Views
2 months ago

46753940-Nearco-Volume-VI

Sumário PLUTARCO E A

Sumário PLUTARCO E A OCIDENTALIZAÇÃO DE CLEÓPATRA Gregory da Silva Balthazar, 5 O IMPÉRIO ROMANO E SUA RELIGIOSIDADE: O EXEMPLO DO CULTO DE ÍSIS Ana Carolina Caldeira Alonso, 34 NOVAS PERSPECTIVAS PARA O ENSINO DE HISTÓRIA DA ÁFRICA: UMA CONVERSA SOBRE LEGISLAÇÃO, BRAUDEL E FLÁVIO JOSEFO Marcos José de Melo, 48 EN NOMBRE DEL PADRE: LAS FIGURAS REGIAS DEL LINAJE María Cecilia Colombani, 59 MITO, NARRATIVA E AUDIÊNCIA NO MONÓLOGO D’AS FENÍCIAS DE EURÍPIDES Evandro Luis Salvador, 79 OS CELTAS ATRAVÉS DOS OLHARES MEDITERRÂNEOS Pedro Vieira da Silva Peixoto, 97 SANTO AGOSTINHO: HISTORIOGRAFIA E FILOSOFIA POLÍTICA (DE CIVITATE DEI) Pedro Paulo Alves dos Santos, 108 RESENHA: PUBLIO OVIDIO NASÃO. A ARTE DE AMAR Carlos Eduardo Costa Campos, 121 4

Espaço Phília Plutarco e a Ocidentalização de Cleópatra Gregory da Silva Balthazar 1 Introdução Enfrentar o tema Cleópatra é verdadeiramente algo instigante, pois sua história e pessoa provocam todos os tipos de paixão. O pesquisador, ao escolher a última rainha egípcia como objeto de pesquisa, se depara, sempre, com dois questionamentos: era ela realmente bela? Era grega ou egípcia? Ou melhor: era branca ou negra? Como se a cor de sua pele pudesse definir a qual cultura ela pertencia. O egiptólogo Zahi Hawass, atual secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, escreveu em um pequeno artigo, intitulado Cleópatra: Queen of Magic, que: Talvez a mais famosa egípcia de todos os tempos seja Cleópatra VII, a última rainha do Egito. Quando eu era um rapaz, meu querido amigo Kamal El-Mallakh, descobridor da barca solar em Gizé, trouxe Elizabeth Taylor com ele para ver as pirâmides. Taylor trouxe Cleópatra a vida nas telas de Hollywod e, quando conheci essa intrigante atriz, eu pude ver em seus olhos o charme desta carismática rainha. 2 1 Bolsista PIBIC/CNPq e pesquisador adjunto da Comissão de Estudos e Jornadas de História Antiga (CEJHA) e do Grupo de Pesquisa Africanidades, Ideologias e Cotidiano (AIC) da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, sob orientação da Profa. Dra. Margaret Marchiori Bakos. gsbalthazar@gmail.com 2 HAWASS, Zahi. Cleópatra: Queen of Magic. Horus the Inflight Magazine of Egypt, Jan/Fab, 2006, p. 20. 5

O que respondi - Volume 7 - Mario Persona
Práticas Corporais - Volume 2 - Ministério do Esporte
Protestantismo em Revista, volume 09 (Ano 05, n.1) - Faculdades EST
VI. As artes e as confluências interculturais ou, destarte, a diferença ...
O que respondi - Volume 9 - Mario Persona
O que respondi - Volume 4 - Mario Persona
ESTÉTICA E MÉTODO - Departamento de Artes Plásticas - USP
Revista Phoînix - Ano 15, volume 1
o filósofo como andy warhol - Departamento de Artes Plásticas
continua. - Roteiro Brasília
Untitled - Centro de Artes Universidade Federal de Pelotas
Untitled - CRM-PR
Linguagem e produção de sentido - Fronteiras do Pensamento
Filosofia e Sociologia
primeiro número na íntegra - Áskesis
VSavRW
DESIGN E INDUSTRIALIZAÇÃO - Oi Futuro
Corpo, arte e comunicação - Logos - Uerj
zen e a arte da manutenção de motocicletas
Arthur Danto: narratividade histórica "sub specie aeternitatis"
Pensando o ritual - Sexualidade, Morte, Mundo
O que respondi - Volume 1 - Mario Persona
O que respondi - Volume 3 - Mario Persona
O que respondi - Volume 2 - Mario Persona
ARTE E EDUCAÇÃO RESSONÂNCIAS E REPERCUSSÕES
artigo - CIAC . Centro de Investigação em Artes e Comunicação
Limites da arte e do mundo - CAP - Departamento de Artes Plásticas
Baixar - Brasiliana USP
REVISTA ASPAS DUPLAS - EDICAO 01
FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL - Logos - Uerj