002 - O FATO MANDACARU - FEV 2018 - NÚMERO 2

ofatomandacaru

Ano 01 | Edição 002 | Maringá, fevereiro de 2018 | O Jornal Comunitário da Zona Norte de Maringá!

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA! | Pág. 5

Imagem ilustrativa.

É com muita alegria que

começamos o ano de 2018

recebendo um convite

especial e irrecusável:

colaborar com O Fato

Mandacaru, destinado a

levar informação e serviço

à comunidade.

Advogado e professor, nossa tarefa

será a de compartilhar reflexões

jurídicas, políticas e sociais

com vocês leitores, e contará com a

colaboração de outros profissionais

da área, para melhor diversificar

e qualificar os debates.

Você, leitor, também poderá enviar

suas dicas, dúvidas e sugestões,

já que o objetivo é ser um instrumento

de serviço vivo e de utilidade.

Em breve também serão disponibilizados

vídeos no blog do jornal

com perguntas e respostas,

além de temas de seu interesse e

dia a dia, com transmissão ao vivo

e “lives” de conversas e debates,

sempre que oportuno.

Por falar em oportuno, este ano

elegeremos nossos representantes

nas esferas Federal e Estadual, escolhendo,

dentre outros, o Presidente

da República e o Governador

do Estado.

Você sabe por que os políticos

devem ser eleitos pelo povo?

A era da superficialidade

Não nos detemos mais a ler. Não passamos sequer das três

primeiras linhas dos posts de Facebook.

É a sociedade da rapidez

Vivemos numa democracia, e

não há democracia sem eleição, já

que esta serve justamente para o povo

eleger alguém dele próprio para

representá-lo. Porém, muitas vezes

nos esquecemos da importância de

participarmos das discussões e decisões

que nos afetam individual e

coletivamente. Num mundo cada

vez mais veloz, deixamos de enxergar

o outro, e até nós mesmos.

Superficializamos as relações.

Não nos detemos m ais a ler. Não

passamos sequer das três primeiras

linhas dos posts de Facebook. É a

sociedade da rapidez . Da superficialidade.

E assim, não nos interessa-

mos mais pelo outro.

Perdemos a empatia e a capacidade

de analisar, estudar, absorver,

debater e filtrar. Saímos feito papagaios,

repetindo ideias que se propagam

e incutem verdades e valores

deturpados e que servem a interesses

muito além de nossa capacidade

de percepção.

(Anderson Alarcon)

E o que isso tudo tem a ver com

política, democracia, soberania, poder

do povo e eleição?

Tudo. A começar pelo reconhecimento

de que precisamos estudar

muito ainda questões relacionadas

ao nosso cotidiano, nosso sistema,

nossa história, para compreendermos

a cidadania, a ética e a

cultura de nosso país.

Vamos juntos?■

contato@andersonalarcon.com

Anderson Alarcon

More magazines by this user
Similar magazines