edicao1491

avarehospedagem

Em audiência do Samu “esvaziada”,

secretário de Administração critica Roslindo Machado

A Câmara Municipal

sediou, na manhã de sexta-

-feira, dia 15 de outubro,

Vereadora apresenta

declaração médica não

aconselhando “tomar”

a vacina contra a Covid-19

A vereadora Maria Isabel

Dadário (PSL) apresentou

uma declaração médica,

na sexta-feira, dia 15

de outubro, na qual afirma

não ser aconselhável que a

parlamentar tome qualquer

vacina no momento, inclusive

para a Covid-19.

O A Voz do Vale teve

acesso a declaração assinada

pelo médico, Dr. Olavo Ferreira

Filho, na qual destaca

que Bel Dadário foi submetida

a uma consulta médica

com quadro de dores musculares

e mal estar geral.

O médico revelou que os

exames indicaram que foi

apresentado tendência a patologias

auto imunes – FAN

positivo, sendo que, desta

forma, “não é aconselhável

a paciente tomar qualquer

vacina no momento, inclusive

para a Covid-19”.

A vereadora apresentou

a declaração após a Mesa

Diretora da Câmara de

Vereadores de Avaré ter

publicado um decreto que

impede a entrada de pessoas

que não apresentarem

o comprovante de vacina

contra a Covid-19 no prédio

do Legislativo. Confira

a matéria completa no site

avozdovale.com.br.

uma audiência pública

para tratar sobre as polêmicas

relacionadas a saída

de Avaré do Serviço

de Atendimento Móvel de

Urgência – SAMU Regional.

O encontro foi solicitado

pelo vereador Tenente

Carlos Wagner (PSD).

Porém, a reunião não

contou com a presença do

presidente da Associação

dos Municípios do Vale do

Paranapanema – Amvapa,

José Roberto Santinoni

Veiga e, nem mesmo, dos

prefeitos e secretários de

saúde das cidades que fazem

parte do consórcio. O

prefeito de Avaré, Jô Silvestre,

e o secretário municipal

da Saúde, Roslindo

Machado, também não

aparecem na audiência.

Além de representantes

do Samu, estiveram presentes

os vereadores: Marcelo

Ortega (Podemos),

Adalgisa Ward (PSD),

Tenente Carlos Wagner

(PSD), Luiz Cláudio da

Costa (PSD), Flávio Zandoná

(Cidadania), Ana

Paula (Republicanos),

Carla Flores (MDB), Jairinho

do Paineiras (PTB)

e Magno Greguer (PSB),

além do secretário de

Administração, Ronaldo

Guardiano, que representou

a Prefeitura.

Durante sua participação,

o munícipe Paulo

Proença chamou o prefeito

Jô Silvestre e o secretário

da Saúde, Roslindo

Machado, de covardes

por não comparecerem

na audiência pública.

Proença disse ainda que

vereadores da situação e o

prefeito municipal estariam

envergonhando a sociedade.

Em resposta, o secretário

de Administração,

Ronaldo Guardiano, classificou

como infeliz a declaração

do secretário de

Saúde, Roslindo Machado

que revelou que Avaré

estava deixando o Samu

Regional. “Ele foi infeliz

na colocação, pois não era

o momento dele falar com

Samu naquela audiência

pública”. Confira a matéria

completa no site avozdovale.com.br

Aulas na rede municipal serão obrigatórias

a partir do dia 3 de novembro em Avaré

A Rede Municipal de

Ensino pretende restabelecer

as aulas presenciais

obrigatórias a partir de 3

de novembro. A informação

é da Secretaria Municipal

de Educação. A medida

segue a determinação

do Governo Estadual.

Com isso, as escolas

municipais voltarão

a atender 100% dos

alunos, sem o distanciamento

de 1 metro,

conforme determina o

Estado de São Paulo. A

Rede Estadual de Ensino

adota as novas regras já

a partir de segunda-feira,

18 de outubro.

A Educação ressalta, no

entanto, que as unidades

escolares vão continuar

adotando protocolos de se-

gurança como uso de máscara

e álcool em gel.

Até 29 de outubro, a

Rede Municipal de Ensino

segue apenas com

50% da capacidade, sem

presença obrigatória e

com atendimento ao público

conforme a capacidade

física do prédio.

Novos

planos

INSTALAÇÃO

IMEDIATA PEDIU ASSINOU

INSTALOU

*Instalaçãoematé1diaútilapós

assinaturadocontrato

ASSINEJÁ

PELOWHATS

1499606-7500

PLANO

FAMÍLIAWIFI

750

mega

+ROTEADORINCLUSO

+ONETV

+ZAAZEDUCA

+SUPORTEPLUS

+ANTIVIRUS

119

R$

,90

/mês


Página 2 A VOZ DO VALE De 10 a 16 de outubro 2021

Funcionários clamam por apoio da população

contra a saída de Avaré do SAMU Regional

Em carta aberta, os funcionários

do Serviço de

Atendimento Móvel de

Urgência (SAMU) estão

clamando por apoio da população

contra a saída de

Avaré do Samu Regional.

Na carta, os funcionários

destacam o número de atendimentos

prestados entre

janeiro de 2020 a 12 de outubro

de 2021. Confira:

– 238 transferências intrahospitalares

– 328 casos de Covid

– 208 tentativas de suicídio

– 586 acidentes

– 211 PCR (parada cardiorrespiratórias)

– 152 AVC

– 43 IAM

– 112 Hipoglicemia

– 344 crises de convulsões

– 97 Intoxicações exógenas

– 208 desmaios

– 27 ferimentos por armas

brancas

– 141 vítimas de agressões

– 33 trabalhos de parto

– 732 quedas

– 187 surtos

– 92 óbitos

– 186 Dispneia

– 302 falta de ar

– 15 capotamentos

“Dentre muitos outros

atendimentos que são

realizados pela unidade

básica de atendimento

que são compostas por

técnicos e condutores socorristas.

Então vamos lá,

como ficará nosso município,

nossa população

sem esse tipo de atendimento,

como ficaremos

sem o SAMU em Avaré,

o que teria acontecido

com os pacientes de todos

esses atendimentos

que citamos, estariam

aqui entre nós? Fica a reflexão”,

destacam.

Os servidores destacaram

ainda as verbas que

são encaminhadas para

a manutenção do Samu

Regional. “Sabemos que

o SAMU foi implantado

nacionalmente pelo governo

federal, onde 50%

do repasse é federal, 25%

estadual e 25% municipal,

ou seja o município,

custeia somente 25% do

custo total do funcionamento

do SAMU. Se temos

municípios que não

estão colaborando devidamente

com o custeio no

consórcio de municípios,

conforme justificado pela

Prefeitura de Avaré, gostaríamos

que fosse demonstrado

publicamente,

cobrado e corrigido, caso

o município não demostre

interesse em corrigir esses

valores , ai então retirado

o município inadimplente

do nosso consórcio, mas

não podemos deixar que

nossa cidade, pague pela

negligencia de autoridades,

não podemos deixar

que nossa população

perca um serviço tão importante,

que diariamente

salva vidas”.

Ainda segundo os funcionários,

os municípios

da região estariam em dia

com os repasses. “Em informações

colhidas junto

a Amvapa, todos os municípios

estão sim em dia

com sua parte do repasse

para manutenção do

SAMU regional”.

“Todo cidadão tem direito

a saúde, é uma necessidade

básica do ser humano,

tirar o SAMU de Avaré

é tirar esse direito da população,

tirar o direito de

classes menos favorecidas

a ter acesso ao bem estar,

a saúde, ao atendimento

médico de qualidade e eficaz,

é tirar direito a vida.

Clamamos a toda a população

para que se mobilizem

para a manutenção do

SAMU em nossa cidade”.

Confira a lista dos 141 artistas

beneficiados com a Lei Aldir Blanc em Avaré

A Prefeitura de Avaré,

por meio da Secretaria de

Cultura, divulgou a lista

dos artistas que serão contemplados

pela Lei Aldir

Blanc, na cidade de Avaré.

A Secretaria da Cultura

informou que devido ao

grande número de artistas

participantes nos projetos

premiados, cada um poderá

ser contemplado com

até R$ 2 mil, uma única

vez, independente do número

de projetos aprovados

em que participem.

Confira a lista completa

dos beneficiados:

Adriano Nogueira Cavini

Airton Vieira de Souza

Alex Sandro Martins

Alicita Toledo de Oliveira

Ana Vitória Gonçalves

de Andrade

Anderson Aparecido Faria

Andrea Cristina Balduino

Antonio Daniel Moreira

Silva

Antonio Marcos de Andrade

Areli Câmara

Caio Henrique Rodrigues

Carlos Renato Rodrigues

Sanches

Carolina Aparecida

Henrique Mortean

Carolina Grisolia Brantes

Christy Ellen Araujo

Alves

Claudinei Fogaça de

Lima

Cristiano Francisco Alves

Cristiano Luiz Ap da

Silva

Danilo Augusto Senegalia

Denis Otavio de Azevedo

Nascimento

Diego Martinez

Diego Pereira Lima

Dorival de Almeida

Lima

Douglas Augusto

Aguiar

Eder Augusto Araujo

Zavanella

Edmilson Sabino Guidoti

Eduardo Teixeira Neto

Edvaldo Danilo Correa

Panizza

Elenice Maria Dognani

Rabelo

Emanuela Gomes Glaeser

Fabiana Aparecida

Francisco

Fábio Batista de Oliveira

Felipe Diego Gomes da

Silva

Felipe Henrique Nunes

Pereira Ribeiro

Fernando A. Fernandes

Fernando Gamaliel

Theodoro da Silva

Flávio de Oliveira

Flávio Henrique Barbosa

Frederico Correa Peão

Gabriela Carolina da Silva

Geandré de Freitas

Géssica Rodrigues de

Souza Dorth

Giovana de Fátima

Sgarbi Augusto

Helton Alexandre Vicentini

Hilda Aparecido do

Amaral

Isabela Aparecida Braz

João Carlos Pereira

João Gabriel da Silva

João Henrique Teodoro

João Mateus Rubio Arruda

João Paulo Gonçalves

Borges

João Paulo Pinto

Jonatas de Freitas Silva

José Eduardo Javaro

Josiele Cristina da Silva

Castilho

Juliana Cristina da Silva

Juliana Schimitd Antonio

Juliano Roger Machado

de Oliveira

Julio Cesar Navarro

Paulino

Katia Aparecida Bernardino

Negrão

Kleber Augusto Miras

Melenchon Lamas

Kleber Pedroso de Lima

Larissa Rodrigues Marques

Larissa Zechel Martinez

Laura P. S. de Oliveira

Leonardo Aparecido

Moraes

Leonardo Valério

Lucas Alves Cestini

Lucas André Santos

Freitas

Lucas Bonafide Rodrigues

Luciana Savoia Grisolia

Lucio Francisco

Sant’ana

Luiz Claudio Barbosa

Luiz Daniel Teodoro

Neves Junior

Luiz Fernando Lopes

Luiz Fernando Reginaldo

da Silva

Luiz Henrique Scudeler

Luiza C. Vicentini

Magda Romula lelis

Nishida

Marcelo Jacob da Rocha

Marcelo Romero

Márcio Landi Cabral

Maria Donizete de Jesus

Macedo Gomes

Maria Lúcia de Campos

Brandão

Maria Merces Farias de

Freitas

Maria Ramos Magnani

Marilena Aparecido de

Morais

Mariana Arruda Nunes

Mário dos Santos Negrão

Matheus Andreas G.

Algarte de Carvalho

Maurício Francisco de

Barros

Maurício Bruno Damião

Michele Adriana de

Oliveira

Michele Silveira Dias

Misael Augusto de

Freitas Leite

Nair de Salles Oliveira

Vendramini

Paola Antunes Garcia

Patric Roldão Martins

Paulo de Tarso Salgado

Paulo Roberto Costa de

Oliveira

Paulo Roberto Costa de

Oliveira Junior

Poliana Gomes Brasil

Rafael Augusto Corrêa

Javaro

Rafael Bonaldi Mendes

Rafael Jacob de Luma

Soares

Rafael de Jesus Montanha

Rafael Leme

Renata Rafani Ferrari

de Albuquerque

Ricardo Câmara Arena

Ronaldo Peres

Rodrigo Negrão

Samuel Calaf Conrado

Samuel Castilho

Sandro Carvalho Rosseto

Sebastião Xavier de

Lima

Sheila Farias de Freitas

Sieglinda Erna Roesener

Silvio Henrique Quartucci

Simone Roberta da Silva

Soraya Maria da Conceição

Taynara Carneiro Gomes

Tatiana dos Santos Corrêa

Thelma Cristina de

Freitas Lincoln

Thierry Ueta Takeda

Tiago Augusto da Silva

Tiago de Lima Ignácio

Tiago Henrique de Oliveira

Valdirene Miranda da Costa

Valéria Regina da Fonseca

Valmir Machado de

Souza

Vanessa dos Reis Costa

Vânia Lewin Fernandes

Vânia Martins

Vinícius Augusto Rodrigues

Pereira

Vinícius Gabriel Negrão

Vinícius M. Moraes

Vitor Manuel Rodrigues

Watcho Parizzi

Yuri Almeida

Zilda Carlos Maia

é uma publicação semanal da Kauan Vieira Aires ME

Inscr. Municipal 29.187 CNPJ: 29.172.463/0001-12

E-mail: avozdovale@avozdovale.com.br

Site: www.avozdovale.com.br

REDAÇÃO: Rua Alagoas, 2001 - CEP 18700-010 - Avaré/SP

DIRETOR RESP.: Kauan Vieira Aires

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus

autores e não expressam necessariamente a nossa opinião

CIRCULAÇÃO: Avaré, Águas de Santa Bárbara, Arandu, Cerqueira

César, Holambra II, Iaras, Itaí, Itatinga e Paranapanema.


De 10 a 16 de outubro 2021

A VOZ DO VALE

Página 3

“Políticos de Avaré, respeitem os

artistas da cidade”, dispara diretor

de cultura de Cerqueira César

Em comemoração aos

104 anos de Cerqueira César,

a Prefeitura, por meio

da Diretoria de Cultura, promoveu

no domingo, dia 10

de outubro, uma grande live

em homenagem e valorização

dos artistas do município.

Foram quase 8 horas de

transmissão ao vivo.

No final, o diretor de

Cultura, Fábio Ribeiro,

falou sobre a presidente

do Conselho de Políticas

Culturais de Avaré, Poliana

Brazil, que apresentou

o evento. Ribeiro também

fez questão de falar do ex-

-secretário de Cultura de

Avaré, Gilson Câmara.

“Eu to aqui com a Poliana

que é de Avaré. Ela

representa, luta pelos artistas

de Avaré. Eu tenho

um amigo que foi secretário

de Cultura, Gilson Câmara,

por 12 anos. Ele fez

um fomento cultural em

Avaré inesquecível, disse.

O diretor pediu para

que os políticos de Avaré

respeitem os artistas da cidade.

“Eu peço encarecidamente:

políticos de Avaré

respeitem os artistas da

cidade, respeitem os artistas

da nossa região. O que

nós queremos é somente

espaço. Políticos, parem

de ser hipócritas, parem

de ser gananciosos. Olhem

para seus filhos e tomem

vergonha em suas caras

e valorizem os artistas”.

“Queremos ver um mundo

transformado e a arte tem

esse poder”, finalizou.

Em 10 meses de 2021, a

atual administração ainda não

promoveu um evento ou lives

em prol dos artistas da cidade.

Muitos vem enfrentando

dificuldades devido a pandemia

do coronavírus.

Prefeito de Buri é condenado por nomear

secretário que estava com os direitos políticos suspensos

A justiça condenou o

prefeito de Buri, Omar

Yahya Chain (PP), e o

ex-secretário de Habitação

do município, João

Emílio Domingues de

Oliveira, por improbidade

administrativa.

De acordo com a decisão,

publicada no último

dia 6, os dois foram condenados

à perda da função

pública atual, suspensão

dos direitos políticos

por três anos e pagamento

de multa, além de outras

penalidades. A decisão

é de primeira instância e

cabe recurso.

Conforme a decisão,

os políticos foram condenados

porque o prefeito

de Buri nomeou João

Emílio para assumir o

cargo de secretário municipal

de Habitação, em

março deste ano, mas ele

estava com os direitos políticos

suspensos até 30

de julho por causa de um

crime de peculato.

Diante disso, o Ministério

Público pediu a

suspensão dos efeitos da

nomeação e a exoneração

de João Emílio do cargo.

A Justiça aceitou o pedido

do MP, e o réu foi afastado

por meio de liminar

até o julgamento da ação.

Polícia Federal cumpre mandados

de prisão em Águas de Santa Bárbara

Uma nova ação da

Polícia Federal prendeu

sete pessoas suspeitas de

envolvimento no mega-

-assalto a bancos em Araçatuba,

no fim de agosto.

A PF fez uma operação

nesta quinta-feira, dia

14 de outubro, para cumprir

mandados de busca

e apreensão e de prisão

relacionados à investigação

do ataque às agências

bancárias que deixou três

mortos na cidade.

Segundo a PF, foram

expedidos oito mandados

de prisão temporária em

São Paulo, Campinas e

Águas de Santa Bárbara.

Também foram cumpridos

24 mandados de

busca e apreensão, sendo

seis em São Paulo,

um em Campinas, um

em Águas de Santa Bárbara,

três em Mairiporã,

três em Osasco, cinco em

Guarulhos, dois em Cotia,

um em Itapecerica da

Serra e dois em Itapevi.

Com as sete prisões

desta quinta-feira, a polícia

prendeu 15 pessoas

com suspeita de envolvimento

nos ataques. Além

dos 15 suspeitos, outros

dois homens foram presos

na fronteira com o Mato

Grosso do Sul por outros

crimes. A polícia investigava

possível relação com

o ataque em Araçatuba.

A ação feita nesta

quinta-feira ocorreu depois

que a investigação

da PF identificou mais

suspeitos da quadrilha. A

Justiça Federal autorizou

as buscas e prisões.

No total, mais de 100

policiais federais estão

envolvidos na operação,

que conta com o auxílio

da Polícia Militar. A PF

afirma que segue empenhada

para identificar

toda a organização criminosa.

Com informações

do G1

A justiça informou

ainda que, na época, o

prefeito e o secretário

foram notificados e apresentaram

defesas prévias,

alegando que a nomeação

foi regular e não configurou

prática de ato de improbidade

administrativa.

A partir disso, os políticos

ingressaram com pedido

de liminar.

Nova decisão

Agora, segundo a decisão

publicada neste

mês, o juiz entendeu que

o prefeito nomeou João

Emílio como secretário

mesmo sabendo que ele

estava com os direitos

políticos suspensos. O

ex-secretário teve seu registro

de candidatura para

o cargo de vereador indeferido

nas eleições 2020,

pois não estava quite com

a Justiça Eleitoral.

Diante disso, a decisão

aponta que os políticos

violaram os princípios da

administração pública e

que a conduta deles, além

de ilícita, “denota possível

desvio ético, com evidente

propósito de pessoalização

das relações sociais e institucionais

que deveriam

se nortear unicamente por

princípios e razões públicas

e racionais”.

No entanto, o juiz entendeu

que não houve

dano ao erário, já que João

Emílio efetivamente exerceu

a função de secretário

durante um período e não

teve excesso na remuneração

que recebeu pelo serviço.

Por isso, os réus não

foram condenados a pagarem

indenização.

De acordo com a decisão,

os réus incidiram

em improbidade administrativa

e os condenou à

perda de função pública,

suspensão dos direitos

políticos por três anos,

pagamento de multa civil

de cinco vezes o valor

da remuneração recebida

como secretário ou prefeito,

e proibição de contratar

o poder público ou

receber benefícios fiscais

em três anos.

À Tv Tem, o prefeito

Omar Chain disse que a

decisão judicial foi “demasiadamente

severa, haja

vista que o próprio juiz diz

não ter havido dano ao erário

e o secretário foi exonerado

no mesmo dia da

notificação”.

Chain disse ainda que

vai recorrer da decisão,

para que ela seja revertida

em segunda instância,

e que continua no cargo

de prefeito de Buri. A Tv

Tem não conseguiu contato

com a defesa do ex-

-secretário. (G1)


Página 4 A VOZ DO VALE De 10 a 16 de outubro 2021

OAB obtém liminar para que Conselho

Tutelar forneça documentos a advogada

A Juíza da 2ª Vara

Criminal, Roberta de Oliveira

Ferreira Lima, concedeu

uma liminar pre-

tendida pela 67ª subseção

da Ordem dos Advogados

do Brasil de Avaré que

obriga o Conselho Tutelar

local a conceder a uma

advogada o acesso a um

processo interno relacionado

a um menor.

O mandado de segurança

foi impetrado após

uma conselheira tutelar

ter negado acesso a um

processo interno a advogada

Mariana Cristina

Arnez. A causídica apresentou

procuração e um

requerimento ao Conselho

Tutelar, mas, mesmo assim,

teve o pedido negado.

Após analisar o caso, a

juíza verificou que “que

houve violação ao direito

à prerrogativa de consultar

documentos de repartição

pública e de praticar

ato ou colher prova ou

informação útil ao exercício

de sua atividade

profissional, em contrariedade

ao disposto na

Lei nº 8.906/94”.

Diante dos fatos, a

magistrada concedeu a liminar,

obrigando o Conselho

Tutelar a fornecer

todos os dados requeridos

pela advogada. A decisão

foi proferida na quarta-

-feira, dia 13 de outubro.

Em um vídeo, o advogado

Thiago Dalcim (foto)

falou sobre a conquista da

OAB de Avaré, por meio

da Comissão de Prerrogativas.

“Tivemos o deferimento

de mais uma liminar

por meio de um mandado

de segurança. Gostaria de

parabenizar a Dra. Mariana

Arnez pela coragem

em comunicar à comissão

de prerrogativas por violação

de suas prerrogativas.

Gostaria de também parabenizar

o Dr. Pedro pelo

livre acesso que nos dá

para atuação da comissão

de prerrogativas desta comarca.

Agradeço também

ao Dr. Caio que em menos

de 24 horas outorgou todas

as procurações para a

comissão de prerrogativas

atuar em prol de todos os

advogados avareenses”.

Laudo aponta que Jennifer morreu por traumatismo craniano

A Polícia Civil de Avaré

divulgou na quarta-feira,

dia 13 de outubro, que o

laudo necroscópico apontou

que Jennifer Blimblem

morreu por traumatismo

cranioencefálico. O corpo

da jovem de 18 anos foi

encontrado no fim do mês

passado, sem roupa e às

margens de uma estrada

na área rural da cidade.

De acordo com Fabiano

Ferreira da Silva, delegado

responsável pelo

caso, o laudo do Instituto

Médico Legal (IML) também

analisou as perfurações

encontradas no peito

e abdômen da vítima.

No entanto, devido ao

estado avançado de decomposição

em que o corpo foi

encontrado, ele informou

que não foi possível concluir

se as perfurações foram

causadas por pessoas,

algum objeto ou animais

necrófagos, que se alimentam

de cadáveres.

O delegado disse ainda

que o laudo necroscópico

vai auxiliar nas investigações

da polícia, que partem

do pressuposto de que

Jennifer se encontrou com

alguém no período em que

esteve desaparecida.

Para isso, a polícia tem

analisado imagens de câmeras

de segurança do

centro da cidade e ouvido

testemunhas. O celular

dela também foi apreendido

para a perícia, e o laudo

pericial do local, do Instituto

de Criminalística, ainda

não ficou pronto.

De acordo com a Polícia

Civil, Jennifer Eduarda da

Cruz Blimblem foi vista

pela última vez no dia 24

de setembro, mas a família

só registrou um boletim de

ocorrência de desaparecimento

no dia 28. No último

dia 30, um corpo em avançado

estado de decomposição

foi encontrado.

Segundo o boletim de

ocorrência, a polícia foi

acionada até o ponto onde

Jennifer foi encontrada

depois que o dono da propriedade

rural percebeu a

presença de urubus e outras

aves. O homem encontrou

o corpo e acionou

a Polícia Militar.

Ainda conforme o BO, o

corpo da jovem estava sem

roupas, em estado avançado

de decomposição e com

várias perfurações no peito

e abdômen. No local, a polícia

apreendeu roupas encontradas

perto da vítima e

mechas de cabelo na cerca

da propriedade.

O corpo passou por exame

necroscópico, e a vítima

foi identificada no dia 1º.

Ela foi enterrada na tarde do

dia 2 no Cemitério Municipal

de Avaré, e familiares

publicaram mensagens de

luto nas redes sociais.

Conforme a Polícia

Civil, no dia em que desapareceu,

Jennifer saiu

de casa sem o celular, e o

aparelho dela foi entregue

pela família. A polícia informou

ainda que os pais

demoraram a registrar o

sumiço da filha porque a

jovem tinha histórico de

desaparecimentos.

“Não foi a primeira vez

que ela deixou a casa da família.

Em outras duas oportunidades

já foram registrados

boletins de ocorrência

de desaparecimento dela, só

que ela voltou. Ela gostava

mais de ficar sozinha. Ela

saía sozinha e não levava o

celular”, explica Ferreira.

O caso foi registrado

como homicídio e está

sendo investigado pela

Delegacia de Investigações

Gerais (DIG) de Avaré.

As equipes também

apuram se Jennifer foi vítima

de abuso sexual e, até

quarta-feira (13), nenhum

suspeito tinha sido identificado

ou preso. Com informações

do G1

Evento do Rotary Club

beneficia instituição em Avaré

O Rotary Club de Avaré

realizou no sábado, dia

9 de outubro, o segundo

Churrasco Grego. Como

no ano passado, a instituição

beneficiada e parceira

foi a Associação

Amigo Solidário, que ficará

com 1/3 do lucro obtido

com o evento, valor

esse que será repassado

por meio da compra de

equipamentos e utensílios

a serem escolhidos

pela entidade.

Do restante da verba,

1/3 será destinado à

Fundação Rotária, braço

de Rotary Internacional

criado para gerir os recursos

captados com os

eventos rotários. É com

esse dinheiro que Rotary

luta contra a poliomielite,

leva água para a África

e promove a paz mundial,

por exemplo.

O restante do dinheiro

ficará com o próprio Rotary

Club de Avaré, em

um fundo específico para

a elaboração e desenvolvimento

de novos projetos e

eventos destinados a ajudar

a comunidade local.


De 10 a 16 de outubro 2021

A VOZ DO VALE

Página 5

Polícia Civil prende suspeitos de

exploração sexual infantil e pedofilia

A Polícia Civil prendeu

na manhã de quarta-

-feira, dia 13 de outubro,

dois homens suspeitos de

exploração sexual infantil

e pedofilia no centro-oeste

paulista. As prisões ocorreram

em Ourinhos e Marília,

durante cumprimento

de mandados pela operação

Querubim II.

A polícia informou

que o suspeito preso em

Ourinhos é um bancário

que trabalha em Cambará

(PR), mas mora na cidade

do interior de SP.

O outro homem foi preso

em Marília, no bairro

Fragata. Ele foi levado à

delegacia após os policiais

encontrarem uma pistola 9

mm e um celular com fotos

de crianças nuas.

Já em Ourinhos, a polícia

apreendeu computadores,

notebooks, pendrives

e cartões de memória

e câmeras fotográficas

com conteúdo de abuso

sexual infantil.

A operação desta

quarta-feira é desdobramento

de uma ação da

polícia feita em 2019. A

operação Querubim I foi

deflagrada pelo Deinter-4,

que corresponde a

76 municípios do centro-

-oeste paulista, também

com o objetivo de combater

a exploração sexual

infantil na internet.

Naquela ocasião, cerca

de 70 policiais civis foram

mobilizados para fazer

busca e apreensão de

materiais envolvendo exploração

sexual infantil

na internet. Pelo menos

12 pessoas foram detidas

em Bauru, Jaú, Pederneiras,

Ourinhos, Tupã, Ubirajara,

Promissão e Marília,

em 2019.

Entre os envolvidos, foi

detido um padre, morador

de Tupã. Na casa dele, os

policiais localizaram brinquedos

e ursos de pelúcia.

POLÊMICA: Internauta denuncia mau

atendimento médico no Pronto Socorro de Avaré

Uma internauta se utilizou

de sua página em

uma rede social para criticar

o mau atendimento

médico no Pronto Socorro

de Avaré. Na publicação,

postada no domingo,

dia 10 de outubro, ela relata

que demorou 7 horas

para que a namorada fosse

atendida pelo médico e

recebesse a medicação.

Para a internauta, a

médica que fez o atendimento

não estaria preparada

para atender a

Criminosos furtam micro-ondas

e vandalizam centro de saúde de Itaí

A Unidade Básica de

Saúde (UBS) Dr. Durval

Garcia, em Itaí, foi furtada

na madrugada desta

quarta-feira, dia 13 de

outubro, de acordo com a

Prefeitura da cidade.

Segundo a administração

municipal, ao

chegarem para trabalhar,

namorada. “Uma equipe

médica com 0 (zero) preparo

pra um protocolo de

paciente com suspeita de

sintomas de acidente vascular

cerebral (AVC) e

paralisia facial de “Bell”,

onde o atendimento de

sinal vermelho o tempo

é fundamental pra não

haver nenhum tipo de sequela

no paciente levou 5

horas até que um médico

com algum conhecimento

sobre o assunto pudesse

olhar a minha namorada.

funcionários do centro

de saúde foram surpreendidos

com a bagunça

nas salas. A prefeitura

informou que criminosos

invadiram o local e furtaram

um micro-ondas.

Ao g1, o município

disse ainda que, apesar

do ato de vandalismo, o

A médica de clínica geral

de plantão simplesmente

nunca havia pegado um

caso assim. Segundo ela

mesma, falando no telefone

com o médico neurologista,

que não quis

prestar nenhum tipo de

auxílio à médica”.

Mesmo com sintomas

de Acidente Vascular Cerebral

(AVC), a munícipe

destaca que a namorada

permaneceu sentada por

horas. “Médico que não

sabe atender a segunda

atendimento não precisou

ser interrompido e que

um boletim de ocorrência

foi registrado. Até o fim

da manhã desta quarta,

ninguém tinha sido preso

Fonte: G1

maior causa de morte no

país? Não fez questão nenhuma

de explicar qual

tipo de encaminhamento

daria, qual medicamento,

onde a gente aguardaria,

quanto tempo de espera

pro exame (que foi a única

informação que deu!)

Só fomos jogadas numa

cadeira. Pra um paciente

que no mínimo esperávamos

que tivesse sido deitado

numa cama, poltrona

cama o que fosse e colocado

na veia um relaxante

muscular e medicamente

com efeito calmante.

Muita gente passando

pela gente e nada! Demos

a sorte de ter uma única

enfermeira, dentre várias

que ali passaram, que teve

humanidade e bom senso

que colocou minha namorada

numa maca. Queria

muito ter conhecimento do

seu nome pra agradecer”.

Ela critica a demora

no atendimento. “Duas

injeções para dor (segundo

a enfermeira) levaram

1h30/2h. Dava tempo deu

mesma ir e voltar umas

10x da farmácia e comprado

o que era necessário.

Mas na hora do nervoso

você não pensa, espera

que o médico te auxilie e

não você raciocine o que

precisa ser feito. Deixar

o acompanhante pra

fora devido protocolo de

Covid para um paciente

que não fala e não anda

direito parece a desculpa

perfeita pro descaso no

atendimento. Aliás, as enfermeiras

só parecem estar

ali pra isso. Mandar você

sair ou te ignorar”.

A demora para realizar

exames e de transferência,

também foi criticado pela

munícipe. “Uma cidade

toda que não tinha onde

fazer um exame de tomografia

no horário em que

fui (por volta de 23h e 24h)

parece surreal. O tempo de

espera pra transferência

pra uma cidade vizinha

mais surreal ainda”.

Ela pede que as pessoas

que passaram por problemas

de atendimento

médico no Pronto Socorro,

a procurem nas redes

sociais. “A única opção

do morador da cidade de

Avaré parece ser fazer

uma denúncia no Conselho

de Medicina, ouvidoria

do SUS (quem tiver

mais info me chama no

privado, por favor) e esperar

um milagre do céu”.

A internauta elogiou

parte dos funcionários do

PS. “Agradeço o pessoal

da recepção pois alguns

(não todos também não,

o primeiro rapaz da porta

que é a primeira pessoas

com que você tem

contato foi uma grosseria

só, o segundo depois

da mudança de turno que

viu que eu estava ali faz

tempo, me ajudou bastante)

foram muito solícitos.

Falaram mais comigo do

que a própria médica ou

enfermeiras!! Nenhum

funcionário com nenhum

tipo de identificação ou

crachá pra agradecer ou

mesmo reclamar”.

Ela afirma que foi embora

sem orientação. “Fomos

embora sem nenhuma

orientação ou medicamento

prescrito. 300 pila da consulta

particular com o neurologista

e talvez mais 300

da tomografia e torcer pra

não ser algo súbito!! Porque

se depender do atendimento

público e chegar qualquer

paciente com algum dano

cerebral grave o ser humano

não passa daquela noite”.

A munícipe finaliza desabafando.

“Alô, secretaria

de saúde de Avaré, secretário

Roslindo os moradores

precisam de sistema de saúde!!!

De profissional qualificado

e não só cumprindo

escala. Desde a porta até

internamente. É um pedido

de socorro pra essa cidade,

pois tá vergonhoso!”.

Adilson Imóveis vende

Tel.: (14) 99736-1965

Avaré 1

-2 dorm, Sala, Cozinha, Banheiro, Lavanderia, Garagem, Área terreno 190

m2, Área construída 40m2

Centro

-2dormitorios, Sala, Sala de jantar, Cozinha, Banheiro, Edícula, 1 dormindo,

sala, Cozinha ,Lavanderia, Área terreno 151,5 m2, Área construída 121,70 m2


Página 6 A VOZ DO VALE De 10 a 16 de outubro 2021

Aulas presenciais voltam a ser

obrigatórias para 100% dos alunos

em SP a partir de segunda-feira

As aulas presenciais

voltam a ser obrigatórias

para 100% dos alunos no

estado de São Paulo a partir

da próxima segunda-

-feira, dia 18 de outubro,

na rede estadual. A exigência

também vale para

as escolas privadas, mas

elas terão prazos definidos

pelo Conselho de Educação

para se adaptarem.

“Começamos com a

obrigatoriedade dos estudantes

já na segunda-feira.

O Conselho vai deliberar

sobre o prazo para as

escolas privadas. Vai ter

um prazo em que a escola

privada poderá se adaptar

à regra. Para as redes

municipais, deverá ser

observada a regra de cada

conselho”, disse o secretário

estadual da Educação

Rossieli Soares, durante

coletiva de imprensa nesta

quarta-feira (13).

De acordo com o secretário,

os estudantes só poderão

deixar de frequentar

as escolas mediante apresentação

de justificativa

médica, ou aqueles que

fazem parte do grupo de

exceções definidos:

– Gestantes e puérperas

– Comorbidades com

idade a partir de 12 anos

que não tenham completado

ciclo vacinal contra a Covid

– Menores de 12 anos

que pertencem a grupos

de risco para a Covid e

ou condição de saúde de

maior fragilidade

Embora tenha determinado

a obrigatoriedade

para todas as escolas já na

próxima semana, a medida

só poderá ser cumprida

em algumas unidades

a partir do próximo mês,

quando o distanciamento

entre as carteiras não será

mais exigido. Isso porque

muitas instituições não

têm estrutura física para

atender a 100% dos estudantes

mantendo o distanciamento

entre eles.

Na rede pública, são

cerca de 3,5 milhões de

alunos distribuídos em

mais de 5,4 mil escolas em

todo o estado.

Segundo a secretaria,

o distanciamento entre as

carteiras será incialmente

mantido, mas deixará de

ser exigido a partir do dia 3

de novembro. Em agosto,

a gestão estadual já tinha

reduzido o distanciamento

de 1,5 metro para 1 metro.

O uso de máscara por

parte de estudantes e

funcionários permanece

obrigatório para todos,

assim como a utilização

de álcool em gel nas escolas

e equipamentos de

proteção individual por

parte de professores e

demais funcionários.

No início de agosto, o

governo estadual liberou

o retorno às aulas presenciais

com 100% ocupação

respeitando os protocolos

sanitários, o que em algumas

unidades exigiu revezamento

de grupos.

Apesar da autorização,

Comunidade promove festa

de Dia das Crianças em Avaré

o envio do estudante para

a sala de aula era facultativo

aos pais. Na ocasião, as

prefeituras também tinham

autonomia para definir as

datas e regras de abertura.

SINDICATO É CON-

TRÁRIO – O Sindicato

dos Professores do Ensino

Oficial do Estado de São

Paulo (Apeoesp) considerou

a medida desnecessária,

descabida e perigosa.

Na avalição da Apeopesp,

as escolas não têm

condições de cumprir os

protocolos de segurança

contra a Covid.

O sindicato ainda alega

que em diversas instituições

não há funcionários

de limpeza para garantir a

higienização das unidades.

Na segunda-feira (11),

o estado de SP atingiu

mais de 80% da população

adulta com esquema vacinal

completo.

Segundo dados do Vacinômetro

atualizados até

as 7h17 desta quarta (13),

foram aplicadas 66,7 milhões

de doses no estado, o

que representa:

99,37% da população

adulta com uma dose

80,27% da população

adulta com esquema vacinal

completo

82,78% da população

total com uma dose

61,55% da população

total com esquema vacinal

completo

Uma terça-feira de

muita alegria para as

crianças que residem na

comunidade do Jardim

Bonsucesso e da Vila

Martins, em Avaré.

Por meio de iniciativa

da comunidade do time de

futebol Atlético Bonsucesso

e apoio de empresários,

parceiros e colaboradores,

foi realizada nesta terça-

-feira, dia 12 de outubro,

em clima de muita alegria,

mais uma festa dedicada

às crianças, que tiveram

a oportunidade de participar

de várias brincadeiras,

além da distribuição de

brindes e lanche.

“Ficamos muito felizes

com essa participação com

a comunidade, trazendo

essa alegria não somente

para as crianças, mas também

para os pais. Espero

que a gente continue a fazer

essa festa. Vamos lutar

para trazer sempre alegria

melhorias e bem-estar para

comunidade”, agradeceram

os organizadores.

More magazines by this user