Views
3 years ago

Capitulo 6

Capitulo 6

Capitulo 6 Máquinas CA Definimos rendimento de um motor como sendo a relação entre a potência no eixo e a potência consumida, dado por: = P eixo P consumida x100% Como o motor trifásico apresenta característica indutiva, precisamos calcular sua potência aparente, que é dada por: N= P consumida cos Onde cos é o fator de potência do motor. Então podemos calcular a potência aparente de um motor por fase como sendo: N= P eixo cos Multiplicando esta potência por três, e substituindo a potência aparente pelo produto tensão-corrente, chegaremos a seguinte expressão: P eixo =3V F I F cos Como a corrente de linha é igual a corrente de fase a a tensão de linha é 3 vezes a tensão de fase, podemos expressar esta expressão em termos da tensão de linha e corrente de linha como sendo: P eixo =3V L I L cos 6.2.3 – Motores de indução bifásicos Os motores de indução bifásicos são pouco comerciais, porém sua analise será importante para compreendermos o funcionamento dos motores monofásicos. Os enrolamentos de um motor bifásicos são defasados de 90º mecânicos em seu estator e alimentados por tensões bifásicas defasadas de 90º elétricos. Observe a figura abaixo: A 1 B 1 B 2 A 2 Motor bifásico de 2 pólos Del – UFES 6-12 Professor Vinícius Secchin

Capitulo 6 Máquinas CA Quando alimentamos o estator com uma tensão bifásica, também teremos o surgimento de um campo magnético girante. A figura abaixo representa a somatória dos campos produzidos por cada fase em alguns intervalos de tempo. A 1 A 1 A 1 A 1 A 1 N S N B 1 B 2 B 1 N S B 2 B 1 B B 2 1 S N B 2 B 1 B 2 S N S A 2 A 1 A A 1 2 A A 1 2 A A 1 2 A 2 N S S N B 1 N S B B 2 1 N S B 2 B 1 S N B 2 B 1 S N B 2 S N N S A 2 A 2 A 2 A 2 A B 0 o 45 o 90 o 135 o 180 o 225 o 270 o 315 o 360 o Os motores bifásicos também podem ter seu rotor como gaiola de esquilo ou bobinado. 6.2.4 – Motores monofásicos Os motores monofásicos são divididos em dois tipos: os motores de indução e os motores tipo série. 6.2.4.1 – Motores de indução O funcionamento dos motores de indução, baseia-se no principio do campo girante, porém em um motor monofásico de indução temos somente um enrolamento. Desta forma então não teremos um campo magnético girante e sim um campo pulsante, que não será capaz de fazer o motor girar. Observe a figura a seguir. A 1 A 1 A 2 A 1 A 1 A 1 A 1 N S S A 2 N A 2 A 2 Motor monofásico 0 o 90 o 180 o 270 o 360 o Campo pulsante em um motor monofásico Del – UFES 6-13 Professor Vinícius Secchin

Capítulo 6. – Organização da Informação - Ibict
Capítulo 6, Processos de melhoria contínua, parte B - André Jun ...
Capítulo 6 - Uma Igreja de presença e sinal do Reino - Arquidiocese ...
5201 Po Sparc IS 6/02 - Sram
Motor de Indução Trifásico (MIT) - IFBA
Máquinas Elétricas para Automação Capítulo 2 – Máquinas ... - Unesp
Capítulo V Máquinas Síncronas - IFBa
S - Programa de Engenharia Elétrica - UFRJ
6- Rendimento dos Motores de CC - Eletronica.org
C13 capitulo 6 levantamentos hidrograficos - Instituto Hidrográfico
Capitulo 6 - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFMG
Eletrotécnica Comandos Elétricos Ligação de Motores - Intranet ETB
C13 capitulo 6 levantamentos hidrograficos - Instituto Hidrográfico