura. Os artigos assinados não representam necessiariamente

a opinião da revista. Atenção! A venda de assinaturas é feita somente pela editora FHOX. Não temos representantes.

Na eventual não ocorrência da indicação de autoria da foto, entrar em contato com a Redação para a devida correção.

Assinaturas e números atrasados: (11) 98245-0709 • redacao@fhox.com.br | assina@fhox.com.br | FHOX.com.br

Rua Clodomiro Amazonas, 1.099 · cj. 121 · CEP 04537-012

Foto de Capa: Inara Prusakova (Shutterstock) • Impressão: Revista impressa em equipamento Canon imagePRESS C10000VP


QUANDO O QUE MAIS

IMPORTA SÃO OS

MOMENTOS

© Marcello Barbusci

Sensor retroiluminado

X-TransTM CMOS 4 e

processador da 4ª geração

→ Nova lente 23mmF2 com

dois elementos asféricos

→ Grava vídeo em

4k (30fps) / 1080p (120pfs)

→ Viewfinder híbrido OFV/EFV

→ Novo monitor LCD com

dupla inclinação

Saiba mais em:

ONDE COMPRAR:

www.worldview.com.br

loja.fujifilm.com.br (11) 3257-3498 (11) 2345-6737 (11) 3257-1632 (11) 3227-2611 (61) 3877-1692 (48) 3247-3027


6 | · JAN/FEV/MAR 2020

O MAIOR MERCADO

DA FOTOGRAFIA

BRASILEIRA

Por Leo Saldanha

Mais do que a formatura, a oportunidade da fotografia

no ensino parece subaproveitada considerando

a quantidade de empresas que atendem

esse ramo. Os números são impressionantes com

60 milhões de clientes somando aí ensino fundamental,

médio e superior.

Estamos atendendo esse setor da forma correta?

Temos todos os produtos que eles querem

receber? Nos últimos

anos esse mercado se

transformou em estilo

e na tecnologia de impressão.

Curioso é notar

que os empresários

de formatura parecem

olhar para os concluintes

como um consumo

único. Compram o álbum

e acabou. Será que

está correto? Será que

não podemos criar mais

durante a jornada da

graduação?

Nesse ponto a foto escolar parece mais madura.

Criando álbuns e produtos exclusivos por vários

anos na evolução escolar das crianças. Essa primeira

edição da Fhox em 2020 abre um novo

ciclo com os temas mais preciosos para o ramo

fotográfico brasileiro. Começando por formatura

e foto escolar e nas próximas FHOX abordando

casamento, família, newborn e negócios.

Nesse número temos a entrevista com um dos

maiores empresários de impressão de fotos do país,

Rodrigo Kfouri da Pixel House que não para de investir

na área. E muitos outros conteúdos úteis para

seu negócio de foto. Aliás, muitos fotógrafos de casamento

e de outros nichos

estão apostando em formaturas

e foto escolar. Sinal de

que o segmento é atrativo

e vai seguir evoluindo. Bom

para a fotografia.

Shutterstock.com

Talvez só falte uma nova

postura para esse setor. De

se entender o formando e

os estudantes em geral

como um membro importante

de uma família. Criar

assim uma mentalidade de

que a foto de formatura e

escolar tem tudo para se

expandir atendendo famílias. Até porque a educação

é uma grande conquista familiar. Mostrar

essas memórias de uma forma única e durante

muitos anos fica como nosso próximo grande

desafio. Boa leitura.


O MELHOR DO VÍDEO!

Além de sua excelência para fotografia, a linha Alpha oferece alta performance em vídeo,

com gravação em 4K, slow motion em 1080/120fps e alto desempenho de AF contínuo de

até 693 pontos. Qualidades que todo profissional precisa.

Modelo full frame com 24MP e 693 pontos de AF, qualidade e nitidez para

atender os clientes mais exigentes. Câmera ideal para grandes fluxos de trabalho.

DESTAQUE

LANÇAMENTO

Modelo com sensor APSC de estabilização de 5 eixos com 24MP e

425 pontos de AF em tempo real com ativação pelo olhar para foto e

vídeo. Gravação de vídeos em 4K HDR 24/30p sem limite de tempo.

Acesse Alpha Universe Brasil: alphauniverse-latin.com/pt/

Onde comprar:

www.store.sony.com.br

0800 601 1188

Os logos Sony e

são marcas comerciais registradas pela Sony Corporation. Imagens meramente ilustrativas.



JAN/FEV/MAR 2020 · | 9

A REINVENÇÃO

DO MERCADO

DE FORMATURAS

NO BRASIL

RODRIGO KFURI, FUNDADOR DA PIXEL HOUSE, CONVERSOU COM

FHOX SOBRE AS OPORTUNIDADES (E TECNOLOGIAS DISPONÍVEIS)

PARA A ASCENSÃO DO MERCADO DE FORMATURAS

Texto por Jucelene Oliveira e Leo Saldanha | Fotos: Arquivo Pixel House

A impressão fotográfica está no DNA da Pixel

House desde sua fundação em 2004. Com 15

anos de sólida caminhada e tendo passado por

diversas fases e períodos, Rodrigo Kfuri, 47, fundador

da empresa, acredita que o mercado em

transformação é sempre uma oportunidade de

crescimento e inovação.

Formado em administração de empresas pela

PUC-RJ e pós-graduado pela IBMEC, Kfuri traz

vasta experiência em publicidade e vendas. “Lá

em 2004 nós tínhamos um mercado em transformação.

As câmeras de filmes estavam sendo

substituídas pelas digitais e todos diziam ‘o que

vai acontecer com esse mercado de fotografia?

Para onde vai esse mercado?’. Olhei para isso

e comecei a me interessar cada vez mais pelo

mercado de fotografia. Foi assim que começou a

história da Pixel House”, relembra.

Hoje, a empresa dispõe de uma plataforma moderna

e tecnológica oferecida às empresas de

formatura e até mesmo ao próprio formando,

na qual é possível minimizar processos, controlar

e maximizar resultados, escolher modelos de

álbuns, forma de pagamento seguro, promover

integração e interatividade do usuário através do

celular. Uma verdadeira (e inédita) experiência

de vanguarda para o mercado de formaturas no

Brasil, com o que há de mais tecnológico.

O empresário conversou com FHOX sobre os desafios

do mercado e iniciativas e oportunidades

que estão surgindo. Confira:


10 | · JAN/FEV/MAR 2020

FHOX - Embora a marca Pixel House seja reconhecida

no mercado, nem todos sabem sua

história. Como surgiu e como chegou a tantas

frentes de negócio?

Rodrigo Kfuri - A empresa tem 15 anos, começamos

lá em 2004. Havia um mercado em transformação

e nós acreditamos que todo mercado

em transformação é uma oportunidade. Isso

acontece com vários segmentos e muita gente

desanima. Nós acreditamos que é aí que está a

oportunidade, dependendo do mindset de cada

um. Em 2004 havia um mercado em transformação.

As câmeras de filmes estavam sendo

substituídas pelas digitais e todos diziam ‘o que

vai acontecer com esse mercado de fotografia?

Para onde vai esse mercado?’. Nós vimos algumas

iniciativas, alguns

benchmarking lá fora já

fazendo essa transição

do convencional para o

digital. Na época você

investia 300 mil dólares

e pensava ‘como é que

esse investimento vai retornar

só com um ponto

de venda? Será que é legal

esse conceito de coleta?’.

Olhei para isso e

comecei a me interessar

cada vez mais pelo mercado

de fotografia. Devo

ressaltar que nós tínhamos

zero de investimento

e recursos. Fizemos um investimento inicial do

que seria o boneco, o site, coleta de quiosque, de

rolos de filmes. A ideia do nosso projeto se chamava

minhahistória.com, que seria para ir armazenando

toda a vida das pessoas. Eles coletariam

os rolos de filmes convencionais, digitalizariam e

armazenariam. E depois nós entregaríamos na

casa do cliente. Na época a banda larga ainda

não estava tão difundida. Usávamos a Internet

discada, de provedores; já existia o modelo de

e-commerce, mas tudo era muito difícil ainda.

FHOX - Houve resultado desse trabalho?

Rodrigo Kfuri - Investimos nisso durante três

anos; fizemos pesquisa qualitativa e constatamos

que nada andou. Até que um dia, com a

vinda das Telecoms, estavam investindo muito

em marketing e a gente teve uma sinergia muito

grande com os câmeras phone; não existiam

câmeras phone na época nem de 1 mega; o que

existia era uma fortuna; e para ter uma câmera

cyber shot de 1 mega era caríssimo. Mas a gente

conseguiu apresentar o projeto para a Oi; ficamos

praticamente um ano negociando com eles,

até que finalmente resolveram investir nesse

nosso projeto. Porém antes de assinar o contrato,

em uma das reuniões, eles disseram que não

conseguiriam manter o nossahistória.com, que

seria comunicado de outra forma. Foi então que

percebemos que queriam comunicar a marca Oi.

Daí nasceu o Oifotos, com investimento inicial da

operadora Oi de telefonia celular.

Começamos com uma

loja no centro, com alguns

pontos e parceria

com alguns postos de

conveniência da Esso, da

Shell, com alguns jornaleiros,

na entrada de algumas

empresas e uma

equipe própria de motoboys

coletando e entregando

a revelação em

até 24 horas no Rio de

Janeiro. Foi muito legal,

trouxe uma visibilidade

grande para o projeto. A

Oi começou a comunicar

em vários meios, a fazer propaganda na Veja, no

Luciano Huck. A gente bolou na época a ideia

dos cartões de revelação de fotos pré-pagos, pegando

carona nos distribuidores de cartões pré-

-pagos de celular. E a gente veio nessa parceria

até o ano de 2010, quando mudaram as prioridades

da Oi, e nós sentimos que já tínhamos um

tamanho considerável e brilhava os nossos olhos

a ideia de investir numa marca própria. Foi nesse

momento que mudamos. Nasceu o Nicephotos

que logo começou a ganhar fôlego e hoje acredito

que seja o maior site de varejo do Brasil.

FHOX - O seu negócio veio antes da existência

do smartphone. Pode-se dizer que você foi um

grande pioneiro deste mercado. Você acha que


BRILHO

INOVADOR.

Conheça a primeira

impressora xerográfica do

mundo capaz de imprimir

metálicos mistos com 6 cores

em uma única passagem – a

Xerox ® Iridesse Production

Press. Chame a atenção com

tons metálicos iridescentes

fascinantes, embelezamentos

precisos, resolução Ultra

HD e um conjunto robusto

de opções de acabamento.

Automatizada para fornecer

resultados surpreendentes e

possibilitar oportunidades de

receitas inexploradas. Abrace

seu brilho interior.

xerox.com/iridessebr

©2019 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox ® e Iridesse são marcas comerciais da Xerox Corporation nos Estados Unidos e / ou outros países.


12 | · JAN/FEV/MAR 2020

tem explorado o mercado em sua potencialidade

via impressão de smartphones ou ainda há

muito a se fazer?

Rodrigo Kfuri - Hoje, grande parte das fotos que

recebemos para revelar ou transformar em fotolivro

são oriundas de smartphones. Os acessos ao

site também são por celular. Obviamente o celular

é uma oportunidade, mas também é uma ameaça.

Hoje é difícil uma pessoa montar um fotolivro no

celular, mas eu acredito que com esse desenvolvimento

de interfaces, a gente vai lançar muitas

novidades que possibilitem que essa experiência

do usuário no celular também fique melhor. Nós

temos e-photobook e lançamos tanto para IOS

quanto Android. Tivemos uma experiência muito

boa com IOS, mas não tão boa com o Android. A

ideia agora é não continuar investindo em e-photobook,

mas sim em outras prioridades.

FHOX - Você concorda que o mercado de fotografia

escolar é muito maior que formatura?

Você está olhando para este mercado também?

Rodrigo Kfuri - Primeiro, eu acredito bastante no

mercado escolar, mas no momento não temos

nenhuma iniciativa para investir nele. Eu particularmente

acredito muito no modelo porque

tenho uma filha de quatro anos e meio e estou

sempre recebendo um brinde escolar. Acabo ficando

com todos, não tem jeito. Não há como

jogar fora aquele impresso de alguém que é tão

especial para você, que você ama. Não há como

devolver aquele impresso. Acredito que há um

potencial grande; pessoas com boas práticas

explorando o mercado, assim como outras com

práticas não tão boas também se aventurando.

Mas há muito potencial para crescer e é muito

maior que formatura.

Formatura é um mercado que está em transformação,

que precisa de mudanças, e eu digo sem

medo de errar que quem não fizer mudanças vai

ficar para trás. Eu sou bem transparente. É nessa

linha que estamos norteando o projeto da Pixel.

É nesse sentido que estamos mudando coisas na

empresa, pois nunca tivemos o conceito de ser

apenas um birô de impressão. O objetivo é agregar

valor pelo que fazemos. Surgiu uma oportunidade

há dois anos, montando um projeto a quatro

mãos numa empresa referência de formatura.

Eles começaram a testar o projeto que estávamos

montando. ‘Não é interessante mais imprimir todos

os álbuns para vender. Como é que vou vender

todos esses álbuns se não tenho todos eles

impressos?’ Daí surgiu a necessidade de uma plataforma,

que pudesse ser explorada na hora da

venda. Essa empresa acabou fechando e nós sentimos

a necessidade de abrir esse projeto para o

mercado de uma maneira geral e efetiva. Fizemos

alguns ajustes e melhorias no sistema.

FHOX - Essa proposta vai muito além da impressão,

inclui uma plataforma robusta, com

serviços específicos. Pode falar a respeito?

Rodrigo Kfuri - A ideia é oferecer ao mercado

algo que agregue valor, dentro de uma plataforma

de venda e montagem do álbum. O próprio

formando pode diagramar seu álbum. Também há

modelo de split de pagamento. O sistema se torna

autoalimentado de uma forma transparente para

os dois lados. Vende-se o álbum, faz-se o split de

pagamento, lança-se o crédito para ele usar no futuro.

É um projeto em que a nossa empresa parceira

não paga nada além da impressão do álbum.

Qual a vantagem para um cliente de formatura? A

Pixel norteia o retorno desse investimento.

FHOX - Quais são as vantagens para a empresa

de formatura, para o cliente dele? Como funciona?

Rodrigo Kfuri - São várias as vantagens! A primeira

é que o cliente dele vai ter uma experiência

melhor. O formando vai poder montar o seu

álbum. Caso ele não queira fazer isso, a empresa

pode montar e apresentar a ele, para que possa

fazer alguns ajustes e fechá-lo. Primeiro, o

projeto atende a necessidade do formando, não

fazendo com que ele receba seus álbuns já impressos

sem que não queira aquelas fotos por

alguma razão (mudou de namorada, por exemplo).

O segundo ponto mais importante é que a

plataforma foi desenvolvida de uma forma que

existem melhorias efetivas nos processos dessa

empresa. Existirá um custo operacional muito

menor do que ela tem hoje. A empresa recebe as

fotos, diagrama, manda para um laboratório; alguns

laboratórios não estão preparados para um

volume tão grande. Às vezes demoram até três


JAN/FEV/MAR 2020 · | 13

meses para fazer a soltura desses álbuns. Hoje,

conosco, a empresa só separa os álbuns, sobe a

turma dos formandos na nossa plataforma, sobe

a equipe de vendas; se ela quiser em apenas uma

semana ou dez dias os vendedores já estão na

rua gerando receita para ela. Já há um ganho

de eficiência alto. Outra vantagem é que todas

essas etapas podem ser efetivadas com menos

profissionais do que ele tem na estrutura dele

hoje. Os custos são menores.

FHOX - Sobre esse novo formato de trabalho,

não há nada parecido no mercado atualmente.

Vocês são pioneiros?

Rodrigo Kfuri - Eu vejo algumas iniciativas no

mercado e acho que todas elas são bem-vindas,

benéficas, tanto para as empresas quanto

para a Pixel, assim vamos estar sempre criando

possibilidades, agindo

na vanguarda, atentos a

novos diferenciais competitivos.

Eu vejo outras

iniciativas surgindo,

mas não com a estrutura

que a Pixel tem hoje.

Temos servidores aqui

que estão integrados.

Os processos são todos

automáticos. Lançamos

um modelo recente de

pagamento, chamado

“recorrência de pagamento”, para substituir o famoso

boleto bancário. Às vezes a empresa não

consegue concluir a venda no cartão de crédito

do formando porque precisa de um limite alto,

de R$ 1500, R$ 2 mil reais. A recorrência não

toma o limite inteiro da venda no cartão de crédito

dele no momento da efetivação da compra.

Ela vai buscar R$ 150 naquele mês, mais R$ 150

no próximo e assim por diante. Caso não tenha

limite, ou o formando não tenha pagado o cartão,

durante 60 dias a nossa plataforma vai buscar

esse pagamento; também permite mudanças ou

substituição de cartão novo; a empresa consegue

fazer todo acompanhando financeiro pela

plataforma.

FHOX - Ainda há muitos problemas em relação à

gestão das empresas no mercado de formatura?

Rodrigo Kfuri - A gente sugere algumas boas

práticas de mercado. Obviamente, cada empresário

tem a sua gestão e entende seu negócio

muito melhor do que nós. A gente acredita que

se as empresas usarem nossa plataforma, isso

vai melhorar sua gestão e oferecerá mais transparência

para seu formando, para o cliente dela.

A partir do momento que ele sobe seu álbum

na plataforma, nós estaremos constantemente

abordando aquele formando com réguas automáticas,

enviando mensagem para lembrá-lo

de que ainda não montou seu álbum. E quando

montar, ele também consegue administrar todos

os processos pela plataforma por meio da conta

criada na Pixel.

FHOX - Você acha que o formato antigo do

vendedor indo até o formando ainda vai continuar

por muito tempo? A plataforma da Pixel é

integrada com o smartphone

ou iPad?

Rodrigo Kfuri - Nós

acreditamos que os formatos

não são excludentes.

Acreditamos que

o formato do vendedor

ainda vai continuar

em algumas empresas.

Mas também acreditamos

em outros formatos,

como por exemplo,

a venda antecipada, que traz mais segurança

para a empresa, melhor administração dos custos

dela; e consequentemente um menor custo

para o formando. Também somos entusiastas da

venda a distância, seja ela antecipada, seja após

a realização do evento. Criamos landpages que

são também montadas e configuradas dentro

da plataforma; ela mostra o modelo do álbum

dele, carregando ou não mostrando a foto do

formando; se for uma venda antecipada as fotos

são mostradas; se for pós, as fotos vão estar lá

disponíveis após um prazo. Também podem ser

acessadas pelo celular. É um projeto tímido ainda,

mas algumas empresas já têm tido resultado

com esse modelo.

FHOX - Sobre impressão, você enxerga alguma

ameaça para o álbum de formatura no geral?


14 | · JAN/FEV/MAR 2020

E sobre a tecnologia de impressão, como você

vê o futuro?

Rodrigo Kfuri - Bom, o meu negócio é impressão.

Esse é o nosso DNA. Sou e sempre fui um

entusiasta da impressão. A Pixel House sempre

cresceu dois dígitos ao ano. Hoje, acho que o

fotógrafo ou a empresa de formatura que não

agrega impressão ao negócio, ao portfólio dela,

acaba perdendo valor. As empresas que só vendem

link digital não têm diferencial algum; acho

que elas acabam dando um tiro no próprio pé.

Formatos de álbuns com mais design também

são importantes. Hoje não trabalhamos mais

com aquele formato padrão, parafuso. O que estamos

criando são outros formatos, com design

leaflet, com custo de R$ 99. O formando vai adorar,

tenho certeza. Ele vai querer deixá-lo como

item de decoração sobre sua mesa de trabalho e

não guardado na gaveta

ou no estojo.

FHOX - E quanto à tecnologia

de impressão?

Rodrigo Kfuri - Existem

papéis fotográficos que

você consegue imprimir

dentro de uma impressora

digital. De repente

uma turma de medicina

vai preferir um papel

mais Premium com uma impressão mais Premium.

Uma turma mais simples, talvez prefira

um álbum mais barato. Eu acredito que é preciso

cobrar o preço justo pela impressão.

FHOX - Quais outros produtos a Pixel House tem

oferecido hoje para formatura, além do álbum?

Rodrigo Kfuri - Por enquanto a gente só tem

integrado à plataforma os álbuns em diferentes

formatos, desde minialbuns 20x20, tamanhos

diferentes, mais tradicionais, modelos mais Premium

com capa de acrílico; há intenção de lançar

e integrar outros produtos à plataforma. Vejo

aderência com fotopresente e outros.

FHOX - Quais são as expectativas para 2020 como

empresário em relação à economia e ao mercado?

Rodrigo Kfuri - No dia em que um empresário

achar que a economia vai deixar de crescer, isso

será péssimo. Você precisa sempre pensar em

crescer como sempre aconteceu na Pixel. A gente

procura arriscar com segurança. Ano passado

fizemos investimento em máquina de acabamento.

Esse ano a gente entende que para sustentar

nosso negócio, vamos investir em solução de

impressão. Claro, de maneira consciente, segura.

O que costumamos dizer às empresas é: façam

um teste com a Pixel. Testem nossa plataforma,

vejam os resultados acontecerem. Eu tenho convicção

de que nossa plataforma gera agilidade e

economia para a empresa de formatura que está

trabalhando conosco. E destaco nesse processo

que a tecnologia é fundamental para qualquer

negócio. Quem não tem tecnologia, pelo menos

deve procurar no mercado modelos prontos que

cubram essa carência.

Vamos lançar um novo

módulo de montagem

de fotolivro, melhorando

a experiência desse

usuário na web e no

celular. O formando poderá

montar o álbum

sem cortar cabeça ou

foto, automaticamente.

A maioria dos nossos

parceiros não trabalham

turmas EAD ainda, mas

se eles se abrirem, nós temos todo interesse em

atender esse público. Temos todo interesse em

suprir a demanda do empresário que busca crescer

no mercado.

FHOX - Qual o sonho da Pixel House para o futuro?

Rodrigo Kfuri - A gente quer ser uma grande

empresa; queremos ser o principal parceiro de

impressão do Brasil, seja do usuário final ou dos

profissionais e/ou amadores. Eu já tive mais funcionários

do que tenho hoje, mas isso não nos

atrapalhou de crescer. Hoje estamos com 70 funcionários:

cada vez menos na produção e mais

gente nas áreas de tecnologia, marketing e comercial.

Nosso foco é manter uma estrutura verticalizada,

bem enxuta, com um bom custo operacional

e de produção.


DESTAQUE-SE!

Quer valorizar o resultado do

seu trabalho e entregar algo

que ultrapasse os desejos

de seus clientes?

Utilize os papéis Fujifilm!

Papel Fujicolor

Crystal Archive

Professional

QUALITY DIGITAL PRO

Papel

Fujicolor

Crystal Archive

TYPE CA

UM PAPEL FOTOGRÁFICO

PROJETADO EXCLUSIVAMENTE

PARA PADRÕES PROFISSIONAIS

CARACTERÍSTICAS DO PAPEL

Processamento químico; superfícies lustre e silk; brancos mais

brilhantes e pretos mais profundos; reprodução balanceada de

cores; alta gramatura. Largura: 15,2 cm a 61 cm.

O PAPEL QUE VAI ALÉM DOS PADRÕES,

TEM EXCELENTE ESTABILIDADE

DE IMAGEM E REPRODUÇÃO DE CORES.

CARACTERÍSTICAS DO PAPEL

Excelente estabilidade de imagem; reprodução viva de cores;

adequado a impressoras digitais ou minilabs; cores vivas;

superfícies brilho e lustre. Largura: 10,5 cm a 127 cm.

Veja dicas e sugestões de uso desses papéis em

conhecaooriginal.com.br

Consulte-nos: 0800 770 3854


Um sopro de inspiração

na impressão

TECNOLOGIA XEROX ® ADAPTIVE CMYK PLUS

Está na hora de levar mais imaginação a cada página

impressa.

A impressão especializada é um dos segmentos digitais que mais

crescem, ampliando possibilidades para designers, impressoras

e compradores de impressão. 1

Evidentemente, as expectativas para a impressão digital estão mudando.

Como você se adaptará? A tecnologia Xerox ® Adaptive CMYK Plus dobra

sua liberdade de design ao permitir que você adicione quatro novos

aprimoramentos CMYK Plus de alta qualidade usando as impressoras Xerox ®

Color C60/70. Dourados reluzentes. Prateados resplandecentes. Uma

camada versátil de branco. Além de destaques elegantemente transparentes.

Este acessório dinâmico e flexível pode ser adicionado à sua impressora

a qualquer momento, para que você possa aumentar sua oferta CMYK

convencional na hora certa.

CHAME ATENÇÃO

Designers nasceram para sonhar.

Para criar. Para imaginar. Os melhores

designers entendem totalmente as

capacidades e limites dos processos

CMYK convencionais.

Agora, com a tecnologia Xerox ® Adaptive

CMYK Plus, os designers têm mais

liberdade para explorar. Mais

oportunidades para tornar suas ideias

realidade. E mais formas de garantir que

as peças impressas chamem atenção.

ADAPTAÇÃO + FLEXIBILIZAÇÃO

Quando aliado com as vantagens da

impressão digital, como pequenas tiragens

e uma ampla variedade de substratos de

imagens, o crescente número de opções

de adorno digital apresenta uma ampla

gama de oportunidades inspiradoras

e de alto valor. 2

Com a tecnologia Xerox ® Adaptive CMYK

Plus, as demandas atuais do mercado

podem ser satisfeitas com uma simples

troca. Essa capacidade 2 em 1 permite

dobrar a versatilidade do seu investimento

em hardware.

PRODUÇÃO + LUCRO

Você concilia dezenas, talvez centenas,

de trabalhos de impressão todos os dias.

Agora você pode adicionar melhorias

a esses trabalhos, alcançando mercados

novos e lucrativos sem sacrificar os

benefícios da impressão digital de

pequena tiragem.

A tecnologia Xerox ® Adaptive CMYK Plus

oferece um ponto de entrada acessível

em aprimoramentos de impressão de

alto valor, permitindo que você perceba

um novo potencial de lucro no seu

investimento C60/70.

24–89 %

A impressão premium

que os compradores estão

dispostos a pagar apenas

pela CMYK 1

1 Keypoint Intelligence/InfoTrends, “Beyond CMYK: The Use of Special Effects in Digital Printing” (Além da CMYK: O uso de efeitos especiais na impressão digital)

2 Keypoint Intelligence/InfoTrends Print Trends Outlook 2019 (Tendências de impressão Outlook 2019)


COMO FUNCIONA

TECNOLOGIA XEROX ® ADAPTIVE CMYK PLUS

Imprima aplicações digitais

convencionais com CMYK:

Substitua com o

Kit de Toners Vibrantes Xerox ® :

Execute duas passagens para resultados

CMYK Plus deslumbrantes:

K

C

M

Y

D

b

P

Trsp

K

C

M

Y

D

b

P

Trsp

Obtenha

a qualidade

consistente

que você espera.

Execute novas

aplicações

empolgantes

com metálicos

reluzentes, toners

transparentes,

e brancos.

Crie peças de

impressão

atraentes com

até 8 cores de

toner na página.

Em três etapas simples—e com menos de 15 minutos—você pode remover o conjunto de toner CMYK

e substituí-lo com oportunidades de adornos empolgantes criadas com os Toners dourado, branco,

prateado e transparente.

Dobre sua versatilidade

com quatro toners

vibrantes CMYK Plus

em um acessório fácil

de trocar

ALGUNS DOS PRINCIPAIS

COMPONENTES XEROX ® VIVID

DO KIT DO TON

• Cartuchos iniciais de toner CMYK Plus:

Dourado, branco, prateado, transparente

• Unidade de gaveta xerográfica

• Conjunto do dosador

• Carrinho (924 mm x 711 mm x 705 mm /

36,5 pol. x 28 pol. x 27,75 pol.)

OPÇÕES DE SERVIDOR DE

IMPRESSÃO:

• Servidor de impressão Xerox ® EX C60/

C70 da Fiery ®

• Servidor de impressão Xerox ® EX-i C60/

C70 da Fiery ®

• Servidor de Cores Integrado Xerox com

Software BiancoDigitale — Software

de servidor para PC

Toners CMYK Plus vibrantes—

Dourado, Branco, Prateado

e Transparente—ajudam

a direcionar aplicações de alto

crescimento, como cartões,

panfletos, convites, pôsteres,

cartazes, vales-presente

e muito mais.

Você pode executar uma

grande variedade

de mídia, incluindo

sedas luxuosas, poliésteres

e substratos coloridos,

ajudando a criar peças

impressas distintas,

artísticas e funcionais.

O toner branco pode fazer

com que textos, realces

e gráficos se destaquem

em substratos escuros.

Para mais informações, acesse Xerox.com

©2019 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox® e “Made To Think” são marcas comerciais da Xerox Corporation nos

Estados Unidos e/ou em outros países. 08/19 BR26679 X60SS-04PB


18 | · JAN/FEV/MAR 2020

Foto: Aline Mascarenhas


JAN/FEV/MAR 2020 · | 19

FOTOGRAFIA

ESCOLAR: UM

MERCADO COM

50 MILHÕES DE

POSSIBILIDADES

O MODELO DE VENDA DE IMPACTO, QUE É TÃO COMUM PARA

FORMATURAS NO ENSINO SUPERIOR, TAMBÉM SE APLICA AO

MERCADO DE FOTO ESCOLAR

Texto: Jucelene Oliveira e Leo Saldanha | Fotos: Aline Mascarenhas e André Bittencourt

Os dados oficiais do IBGE apontam que o mercado

de fotografia escolar pode ser gigantesco,

considerando que escolas públicas e privadas do

País reúnem mais de 50 milhões de estudantes

no ensino fundamental e médio. Enquanto no

ensino superior foram contabilizados 8 milhões

de matrículas em 2019.

Grandes empresas já olharam para isso. Hoje dominam

o mercado na região sudeste e atuam, inclusive,

com força nacional. É o caso da School Picture.

Podemos dizer que ela é a gigante desse ramo.

Atuando em Americana, no interior de São Paulo,

atende algumas das maiores escolas do estado.

Vale ressaltar que o modelo de negócios dessas

operações é similar. Elas geralmente contam

com um time de fotógrafos profissionais que

são treinados e seguem o padrão e identidade

propostos por esse modelo. Mais do que isso, os

negócios de médio e grande porte contam com

serviços de impressão próprios. Justamente para

ter produtividade e custos menores.

A de venda de impacto, que é tão comum para

formaturas no ensino superior, também se aplica

ao mercado de foto escolar. A diferença é que

muitas vezes a tentativa é de reduzir o risco com

uma oferta um tanto diferente. Aqui cabe citar o

exemplo da empresa Argus, de São Paulo. A filha

de Leo Saldanha, editor da FHOX, passou pelo

“dia da foto” na escola particular onde estuda

com a cobertura da Argus.

O que a empresa fez foi levar um fotógrafo bem

treinado e (segundo a criança) divertido, que

conseguiu fazer um retrato da menina sorrindo.

A oferta de produtos veio na sequência com uma

folha impressa em papel comum (sulfite) colorida,

indicando os produtos que poderiam ser feitos.


20 | · JAN/FEV/MAR 2020

Entre eles, um porta-retrato, tag

para marcar a mochila com a foto,

fotos extras em formatos menores.

Custo? R$ 70 um kit básico (em

2019). Os avós da criança queriam

uma foto extra para colocar

na prateleira de casa. A cunhada

de Saldanha, que também tem seu

filho na mesma escola, comprou o

mesmo kit.

VIVER DA FOTOGRAFIA

ESCOLAR É POSSÍVEL

(E RENTÁVEL)

Infância é magia! A situação acima é perfeita

para exemplificar o quanto o apelo da foto escolar

mostra-se um segmento fantástico durante

todo o ano dentro das escolas privadas. Em outras

palavras, eles possuem um excelente potencial

de consumo, já que estão na fatia que compreende

a classe média e a classe média alta.

No entanto, para o fotógrafo Junior Paiva, de

Tupã, interior de São Paulo, o mercado infelizmente

está prostituído. “Resumidamente, temos

que fazer ‘malabarismos’ para conseguir ter um

lucro justo, pois os que compram muitas vezes

nem pagam; inadimplência alta quando se trata

de boleto e cheque”.

Já Tibério Hélio, de Teresina (PI), vê o mercado

com bons olhos. “Ele é incrível e pouco explorado.

Tive um ótimo faturamento em 2019 e já

estou me preparando para 2020. Como trabalho

com vídeo foi fácil fazer uma venda casada;

fizemos vários ensaios com as crianças no final

do ano usando drone, em locais abertos e decorados

com temática. Apesar de ser um trabalho

muito cansativo, consegui me vender mostrando

todo o meu diferencial, assim aumentei a minha

carteira de clientes”.

EMPRESAS DO SEGMENTO

O que se sabe é que a maior empresa do setor (a

School Picture) conta com impressoras HP Indigo

imprimindo milhares de fotos para atender seus

clientes. Existem centenas de fotógrafos que garantem

um bom fluxo de trabalho a partir da parceria

com uma única escola. E basta uma delas acolher o

profissional para ele garantir trabalhos constantes.

Contudo, muitos deles atuam no risco, imprimindo

os álbuns para tentar a venda no impacto

emocional. Uma venda por impulso arriscada e

ao mesmo tempo com boa margem. No caso da

School Picture o que merece atenção é a forma

como a empresa se apresenta: recordação e fotografia

escolar. Isso na prática representa algo

simples. A empresa cria memórias para seus

clientes e o foco é na impressão.

Claro, tudo depende da captura. Aliás, a School Picture

vem formando fotógrafos que depois do “estágio”

na marca vão para os voos solos no mercado

de fotografia de família. Até nisso a empresa favorece

o ramo. No site da marca vídeos mostram a visão

completa do negócio, de uma jornada de mais de

30 anos. No site também é visível o apelo ecológico

indicando a impressão sem agressão ao meio ambiente

e ações sociais voltadas para crianças.

Além dela, outras operações se destacam nesse

mercado. É o caso da Les Criações e da Argus (citada

anteriormente), ambas de São Paulo. É fato

que a impressão gráfica avançou bem nesse segmento,

assim como ocorreu com o mercado de

formaturas. A diferença é que o valor dos produtos

é mais em conta e logo o custo por aluno também.

Lojas de foto e estúdios de rua também atendem

o mercado escolar. Veja o caso da família Tucci, de

Araraquara, no interior de São Paulo. Uma loja de

fotografia com um século de história e que entre

os serviços oferecidos dispõe da fotografia escolar.


JAN/FEV/MAR 2020 · | 21

Trata-se de uma loja/estúdio que faz de casamentos

a newborn. A foto escolar faz todo sentido para

um negócio que se dedica à fotografia de família.

O ESTILO

A visão de que foto escolar é quadrada e que são

poses manjadas já vem de um tempo. Mas nem

todos os negócios seguem o mesmo padrão.

No Brasil, são inúmeros os casos de fotógrafos

profissionais que atuam em pequenas escolas e

criam um estilo muito próprio.

A criança sentada na sala de aula e com uniforme

é tudo muito quadradinho. Importante

ressaltar que esse conceito clássico segue

ocorrendo naturalmente, mas já existem novas

propostas de trabalho. Veja o caso da Stomping

Ground de Nova York. Um negócio de foto escolar

nos Estados Unidos que quebra essa regra

tradicional. As crianças são fotografadas em um

fundo colorido, em poses espontâneas e com

roupas mais coloridas.

Aqui cabe a observação de que nos Estados Unidos

o clássico também está presente. O que não

quer dizer que os pais querem esse “mais do mesmo”.

Aliás, por lá os fotógrafos de família estão

atendendo famílias que buscam fotos dos filhos

com uma assinatura diferente. Mas tem que ser

fora da escola. Porque empresas como a Lifetouch

são cadastradas e conseguem exclusividade.

Não diferente do que acontece com as grandes empresas

que atuam no Brasil para atender colégios

e escolinhas. O desafio para o fotógrafo de família

é vencer a entrada em alguma escola que não seja

atendido. Feito isso e realizando um bom trabalho,

o profissional pode viver muito bem só de uma instituição

atendida. E não são poucos os casos assim.

Ousar, contudo, requer cuidados. FHOX soube de

mais um caso no qual o fotógrafo quis impor uma

assinatura mais rebelde nas sessões e o resultado

foi a fúria e a insatisfação dos pais. No fim, querer

quebrar tradições pode resultar em choques

de comportamento, pois as famílias esperam um

padrão definido igual ao que era feito anos atrás.


22 | · JAN/FEV/MAR 2020

Entre 2010 e 2011 Bittencourt estava em uma

constante busca de oportunidades. Havia recém

aberto uma loja em um shopping, um

site de vendas on-line e tinha um projeto para

abrir uma escola de idiomas. Nesse tempo a

fotografia corria em suas veias. Fazia cursos,

comprava equipamentos. Até então era tudo

um hobby, uma diversão. Certa vez, sua esposa,

Carol, precisou de um fotógrafo pra registrar

algumas atividades na escola. Como ele

gostava, sabia e precisava fazer uma renda extra,

aceitou e rapidamente se empolgou com

a ideia.

“...[o mercado de foto

escolar] é incrível e pouco

explorado.”

Tibério Hélio, fotógrafo de Teresina

A EXPERIÊNCIA DE ANDRÉ

BITTENCOURT

Foto: xxx xxx

O fotógrafo André Bittencourt trabalha com fotografia

desde 2011, época em que criou a ABDesignFotos

(Instagram: @abdfotos) por causa de

seu projeto principal: Momentos Preciosos.

A família dele é do ramo escolar. Sua mãe é dona

de uma escola há quase 40 anos, sua esposa era

dona de uma escola de ensino infantil e continuou

no ramo até 2018. Ele sempre esteve em

contato com a vida escolar.

Após conversarem muito, logo surgiu a ideia de

fotografar as crianças durante o dia-a-dia escolar

e vender isso para os pais. Foi assim que

surgiu o projeto “Momentos Preciosos”, que foi

evoluindo durante os anos e hoje é a recordação

escolar mais completa que os pais podem ter de

seus filhos na educação infantil.

Esse projeto é basicamente um acompanhamento

anual escolar com fotografias documentais,

no qual a equipe do fotógrafo, juntamente com

ele, fotografa as crianças em seus momentos de

aprendizado, descobertas e diversão na escola.

Ao final do ano, cada criança recebe todas as fotos

digitais e um fotolivro personalizado e individual,

diagramado com as melhores fotos do ano,

dividido em atividades.

Bittencourt conta que mantém um padrão de

qualidade minucioso quanto às fotos selecionadas

e também à impressão. “Nenhum erro

é permitido, nem que seja um risco na página.

Entrego sempre um trabalho que vai ficar na

prateleira da família para os filhos se lembrarem

dos maravilhosos anos da educação infantil que

viveram”, explica.

Em seu ponto de vista, o mercado de fotografia

escolar é bem competitivo. “Há empresas grandes

atuando e para conseguir ganhar um espaço

é bem difícil. Tive sempre muita dificuldade para

entrar nas escolas. Eu tenho me empenhado

constantemente para mostrar que este trabalho

não interfere e nem atrapalha o andamento das

aulas e do aprendizado das crianças. É um grande

desafio, um trabalho de dedicação e paciência”,

desabafa.

O fotógrafo possui, anualmente, mais de 600

crianças para fotografar dentro de 5 escolas,

com 3 projetos diferentes. “É um projeto bom

em termos lucrativos, altíssimo em prazer, pois

trabalhar com crianças é uma alegria sempre.

Eles são demais. Mas, claro, é também extremamente

trabalhoso”.


CONHECIMENTO É TUDO!

EXPERIMENTE O MELHOR CENTRO

DE IMPRESSÃO DE ÁLBUNS DE

FORMATURAS DO BRASIL

ESCANEIE O CÓDIGO E

CONHEÇA A ZANGRAF!

44 991141277 /zangraf

44 3247 1665

WWW.ZANGRAF.COM.BR


24 | · JAN/FEV/MAR 2020

Latícia Barbeto

Aline Mascarenhas, idealizadora do “Fórmula Viver de Fotos”

Cerca de 80% do trabalho de Bittencourt é escolar,

o que abre portas para outros tipos de fotografia

que ele também faz. “Os mesmos pais que

me contratam para fotografar os filhos durante

o ano na escola, me chamam para fotografar as

festas da família e ensaios. É extremamente gratificante

entrar em uma festa já conhecendo o

aniversariante, os amiguinhos e os pais. Sinto-me

realmente em casa”, diz.

A FOTOGRAFIA ESCOLAR NO

MERCADO MINEIRO

Pela experiência adquirida ao longo de 12 anos

de estrada, atuando em Minas Gerais, Aline Mascarenhas,

31, destaca que o trabalho com a fotografia

escolar requer nível de confiança entre o

fotógrafo e a direção da escola.

Ela conta que a primeira coisa é entender que as

diretoras são muito responsáveis com as crianças

e jamais irão colocar um profissional que não

passe confiança para trabalhar no ambiente escolar.

“A confiança vem do preparo do fotógrafo.

Transmiti-la é fundamental. Não funciona mandar

e-mail ou ligar. O que funciona é ir pessoalmente.

Arte se vende pelos olhos”, ressalta.

Seja uma foto calendário, Dia das Mães, capa de

revista, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Formatura,

Natal ou qualquer outro momento comemorativo,

qual é o pai ou mãe que não se derrete

ao ver seu filho sorrindo, feliz e bem produzido,

numa linda foto que ficará guardada até ele ser

adulto e ter sua própria família?


JAN/FEV/MAR 2020 · | 25

Fidelizar o cliente também é uma peça fundamental

para ter sucesso dentro das escolas. “Se

você fideliza uma escola, poderá voltar nela quatro

vezes por ano. Então, uma escola pequena

que rende R$ 3 mil de faturamento acaba se

transformando em R$ 12 mil por ano”, calcula.

Ela diz que há escolas que atende desde quando

começou. “A carteira de clientes você constrói apenas

uma vez de acordo com suas prioridades; depois

é só mantê-la por meio de um bom trabalho”.

Em sua visão sobre o mercado mineiro, a fotografia

escolar não enfrenta qualquer crise. “As fotos

são acessíveis e mesmo nas comunidades mais

carentes a adesão dos pais chega a 70%”, diz

orgulhosa. Sobre a impressão, nas cidades onde

atua (Ipatinga, Fabriciano, Timóteo, Jaguaraçu,

Ipaba, entre outras), a fotógrafa conta que “com

R$ 2 é possível imprimir uma foto 20x25cm, que

é vendida aos pais por R$ 45”.

O PRODUTO FINAL

Se o fotógrafo fizer 100 fotos por mês a R$ 45,

ele fatura R$ 4.500. Desse valor 70% é lucro, então

é possível ter uma boa renda inicialmente,

fotografando apenas uma vez por mês.

“Há laboratórios com máquinas que custam quase

meio milhão de reais; a qualidade delas é insuperável,

então, acredito que é sempre melhor

terceirizar. Vale lembrar que é essencial testar vários

laboratórios, pois a diferença na qualidade da

impressão é gritante de um para outro”, alerta.

Embora grande e promissor, a fotógrafa conta

que ninguém sabe dizer ao certo o quanto o

mercado cresceu nos últimos anos. “Os players

não compartilham suas informações com tanta

facilidade. As que tenho são apenas dos alunos

fotógrafos que minha equipe acompanha; eles

faturaram 22 milhões desde 2016 e esse número

está crescendo muito rápido”, exemplifica.

OS SERVIÇOS QUE PODEM

SER OFERECIDOS

Arquivo pessoal

“Entrego sempre um

trabalho que vai ficar na

prateleira da família para

os filhos se lembrarem

dos maravilhosos anos

da educação infantil que

viveram”

André Bittencourt, fotógrafo de São Paulo

É possível vender qualquer material ou serviço

fotográfico dentro das escolas desde que

o profissional faça um bom trabalho. “Um kit

muito comum é vender uma foto 20x25 mais

duas pequenas por R$ 45. Em uma escola pequena,

por exemplo, onde 70 pais compram,

esse kit vai render R$ 3.150 de faturamento”,

destaca Aline.

Um dos trabalhos de

Aline Mascarenhas

As vendas são feitas por meio de cartas de

vendas enviadas aos pais, e geralmente nelas

coloca-se opções de kits para que os pais possam

escolher.


26 | · JAN/FEV/MAR 2020

Para a execução do serviço de fotografia escolar são

necessários basicamente três itens: fantasias para as

crianças, suporte para o fundo e fundos temáticos.

“Compram-se os três facilmente pela Internet. O fundo

para fotografias de formatura em Elanca pode ser

comprado baratinho em casas de tecido; as fantasias

podem ser alugadas também”, explica.

É importante destacar que os materiais vão variar

de acordo com o tema que será proposto para a

diretoria da escola. Aos fotógrafos que estão começando,

a sugestão de Aline é a de investir em

fantasias unissex, como músico, médico, cientista,

pintor, etc. “Nas escolas particulares, em regiões

nobres, futuramente ele poderá investir em mais

infraestrutura para fazer kits mais caros e vendê-

-los sem perder a demanda dos pais”, aconselha.

Em relação ao tamanho das fotografias, um padrão

muito bem aceito pelos pais é o 20x25cm.

Outro tamanho que eles adoram comprar para

presentear parentes é 10x15cm.

“Na foto calendário vendida de janeiro a março,

o tamanho é 20x35cm. Ela é uma foto comum,

porém com um calendário impresso junto à foto,

fica maior. Os pais compram muito e adoram”.

De qualquer maneira, existem muitas opções e tamanhos

diferentes para as imagens. O fotógrafo

deve pesquisar o mercado em que atuará para definir

seu modo de trabalho. De igual maneira, o papel

fotográfico trará impacto visual ao olhar dos pais.

COMO DEFINIR O PREÇO DA

FOTOGRAFIA ESCOLAR?

É importante ter em mente que o preço varia

em função dos custos para imprimir as fotos que

são diferentes em cada lugar. Também varia em

decorrência do potencial econômico da região

onde o fotógrafo atua.

O conselho da fotógrafa mineira é testar quais preços

e fotos/produtos funcionam melhor em cada

região. Mas algo que destaca por sua experiência e

observação é que “os pais compram tudo que tiver

a foto do filho”. Canecas, blusas, relógios, chaveiros,

almofadas e pôsteres são alguns dos exemplos.

Aline conta ainda sobre seu projeto “Fórmula Viver

de Fotos”, no qual ensina alunos do Brasil inteiro

a sair do sonho e se transportar para a realidade

de ser fotógrafo profissional. “Nesse projeto

os alunos aprendem comigo os cinco passos para

começarem a trabalhar nas escolas”. Os passos

abordados no curso são: Planejamento e negociação,

Convencimento dos pais, O dia das fotos,

Organização do trabalho e Entrega e fidelização

Ela afirma que criou esse curso porque queria fazer

seu próprio negócio crescer, porém sem sair do

interior. “Ensinar on-line foi uma solução extremamente

positiva. É como se eu tivesse operando em

muitos lugares do Brasil que talvez eu nunca chegaria

presencialmente”. Para conhecer mais de perto o

trabalho dela visite: bit.ly/alinemascarenhas.

CURIOSIDADES

Número total de escolas no Brasil: mais de 180

mil; 66% são públicas. Do total de colégios, 21%

são particulares.

Número de alunos: são quase 50 milhões de alunos

no ensino fundamental e médio. Mais precisamente

48 milhões no último censo. Pouco

mais de 39 milhões de alunos no ensino público

e quase 9 milhões nas escolas privadas.

Fotógrafos que atendem esse mercado: 10 mil

entre empresas de todos os portes. Além das grandes

dedicadas existem os fotógrafos de família e

casamento que acabam vendendo esse trabalho

em suas regiões para compor renda. Pouquíssimos

trabalham 100% dedicados ao segmento.

Produtos que são campeões de vendas: fotopresentes,

porta-retrato e fotos avulsas, revistinhas, mini-álbuns,

gráfico e fotográfico convivem na mídia.

A próxima fronteira: realidade aumentada, apps

com conteúdos multimídia. Vídeo+foto em um pacote

digital.


PubliEditorial

CANON APRESENTA

AS IMPRESSORAS

IMAGEPRESS

C910 E C710

A tecnologia imagePRESS abre um mundo de

oportunidades aos clientes de todas as dimensões

Atendendo às necessidades de produção de

empresas de impressão comercial e de grandes

departamentos corporativos, a Canon apresenta

mais inovação em seu portfólio com as image-

PRESS C910 e C710.

Os equipamentos oferecem a qualidade de cor

necessária para a impressão de álbuns e banners,

sejam eles para formaturas, ensaios ou eventos diversos.

Do mesmo modo, incorporam a velocidade

e o elevado desempenho que só a Canon possui.

Ao mesmo tempo em que possibilitam aumento

da produtividade, as imagePRESS C910 e C710

criam uma variedade de aplicações. Isso porque

a tecnologia implementada nos equipamentos

permite impressões de fotos em diversas mídias,

sejam elas em superfícies brilhantes, foscas, texturizadas

ou de alta gramatura.

Vale ressaltar também que as impressoras da linha

imagePRESS são capazes de entregar muito

mais qualidade de imagem, pois contam com

uma composição de toner super fino e método

único de impressão sobre o papel. Isso impulsiona

a ampliação do portfólio de produtos que as

empresas podem oferecer.

Com as imagePRESS C910 e C710 é possível também

laminar fotos para uma maior durabilidade de cores,

deixando as imagens vivas e nítidas. Tons de pele, por

exemplo, são entregues com muito mais suavidade.

Design intuitivo e facilidade de utilização tornam

as imagePRESS ideais para todos os tipos de

clientes, incluindo aqueles que não têm experiência

na gestão de cor ou acabamento.

Além disso, pode-se incluir acessórios para facilitar

o dia a dia de quem imprime, como criador

de livretos com grampo em cela, servidor de impressão

e aparador de bordas trilateral, para um

acabamento perfeito.

As soluções imagePRESS foram pensadas especialmente

para quem procura melhor aproveitamento

do tempo e dinamismo em suas produções,

além de maior controle de personalização.

Tudo isso, para impulsionar ainda mais a produtividade

e a alta velocidade de entrega.

Conheça mais as impressoras Canon, acesse: CANON-PROLAB.COM.BR


28 | · JAN/FEV/MAR 2020

NÚMEROS DO

MERCADO DE

FORMATURA E

FOTO ESCOLAR

Os índices das estatísticas só corroboram o que é abordado nos conteúdos

desta publicação no geral. O mercado de ensino terá uma agressiva expansão

nos próximos cinco anos. Sobretudo com o arrefecimento da crise e a evolução

do modelo digital e híbrido. A retomada do FIES (Programa de Financiamento

Estudantil) e de programas de suporte para estudantes de baixa renda também

devem contribuir muito nesse sentido.

Os números e tendências ilustrados abaixo indicam as inúmeras possibilidades

e oportunidades para a fotografia e vídeo nesse robusto e importante mercado

da fotografia. Aliás, de longe o maior e mais importante ramo entre todos da

fotografia no Brasil.


JAN/FEV/MAR 2020 · | 29

2.200

empresas

de foto de

formatura

48

alunos no

milhões

ensino médio

e fundamental

100.000

fotógrafos que

atendem o setor

(formal ou

1

informalmente)

milhão

concluintes do

ensino superior

anualmente

2.600

instituições

de ensino

+30

superior

mil

cursos de

ensino supérior

oferecidos

vagas

oferecidas

em EAD

8 milhões matriculados no

ensino superior

em 2019

7 milhões

estimativa de

álbuns impressos

anualmente

8 mil

álbuns com

impressão gráfica

80%


30 | · JAN/FEV/MAR 2020

DRONES

IMPRESSÃO VIA HASHTAG

Com mais smartphones do que brasileiros, os

empresários de formaturas e da foto escolar deveriam

olhar mais para os dispositivos móveis

como parceiros e fontes de oportunidades, como

transformar as selfies e vídeos em produtos impressos.

Além de como criar serviços, mesmo

que seja só para a parte digital. A impressão via

hashtag, as experiências instagramáveis com cenários

e as fotocabines têm muito a ser explorado

para ajudar no faturamento nesse sentido.

FOTOCABINES

O mercado de drones não para de crescer e as

empresas de foto de formatura usam os dispositivos

para tomadas aéreas, vídeos e fotos

para mostrar cenas inusitadas do evento. A

tendência dos minidrones inteligentes em algum

momento deve impactar esse mercado,

até porque eles podem ser usados em ambientes

fechados e reconhecem a face dos donos.

Parece coisa de filme, mas é uma realidade

cada vez mais próxima.

IMPRESSÃO NA FESTA E NA HORA

Parece que as empresas de foto de formatura ainda

estão muito tímidas na oferta da tecnologia de

impressão na hora com impressorinhas de evento.

Olhar para a possibilidade de criar álbuns na hora é

uma bela forma de encantamento e de faturamento.

A SOFISTICAÇÃO MÁXIMA DO ÁLBUM

Álbuns de formatura passaram por uma evolução

de design e acabamento. A impressão evoluiu

e o gráfico se consolidou como a mídia mais

usada. As empresas de foto de formatura estão

com um parque muito mais gráfico do que fotográfico

(minilabs) e a tendência da conversão

dos minilabs nesse setor parece inevitável.

A cabine fotográfica já faz parte da realidade

de diversos eventos e nas formaturas não são

diferentes. O que acontece agora é uma evolução

no conceito do serviço, com experiências

interativas e multimídia: equipamentos que geram

GIFs, Boomerangues e afins. Elas são verdadeiras

atrações em festas e podem ser exploradas

de forma mais efetiva pelas empresas

do setor.

REALIDADE AUMENTADA

A tecnologia que usa o smartphone para gerar

uma outra forma de se relacionar com ambientes

ainda engatinha. Mas especialistas garantem

que será uma revolução tão grande quanto a do

smartphone. Para os produtos impressos e a própria

festa será uma grande oportunidade. Seja na

geração de filtros exclusivos da festa para colocar

no Instagram como na aplicação dos convites,

álbuns e nas próprias fotos cabines.


JAN/FEV/MAR 2020 · | 31

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

BLOCKCHAIN

Ainda uma realidade distante, mas em cinco anos

deveremos ver o blockchain se estabelecer com

mais força na tecnologia de imagem. O que na

prática representa mais transparência nas transações

entre empresas de foto e organizadores.

O Blockchain é a chance de dar valor único aos

arquivos digitais e garantir a autenticidade de

tudo o que for comercializado.

VÍDEO

Ajuda tanto nos novos softwares de reconhecimento

facial, quanto na separação, edição e

ajustes gerais. A tendência é da inteligência artificial

avançar e ajudar em todos os sentidos

nesse setor.

A PARTICIPAÇÃO NAS VIAGENS

As empresas de foto de formatura já usam o vídeo

de forma efetiva. O que está mudando o aspecto

multimídia e a chance de criar produtos verdadeiramente

integrados. De certa forma se integra a

inovação do 5G e da realidade aumentada. A partir

de 2023 o 5G estará presente no Brasil com mais

força e será 23 vezes mais rápido do que encontramos

hoje no 4G. Isso representa um salto no uso

do vídeo, algo que deve engolir a fotografia com

os dispositivos oferecendo possibilidades e inovações

que as festas terão condições de oferecer.

Com o avanço das viagens no lugar das festas,

as empresas de foto de formatura podem

acompanhar e registrar esses momentos vendendo

um pacote para os formandos que não

querem festa. Como ocorrem em cruzeiros

e resorts. Tem tudo a ver isso se tornar uma

oferta de quem é especialista em imagens. E

garantir da mesma forma um álbum fotográfico

e outros produtos impressos para atender

esses clientes.

HOLOGRAMAS

As projeções e o uso do holograma deve se popularizar

em eventos como formaturas. A possibilidade

de ter uma projeção de uma pessoa

querida que está distante ou de um show que

envolva algum recurso digital parece uma oportunidade

que cai em preço e evolui em termos

tecnológicos. É tudo uma questão de tempo e

da vontade dos profissionais do setor em oferecer

algo assim.


32 | · JAN/FEV/MAR 2020

UM GRANDE

POTENCIAL

Michel Brucce, presidente da ABEFORM

Arquivo pessoal

De acordo com o INEP (Instituto Nacional de

Estudos e Pesquisa), a coleta de dados do censo

2018 mostra que o País tem 2.537 instituições

de ensino superior com um total de 8,45

milhões de matrículas para um total de 13,5 milhões

de vagas oferecidas, ou seja, 62% das vagas

ocupadas.

Desses formandos matriculados, 75,4% estão na

rede privada e o EAD já representa 24,3%. Em

2018 mais de 1,2 milhão de estudantes concluíram

o ensino de educação superior no País.

Esses dados servem para mostrar o grande potencial

que o mercado de formatura representa

e o quão mais profissionais devemos nos tornar.

Durante anos nosso grande mercado foi exprobrado

sem nenhum direcionamento ou uma rede

mais complexa de interlocução e informação. Foi

uma tentativa de acerto e erro.

Alguns ao longo desse processo se aperfeiçoaram,

enquanto outros ficaram no meio do caminho

por falta de conhecimento técnico, gestão,

entrega do produto final, inabilidade do gerenciamento

de capital pessoal e da empresa, criando

uma sucessão de erros, deixando o setor muito

sensível.

A maturidade no mercado vem se consolidando

ao longo desse período, tanto que nos últimos

anos, empresários cansados de aventureiros e interessados

em uma concorrência sadia e leal, se

articularam em uma grande teia de informação,

fomentado pelo Fórum de Formaturas realizado

pela FHOX. Foi daí que surgiu a ABEFORM – Associação

Brasileira de Empresas de Formaturas e

Afins, no dia 24 de agosto de 2018.

De acordo com o estatuto poderá ser um associado.

Artigo primeiro:

§ 1º - Compreeende-se como EMPRESA DE FOR-

MATURA a pessoa jurídica de direito privado,

prestadora de serviços tangentes a gestão, planejamento

e realização em geral de formaturas

ao consumidor final, atuando assim como associado

fundador ou efetivo.

§ 2º - Entende-se por EMPRESA AFIM a pessoa

jurídica de direito privado, prestadora de produtos

e/ou serviços intimamente ligados à formatura,

como fornecedores das empresas de formatura,

participando como associado colaborador.

O intuito da ABEFORM não é ser uma agência

regulamentadora ou fiscalizadora. A ideia é ser

um órgão de representatividade. Com isso podemos

entender melhor o mercado com a troca de

informações, estudos e experiências.

Nossa principal bandeira é a regulamentação do

mercado de formaturas. Regulamentação que

vai desde a parte fiscal das empresas até uma


JAN/FEV/MAR 2020 · | 33

postura ética para com o cliente. Estamos traçando

metas de curto, médio e longo prazo.

A curto prazo já conseguimos, junto a Berkley Seguros,

condições aos nossos associados de seguros

muito mais baratos e com ampla rede de cobertura,

tornando o custo para seguros menores.

Tão importante quanto às empresas do setor

de formatura, a Associação precisa da participação

de todos os envolvidos na cadeia como

buffets, decoração, floricultura, cerimonialistas,

fotógrafos, gráficas de convites e álbuns, banda,

iluminação, empresa de venda de álbuns,

recepcionistas, salão de eventos, artistas, mobiliários.

Ou seja, todas as pessoas e empresas

que prestam serviços.

Iniciaremos uma teia de fornecedores e empresas

da melhor qualidade, com muita comunicação.

Aqueles que desenvolverem um trabalho

sério serão enfatizados por essa teia. Aqueles

que querem só explorar perderão forças e não

terão espaço no mercado.

O próximo passo que daremos é o de ligar nossos

associados aos melhores fornecedores do

mercado, elevando assim os serviços para nossos

clientes e associados. Nosso desejo é que

toda a cadeia se comunique.

Hoje já somos 53 associados de várias partes

do país, de grandes players aos que estão dando

seus primeiros passos no segmento. Juntos,

temos um faturamento próximo a meio bilhão,

com 186 mil formandos ao ano, mais de 1500

funcionários diretos e próximos a 10 mil trabalhadores

indiretos. Isso não representa nem 2%

dos formandos que concluem o nível superior no

País. Já mapeamos mais de 1200 empresas de

formaturas no Brasil sem contar a grande cadeia

de fornecedores.

O mercado é grande e seu potencial também.

Para que possamos preservar aquilo que temos

e aperfeiçoar o segmento, a troca de informação

é fundamental, e por isso a ABEFORM está aqui.

Se sua empresa tem esse propósito, associe-se.

Foto: dimbar76/Shutterstock


34 | · JAN/FEV/MAR 2020

O FUTURO

DO ENSINO É

A DISTÂNCIA

ESTUDANTES EM FORMAÇÃO ON-LINE

ESTÃO SUPERANDO, CADA VEZ MAIS,

OS PRESENCIAIS

por Leo Saldanha | Fotos: Adobe Stock

Como as empresas de formatura estão se posicionando

quando o assunto é a educação a

distância? Essa é uma pergunta fundamental

para se falar do mercado, pois trata justamente

da mudança de comportamento para

diferentes áreas. Sobretudo, para o ensino superior,

o impacto deve ser considerável nos

próximos anos. O que se vê na prática é que

o ensino a distância já é uma realidade e só

deve avançar.

já reforçam em sua divulgação que cuidam

da fotografia para esse estudante. No entanto,

são poucas as que de fato fazem isso, dada

a dimensão atual do EAD no Brasil. Os desafios

não parecem poucos também em outras

frentes. Mas então, como se comportar diante

desse consumidor mais on-line? Será que a forma

de atender deve ser mais voltada para esse

meio digital? Será que ele vai comprar tudo

mais on-line e no tempo, até sem impressão?

Até 2023, espera-se a participação nesse formato

em muito mais do que a metade das matrículas

no ensino superior. O modelo híbrido, semipresencial,

também parece ser uma tendência.

MUDANÇA DE

COMPORTAMENTO OU NOVO

PERFIL?

Para as empresas de foto e que organizam

tudo para a festa de formatura (e colação), o

medo recorrente é a desvalorização das fotos

e de todos os valores envolvidos no negócio.

O que representa queda geral no ticket médio.

Algumas empresas de foto de formatura

CRESCIMENTO ACELERADO

Os números mostram o quanto o EAD cresceu

nos últimos anos. Em 2018 foram mais de 7 milhões

de vagas oferecidas em EAD contra 6.4

milhões presenciais. Essa foi a primeira vez da

virada de um em relação ao outro. Ou seja, estudantes

em formação on-line superando os presenciais.

E olha que Isso já faz dois anos.

E a tendência é de mais avanço nesse sentido

como citado no começo do texto. Um empresário

do setor, que não quis ser identificar, disse

que “não necessariamente quer dizer que

estamos atraindo mais formandos que fariam


JAN/FEV/MAR 2020 · | 35

presencial”. O que na verdade ocorre é atender

uma necessidade de quem não faria o presencial

e só quer algo rápido de formação em

dois anos on-line.

Projeção 2023

% de matrículas em instituições

de ensino superior

A FHOX também teve contato com o conteúdo

da Associação Brasileira dos Mantenedores de

Ensino Superior (ABMES). Para especialistas, o

EAD será o caminho para reverter os números

divulgados pela Organização para a Cooperação

e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que indicam

um déficit educacional.

Conforme o levantamento, apenas 21% das pessoas,

de 25 a 34 anos, concluíram os estudos universitários

– o menor índice da América Latina.

A decisão pelo ensino a distância envolve outros

fatores que trazem desafios para o mercado fotográfico

de olho no setor educacional.

51

EAD

49

Presencial

Hoje, o formando que escolhe essa modalidade

busca conveniência, preço e agilidade. São três

fatores que não casam perfeitamente em oferta

para fotografia. Então, como as empresas devem

se portar? O fato é que poucas empresas de foto

de formatura parecem olhar ou trabalhar com

esse segmento EAD.

Apenas 21% das pessoas, de 25 a 34 anos, concluíram os estudos universitários – o menor índice da América Latina


36 | · JAN/FEV/MAR 2020

MODELO DEMOCRÁTICO

Segundo o diretor-executivo da ABMES, Sólon

Caldas, a modalidade on-line é acessível a todas

as classes sociais. “Ela é de extrema importância

para a democratização da educação superior no

País”. Por meio dessa ótica, surge a oportunidade

real para empresas do mercado que sabem

criar um cardápio específico para esse público.

Algo que envolve mais digital (multimídia) e um

produto impresso acessível e 100% focado na

colação. E, se tiver festa, criar algo encantador

que seduza esse concluinte.

Parece óbvio que algo com apelo on-line para

esse público faça todo o sentido. O EAD vem com

tudo para ser maior do que o presencial e atender

uma parcela da população que sequer faria faculdade.

Encarar esse cliente como uma “nova peça”

no ramo pode fazer toda a diferença.

7 milhões

vagas oferecidas em EAD contra

6,4 milhões presenciais em 2018

Talvez o vídeo funcione bem como oferta

para esse grupo [alunos EAD]

ofertas. Resta saber como será com a consolidação

dessa modalidade nos próximos cinco

anos. Embora tenhamos crescimento no presencial,

os índices são menores no comparativo.

O que representa mais empresas brigando pelas

mesmas fatias. Ou seja, o lugar para avançar

é no EAD. O que falta é alguém inovar nesse

mercado para colher frutos. Quem fizer isso

pode garantir um diferencial competitivo e conquistar

um mercado promissor que não deve

parar de crescer.

DE OLHO NO PRESENCIAL

Os produtos para esse formando do EAD não

difere tanto assim do colega presencial. O que

muda é que talvez o formato seja mais simples e

com menos entregas. Outro ponto de destaque

é entender que esse cliente é mais sensível não

só a preço, mas pode ser seduzido por algum

produto digital e dinâmico.

Para os empresários de foto desse ramo e os organizadores

de festas e afins, o desafio será ter

uma oferta mais completa e híbrida que seduza

esse público. São consumidores concluintes

com perfil bem distinto. Querem algo mais digital,

mas não necessariamente deixarão de ter

interesse pelo impresso. Talvez o vídeo funcione

bem como oferta para esse grupo. Ou produtos

híbridos entre fotos impressas, álbuns mais moderninhos

e menores.

É visível que os empresários de foto de formatura

estão mais de olho nas turmas rentáveis e

presenciais de cursos como direito, medicina e

afins. A sensação que fica é que existe espaço

para muito crescimento nesse setor e isso

poderia ser aproveitado melhor em termos de

O que está claro é que a fotografia terá que se

adaptar a essa realidade que não para de avançar

no Brasil. E que oferece oportunidades para

os empreendedores que souberem enxergar o

potencial verdadeiro para essa nova fase do ensino

a distância.



NOVA DATA,

NOVO LOCAL,

NOVA EXPERIÊNCIA

24, 25 E 26 DE AGOSTO

OCA DO IBIRAPUERA - SP


Faça parte do maior evento de imagem da América Latina.

Garanta seu espaço e seja uma das MARCAS CONFIRMADAS

FUJIFILM • SONY • DIGIPIX PRO • GREIKA • DNP • DREAMBOOKS • FHOX • XEROX

Ideal Personalizados • Fotolab Álbuns • Goimage • Guaraci Digital | HiTi • Zangraf

Alfa Fotobook • Photoalbum Universal • Profox • Viacolor • Avell • Fotografe Melhor

Ipsis PRO • PSG Suprimentos • Total Card • Hahnemühle • Lefotick • Inova Laboratório

Unnipix • 3zero5 • Baby Props Brasil • Cida Reis • Patola • Pixel House • SGE

Dreamsbaby • Incoflash • Black Hold • Dina • Dona Cotinha • Lembre-lembre

Ateliê Betty Props • Du Props • Photum • Prado Fundo de Tecidos • Wee Art

Zeza Ventrameli • AG Sistemas • Albumgraf • Fada Mãe Figurinos • Midóra

Photo Props • Atelier Vovó Dina • Fofurices e Props • Honey Bear Props

Lucimar Santos Fundos • Nanda Props • Petit Bebê • Props do Bem • Renê Andrade

O MELHOR E MAIOR

ENCONTRO DA FOTOGRAFIA

LATINO-AMERICANA

FEIRA DE NEGÓCIOS • ATIVIDADES EDUCACIONAIS • EXPOSIÇÕES • WORKSHOPS

WWW . F E I R A F O T O G R A F A R . COM.BR

ORGANIZAÇÃO:

QUER EXPOR? 11 96741 2166

feirafotografar


40 | · JAN/FEV/MAR 2020

AS AMEAÇAS E

AS SOLUÇÕES

PARA O

MERCADO DE

FORMATURAS

Arquivo pessoal

Cláudio Cruz, CEO da Z4MONEY

Atuar no mercado fotográfico, como profissão

e não como hobby, está cada vez mais desafiador.

A evolução das câmeras dos smartphones,

somada às redes sociais e ao desinteresse

do público jovem pelo álbum impresso, são

verdadeiras ameaças para o setor.

O que fazer sobre isso?

Melhorar TODOS os processos que compõem

o ciclo de produção de um álbum e não somente

o processo de venda. Existem empresas

que mudam a estratégia de venda, ora antecipada,

ora no tablet, ora impresso. Enfim, isso

não resolve. O processo como um todo precisa

ser observado e melhorado continuamente.

Tudo começa na negociação entre uma Comissão

de Formatura x Empresa que está comercializando

o direito exclusivo de captar o

conteúdo dos eventos. Essa negociação deve

ser clara, concisa e com regras bem definidas.

Muito bem definidas, diria.

Após fechamento do contrato, a CAPTURA é

um processo extremamente importante. Mensurar

a qualidade do conteúdo capturado pelo

fotógrafo é obrigação; quanto melhor as imagens,

melhor o resultado do produto e maior

as chances de converter em venda.

Identificar os melhores fotógrafos é uma tarefa

relativamente simples: é saber a relação conteúdo

captado x venda. Exemplo: em um evento

dois fotógrafos tiram 500 fotos cada um; do fotógrafo

A, das 500 fotos, 20% foram vendidas;

e do fotógrafo B, 10%. É importante reconhecer

o bom fotógrafo com um cachê diferenciado.

A tecnologia também é uma poderosa aliada. Por

exemplo, substituir o chato DVD pela realidade

aumentada, com vídeos editados de no máximo

60 segundos, conectados ao momento da foto,

evidenciando os principais momentos do evento

- sem dúvida nenhuma é um tiro certo. Imaginem

um depoimento gravado pelo aluno(a), agradecendo

e reconhecendo a importância dos pais

no processo de formação acadêmica.

Um detalhe muito importante que contribui

e muito para o sucesso na venda de álbuns

são as informações coletadas pelos formandos(as).

Como mencionado acima, o jovem

não se encanta por fotografias a ponto de investir

em um produto fotográfico, entretanto,

os pais, tios, avós, estes sim, se derretem ao

ver um álbum de formatura. É a maior lembrança

de uma fase importante da vida.

Por isso, o processo de adesão do aluno sutilmente

deve solicitar os dados dos pais ou res-


JAN/FEV/MAR 2020 · | 41

ponsável financeiro. Essa informação é muito

valiosa para o agendamento da visita.

As equipes de vendas de álbuns devem ter treinamentos

constantes. Devem estar alinhadas

com o propósito traçado desde o fechamento

do contrato pela empresa, que obteve a exclusividade.

Chegar com o “pé na porta”, ameaçando

rasgar, queimar ou coisas do gênero só prejudica

o mercado. Estes vendedores estão na verdade

queimando a imagem da empresa. A médio e

longo prazo, a operação não para em pé.

Resumindo: a oportunidade de obter sucesso

no segmento fotográfico é ser transparente

na venda do contrato; ter processos eficientes

e bem definidos de separação, diagramação e

impressão com ferramentas que facilitem esse

controle. Além de aplicar tecnologia (realidade

aumentada), manter as equipes de vendas sempre

bem treinadas e alinhadas, com o propósito

de serem eficientes no prazo de entrega.

Observação fora do contexto, mas importante:

As empresas devem separar o resultado financeiro

do evento com o resultado financeiro da

venda de álbuns. Não se pode utilizar a receita

de álbuns para pagar fornecedores de eventos,

folha de pagamentos, etc.

É possível ter rentabilidade nos eventos! A receita

de álbuns deve ser utilizada para cobrir custos

pertinentes a essa operação exclusivamente.

O lucro deve ser investido em tecnologia e

para pagar pró-labore para os sócios. Nada

mais que isso.

Foto: FERNANDO MACIAS ROMO / Shutterstock.com


PubliEditorial

SONHOS LEVADOS

PARA O PAPEL

“A Konica Minolta é uma empresa consolidada no mercado,

com ótimo atendimento ao cliente”

Talvez nenhum segmento seja tão ligado à emoção

quanto o fotográfico. Por isso, mais do que poder ver

e tocar fotos impressas em papel, os clientes desse sofisticado

mercado também querem ver suas imagens

reproduzidas em alta qualidade, com durabilidade e,

muitas vezes, acabamentos diferenciados em álbuns:

o momento de receber um diploma, de um casamento,

de uma comemoração com amigos ou nascimento.

Por isso, não é errado dizer que algumas das mais bem

sucedidas empresas desse ramo tenham sido construídas

com base em sonhos e emoções.

Com 12 anos de mercado, a Innova Brasil Soluções

Fotográficas de São Paulo especializou-se no segmento

de formaturas e, dessa maneira, em levar para o papel

momentos e cliques importantes para seus clientes.

“Em nosso site, estampamos a frase ‘Celebre sua conquista’.

É desse jeito que enxergamos o trabalho que

realizamos na Innova Brasil há mais de dez anos: como

um meio de eternizar momentos importantes na vida

de nossos clientes de modo diferenciado e com alta

qualidade, como formaturas, casamentos, eventos, aniversários,

entre outros”, afirma Fábio Pais de Andrade,

proprietário da Innova.

Hoje, a empresa mescla tecnologia de produção de

fotografias em diferentes mídias com o trabalho quase

artesanal de produzir e finalizar estojos, capas com

acabamento diferenciado e outros fotoprodutos que

estampam momentos e rostos, com uma produção

mensal de mais de 6 mil estojos e mais de 400 mil fotos.

A Konica Minolta faz parte desse projeto, sendo uma

das tecnologias escolhidas para impressão digital de fotos

em alta qualidade através da AccurioPress C6100.

“Desde que começamos a mudar para a tecnologia digital

em 2015, não paramos de investir em uma estrutura

diferenciada, com uma equipe capacitada para o projeto

de implantação de novas ferramentas de trabalho.

Isso passa também pela escolha das tecnologias certas.

Observamos, no final de 2018, a modernidade das

soluções de impressão de Konica Minolta, a tecnologia

Fábio Pais de Andrade, proprietário da Innova

Divulgação


Divulgação

Luiz Carlos da Silva, diretor da LAF

de cor, inteligência e velocidade de impressão. Por isso,

decidimos investir”, salienta Fabio.

Ele aponta diferenciais que vão além da tecnologia e

qualidade de imagem graças à tecnologia de impressão

da Konica Minolta e de seu toner Simitri HDE. Do montante

de fotos produzidas na Innova Brasil, cerca de 180

mil fotos são, hoje, impressas na tecnologia do equipamento

em diferentes gramaturas a (AccurioPress C6100

pode trabalhar com gramaturas de até 400 g/m2).

A LAF Encadernadora é outro bom exemplo. Sediada

em São Paulo, a empresa começou com um sonho e

uma pequena loja de fotografias, que se expandiu para

o segmento de impressão de foto-álbuns e fotoprodutos

de alta qualidade.

“Hoje, trabalhamos com impressão papel fotográfico,

impressão digital couché e plotagens. Também contamos

com produção interna para nossos álbuns e temos

uma presença forte no segmento promocional, mas

sempre com um viés ligado à fotografia”, explica Luiz

Carlos da Silva, diretor da LAF.

Segundo Luiz, a escolha de parceiros certos foi fundamental

para que a empresa conseguisse sucesso nos vários

mercados ligadas à fotografia. Um desses parceiros é

a Konica Minolta através de sua tecnologia de impressão

digital para imagens – primeiramente, uma bizhub PRESS

C70hc, impressora que imprime em sRGB utilizando a

tecnologia High Chroma, permitindo atingir um gamut

tonal ampliado para produção no mercado fotográfico;

e, depois, uma impressora bizhub PRESS C1100, que conta

com velocidade de 100 páginas/minuto, resolução de

1200x1200 dpi e tecnologia de toner Konica Minolta de

nova geração Simitri HDE. O equipamento vem sendo

utilizado para produção de álbuns de formaturas.

“A Konica Minolta é uma empresa consolidada no mercado,

com ótimo atendimento ao cliente”, justifica Luiz,

sobre a opção pela parceria com a Konica Minolta.

Segundo ele, a crescente demanda por trabalhos em papel

couché motivou os investimentos. “Precisávamos de

um equipamento que nos permitisse atender a essa demanda

com qualidade. Além disso, outro diferencial importante

que nos levou a optar pelo equipamento Konica

Minolta foi, na época, a tecnologia exclusiva de gamut expandido

da bizhub C70hc, a qual nos possibilitou imprimir

em cores mais vivas e ricas”, explica. “Hoje, estamos entre

as maiores empresas de soluções fotográficas do Brasil, e

precisávamos adquirir mais uma máquina de alta capacidade

para atender nossa grande demanda, e foi então que

partimos para o investimento na bizhub PRESS C1100.”

Para conhecer mais a Konica

Minolta, basta acessar:

konicaminolta.com.br


44 | · JAN/FEV/MAR 2020

CONHEÇA A

EXPERTISE DE

MARCAS QUE

VENDEM SONHOS

EM ÁLBUNS

FHOX CONVERSOU COM ALGUNS EMPRESÁRIOS PARA ENTENDER O

QUE O MERCADO TEM OFERECIDO DE PRODUTOS A TECNOLOGIAS

PARA CONSOLIDAR A VENDA DO ÁLBUM DE FORMATURA

por Jucelene Oliveira | Foto: Wictor Duarte e Divulgação

Alessandro Correia (Petrolina /PE)

Turma de Direito, em Belém do São Francisco


A formatura é um evento marcante na vida de qualquer

estudante. A menos que o formando seja viciado

em cursos universitários e emende uma faculdade à

outra, pode-se dizer que a formatura é um daqueles

momentos que se realiza poucas vezes na vida.

É justamente nessas ocasiões que o papel do fotógrafo

e/ou da empresa de eventos da qual ele

faz parte, faz toda diferença no processo. Afinal,

registrar e guardar a lembrança para sempre não

pode ser de qualquer jeito.

“Formatura é um mercado que está em transformação

e ascensão, e que precisa de mudanças;

as empresas que não estiverem preparadas para

isso, vão ficar para trás”, avalia Rodrigo Kfuri,

fundador e CEO da Pixel House (entrevista Perfil

completa nesta edição).

Alessandro Correia (Petrolina /PE)

Para Hélio Galvão, o mercado de formaturas se

encontra hoje em um modelo híbrido

Com tantas empresas oferecendo produtos fotográficos

para festas e/ou eventos, não é nenhum

espanto que o ramo de formaturas seja bastante

competitivo. Principalmente em tempos de crise

financeira, em que os valores podem variar muito,

assim como a qualidade e os serviços prestados.

MUDANÇAS NO MERCADO

Nos últimos anos, tem-se falado muito sobre

“vender a experiência e não apenas o álbum”.

Para Ronnie Olivatto, fundador da RR Álbuns,

empresa de Americana (SP), que trabalha com

álbuns personalizados e modernos, “o formando

precisa viver uma experiência única e o álbum

registrará a concretização disso”.

“Estamos investindo muito nesse novo conceito de

‘vender a experiência para o formando’. Hoje sabemos

que todos têm a possibilidade de capturar

suas imagens, seja por meio de celulares ou câmeras

fotográficas amadoras, o que faz a venda do

álbum impresso não ser mais tão atrativa ao formando.

Pensando nisso, cada vez mais buscamos

inovar e proporcionar a ele uma experiência agradável

e única para que ele volte a enxergar o ‘valor’

do álbum e tenha interesse em adquiri-lo”, explica.

Oferecer um serviço profissional e de qualidade, garantindo

segurança ao formando e sua família, que

culmine naquele lindo e caprichoso álbum de formaturas,

muitas vezes exclusivo, é o que mais tem

movimentado o mercado nos últimos anos de mudanças

e reinvenções tecnológicas.

Ao ser questionado sobre os tipos e formatos de

álbuns e os valores praticados no mercado, Olivatto

explica que existe uma grande variedade de produtos.

“Há empresas que praticam desde a pré-venda

de álbuns à venda somente de arquivos no formato

digital, o que pode fazer o preço variar de R$600

a mais de 10 mil reais. Por isso, quanto mais atualizado

estivermos, buscando por novas estratégias e

diretrizes de marketing, mais nosso negócio irá se

destacar em relação à concorrência”, conclui.

MODELOS E TECNOLOGIAS

Com tantas tecnologias e inovações disponíveis, o

que fica claro é que há muito potencial de crescimento

para o segmento. Rodrigo Kfuri compartilha

a experiência recente da Pixel House.

“Há dois anos surgiu uma oportunidade de

montarmos um projeto com uma empresa referência

de formatura. Logo surgiram dúvidas

do tipo: ‘Não é interessante mais imprimir todos

os álbuns para vender. E como é que vou vender

todos esses alguns se não tenho todos eles


46 | · JAN/FEV/MAR 2020

impressos?’. Com isso, a Pixel viu a necessidade

de uma plataforma tecnológica que pudesse ser

explorada na hora da venda e foi isso que fizemos”,

explica.

Essa plataforma robusta oferece serviços específicos

para as empresas de formatura. “Queríamos

agregar valor dentro de uma plataforma de

venda e montagem do álbum. O formando tem

autonomia para diagramar seu álbum. Também

há modelo de split de pagamento. O sistema se

torna autoalimentado de uma forma transparente

para os dois lados. Nesse projeto nossa empresa

parceira não paga nada além do que a impressão

do álbum”, diz Kfuri.

Quando o assunto é o preço do álbum ou do serviço

de formatura, Olivatto da RR Álbuns conta

que hoje existem dois

modelos distintos para

precificar álbuns.

“No primeiro modelo,

muito usado pelas empresas

que fazem venda

de impacto (álbuns previamente

impressos), o

valor é determinado pelo

número de fotos já estipulado

em contrato. Esse

número de fotos é baseado

em uma porcentagem

de descarte no total de

imagens que o formando

possui. Geralmente as

empresas usam de 20 a

50% de descarte”, conta.

Já Kfuri destaca que o formato do vendedor

indo até o formando ainda vai continuar por um

tempo, pois os formatos não são excludentes.

No entanto, ele acredita em novas maneiras de

se trabalhar como, por exemplo, a venda antecipada,

que traz mais segurança para a empresa,

melhor administração dos custos dela e, consequentemente

um menor custo para o formando.

REINVENTAR-SE

Segundo Ronnie Olivatto é preciso vender a

experiência e não apenas o álbum

Atuando na prestação de serviços para empresas

de formatura há mais de nove anos, a Prolab Photo

Digital e Molduras está presente no processo

de produção desde o momento do clique até o

produto pronto. Rodrigo Torres, diretor da empresa,

afirma “que formatura é um evento cultural e,

mesmo que diminua em

razão da crise econômica,

nunca irá acabar”. Segundo

ele, quem passa anos

estudando deseja e merece

viver esse momento.

“Um dos grandes desafios

é se reinventar e agradar

a todos os públicos. Ano

passado, tivemos a ‘invasão’

do gráfico no mercado

e nós tivemos que

nos adequar para receber

essa novidade. Adequar

tamanhos dos álbuns e

estojos para este tipo de

impressão também foi

necessário”, conta.

Sobe o segundo modelo, o empresário explica

que é usado pelas empresas que vendem de forma

digital (levam as fotos em ipad ou tablet). “O

valor é determinado pelo modelo de álbum escolhido

pelo formando. Nesse formato é possível

oferecer modelos com melhor qualidade, agregando

grande valor e tecnologia, no qual o formando

pode fazer a diagramação (montagem

do seu álbum em um software), usar recursos de

realidade aumentada, além de poder incluir fotos

pessoais na galeria de imagens. Esse é o formato

que usamos hoje na RR Álbuns”, pontua.

Seja qual for o modelo adotado para a venda

de álbuns, os empresários do ramo são unânimes

em ressaltar que a tecnologia é fundamental

para o processo.

“Hoje estamos investindo em um sistema de

identificação exclusivo no qual conseguimos obter

o contato de todos os convidados que o formando

leva ao seu evento, o que possibilita que

essa venda possa ser trabalhada para membros

de sua família como avós, tios ou padrinhos”,

exemplifica Olivatto, da RR Álbuns.



48 | · JAN/FEV/MAR 2020

“Foi nesse momento que tive a oportunidade de

aprender a mecânica dos processos ao prestar

serviços para uma empresa do Rio de Janeiro. A

partir daí foram longos anos de trabalho e mudanças

até que o SGE (Sistema de Gestão de

Eventos) de fato surgisse no mercado como um

serviço inovador”, relembra.

“O valor é determinado

pelo modelo de álbum

escolhido pelo formando”

Ronnie Olivatto, fundador da RR Álbuns

Foto: Wictor Duarte

Ele reafirma o uso da tecnologia como forte aliada

para manter o mercado cada vez mais atrativo.

“Investimos muito em tecnologia, disponibilizando

para o formando a opção de realidade aumentada,

logos em 3D, além de um software exclusivo

para diagramação do álbum. O cliente está

cada vez mais conectado e ligado às inovações.

As empresas que não seguirem essa evolução estão

cada vez mais ameaçadas em um mercado

tão dinâmico; nossos clientes são consumidores

jovens que têm a necessidade cada vez maior de

produtos que agreguem tecnologia e qualidade”.

Para as empresas de formatura que querem gerenciar

seu negócio 24 horas por dia e de maneira

prática, conhecer a proposta do SGE, o Sistema

de Gestão de Formaturas e Eventos, pode

ser uma boa alternativa. Desde 2001, seu fundador,

Hélio Galvão, está envolvido com o mercado

de formaturas.

Galvão destaca ainda que “o mercado de formaturas

se encontra hoje em um modelo híbrido”. Para

ele, isso ocorre porque há demanda de material

impresso e digital. “Outro grande ponto de destaque

é o uso de mídias eletrônicas para facilitar a

venda do impresso e isso não pode ser confundido.

É uma prática cada vez mais comum e acredito

ser um estágio intermediário caso as novas gerações

optem apenas pelo material digital”, avalia.

Sobre a venda do álbum de formatura, o modelo

adotado pela RR Álbum se dá pós-evento. “Atualmente

usamos mais o modelo de venda posterior

à formatura. Acreditamos que aquele modelo

de venda ‘sob pressão’ está ficando cada vez

mais ultrapassado”, sinaliza.

Para o empresário, hoje, os formandos sabem

que as empresas não vão descartar as fotos após

receber a visita do vendedor, então tentar a venda

em um momento posterior - para o formando

ou alguém de sua família - é a melhor maneira

de se obter uma maior porcentagem de vendas.

As inovações nos formatos de álbuns também

variam de empresa para empresa. “Temos produtos

diversos, modelos de álbuns que podem

ser impressos desde papel couchê ao fotográfico

encadernado; a ferramenta de montagem dos

álbuns que proporciona ao formando a experiência

de poder fazer a diagramação, inclusive com

fotos de arquivos pessoais no qual é possível fazer

a inclusão de textos, fotos e molduras de fundo.

É um diferencial na linha da RR Álbuns. Temos

também uma linha de produtos fotográficos

e filmagem que podem complementar a venda

dos álbuns de formatura”, orgulha-se Olivatto.

Para finalizar, o empresário ressalta a importância

do álbum impresso no momento da venda.

“Sem o álbum impresso não existe mercado fotográfico.

Sem a foto no papel não há como os

profissionais do mercado justificarem o preço final.

Imprimir sempre será a melhor solução tanto

para quem vende quanto para quem compra”,

afirma Olivatto.


www.pixelhouse.com.br

Tecnologia e qualidade

para atender cada vez

mais formandos

R.A. Formaturas, que usa serviços Pixel House, conta como

a parceria tem ajudado a impulsionar os negócios

Foi do desejo de transformar sonhos em realidade

que, em meados de 1997, a R.A. Formaturas surgiu.

Tudo porque um jovem casal compartilhava, além do

amor, um espírito empreendedor. Joelson Rodrigues

Alves era um fotógrafo persistente e sagaz, já Maria

Antonia Dias Alves uma vendedora nata, que encarava

tudo com muita garra e determinação.

Hoje, ao longo de 23 anos de história, quem está por

trás dos negócios são os filhos, Felipe Dias Rodrigues

Alves e Thaís Dias Alves de Oliveira. Juntos, além de

manter viva a tradição e os valores da empresa, os irmãos

conseguiram implementar tecnologia e versatilidade

em cada operação da R.A. Formaturas.

Atuando nas cidades de Mauá, Ribeirão Pires, Rio

Grande da Serra e Santo André, a R.A. já atendeu mais

de 45 mil alunos. Trata-se de uma empresa com perfil

jovem e arrojado, que está sempre em busca de novidades

para os formandos e familiares. Referência

e tradição no segmento de festas de formaturas na

região, conta com profissionais qualificados para superar

expectativas.

“Continuamos em constante evolução trazendo sempre

o que há de mais moderno e interessante no ramo

de festas de formatura para satisfazer os seus clientes”,

explica Felipe Dias.

Com foco em formaturas de Ensino Infantil, Ensino

Fundamental I e II e Ensino Médio, a empresa hoje

consegue executar, em média, 70 eventos de colação

de grau por ano.

Equipe R.A. Formaturas, liderada pelos irmãos Felipe e Thaís

Foto: Jonas Mattos

Parceria de sucesso

Em 2019, durante o Fórum Brasileiro das Empresas de Formatura,

organizado pela FHOX durante a Feira Fotografar, os gestores da

R.A. Formaturas conheceram as soluções da Pixel House.

“Desde lá começamos a analisar as possibilidades de implementar

um novo sistema. E, mais do que isso, um novo conceito de álbum

de formatura na nossa região”, explica Dias.

Com a implementação da parceria entre a R. A. Formaturas e a Pixel

House, a empresa conseguiu diminuir os custos de sua produção,

além de viabilizar um material único para cada um de seus formandos,

que aceitaram bem a ideia de diagramar seus próprios álbuns.

“Um fator importantíssimo foi a agilidade na saída da produção,

por se tratar de um método totalmente digital, sem dependência

de máquinas. Conseguimos soltar uma produção nova poucos dias

após os eventos”, explica.

Segundo Dias, um dos diferenciais da Pixel House é a atenção da

equipe para com os seus clientes e parceiros.

“É algo a se destacar, desde o Charles e o Rodrigo, até os funcionários

de suporte. Sempre são muito solícitos, esclarecendo dúvidas

e auxiliando no que for preciso para que a plataforma sempre esteja

completa, atendendo as necessidades trazidas pelos representantes”,

finaliza.


50 | · JAN/FEV/MAR 2020

FOTOS DE

FORMATURA:

DIREITOS E

OBRIGAÇÕES DO

FOTÓGRAFO

Arquivo Pessoal

Paulo Gomes de Oliveira Filho é advogado e

especialista em direito autoral

O trabalho fotográfico é arte e técnica e dele

decorrem direitos e obrigações ao fotógrafo.

Como as formaturas envolvem um volume expressivo

de pessoas interessadas, é importante

que o fotógrafo contratado se valha de contratos

específicos nos quais, de forma clara, estabeleça

sua atuação profissional, como também

sua remuneração, seja pelo grupo de formandos

– por meio da comissão de formatura – seja

individualmente com cada um dos formandos.

Vale ressaltar que os serviços fotográficos de

formaturas estão submetidos ao Código de Defesa

do Consumidor – Lei 8.078/90. E, de acordo

com esse código, cabe ao prestador de serviços

(fotógrafo no caso) demonstrar ter cumprido integralmente

com seus compromissos e obrigações

para com seus contratantes.

O ônus da prova é do prestador dos serviços,

no caso de haver alguma reclamação do cliente.

Não cabe ao cliente comprovar que o fotógrafo

não cumpriu os compromissos assumidos. Cabe

ao fotógrafo demonstrar que cumpriu.

Assim, é fundamental que o fotógrafo estabeleça

as condições da contratação em contrato. O ideal

é que ele tenha um contrato padrão, ao qual os

clientes anuam e complementem com seus dados.

Dois tipos de contratos podem ser elaborados:

a) Contrato com a Comissão de Formatura

b) Contrato individual com cada formando

Em relação ao contrato com a Comissão de

Formatura, este deverá estabelecer que os

formandos aderentes (que devem preencher

uma planilha contendo seus dados, como

nome, RG, CPF, endereço e assinatura) declarem

que a Comissão de Formatura tem o

direito de representá-los na contratação dos

serviços fotográficos.

Cada planilha integrará o contrato entre Comissão

de Formatura e Fotógrafo.

O contrato propriamente dito será assegurado

pela Comissão de Formatura – com o destaque

de que ela representa os formandos aderentes –

e o fotógrafo.

As principais condições desse contrato estão sugeridas

abaixo:

Em relação ao contrato individual entre formando

e fotógrafo, as condições são as mesmas

sugeridas para o contrato com a Comissão

de Formatura.


JAN/FEV/MAR 2020 · | 51

Lembramos que para assumir as obrigações de

contratante, os formandos deverão ser maiores

de 18 anos. Maiores de 16 anos, até 18 anos,

deverão assinar, em conjunto com seus pais ou

responsáveis. Menores de 16 anos deverão ser representados

por seus pais ou responsáveis.

Cláusulas essenciais dos contratos:

Qualificação das partes contratantes:

1-a) Comissão de Formatura, representando os formandos

aderentes, qualificados nas planilhas anexas.

Indicar os nomes, RG, CPF e endereços dos componentes

da Comissão de Formatura.

1-b) Fotógrafo e ou Estúdio Fotográfico: RG, CPF

(se pessoa física) ou CNPJ (se pessoa jurídica),

endereço e representante legal.

2-a) Formando: nome, RG, CPF e endereço.

2-b) Fotógrafo ou Estúdio Fotográfico: nome, RG,

CPF ou denominação social, CNPJ, endereço.

Objeto do Contrato: produção fotográfica da

formatura do curso (indicar), a ser realizada

no dia _______, no endereço __________, das

_____ às _____ horas.

As fotos serão dos formandos aderentes (ou individuais)

e do grupo de formandos e seus familiares

e convidados.

Número mínimo (ou máximo) de fotos a serem

entregues em álbuns (indicar o formato) para

cada formando aderente.

Valor: pelos trabalhos contratados e fornecimento

do álbum de fotos, o formando aderente

pagará ao fotógrafo o valor de R$ ______ (uma

única parcela ou em XX parcelas de R$_____)

até o dia ______.

O não pagamento na data convencionada

implica na não prestação de serviços ao formando

aderente e na não entrega do álbum

de fotos.

Desistência: o formando aderente poderá desistir

da contratação do fotógrafo até XXX dias

que antecedem a formatura, sem qualquer penalização,

com o reembolso dos valores pagos

até então.

O não comparecimento do formando aderente à

formatura não o desonera do pagamento ao fotógrafo,

do valor contratado, permanecendo seu

direito ao álbum produzido.

Essas são algumas condições básicas desses

contratos.

Vale destacar que contratos bem elaborados

dão garantia a ambas as partes, assim como delimitam

os direitos e obrigações de cada uma.

O fotógrafo tem a obrigação de produzir as fotos

com qualidade técnica, que possa ser atestada

por outros profissionais no caso de questionamentos

apresentados pelos clientes, inclusive

judicialmente.

Deve comparecer rigorosamente ao evento,

em tempo hábil, para instalar seus equipamentos

e realizar o trabalho fotográfico. Daí

porque é importante que estabeleça horário

e tempo a ser despendido na cobertura do

evento formatura e ou de outros momentos

com os formandos.

Deve limitar o número de fotos que serão disponibilizados

aos formandos e o formato de sua

entrega, como seria o caso de álbuns.

Quanto mais detalhado for o contrato em relação

a direitos e obrigações dos fotógrafos e

dos formandos, menores problemas surgirão

no futuro.

O descumprimento das obrigações assumidas

pelo fotógrafo poderá implicar em responsabilidades

dos danos patrimoniais (restituição de

valores recebidos) e dos danos morais, uma vez

que a formatura é o momento de muita importância

para quem se forma e a não fixação fotográfica

desse momento vai prejudicar a história

dos formandos.


52 | · JAN/FEV/MAR 2020

Applause Formaturas

LUZ, CÂMERA E

VÍDEO NA FORMATURA

COMO OS VÍDEOS DURANTE OS EVENTOS DE FORMATURA

ESTÃO TRANSFORMANDO O MERCADO

por Thalita Monte Santo

Assim como os registros fotográficos funcionam

como uma lembrança especial na vida de

um formando, o vídeo de formatura não poderia

ficar de fora. O formato pode contribuir até mesmo

de maneira sensorial para que os momentos

que envolvem todo o fechamento do ciclo universitário

e escolar nunca sejam esquecidos.

Hoje, a vantagem dos vídeos é que eles estão

em tudo e podem alcançar milhares de pessoas

de uma só vez. Na formatura, por exemplo, vão

além do típico registro em forma de cobertura de

evento. Tornaram-se verdadeiras experiências. E

com as possibilidades de edição, presets e filtros

prontos, na corrida para atrair os formandos, se

destacam as empresas que trazem mais criatividade

e rapidez na entrega dos trabalhos.

No entanto, vale lembrar que nada substitui o

álbum impresso. O vídeo hoje é mais um recurso

que pode ser atrativo e, consequentemente,

lucrativo para quem trabalha no ramo. É notório

que existem inúmeros momentos nos quais

o vídeo pode ser mais vantajoso do que a foto,

como na captura de um depoimento de alguém

importante. Juntos, um complementa o outro. E


JAN/FEV/MAR 2020 · | 53

é isso o que diversas empresas que trabalham na

organização ou cobertura das festas já notaram.

Para Edgar Carvalho, da Triunfo Formaturas, o

vídeo tornou-se essencial nos negócios da empresa.

“Sem dúvida hoje o vídeo nos vende com

mais facilidade. A distribuição dele nas redes sociais,

de forma correta, faz com que seja nosso

maior gerador de leads”, explica.

A Triunfo Formaturas atua no ramo desde 2015, e

sempre utilizou a linguagem audiovisual como um

dos seus produtos/formatos principais na produção

do conteúdo, que de acordo com a empresa,

é personalizado. Com um escritório localizado em

Tupã, cidade do interior de São Paulo, atende diversos

estados do País e, também, no Paraguai.

Segundo Carvalho, o vídeo é um complemento

do tradicional álbum de formatura. Ele avalia que

por muitos anos o formato era oferecido apenas

como um registro do que acontece, de forma

monótona. Hoje ele é um produto.

“O vídeo faz com que o formando reviva o momento

com detalhe, o mesmo vídeo traz realização

para quem participou daquele evento, como

também proporciona expectativas para os próximos

eventos e para novos clientes”.

Outra sacada interessante é a de oferecer a

transmissão ao vivo do evento para os parentes

do formando que não conseguiram se deslocar

até o baile ou colação. Serviço que a Applause

Formaturas, de Porto Alegre (RS), já faz.

A empresa, criada em 2014 pelo relações públicas

Pedro Moreira, mantém um canal fechado

em seu site, intitulado Applause Live, no qual a

cobertura só pode ser acessada com um link exclusivo,

que é repassado ao formando que solicita

o recurso. Segundo Moreira, a possibilidade

do ao vivo é a melhor forma de usar a tecnologia

em prol da aproximação das famílias.

“É uma oportunidade do dindo que mora longe,

da irmã que está em intercâmbio, da família que

mora em outra cidade conseguirem acompanhar

ao vivo, pela internet, um dos momentos mais marcantes

da vida dos nossos formandos”, explica.

“Oferecemos o Same Day

Edit, no qual editamos

os vídeos no local e

passamos as cenas no

telão durante o evento”

Edgar Carvalho, da Triunfo Formaturas

Para que a tecnologia fosse um dos serviços oferecidos,

a empresa de Moreira precisou se modernizar.

“Programamos um espaço no nosso site para esse

tipo de transmissão, adquirimos a placa adequada e

o sistema de streaming que garante a transmissão

em alta qualidade para as famílias”, diz.

Outro investimento que a Applause Formaturas

precisou fazer foi a retirada de todo tipo de cabeamento

das câmeras que transitam no palco.

De acordo com o empresário isso, além de evitar

possíveis acidentes, deixa o palco limpo.

MUITO MAIS DO QUE SÓ A

COLAÇÃO OU A FESTA

Arquivo pessoal

Assim como a Applause, a Triunfo também vai

além da simples cobertura. Hoje, em seu pacote,

há o acompanhamento das comissões desde o

primeiro ano da faculdade, caso solicitado.


54 | · JAN/FEV/MAR 2020

A TECNOLOGIA E OS

EQUIPAMENTOS CERTOS

O investimento para aquisição de equipamentos

não é barato. “Mas o mais caro vem depois de adquirir.

E poucos te contam que é a manutenção. A

vida útil do equipamento. São lançamentos de novos

modelos, cabos para ilha de edição, cartões,

HDs, servidor e backup em nuvem”, detalha Moreira.

Divulgação

No entanto, o empresário alerta que quem está

começando não precisa comprar tudo de uma

vez. “Existem várias empresas para locar esse

tipo de material ou serviço completo”, diz.

“É uma oportunidade

da família que mora em

outra cidade acompanhar

um dos momentos mais

marcantes da vida dos

nossos formandos”

Pedro Moreira, da Applause, sobre a transmissão da

formatura ao vivo pela internet

“Nós alinhamos com as turmas os eventos que

serão registrados. Desde aquele churrasco no

primeiro ano da faculdade, por exemplo. Oferecemos

o Same Day Edit, onde editamos os vídeos

no local e passamos as cenas no telão durante

o evento, como atualmente o Golden Globes e o

Oscar fazem. Nossas estrelas são os formandos

e eles sempre ficam impressionados com a rapidez

de captação e edição”, diz Carvalho.

Já na Triunfo, de acordo com Carvalho, o investimento

foi feito em câmeras Mirrorless da Sony,

Drones e Gopro. Em casos específicos, eles utilizam

até mesmo o celular para não perder nada.

Já para a edição usam os softwares da Adobe.

“O investimento em softwares e equipamentos não

representa um alto custo. O nosso maior investimento

é no profissional que os opera; o que faz um

vídeo ser incrível e a criatividade do videomaker,

tanto na captação quanto na edição das imagens. E

é nesse ponto que estamos nos destacando”, conta.

Moreira, da Applause Formaturas, finaliza explicando

que não enxerga um rito de passagem do

porte da formatura acontecendo sem registro em

vídeo. Por outro lado, não acredita que vídeo seja

mais importante que foto. Nem menos que ela.

A Applause também aposta na rapidez para surpreender.

De acordo com Moreira, a empresa traz

diferentes pacotes, no qual cada serviço agrega

valor. “Um que vem tendo grande destaque em

relação aos vídeos é o da edição instantânea, no

qual um vídeo resumo da formatura é entregue

em até 3 horas após o evento e o formando pode

apresentar na sua festa particular”.

Uma das

transmissões ao

vivo realizadas

pela Applause

Formaturas



56 | · JAN/FEV/MAR 2020

PRÊMIO WEDDING

BEST - O ÁLBUM

PREMIAÇÃO QUE ELEGE O MELHOR ÁLBUM DE CASAMENTO

DO ANO CHEGA À SUA 9ª EDIÇÃO

Texto por Redação

Vencedor da 7ª edição do Wedding Best, Alysson Oliveira apresentou fotos do casamento de Sr. Orialdo e a Dona Edith.

Será que você tem o melhor álbum de casamento

do Brasil? Qual será o trabalho do seu portfólio

que mais se destaca? Que tal descobrir participando

da única iniciativa no País que elege os

melhores trabalhos do segmento? A 9ª edição do

Prêmio Wedding Best - O Álbum está chegando.

Trata-se de uma iniciativa do Grupo FHOX e da

Fotolab Álbuns, que com o patrocínio da Fujifilm

Brasil, elege, anualmente, os melhores álbuns de

casamento do ano. Uma premiação que já revelou

diversos fotógrafos do ramo.

Este ano, o vencedor (ou vencedores), além de

ser escolhido como o dono do melhor álbum de

2020, ganhará um kit com câmera mirrorless da

série X da Fujifilm: X-T30 + lente XF27mm.

Para participar, cada fotógrafo (ou estúdio fotográfico)

poderá se inscrever com até dois álbuns.

Dez finalistas serão selecionados pelo júri técnico,

que analisará a qualidade das imagens, a estética

da diagramação, o design do álbum, a criatividade

e a capacidade de clicar imagens que emocionam

e contam histórias.

De acordo com Tchô Moioli, da Fotolab Álbuns,

o processo de escolha do melhor trabalho já começa

a partir do fotógrafo, pois trata-se de um

exercício de autorreflexão.

Além disso, para ele, em tempos de confinamento,

a opinião da família do participante

pode contar muito como um primeiro passo

de triagem.


JAN/FEV/MAR 2020 · | 57

A Fujifilm, patrocinadora do Prêmio, vai presentear o

vencedor com uma câmera X-T30 e uma lente 27mm

o trabalho consistente do fotógrafo de casamento,

é um sentimento de reciprocidade.

“Muitas pessoas estão se voltando para si mesmas,

para as memórias da família e dividindo tarefas do

lar, como não fazíamos há muito tempo. Isso terá

um reflexo interessante sobre a curadoria dos álbuns.

Acho bacana a família inteira opinar na escolha

do álbum a ser enviado. Mas lembro sempre

que os álbuns não precisam conter mais fotos que

o essencial, que cada foto tenha uma força individual

e que nos leve à atmosfera do casamento.

Fotografias que nos façam entender a personalidade

do noivo, da noiva... Que qualifiquem a individualidade

daquele casamento e nos provoquem

simpatia por todos os envolvidos”, explica.

Para ele, não se trata de ser um super casamento

ou uma cerimônia simples, trata-se de trazer

a verdade daquele evento, de como as pessoas

estavam e da importância que foi para todos.

Já para a Fujifilm, participar de uma iniciativa que

valoriza histórias, criatividade, técnica, emoção e

“Costumamos dizer que os premiados somos

nós! Sem dúvidas estamos muito animados e ansiosos

para estar neste encontro. Para a Fujifilm

é um enorme prazer reunir-se com profissionais

que compartilham da mesma paixão e que a estimulam

diariamente a continuar fazendo uma das

coisas que mais gosta”, explica Emerson Stein, Diretor

Divisão de Imagem da FUJIFILM.

Os trabalhos finalistas serão expostos na Fotografar

2020, que acontecerá nos dias 24, 25 e

26 de agosto. O grande vencedor também será

anunciado durante a Fotografar.

As inscrições poderão ser feitas pelo site da Fotografar.

Vale lembrar que a premiação é destinada à

participação de fotógrafos profissionais, residentes

no território nacional e maiores de 18 anos. Para receber

em primeira mão informações fique ligado nos

sites da FHOX e Feira Fotografar.

*Nota: será disponibilizado apenas um kit Fujifilm,

independente da quantidade de vencedores (no caso,

profissionais do mesmo estúdio).

Rafael Karelisky, com

o ensaio Adeoya e

Torikola, foi o vencedor

da 8ª edição do Prêmio

Wedding Best - O álbum


58 | · JAN/FEV/MAR 2020

SEGURANÇA DA

INFORMAÇÃO

E A LEI GERAL

DE PROTEÇÃO

DE DADOS

Alessandro Correia (Petrolina /PE)

Hélio Galvão é fundador e CEO do SGE

Ainda é muito comum protegermos apenas as

coisas que podemos ver e tocar; inclusive para

grande parte dos leitores, guardar dinheiro em

casa ou adquirir servidores e mídias com o objetivo

de armazenar fotos é o que traz conforto

neste quesito.

Tecnicamente falando, tal conforto muitas vezes

é ilusório devido à falta de planejamento,

análises e controles mais efetivos - que deveriam

ser projetados e implementados por especialistas.

Mas, o que ocorre em muitas empresas

é a associação desta tarefa ao analista

de suporte ou ao amigo que “manja de informática”.

Já em outras, este assunto é solenemente

ignorado.

Se ainda assim restam dúvidas, vamos analisar

um caso recente. Durante o Forma Summit

(evento organizado pela FHOX em 2019), recebo

um telefonema com um pedido de ajuda: uma

linha de produção de um grande laboratório fotográfico

estava parada por dois dias devido à

uma infecção por vírus, daqueles que codificam

os dados do computador e pedem resgate (ransomware).

Em poucos minutos entrevistando o

colega de profissão - devidamente tranquilizado

- compreendi o cenário do caos e enumerei as

questões para ajudá-lo. Destas, trago algumas

como exemplo e teço comentários:

Q: A empresa dispunha de apenas um funcionário

padrão para tratar todos os assuntos de tecnologia;

C: Claramente um “faz-tudo”, que suportou sozinho

o peso de uma situação que jamais imaginou

ocorrer.

Q: Os computadores que controlam a linha de

produção estavam na mesma rede do escritório;

C: Em uma comparação simples, é como permitir

que a rede WiFi dos passageiros de um avião

seja a MESMA da cabine de controle.

Q: O computador de atendimento ao cliente recebia

pendrives para impressão de fotos avulsas

e estava na mesma rede do escritório;

C: Pendrives desconhecidos são fontes de vírus

e outros softwares maliciosos. Além disso, a rede

do escritório era a mesma da linha de produção!

Q: Cópia de segurança (backup) do servidor armazenada

no mesmo local;

C: Estas cópias devem ser feitas em DUAS mídias

e armazenadas em locais seguros e distintos.

Q: Servidor sem armazenamento e fonte de alimentação

redundante;


JAN/FEV/MAR 2020 · | 59

C: “Quem tem um, não tem nenhum”. Neste caso,

uma falha no HD ou fonte também causaria impacto

na linha de produção.

Podemos perceber que são pontos simples e

que trazem o debate para a mesa de forma mais

clara, afinal a intenção não é causar pânico, mas

sim enxergar a questão de outra forma. Basicamente

estamos falando de capacitar a equipe,

revisar periodicamente regras e instalações e

claro, antes de qualquer coisa colocar “ordem

na casa”.

Outro clássico é a velha discussão sobre o armazenamento

local e em nuvem. Seja a opção

de serviço on-line (nuvem) ou local, o fato é que

ambos precisam estar em conformidade com as

regras de segurança aplicáveis a cada modelo.

Por exemplo, ainda encontramos sistemas on-

-line sem certificado digital e sem tantos outros

mecanismos básicos, muitas vezes ignorados

pelo próprio fornecedor e pelo consumidor em

pleno ano de 2020!

Falando em conformidade, avançamos muito na

questão da segurança da informação desde o

Marco Civil da Internet e chegamos à Lei Geral

de Proteção de Dados (LGPD).

A LGPD está registrada sob o Nº 13.709/2018 e

regula as atividades de tratamento das informações

dos usuários. Vários países já possuem regras

bem definidas para isso e podemos citar a

GDPR da União Europeia e a Lei de Privacidade

do Consumidor nos Estados Unidos (CCPA).

De maneira geral, estas regras possuem fundamentos

como: respeito à privacidade, intimidade,

imagem, honra e direito à anonimização. Além

disso, prevê que o usuário tenha acesso aos seus

dados para correção, exclusão e ciência sobre o

compartilhamento destas informações com entidades

públicas ou privadas.

Indo adiante, existem algumas definições para

que o processo seja organizado e funcione conforme

se determina a lei. Por exemplo, o item denominado

“dados pessoais” se refere à informação

do usuário como: CPF, e-mail, nome etc. Já

os “dados pessoais sensíveis” são informações

de cunho religioso, sexual, político, dados de

saúde e outros que podem resultar em discriminação.

Por sua vez, o “titular” é a pessoa a qual

se referem os dados.

Do outro lado temos o “controlador”, entidade

física ou jurídica que detém e regula os dados

pessoais e, por fim, o “processador”, responsável

pelo tratamento destas informações.

A lei entrará em vigor em agosto deste ano e

vale lembrar que estas são apenas questões básicas,

portanto recomendo a leitura da LGPD na

íntegra. De toda forma, deixo aqui alguns pontos

de interesse e discussão para o setor:

a) Descarte efetivo de material fotográfico não

vendido (impresso ou digital);

b) Destruição de mídias com defeito e que possuem

imagens de clientes;

c) Inclusão/revisão dos termos contratuais que

determinam o uso da imagem e dados do cliente

(impresso ou digital);

d) Abolir o uso de serviços de SMS e cobrança

de empresas sem informações claras de contato

(normalmente possuem preços irrisórios);

e) Exigir do fornecedor de sistemas o uso de

certificado digital, políticas de backup, gerenciamento

de usuários e criptografia de dados;

f) Definir com os prestadores de serviço (laboratórios,

diagramadores etc) regras para cópia de

segurança do material, assim como o transporte/

descarte das mídias/imagens/dados;

g) Alguns dos itens acima necessitam de análise

técnica, portanto não hesite em consultar um

profissional qualificado.

A Segurança da Informação é algo sério e inexiste

de forma absoluta. Logo, devemos tratá-la como

um dos elementos fundamentais de nossa jornada

e investir em controles para entregar produtos

e serviços sem impacto para o cliente final.


60 | · JAN/FEV/MAR 2020

LINHA ALPHA

DA SONY PASSA A

TER UM ANO DE

SEGURO GRÁTIS

MARCA COMEÇA A VENDER SUA LINHA DE CÂMERAS E LENTES

ASSEGURADAS COM A PORTO SEGURO NO BRASIL

Texto por Redação | Fotos: Divulgação


JAN/FEV/MAR 2020 · | 61

A Sony Brasil trouxe uma novidade de encher

os olhos de todos os profissionais da fotografia

que, mais do que ninguém, vivem em uma rotina

intensa de trabalho e precisam de um cuidado

especial com os seus equipamentos. Para empresas

de foto de formatura e foto escolar é uma

vantagem poder contar com seguro já incluso na

compra de um equipamento de ponta.

E agora, as novas aquisições de lentes e câmeras

Mirrorless realizadas exclusivamente através da

Sony Store e do televendas da marca chegam

com um ano de seguro nacional da Porto Seguro,

grátis.

Muito além de uma ação pontual, a marca garante

que o seu portfólio completo de câmeras

e lentes contará com este benefício. Com exclusividade,

a FHOX conversou com o Gerente de

Marketing da

divisão de Alpha,

Leonardo

Botelho, sobre

a novidade.

Segundo Botelho,

após um

longo período

de planejamento

e pesquisa

de mercado, a

Sony tem orgulho

em oferecer

algo que

realmente faz

a diferença no

dia-a-dia do A base instalada de câmeras conta com enorme potencial de renovação

profissional.

“Essa comodidade

é mais do que merecida para os fotógrafos

que investirem na linha Alpha da Sony”, explica.

Segundo ele, o fotógrafo receberá a apólice do

seguro por e-mail junto à nota fiscal de compra

dos produtos. Ele também ressalta que “o equipamento

já chega nas mãos do profissional, assegurado”.

O gerente de Marketing comentou ainda que

esse benefício, essencial para cuidar de uma importante

ferramenta de trabalho, compreende a

cobertura para danos físicos e subtração. “Um

seguro completo com uma das marcas mais reconhecidas

e respeitadas entre as seguradoras,

a Porto Seguro”.

O fato é que a base instalada de câmeras ainda

conta com enorme potencial de renovação.

Algumas médias e grandes empresas estão investindo

na troca de equipamentos por modelos

Mirrorless e DSLRs profissionais. Contudo, ainda

existem muitos empresários que ignoram a importância

de um bom equipamento e do treinamento

e reciclagem de quem vive de fotografar

esses eventos.

Esse passo dado pela Sony, em dar mais suporte,

é só um dos movimentos que a fabricante

vem fazendo para atender de forma mais completa

o setor.

Basta notar os

eventos dedicados.

Caso

da parceria

com a ABFRN

(Associação

Brasileira de

Fotógrafos de

Recém-Nascidos)

que vai

para sua segunda

edição,

além do novo

canal da Sony

para levar conteúdos

exclusivos

para os

clientes. Essa

parceria, com

uma das mais importantes seguradoras do

país, só reforça esse comprometimento da

marca com o mercado.

A Sony explicou ainda que os próximos lançamentos

da linha no País irão contemplar este benefício.

O seguro é válido por um ano, em todo o

território nacional, com 15% de franquia em caso

de sinistros e valor mínimo de R$ 300. Todas as

informações sobre o benefício podem ser consultadas

em: bit.ly/sonysegurogratis.


62 | · JAN/FEV/MAR 2020

CELEBRANDO

CONQUISTAS

Nicolau Piratininga é especialista em conservação

de acervos e montagens fine art

Autorretrato

Apenas 15% da população brasileira possui ensino

superior completo, e esse número é ainda

menor fora da região sudeste, onde chega a

menos de 10%, e até alarmantes porcentagens

menores que 6% em alguns estados do País.

Escrevendo esses números, algumas coisas

me vêm à cabeça, como introdução a este

texto. Primeiramente, possuir um diploma superior

no Brasil pode ser considerado um privilégio,

e este País necessita de altos investimentos

em educação.

Em segundo lugar, temos aí um mercado em

expansão; há menos de 10 anos os números

eram inferiores a 10% em todo território nacional

sobre uma população numericamente

inferior. Sim, estamos lentamente evoluindo,

talvez não na velocidade e qualidade que gostaríamos,

mas estamos caminhando.

Dito isso, temos que pensar que aqueles que

alcançam o índice de 15% precisam celebrar

esta grande conquista; uma festa de formatura

é válida e merecida, fazendo a complicada

e muito difícil transição para o mercado de

trabalho. E foi justamente sobre essa celebração

que fiquei pensando.

Os registros de foto e vídeo desse momento

são muito importantes, mas ficam guardados

apenas para cada formando, eles não se expandem

para o mundo. Eventualmente, aparecem

nas redes sociais quando algum gesto ou

ação na hora de receber o diploma na cerimônia

viraliza, como o da menina que subiu no

palco segurando a enxada de trabalho de seu

pai que bancou seus estudos até ali.

Eu gosto de foto impressa, meu negócio é

foto na parede, e por isso penso que um registro

fotográfico desse momento, quando

vira um quadro, vai para o universo. Quando

o formando coloca esse quadro na parede

da casa dele ou de seus pais ou no trabalho,

ele está mostrando para todos que passam

por ali que ele é um vencedor. O quadro está

ali exposto para todos verem uma grande vitória

conquistada.

Um diploma emoldurado e uma foto desse

grande momento da vida de uma pessoa é um

troféu de realização. É um grande presente

para os familiares que certamente apoiaram,

se envolveram profundamente para que aquele

momento pudesse se realizar. É um grande

feito do passado para ser admirado todos os

dias e ganhar força para encarar os desafios

do presente e planejar o futuro.

Quando uma foto ganha a parede, ela vai além

de todas as outras; ela se transforma em um

símbolo, na representação de algo de que

gostamos ou um momento que vivemos.


PubliEditorial

IMAGENS FALAM

“Difícil não extrair palavras das imagens,

por vezes, somente uma frase; em

outras, sequências de parágrafos”

Para os associados da ABRAFOTO ter uma câmera

fotográfica nas mãos sempre foi motivo para o exercício

do olhar. Aquilo que no outro nos toca também

nos move um passo adiante, seja lá qual for o assunto.

Difícil acreditar no clichê uma imagem vale mil palavras,

mas com certeza palavras podem ser ditas sobre uma

imagem a partir dela ou mesmo para conectar uma

imagem na outra. Claro, se houver um punhado delas.

Sim, estamos imersos em uma sociedade de imagens,

mas ainda nos parece que não estamos plenamente

alfabetizados. As imagens falam, de maneira polifônica.

Sempre foi assim, e talvez, esta seja sua virtude e sua

penúria. Mas de alguma maneira o que as imagens carecem

é de ser olhadas e não necessariamente faladas.

Antes de tudo, uma associação de fotógrafos deve

propor o exercício de olhar para então criar imagens.

A paisagem desfigurada, a pose que intriga, o flagrante

do óbvio, são todos pontos de fuga que ativam as

pupilas no ato de olhar. E como olhamos? Despretensiosamente,

detalhadamente, com objetividade e sentimento,

são apenas algumas de nossas atitudes.

Difícil não extrair palavras das imagens, por vezes somente

uma frase, em outras sequências de parágrafos.

Olhar, pensar e registrar uma imagem, ou mesmo

uma série delas, é o motivo para nos encontrarmos e

conversar, sem estilo definido, porém, séria em sua

intenção, sem rigidez ou didatismo.

O entorno é nosso campo de visão. A rua, o filho,

a chuva, a menina na bicicleta, a nuvem, a torneira

aberta, a água que escorre, o café quente e o sorvete

gelado. O que mais então ? O cotidiano em sua expressão

mais ampla é nosso campo de interesse. É

dele que vamos falar, a partir das imagens.

A conversa é aberta, olho no olho. Comentários são

bem-vindos, chegue junto e participe.

Conheça mais a ABRAFOTO, acesse:

abrafoto.com.br


64 | · JAN/FEV/MAR 2020

GUIA DAS EMPRESAS DO

MERCADO DE FORMATURA

Abrimos uma pesquisa pública para cadastrar empresas do mercado de formatura. Se a sua empresa

não está nesta lista, entre em contato conosco para atualizarmos nossa lista que estará em fhox.com.br.

CENTRO-OESTE

DISTRITO FEDERAL

PROFOX

Brasília

profoxlab.com.br

(61) 3562-4344 / 99858-9898

Encadernação Impressão

VPS PRODUTORA

Brasília

vpsprodutora.com.br

(61) 99400-8656

Foto e vídeo Infraestrutura

Organização de festas

GOIÁS

MAKING OF FORMATURAS

Goiânia

@makingformaturas

(62) 3286-3435 / 98425-1513

Foto e vídeo Impressão

MATO GROSSO DO SUL

CERRADO BRASIL

Dourados

cerradobrasileventos.com.br

(67) 98112-1000

Salão de festas

DZM EVENTOS

Campo Grande e Dourados

dzm.com.br

(67) 98112-1000

Organização de festas

EVENTO MS

Dourados

eventoms.com.br

(67) 34263652 / 99971-9302

Becas Brindes Buffet Canudos

Decoração Foto e vídeo Cerimonial

Organização de festas Impressão

K1 FORMATURAS

Campo Grande

k1formaturas.com.br

(67) 3043-7093 / 98441-2222

Foto e vídeo Organização de festas

Serviços financeiros Becas

NORDESTE

BAHIA

HERMES CARVALHO PHOTO FILMS

Salvador

hermescarvalho.com.br

(71) 3272-6140 / 99987-8763

Becas Brindes Buffet Canudos

Decoração Diagramação de álbuns

Encadernação Foto e vídeo

Impressão Infraestrutura Música

Organização de festas

CEARÁ

MULTICORES FORMATURAS

Sobral

multicoresformaturas.com.br

(88) 2144-0911 / 99927-3505

Becas Brindes Buffet Canudos

Decoração Diagramação de álbuns

Encadernação Foto e vídeo

Impressão Serviços financeiros

Organização de festas Infraestrutura

MARANHÃO

KARLOS ROMERO

ENCADERNAÇÃO

São Luis

karlosromero.com.br

(98) 98814-2031

Becas Brindes Canudos

Diagramação de álbuns Encadernação

Foto e vídeo Impressão

PARAÍBA

ESTÚDIO GLAUBER IMAGENS

Patos

glauberalves.com

(83) 98875.6557

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

PERNAMBUCO

FLASH DIGITAL FOTOS

E FILMAGEM

Recife

facebook.com/flashdigitalrecife

(81) 99513-5522 / 98745-2978

Becas Canudos Encadernação

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

RIO GRANDE DO NORTE

HAYDEE CERIMONIAL

E EVENTOS

Natal

haydeecerimonial.com

(84) 3222-9773 / 9461-7992

Becas Canudos Foto e vídeo

Diagramação de álbuns Impressão

Organização de festas


JAN/FEV/MAR 2020 · | 65

NORTE

PARÁ

BELLOCHIO FORMATURAS

Redenção

bellochio.com.br

(94) 99220-2386

Becas Brindes Fotocabines Canudos

Decoração Diagramação de álbuns

Encadernação Foto e vídeo Impressão

Infraestrutura Música

Organização de festas

CABINE DA SELFIE CARAJÁS

Parauapebas

facebook.com\cabinedaselfiecarajas

(94) 99103-0838

Fotocabines

TUERÊ FOTOS CIA

Marabá

facebook.com/tuerefotos

(94) 99236-8149 / 98144-8681

Becas Foto e vídeo

RONDÔNIA

IMAGEM FORMATURA

Vilhena

(69)3321-2555 / 98108-1308

Becas Canudos Organização de festas

Serviços financeiros Foto e vídeo

PHOTOSHOW FORMATURAS

Porto Velho

photoshowformaturas.com.br

(69) 99915-0101

Becas Brindes Buffet Canudos

Decoração Diagramação de álbuns

Encadernação Foto e vídeo Impressão

Infraestrutura Organização de festas

Serviços financeiros Fotocabines

PORTAL DAS AMÉRICAS

Porto Velho

portaldasamericas.com.br

(69) 3225-5555 / 99202-0331

Becas Buffet Decoração Música

Infraestrutura Organização de festas

SOU FORMANDO FORMATURAS

Porto Velho

souformando.com.br

(69) 3222-4626 / 99600-0007

Becas Brindes Buffet Canudos

Decoração Organização de festas

Foto e vídeo Serviços financeiros

STUDIO ARTS PRODUÇÕES

Colorado do Oeste

studioartspro.com.br

(69) 3341-3377 / 98491-9992

Becas Brindes Buffet Canudos

Decoração Diagramação de álbuns

Encadernação Foto e vídeo Impressão

Infraestrutura Organização de festas

Música Fotocabines

VALENTIM FORMATURA

Vilhena

(69) 3322-4867 / 99968-2285

Becas Brindes Canudos

Diagramação de álbuns Encadernação

Foto e vídeo Impressão

SUDESTE

ESPÍRITO SANTO

VIVA EVENTOS

vivaeventos.com.br

Linhares - (27) 99839-2810

Vitória - (27) 2142-9668

Organização de festas

MINAS GERAIS

BAILE PRONTO FORMATURAS

Belo Horizonte

bailepronto.com.br

(31) 3078-4000 / 98245-5525

Becas Organização de festas

Serviços financeiros Gestão

CUSTOMIZAR GRÁFICA RÁPIDA

Belo Horizonte

@customizardigital

(31) 2510-3951 / 99211-3951

Diagramação de álbuns Encadernação

Impressão

EXCELÊNCIA FOTOGRAFIAS

Belo Horizonte

excelenciafotografias.com.br

(31) 99227-1214

Becas Brindes Foto e vídeo

IDBOOK FOTOGRAFIA

Belo Horizonte

idbookfotografia.com.br

(31) 99168-2002

Becas Foto e vídeo

INNOVARE FORMATURAS

Pouso Alegre

(35) 3421-1901 / 99947-2292

Becas Brindes Canudos Decoração

Foto e vídeo

OFICINA DA FOTO

Belo Horizonte

oficinadafoto.com.br

(31) 3078-4000 / 98245-5525

Becas Fotocabines Canudos

Foto e vídeo Gestão

REAL MINAS ANÉIS

Poços de Caldas

@ real_minas_aneis_de_formatura

(31) 99396-2226 / (35) 99163-4442

Anéis de Formatura

SANTIAGO SOM, LUZ E EVENTOS

Poços de Caldas

(35) 99741-7903

Decoração Infraestrutura Música

SIM! FORMATURAS

Montes Claros

formesim.com

(38) 3014-3157 / 98823-1965

Becas Brindes Organização de festas

TOUR FORMATURAS

Caratinga

(27) 99814-5277 / (33) 98420-9634

Becas Brindes Buffet Fotocabines

Canudos Decoração Encadernação

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

Impressão Infraestrutura Convites

Música Organização de festas


66 | · JAN/FEV/MAR 2020

VIVA EVENTOS

vivaeventos.com.br

Barbacena - (32) 3333-5902

Belo Horizonte - (31) 2516-1643

Contagem - (31) 2516-1643

Divinópolis - (37) 3222-3567

Gov. Valadares - (33) 3021-3701

Ipatinga - (31) 3822-5750

Juiz de Fora - (32) 3215-1643

Lavras - (35) 3821-2122

Poços de Caldas - (35) 3715-2447

Pouso Alegre - (35) 3421-5856

Ubá - (32) 3531-6209

Uberaba - (34) 3333-5367

Organização de festas

ZARTTA

Belo Horizonte

zartta.com.br

(31) 98606-1483 / 99395-1483

Becas Brindes Canudos

Diagramação de álbuns

Encadernação Foto e vídeo

Impressão Infraestrutura

ZOOMVIP

Belo Horizonte

zoomvip.com.br

(31) 99591-0559

Foto e vídeo Fotocabines

RIO DE JANEIRO

ARTEAPPLICATIVA

Rio de Janeiro

arteapp.com.br

(51) 98323-2191

Realidade Aumentada e Virtual

ARTPHOTO STUDIO

Rio das Ostras

artphotostudio.com.br

(22) 2771-6779 / 98154-0702

Foto e vídeo

LUIZ REIS FOTOGRAFIAS

Niterói

(21) 98821-9566

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

LAPIDANDO EVENTOS

Rio de Janeiro

lapidandoeventos.com.br

(21) 97004-9153

Fotocabines Foto e vídeo Música

Organização de festas

LOGIN RIO EVENTOS

Rio de Janeiro

loginrioeventos.com.br

(21) 99918-3332

Becas Buffet Canudos Decoração

Foto e vídeo Infraestrutura

Organização de festas

MEGAPIXEL FORMATURAS

Rio de Janeiro

megapixelformaturas.com.br

(21) 2569-2351 / 97010-6392

Becas Brindes Buffet Canudos

Decoração Foto e vídeo Infraestrutura

Música Organização de festas

PALOMBO FORMATURAS

Niterói

palombo.com.br

(21) 2722-0144 / 97252-7636

Becas Brindes Buffet Fotocabines

Canudos Decoração Encadernação

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

Impressão Infraestrutura Música

Organização de festas

PIXEL HOUSE

Rio de Janeiro

pixelhouse.com.br/formaturas

(21) 3724-0196

Encadernação Foto e vídeo

Impressão Software

RIOPHOTOARTE

Rio de Janeiro

flickr.com/photo/deodeoliveira

(21) 97906-8752

Foto e vídeo Organização de festas

SGE

Rio de Janeiro

sge.com.br

(21) 99856-5769

Software

UP BOOK

Rio de Janeiro

upbookrio.com.br

(21) 3173-5233 / 97953-7952

Impressão

VIVA EVENTOS

vivaeventos.com.br

C. Goytacazes - (22) 3056-2439

Itaperuna - (22) 3823-7601

Petrópolis - (24) 3302-4321

Rio de Janeiro - (21) 2548-4050

Volta Redonda - (24) 3328-5192

Organização de festas

SÃO PAULO

AC2 PRODUTORA DE EVENTOS

São Paulo

(11) 3461-0261 / 3801-3222

Decoração Diagramação de álbuns

Encadernação Foto e vídeo Impressão

Infraestrutura Organização de festas

ADF EVENTOS

Americana

adfeventos.com.br

(19) 3601-8011 / 99369-4004

Becas Canudos Encadernação

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

Impressão Software

AG SISTEMAS

Tupã

agsistemasonline.com.br/agphoto

(14) 3441-7013 / 99704-1433

Software

AGÊNCIA FOUR

São Paulo

a4four.com.br

(11) 94712-1577

Vendas de albúns de formatura

ALBUMGRAF

São Paulo

albumgraf.com.br

(11) 4679-9879 / 94660-0347

Diagramação de álbuns Encadernação

Impressão


TODO SETOR

QUE SE PREZE

TEM UMA

ASSOCIAÇÃO

FORTE QUE LHE

REPRESENTA

Chegou a hora de um segmento econômico importante como o

setor de formaturas abraçar a sua entidade e crescer com esse

movimento.

Faça como algumas das principais empresas do setor, que juntas

representam cerca de R$480 milhões em faturamento, associe-se!

Entre em contato através do número 11 99702 8949

ou pelo e-mail contato@abeform.com.br

@abeform_


68 | · JAN/FEV/MAR 2020

APOIO DIGITAL PRODUÇÕES

São Paulo

apoiodigitalproducoes.com.br

(11) 98383-1055

Becas Brindes Buffet Canudos

Decoração Diagramação de álbuns

Encadernação Foto e vídeo Impressão

Música Organização de festas

ARTE FOTO ROMA

São Paulo

artefotoroma.com.br

(11) 2685-0894 / 94727-3463

Canudos Diagramação de álbuns

Encadernação Impressão

ÁS FORMATURAS

São Paulo

asformaturas.com.br

(11) 97047-3192

Becas Brindes Buffet Fotocabines

Canudos Decoração Encadernação

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

Impressão Infraestrutura Música

Organização de festas

Serviços financeiros Software

COLAGRAU FORMATURAS

São João da Boa Vista

colagrau.com.br

(19) 3056-2703

Becas Foto e vídeo

Organização de festas

DEL’S BRINDES

São Paulo

(11) 96551-4168

Brindes

DREAMBOOKS

Hortolândia

dreambooks.com.br

(19) 99994-4500

Encadernação Impressão

DROPMASTER AUTOMAÇÃO

Rio Claro

dropmaster.com.br

(19) 99674-7650

Diagramação de álbuns Software

Automatização

ENIGMA FORMATURAS

Bauru

finte.com.br

(14) 99705-4301

Becas Foto e vídeo Infraestrutura

Software

FORMA PRINT GRÁFICA

São Caetano do Sul

formaprint.com.br

(11) 4232-2354 / 97505-8484

Canudos Encadernação Impressão

FOTOGRÁFICA BUZINARO

Guaiçara

(14) 3547-2757 / 98117-8963

Diagramação de álbuns Encadernação

Impressão Álbuns Estojos Molduras

GALA EVENTOS FORMATURAS

São José do Rio Preto

galaeventos.com.br

Becas Buffet Canudos Decoração

Foto e vídeo

IPSISPRO

Santo André

ipsispro.com.br

(11) 2172-0528 / 98831-9846

Diagramação de álbuns Encadernação

Foto e vídeo Impressão

JOSÉ RODRIGUES

São Paulo

(11) 97318-2798

Decoração Foto e vídeo

LAF ENCADERNADORA

São Paulo

lafencadernadora.com.br

(11) 2214-8566 / 97272-2078

Diagramação de álbuns Encadernação

Impressão

LOOK FOTOCABINE

São Paulo

lookfotocabine.com

(11) 97401-0793

Fotocabines

LUGGUI ARTIGOS FOTOGRÁFICOS

Tupã

luggui.com.br

(14) 3441-7294 / 99783-4706

Becas Canudos Estojos Diagramação

Encadernação Foto e vídeo Impressão

MANTI

São Paulo

separacaodefotos.com.br

(11) 99309-2619

Separação de fotos

DIFERENCIAL ARTES

Tupã

diferencialartestupa.com.br

(14) 99761-7003

Brindes

GUARACI DIGITAL

Bauru

guaracidigital.com.br

(14) 3201-6300 / 99112-5642

Impressoras fotográficas e insumos

PENDRIVEYOU

Guarulhos

pendriveyou.com.br

(11) 2421-7040 / 99948-8205

Brindes Pendrives personalizados

DIGIPIX PRO

São Paulo

digipixpro.com.br

(11) 3612-5800

Encadernação Impressão

INNOVA BRASIL

São Paulo

innovabrasil.com.br

(11) 94963-2777

Diagramação de álbuns Encadernação

Impressão

PERFIL FORMATURAS

Americana

perfilformaturas.com.br

(19) 3405-2595 / 98109-4611

Foto e vídeo Organização de festas


PHOTOALBUM UNIVERSAL

Batatais

photoalbumuniversal.com.br

(16) 3660-6200 / 99406-3406

Diagramação de álbuns Encadernação

Impressão

PHOTOPIXEL

Ribeirão Preto

(16) 99251-8059

Diagramação de álbuns

PHOTUM FORMATURAS

Americana

photum.com.br

(19) 3405 5024 / 99110 4378

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

Vendas de álbuns

PROLAB DIGITAL

Tupã

prolabdigital.com.br

(14) 3491-4964 / 99820-4599

Becas Brindes Canudos Decoração

Diagramação de álbuns Encadernação

Impressão Serviços financeiros

PROMOVER FORMATURAS

São José dos Campos

promoverformaturas.com.br

(12) 39330645 / 99168-1148

Becas Brindes Buffet Fotocabines

Canudos Decoração Encadernação

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

Impressão Música Organização de festas

Serviços financeiros Infraestrutura

PROPIC

São Paulo

propic.com.br

(11) 99309-2619

Diagramação de álbuns Software

Serviços financeiros Venda de álbuns

Separação de fotos

QUALITY ENCADERNADORA

Bauru

qualityencadernadora.com.br

(14) 3879-0419 / 99874-4221

Encadernação Impressão Software

RED FOX EVENTOS

Lins

(14) 3522-4748 / 99793-5148

Becas Brindes Buffet Fotocabines

Canudos Decoração Encadernação

Diagramação Foto e vídeo Impressão

Infraestrutura Música Cerimonial

Organização de festas Software

RJ PORTARIAS

Praia Grande

rjportarias.com.br

(13) 99654-1500

Segurança e portaria

RR ÁLBUNS

Americana

rralbuns.com.br

(19) 3406-5566 / 97416-7540

Diagramação Foto e vídeo Software

SJ BATISTA

Pedro de Toledo

(13) 99777-7781 / 98145-3275

Becas Canudos Foto e vídeo

Organização de festas

SIEFOR

Piracicaba

(19) 3371-2086 / 2532-5920

Software

SLEIMAN FOTOGRAFIA

São Paulo

@sleimanfotografia

(11) 96665-0502

Brindes Diagramação Foto e vídeo

SMILL PRODUÇÕES

Jundiaí

smill.com.br

(11) 4587-2733 / 97307-7739

Becas Fotocabines Decoração

Foto e vídeo Infraestrutura

Organização de festas

STONE WAY

Franca

stonewayformaturas.com.br

(16) 3017-1560 / 99364-6226

Organização de festas

TERRA FOTO E FILMAGEM

São Paulo

terrafotoefilmagem.com

(11) 2236-3476 / 98038-8193

Fotocabines Diagramação de álbuns

Encadernação Foto e vídeo Impressão

UNNIPIX PRINT & TECHNOLOGY

São Paulo

unnipix.com.br

(11) 97027-1080 / 99116-8391

Canudos Diagramação Encadernação

Foto e vídeo Impressão Software

UOON

São Paulo

uoon.com.br

(11) 99018-9766

Foto e vídeo

VISON COLOR

Tupã

visoncolor.com.br

(14) 3496-5511 / 98178-5432

Becas Brindes Fotocabines Canudos

Decoração Diagramaçã Encadernação

Foto e vídeo Impressão Infraestrutura

VIVA EVENTOS

vivaeventos.com.br

São Paulo - (11) 3492-1363

Taubaté - (12) 3682-1102

S. J. Campos - (12) 99795-6629

Separação de fotos

WEDDING DAY FOTO & FILM

São Paulo

weddingday.com.br

(12) 3122-0833 / 98301 3590

Becas Decoração

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

SUL

PARANÁ

AGÊNCIA M2 FORMATURAS

Londrina

m2formaturas.com.br

(43) 3354-4558 / 99801-7993

Foto e vídeo Organização de festas


70 | · JAN/FEV/MAR 2020

ALPHA EDITORA

Bandeirantes

alphae.com.br

(43) 3542-8585 / 99675-6867

Diagramação Encadernação Impressão

ZANGRAF DIGITAL FOTOLIVRO

Santa Fé

zangraf.com.br

(44) 3247-1665 / 99114-1277

Becas Encadernação Impressão

OPENGO

Porto Alegre

opengo.com.br

(51) 3084-3822 / 99890-8008

Software

CLUB IMAGEM

Curitiba

clubimagem.com.br

(41) 3224-0724 / 99738-9341

Becas Buffet Fotocabines Canudos

Decoração Diagramação Encadernação

Foto e vídeo Serviços financeiros

Impressão Organização de festas

GRUPO MARIOS

Curitiba

grupomarios.com

(41) 99547-9570

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

Música Organização de festas

INTEGRAÇÃO SISTEMAS

Curitiba

integracaosistema.com.br

(41) 98838-8569

Software

ISO FOTOGRAFIA

Curitiba

danielisolani.com.br

(41) 99666-5613

Foto e vídeo

KELLO FORMATURAS

Santa Fé

kello.com.br

(44) 3112-2330 / 98802-5694

Foto e vídeo Organização de festas

STUDIO AQUATRO

Curitiba

studioaquatro.com.br

(41) 99244-3043

Foto e vídeo

YEAH PRODUÇÕES VISUAIS

Curitiba

(41) 99763-6521

Foto e vídeo

RIO GRANDE DO SUL

EDITARE PRODUTORA

Porto Alegre

editare.com.br

(51) 3367-5757 / 98465-5757

Becas Brindes Canudos Decoração

Foto e vídeo Música

FERRÃO

Passo Fundo

ferraoartigosdeformatura.com.br

(54) 3311-4885 / 99995-4885

Becas Canudos Quadros de Mesa

FILIPE CORRÊA FOTOGRAFIA

Porto Alegre

filipecorrea.com.br

(51) 99227-9706

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

Impressão

FOCUS FORMATURA

Pelotas

focusformatura.com.br

(53) 99145-9191

Becas Canudos Decoração Placas

Foto e vídeo Impressão Replicas

Organização de festas Quadros

FOTO RIO POA & GI GONÇALVES

Porto Alegre

@gigoncalvesfoto @fotoriopoa

(51) 4066-8091 / 99706-1167

Diagramação de álbuns Foto e vídeo

GRUPO FOTO SUL

Passo Fundo

grupofotosul.com.br

(54) 3045-6801 / 9837-7297

Diagramação de álbuns Encadernação

Impressão

TRÊS FIGUEIRAS PRODUÇÕES

Porto Alegre

tresfigueiras.alboompro.com

(51) 3264-2090 / 99281-6101

Becas Brindes Canudos Diagramação

Encadernação Foto e vídeo Impressão

VIACOLOR

Porto Alegre

viacolor.com.br

(51) 3286-8559 / 9826-1599

Encadernação Impressão

VIVA EVENTOS

Porto Alegre

vivaeventos.com.br

(51) 3737-5001

Organização de festas

SANTA CATARINA

MEMORIZZE FORMATURAS

Florianópolis

memorizzeformaturas.com.br

(48) 98461-8211

Becas Fotocabines Decoração

Diagramação de álbuns Encadernação

Foto e vídeo Impressão

Infraestrutura Organização de festas

NEW WAY

Blumenau

newwayformaturas.com.br

(47)3237-3642 / 99103-9983

Becas Brindes Buffet Fotocabines

Canudos Decoração Foto e vídeo

Diagramação de álbuns Música

Organização de festas

TUDOEHFESTA.COM

Araranguá

tudoehfesta.com

(48) 99950-1148 / 98408-2628

Brindes Diagramação de álbuns

Encadernação Foto e vídeo Impressão


Faça parte do crescimento da

fotografi a newborn no Brasil

Laura Alzueta

Faça parte da ABFRN e traga sua marca para uma das comunidades mais unidas do mercado fotográfico.

Valorize seu trabalho, participe de eventos de destaque e aproveite vantagens exclusivas.

Conheça nossos parceiros e escolha a categoria ideal para sua marca:

Categoria Platinum

Art Collor Digipix Ipsis Pro

Pos Click Sony Viacolor

Categoria Gold

AlfaFotoBook Arte Brasil Go Image

Pen Drive You Smart Blind Zeza Ventrameli

ABFRN.COM.BR

CONTATO@ABFRN.COM.BR

/abfrn

@abfrn


72 | · JAN/FEV/MAR 2020

GUARDE SEU

ÁLBUM DE

FORMATURA

(E DE FAMÍLIA)

COM AMOR

Fernando Saldanha é diretor criativo do Studio AQuatro

Foto: Andrea Mayer

Recentemente voltamos às origens; voltamos de

forma exclusiva à nossa essência: à fotografia. E

analisando os números percebo uma queda significativa

nas vendas. Tento entender se é a crise

econômica do País, se é o preço praticado no

mercado, ou o atendimento oferecido, e percebo

que é bem mais que tudo isso.

É o cuidado.

Mergulhamos na operação, revemos o processo,

o treinamento, novas ferramentas, novos produtos,

aumentamos a linha de venda. E ao conversar

com algumas turmas, com alguns formandos,

parte deles citam o preço; muitos com desdém

das fotos, querem apenas o link digital.

De outro lado acompanho com amigos, colegas

próximos à minha idade, e estes falam do momento

com ternura, com orgulho, e se emocionam ao mostrar

o álbum de formatura do pai que se formou na

década de 70; outros o quanto é bonito o álbum do

filho. Sim, o valor deste álbum aumenta a cada ano.

E as turmas atuais, os formandos destas últimas

gerações, não sabem o que significa a fotografia

de formatura, e não os culpo por isso. Não foi

demonstrado isso a eles.

percebo a surpresa dos jovens quando mostro o

evento pela ótica dos pais, da família.

Não, eles não tinham a noção de quanto representa

para nós, pais, o registro desta conquista; o

quanto nos faz felizes recordar estes momentos.

Outro momento

E quando chegou o Natal, recebemos a família

em casa, tias, sobrinhos, sogro. Família reunida,

crianças brincando, mulheres cozinhando...

Passado algum tempo nos deparamos com

meu sogro na varanda, sobre a caixa de fotos,

de álbuns. Estava movimentando, revendo as

fotos, emocionado.

Primeiramente minha esposa se aproximou e dividiu

a tarefa com ele. Logo minhas cunhadas e as crianças

também se juntarem a eles...Muitos sorrisos e

olhos marejados reviam nossas fotos, nossa história.

Aliado à iniciativa da FHOX (Movimento Imprimir)

tivemos a ideia de produzir um filme para

sensibilizar os jovens o quanto da importância

de materializar sua conquista, e possibilitar para

que seus familiares tenham no futuro esses momentos

felizes, nostálgicos.

Com nova apresentação, na semana que antecede

a foto de convite, vou à sala de aula conversar

com a turma sobre fotografia, sobre nosso

objetivo de registrar aquele momento. E logo

Confiram e emocionem-se

com o vídeo disponível no

site da FHOX.


30 PUBLICATIONS 14 COUNTRIES 10 LANGUAGES

Since 1991, the TIPA World Awards logos have shown which are the best photographic, video and imaging products each year.

For over 25 years, the TIPA World Awards have been judged on quality, performance and value, making them the independent

photo and imaging awards you can trust. In cooperation with the Camera Journal Press Club of Japan. www.tipa.com


PRODUTIVIDADE E QUALIDADE PARA

AMPLIAR SUA GAMA DE SERVIÇOS

Se você precisa de qualidade de imagem e produtividade, a

resposta é Konica Minolta.

Versatilidade para uso de diferentes tipos de mídia,

juntamente com alta produtividade e estabilidade na

qualidade de imagem. Tudo isso você encontra em uma

mesma solução de impressão: AccurioPress C6100.

Amplie a gama de seus trabalhos com ótimo custobenefício

e eficiência, oferecendo impressos de alta

qualidade e definição em papel couché e outros tipos de

papéis revestidos.

CENTRAL DE VENDAS DIRETAS

E ATENDIMENTO AO CLIENTE:

(11) 3050-5300 • fotografi a@konicaminolta.com

Autorizadas

Konica

Minolta:

Ayca | São Paulo - SP - 11 5188-7666 ayca.com.br • CopyLink | Paraná - PR - 41 3362-8599 copylink.com.br • Digital Solution | Distrito Federal

61 3447-5999 3447-3000 dsolution.com.br • Digital World | Goiânia - GO - 62 3095-8900 xdigital.com.br • Executiva | Salvador - BA

71 2104-6800 executiva.net • Office Total | Rio de Janeiro - RJ - 21 3078-2000 offi cetotal.com.br • Record | Vitória - ES - 27 3227-9986

recordprint.com.br • Telamar | Jundiaí - SP - 11 3308-4200 telamar.com.br

More magazines by this user
Similar magazines