edicao1459

avarehospedagem

Página 2 A VOZ DO VALE De 21 a 27 de fevereiro de 2021

Sem reajuste por 2 anos, Lar

São Vicente aciona MP contra

a Prefeitura de Avaré

EXCLUSIVO

Na última semana, presidentes

de entidades assistenciais

da cidade foram

convocados pela Prefeitura

de Avaré, para assinar

o convênio. Porém,

quando chegaram ao local,

os representantes das

instituições foram informados

que, pelo segundo

ano consecutivo, não seria

concedido reajuste nos repasses

realizados em 2021.

Em entrevista concedida

ao A Voz do Vale,

o presidente do Lar São

Vicente de Paulo, Leodegar

Cruz, mais conhecido

como Gai, lamentou o fato,

falou dos impactos que a

entidade sofrerá e revelou

que acionará o Ministério

Público do Estado.

“Já faz dois anos que

a Prefeitura não reajusta

os valores dos repasses

do convênio e isso não

é exclusividade do Lar

São Vicente de Paulo,

mas de todas as entidades

assistenciais da cidade.

Vou acionar a promotoria,

pois estamos

enfrentando com muitas

dificuldades”, destacou.

O presidente disse ainda

que os preços de remédios,

materiais de limpeza

e alimentação dobraram,

além dos salários dos

funcionários e de encargos

trabalhistas que são

pagos pela instituição.

“E tudo dobrou de preço.

Salários dos funcionários,

alimentação, remédios

e ele (Jô Silvestre) não

está nem aí com as entidades

assistenciais da cidade.

Os custos com energia,

água, telefone também aumentaram

muito de 2019

para 2021. Além de tudo

isso, também os impostos

tiveram reajustes”, disse.

Gai disse ainda que,

com a pandemia, os custos

com luvas e com produtos

alimentícios. “Uma caixa

de luvas a gente pagava

R$ 17,50 e agora custa R$

90,00 a caixa, onde a gente

usa duas caixas por dia.

O mesmo acontece com o

litro de óleo, onde pagávamos

R$ 2,70 e agora está

em cerca de R$ 9,00. Os

produtos de limpeza quase

triplicaram”, revelou.

Ele revelou ainda que,

com a pandemia, as doações

diminuíram em cerca

de 60%. O salão de festas,

que gerava receitas com a

locação, está fechado há

cerca de 1 ano. “Com a

pandemia nossos colaboradores

também caiu 60%.

Nosso salão de festas, que

alugávamos todo mês, faz

um ano que está fechado”.

RISCO DE FECHAR

– O presidente do Lar São

Vicente de Paulo disse que

fará ações para arrecadar

fundos e para conscientizar

a população da importância

da doação. Gai disse

que sem a ajuda de todos,

a entidade corre o risco de

fechar. “Aí a gente tem que

sair pedindo para população

ajudar, se não temos

que fechar o nosso lar”.

O presidente finalizou

afirmando que todas as entidades

assistenciais da cidade

estariam passando dificuldades

e que o executivo

não estaria se importando.

“Todas as entidades estão

em dificuldades em Avaré.

Ele (Jô Silvestre) não está

nem aí”, finalizou.

Lar São Vicente de Paulo recebe secadora

de roupas industrial do Governos Federal

O Lar São Vicente de

Paulo de Avaré recebeu,

na manhã de quinta-feira,

dia 25 de fevereiro,

uma secadora de roupas.

O equipamento foi disponibilizado

pelo Governo

Federal.

Segundo o presidente,

Leodegar Cruz, popularmente

conhecido como

Gai, a secadora industrial

é uma publicação semanal da Editora Vieira Aires Ltda

CNPJ: 07.421.264/0001-68 - Inscr. Municipal 18.833

Registrado sob o Livro “A” - Registro Civil de pessoa jurídica e no Livro

“B-01” - Registro de Jornais, Oficinas Impressoras, Empresas de Radiofusão

e Agências de Notícias, sob o n° de ordem 11 (onze).

Fone: (014) 3733-6706 | E-mail: avozdovale@avozdovale.com.br

Site: www.avozdovale.com.br

REDAÇÃO: Rua Alagoas, 2001 - CEP 18700-010 - Avaré/SP

DIRETOR RESP.: NATALINO VENÂNCIO AIRES FILHO

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus

autores e não expressam necessariamente a nossa opinião

CIRCULAÇÃO: Avaré, Águas de Santa Bárbara, Arandu, Cerqueira

César, Holambra II, Iaras, Itaí, Itatinga e Paranapanema.

vai auxiliar a instituição

e beneficiar aos idosos

atendidos. “Cada dia é

uma novidade, uma melhoria,

uma reforma, uma

entrega. Não tem acepção

política, tem é trabalho.

Gostaria de agradecer ao

governo Federal pela disponibilização

desta máquina

para o Lar”.

O espaço assiste dezenas

de idosos com idade

de 60 a 96 anos, oferece

mais que apenas abrigo.

Todos têm direito a cuidados

médicos e atendimentos

com psicólogo,

fisioterapeuta, enfermeira

e assistência social, além

dos cuidados básicos,

como alimentação controlada

por nutricionista.

Porém, o que mais encanta

quem faz uma visita

ao Lar São Vicente de

Paulo é o carinho e a dedicação

da equipe de funcionários

que oferece ainda

atividades recreativas, lúdicas

e passeios especiais.

Os idosos do Lar São

Vicente participam de uma

série de atividades ministradas

tanto pela equipe

técnica, altamente capacitada

que trabalha no local,

quanto por voluntários.

Há também atividades

lúdicas e passeios monitorados

que, neste momento,

estão suspensos

devidos o coronavírus.

Apesar de no local existirem

senhores e senhoras

com idade avançada

e que não podem ficar

sozinhos, no São Vicente

também há aqueles que

gozam de seus sentidos e

são livres para passearem

sozinhos pela cidade.

More magazines by this user