Agosto - Cenibra

cenibra.com.br

Agosto - Cenibra

Mala Direta

Postal

9912279551/2016 /DR/MG

CENIBRA

DEVOLUÇÃO

GARANTIDA

Jornal da CENIBRA

N o 310 . Ano 27

Agosto 2011

Saúde e Segurança:

Responsabilidade de todos

CENIBRA realiza

15ª SIPAT

Integrada - Pág. 6


EDITORIAL

COMPROMISSO

COM A SEGURANÇA

Todos os dias, antes de iniciar uma jornada de trabalho, devemos renovar e incorporar

os compromissos com nossos sonhos e ideais; com a vida. Todo profissional

deve ter a convicção de que suas atividades são fundamentais para o sucesso da

organização em que trabalha e, sobretudo, para contribuir com o bem-estar social.

Para alcançarmos com excelência a satisfação individual e coletiva, é necessário

além de determinação, planejamento e competência, que todos tenham a Saúde

e a Segurança como valores básicos.

A falta de segurança compromete não apenas os resultados de uma corporação,

mas principalmente interfere negativamente na vida social e familiar, gerando

perdas intangíveis. A pressão por obter índices produtivos e a paradoxal falta de

tempo diante dos desafios do cotidiano não podem reger as ações do trabalhador.

Além de vultosos investimentos em segurança, a CENIBRA adota medidas preventivas

e corretivas para minimizar as situações de risco. Com a implementação do

Sistema de Gestão da Segurança e Saúde Ocupacional, de acordo com a Norma

OHSAS 18001, a CENIBRA reforça seu compromisso em garantir as melhores condições

para os empregados próprios e prestadores de serviços. Trata-se de um

padrão internacional que estabelece diretriz e requisitos relacionados à Gestão

da Segurança e Saúde Ocupacional.

Outra ação é a Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho; um momento

para os empregados refletirem, de forma interativa, a respeito do trabalho

em equipe e da adoção de práticas seguras no dia a dia como fator diferencial

para a saúde e satisfação humana.

A qualidade está em fazer com segurança. As regras e normas determinadas pela

Empresa não são obstáculos, mas parâmetros que contribuem para que a excelência

seja realidade em todos os nossos processos.

Por isso, acredito que todo esforço para manter o ambiente de trabalho e as atividades

do cotidiano seguros é um investimento na vida, um dever de todos nós.

EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE

Paulo Eduardo Rocha Brant

DIRETOR ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO

Naohiro Doi

DIRETOR INDUSTRIAL E TÉCNICO

Kenji Takashima

DIRETOR COMERCIAL

Satoshi Miyake

COORDENADORA DE COMUNICAÇÃO

CORPORATIVA E RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

Leida Hermsdorff Horst Gomes

COMITÊ EDITORIAL

Afonso Carlos dos Reis Fioravante

Érica de Souza Pinheiro Costa

Fernando Palha Leite

Jacinto Moreira Lana

José Roberto Gonçalves

Marcelo Silva Coelho

Yara Aparecida Furbino de Melo

Paulo Eduardo Rocha Brant

Diretor-Presidente

PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO

Café c/ Design

Fotos | Arquivo

Foto editorial | Paulo Sérgio Oliveira

Fotos capa e matéria destaque| Grão Fotografia

e arquivos

Tiragem | 4.500 exemplares

FALE COM O FIBRA

31 3829.5038

comunicacaocorporativa@cenibra.com.br

SEDE FÁBRICA

BR 381 | km 172 | Belo Oriente

Minas Gerais | CEP 35196-972

Telefone: 31 3829.5010

Fax: 31 3829.5260

BELO HORIZONTE

Rua Bernardo Guimarães | 245 | 8º andar

Bairro Funcionários | CEP 30140-080

Telefone: 31 3235.4041

Fax: 31 3235.4002

RECURSOS HUMANOS

PROJETO ADOLESCER

A ExTENSÃO DO PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA AOS FAMILIARES

Possibilitar a reflexão sobre os valores e atitudes dos adolescentes,

contribuindo para o amadurecimento pessoal e

para a melhoria das relações familiares é um dos objetivos

da CENIBRA com o Projeto Adolescer, do programa Qualidade

de Vida - Vivendo Melhor. Em sua 7ª edição, o Projeto

desenvolveu uma série de atividades visando trabalhar as

informações e incertezas geradas durante a adolescência.

O encontro foi realizado na Associação Cachoeira Campestre

Clube, em Guanhães-MG, e reuniu jovens de 12 a 18

anos. Foram contemplados os dependentes dos empregados

que residem em Guanhães, Virginópolis, Peçanha,

Sabinópolis e Canta Galo.

Em todos os encontros são ministradas dinâmicas e palestras

específicas para cada faixa etária, abordando temas

como comportamento, tabagismo, sexualidade, entre outros

assuntos. Desta vez, pela manhã, os jovens contaram

com uma palestra ministrada pelo Médico Dr. Ubirajara

Valladares, que abordou o tema “Drogas: o barato que

sai caro”. Em seguida, os adolescentes se divertiram e

aprenderam com a apresentação teatral do grupo Cia de

Condelon, que encenou a peça: Pedaços da Vida – uma

abordagem sobre relações familiares, sexualidade na adolescência

e respeito ao próximo.

Após o almoço, os jovens tiveram uma oficina de percussão,

ministrada pelos professores da Escola de Música

Mozart. Além de ser uma atividade lúdica e de interação,

a oficina trabalhou a concentração, trabalho em equipe,

limites, organização. “Eu gostei de tudo. A palestra foi uma

oportunidade de conhecermos a nós mesmos, e dividir

experiências com outros jovens. Foi muito interessante

também a oficina de percussão, que pra mim foi uma

novidade”, conta a participante Kelly Simão.

INCENTIVO

No período da adolescência é muito importante o apoio

dos pais para o crescimento e desenvolvimento dos filhos.

A Técnica Administrativa Ivone Maria Braga reconhece a importância

do Projeto Adolescer e incentivou a filha Geovanna

a participar. “O Adolescer é uma oportunidade muito boa

para que os filhos possam esclarecer questionamentos e

receber orientações. Sem a presença dos pais, eles ficam

mais à vontade para fazer perguntas, e isso facilita o diálogo.

Incentivei a minha filha a participar, ela adorou e chegou em

casa muito entusiasmada, me contando tudo”, disse.

Atividade realizada durante a oficina de percussão

2 3


RECURSOS HUMANOS

MAPA DE CRESCIMENTO PROFISSIONAL

UMA ABORDAGEM FLExíVEL DE CRESCIMENTO PROFISSIONAL

Pesquisas recentes apontam que

perspectivas de crescimento e desenvolvimento

são fatores primordiais

para garantir a atração, motivação e

engajamento dos empregados. Estes

procuram situações transparentes

sob suas possibilidades de crescimento

e ferramentas para galgar os

níveis até o topo da pirâmide.

Visando delinear as possibilidades de

evolução profissional dos empregados,

permitindo uma visão clara da

hierarquia de cargos existentes na

Empresa, a CENIBRA desenvolveu o

Mapa de Crescimento Profissional

(MCP) dos processos florestal, industrial,

administrativo e comercial.

O Mapa de Crescimento Profissional

representa as competências e

evidências específicas de cada cargo,

de acordo com a complexidade

e responsabilidade requeridas para

atingir os resultados esperados. O

objetivo é indicar o crescimento natural

dos cargos na CENIBRA, proporcionando

a valorização e a retenção

de profissionais. “A abordagem por

meio de um mapa de crescimento é

facilmente compreendida pela orga-

nização, pois é desenhada de maneira

diretamente relacionada aos processos

de trabalho de cada área funcional”,

explica a Analista de Recursos

Humanos Mônica Ferraz.

Para o desenvolvimento do Mapa, foram

realizadas reuniões com o grupo

gerencial da Empresa, bem como pesquisas

e visitas técnicas com o intuito

de alinhar as práticas da CENIBRA

na área de gestão de cargos com o

mercado, procurando sempre manter

o equilíbrio interno dos cargos na

Empresa.

Agora, com informações e o conhecimento

em mãos, é possível traçar estratégias

de crescimento, com oferta

de treinamento, desenvolvimento e

de perspectivas de ascensão profissional.

Isso tudo aliado a políticas de

incentivo e concessão de benefícios

atrativos.

Na opinião do Analista de Compras Júnior

Marco Antônio Martins Souza, a

mudança na nomenclatura de cargos

foi muito positiva. “Agora estamos alinhados

de acordo com a realidade do

Equipe do projeto Mapa de

Crescimento Profissional

mercado de trabalho. Além do mais,

o Mapa de Crescimento possibilita-

-nos verificar, de forma mais clara, as

possibilidades de crescimento profissional

dentro da empresa; isso é

muito bom”, disse.

Além de todo o trabalho de divulgação,

para acesso dos empregados, os

Mapas foram disponibilizados também

na intranet e fixados nos quadros

de avisos na Florestal.

Mapa de

Crescimento

Profissional

CENIBRA

SEGURANÇA

OHSAS 18001:2007

MUITOS TRABALHOS JÁ CONCLUíDOS

A implantação da Norma OHSAS 18001 tem exigido muito

trabalho e dedicação da equipe responsável pela condução

dos trabalhos. Após um ano e meio de trabalho, já

é possível visualizar em que etapa a Empresa se encontra

com relação a todo o processo. Muitos empregados

estão envolvidos como facilitadores ou multiplicadores

auxiliando o grupo de apoio técnico. Os facilitadores e

multiplicadores representam os processos industrial e florestal,

garantindo a representatividade de toda a Empresa

na implantação da Norma.

O cronograma de atividades estabelecido pela empresa

de consultoria Novitah vem sendo executado e acompanhado

pelo grupo de trabalho, criteriosamente. Nele estão

contidas todas as atividades necessárias para uma efetiva

implantação da Norma OHSAS 18001 no processo próprio

e nas EPS, durante os dois anos previstos e negociados

junto à Diretoria da Empresa.

Várias atividades estão em andamento, tanto no processo

próprio quanto nas Empresas Prestadoras de Serviço (EPS),

que estão sendo tratadas e negociadas juntamente com as

áreas operacionais e administrativas para engajamento de

todos na proposição das melhorias necessárias. De acordo

com a Coordenadora de Assistência à Medicina Ocupacional

e Segurança do Trabalho, Maria Marta Miranda,

faltam algumas atividades a serem cumpridas, tais como:

“criação de novos procedimentos operacionais identificados

a partir da validação das planilhas de perigos e riscos;

revisar as fichas de controle de emergências com base na

consolidação dos perigos e riscos; realizar treinamento de

auditores internos; planejar e realizar a conscientização

dos empregados e EPS; realizar adequação das instalações

e equipamentos da Empresa à legislação aplicável; e outras

previstas no cronograma”, conta.

Ainda segundo Marta, cada facilitador encaminha os trabalhos

internamente em seus departamentos seguindo

as orientações da consultoria. “Possuímos atividades já

concluídas e outras em andamento. Como exemplo de

atividades já concluídas podemos citar: política de segurança

e saúde ocupacional que foi estabelecida, incorporada

à política de gestão integrada da Empresa e divulgada

a todos os empregados; atualização e complementação

das planilhas de perigos e riscos que contemplam todas

as atividades realizadas pela Empresa, estabelecendo as

medidas de saúde e segurança ocupacional necessárias

à preservação da integridade física dos empregados; contratação

de empresa para identificação e atualização da

legislação aplicável à CENIBRA e suas EPS; revisão e criação

de procedimentos operacionais adequando-os às exigências

da Norma OHSAS 18001.”

A Coordenadora enumera algumas atividades que já estão

em andamento: “Revisão do plano de gerenciamento de

emergências; lançamento no sistema de acompanhamento

da legislação das evidências do cumprimento dos requisitos

legais no software de acompanhamento legal para

identificação das necessidades de adequação da Empresa

à legislação vigente”, finaliza.

Maria Marta Miranda - Coordenadora do projeto de

implantação da OHSAS 18001:2007 na CENIBRA

4 5


De maneira simples, os

palestrantes mostraram

que pequenos hábitos

no nosso dia a dia

podem fazer uma

grande diferença.

Baltazar Moreira de Melo

ministrou sobre saúde e

segurança

DESTAQUE

SIPAT INTEGRADA

EMPREGADOS RECEBERAM ORIENTAÇÕES SOBRE SAúDE E SEGURANÇA

Anualmente, a CENIBRA e Empresas Prestadoras de Serviços

(EPS) realizam a Semana Interna de Prevenção de

Acidentes (SIPAT Integrada), na Fábrica e nas Regionais

Florestais (Nova Era, Guanhães, Rio Doce). Nestes eventos

acontecem debates e palestras voltados para a saúde

ocupacional e segurança do trabalho. Na Fábrica e na Florestal,

o evento é organizado pela Comissão Interna para

Prevenção de Acidentes (CIPA/CIPATR), com apoio da Área

de Segurança do Trabalho, Comunicação e Treinamento.

De forma dinâmica e descontraída, foram apresentadas

palestras e encenadas peças teatrais que buscaram promover

a conscientização dos trabalhadores em relação à

responsabilidade pessoal na preservação da saúde e segurança,

trabalho em equipe, o comprometimento com a

segurança, adoção de hábitos saudáveis e equilíbrio entre

os anseios pessoais e profissionais, tendo a segurança como

um valor agregado à vida.

OPINIÃO

As atividades desenvolvidas durante a Semana objetivam

despertar a motivação e alertar sobre a segurança, levando

os empregados a refletirem sobre as atitudes de cada um

no ambiente de trabalho. “A SIPAT integrada CENIBRA e

EPS de 2011 contou com uma grande participação dos

empregados da CENIBRA e de Prestadoras de Serviços,

demonstrando o alto grau de envolvimento destes empregados.

Com temas interativos, focados na compreensão

do papel que devemos assumir no dia a dia, na busca

constante do acidente zero, transmitidos a todos nós por

palestrantes e grupos de teatro de renome. Estamos certos

de que o evento foi um sucesso e estará contribuindo com

a harmonização da relação capital e trabalho na CENIBRA”,

disse o Presidente da CIPA Industrial, José Antônio Oliveira.

O Diretor-Presidente da CENIBRA

Paulo Brant no encerramento da SIPAT

“A SIPAT foi excepcional! Este ano, a equipe da área florestal

ajudou na escolha sobre quais assuntos gostaria que

fossem abordados durante as palestras para a área, foi

muito interessante. Na minha opinião, foi a melhor SIPAT

de todos os anos”, destaca o Presidente da CIPATR Regional

Rio Doce, Antônio Ivan Martins.

Na avaliação do Presidente da CIPATR Regional Guanhães,

Arilson Rocha, um dos pontos mais interessantes foi com

relação aos temas das palestras, que, segundo ele, não se

limitaram apenas ao ambiente de trabalho. “As atividades

foram muito proveitosas. As informações que recebemos

durante as palestras servem não apenas para os momentos

em que estamos trabalhando, mas para toda a vida. Na

palestra, por exemplo, sobre ginástica laboral, recebemos

diversas orientações sobre a prática de atividades físicas.

A interação dos empregados também foi muito positiva

durante a Semana”, conta.

José Antônio Oliveira - Presidente da CIPA Industrial

6 7


Quem também teve uma opinião semelhante foi o Presidente

da CIPATR Regional Nova Era, Vagner de Barros

Hilário. Para ele, as palestras chamaram a atenção de

todos, principalmente por trazerem orientações que vão

além do ambiente de trabalho. “Os temas foram muito

bem trabalhados. De maneira simples os palestrantes se

fizeram entender e mostraram a importância da mudança

de comportamento, e que,pequenos hábitos no nosso dia

a dia podem fazer uma grande diferença. Mais uma vez

a CENIBRA mostrou a preocupação conosco não apenas

no ambiente de trabalho, mas dentro das nossas casas. A

SIPAT foi muito proveitosa para todos nós”, finaliza.

ZELAR PELA SEGURANÇA

No último dia da SIPAT, o Diretor-Presidente da CENIBRA,

Paulo Brant, fez um breve encerramento falando da importância

de as empresas zelarem pela segurança dos

empregados. “No mundo globalizado, o objetivo crucial

para as empresas é a busca pela competitividade, e há

várias maneiras de se alcançá-la. A CENIBRA busca a competitividade

de forma autêntica, com o pensamento de

que é fundamental zelar pela segurança dos empregados”,

disse.

AÇÕES DE SEGURANÇA

Além de disponibilizar equipamentos de proteção individual

e coletiva, promover Diálogos Diários de Segurança,

campanhas, a CENIBRA estabelece normas e reforça a importância

da Segurança como um valor determinante para

a preservação da vida.

O Diretor-Presidente Paulo Brant, o Gerente Geral Industrial

Robson Félix e o Diretor Administrativo e Financeiro Naohiro Doi

marcaram presença na SIPAT

O palestrante Arnóbio Moreira usou da mágica para cativar a

atenção do público

A Semana contou com apresentações teatrais que trouxeram informações de forma divertida e inusitada

COMUNIDADE

SOLIDARIEDADE

ABECA REALIZA CAMPANHA DE INVERNO

Se você olhar em um dicionário o significado da palavra

solidariedade, verá que se resume em “um sentimento

que leva os homens a se auxiliarem mutuamente”. Mas o

fato é que, por mais simples que pareça, vai muito além de

apenas um auxílio mútuo. A solidariedade agrega muitas

outras qualidades. Com esse pensamento, a Associação

Beneficente dos Empregados da CENIBRA e Amigos (ABECA)

realizou mais uma edição da campanha de inverno.

No total, foram adquiridos 474 agasalhos de moletom para

crianças com idade entre um e cinco anos, de todas as

creches dos municípios da área de atuação da CENIBRA,

e 75 agasalhos para idosos de várias unidades do asilo Lar

dos Velhinhos.

Em nota, a equipe do Lar dos Velhinhos agradeceu a doação

dos agasalhos: “Ficamos verdadeiramente felizes com a

doação. Poucas são as pessoas que se preocupam com o

bem-estar de pessoas tão esquecidas pela sociedade. Pessoas

que tanto têm a nos ajudar e tanto nos ensinaram...”.

De acordo com empregada do Departamento de Silvicultura,

e conselheira da ABECA, Viviane Soalheiro, cada pessoa

deveria se conscientizar e fazer a sua parte para ajudar os

que precisam. “As palavras sinceras de gratidão nos fazem

crer cada dia mais que um pequeno gesto pode fazer uma

grande diferença”, enfatiza.

ABECA

A ABECA foi fundada em 2003, por iniciativa de empregados

da Regional Guanhães. O objetivo da associação

Centenas de crianças foram beneficiadas com a doação de agasalhos

é beneficiar as entidades sociais filantrópicas registradas

nos respectivos órgãos municipais, por meio de contribuição

com recursos financeiros conforme disponibilidade da

ABECA. A associação atua em 20 entidades entre APAEs,

creches, asilos, Conselho Municipal do Bem-Estar do Menor

(COMBEM) e Oficina do Menor.

Já houve doação de bisnagas de mel, kits de material escolar

e pedagógico, sapatos, cobertores, cestas básicas,

fraldas, brinquedos, cestas de Natal, ovos de Páscoa e

até produtos eletrodomésticos como máquina de lavar

roupas, aparelho de TV, de DVD e refrigerador.

Doação de agasalhos para os idosos do Lar dos Velhinhos

8 9


NA FÁBRICA

APRIMORANDO PROCESSOS

INCLUSÃO DO PRINCíPIO DA MATERIALIDADE NO RELATóRIO DA CENIBRA

A partir do ano de 2009 a CENIBRA iniciou a utilização da

metodologia da Global Reporting Initiative (GRI) na elaboração

do seu Relatório de Sustentabilidade. A GRI é uma

organização não governamental internacional cuja missão

é desenvolver e disseminar globalmente diretrizes para

a elaboração de relatórios de sustentabilidade utilizadas

voluntariamente por empresas do mundo todo. As empresas

buscam atribuir aos relatórios de sustentabilidade

a mesma utilidade e seriedade dos relatórios e balanços

financeiros, conferindo-lhes o status de documento.

O modelo da GRI é considerado o mais completo e abrangente,

pois conta com princípios para definição adequada

do conteúdo do relatório, garantindo a qualidade da informação

relatada, indicadores de desempenho e protocolos

técnicos com metodologias de compilação, fontes de

referências etc. O conjunto de diretrizes e indicadores da

GRI proporciona a comparabilidade, credibilidade, periodicidade

e legitimidade da informação na comunicação do

desempenho social, ambiental e econômico das empresas.

Neste ano, visando aprimorar o processo, a CENIBRA

passará a incluir o princípio da Materialidade em seu relatório.

De acordo com a GRI, a Materialidade é o grande

norteador do conteúdo do relatório (identificação da relevância

para os stakeholders). O processo de elaboração

do relatório é um ciclo permanente de engajamento dos

stakeholders internos e externos, para entender, debater

e melhorar os processos internos, além de monitorar e

comunicar desempenho da Empresa em relação à sustentabilidade.

MATERIALIDADE CENIBRA

Para iniciar o processo de engajamento de stakeholders e

para a construção da Matriz de Materialidade foi contratada,

por meio do Departamento de Suprimentos, a empresa

de consultoria BSD Consulting. Assim sendo, foram realiza-

das várias reuniões entre a Assessoria da Presidência e a

BSD Consulting, no processo de planejamento e definição

das atividades a serem desenvolvidas.

Foram realizadas também três oficinas de capacitação. A primeira

envolveu o Comitê de Sustentabilidade da CENIBRA,

para identificação e mapeamento dos stakeholders. A

segunda envolveu o Corpo Gerencial da Empresa, para

identificação dos assuntos de sustentabilidade de maior

relevância, na visão estratégica (público interno) e para os

públicos externos com os quais a CENIBRA se relaciona.

Compondo a etapa de definição do Relatório de Sustentabilidade

2011, que terá a sua divulgação em 2012. A

terceira oficina ocorreu com a consolidação e aprovação

pelo Comitê de Sustentabilidade e Corpo Gerencial dos

assuntos prioritários, fazendo parte da fase de organização

das questões em categorias ou temas.

ENGAJAMENTO DOS STAkEHOLDERS

Por meio de consultas a distância (on-line), os stakeholders

internos e alguns externos identificaram os assuntos

de sustentabilidade de maior relevância. Além disso, foi

realizado na Casa de Hóspedes da CENIBRA um painel de

capacitação, com a orientação da BSD Consulting e com o

apoio da Assessoria da Presidência e da Coordenação de

Comunicação Corporativa e Relações Institucionais, com

o engajamento e consulta aos stakeholders externos. Foram

envolvidos representantes das comunidades, poder

público, imprensa, órgãos ambientais, sindicatos, terceiro

setor, produtores rurais, fornecedores e alguns empregados

indicados.

Nesse engajamento, a CENIBRA consolida a identificação

dos temas relevantes e busca identificar oportunidades de

melhoria para que, em breve, já se tenha a classificação

das questões na matriz de acordo com a percepção da

sociedade e a sua estratégia.

BONS RESULTADOS NA ÁREA INDUSTRIAL

TESTE INDUSTRIAL POSSIBILITA RESULTADOS CONSIDERÁVEIS NA FÁBRICA

Dar suporte para que, cada vez mais,

os empregados se empenhem na

busca por soluções de aprimoramento

de seus processos é algo constante

na CENIBRA. Um dos bons resultados

alcançados neste ano foi com relação

ao teste industrial com utilização do

sulfato de magnésio na Linha 2.

A proposta surgiu na Coordenação de

Pesquisa e Desenvolvimento Industrial

e Sistema de Gestão, em 2008, foi

analisada e, a partir de então, foram

realizados vários estudos, pesquisas

e visitas a diversas empresas do setor

no intuito de verificar e constatar os

resultados da utilização do sulfato de

magnésio no pré-branqueamento da

celulose. “O sulfato de magnésio é

utilizado por muitas empresas do

setor por possuir características favoráveis

à redução de custo. Nosso

foco foi agregar valor ao produto e

possibilitar a redução de químicos e

ganhos econômicos”, conta o Analista

da Área de Atendimento ao Cliente

Walaston Martins de Souza.

Após a fase de pesquisa, durante o

ano de 2009, foram realizados vários

testes em laboratório para garantir

a eficácia e resultado do processo.

“Foram realizados testes que confirmaram

os bons resultados e ainda

Walaston Martins de Souza, Marcos

Grossi e Leonardo de Caux - Equipe

responsável pelo teste industrial

possibilitaram a descoberta de novos

benefícios com a utilização do sulfato

de magnésio”, ressalta o Engenheiro

da Área de Pesquisa e Desenvolvimento

Leonardo Souza de Caux.

De acordo com Walaston e Leonardo,

a aplicação do sulfato de magnésio

possibilitou muitas vantagens: “Aumento

da viscosidade, redução de

oxidante para o branqueamento, em

especial do peróxido de hidrogênio

e hidróxido de sódio; ou seja, proporcionou

redução de custo para a

Empresa sem interferir na qualidade

do produto”, explicam.

RESULTADOS

Neste ano, após a aplicação do sulfato

de magnésio na Linha 2, já é possível

somar resultados. É o que conta

o Especialista do Departamento de

Fabricação Marcos Grossi: “Os resultados

ultrapassaram a expectativa.

O uso de sulfato de magnésio hepta-

-hidratado (MgSO4.7H2O), que não é

um produto perigoso, na preservação

de viscosidade no branqueamento

se mostrou efetivo, nos permitindo

alterar parâmetros de processo no

pré-branqueamento com o intuito

de reduzir o consumo de produtos

químicos alvejantes. O aumento da

deslignificação e o ganho de alvura

na etapa de pré-branqueamento associado

à preservação da viscosidade

da polpa no branqueamento são os

principais ganhos”, disse.

Ainda segundo Marcos, os resultados

alcançados possibilitam ganhos

econômicos consideráveis. “Os resultados

de março a julho (período

do teste monitorado) evidenciam

reduções no consumo de dióxido de

cloro, peróxido de hidrogênio e soda

cáustica que totalizam uma redução

de custo superior a R$ 1.500.000,00

por ano. Estima-se ainda uma elevação

dos ganhos já alcançados, dada

a possibilidade de elevar a alvura e o

percentual de deslignificação ao final

desse estágio”, destaca.

Para a concretização e desenvolvimento

de todo o trabalho, as equipes

contaram com o apoio e envolvimento

das Coordenações de Pesquisa,

Desenvolvimento Industrial, Sistemas

de Gestão, Monitoramento Ambiental

e de Processos Industriais e

Fabricação de Celulose.

A proposta tem como objetivo, ainda,

a utilização do aditivo também

na Linha 1, o que trará maior retorno

à Empresa.

10 11


12

www.cenibra.com.br - Correspondência: Caixa Postal 100 - Agência CENIBRA - Distrito de Perpétuo Socorro - CEP 35.196-972 - Belo Oriente - MG.

Anuncio_agenda_campanha_2011 Fibra.indd 1 23/08/11 14:51

More magazines by this user
Similar magazines