05.04.2024 Views

Industrial_161Web_Ops

You also want an ePaper? Increase the reach of your titles

YUMPU automatically turns print PDFs into web optimized ePapers that Google loves.

Entrevista André Arthur Moreira, primeiro presidente da ABWF, aborda o mercado do wood frame<br />

EXPORTAÇÃO SEGURA<br />

EMPRESA DE DESPACHO ADUANEIRO<br />

COMEMORA 25 ANOS DE PRESTAÇÃO DE<br />

SERVIÇOS PARA O SETOR DA MADEIRA<br />

SECURE EXPORTS<br />

CUSTOMS BROKER CELEBRATES 25<br />

YEARS OF SERVICE TO THE FOREST<br />

PRODUCT SECTOR


Potencializando a Gestão<br />

na Indústria da Madeira<br />

O My Mendes Manager é uma ferramenta<br />

gerencial completa projetada para atender às<br />

demandas específicas da indústria da madeira,<br />

proporcionando uma gestão mais inteligente,<br />

ágil e eficaz, e tem evoluído continuamente para<br />

acompanhar as necessidades em constante<br />

mudança do mercado. Esta evolução resultou<br />

em uma solução mais simples, ágil e intuitiva<br />

para a gestão eficaz de dados e performance.<br />

Com uma interface simples e customizada, as<br />

vantagens do My Mendes Manager vão além:<br />

• Dados fornecidos em tempo real<br />

• Informação precisa<br />

• Acesso remoto de dispositivos móveis<br />

• Identificação de gargalos e oportunidades<br />

• Indicadores e dashboards customizados<br />

• Promove rapidez na tomada de decisão<br />

• Elimina necessidade de recursos manuais<br />

• Mais produtividade e menos custo operacional<br />

Design responsivo e adaptável. O My Mendes<br />

Manager oferece uma experiência consistente em<br />

qualquer dispositivo, permitindo gerenciar dados e<br />

visualizá-los onde quer que esteja.<br />

Compromisso com a Excelência. Software<br />

desenvolvido internamente pela nossa equipe de<br />

Engenheiros, garantindo a mais alta qualidade e<br />

confiabilidade em cada funcionalidade.<br />

Dashboards customizados, gráficos personalizados e<br />

uma infinidade de dados específicos ainda estão à sua<br />

disposição, proporcionando uma visão abrangente e<br />

detalhada do seu negócio.<br />

Junte-se a esta jornada rumo à excelência.<br />

Descubra o novo My Mendes Manager e<br />

leve sua gestão para o próximo nível!<br />

PARCEIROS DE CLASSE MUNDIAL: Soluções e tecnologia em máquinas, peças e serviços industriais<br />

Scanners e Softwares de Otimização - Máquinas de Afiação - Peneiras - Correntes Especiais - Descascadores - Mecanizações para Manuseio de Tábuas - Estufas de Secagem - Transportadores Suportados a Ar - Picadores - Processamento de Biomassa - Embalamento de Produtos Acabados<br />

mendesmaquinas.com.br + 55 49 3241.0066 /maquinasmendes /mendesmaquinas /mendesmaquinas


PARCEIRO<br />

DE CLASSE<br />

DESEMPENHO GARANTIDO<br />

Soluções de alto desempenho. Sistemas e<br />

mecanizações para manuseio de tábuas.<br />

ALIMENTADOR<br />

ROTATIVO - LUG LOADER<br />

Simples, eficiente<br />

e produtivo<br />

CARACTERÍSTICAS:<br />

• Compatível com todas as espessuras de tábua<br />

• Manutenção fácil, barata e segura<br />

• Motor elétrico e rotores pneumáticos<br />

O alimentador rotativo utiliza<br />

um arranjo de grampos e<br />

suportes que agarram,<br />

seguram e apoiam as tábuas<br />

para colocá-las uma a uma em<br />

um equipamento da<br />

transferência seguinte. É<br />

eficiente e confiável e pode ser<br />

usado para um processo de<br />

corte em uma serraria<br />

• Projetado para todas as espécies de madeira<br />

• Não possui componente hidráulico<br />

• Aplicações de baixa e alta velocidade<br />

SISTEMA DE<br />

POSICIONAMENTO ACCU-GATE<br />

Rápido e preciso<br />

O sistema de posicionamento ACCU-GATE<br />

recebe cada peça de madeira suavemente<br />

para evitar solavancos e saltos, garantindo<br />

que as tábuas estejam perfeitamente<br />

posicionadas para o corte. O sistema se<br />

adapta facilmente às linhas existentes.<br />

CARACTERÍSTICAS:<br />

• Projetado para diversos tamanhos de produtos<br />

• Construção robusta<br />

• Posicionamento por servomotor<br />

• Operação suave<br />

• Ideal para posicionamento em altas velocidades<br />

• Manutenção fácil e econômica<br />

• 100% elétrico


SUMÁRIO<br />

INDUSTRIAL<br />

66<br />

2024<br />

40<br />

58<br />

52<br />

MADEIRA<br />

ANUNCIANTES DA EDIÇÃO<br />

Aimex 61<br />

Benecke 07<br />

Bruno 09<br />

Cipem 31<br />

Contraco 33<br />

CWB Energia Solar 63<br />

DRV Ferramentas 17<br />

Elemaq 69<br />

Engecass 25<br />

Fhaizer 75<br />

Formóbile 55<br />

H Bremer 15<br />

Impacto 27<br />

Indumec 23<br />

Lignum 71<br />

Máquinas Águia 35<br />

Mendes Máquinas 02<br />

Microtec 11<br />

Mill Indústrias 76<br />

Montana Química 05<br />

MSM Química 21<br />

Nazzareno 29<br />

Omil 37<br />

Pole Cola 57<br />

Porto Sul Comex 39<br />

Prêmio REFERÊNCIA 73<br />

Rotteng 13<br />

Siromat 51<br />

TTS - Timber Treatment Solutions 67<br />

Vantec 19<br />

WoodFlow 49<br />

SUMÁRIO<br />

06 Editorial<br />

08 Cartas<br />

10 Bastidores<br />

12 Notas<br />

24 Aplicação<br />

26 Frases<br />

28 Entrevista<br />

40 Principal Exportar com excelência<br />

46 Pesquisa<br />

52 Marcenaria<br />

58 Oportunidade<br />

64 Reconhecimento<br />

66 Artigo<br />

72 Agenda<br />

74 Espaço Aberto<br />

04<br />

referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


UNIDADE DE PRESERVAÇÃO<br />

Eleve sua usina ao próximo nível<br />

com os melhores produtos para<br />

madeira e conte com serviços<br />

exclusivos no pós venda:<br />

• Consultoria especializada;<br />

• Treinamentos com especialistas Montana;<br />

• Atendimento personalizado.<br />

Fale com um dos nossos<br />

consultores e aproveite<br />

todos os benefícios de<br />

ser um cliente Montana.<br />

CONHEÇA NOSSAS<br />

REDES SOCIAIS


EDITORIAL<br />

SETOR QUE<br />

EXPORTA<br />

NA CAPA<br />

A Revista da Indústria da Madeira / The Magazine for the Forest Product<br />

www.referenciaindustrial.com.br<br />

Entrevista André Arthur Moreira, primeiro presidente da ABWF, aborda o mercado do wood frame<br />

EXPORTAÇÃO SEGURA<br />

EMPRESA DE DESPACHO ADUANEIRO<br />

COMEMORA 25 ANOS DE PRESTAÇÃO DE<br />

SERVIÇOS PARA O SETOR DA MADEIRA<br />

SECURE EXPORTS<br />

CUSTOMS BROKER CELEBRATES 25<br />

YEARS OF SERVICE TO THE FOREST<br />

PRODUCT SECTOR<br />

06<br />

A<br />

exportação de madeira e produtos derivados<br />

é um importante mercado e reflete no PIB<br />

(Produto Interno Bruto) do país. O comércio<br />

exterior requer um trabalho dedicado e especializado<br />

dos despachantes aduaneiros para<br />

vencer a burocracia. São licenças, certificados e fiscalização<br />

de produto que demandam trabalho detalhado. Nesta<br />

edição da Revista REFERÊNCIA MADEIRA INDUSTRIAL,<br />

destacamos o desempenho da Porto Sul Comex, empresa<br />

de despacho aduaneiro que atua nos portos de Santa Catarina<br />

e Paraná há 25 anos, especializada no setor madeireiro.<br />

Na editoria de entrevista, conversamos com André Arthur<br />

Moreira, presidente da recém criada ABWF (Associação<br />

Brasileira de Wood Frame), que atua para incentivar o uso<br />

deste importante sistema construtivo. Em outra reportagem,<br />

abordamos os trabalhos da Abimci (Associação Brasileira<br />

da Indústria da Madeira Processada Mecanicamente) e da<br />

Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná) para<br />

estimular o desenvolvimento de edificações em madeira. Os<br />

brinquedos de madeira, o aproveitamento do pó residual de<br />

MDF e sondagens sobre a indústria também são abordados<br />

em reportagens especiais. Ótima leitura!<br />

A SECTOR THAT EXPORTS<br />

T<br />

he export of forest and forest-based products<br />

is an important market and is reflected in the<br />

Country’s GDP. Foreign trade requires dedicated<br />

and specialized work by customs brokers<br />

to overcome bureaucracy. Licenses, certificates,<br />

and product inspections all require specialized work. In this<br />

issue of REFERÊNCIA Madeira <strong>Industrial</strong>, we highlight the<br />

performance of Porto Sul Comex. This customs clearance<br />

company has been operating in the ports in the States of<br />

Santa Catarina and Paraná for 25 years, specializing in the<br />

Forest Product Sector. In the Interview Section, we spoke<br />

with André Arthur Moreira, president of the recently created<br />

Brazilian Wood Frame Association (Abwf), which is working<br />

to promote the use of this important construction system. In<br />

another article, we look at the work of the Brazilian Association<br />

of the Mechanically Processed Wood Industry (Abimci)<br />

and the Federation of Industries of Paraná (Fiep) to stimulate<br />

the development of wooden buildings. Wooden toys, the<br />

use of MDF powder residues, and industry surveys are also<br />

covered in special reports.<br />

referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024<br />

O TRABALHO DE DESPACHO<br />

ADUANEIRO PARA O SETOR<br />

MADEIREIRO FEITO PELA<br />

PORTO SUL COMEX É O<br />

DESTAQUE DA EDIÇÃO<br />

EXPEDIENTE<br />

ANO XXVI - EDIÇÃO 261 - ABRIL 2024<br />

Diretor Comercial / Commercial Director - Fábio Alexandre Machado<br />

fabiomachado@revistareferencia.com.br<br />

Diretor Executivo / Executive Director - Pedro Bartoski Jr.<br />

bartoski@revistareferencia.com.br<br />

Redação / Writing<br />

Gisele Rossi<br />

jornalismo@revistareferencia.com.br<br />

Depto. de Criação / Graphic Design<br />

Fabiana Tokarski / Supervisão<br />

Karla Shimene<br />

Julia Harumi<br />

criacao@revistareferencia.com.br<br />

Depto. Comercial / Sales Departament - Gerson Penkal<br />

comercial@revistareferencia.com.br<br />

fone: +55 (41) 3333-1023<br />

ASSINATURAS<br />

0800 600 2038<br />

Periodicidade Advertising<br />

GARANTIDA GARANTEED<br />

Ano XXVI • Nº261 • Abril 2024<br />

Tradução / Translation - John Wood Moore<br />

Depto. de Assinaturas / Subscription<br />

assinatura@revistareferencia.com.br<br />

0800 600 2038<br />

Veículo filiado a:<br />

A Revista REFERÊNCIA - é uma publicação mensal e independente, dirigida aos produtores e<br />

consumidores de bens e serviços em madeira, instituições de pesquisa, estudantes universitários, orgãos<br />

governamentais, ONG’s, entidades de classe e demais públicos, direta e/ou indiretamente ligados ao<br />

segmento madeireiro. A Revista REFERÊNCIA do Setor <strong>Industrial</strong> Madeireiro não se responsabiliza por<br />

conceitos emitidos em matérias, artigos ou colunas assinadas, por entender serem estes materiais de<br />

responsabilidade de seus autores. A utilização, reprodução, apropriação, armazenamento de banco<br />

de dados, sob qualquer forma ou meio, dos textos, fotos e outras criações intelectuais da Revista RE-<br />

FERÊNCIA são terminantemente proibidos sem autorização escrita dos titulares dos direitos autorais,<br />

exceto para fins didáticos.<br />

Revista REFERÊNCIA is a monthly and independent publication directed at the producers and<br />

consumers of the good and services of the lumberz industry, research institutions, university students,<br />

governmental agencies, NGO’s, class and other entities directly and/or indirectly linked to the forest based<br />

segment. Revista REFERÊNCIA does not hold itself responsible for the concepts contained in the material,<br />

articles or columns signed by others. These are the exclusive responsibility of the authors, themselves. The<br />

use, reproduction, appropriation and databank storage under any form or means of the texts, photographs<br />

and other intellectual property in each publication of Revista REFERÊNCIA is expressly prohibited without<br />

the written authorization of the holders of the authorial rights.


A Benecke é uma tradicional fabricante de<br />

caldeiras, máquinas para o segmento madeireiro<br />

e sistemas de secagem de grãos direto e indireto.<br />

Ao longo dos nossos 70 anos de mercado e<br />

presença em 21 países, com um parque fabril de<br />

18.500 metros quadrados, a Benecke estabeleceu<br />

uma sólida reputação, atendendo diversos<br />

mercados ao redor do mundo com mais de 5.400<br />

equipamentos vendidos.<br />

Com uma engenharia qualificada, aliada ao uso<br />

do software ANSYS e compromisso com a<br />

excelência e qualidade, nos posicionando como<br />

líder indiscutível no mercado.<br />

Projetamos e desenvolvemos toda a automação<br />

dos equipamentos, desta forma conseguimos o<br />

melhor rendimento e uma assistência técnica<br />

remota ágil.<br />

A unidade Caldeira é voltada para qualquer<br />

indústria que necessite de água quente, vapor<br />

saturado, superaquecido ou óleo térmico.<br />

Customizamos a caldeira de acordo com a<br />

necessidade da indústria, oferecendo soluções<br />

sustentáveis e com a garantia de qualidade,<br />

eficiência energética e confiabilidade de um<br />

produto robusto.<br />

Processos verticalizados em todas as áreas<br />

da indústria, garantindo mais qualidade no<br />

produto final entregue ao cliente.<br />

Caldeiras Flamotubulares e<br />

Aquatubulares, com capacidade<br />

produtiva de até 60ton/h e até 45 bar de<br />

pressão.<br />

Projetos customizados de acordo com a sua<br />

necessidade, garantindo qualidade e<br />

principalmente a confiabilidade em quem<br />

carrega 70 anos de experiência no mercado.


INNOVATIVE SOLUTIONS<br />

CONSOLIDATE THE FINISHING<br />

MARKET FOR MOLDINGS<br />

Entrevista Fernando Gouveia destaca os avanços das pesquisas do Laboratório de Produtos Florestais<br />

CARTAS<br />

A Revista da Indústria da Madeira / The Magazine for the Forest Product<br />

CARTAS<br />

CAPA DA EDIÇÃO 260 DA<br />

REVISTA REFERÊNCIA INDUSTRIAL, MÊS DE MARÇO DE 2024<br />

PRINCIPAL<br />

www.referenciaindustrial.com.br<br />

Ano XXVI • Nº260 • Março 2024<br />

EFICIÊNCIA TÉCNICA<br />

SOLUÇÕES INOVADORAS CONSOLIDAM<br />

O MERCADO DE ACABAMENTO PARA<br />

MOLDURAS<br />

TECHNICAL EFFICIENCY<br />

ENTREVISTA<br />

Por Joana Medeiros -<br />

Eunápolis (BA)<br />

Por Antônio Galtier -<br />

São Paulo (SP)<br />

Muito bom conhecer um pouco mais sobre a<br />

Gaidzinski Máquinas, sempre presente nas feiras<br />

do setor apresentando inovação.<br />

Interessante o projeto<br />

de habitação social de<br />

madeira do Laboratório<br />

de Produtos Florestais.<br />

Deveria ser popularizado.<br />

Foto: divulgação<br />

Foto: divulgação<br />

Foto: divulgação<br />

Foto: divulgação<br />

INVESTIMENTO<br />

Por Marcos Guedes -<br />

Rio Verde (GO)<br />

MÁQUINAS<br />

As missões técnicas<br />

como a do Napi Wood<br />

Tech para Alemanha<br />

são importantes para<br />

desenvolver o setor<br />

madeireiro.<br />

Por Raul Marcondes -<br />

Joinville (SC)<br />

O setor de máquinas e equipamentos tem<br />

muito para crescer. Mas a economia tem<br />

que melhorar.<br />

08<br />

Leitor, participe de nossas pesquisas online respondendo os<br />

e-mails enviados por nossa equipe de jornalismo.<br />

As melhores respostas serão publicadas em CARTAS. Sua opinião é<br />

fundamental para a Revista REFERÊNCIA INDUSTRIAL.<br />

referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024<br />

E-mails, críticas e sugestões podem ser enviados para redação ou siga:<br />

jornalismo@revistareferencia.com.br<br />

CURTA NOSSAS PÁGINAS<br />

E INSCREVA-SE NO NOSSO<br />

CANAL NO YOUTUBE<br />

Referência Madeira <strong>Industrial</strong><br />

@referenciamadeira<br />

@revistareferencia9702


BASTIDORES<br />

BASTIDORES<br />

Foto: divulgação<br />

VISITA<br />

DURANTE A TECH FORESTRY, REALIZADA MÊS<br />

PASSADO EM LAGES (SC), O DIRETOR COMERCIAL<br />

DA REVISTA, FÁBIO MACHADO, VISITOU A EMPRESA<br />

MILL INDÚSTRIAS, DO GERENTE COMERCIAL<br />

MARCELO GOBBI.<br />

Foto: divulgação<br />

PARCERIA<br />

A EMPRESA PARCEIRA DA REVISTA REFERÊNCIA<br />

INDUSTRIAL, DRV FERRAMENTAS, ESTEVE<br />

EXPONDO NA FEIRA TECH FORESTRY, OCORRIDA<br />

MÊS PASSADO EM LAGES (SC). NA FOTO,<br />

O DIRETOR COMERCIAL DA REVISTA, FÁBIO<br />

MACHADO, COM O COORDENADOR DE<br />

MARKETING DA DRV, FABIANO MENDES.<br />

ALTA<br />

MULHERES NA INDÚSTRIA<br />

A mão de obra feminina é a<br />

que mais cresce na indústria<br />

de Mato Grosso do Sul. Nos<br />

últimos 5 anos, conforme<br />

levantamento da Unidade<br />

de Economia de Estudos de<br />

Pesquisa da Fiems (Federação<br />

das Indústrias do Estado<br />

do Mato Grosso do Sul), o<br />

total de mulheres empregadas<br />

aumentou 31%, enquanto<br />

a masculina cresceu 25%<br />

no mesmo período. A mão<br />

de obra feminina ainda representa<br />

25,3% de todo contingente,<br />

somando mais de<br />

38 mil mulheres diretamente<br />

empregadas na indústria do<br />

Mato Grosso do Sul.<br />

BAIXA<br />

RESULTADO NEGATIVO<br />

Seis Estados brasileiros<br />

começaram o ano com resultado<br />

negativo na produção<br />

industrial. Conforme dados<br />

do IBGE (Instituto Brasileiro<br />

de Geografia e Estatística) o<br />

recuo na produção nacional<br />

foi de 1,6%, representando<br />

primeiro resultado negativo<br />

em cinco meses. O Estado<br />

do Espírito Santo teve um recuo<br />

de 6,3% no setor industrial,<br />

seguido pelo Pará (4,9%)<br />

e Rio Grande do Sul (3,8%).<br />

Goiás, Santa Catarina e Ceará<br />

completaram o conjunto<br />

de locais com resultados negativos,<br />

com encolhimentos<br />

de 3,3%, 3,1% e 0,2%.<br />

10 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


NOTAS<br />

NOVAS OPORTUNIDADES<br />

DE EXPORTAÇÃO<br />

Uma das nações que mais cresce economicamente no mundo, a Índia também tem se consolidado como<br />

um gigante no mercado madeireiro. Para reconhecer essa expansão do mercado, recentemente a empresa<br />

Woodflow marcou presença na feira de madeiras Índia Wood, uma das maiores da Ásia. Especialista<br />

em exportação de madeira, a Woodflow destacou, em sua visita, o aumento considerável no consumo<br />

de produtos de madeira no país, incluindo o setor moveleiro, que deve se fortalecer ainda mais este ano.<br />

“Esse crescimento é uma excelente oportunidade para os exportadores brasileiros”, afirmou o CEO da<br />

empresa, Gustavo Milazzo. Em paralelo com a expansão do mercado, há também um avanço na conscientização<br />

do manejo sustentável de florestas no país, visando atender à forte demanda de produtos provindos<br />

de fontes renováveis. De acordo com o CEO da Woodflow, a urbanização, o crescimento econômico<br />

e tecnológico contínuos, a crescente demanda por produtos de madeira e a preocupação com a sustentabilidade<br />

devem impulsionar ainda mais o setor madeireiro nos próximos anos no país, abrindo portas para<br />

mais um grande polo econômico mundial e importante consumidor da madeira brasileira.<br />

Foto: divulgação<br />

12 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


NOTAS<br />

Foto: divulgação<br />

DEBATES INCENTIVAM<br />

A AGROCARBONO SUSTENTÁVEL<br />

A conservação ambiental e a produção sustentável são os principais assuntos<br />

debatidos na Câmara Temática de Agrocarbono Sustentável, que<br />

recentemente realizou a sua primeira reunião ordinária. A iniciativa é fruto<br />

do esforço para promover debates que apontem soluções e políticas públicas<br />

necessárias ao desenvolvimento sustentável da indústria, objetivo esse<br />

reafirmado, no evento, pela fala do presidente da Câmara e ABAG (Associação<br />

Brasileira do Agronegócio), Eduardo Bastos. “No Agro, o espaço<br />

para o diálogo é aqui, a casa é essa, o Ministério da Agricultura e a gente<br />

deveria trazer todas essas demandas por meio dessa câmara”, alertou. O<br />

presidente também ressaltou a importância de reforçar o Plano Nacional de<br />

Conversão de Pastagens Degradadas, que visa recuperar até 40 milhões de<br />

hectares inaptos para produção em 10 anos, além da atuação dos GTs (Grupos<br />

de Trabalho) que atuarão dentro da câmara. São estes: GT Taxonomia;<br />

GT Rastreabilidade; GT Mercado de Carbono; e GT Investidores.<br />

14 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


NOTAS<br />

MAIOR PRAZO<br />

PARA FINANCIAR EXPORTAÇÕES<br />

Empresas que financiam vendas por meio do Proex (Programa de Financiamento às Exportações),<br />

agora terão 15 anos para quitar os empréstimos para vendas acima de R$ 5 milhões destinadas<br />

ao exterior. Após ampliar o limite de faturamento bruto anual, de R$ 600 milhões para<br />

R$ 1,3 bilhão, das empresas que fazem parte da Proex, a nova medida do Gecex-Camex (Comitê<br />

Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior) visa ampliar e facilitar ainda mais<br />

o acesso de empresas brasileiras ao programa, que oferece R$ 2 bilhões de apoio às empresas<br />

exportadoras por meio do Banco do Brasil. O novo prazo também valerá para a modalidade<br />

Proex-Equalização, o qual disponibiliza R$ 1,2 bilhão ao ano e não exige exclusividade com o<br />

Banco do Brasil, operação que visa maior igualdade entre exportadores brasileiros de qualquer<br />

porte. A mudança passa a valer assim que a medida for publicada no Diário Oficial da União.<br />

Foto: divulgação<br />

16 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


A AFIAÇÃO CHEGOU<br />

EM UM OUTRO NÍVEL!<br />

Nova Afiadora de facas Energy:<br />

alta performance com um<br />

simples toque na tela.<br />

Máquina totalmente automática<br />

com sistema de comando CNC,<br />

SIEMENS TOUCH SCREEN, e<br />

com o novo Sistema de<br />

separação de resíduos, que<br />

garante uma afiação livre de<br />

resíduos ferrosos.<br />

SIEMENS TOUCH SCREEN<br />

SERRAS E FACAS INDUSTRIAIS


NOTAS<br />

Ministro do MAPA, Carlos Fávaro e<br />

Juliano Vieira de Araujo, presidente da Abimci<br />

Fotos: divulgação<br />

PLANO NACIONAL<br />

DE FLORESTAS PLANTADAS<br />

O presidente da Abimci (Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente), Juliano Vieira<br />

de Araujo; o superintendente da entidade, Paulo Pupo; e o coordenador do Comitê Florestal da Associação,<br />

Mario Sant’Anna Junior, participaram do lançamento do Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas<br />

2024. O lançamento foi feito pelo ministro Carlos Fávaro, do MAPA (Ministério da Agricultura e Pecuária) e<br />

contou com a presença da ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, entre outras autoridades.<br />

Na oportunidade, foram lançadas três ações importantes do Plano Floresta + Sustentável que vão contribuir<br />

com o desenvolvimento da cadeia produtiva de florestas plantadas no Brasil. Para o presidente da Abimci, o<br />

lançamento foi um marco histórico, pois foi a primeira vez em que o plano foi abordado de forma mais macro.<br />

Outro ponto positivo, segundo Juliano, foi o envolvimento dos dois ministérios: da Agricultura e Pecuária e do<br />

Meio Ambiente e Mudança de Clima. “Isso foi extremamente positivo para o setor, porque o plano vai trabalhar<br />

com fomento florestal, fazendo plantio em áreas degradadas e que podem ser melhor aproveitadas”, ressaltou.<br />

Juliano considerou o plano como um excelente trabalho do Mapa, mas também um desafio. “Será preciso monitorar<br />

e municiar principalmente o Ministério da Agricultura com informações e com todos os projetos que nosso<br />

setor já está fazendo. É um início muito interessante, porém o desdobramento vai depender do trabalho de todo<br />

setor para que possamos atingir a meta de aumentar o número de florestas plantadas para uso comercial e industrial”,<br />

concluiu.<br />

18 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


NOTAS<br />

NOVOS EMPREGOS<br />

O Ministério do Trabalho anunciou que o mês de janeiro registrou saldo positivo de 180.395 empregos com carteira<br />

assinada. Foram 2.067.817 admissões, que representaram crescimento de 0,39% em relação ao número de empregos<br />

pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) de dezembro de 2023. Só no Estado de São Paulo, o mercado de<br />

trabalho do setor de serviços gerou 230% mais vagas em janeiro deste ano do que no mesmo período de 2023, segundo<br />

a Fecomércio São Paulo (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo). Foram<br />

cerca de 13,6 mil novos postos de trabalho a mais no mês na comparação com o mesmo mês do ano anterior.<br />

No comércio paulista, o volume de vendas aumentou mais de 10% no mês em relação a janeiro de 2023, segundo<br />

a PMC (Pesquisa Mensal do Comércio), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os serviços, por sua<br />

vez, não apenas cresceram, como também, indicaram uma tendência que pode permanecer ao longo de 2024, já<br />

que eles vêm de uma alta de 3,3% no faturamento em relação ao mesmo mês do ano anterior. “Emprego é a principal<br />

engrenagem da economia. Com mais dinheiro no bolso o brasileiro endividado paga suas contas e reestabelece<br />

o crédito. Quem não está endividado passa a consumir mais. Com mais consumo, a indústria e o varejo contratam<br />

mais, criando um cenário para reestabelecermos o círculo virtuoso da economia”, explica Renato Meirelles, presidente<br />

do Instituto Locomotiva, que analisa o cenário macroeconômico.<br />

Foto: divulgação<br />

20 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


CUPIM SUBTERRÂNEO<br />

NORMA ASTM D:3345-74 (1999)<br />

AVALIAÇÃO 10<br />

CIPERTRIN MD foi aplicado em painéis compensados pelo processo de adição à cola e tratamento superficial, posteriormente<br />

estes painéis foram submetidos ao ataque de CUPINS SUBTERRÂNEOS conforme NORMA ASTM D:3345-74 (1999)<br />

(Stabd Test Method for Laboratory Evoluation of Wood and Other Cellulosic Materials for Resistence to Termites), obtendo<br />

resultados de avaliação 10, onde demonstra total eficiência contra o ataque dos CUPINS SUBTERRÂNEOS, atendendo<br />

assim, a Norma de Preservação de Madeira ABNT 16143 (Sistema de Categoria de Uso).<br />

• Líder no tratamento inseticida de painéis de<br />

madeira, (compensados, MDF, HDF, OSB, e outros)<br />

por adição à cola e tratamento superficial;<br />

• Indicadores: EC 257-842-9 /<br />

CAS 52315-07-08 / EPA 70506-10;<br />

• Compatível com resinas de última geração;<br />

• Formulado líquido de emulsão concentrada a<br />

base d’água, não contendo Hidrocarbonetos<br />

aromáticos;<br />

• Fácil diluição em água, para tratamentos por<br />

imersão de madeiras serradas.<br />

Rua Cyro Correia Pereira, 3209 • CIC • Curitiba (PR)<br />

(41) 3347-8282 / Dep. Técnico (41) 9.9971-9116 msm@msmquimica.ind.br<br />

www.msmquimica.ind.br


NOTAS<br />

APOIO<br />

À SUSTENTABILIDADE<br />

Com o objetivo de atender às demandas de combate às crises climáticas, o BNDES (Banco<br />

Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) aprovou recentemente o novo programa<br />

Fundo Clima, visando apoiar projetos de estudos, pesquisas e desenvolvimentos<br />

tecnológicos, que tenham o intuito de mitigar as mudanças climáticas e seus efeitos. Os<br />

projetos aptos à aprovação devem se encaixar em uma das seis modalidades estabelecidas:<br />

Desenvolvimento Urbano Resiliente e Sustentável, o qual se enquadram projetos de<br />

redução dos GEE (gases de efeito estufa), diminuição da vulnerabilidade socioambiental e<br />

climática da população, e proteção da natureza; Indústria Verde, que visa apoiar produção<br />

de bens e serviços de maneira sustentável; Logística de Transporte, Transporte Coletivo e<br />

Mobilidades Verdes, que tem como objetivo promover alternativas de transporte sustentável;<br />

Transição Energética, que engloba projetos de incentivo à adoção de fontes de energia<br />

renováveis; Florestas Nativas e Recursos Hídricos, que apoiam a conservação, recuperação<br />

e gestão responsável de florestas; e Serviços e Inovações Verdes, que visa a busca de soluções<br />

e programas para uma economia mais sustentável.<br />

Foto: divulgação<br />

22 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


secador de lâminas<br />

61 anos de história<br />

Maquinário com a mais avançada tecnologia de secagem do<br />

mercado, resultando em alta produtividade e qualidade. O sistema<br />

de alimentação automática, desenvolvido pela Indumec, otimiza o<br />

tempo de processo e assegura ainda mais eficiência operacional.<br />

e tradição.<br />

www.indumec.com.br<br />

indumec.industria.mec.ltda<br />

Rua General Potiguara, 1115 - CIC | Curitiba-PR<br />

+55 (41) 99103 8558<br />

Indumec Industria Mec Ltda<br />

adm@indumec.com.br


APLICAÇÃO<br />

SEGURANÇA PARA<br />

TRABALHAR COM MADEIRA<br />

Foto: divulgação<br />

A ABNT (Associação Brasileira de Normas<br />

Técnicas) publicou no último mês de março a<br />

norma ABNT NBR ISO 19085-2:2024 - Máquinas<br />

para trabalhar madeira - Segurança - Parte<br />

2: Máquinas de serra circular com mesa horizontal,<br />

que revisa a norma ABNT NBR ISO<br />

19085-2:2020, elaborada pelo Comitê Técnico:<br />

Máquinas e Equipamentos Mecânicos (ABNT/<br />

CB-004). O documento estabelece princípios,<br />

especifica requisitos e fornece diretrizes: para<br />

designar títulos que financiam projetos, ativos<br />

e suporte de gastos elegíveis como verdes;<br />

para gerenciar e reportar o uso dos recursos;<br />

para definir, monitorar e reportar seus impactos<br />

ambientais; para reportar às partes interessadas;<br />

para validação e verificação, entre outros.<br />

NORMA PARA<br />

CERTIFICAR ORIGEM<br />

A ABNT prepara uma certificação de origem<br />

para produtos do setor de base florestal brasileiro.<br />

A iniciativa é do Cipem (Centro das Indústrias<br />

Produtoras e Exportadoras de Madeira<br />

do Estado de Mato Grosso), FNBF (Fórum<br />

Nacional das Atividades de Base Florestal)<br />

e Fiemt (Federação das Indústrias de Mato<br />

Grosso) e visa beneficiar todo o país com a<br />

sistematização do processo de rastreabilidade.<br />

Durante a COP (Conferência do Clima),<br />

realizada em Dubai, a ABNT lançou a Prática<br />

Recomendada ABNT PR 1020 – Processo de<br />

verificação de consistência na primeira etapa<br />

da rastreabilidade da origem da madeira.<br />

Agora será criado um selo de certificação para<br />

as empresas que atendem a essas normas.<br />

Foto: divulgação<br />

24 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


Fone: +55 47 3520-2500<br />

Rua dos Vereadores, 410 - Itoupava - Rio do Sul - SC - Brasil<br />

www.engecasscaldeiras.com.br


FRASES<br />

“APESAR DOS OBSTÁCULOS OBSERVADOS NOS MERCADOS<br />

INTERNO E EXTERNO, ESTAMOS VENDO SINAIS DE RECUPERAÇÃO<br />

NAS EXPORTAÇÕES, SENDO ESTA UMA ATIVIDADE ESSENCIAL PARA<br />

O FORTALECIMENTO DA INDÚSTRIA DE MÓVEIS BRASILEIRA E DO<br />

NOSSO POSICIONAMENTO NO MERCADO GLOBAL”<br />

IRINEU MUNHOZ,<br />

PRESIDENTE DA ABIMÓVEL<br />

“SÃO 10<br />

MILHÕES DE<br />

HECTARES<br />

DE FLORESTA<br />

PLANTADA NO<br />

BRASIL. ESSE<br />

MESMO SETOR TEM 7<br />

MILHÕES DE HECTARES<br />

DE PRESERVAÇÃO<br />

EXCEDENTES AO EXIGIDO<br />

PELO CÓDIGO FLORESTAL<br />

E QUEREM CHEGAR A 10<br />

MILHÕES. É UM GRANDE<br />

ATIVO BRASILEIRO, A<br />

MOSTRA MAIS EXPLÍCITA DA<br />

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL<br />

DOS PRODUTORES E DOS SETORES<br />

ECONÔMICOS”<br />

“A AGENDA LEGISLATIVA DA INDÚSTRIA, QUE<br />

APRESENTAMOS, É O NOSSO SENTIMENTO PARA<br />

CONTINUARMOS AVANÇANDO NA DIREÇÃO<br />

CERTA. MAIS DO QUE A MANIFESTAÇÃO DE UM<br />

SETOR EMPRESARIAL, APONTA O CAMINHO PARA O<br />

BRASIL VOLTAR A CRESCER DE FORMA VIGOROSA E<br />

SUSTENTADA”<br />

PRESIDENTE DA CNI (CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA)<br />

RICARDO ALBAN, NA CERIMÔNIA DE ENTREGA DA AGENDA<br />

LEGISLATIVA DA INDÚSTRIA PARA O CONGRESSO NACIONAL<br />

“O RIGOR DA GESTÃO DAS<br />

CONTAS PÚBLICAS É A GRANDE<br />

COBRANÇA DA SOCIEDADE,<br />

POIS SE COBRA MUITO DE<br />

QUEM ESTÁ PRODUZINDO”<br />

CARLOS FÁVARO,<br />

MINISTRO DA<br />

AGRICULTURA E<br />

PECUÁRIA NO<br />

LANÇAMENTO<br />

DO PLANO<br />

NACIONAL DE<br />

DESENVOLVIMENTO<br />

DE FLORESTAS<br />

PLANTADAS 2024<br />

Foto: Joédson Alves/Agência Brasil<br />

MARIO CEZAR DE AGUIAR,<br />

PRESIDENTE DA FIESC<br />

(FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO<br />

ESTADO DE SANTA CATARINA)<br />

26 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


ENTREVISTA<br />

INCENTIVO<br />

PARA USO DO WOOD FRAME<br />

PROMOTING<br />

THE USE OF<br />

WOOD FRAME<br />

Apublicação da norma técnica da ABNT (Associação<br />

Brasileira de Normas Técnicas) NBR 16.936 - Edificações<br />

em Light Wood Frame -, trouxe novos horizontes<br />

para a indústria da construção civil no Brasil.<br />

O sistema construtivo com uso de madeira, popular<br />

em países como EUA (Estados Unidos da América) e Canadá, por<br />

exemplo, se apresenta como uma importante alternativa para<br />

contribuir para o avanço sustentável da construção civil e redução<br />

do déficit habitacional no país. Com objetivo de promover o desenvolvimento<br />

deste sistema no Brasil surge a ABWF (Associação<br />

Brasileira de Wood Frame) tendo como primeiro presidente André<br />

Arthur Moreira, especialista em construções com wood frame,<br />

fundador da Escola Mundo do Frame, primeira escola de wood<br />

frame do Brasil. Em entrevista exclusiva para a Revista REFERÊN-<br />

CIA MADEIRA INDUSTRIAL, André Arthur aborda sua experiência<br />

e as ações da ABWF para impulsionar o setor.<br />

ENTREVISTA<br />

The publication of the Brazilian Technical Standards Association<br />

(Abnt) Technical Standard NBR 16.936 - Light Wood<br />

Frame Buildings - has opened new horizons for the use<br />

of wood by the construction industry in Brazil. The wood<br />

construction system, popular in countries such as the United<br />

States and Canada, presents itself as an important alternative to<br />

contribute to the sustainable development of construction and the<br />

reduction of the housing deficit in Brazil. To promote the development<br />

of this system in Brazil, the Brazilian Wood Frame Association<br />

(Abwf) was founded with André Arthur Moreira, a specialist in wood<br />

frame construction and founder of the Mundo do Frame School, the<br />

first wood frame school in Brazil, as its first president. In an exclusive<br />

interview with REFERÊNCIA Madeira <strong>Industrial</strong>, Moreira discusses his<br />

experience and the actions of the Abwf to promote the Sector.<br />

ANDRÉ ARTHUR MOREIRA<br />

FORMAÇÃO PROFISSIONAL: CURSO TÉCNICO EM WOOD<br />

FRAME NA CARPENTERS UNION LOCAL 1107 (EUA)<br />

CARGO: PRESIDENTE DA ABWF (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE<br />

WOOD FRAME), FUNDADOR DA ESCOLA MUNDO DO FRAME<br />

Foto: divulgação<br />

PROFESSIONAL EDUCATION: TECHNICAL COURSE IN WOOD FRAME<br />

BY THE CARPENTERS UNION LOCAL 1107 (USA)<br />

FUNCTION: PRESIDENT OF THE BRAZILIAN WOOD FRAME<br />

ASSOCIATION (ABWF), FOUNDER OF THE MUNDO DO FRAME SCHOOL<br />

28 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


ENTREVISTA<br />

COMO FOI SUA TRAJETÓRIA PROFISSIONAL<br />

ATÉ CHEGAR NA PRESIDÊNCIA DA ABWF?<br />

Tive raízes singulares. Filho de um mecânico de<br />

automóveis e mãe dona de casa, cresci em meio a<br />

ferramentas da oficina, situada na garagem onde<br />

morava. Desde os 10 anos, com uma curiosidade e<br />

desejo por aprender incontroláveis, meu pai autorizou<br />

que o observasse e desenvolvesse pequenos<br />

trabalhos na oficina. Aos 16 anos, já possuía amplo<br />

conhecimento na área, porém queria alçar voos<br />

maiores. Sempre fui dedicado aos estudos, mas na<br />

época o desejo de ir para os EUA (Estados Unidos<br />

da América) tomou uma proporção muito grande,<br />

principalmente quando perdi meu querido pai. Lá,<br />

percebi que a construção civil representava um caminho<br />

promissor e rentável. Ingressei no setor e, ao<br />

destacar-me, recebi bolsas de estudos. Em 1994, iniciei<br />

minha jornada profissional com o sistema construtivo<br />

wood frame, frequentando diversos cursos<br />

técnicos na renomada Carpenters Union Local 1107,<br />

em Nova Jersey. Em 2000, já formado, fui convidado<br />

pela Carpenters Union Local 1107 para lecionar, permanecendo<br />

como professor por 4 anos e formando<br />

mais de 1700 alunos. Ao longo deste período, realizei<br />

cerca de 3 mil obras no sistema construtivo wood<br />

frame, abrangendo casas, hospitais, academias de<br />

ginástica e shoppings. Foi neste período, que descobri<br />

minha vocação para o ensino. Retornando ao<br />

Brasil em 2012, decidi continuar minha jornada como<br />

educador, lecionando na Steel House do Brasil até<br />

2015, onde tive aproximadamente 320 alunos. Movido<br />

por espírito inquieto e empreendedor, fundei<br />

a Escola Mundo do Frame em 2021, com o objetivo<br />

de capacitar profissionais para ingressarem na área.<br />

Desde então, mais de 530 alunos foram formados.<br />

Em 2023, me tornei o primeiro presidente da ABWF<br />

(Associação Brasileira de Wood Frame).<br />

O QUE MOTIVOU A FUNDAÇÃO DA ASSO-<br />

CIAÇÃO?<br />

A ABWF representa a concretização do sonho<br />

compartilhado por cada membro de nossa diretoria.<br />

Cada profissional possui vasta experiência no<br />

sistema construtivo, alguns desempenharam papéis<br />

fundamentais no desenvolvimento da norma técnica<br />

do light wood frame, enquanto outros acumulam um<br />

WHAT WAS YOUR CAREER PATH BEFORE<br />

YOU BECAME PRESIDENT OF ABWF?<br />

I had unique roots. As the son of a car mechanic<br />

and a housewife, I grew up among the tools in<br />

the workshop in the garage at home. From the age<br />

of 10, with an uncontrollable curiosity and desire<br />

to learn, my father allowed me to observe him and<br />

carry out small jobs in the workshop. By the time I<br />

was 16, I already had much knowledge in the field,<br />

but I wanted to go further. I had always been dedicated<br />

to my studies, but at that time, I wanted to<br />

go to the United States, especially after I had lost<br />

my beloved father. There, I realized that construction<br />

was a promising and profitable path. I joined<br />

the industry, and when I excelled, I received study<br />

grants. In 1994, I began my professional journey in<br />

wood frame by attending various technical courses<br />

at the prestigious Carpenters Union Local 1107 in<br />

New Jersey. In 2000, after graduating, I was invited<br />

to teach at Carpenters Union Local 1107, where I<br />

taught for four years and trained more than 17 hundred<br />

students. During this time, I completed approximately<br />

three thousand projects using the wood<br />

frame construction system, including homes, hospitals,<br />

gymnasiums, and shopping centers. It was during<br />

this time that I discovered my calling to teach.<br />

Returning to Brazil in 2012, I decided to continue<br />

my journey as an educator and taught at Steel House<br />

do Brasil until 2015, where I had approximately<br />

320 students. Driven by a restless and entrepreneurial<br />

spirit, I founded the Mundo do Frame School in<br />

2021 with the goal of training professionals to enter<br />

the field. Since then, more than 530 students have<br />

graduated. In 2023, I became the first president of<br />

the Brazilian Wood Frame Association (Abwf).<br />

WHAT MOTIVATED THE CREATION OF THE<br />

ASSOCIATION?<br />

Abwf represents the realization of a dream<br />

shared by each member of our Board of Directors.<br />

Each professional has extensive experience<br />

with the building system, some having played a<br />

key role in developing the Technical Standard for<br />

lightweight wood frame. In contrast, others have<br />

a track record of successfully completing projects.<br />

Together, we all work tirelessly to expand the use of<br />

BUSCAMOS PROMOVER E DIFUNDIR A CONSTRUÇÃO EM<br />

WOOD FRAME NO BRASIL, ENCORAJANDO A<br />

IMPLEMENTAÇÃO DESSA PRÁTICA SUSTENTÁVEL<br />

30 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


São José dos Pinhais<br />

CARRO PORTA TORAS<br />

PNEUMÁTICO<br />

XCR-1500 - MADEIRA NATIVA<br />

CPA-800 - MADEIRA REFLORESTADA<br />

as máquinas mais robustas<br />

do setor madeireiro!<br />

CONFIANÇA E MAIOR DURABILIDADE<br />

Av. Rui Barbosa, 3880 – Afonso Pena - São José dos Pinhais – PR<br />

+55 (41) 3382-3100 | aguia@maquinasaguia.com.br<br />

www.maquinasaguia.com.br


HÁ mais de 78 ANOS<br />

PARCEIRA DO<br />

SETOR MADEIREIRO!<br />

PLAINA MOLDUREIRA<br />

PMO-320<br />

Possibilidade de instalação do sistema<br />

SMART MACHINE<br />

Sistema CLP (Comando lógico Programável)<br />

Opção da Tela IHM, com sistema Touch Screen<br />

COM NOVO DESIGN<br />

www.omil.com.br<br />

+55 (47) 3357-8300 | +55 (47) 99167-7145<br />

vendas@omil.com.br


Conexão<br />

além das<br />

fronteiras!<br />

Despacho Aduaneiro para a<br />

liberação legal dos produtos<br />

de exportação;<br />

Conte conosco para<br />

expandir os seus negócios<br />

internacionalmente com<br />

importação e exportação.<br />

Transporte & Seguro de carga<br />

Formas de pagamento &<br />

financiamentos;<br />

Controle de qualidade &<br />

conformidades.<br />

(47) 98420.9091 (47) 3444.6046 | (47) 3444.2251 | (47) 3444.5750 @portosulcomex<br />

portosul@portosulcomex.com.br www.portosulcomex.com.br<br />

Rua Babitonga, n. 103 Clube XXIV de Janeiro, sala 22 Centro - São Francisco do Sul / SC | CEP: 89:240-000


PRINCIPAL<br />

Fotos: divulgação<br />

EXPORTAR<br />

COM EXCELÊNCIA<br />

EMPRESA CATARINENSE DE DESPACHO<br />

ADUANEIRO COMEMORA 25 ANOS<br />

CONSOLIDADA NO SETOR DA MADEIRA<br />

40 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


EXPORTING WITH<br />

EXCELLENCE<br />

A CUSTOMS CLEARANCE COMPANY<br />

FROM THE STATE OF SANTA CATARINA<br />

CELEBRATES 25 YEARS CONSOLIDATED IN<br />

THE FOREST PRODUCTS SECTOR<br />

Apresença de produtos brasileiros no comércio<br />

global tem crescido a cada ano. Em 2023 a<br />

alta na balança comercial de exportações foi<br />

de 1,7% em comparação com 2022, conforme<br />

divulgado pelo MDIC (Ministério do Desenvolvimento,<br />

Indústria, Comércio e Serviços). A madeira e os<br />

produtos derivados dela fazem parte desta soma. Mesmo<br />

com oscilações para cima ou para baixo, a madeira é um<br />

produto presente no comércio exterior do país e entrar neste<br />

mercado requer um trabalho dedicado dos profissionais<br />

aduaneiros<br />

A Porto Sul Comex – Comissária de Despachos Aduaneiros,<br />

é uma empresa prestadora de serviços que atua<br />

com exportação e importação e oferece um atendimento<br />

personalizado, buscando cuidar das necessidades do cliente<br />

e melhorar a experiência com os serviços aduaneiros. Com<br />

especialidade no atendimento do setor madeireiro, a empresa<br />

está comemorando 25 anos de atividade.<br />

The presence of Brazilian products in global trade<br />

has grown every year. In 2023, the increase in the<br />

export trade balance was 1.7% compared to 2022,<br />

according to the Ministry of Development, Industry,<br />

Trade and Services (Mdic). Wood and forest-based<br />

products are part of this figure. Even though volume fluctuates<br />

up and down, wood is a product present in the Country’s foreign<br />

trade, and entering this market requires dedicated work from<br />

customs professionals.<br />

Porto Sul Comex—Comissária de Despachos Aduaneiros is<br />

a service provider that handles exports and imports and offers<br />

personalized service. It seeks to meet the client’s needs and<br />

improve the experience with customs services. The Company,<br />

which specializes in serving Forest Products, is celebrating 25<br />

years in business.<br />

TRUST AND DEDICATION<br />

“During this period, in addition to progress, recognition,<br />

ABRIL 2024 41


PRINCIPAL<br />

CONFIANÇA E DEDICAÇÃO<br />

“Durante este período, além do avanço, reconhecimento<br />

e inovação para as exportações de madeira, a atuação da<br />

empresa contribuiu de forma direta e indireta para prestar<br />

um bom serviço. Visando a redução de custos, trabalhamos<br />

com 90% das nossas cargas voltadas para o setor madeireiro,<br />

com carga geral e containers. O diferencial do nosso<br />

trabalho consiste em todo o acompanhamento no processo<br />

de exportação. Nosso escritório se torna uma extensão do<br />

setor de exportação das fábricas, pois cuidamos de todo<br />

o processo logístico e documental na exportação, desde<br />

o início quando recebemos a ordem de compra do importador”,<br />

explica Vivíane Porcíncula, sócia-diretora da Porto<br />

Sul Comex.<br />

“Emitimos a Comercial Invoice, Packing List, Instrução de<br />

Pagamento, todos os certificados pertinentes à exportação,<br />

tais como Certificado de Origem emitidos pela Associação<br />

Comercial ou pela Fiep (Federação das Indústrias do Estado<br />

do Paraná) e Certificado de HT (Heat Traeatment), que é uma<br />

certificação do processo que monitora a secagem dentro da<br />

estufa, além do tratamento térmico para eliminar pragas e<br />

doenças presentes na madeira, quando necessário. Retiramos<br />

os containers vazios nos terminais e acompanhamos as<br />

estufagens da carga, tanto na fábrica, como nos terminais<br />

de retaguarda, até o envio dos containers ao porto, para<br />

então o desembaraço da mercadoria”, explica Vivíane sobre<br />

a metodologia do trabalho aplicado. “Também emitimos<br />

o BL (Bill of Lading), que é o documento mais importante<br />

da operação do comércio exterior, documento este que é<br />

entregue para o armador para a conclusão do embarque,<br />

and innovation in the export of forest products, the Company’s<br />

work has, directly and indirectly, contributed to providing a<br />

good service with a view to reducing costs. We work with 90%<br />

of our cargo in the Forest Products Sector, with general cargo<br />

and containers. The difference in our work is all the support<br />

we provide during the export process. Our office becomes<br />

an extension of the export department of the factories since<br />

we take care of the entire logistical and documentary export<br />

process from the moment we receive the order from the<br />

importer,” explains Vivíane Porcíncula, Managing Partner of<br />

Porto Sul Comex.<br />

“We issue the commercial invoice, the packing list, the<br />

payment order, all the relevant export certificates, such as the<br />

certificate of origin issued by the Trade Association or the Federation<br />

of Industries of Paraná (Fiep) and the Heat Treatment<br />

Certificate (HT), which is a process certification that monitors<br />

the drying in the kiln, as well as the heat treatment to eliminate<br />

pests and diseases present in the wood, if necessary. We pick up<br />

the empty containers from the terminals and monitor the loading<br />

of the cargo, both at the factory and at the back terminals,<br />

until the containers are sent to the port. Then the goods are<br />

cleared,” says Porcíncula, explaining the working method. “We<br />

also issue the Bill of Lading (BL), which is the most important<br />

PROFISSIONALISMO E<br />

COMPROMETIMENTO SÃO<br />

LEVADOS MUITO A SÉRIO, SEMPRE COM<br />

CLIMA HUMORADO PARA RESOLVER<br />

TODAS AS QUESTÕES QUE ENVOLVEM<br />

O NOSSO RAMO, QUE MUITAS VEZES<br />

NÃO SÃO FÁCEIS DE TRABALHAR<br />

CHRISTIAN MENDES, DA COMPENSADOS<br />

SCHARAN LTDA<br />

42 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


PESQUISA<br />

COMPETIÇÃO<br />

DESLEAL<br />

PESQUISA COM<br />

EMPRESÁRIOS APONTA<br />

PROBLEMAS DA INDÚSTRIA<br />

DE TRANSFORMAÇÃO<br />

Fotos: divulgação<br />

46 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


O<br />

s empresários da indústria de transformação<br />

perceberam um aumento significativo<br />

da competição desleal em 2023.<br />

De acordo com a Nota Econômica 31,<br />

da CNI (Confederação Nacional da Indústria),<br />

no primeiro trimestre de 2021, a competição<br />

desleal foi citada por 10,4% dos empresários como<br />

uma dificuldade importante naquele momento. No<br />

terceiro trimestre de 2023, entrou para a lista dos três<br />

principais problemas ao ser assinalada por 20% dos<br />

empresários industriais.<br />

O documento mostra que está cada vez mais<br />

difícil competir com a informalidade, contrabando e<br />

pirataria. A concorrência desleal só ficou atrás de dois<br />

problemas recorrentes: a elevada carga tributária,<br />

que foi o principal problema da indústria de transformação,<br />

com 37,5% de assinalações, e demanda interna<br />

insuficiente, atestada por 31,2% dos empresários<br />

industriais. As taxas de juros aparecem em quarto<br />

lugar, com 19,5%.<br />

ABRIL 2024 47


Tecnologia<br />

afiada<br />

Rua Quirino Zag onel, 951<br />

Braga, São José dos Pinhais/PR<br />

+55 41 3382-1345 | 41 9 9244-7138<br />

siromat@siromat.com.br<br />

siromat.com.br


MARCENARIA<br />

52 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


BRINQUEDOS<br />

DE MADEIRA<br />

A PRODUÇÃO DE BRINQUEDOS E JOGOS UTILIZANDO MADEIRA<br />

CONTINUA CADA VEZ MAIS ATUAL<br />

Fotos: divulgação<br />

ABRIL 2024 53


MARCENARIA<br />

As múltiplas utilidades da madeira passam<br />

pela infância. A produção de brinquedos<br />

e jogos de madeira é uma tradição remota<br />

que chegou aos tempos atuais carregada<br />

de afetividade. Muitas crianças já<br />

brincaram com bonecas e animais de madeira, piões,<br />

jogos de tabuleiro entre outros infinitos modelos. Em<br />

meio ao grande volume de brinquedos feitos a partir<br />

de plásticos e metais, os brinquedos de madeira resistem,<br />

hoje podendo ser industrializados e, também,<br />

produzidos de forma artesanal.<br />

Uma das vantagens dos brinquedos de madeira,<br />

sem dúvida, é ser ecologicamente correto, isto porque<br />

utiliza matéria-prima que não polui o meio ambiente e<br />

dura por muito tempo. Os brinquedos educativos de<br />

madeira, por exemplo, estimulam a imaginação, ajudam<br />

no desenvolvimento infantil e são indicados para<br />

diversas idades.<br />

UTILIZANDO A MADEIRA<br />

A matéria-prima para os brinquedos pode variar,<br />

sendo desde um pedaço de cavaco, cavilha, MDF (Medium<br />

Density Fiberboard), madeira de demolição, até<br />

a produção industrial, que geralmente utiliza produtos<br />

com certificação ambiental e rastreabilidade.<br />

No quesito durabilidade, por sua composição<br />

natural, os brinquedos de madeira possuem uma resistência<br />

que faz com que vários brinquedos passem de<br />

geração para geração, contendo apenas as marcas de<br />

uso de outros tempos. Há que se ressaltar que, mesmo<br />

havendo eventual dano, a madeira é facilmente reparável.<br />

UMA DAS VANTAGENS<br />

DOS BRINQUEDOS DE<br />

MADEIRA É SER ECOLOGICAMENTE<br />

CORRETO, ISTO PORQUE UTILIZA<br />

MATÉRIA-PRIMA QUE NÃO POLUI E<br />

DURA POR MUITO TEMPO<br />

54 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


FEIRA INTERNACIONAL DA<br />

INDÚSTRIA DE MÓVEIS E MADEIRA


Resinas e derivados químicos para<br />

indústrias exigentes<br />

Há 20 anos no mercado e experiência em diversos<br />

segmentos, a Polecola está presente em 4 países atuando<br />

em soluções com matéria-prima de qualidade.<br />

LOGÍSTICA E EFICÁCIA<br />

Temos frota própria certificada SASSMAQ<br />

e procuramos melhoria contínua do<br />

Sistema da Gestão da Qualidade.<br />

SUPORTE TÉCNICO<br />

Especialistas preparados para avaliar e<br />

corrigir o que for necessário para<br />

melhorar a sua linha de produção.<br />

NOSSOS PRODUTOS<br />

Resinas para Madeira•<br />

•<br />

•<br />

•<br />

Resinas Fenólicas Industriais<br />

Papel Fenólico para Painéis de Madeira<br />

Resinas para Impregnação de Papéis e Tecidos<br />

www.polecola.com.br<br />

+55 (49) 3344.1694<br />

Unidade 01: Rod. PRC 158 - Km 553, Bairro São João Vitorino - PR 85.520-000 | Unidade 02: Campo Largo (PR)


OPORTUNIDADE<br />

CONSTRUÇÕES<br />

SUSTENTÁVEIS<br />

INSTITUIÇÕES DEFINEM GRUPOS<br />

DE TRABALHO PARA ESTIMULAR<br />

O AVANÇO DA INDÚSTRIA DE<br />

CONSTRUÇÃO EM MADEIRA<br />

PELA CONSTRUÇÃO CIVIL<br />

Fotos: divulgação e Davi Bortolossi<br />

58 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


AAbimci (Associação Brasileira da Indústria<br />

de Madeira Processada Mecanicamente)<br />

e o Conselho Setorial da Indústria<br />

da Madeira da Fiep (Federação das<br />

Indústrias do Estado do Paraná) estão<br />

coordenando uma ação nacional de reunir<br />

competências, conhecimentos e união de esforços<br />

para o desenvolvimento e consolidação dos sistemas<br />

construtivos em madeira no Brasil. As ações tiveram<br />

início este ano, após uma reunião promovida pelas<br />

instituições com representantes de entidades de classe<br />

do setor madeireiro e autoridades do Estado, com<br />

o objetivo principal de aprofundar o debate sobre as<br />

oportunidades do sistema construtivo sustentável de<br />

madeira em edificações e como o Paraná pode explorar<br />

este mercado.<br />

A reunião contou com mais de 100 participantes<br />

que definiram ações para promover avanços. Foram<br />

definidos quatro grupos de trabalho, que em encontros<br />

mensais, têm discutido ações dentro dos temas:<br />

pesquisa, desenvolvimento e inovação; política pública;<br />

mercado, promoção e divulgação; e qualificação<br />

de mão de obra.<br />

ABRIL 2024 59


RECONHECIMENTO<br />

TRAJETÓRIA<br />

PREMIADA<br />

EMPRESA SEDIADA EM<br />

LAGES (SC) RECEBEU<br />

PRÊMIO MÉRITO<br />

INDUSTRIAL REGIONAL<br />

DURANTE EVENTO<br />

Fotos: divulgação<br />

C<br />

om 27 anos de atuação na fabricação de<br />

máquinas para a indústria madeireira e de<br />

lâminas de serra de perfil estreito, a Mill<br />

Indústrias foi homenageada com o prêmio<br />

Mérito <strong>Industrial</strong> Regional durante a<br />

IV edição da Tech Forestry – Feira de Tecnologia para<br />

Indústria de Madeira e Floresta –, que aconteceu em<br />

Lages (SC), entre os dias 20 e 22 de março. A entrega do<br />

prêmio aconteceu durante o jantar de confraternização<br />

da feira, no Centroserra Convention Center, que contou<br />

com palestra do economista Caio Megale.<br />

O prêmio foi um reconhecimento da história iniciada<br />

em 1996, ano de fundação da empresa, que ao longo<br />

dos últimos 27 anos teve sua trajetória marcada por inovação,<br />

originalidade e sucesso. Hoje a Mill Indústrias é<br />

líder no mercado de serras de perfil estreito.<br />

64 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


ARTIGO<br />

PROPOSTA<br />

PARA UTILIZAÇÃO<br />

SUSTENTÁVEL DO<br />

PÓ RESIDUAL DE<br />

MDF RESULTANTE DA<br />

PRODUÇÃO DE MÓVEIS<br />

Fotos: divulgação<br />

66 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


- LUCIANA KURACK DA SILVA MISUCOCHI<br />

- CLAUDETE BARBOSA RUSCHIVAL<br />

- HELDER ALEXANDRE AMORIM PEREIRA<br />

- ANA CAROLINA CORREIA DE MEDEIROS<br />

- BRUNO RAPHAEL DE CARVALHO SANTOS<br />

UFAM (UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS)<br />

Líderes em projeto, fabricação e instalação de<br />

equipamentos de preservação de madeira<br />

AUTOCLAVES<br />

100% AUTOMATIZADAS<br />

• Tratamento por imersão, aspersão, vácuo/pressão<br />

• Ciclos rápidos para aumento de produção<br />

• Sistemas de dosagem autônoma<br />

• Registro de dados de tratamento e rastreabilidade<br />

• Retrofits, Reparos, Upgrades e substituição de portas<br />

• Serviços de Automação<br />

TECNOLOGIA<br />

EUROPEIA<br />

WWW.TIMBERTREATMENTSOLUTIONS.COM<br />

info@timbertreatmentsolutions.com<br />

Reino Unido: +44 16973 51027 - França: +33 329 37 16 00<br />

Brasil: CASTech Automação<br />

www.castech.com.br | +55 34 3312 6375 | castech@castech.com.br


ARTIGO<br />

RESUMO<br />

O<br />

MDF (Medium Density Fiberboard - Placa<br />

de Fibra de Média Densidade) é um material<br />

amplamente utilizado para produção<br />

de painéis e peças de mobiliário (Abimóvel,<br />

2018). O MDF é uma das matérias primas<br />

para produção de móveis; é produzido a partir de<br />

fibras de madeira de florestas plantadas (Pinus elliottii e<br />

Eucalyptus grandis) aglutinadas com resinas, que recebem<br />

ação de calor e pressão para sua confecção (Ihnát<br />

et al. 2017). Trata-se de um produto com aspecto visual<br />

homogêneo, com maleabilidade, resistência e durabilidade;<br />

essas características básicas consolidaram o MDF<br />

como substituto da madeira na confecção de peças de<br />

mobiliário, para arquitetura e para o design de interiores<br />

(Abimóvel, 2018).<br />

A Abimóvel (Associação Brasileira das Indústrias do<br />

Mobiliário), em seu estudo setorial, menciona que a produção<br />

mundial de móveis no ano de 2017 chegou a US$<br />

418 bilhões destacando a China como sendo responsável<br />

pela produção de móveis em MDF, que conta com<br />

54% da produção mundial. Entretanto, com o crescimento<br />

do consumo e da produção de placas de MDF, há geração<br />

de resíduos, que, nem sempre são descartados de<br />

maneira correta; peças são cortadas de cada placa, gerando<br />

pó que é, posteriormente, descartado em aterros<br />

sanitários. Esse pó, além de conter fibras de madeira,<br />

também possui formaldeído, elemento bastante tóxico<br />

que pode acarretar severos danos ao meio ambiente<br />

(Abimóvel, 2018).<br />

Diante dessa problemática, é importante que as<br />

empresas e indústrias viabilizem a utilização destes<br />

resíduos. Logo, a preocupação ecológica deve se direcionar<br />

para redução dos impactos negativos ao meio<br />

ambiente (Ihnát et al. 2017). Justifica-se ainda a importância<br />

da reciclagem de materiais para a diminuição do<br />

desperdício dos recursos naturais. O desenvolvimento<br />

de um material compósito por meio da reciclagem é<br />

uma alternativa ambientalmente viável que traz o retorno<br />

do resíduo para o mercado.<br />

Esse estudo visa demonstrar a possibilidade de aproveitamento<br />

de pó de MDF, descartado por uma empresa<br />

de marcenaria. A norma NBR 15.316 guiou o processo<br />

de produção do novo material compósito e a realização<br />

dos ensaios técnicos.<br />

PRODUÇÃO DE COMPÓSITOS<br />

Inicialmente, para contextualizar o assunto explorado<br />

nesse artigo, é imprescindível que se compreenda<br />

o que são os compósitos. Segundo Callister e Retwisch<br />

(2015) compósito é qualquer material multifásico com<br />

proporção significativa das propriedades de ambas as<br />

fases constituintes, de forma a obter produto com maior<br />

qualidade das propriedades mecânicas e físicas.<br />

O material produzido neste trabalho se caracteriza<br />

como um compósito reforçado pelas fibras de MDF.<br />

Esse tipo de compósito, teoricamente, possui maior resistência<br />

mecânica e menor densidade (Quirino, Santos<br />

e Vasconcelos, 2017). O experimento realizado se define<br />

pelo uso de pó de MDF e a resina com base de poliuretano<br />

vegetal (do óleo de mamona), bi componente,<br />

formulada pela mistura a frio de um pré-polímero (componente<br />

A) e poliol (componente B).<br />

Por conseguinte, o descarte de peças de MDF é um<br />

problema público: o resíduo de MDF é depositado em<br />

aterros ou no lixo comum, sem correta destinação (Lubis<br />

et al. 2018) ou é utilizado como insumo para queima,<br />

podendo liberar gases nocivos, por exemplo, a presença<br />

de formaldeído (Irle et al. 2018).<br />

O DESENVOLVIMENTO<br />

DE UM MATERIAL<br />

COMPÓSITO POR MEIO DA<br />

RECICLAGEM É UMA ALTERNATIVA<br />

AMBIENTALMENTE VIÁVEL QUE<br />

TRAZ O RETORNO DO RESÍDUO<br />

PARA O MERCADO<br />

68 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


Estudos apontam a viabilidade de se reciclar o MDF<br />

como fonte secundária de matéria-prima para produção<br />

de fibras (Ihnát et al. 2018) ou para criar novos compósitos<br />

com a mesma finalidade do MDF para exploração<br />

econômica (Lubis et al. 2018) e Irle et al. (2018) anotaram<br />

que deve ser encorajada a reciclagem desse material.<br />

Há muito desperdício de MDF e atualmente não há<br />

uma metodologia comercialmente aplicada para a reutilização<br />

dos resíduos de MDF (Irle et al. 2018). Seguindo<br />

a mesma linha argumentativa, Moezzipour et al. (2017)<br />

mencionaram que anualmente se eleva a taxa de descarte<br />

de MDF na natureza (gerada por fábricas de MDF,<br />

por móveis e outros itens construídos). Isto posto, se faz<br />

imprescindível que se recicle esse tipo de elemento a<br />

fim de que se evitem danos à natureza.<br />

Tomando como base o estudo realizado por Weber<br />

e Iwakiri (2015), utilizou-se processo similar para produção<br />

de compósito a partir do pó de MDF (partículas granulares<br />

finas que advenham de processo de moagem ou<br />

trituração) resultante do corte de peças em serraria. Demonstram-se,<br />

nesse artigo, os resultados dos seguintes<br />

ensaios: determinação de retilineidade; determinação<br />

da espessura, do comprimento e da massa dos corpos<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

<br />

NR-12 Adequação: Processo completo<br />

Rodovia BR 476 - Km 160,6 - N 13251- Barracão 3<br />

Porto Laranjeiras CEP 83.703-035 - ARAUCÁRIA/PR<br />

(41) 9 9636 4516<br />

elemaq@elemaq.com.br<br />

WWW.ELEMAQ.COM.BR


AGENDA<br />

AGENDA<br />

2024<br />

JULHO 2024<br />

2 A 5<br />

AGOSTO 2024<br />

6 A 9<br />

SETEMBRO 2024<br />

17 A 19<br />

FORMÓBILE<br />

LOCAL: SÃO PAULO EXPO<br />

INFORMAÇÕES:<br />

HTTPS://WWW.FORMOBILE.COM.<br />

BR/PT/HOME.HTML<br />

IWF ATLANTA (INTERNATIONAL<br />

WOODWORKING FAIR)<br />

LOCAL: ATLANTA (EUA)<br />

INFORMAÇÕES:<br />

WWW.IWFATLANTA.COM/THE-<br />

SHOW/ABOUT/<br />

ENCAPP - VI ENCONTRO DA<br />

CADEIA PRODUTIVA DA PORTA<br />

LOCAL: PINHAIS (PR)<br />

INFORMAÇÕES:<br />

HTTPS://ENCAPP.COM.BR/<br />

CARREFOUR INTERNATIONAL<br />

DU BOIS<br />

28 A 30 DE MAIO<br />

LOCAL: NANTES (FRANÇA)<br />

INFORMAÇÕES:<br />

HTTPS://WWW.TIMBERSHOW.COM/<br />

REALIZADA EM NANTES A CADA 2 ANOS, EM 2024<br />

A FEIRA ACONTECERÁ EM QUATRO GRANDES<br />

SALAS DE EXPOSIÇÃO. TRATA-SE DE UMA FEIRA<br />

PROFISSIONAL QUE REÚNE EXPOSITORES E<br />

VISITANTES INTERNACIONAIS DURANTE TRÊS DIAS.<br />

EM UM SÓ LUGAR, O VISITANTE VAI ENCONTRAR<br />

MADEIRA SERRADA, PAINÉIS, PARQUETES, PISOS,<br />

DECKS, COMÉRCIO ESPECIALIZADO, SOLUÇÕES<br />

DE CONSTRUÇÃO EM MADEIRA, ENTRE OUTRAS<br />

NOVIDADES E TENDÊNCIAS DO SETOR.<br />

Imagem: reprodução<br />

72 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


VEM AÍ!<br />

02 DE DEZEMBRO - CURITIBA (PR)<br />

PATROCINADORES:<br />

ASSOCIAÇÃO DO COMÉRCIO E INDÚSTRIA DE<br />

MADEIRAS E DERIVADOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO<br />

SERRAS E FACAS INDUSTRIAIS<br />

envimat<br />

www<br />

revistareferencia.com.br<br />

comercial@revistareferencia.com.br


ESPAÇO ABERTO<br />

O ETANOL COMO<br />

PRINCIPAL ALIADO DA DESCARBONIZAÇÃO<br />

DA MOBILIDADE NO BRASIL<br />

POR<br />

SIMONE MORAS<br />

DIRETORA DE<br />

MARKETING E<br />

VENDAS, DA<br />

VOLKSWAGEN<br />

FINANCIAL<br />

SERVICES BRASIL<br />

M<br />

uito tem se falado a respeito do protagonismo<br />

do Brasil na agenda climática global,<br />

em especial no que se refere à descarbonização<br />

da mobilidade e ao avanço na<br />

transição energética da matriz de transportes.<br />

O potencial brasileiro na produção de biocombustíveis,<br />

em especial o etanol, apontado como um dos principais<br />

aliados na redução das emissões de CO 2<br />

(gás carbônico)<br />

de origem fóssil, é pauta prioritária para o mercado automobilístico<br />

e que, nos últimos anos, tem trazido profundas<br />

mudanças ao modelo de negócios da mobilidade.<br />

De acordo com a estimativa da IEA (Agência Internacional<br />

de Energia), para zerar as emissões líquidas de carbono<br />

até o ano de 2050, seria necessário triplicar a produção<br />

global de biocombustíveis. Para se ter uma ideia da urgência<br />

dessa medida, basta mencionar que a participação do<br />

etanol no setor mundial de transportes é de apenas 4%, ao<br />

passo que, no Brasil, esse percentual já chega a 20%, ainda<br />

segundo a IEA.<br />

Diante desses dados, fica ainda mais evidente a posição<br />

de vanguarda que o país assume em relação ao tema<br />

da descarbonização, alavancada pelo fato de ser o segundo<br />

maior fabricante mundial de etanol – respondendo por<br />

27,5% do volume global do biocombustível, segundo a<br />

RFA (Associação de Combustíveis Renováveis dos Estados<br />

Unidos) –, com uma produção que atingiu a marca dos<br />

31,2 bilhões de litros na safra 2022/2023, de acordo com<br />

cálculos da Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar e<br />

Bioenergia), a partir de números fornecidos pelo Ministério<br />

da Agricultura e Pecuária.<br />

Com este cenário, é preciso que empresas e poder<br />

público tomem para si a missão de fomentar o aumento<br />

da adoção do etanol pelo consumidor brasileiro, uma vez<br />

que apenas 30% dos proprietários de carros equipados<br />

com motor flex têm optado pelo biocombustível na hora<br />

de abastecer, de acordo com dados da Anfavea (Associação<br />

Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).<br />

Estudos da instituição apontam ainda que, para além de<br />

manter seu preço competitivo em relação ao da gasolina, é<br />

preciso investir, tanto na conscientização do público acerca<br />

da importância da descarbonização, quanto na concessão<br />

de incentivos que estimulem essa mudança de hábito entre<br />

os consumidores.<br />

No âmbito da administração pública, chama a atenção<br />

a lei número 24.652, sancionada no início de janeiro pelo<br />

governo de Minas Gerais e que institui uma política estadual<br />

de incentivo ao consumo de etanol, segundo a qual<br />

órgãos e autarquias do poder executivo local deverão priorizar<br />

o uso do biocombustível no abastecimento de suas<br />

frotas. A legislação garante ainda o comprometimento do<br />

Estado com o estímulo à adesão a campanhas internacionais<br />

de redução das emissões de carbono por empresas<br />

sediadas em território mineiro, além do apoio à criação de<br />

microdestilarias de base coletiva, como forma de incentivo<br />

ao consumo de etanol pelos agricultores associados.<br />

Já na esfera da iniciativa privada, a Volkswagen Financial<br />

Services Brasil tem promovido uma ação de marketing<br />

junto à sua base de clientes, em parceria com a Volkswagen<br />

do Brasil, que oferece vouchers exclusivos para abastecimento<br />

com etanol, como incentivo para os consumidores.<br />

A campanha alcançou 8% do volume de carros vendidos da<br />

marca em dezembro de 2023.<br />

O surgimento de iniciativas revela que o avanço do<br />

processo brasileiro de descarbonização automotiva já vem<br />

sendo percebido como uma necessidade, tanto por governos,<br />

quanto pelo próprio mercado. Vale ressaltar, no entanto,<br />

que a mudança de hábito do consumidor brasileiro com<br />

relação à adoção do etanol ainda exige investimentos contínuos,<br />

tanto na esfera pública, quanto na privada, voltados<br />

também à renovação da frota circulante, com a redução da<br />

idade média dos veículos que ocupam as ruas do país.<br />

Embora o Brasil já tenha alcançado a marca de 85% da<br />

frota nacional de veículos leves composta por automóveis<br />

flex, ainda é preciso investir na ampliação do acesso a<br />

crédito e a juros baixos. E isso para que se possa garantir<br />

não apenas a manutenção da liderança do país quando o<br />

assunto é a descarbonização do setor de mobilidade, mas<br />

também que as soluções desse processo de transição estejam<br />

alinhadas à realidade socioeconômica do país e, portanto,<br />

acessíveis ao maior número possível de brasileiros.<br />

Foto: divulgação<br />

74 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2024


AUTOCLAVE PARA<br />

TRATAMENTO DE<br />

MADEIRA<br />

A Fhaizer desenvolveu Autoclaves para<br />

tratamento de madeiras 100% estanques,<br />

isto é, livre de vazamentos de preservativo<br />

durante o processo.<br />

Conheça nossas Autoclaves e confira os<br />

diferenciais tecnológicos que cada uma<br />

poderá oferecer para atender suas<br />

expectativas de negócios e gerar lucro.<br />

Robustez, alta performance e confiabilidade<br />

com qualidade assegurada você encontra<br />

nas Autoclaves Fhaizer.<br />

Fale com um Consultor Técnico de<br />

Vendas da Fhaizer e faça a sua<br />

melhor escolha.<br />

www.fhaizer.com<br />

@fhaizerautoclaves<br />

Fhaizer Autoclaves<br />

+55 47 99643-5733<br />

+55 47 3461-6500

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!