Views
4 years ago

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a 28 de agosto de 2008 Trabalho e masculinidade: mudanças lentas e graduais. Daniel Perticarrari (UFSCar) e Jacob Carlos Lima (UFSCar) ST 09 - Discuros, políticas e representações do masculino Esta comunicação busca discutir a construção da identidade masculina a partir do trabalho e as mudanças decorrentes das transformações econômicas, políticas sociais e culturais das últimas décadas. Para tanto analisa o trabalho a partir do paradigma da flexibilidade e a crescente feminização do mercado de trabalho. Essa feminização tem implicado em alterações nos papeis familiares tradicionais com a maior presença da mulher como provedora. Isto coloca em cheque as relações de poder homem e mulher, e deste com os filhos e a vida doméstica. Altera-se também, embora de forma lenta, os padrões de virilidade assentados sobre o trabalho vinculado a determinadas especializações. A referência empírica é um grupo de operários metalúrgicos na cidade de São Carlos,SP a partir de um recorte geracional. As últimas décadas do século XX presenciaram significativas transformações no mundo do trabalho, geralmente associadas à crise do fordismo, junto à emergência, em escala global, de novos paradigmas de organização da produção e do trabalho, com conseqüências aos trabalhadores, como por exemplo, flexibilização, subcontratação, terceirização, instabilidade de emprego e de renda, novas formas de associação do trabalho, etc (ARAÚJO et al., 2004). Essas alterações incidiram, em maior ou menor grau, no modelo de masculinidade hegemônica, vinculada ao papel de provimento econômico da família e por conseguinte nas relações de poder daí decorrentes. Tal movimento foi possível graças à inserção crescente de mulheres no mercado de trabalho em espaços antes considerados masculinos, o que tem provocado mudanças sensíveis na estrutura familiar e na estruturação de papéis afetando as relações com os filhos e a vida doméstica. Estudos recentes demonstram um afluxo crescente de mulheres no mercado de trabalho no Brasil e no mundo. Dados do IBGE mostram que em 2000, mais de 40% das mulheres em idade economicamente ativa, já participavam do mercado de trabalho brasileiro contra 19% verificados em 1970. Alguns autores já vêm demonstrando como essas transformações tem impactado sobre a divisão sexual do trabalho doméstico, enfocando as principais mudanças ocorridas na atribuição de tarefas no intuito de verificar como esse processo tem alterado os padrões de domesticidade e as práticas tradicionais na família (SORJ, 2005; ARAÚJO; SCALON, 2005; OLIVEIRA, 2005; LAUFER, 2003). Segundo estes, essas transformações têm propiciado uma maior inserção feminina na estrutura sócio-ocupacional da sociedade e uma negociação um pouco maior das decisões dentro

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis ... - UFSC
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis ... - UFSC
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Entre a casa e a ...
Fazendo Gênero 8 Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder A mulher sob o ...
Fazendo Gênero 8 – Corpo, Violência E Poder
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero 10 - UFSC