29horas LuizaTrajano 2021_04

online.magazines

Luiza

Helena

ABRIL/2021

distribuição

gratuita no

aeroporto

SPde congonhas

Trajano

Referência em

inovação e

diversidade,

a empresária se

movimenta

pela vacina

ESPECIAL

EMPREENDEDORISMO

Brasil bate recorde na

abertura de micro e

pequenas empresas

em 2020

ESCANEIE E OUÇA

A PLAYLIST

INSPIRADA EM

SÃO PAULO NO

29HORAS PLAY


Zero espera!

O único lugar que você

sai de Zero km na hora.

A PARTIR

MENSALIDADE

DE

999

R$ ,60

Plano de 36 meses

Franquia: 1.000 km

Carros 100%

higienizados

e lacrados.

*Consulte as condições em movidazerokm.com.br. Sujeito à disponibilidade.


Baixe o app

e assine

MOVIDAZEROKM.COM.BR

0800 771 8400

@movidazerokm

km

Dê uma Movida

no jeito de ter um carro.

Aproveite um veículo zerinho

por assinatura com todas

as despesas de IPVA

e manutenção inclusas

no valor das parcelas. *


4 ABRIL 2021 Sumário

#135

ABRIL 2021

WWW.29HORAS.COM.BR

@revista29horas

@29horas

PUBLISHER Pedro Barbastefano Júnior

CONSELHO EDITORIAL Chantal Brissac, Clóvis

Cordeiro, Didú Russo, Georges Henri Foz, Kike

Martins da Costa, Luiz Toledo, Paula Calçade e

Pedro Barbastefano Júnior

REDAÇÃO Paula Calçade (editora de redação);

Kike Martins da Costa (editor contribuinte);

Rose Oseki (editora de arte), Helena Cardoso

(estagiária)

COLABORADORES André Hellmeister, Anelise

Zanoni, Chantal Brissac, Chiara Gadaleta, Didú

Russo, Greg Estrada, Júlia Storch, Juliana

Simões, Karen Suemi Kohatsu, Luiz Toledo,

Patrícia Palumbo, Tecla Music Agency

PUBLICIDADE

COMERCIAL

comercial@29horas.com.br

EQUIPE: Rafael Bove (rafael.bove@29horas.

com.br), Angela Saito (angela.saito@29horas.

com.br)

GERENTE REGIONAL Giovanna Barbastefano

(giovanna.barbastefano@29horas.com.br)

CAMPINAS – Marilia Perez (marilia@

imediataonline.com.br), Mariana Perez

(mariana@imediataonline.com.br)

RIO DE JANEIRO – Rogerio Ponce de Leon

(rogerio.leon@viccomunicacao.com.br)

JORNALISTA RESPONSÁVEL

Paula Calçade MTB 88.231/SP

29HORAS é uma publicação da MPC11

Publicidade Ltda.

A revista 29HORAS respeita a liberdade

de expressão. As matérias, reportagens

e artigos são de responsabilidade exclusiva

de seus signatários.

Av. Nove de Julho, 5966 - cj. 11 — Jd. Paulista,

São Paulo — CEP: 01406-200 TEL.: 11.3086.0088

FAX: 11.3086.0676

MISTO

A TIRAGEM E DISTRIBUIÇÃO DESTA

EDIÇÃO SÃO AUDITADAS PELA BDO.

FOTO ANELISE ZANONI FOTO RENATA LARROYD

COLUNAS

06

10

12

14

16

38

50

INSTANTE FOTOGRÁFICO

Limercy Forlin no IMS

HORAS DE VOO A movimentação

nos aeroportos

RÁDIO VOZES Lançamentos

de músicos cariocas

BON VIVANT Os melhores

delivery de São Paulo

SUSTENTABILIDADE

Igualdade e equidade

BOM DE COPO A diversidade

dos vinhos nacionais

HORA LIVRE O Brasil atual

por Luiz Toledo

34

Viagem

Ilha do Sal, em Cabo

Verde, recebe brasileiros

07

Hora H

Pessoas e Ideiais, Leão

de Ouro, Tarsila do

Amaral e vinhos

Foto da capa: Lailson Santos

27

Especial

Empreendedorismo

A transformação digital de micro

e pequenas empresas no país

20

Capa

A visão de negócios

de Luiza Helena

Trajano

39

Agenda 29h

Dicas para todos

os dias do mês

FOTO DIVULGAÇÃO FOTO GETTY IMAGES FOTO GUIDO FERREIRA


www.procoletivo.com.br COLUNA 23

Mobilidade

POR

Pro

Coletivo

O PRO COLETIVO ajuda as pessoas a aproveitar a vida se locomovendo de forma inteligente.


6 INSTANTE FOTOGRÁFICO

LIMERCY FORLIN

CURADORIA TEODORO STEIN CARVALHO DIAS

Entre 1958 e 1982, Limercy Forlin (1921-1986) comandou seu estúdio fotográfico na cidade de

Poços de Caldas, em Minas Gerais. Pelo local, passaram desde políticos e figuras conhecidas

da região até profissionais liberais, operários e imigrantes. Também foi em seu

estabelecimento que muitas mulheres tiraram suas primeiras fotografias para as carteiras de

trabalho. O trabalho de Limercy Forlin é exibido ainda neste ano em uma exposição na sede

do Instituto Moreira Salles (IMS) de Poços de Caldas, que reúne aproximadamente 7.500

retratos dos habitantes da cidade, impressos em tamanho 9x12 cm, tirados pelo fotógrafo.

LIMERCY FORLIN | ACERVO INSTITUTO MOREIRA SALLES

Pessoa não identificada

F IMS POÇOS Rua Teresópolis, 90, Jardim dos Estados, Poços de Caldas – MG


Design, gastronomia paulistana

em outras regiões, os lançamentos de

músicos nacionais, os melhores delivery

e a importância da equidade nas empresas

horaH

PESSOAS | BEBIDAS | CULTURA | AVIAÇÃO

HOMENAGEM

EM VENEZA

Uma das maiores arquitetas

do país, Lina Bo Bardi recebe

Leão de Ouro póstumo

pág.15

FOTO DIVULGAÇÃO

PESSOAS E IDEIAS

O estilo atemporal do designer

Jader Almeida pág.8

HORAS DE VOO

O aeroporto mais movimentado

da Europa pág.10

NOVA UNIDADE

Jun Sakamoto leva filial de

restaurante à Paraíba pág.13

LINDOS RÓTULOS

Vinhos com obras de Tarsila

do Amaral pág.18


8 HORA H


9

PESSOAS E IDEIAS

A estética de

Jader Almeida

Reconhecido mundo afora, o designer segue com intensa

produção e olhar atento às tendências do setor

POR PAULA CALÇADE

FOTO RENATA LARROYD

A EDIÇÃO DE 2021 DO PRÊMIO INTERNACIONAL RED DOT DESIGN foi

marcada pelo número recorde de inscrições vindas de 60 países.

A premiação destacou pela quinta vez, na categoria produto, o catarinense

Jader Almeida. Não é à toa tamanho ênfase ao trabalho

do designer, já que ele acumula mais de 500 produtos em seu portfólio

atemporal e consolida o estilo que une tecnologia, elegância e

simplicidade há 16 anos.

A assinatura de Jader para a cadeira premiada Olive contempla a

geometria sofisticada e elegante criada a partir de um inusitado jogo

de apoios feitos de metal fundido, em uma composição harmônica de

materiais. O assento estofado e o encosto da peça trazem aconchego.

O produto dialoga com as tendências que o designer já percebe com

a chegada da pandemia. “A busca pelo conforto está em alta e as

pessoas dão mais valor à qualidade e à durabilidade de seus móveis,

da iluminação, e de seus ambientes como um todo. Com um olhar

mais apurado, reconhecem a importância de um bom designer.”

É justamente sobre filtrar e materializar as necessidades das

pessoas que seu trabalho se firma. As conhecidas linhas finas dos

produtos – sejam poltronas, cadeiras, luminárias e estantes – buscam

a convivência elegante entre os objetos de um espaço. “Uma peça

não agride, não impõe e, sim, coexiste”, define.

Diretor criativo da marca Sollos, Jader Almeida também conquistou

o iF Design Award 2020, o mais conceituado prêmio de design

do mundo. “Busco criar produtos com valores duráveis. Valorizo

os mestres, mas com o olhar para a frente para o consumidor ser o

portador da peça que produzo.”


10 COLUNA

Horas de voo

kikecosta@uol.com.br

POR

Kike

Martins da

Costa

Istambul lidera o ranking de

terminais aéreos da Europa

Mais passageiros passaram pelo aeroporto turco em 2020

do que nos tradicionalmente movimentadíssimos hubs

do Reino Unido, da França, da Alemanha e da Holanda

Nem Heathrow (Londres), nem Charles

de Gaule (Paris), nem Schiphol

(Amsterdam) e nem Rhein-Main

(Frankfurt): o aeroporto europeu que

teve maior movimento em 2020 foi o

de Istambul, na Turquia. Por lá

passaram 23,4 milhões de viajantes.

Em seguida, veio o de Paris (com 22,3

milhões de pessoas transportadas) e só

então o de Londres (com 22,1 milhões),

que tradicionalmente lidera esse

ranking.

Inaugurado em outubro de 2018, o

Aeroporto Internacional de Istambul é

o mais moderno do Velho Continente e

o mais gigantesco: tem capacidade para

receber 90 milhões de passageiros por

ano, com a possibilidade de ampliar

esse contingente para 200 milhões/ano.

Possui 143 fingers (pontes de

embarque), 371 spots para estacionamento

de aeronaves e 228 guichês de

imigração e controle de passaporte.

Todos os aeroportos da Europa

tiveram quedas drásticas na

movimentação em 2020 por causa da

pandemia do coronavírus, e o Reino

Unido possui uma das políticas mais

restritivas de circulação de viajantes do

mundo. Tanto que os voos ligando o

Brasil à Inglaterra estão suspensos.

Os números seguem em queda por

lá. O total mensal de passageiros no

aeroporto de Heathrow em fevereiro de

2021 caiu para menos de 500 mil – o

menor desde 1966! O tombo foi de 91%

em relação ao ano passado. Se compararmos

a performance desses terminais

europeus com a de Guarulhos – o mais

movimentado da América Latina –,

veremos que o Aeroporto Internacional

de São Paulo até que conseguiu ter um

desempenho razoável durante o

período da pandemia. Por lá passaram

20 milhões de passageiros ao longo dos

doze meses de 2020. A queda nos voos

internacionais foi enorme, mas os voos

domésticos seguraram a onda,

respondendo por mais de 85% dessa

movimentação.

FOTO DIVULGAÇÃO

Radar

SP-BsAs

Autoridades do Brasil e da

Argentina negociam a criação

de uma ponte aérea entre o

Aeroporto de Congonhas, em São

Paulo, e o Aeroparque, em Buenos

Aires. O processo de internacionalização

de Congonhas é uma

ideia que está sendo discutida

na Infraero e pode ser mais

um atrativo para os candidatos

a operadores do aeroporto

paulistano, que deve entrar na 7ª

rodada de concessões, em 2022.

Rotas bloqueadas

A Latam Airlines avisa que as rotas

de São Paulo (Guarulhos) para

Barcelona (Espanha), Joanesburgo

(África do Sul), Milão (Itália) e

Tel Aviv (Israel) só devem voltar

a ser operadas, na melhor das

hipóteses, a partir de novembro.

Os voos já estavam suspensos e

com venda fechada desde o início

da pandemia. Quem tiver bilhetes

para essas rotas será atendido por

companhias aéreas parceiras, como

a Iberia, a Lufthansa e a Virgin

Atantic, via Madri ou Frankfurt.

Preços em baixa

Em 2020, voar pelo Brasil foi mais

barato do que nunca. O Relatório

de Tarifas Aéreas Domésticas da

Anac, que faz esse cálculo desde

2002, mostra que o preço médio

das tarifas comercializadas no

ano passado ficou em R$ 376,29.

Em 2019, a média alcançou R$

439,89. O recuo foi de 14,5%.

No período, 9% das passagens

foram comercializadas com tarifas

abaixo de R$ 100, e os bilhetes

acima de R$ 1,5 mil representaram

apenas 1,5% do total vendido.


BRANDED CONTENT BY 29H + BOA

11

FOTOS GETTY IMAGES E DIVULGAÇÃO

AEROPORTO

Expertise aeroportuária

A BOA - Soluções para Aeroportos acompanha novos operadores

no país e propõe estratégias inovadoras aos concessionários

Sócios-fundadores, Edson Boldezan e Ângelo Grossi

O MERCADO AEROPORTUÁRIO BRASILEIRO

passa por mudanças relevantes desde 2011

– período que antecedeu grandes eventos

sediados no país, como a Copa do Mundo

de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 – com

a adequação da infraestrutura de aeroportos.

As concessões à iniciativa privada e a

consequente entrada de novos players no

setor estão no centro dessa modernização, a

exemplo da empresa de consultoria e tecnologia

especializada na indústria aeroportuária,

BOA - Soluções para Aeroportos.

Já são seis rodadas de concessão até abril

deste ano, com a participação de operadores

aeroportuários nacionais e internacionais,

e suas novas ideias e maior capacidade de

trabalhar o importante serviço dos aeroportos

brasileiros. Preocupada em oferecer soluções

customizadas para os novos operadores, a

BOA - Soluções para Aeroportos diagnostica

situações existentes em complexos aeroportuários

e propõe estratégias de impacto

positivo no segmento.

"A BOA auxilia as empresas interessadas

nos ativos aeroportuários, tanto na fase

anterior aos leilões, quanto nas fases de

transição e de operação efetiva", explicam

os sócios-fundadores da empresa, Ângelo

Grossi e Edson Boldezan. Como exemplo,

eles continuam: "Analisamos a condição de

bens patrimoniais, observando e propondo

soluções para a infraestrutura de tecnologia

e sistemas em operação". De forma prática, a

atuação da consultoria está em consonância

com o movimento atual do mercado, com foco

na otimização dos processos operacionais

dos aeroportos, e funciona como um braço

especializado das empresas que entram nesse

setor. Esse trabalho garante ao passageiro e

demais usuários uma boa experiência nos

aeroportos sob nova gestão.

Segundo Thaís Strozzi, advogada com especialização

em Direito Público e em projetos

de concessão de infraestrutura, o planejamento

da transição e implantação de uma nova

administração aeroportuária é essencial para

o sucesso do projeto, com adequado mapeamento

e tratamento dos riscos operacionais,

jurídicos e regulatórios. “Contar com a expertise

de quem conhece o mercado nacional e o

cenário regulatório possibilita uma transição

e administração seguras, e não perde de vista

o conforto do passageiro e a excelência na

prestação do serviço.”


12 COLUNA

Rádio Vozes

contato@radiovozes.com

POR

Patricia

Palumbo

Ouvidos atentos

para 2021

Novos sons de músicos cariocas que

levam o baixo astral para bem longe

FOTO DIVULGAÇÃO

Nessa temporada que nunca termina pudemos ver de casa

alguns encontros interessantes. Fiquei especialmente

curiosa com uma leva de cariocas que fizeram lives em

escadas do prédio, apareceram em festivais independentes e

parecem produzir coletivamente com muito prazer. Alguns

já se lançaram solo e aparecem com novidades para 2021,

como Maria Luiza Jobim, que soltou nas redes há pouco

uma linda parceria com o pernambucano Otto. A canção se

chama “Farol” e o contraste entre as duas vozes deixa tudo

ainda mais bonito.

Há ainda muitos outros. Pedro Laureano estreia com a

produção do sempre excelente Pedro Sá (guitarrista de Gal

Costa e parceiro de Luana Carvalho) no disco “Esperas”. As

letras vão para além do comum e, ainda que filosofar seja

para o alemão, aqui as reflexões à beira mar caem muito

bem. Na canção que eu mais gosto, “Barco de Papel”,

aparece também Zé Ibarra – voz incrível que ouvi pela

primeira vez em uma live com a rainha do Instagram, Teresa

Cristina. Recentemente gravou dueto com Gal Costa

fazendo parte do novo álbum “Nenhuma Dor”, cantando

“Meu Bem Meu Mal”. Mas recomendo mesmo ouvir o single

“Vai Atrás da Vida Que Ela Te Espera”, um belo violão,

composição de Guilherme Lamounier que lembra aquele

Erasmo dos anos 1970.

Também presto atenção na voz de Chico Chico e nas suas

escolhas musicais. Timbre poderoso e devoto do que ele

chama da santíssima trindade: Melodia, Itamar e Macalé.

Seus trabalhos mais recentes são parcerias, dentro daquele

espírito coletivo que falei. Com Fran (Francisco Gil) ele

gravou “Onde?”, que tem no repertório a deliciosa “Veleiro

Azul”, música gravada por Luiz Melodia no disco Maravilhas

Contemporâneas, de 1976. E com João Mantuano acaba de

lançar um disco autoral.

Dora Morelenbaum lançou um belíssimo single no ano

passado em parceria com Tom Veloso e arranjo de seu pai,

Jacques Morelenbaum. Uma canção absolutamente linda

chamada “Dó a Dó”, que anuncia o disco que vem por aí.

Dona de uma voz impressionante, delicada e afinadíssima,

que dá vontade de ouvir mais.

Fazer música junto é uma marca dessa geração. E minha

última sugestão aqui é Júlia Mestre com a banda Gilsons,

trio formado por Francisco, João e José Gil, filhos de

Gilberto Gil. Lançaram juntos a canção “Índia”, uma delícia

com tempero baiano. Mais pop e odara ainda é “Deixa

Fluir”, com Gilsons e Big Up. É um som para ficar tudo joia

rara, para desencanar, para dançar levinho e deixar o baixo

astral longe daqui. Missão difícil para esses tempos, eu sei.

Mas tentar não custa nada!

ESCANEIE E OUÇA A PLAYLIST

BY PATRICIA PALUMBO NO

29HORAS PLAY

Fran e Chico Chico

PATRICIA PALUMBO é jornalista especializada em música, apresenta o programa "Vozes do Brasil" em rede nacional de rádio e é criadora da

Rádio Vozes. Baixe o app gratuito nas lojas digitais ou acesse www.radiovozes.com


13

GASTRONOMIA

Expansão que

começa por

João Pessoa

O estrelado chef e sushiman Jun

Sakamoto planeja abrir pelo menos dez

restaurantes em shoppings de algumas

das principais capitais do país nos

próximos cinco anos

Abaixo, chef Jun Sakamoto e, acima, unidade de seu restaurante em João Pessoa

FOTO DIVULGAÇÃO

POR KIKE MARTINS DA COSTA

O CHEF JUN SAKAMOTO, cujo restaurante é

de longe o melhor japonês de São Paulo

e detentor de uma estrela Michelin,

agora divide seu tempo entre a matriz

paulistana e um novo empreendimento,

que acaba de ser inaugurado em João

Pessoa. “Neste primeiro ano, a cada mês

estarei dois fins de semana na Paraíba

e, nos outros dois fins de semana, em

São Paulo. Não vendo comida, meu

negócio é vender uma experiência

completa”, explica o chef, conhecido

por seus sushis preparados com arroz

temperado no ponto e peixes frescos

meticulosamente cortados.

Instalada no 2º piso do Manaíra

Shopping, a “filial” paraibana tem cozinheiros,

maitres e garçons recrutados

na região e treinados pelo próprio Jun

e por algumas feras da afinada brigada

de seu restaurante paulistano, onde

a cozinha e o salão funcionam como

a precisão de um trem-bala nipônico.

E porque João Pessoa foi a cidade

escolhida para abrigar o primeiro

endereço de Jun fora de São Paulo? O

chef aposta no potencial gastronômico

da cidade, que a seu ver está se tornando

uma pérola do Nordeste. Além disso,

o restaurante terá acesso a excelentes

matérias-primas – os atuns da região

estão entre os melhores do mundo.

E muitos dos peixes consumidos em

cidades como Rio, São Paulo e Brasília

vem de lá, mas chegam à mesa não tão

frescos por causa da viagem que têm de

encarar antes de serem transformados

em sashimis e sushis.

A unidade paraibana é a primeira

de uma série de novas operações que o

chef nipo-paulistano pretende abrir nos

próximos anos, em São Paulo mesmo e

em cidades como Rio de Janeiro, Recife,

Goiânia e Curitiba. A formatação das

unidades desse negócio concebido

especialmente para shopping centers

começou em 2014, com a inauguração

do Junji, no Shopping Iguatemi SP.

Depois foi aprimorada com a abertura do

J1, em 2019, no Shopping Villa-Lobos.

“Esses restaurantes, assim como o de

João Pessoa, são versões mais descontraídas

da nossa matriz em São Paulo,

mas com o mesmo cuidado na escolha

dos ingredientes e preparo das receitas.

Para os próximos cinco anos, nosso

plano de expansão prevê a abertura de

pelo menos uma nova unidade a cada

semestre”, resume Jun, que passou os

últimos anos estudando as tendências

do varejo.

Pelo planejamento inicial, vários

restaurantes com as marcas Junji e J1

já deveriam estar em funcionamento

pelo país neste momento, mas o chef e

empreendedor foi surpreendido pela

pandemia e pelo forte impacto que ela

causou no setor de gastronomia.

A rede de restaurantes de shoppings

é seu projeto para o curto prazo. Para o

longo prazo, ele tem como meta transformar

seu antigo sonho em realidade:

reduzir sua participação nesses negócios

aqui no Brasil e se mandar para Nova

York, onde abrirá um micro-restaurante

com um pequeno balcão para poucos

e exclusivos clientes. “É assim que eu

quero encerrar a minha carreira: servindo

sequências de sushis para oito comensais

no almoço e mais oito no jantar. Só

isso”, finaliza o minimalista Sakamoto.

JUN SAKAMOTO

Avenida Gov. Flávio Ribeiro Coutinho, 805,

Manaíra, João Pessoa, tel. 83 3124-0963.


14 COLUNA

Bon vivant

georgeshenrifoz@gmail.com

POR

Georges

Henri Foz

FOTO DIVULGAÇÃO

Entregas prazerosas

Já que não podemos visitar nossos endereços

favoritos, nos resta descobrir a quem recorrer

para manter o paladar satisfeito em casa

É incrível como o paulistano adaptou o seu prazer de comer

bem e a curiosidade do seu paladar ao novo normal que essa

pandemia trouxe. A avaliação da refeição vai além da

qualidade da comida. Há agora um novo fator tão importante

chamado “entrega”. E essa entrega leva em conta não

somente a rapidez do serviço, mas também a apresentação e

a qualidade da embalagem.

É isso que irá determinar se podemos pôr a refeição

diretamente na mesa ou se a falta de estética irá pedir para

mudar o suporte, e se devemos ou não esquentar o pedido

que pode ter esfriado. Por isso, os restaurantes se esforçam

para garantir que clientes ora conquistados pela qualidade

não deixem de consumir por problemas relativos ao

delivery. Tanto que muitos estabelecimentos definem

rigorosamente, e com razão, o raio de entrega.

Aqui vão algumas boas sugestões para diversos estilos de

culinária que testei em casa nesse último mês. Todos

aprovados em ambos os critérios, qualidade de produto e de

delivery.

Começo pelo que me parece mais difícil de consumir em

casa: o churrasco. Não costumo pedir, mas os cortes que

melhor viajam são costela e cupim, isso é uma certeza. No

Lolla Meets Fire, no Itaim, essas carnes vêm defumadas,

com farofa e salsa creola ou abóbora e cebola na brasa. Por

falar em costela, dessa vez suína, a do Outback (aquela com

molho barbecue) também chega bem, mesmo de

madrugada.

Outra pedida que pede mais precaução são as massas,

que correm sério risco de passar do ponto. O Ristorantino,

nos Jardins, é o campeão. Entrega um Cacio & Pepe (a massa

é tonnarelli) de primeira e com ótima apresentação.

Entre os japoneses, gosto do Kenzo, na Liberdade, que já

elogiei em outra coluna, e tenho outra boa surpresa, o

Kosho, na Vila Nova Conceição. Além da qualidade, a

embalagem é muito boa e traz, por exemplo, um temaki

desmontado em compartimentos separados para você

montar em casa. Assim a alga não perde a crocância e os

sabores continuam distintos. Ainda trazem algo inovador:

os “Kosho box” (foto), são cinco opções de box com os pratos

desmontados que variam conforme a complexidade e o

nível de conhecimento do cliente, todos separados em

caixas com vários andares.

Para peixes e frutos do mar, o Rufino’s continua

imbatível. Tanto na qualidade quanto na embalagem

primorosa. O risoto de frutos do mar, o robalo no vinho

branco ao forno com legumes ou a tamarutaca à húngara

são excelentes. Conseguem até mandar aquele couvert

maravilhoso, tudo separadinho. Um luxo!

E falar de delivery sem falar em pizza ficaria incompleto,

né? Pois a minha melhor surpresa nessas semanas foi a Iza

Padaria Artesanal. Isso mesmo, a padeira premiada como a

melhor da cidade pela Veja SP. São discos individuais feitos

com farinha italiana e fermentação natural. Vá de marinara,

gorgonzola verano ou de berinjela com queijo de cabra.

Surpreendentes!

Para fechar essa coluna lembro que é importante levar

em conta a distância do restaurante até a sua casa... não

existe entrega milagrosa.

Bon appétit e até!

GEORGES HENRI FOZ é publicitário, restaurateur e empresário franco-brasileiro.


Casa de Vidro, no Morumbi,

onde está o acervo de Lina Bo Bardi.

À esquerda, a arquiteta.

FOTOS DIVULGAÇÃO

CULTURA

Arquiteta

da cidade

Lina Bo Bardi recebe Leão de

Ouro em homenagem a sua obra

na Bienal de Veneza

POR HELENA CARDOSO

ATIVISTA APAIXONADA pela natureza

moderna da cidade e com uma admiração

especial pela cultura popular, a

ítalo-brasileira Lina Bo Bardi fez história

produzindo uma arquitetura voltada

à coletividade. Não à toa agora ela é a

escolhida para receber a honraria desta

edição da 17ª Mostra Internacional de

Arquitetura de La Biennale di Venezia,

um dos grandes prêmios internacionais

de urbanismo.

Segundo Sol Camacho, arquiteta e

Diretora Cultural do Instituto Bardi,

não poderia ser diferente. “O tema desta

Bienal é ‘Como Viveremos Juntos?’ e Lina

nos ofereceu a resposta antes mesmo da

pergunta. Ela desenhou museus e teatros,

espaços que são puras definições do que

é convivência”, explica. Nas criações que

carregam a assinatura de Lina, seja no

vão-livre do MASP ou na comunicabilidade

dos corredores do Sesc Pompeia,

fica evidente a aposta arquitetônica em

dar lugar à “gente”, à manifestação e ao

encontro.

A nomeação póstuma, que foi divulgada

no Dia Internacional da Mulher deste ano,

é também um convite à reflexão sobre

a falta de reconhecimento da produção

feminina no século XX. “É muito significativo

que o primeiro prêmio internacional

de Lina só tenha vindo depois de sua

morte. Agora que ela não está mais aqui,

a homenagem só fará sentido se for usada

para evidenciar que as mulheres não são

reconhecidas, na arquitetura e em todas

as outras áreas”, comenta Camacho, que

foi uma das escolhidas para acompanhar

a cerimônia de premiação e receber em

mãos o Leão de Ouro.

Devido à pandemia, essa será a primeira

vez que a Bienal acontece virtualmente

para o público. O projeto da mostra poderá

ser acompanhado ao longo do mês de

abril por meio de transmissões ao vivo nas

redes sociais e no site oficial da premiação.

A cerimônia presencial de entrega dos

prêmios está prevista para 22 de maio.

O Brasil não ficará de fora da celebração

e o Instituto Bardi planeja para julho uma

exposição inédita. “Queremos fazer um

projeto colaborativo que reúna arquitetos e

profissionais de outras disciplinas, usando

como fio condutor a ideia de viver juntos,

que é o tema da Bienal”, diz a arquiteta.

A ideia é que a futura mostra ocorra

no jardim da Casa de Vidro, no Morumbi,

em São Paulo – primeira criação de Lina,

onde ela morou por quatro décadas e onde

hoje se encontra seu acervo profissional.

Nenhum trabalho já conhecido está entre

as escolhas da curadoria e a inovação será

protagonista: “Nós queremos apresentações,

instalações, intervenções, ir para

além do clássico, do usual. Assim é a obra

de Lina”, finaliza.


16 COLUNA

Sustentabilidade

Igualdade e equidade

Com enormes índices de desigualdade social e

racial no Brasil, é necessário ir além

POR

Chiara

Gadaleta

@chiaragadaleta

FOTO DIVULGAÇÃO

Enquanto igualdade é relativo ao mesmo tratamento para

todos os membros de um determinado grupo de pessoas,

equidade significa a promoção de oportunidades iguais,

considerando a diferença entre as pessoas. Em um país

onde a desigualdade social e racial é enorme, não basta

aplicar a igualdade, é preciso levar em conta os privilégios.

Ou melhor, a falta deles.

Em tempos de sustentabilidade e de "Environment,

Social and Governance" (ESG), o fator social tem ganhado

protagonismo e, com esse movimento de conscientização,

as corporações começam a entender o seu papel na

formação de oportunidades iguais para pessoas diferentes.

Assim, a equidade, principalmente racial, social e de gênero,

passa a fazer parte do vocabulário das empresas conectadas

com os novos tempos.

Os setores de moda e beleza começam a se movimentar

nesse sentido e entender sua vocação em espalhar as

mensagens corretas sobre a sustentabilidade em seus quatro

pilares: ambiental, social, cultural e econômico. Marcas de

moda passam a valorizar diferentes corpos, e modelos

negros ganham mais espaço em desfiles, catálogos,

editoriais e capas de revistas. E na beleza, há mais cosméticos

para os diversos tipos de pele e cabelo.

Além das características dos produtos, as empresas

começam a se preocupar com a conscientização e letramento

de seus colaboradores em sua cadeia de valor, e procuram

fazer treinamentos no que diz respeito à equidade dentro de

suas fábricas e escritórios.

O Conselho de Designers de Moda da América (CFDA) e o

PVH Corp – grupo detentor de grandes marcas como Calvin

Klein, Tommy Hilfiger, entre outras –recentemente lançou o

relatório “State of Diversity, Equity & Inclusion in Fashion”.

Trata-se de recomendações para que a indústria americana

se torne mais representativa e equitativa em sua força de

trabalho, capacitação de talentos e base de consumidores.

Ainda nos EUA, foi criado o Black Fashion Council

– conselho que garante a representatividade de pessoas

negras na indústria da moda e beleza, com forças de

trabalho em todos os níveis. Sugerem planos de treinamento,

em que colaboradores iniciantes negros trabalham lado a

lado com altos executivos, que assumem um papel de

mentores e aliados na conquista de espaço. Grandes marcas

como GAP, Reformation, Saks Fifth Avenue e L’Oreal fazem

parte do grupo.

No Brasil também vemos esforços nessa direção. O SPFW,

maior evento de moda do país, instituiu em sua última

edição a cota racial obrigatória de 50% para negros,

afrodescendentes ou indígenas em todos os desfiles.

O Boticário, empresa signatária da Rede Brasil do Pacto

Global, lançou no fim do ano passado uma agenda de

compromissos antirracistas, para que todas as pessoas se

sintam representadas. Criaram metas claras e específicas

sobre capacitação de colaboradores negros para ocuparem

cargos de liderança até 2023.

Na outra ponta, consumidores estão cada vez mais

atentos aos produtos que compram e às práticas e aos

posicionamento das empresas que os vendem. Ainda há um

longo caminho a ser percorrido, mas avançamos rumo a

mercados de moda, beleza e design mais inclusivos,

diversos e que priorizem a equidade.

Sigamos juntes!

CHIARA GADALETA é fundadora do Movimento Ecoera e embaixadora do Pacto Global da ONU.


Novos tempos, novas regras

5a EDIÇÃO

26 MAIO

ÀS 9H30

CONFERÊNCIA

ONLINE

GRATUITA

Realização

Parceria Mídia

Co-Produção


18 HORA H

FOTOS DIVULGAÇÃO

Vinhos da linha 22 Tarsila.

Abaixo, sobrinha-neta da

artista entrega livros de arte

em escolas

BEBIDAS

Vinhos modernistas

Em parceria com a família de Tarsila do Amaral, marca apresenta rótulos

com obras da artista

POR PAULA CALÇADE

DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA o vinho tem

forte presença na casa dos brasileiros.

Uma pesquisa realizada pela Associação

Brasileira de Sommeliers do Rio

Grande do Sul (ABS-RS) identificou

um aumento de 86% no consumo da

bebida entre meses de 2020, com foco

nas produções nacionais, que ficaram

em evidência por causa da alta do dólar.

Nesse contexto, a marca Vinho 22 lançou

a linha 22 Tarsila – rótulos com obras

de Tarsila do Amaral – em parceria com

a sobrinha-neta da artista.

Com a proposta de democratizar o

acesso a itens que costumam ser mais

elitizados, como vinhos e obras de arte,

cada garrafa vem com um quadro da

pintora modernista. “O casamento foi

perfeito, unimos um produto que tem

tudo a ver com arte, com uma artista que

era também uma grande apreciadora

de vinho, e a ideia vai ao encontro do

principal esforço da Tarsilinha: introduzir

o trabalho de sua tia-avó às gerações

mais jovens”, conta Rodrigo França,

co-fundador da Ohca (holding da qual

a Vinho 22 faz parte).

Obras como “Abaporu”, “A Lua” e

“Antropofagia” estampam vinhos de

uvas também populares como Merlot,

Pinot Noir e Chardonnay, à venda no site

da marca. “As garrafas vêm com um QR

Code para as pessoas saberem mais sobre

os quadros. É uma maneira mais leve

de conhecerem as obras e interagirem

com elas”, diz Tarsilinha do Amaral.

Em 2022 fará 100 anos da Semana

de Arte Moderna. O modernismo foi

um movimento cultural que promoveu

uma quebra de padrões anteriores, para

valorizar a liberdade de estilo e a aproximação

com a realidade. “Acreditamos

que a Tarsila, um dos grandes nomes

do movimento, conseguiu fazer com a

arte exatamente aquilo que buscamos

provocar no universo dos vinhos”,

destaca Rodrigo.

Além da parceria com a Vinho 22,

a sobrinha-neta da artista perpetua a

obra de Tarsila do Amaral por meio de

trabalhos sociais. Tarsilinha tem uma

parceria com a ONG Pipa Social, no

Rio de Janeiro, que auxilia pessoas que

moram em comunidades a entrarem

no mercado de trabalho por meio do

artesanato – rendeiras reproduzem as

obras da artista em bordados.

Em escolas, ela palestra há 20 anos

para o público infantil. “Em seus quadros,

Tarsila traz cores, visuais muito agradáveis

e fáceis de serem entendidos. É até

uma porta de entrada para que crianças

estudem outros artistas. Eu acredito

que acontecerá mais situações como

essa com jovens adultos por causa dos

vinhos”, finaliza Tarsilinha.


www.procoletivo.com.br COLUNA 23

Mobilidade

POR

Pro

Coletivo

O PRO COLETIVO ajuda as pessoas a aproveitar a vida se locomovendo de forma inteligente.


20 CAPA


21

A ARTE DE

fazer acontecer

PRESIDENTE DO CONSELHO DO MAGAZINE LUIZA, UMA DAS MAIORES

REDES DO SETOR VAREJISTA, LUIZA HELENA TRAJANO FALA DE SUA

LUTA PELA VACINA E DE SEU PROPÓSITO DE TRANSFORMAR O BRASIL

POR CHANTAL BRISSAC

FOTO @ANGELAREZEFOTOGRAFIA

"EU SOU SUPERNORMAL, meu prato preferido é arroz com feijão

e macarrão, e nunca fui viciada em ginástica”, ri Luiza Helena

Trajano durante uma conversa pelo Zoom. Um café virtual

em que essa mulher simples e carismática, presidente do

Conselho de Administração do Magazine Luiza, falou de sua

rotina, de sua história e de seus sonhos.

Luiza Helena confessa ter sorte de precisar dormir pouco –

vai para cama tarde da noite e acorda às 5h da manhã –, pois

consegue dar conta de tanta coisa no dia. E ela realmente não

para. Fez mais de 400 lives desde o início da pandemia, entre

elas entrevistas para o IDV, Instituto para Desenvolvimento

do Varejo, com o intuito de estimular as pequenas e médias

empresas neste momento.

Não é mulher de uma causa só. Parceira do Sebrae desde

1980, conselheira em diversas entidades do terceiro setor e em

empresas, ela fundou em 2013 o grupo Mulheres do Brasil para

estimular a luta feminina por um país mais justo. “A gente não

é partidária, a gente não é contra o homem e a gente não quer

inventar a roda. Apoiamos o que já existe, queremos dar voz

às mulheres e reduzir a desigualdade feminina em postos na

política e nas empresas, entre várias outras questões”, explica.


22 CAPA

FOTO DIVULGAÇÃO

O grupo, hoje com 83 mil mulheres

em mais de 150 cidades, apoia 21 causas.

“Temos líderes de bairros na periferia,

gente trabalhando pela educação, contra

a violência, pela saúde, pela igualdade

racial, em muitos projetos. A gente quer

ser o maior grupo político apartidário

do Brasil.”

No primeiro encontro aberto do grupo

neste ano, no dia 2 de março, Luiza

falou para mais de 1.200 pessoas sobre

o movimento "Unidos pela Vacina".

“Estamos em um trabalho 360 graus

com a vacina, porque agora não adianta

falar mal do governo, o brasileiro precisa

parar de morrer e a economia precisa

voltar; nosso objetivo é vacinar todos

os brasileiros até setembro.”

Articulando junto a empresários e

executivos como Paulo Kakinoff, dacomapnia

aérea Gol, e Walter Schalka,

da indústria de papel e celulose Suzano,

Luiza conseguiu aviões e outros recursos

para otimizar a logística dessa megaoperação.

“Só a união de todos é que vai

conseguir fazer isso: o poder federal,

o estadual, o municipal, a sociedade

civil, os empresários e o terceiro setor.

O inimigo é um vírus que está aí e não

vai embora, e que veio para mexer com

a nossa impotência e incompetência.”

Crescimento expressivo

Outra luta de Luiza é a geração de

emprego. Logo no início da pandemia,

a empresária idealizou com outros líderes

o movimento “Não Demita”, e criou a

“Parceiro Magalu”, plataforma digital

que ajuda micro e pequenos varejistas

e autônomos a tocar seus negócios.

Durante a crise sanitária, o Magalu,

hoje com mais de mil lojas físicas, contratou

mais de quatro mil funcionários,

comprou seis empresas e cresceu 73% no

seu e-commerce. Segundo levantamento

recente feito pela Trading Plataforms, a

rede está entre as 25 maiores varejistas

do mundo.

A empresária atribui o sucesso ao

fato de que o Magazine Luiza já vem

trilhando há anos o caminho digital,

além de manter um crescimento consistente

e sustentável. Desde 1992 a

companhia investe em inovação e tecnologia.

Naquela época, o diferencial era

o cliente ir à loja e poder comprar pelo

computador, com o auxílio do vendedor,

os produtos que não estavam expostos

nas gôndolas.

Mãe de três filhos – Frederico, que

é CEO da companhia desde 2016,

Ana Luiza, chef de cozinha e ativista

assumida da gastronomia brasileira, e

Luciana, pedagoga –, Luiza conta que

gerar emprego é um grande prazer da

família. “Quando comprou a primeira

lojinha, em 1957, a minha tia (Luiza

Trajano Donato, fundadora da Magazine

Luiza) não tinha nem dinheiro para

pagar a prestação direito, mas a intenção

era gerar emprego para a família e para

a comunidade, fazer o bem para as

pessoas. Esse sempre foi o nosso forte,

o dinheiro é a consequência.”


23

FOTO @ANGELAREZEFOTOGRAFIA

Segundo a filha Ana Luiza, que fundou

o IBAG, Instituto Brasil a Gosto, a importância

de ter um propósito é o que ela

aprendeu de mais valioso com a mãe:

"Ela nos ensinou que a gente precisa fazer

coisas que a gente ama, e interligadas

com um propósito e um legado maior, ou

seja, que o que a gente faça transforme

e engrandeça o mundo".

Na outra

página,

Luiza Helena

Trajano

no Fórum

Econômico

Mundial.

Acima, com

o grupo

Mulheres do

Brasil. Ao

lado, infância

em Franca

e, abaixo, a

empresária

com a filha

e chef, Ana

Luiza

FOTOS ARQUIVO PESSOAL

Foco nas soluções

Nascida e criada na cidade de Franca, no

interior de São Paulo, Luiza começou a

trabalhar aos 12 anos como balconista

na loja da tia, para ganhar dinheiro e

poder dar presentes para as pessoas.

“Tenho o maior orgulho de ser de Franca,

onde tive uma infância de interior, com

muita liberdade para brincar e fazer as

coisas”, diz, com seu gostoso sotaque

preservado.

Aos seis anos, Luizinha, como até hoje

é conhecida na cidade, já caminhava

sozinha até a escola e andava de ônibus.

Filha única, afirma que teve duas mães:

"Minha tia, uma grande empreendedora,

e minha mãe, uma mulher com uma

inteligência emocional incrível, que me

educou para buscar soluções, resolver

as coisas".

Deu certo. Intensa e incansável desde

sempre, ela foi líder entre os colegas,

representante de classe e, aos 17 anos,

conquistou seu primeiro emprego na

loja. Formada em Direito, passou por

todos os setores até ser convidada pela

tia, em 1991, a assumir o comando da

empresa, que elevou a partir daí a um

novo patamar, investindo em inovação,

tecnologia e gestão horizontal, com foco

nos valores humanos e na comunicação.

“A gente tem vários rituais ligados ao

respeito, à autonomia e à igualdade de

oportunidades na empresa. Para nós, as

pessoas estão em primeiro lugar”, diz

Luiza, lembrando que há 22 anos o hino

nacional é cantado pelos funcionários

todas as segundas-feiras de manhã.


24 CAPA

Luiza Helena em

convenção com

Pedro Bial, no Teatro

Santander. Abaixo,

em evento do

Mulheres do Brasil

e, na outra página, o

grupo em manifestação

contra a

violência doméstica

e o feminicídio

FOTO @ANGELAREZEFOTOGRAFIA

FOTO @ANGELAREZEFOTOGRAFIA


25

FOTO @ANGELAREZEFOTOGRAFIA

Correção de desigualdades

E há 22 anos o Magalu está entre as cinco

melhores empresas para trabalhar no

Brasil. Ela incorporou na companhia a

pauta de causas sociais, a favor da mulher

e da diversidade. Fez uma campanha

contra violência doméstica, “Eu meto

a colher sim”, e colocou uma linha para

denúncias dentro da empresa, além

de determinar cota para contratações

de mulheres que foram vítimas desse

crime. Em setembro de 2020, lançou

um programa para trainees negros que

causou polêmica na internet. Luiza

segue quebrando paradigmas e fazendo

o que precisa ser feito: "A gente tem que

assumir papéis e saber que não vamos

agradar todo mundo".

“O projeto foi feito pelo Frederico

e a equipe dele, e em um final de

semana fomos apedrejados. Mas depois

as pessoas nos deram muito apoio, ele

ficou emocionado de receber gente do

Brasil inteiro formada em faculdade

federal e estadual e com alto nível de

comunicação, de resiliência e de maturidade

emocional, e ganhando 40%

menos do que merecia ou até desempregada."

Vinte mil pessoas se inscreveram

e vinte foram contratadas. “O objetivo

era acertar uma defasagem no nosso

quadro”, ela explica. Entre os cerca de

35 mil funcionários da empresa, 53%

são pretos e pardos, mas apenas 16%

deles ocupam cargos de liderança.

“As cotas são um processo transitório

para acertar uma desigualdade, porque

senão a gente vai levar 130 anos, ou

muito mais do que isso, para ajustar esse

problema. Os 390 anos de escravidão

e a abolição muito ruim deixaram um

legado triste.” Seu sonho agora é criar

um programa para admitir pessoas

acima de 50 anos. “Tanta gente com

experiência, conhecimento e vontade

para trabalhar, acredito nessa mistura

de idades e na diversidade.”

Luiza é prática, direta e assertiva. “Não

fico intelectualizando, eu sento e faço.”

Por isso é clara para dizer, mais uma

vez, que não quer se candidatar a cargos

políticos, muito menos à presidência do

país, como tem sido especulado. “Jamais

pensei nisso e nunca me filiei a partido

político algum. Nunca falo ‘dessa água

eu não bebo’, mas não tem sentido isso

agora nesse momento.”

Assumida apaixonada pelo Brasil,

ela já faz política com seu Mulheres

do Brasil e tem uma incrível facilidade

de articulação: "Eu tenho esse lado

positivo, quando ligo para os políticos

para falar de vacina, em dois minutos

eles me atendem".

Para 2022, o grupo começou uma

campanha muito forte, para aumentar

os 12% de mulheres na política. “É

importante abrir essas portas, estamos

muito defasadas! Acredito que qualquer

nação muda quando a sociedade civil se

organiza e envolve as pessoas a entrarem

em movimentos apartidários e que

tenham como bandeira a evolução do

país.”


Diversão off-road

para todas as idades

Mini Moto Infantil

Ferinha 49 cc

A partir de R$ 3.190,00

Mini moto off-road indicada para crianças de 4 a 7 anos

Câmbio automático

Suspensão invertida

Freio a disco

Quadriciclo Infantil

Thor 90 cc

A partir de R$ 7.500,00

Mini quadriciclo off-road indicado para crianças de 5 a 8 anos

Freio a disco

Partida elétrica

Câmbio automático

Bicicleta Infantil de Equilíbrio Elétrica

Mini E-biker MXF

A partir de R$ 3.300,00

Versões com aros de 12” e 16”

Motores com 80W e 150W

Botão de segurança

Garfo dianteiro estilo BMX

Quadriciclo Adulto

Force 200

Câmbio automático

Painel digital

Partida elétrica

Rodas de liga leve

A partir de R$ 17.000,00

Para maiores informações:

www.tieteadventuresports.com.br

Revendedor Oficial


ESPECIAL

Empreendedorismo

DIGITALIZAÇÃO

Investimento em e-commerce e em boa

perfomance nas redes sociais são

estratégias de pequenos e grandes

empresários na pandemia.

FOTO GETTY IMAGES

IMPACTO NO PIB

Empreendedorismo já

representa 30% da economia

pág. 28

NEGÓCIOS ANTI COVID

Marcas vendem soluções para

evitar contaminação

pág. 29

MARCAS ONLINE

A transformação digital dos

pequenos empresários

pág. 30

NOVAS IDEIAS

Inovação é a chave dos

grandes negócios

pág. 32


28 ESPECIAL Empreendedorismo

FOTO GETTY IMAGES

ononnononononono

Resposta

à crise

Em meio às incertezas causadas pela

pandemia, o empreendedorismo

cresce e já representa fatia

significativa da economia do país

POR PAULA CALÇADE

O BRASIL REGISTROU, em 2020, um recorde

histórico na abertura de novas empresas

e encerrou o ano com quase 20 milhões

de negócios ativos. Por causa da alta no

desemprego, os grandes destaques foram os

microempreendedores individuais (MEI).

Segundo o Ministério da Economia, houve

o registro de 2,6 milhões de MEI no ano

passado, representando um aumento de

8,4% em relação a 2019. Nesse cenário,

o empreendedorismo já equivale a 30%

do PIB do país.

Setores como comércio varejista, cabeleireiros,

manicure, obras de alvenaria e restaurantes

foram as atividades econômicas

mais exploradas pelas empresas abertas em

2020. “Essas pequenas empresas representam

hoje 56,7% de todo setor empresarial

do Brasil”, afirma César Rissete, Gerente

de Competitividade do Sebrae Nacional.

A crise causada pela pandemia da

Covid-19 exige dos potenciais empreendedores

ou daqueles que já possuem um

pequeno negócio uma atenção redobrada

sobre pontos importantes na gestão,

principalmente no que diz respeito ao

planejamento financeiro. “Outro cuidado

primordial nesse momento em que muitas

cidades voltaram a enfrentar a situação de

lockdown é o processo de transformação

digital. As vendas online dispararam em

2020, nesse aspecto, quem já estava investindo

na presença digital sentiu menos os

impactos da crise.”

De acordo com César Rissete, uma

das principais recomendações do Sebrae

é que os donos de pequenos negócios

busquem a inovação como forma de

driblar a queda na receita. “Desde o início

da pandemia, temos visto empresas que

incorporaram o modelo de entregas, ampliaram

sua presença nas redes sociais

ou até mesmo mudaram completamente

o seu modelo de negócio para aproveitar

oportunidades e melhorar o nível de

competitividade”, finaliza.


29

Criatividade

contra o vírus

Marcas de diferentes segmentos apresentam soluções inovadoras

para reduzir a contaminação pela Covid-19

Ao lado, máscara da

Lupo e acima, Face

Shield feito com

garrafa PET

FOTOS DIVULGAÇÃO

A PANDEMIA FEZ NASCER uma série de

produtos e serviços, criando nichos de

mercado para empresas de variados

ramos e startups com soluções voltadas

ao combate do coronavírus. Muitas

dessas ideias não perduraram ao longo

do ano de enfrentamento ao vírus. Outras

inovações, porém, fizeram sucesso e já

são produtos que fazem parte da rotina

das pessoas graças ao empreendedorismo

de marcas.

Ao lado, máscara

da Lupo e, acima,

Face Shield feito com

garrafa PET

Ao entrar em um táxi ou carro de

aplicativo, como Uber, já não espanta

a presença de uma capa que separa o

motorista do passageiro. A Toyota desenvolveu

uma cabine separadora, feita

de filme PVC cristal, para os modelos

Etios, Yaris e Corolla – disponível nas

concessionárias. Cada separador foi

desenhado exclusivamente para cada

modelo, levando em consideração as

dimensões internas do veículo.

Marcas de roupa correram para

apresentar soluções que reduzissem

a contaminação em máscaras e outras

vestimentas. A Lupo desenvolveu uma

linha com a tecnologia Amni Virus-Bac

OFF, na qual os produtos são feitos com

fio de poliamida antiviral e antibacteriano

com efeito permanente. Além

de máscaras de pano, a marca apresenta

meias e roupas esportivas com o

mesmo tecido. É importante ressaltar,

entretanto, que essa linha não recebeu

certificação da Agência Nacional de

Vigilância Sanitária (Anvisa), porque

ela é necessária apenas no caso de itens

para uso médico e hospitalar.

Já a Ambev, em parceria com a startup

Bizsys, fabricou 3 milhões de máscaras

do tipo face shield, que cobrem o rosto

todo, e doou para profissionais de saúde

do país em 2020. A matéria-prima para

a produção dos protetores foi o PET,

mesmo material utilizado nas embalagens

de Guaraná Antarctica. Os equipamentos

contaram com a avaliação técnica

do Inova USP - o Centro de Inovação da

Universidade de São Paulo. P.C.


30 ESPECIAL Empreendedorismo

Conexão

estratégica

Neste momento de distanciamento social,

micro e pequenas empresas investem no

reforço de sua presença online

ILUSTRAÇÃO GETTY IMAGES E FOTO DIVULGAÇÃO

POR HELENA CARDOSO

SE A IDEIA DE

EMPREENDER

na internet

era apenas

uma possibilidade,

em 2020

ela se tornou praticamente

uma exigência

do mercado. Com o fechamento de lojas

físicas de comércios e serviços, a reinvenção

online foi o caminho para empreendimentos

se manterem na ativa. Segundo o Índice de

Transformação Digital da Dell Technologies

2020, cerca de 87,5% das empresas instaladas

no Brasil desenvolveram pelo menos

uma iniciativa voltada à transformação

digital no ano passado. Essa demanda é

ainda mais urgente para os donos de micro

e pequenas empresas.

Em junho de 2020, 50% dos pequenos

empresários brasileiros venderam seus

produtos e serviços online pela primeira

vez por causa da pandemia. Foi o que

apontou a pesquisa “Visa Back To Business

Study - 2021 Outlook”. Não à toa, cresceu o

interesse em cursos de formação com foco

em imersão digital. A adesão aos workshops

virtuais oferecidos pelo Sebrae alcançou a

marca histórica de 2 milhões de inscritos

nos últimos meses. A maior procura foi

por conteúdos sobre Marketing Digital

e gestão financeira.

Para Sandra Turchi, especialista em

transformação digital e coordenadora do

curso de Marketing Digital da ESPM, o

online não é uma tendência, mas uma

realidade. “Nós estamos vivendo a transição

para a internet há mais de 25 anos

no Brasil, por isso as empresas que ainda

não se inseriram nessa lógica já saem

perdendo”, comenta.

Aos microempresários, Turchi

aconselha não se intimidar pelas

grandes empresas. “Se você fizer um

bom trabalho, a sua empresa pode

aparecer até em pé de igualdade com

uma grande companhia que não tem

uma presença digital tão estratégica”,

explica. Quanto ao futuro, ela pontua:

“O digital age na retaguarda, conectando

sua empresa a outras. Na época

pós-Covid, a inserção digital se tornou

uma obrigação”. Conheça cases:


31

FOTOS DIVULGAÇÃO

Fisioterapia virtual

Na outra página,

Sandra Turchi.

Acima, acompanhamento

da

Person@ll e óculos

da Zerezes

“Com a pandemia, nosso público, que

era idoso, não tinha como sair de casa, mas

também não podia parar o tratamento.

Então fechamos nossa academia em Fortaleza

e migramos 100% para o digital”,

afirma Helder Montenegro, fisioterapeuta

e gestor da Person@ll. Hoje, a plataforma

de teleatendimento oferece salas online

e material de treinamento didático a

fisioterapeutas franqueados de todo o

país. Para Helder, a franquia é promessa

para o futuro. “O teleatendimento abre

caminho para uma medicina social. Graças

a ela, a saúde pode chegar aos locais mais

remotos e inimagináveis, e alcançar cada

vez mais pessoas”, diz.

Festa por delivery

Ótica à distância

“Migramos tudo para o digital, desde

o controle do estoque até a venda em si”,

conta Rodrigo Latini, sócio-fundador e

CEO da ótica Zerezes. A start-up de óculos

fundada em 2012 viu o e-commerce

crescer 400% em 2020. “Nós sabemos

que escolher uma lente de grau é um

processo demorado, então simplificamos a

compra em três cliques. Os únicos passos

são escolher a lente, selecionar o grau e

finalizar o pedido”, explica Latini. São 80

dias de prazo para teste e devolução, e o

frete ainda é grátis.

Basta uma ligação para receber em casa

um kit contendo todos os itens essenciais

para uma pequena festa. Tudo cabe dentro

de uma caixa. “Com o setor de eventos

parado, a saída foram as comemorações

em casa”, explica Juliana Rodighero, que

está à frente da empresa de decoração de

eventos Jeito Único. O serviço começou em

abril de 2020. Todo o processo é virtual,

desde a contratação da festa até o pagamento,

em bancos digitais. “Eu desenho

o projeto do zero a partir de fotos que os

clientes me mandam pelo Whatsapp.

É assim que eu conheço o espaço que

tenho para trabalhar, já que não posso

visitá-lo”, explica.


32 ESPECIAL Empreendedorismo

FOTOS DIVULGAÇÃO

Reinvenção

para se

manter

grande

Empresas conhecidas apostam em

novos negócios para inibir possíveis

perdas

POR PAULA CALÇADE

NO RELATÓRIO “Tendências & Previsões

de Mídia 2021”, lançado no final do ano

passado, a Kantar Ibope Media sinalizou

que as marcas deveriam se engajar em

causas para não ter sua credibilidade

colocada em xeque neste momento.

“Surgiu a necessidade de olhar com

mais empatia para os consumidores e

entender melhor as pessoas”, diz Miguel

Vils, Gerente de Atendimento da Kantar.

Algumas empresas rapidamente

identificaram os novos anseios e desejos

dos consumidores e muitas delas conseguiram

não só se adaptar, mas atender as

novas demandas. Notando a necessidade

de conveniência, conexão e personalização,

ou mesmo a valorização da

pausa para um café de qualidade mesmo

em distanciamento social, a Starbucks

anunciou em 2020 a abertura de uma

loja Drive-Thru no Brasil, localizada na

Rodovia Dutra, principal estrada que

liga São Paulo ao Rio de Janeiro.

Já o Mercado Livre encerrou o ano

se mantendo na liderança do e-commerce

brasileiro, com crescimento de

120% de receita líquida – tudo graças à

agilidade nas adaptações. “Antecipamos

para abril o lançamento de nossa área

de Supermercados, que estava previsto

para o segundo semestre de 2020, com o

objetivo de manter as pessoas abastecidas

com itens de primeira necessidade”,

afirma Fernando Yunes, presidente do

Mercado Livre no Brasil. E os resultados

vieram, a marca registrou o aumento de

700% no número de produtos vendidos

nas categorias de alimentos e bebidas

da plataforma.

No setor de moda e beleza, o poder

de rápida digitalização consolidou as

grandes marcas. Por ser digitalmente

nativa, a Amaro percebeu vantagens

para atravessar a pandemia. “Mesmo

assim foi preciso repensar desde a comunicação

até canais de venda e oferta

de produtos”, conta Dominique Oliver,

CEO e fundador. Em 2020, a loja trouxe

outras marcas de bem-estar e casa para

seu e-commerce, com o objetivo de

apresentar um portfólio mais completo.

“Além disso, fechamos todas as unidades

físicas, e 1 a cada 4 vendas da empresa

vinham das Guides Shop. Por isso, a

primeira ação foi implantar, rapidamente,

uma nova frente de atendimento pelo

Whatsapp. Brincamos que da porta para

fora, somos uma marca de lifestyle, e

da porta para dentro, uma empresa de

tecnologia”, finaliza.

Acima, drive thru

da Starbucks na

Rodovia Dutra. Abaixo,

Fernando Yunes,

presidente do Mercado

Livre no Brasil, e

Domique Oliver, CEO

da Amaro


Ajude a Santa Casa de SP na guerra ao coronavírus. É muito simples participar: cadastre

seu cartão de crédito em nossa plataforma e todas as compras realizadas terão o valor

arredondado para que a diferença seja doada à Santa Casa de SP. Por exemplo: caso realize

uma compra no valor de R$ 15,50, o sistema arredonda a cobrança para R$ 16,00 e os

R$ 0,50 a mais serão doados automaticamente para nossa instituição. Os valores

acrescidos nunca passam de R$ 0,99 por compra. Junte-se à Santa Casa de SP nessa

guerra: seus centavos salvam vidas.


34 VIAGEM

Sal para

se inspirar

Com desertos e praias de pedras

vulcânicas, a Ilha do Sal, em Cabo Verde,

está aberta aos brasileiros

TEXTO E FOTOS POR ANELISE ZANONI

ASSIM QUE O COMANDANTE anuncia a preparação

para o pouso na Ilha do Sal,

em Cabo Verde, duas lindas visões

aparecem através da janela do avião.

Do lado esquerdo, surge um vulcão

parecido com a cratera da lua e que

domina a paisagem da Ilha do Fogo. Do

lado direito, o mar azul no horizonte.

A vista do alto resume rapidamente a

beleza do país africano formado por

um arquipélago de dez ilhas. A Ilha do

Sal é um dos destinos africanos abertos

aos brasileiros desde outubro de 2020.

Por enquanto, há poucos voos e a

entrada exige testes de anticorpos negativos

para SARS-CoV-2, além do

PCR, de acordo com a Embaixada do

Brasil no país. Enquanto os voos vão se

restabelecendo, não custa sonhar com

a ilha e se planejar.

Fala-se português por lá e, no pequeno

território de 30 km de comprimento

e 12 km de largura, estão paisagens

contrastantes: desertos com praias de

pedras vulcânicas e salinas branquinhas.

Para chegar aos atrativos turísticos não é

difícil, já que a maior parte das estradas

é asfaltada.

Um dos principais pontos turísticos

é a Praia de Santa Maria, onde estão os

melhores hotéis, geralmente de redes

internacionais. Eles decidiram se instalar

nessa região porque, além do mar azul,

há lojas, restaurantes e uma praia com

areia dourada.

Para quem gosta de aventura, o Shark

Bay é um passeio popular. Como o

próprio nome diz, a Baía dos Tubarões

tem diversas espécies pequenas

nadando pertinho da orla. De acordo

com os moradores, o local é seguro

para uma visita e costuma atrair muitos

turistas.

Na terra de contrastes de Cabo

Verde, um dos passeios mais lindos

fica na Buracona. É um parque com

uma grande rocha vulcânica esculpida

pelo tempo e pelo mar. No encontro

com a água salgada nasceram piscinas

naturais e um grande buraco, o Olho

Azul, onde é possível ver o azul intenso

da água nas manhãs ensolaradas.

Ao norte da ilha, há ainda as Salinas

de Pedra Lume, que lembram um grande

deserto.

Luxo e all inclusive

As redes hoteleiras internacionais

descobriram a Ilha do Sal há pouco

tempo e aproveitaram a beleza do destino

para investir em hospedagens completas,

o que tem atraído principalmente

europeus. Este ano, incorporaram rígidos

protocolos que incluem sanitização de

espaços, uso constante de máscara e

distanciamento para garantir a segurança

dos viajantes. Com a aceleração

da vacina contra a Covid-19 na Europa,

ingleses, portugueses, italianos, alemães


35

Na outra página e à esquerda,

rocha vulcânica Buracona.

Abaixo, Praia da Ponta Preta

e Salinas de Pedra Lume

e espanhóis devem retornar mais rápido

ao destino.

Boa parte das acomodações da ilha

ficam na praia de Santa Maria. Hotéis

pé na areia são comuns e muitos deles

têm programas de meia pensão ou all

inclusive, como é o caso do Hilton Cabo

Verde Sal, que tem diárias a partir de

R$ 1.100 por casal. Com dormitórios

amplos, muitos deles com varanda e

charmosas banheiras, o resort criou

ambientação natural com palmeiras,

grama verdinha e uma enorme piscina

com fundo de pedras, que dá a impressão

de um lago no coração do hotel. A

piscina é cercada por espreguiçadeiras

e tendas balinesas que incluem serviço

exclusivo com drinques e petiscos.

Pertinho dali, a rede de hotéis Oásis

tem dois empreendimentos. O Salinas

Sea é o maior e conta com 338 quartos

com varanda e vista para o mar, piscina e

jardim. O lugar tem sistema all inclusive

e restaurante na beira da praia com buffet

e grelhados. Um pouco mais simples, o

Belorizonte tem 166 bungalôs superiores

e 202 quartos standard, alguns com

varanda. O hotel tem piscina e quadra

de tênis.

Queridinha dos brasileiros, a rede de

hotéis espanhola Riu também está na

ilha. São três opções e todas contam com

all inclusive e programação cultural. O

Riu Cabo Verde é exclusivo para adultos

e, ao lado, está o Riu Funana, que tem

ampla programação de entretenimento

para famílias com crianças e três restaurantes

temáticos. E recém-inaugurado,

o Palace Santa Maria promete levar luxo

para a ilha: tem centro de spa, cinco

piscinas e parque aquático.


36 VIAGEM

Dicas

importantes!

Embarque

As fronteiras foram abertas

aos brasileiros no dia 12

de outubro de 2020, de

acordo com a Embaixada

do Brasil em Cabo Verde.

Para a entrada no país são

aceitos testes de anticorpos

negativos para SARS-CoV-2,

além do PCR. Os voos são

operados via Lisboa pela TAP.

As viagens podem também

ser feitas com companhias

aéreas africanas como

a Transair, a Air Senegal

e a Royal Air Maroc.

Febre amarela

É obrigatório levar certificado

de vacina da febre

amarela, que geralmente é

solicitado antes do embarque

no Brasil e na hora da

chegada em Cabo Verde.

Acima, estrada da Ilha

do Sal. À esquerda,

Praia de Santa Maria

e, abaixo, área externa

do hotel Hilton

Cabo Verde Sal

Quando ir

O país tem duas estações:

verão e inverno. Embora não

faça frio, o inverno é caracterizado

por tempos menos ensolarados

e ventosos. O verão

costuma ser seco e quente.

Moeda

É o escudo cabo-verdiano,

mas o euro é muito aceito.

Água

Como a ilha não tem água

potável, é feita dessalinização,

o que pode

eventualmente oferecer

problemas para quem não

está acostumado. Não beba

água da torneira e cuide

para que as crianças não

bebam água do banho!


38 COLUNA

Bom de copo

POR

Didú Russo

www.didu.com.br

A hora e vez da

diversidade brasileira

Um brinde à qualidade dos vinhos paulistas,

catarinenses, pernambucanos e gaúchos

Thera Rosé da Vinícola Thera. De Santa Catarina, custa

em torno de R$ 138.

Villaggio Grando Pinot Noir 2014, sai por R$ 180 no site

do produtor, é um espetáculo de elegância.

Hiragami Torii, um Cabernet Sauvignon excepcional de

um produtor japonês radicado na Serra Cata, em Santa

Catarina, custa em torno de R$ 86,50 no site Vinhos &

Vinhos.

Cave Amadeu Brut Rosé é a melhor relação qualidade e

preço de um rosé. Do produtor Mario Geisse de Pinto

Bandeira, é vendido por R$ 62 no site do produtor.

Valmarino Espumante Nature Sur Lies 2015, da Serra

Gaúcha. Simplesmente surpreendente pela complexidade

e frescor! Custa R$ 98 no site da Valmarino.

Entre Vilas Cabernet Franc de vinhedos orgânicos

produzidos no estado de São Paulo, em São Bento do

Sapucaí. Um espetáculo de pureza e frescor com tipicidade

da casta. Custa R$ 120 no site.

Guaspari Vale da Pedra Sauvignon Blanc, de Espírito

Santo do Pinhal, no interior de São Paulo. É uma preciosidade

de frescor com relva cortada e frutos cítricos, e custa

R$ 109 no site da Sonoma.

Rio Sol Assinatura de Touriga Nacional, Cabernet

Sauvignon, Syrah e Malbec, produzido no Vale do São

Francisco, em Pernambuco. Espetáculo de vinho que você

encontra no site do produtor por R$ 138.

Era dos Ventos Trebbiano da Serra Gaúcha, que resgata

uvas dos imigrantes, um espetáculo de densidade e

frescor, e custa R$ 170 no site Família Kogan.

Não é de hoje que o vinho brasileiro surpreende a qualquer

visitante que chegue do exterior e não imaginava encontrar

bons vinhos por aqui. E não é apenas no Rio Grande do Sul,

onde se concentra mais de 85% da produção do vinho

brasileiro. Estados como Santa Catarina, Pernambuco e São

Paulo, por exemplo, dão o que falar em originalidade de

vinhos. O conhecido crítico inglês Oz Clarke não se furtou

em dizer que Santa Catarina é o Médoc brasileiro – famosa

região de Bordeaux.

Não resta dúvidas de que o nosso ponto forte é o

espumante com suas características de frescor e jovialidade,

há inúmeros maravilhosos, mas temos também vinhos

brancos, tintos e rosés sensacionais. Relacionei dez vinhos

nacionais que recomendo que você experimente. Copie a

lista ao lado para sua próxima ida ao mercado, a empórios e

a adegas de sua preferência:

Saúde!

Villaggio Grando Pinot Noir, Hiragami Torii Cabernet Sauvignon, Cave

Amadeu Brut Rosé, Rio Sol Touriga Nacional e Era dos Ventos Trebbiano

FOTOS DIVULGAÇÃO

DIDÚ RUSSO é editor do site didu.com.br


ABR

2021

AGENDA29h

PROGRAMAS PARA TODAS AS HORAS DO MÊS

PÁSCOA EM TEMPOS

DE PANDEMIA

Docerias criam deliciosos ovos de chocolate

para vendas online e via delivery. Na

Confeitaria Dama, o ovo recheado de

brigadeiro é um dos hits dessa festa que

celebra a prosperidade e a renovação. Pág. 40

FOTO DIVULGAÇÃO

COMIDINHAS

Quimera produz criativos

sanduíches para delivery.

Pág. 43

ARTE

Farol Santander expõe obra

de Emanuelle Moureaux.

Pág. 41

CINEMA

Em filme solo, Viúva Negra

se vinga dos soviéticos.

Pág. 48

GASTRONOMIA

Cais é aposta certeira para

quem ama frutos do mar.

Pág. 47


40 Agenda 29h POR KIKE MARTINS DA COSTA

1 quinta

2 sexta

4 domingo

Coelho esperto

MANHÃ A Confeitaria Dama tem uma série de

produtos para deixar a sua Páscoa ainda mais doce.

Entre os lançamentos deste ano, brilham o ovo de

Palha Italiana e os Bites de Bolo de Cenoura (foto).

Cada pacote de bites de cenoura custa R$ 90 e traz

380g de bolo de cenoura cortado em cubinhos e

banhado em chocolate ao leite. Os pedidos podem

ser feitos via iFood, Goomer ou drive-thru. F Rua

Ferreira de Araújo, 376, Pinheiros, tel. 5182-5088.

Páscoa com

trufas

TARDE Até o dia 4, a

Tartuferia San Paolo

serve uma sobremesa

especial que celebra

a Páscoa: a Sfera

di Cioccolato, feita

com chocolate noir e

recheada de brownie,

geleia de frutas

vermelhas, amêndoas

e ganache. Entregas

via iFood e delivery no

telefone 3854-0085.

F Rua Oscar Freire,

155, Jardins.

Velho novo

cinema

NOITE O Cine Marquise

é o novo nome da sala

de exibição que, há

décadas, ocupa um

espaço no subsolo do

Conjunto Nacional.

Todo reformado, tem

duas salas com 321 e 83

lugares, novo sistema de

som, novo décor, telas

importadas e confortáveis

poltronas.

F Avenida Paulista,

2.073, Jardins, tel.

3285-3696.

FOTOS DIVULGAÇÃO

Colombinas

MANHÃ A Padaria 13

de Maio, que nasceu no

século XX no Bixiga e

hoje funciona em Moema,

preparou para esta Páscoa

duas opções de colomba

pascal. A Clássica, com

frutas cristalizadas e a

versão Al Cioccolato,

incrementada com gotas

de chocolate. Cada uma

custa R$ 19,80, e os

pedidos são via iFood.

F Avenida dos Carinás,

543, Moema, tel.

96853-8142.

Pescaria

TARDE O Amadeus,

especializado em peixes

e frutos do mar, está com

um serviço de delivery

que atende pedidos

feitos pelo whatsapp

94020-8905. O cardápio

tem maravilhas como

o peixe no papelote e

o lombo de bacalhau

ao forno com batatas,

couve, ovo e azeitona.

F Rua Haddock Lobo,

807, Jardins.

Padoca pascal

NOITE Famosa pelas

carolinas recheadas, a

Dona Deôla criou uma

edição comemorativa

de Páscoa para celebrar

seus 25 anos. O ovo de

colher com minicarolinas

de chocolate, doce

de leite e brigadeiro

tem 750g e cada

unidade custa R$ 79,90.

Encomendas pelo site

www.donadeola.com.br.

F Rua Pio XI, 1.377, Alto

da Lapa.

3 sábado Páscoa ibérica

Coelhinho suíço

MANHÃ A marca suíça

Lindt preparou delícias

para esta Páscoa. Uma

delas é o ovo Nocciolatte,

feito com avelãs, que pesa

350g e custa R$ 149. Os

pedidos podem ser feitos

pelo site oficial da marca.

www.lindt.com.br.

F Avenida Rebouças,

3.970 (Shopping Eldorado),

Pinheiros, tel. 3817-5851.

Palhaçaria

TARDE Três palhaças

decidem criar seu

próprio circo e rodar o

mundo. Esse é o mote

de “Estupendo Circo di

SóLadies”, espetáculo em

cartaz até 4 de abril no

Teatro Alfa. Idealizado por

Lilyan Teles, Tatá Oliveira

e Veronica Mello, tem

ingressos a R$ 40.

F Rua Bento Branco de

Andrade Filho, 722, tel.

5693-4000.

Ovos à italiana

NOITE Para celebrar a

renovação, a doceria

Dulca preparou uma linha

de ovos de Páscoa com

dois clássicos italianos.

O Ovo de Torrone,

recheado com um nougat

amendoado, e o Ovo Pão

de Mel, com um lado de

chocolate ao leite e outro

de chocolate amargo. Eles

pesam 300g e custam R$

89,90 cada. Encomendas

via Rappi, iFood e Goomer.

F Rua Itacolomi,

639, Higienópolis, tel.

4304-5561.

Eco-ovos

MANHÃ Os ovos da Danke

são feitos com chocolate

cremoso e indulgente.

Elaborados com cacau

sustentável cultivado

no Pará e oferecidos em

embalagens compostáveis,

têm recheios como

caramelo com baunilha,

crocante de cookies e

chocolate maltado. Eles

estão à venda nas lojas da

rede St. Marché.

TARDE Almoço de Páscoa

pede pratos caprichados

e sem carne vermelha.

O restaurante espanhol

Torero Valese tem

excelentes opções nessa

linha, como a paella da

horta (com alcachofras,

verduras e legumes

orgânicos) e o bacalhau

com aspargos, batatas,

tomatinhos confitados

e crispies de alho-poró.

As encomendas são

via Rappi ou através do

whatsapp 94046-5556.

F Avenida Horácio

Lafer, 638, Itaim.

Tutto pizza

NOITE A Al Capizza só

trabalha para delivery e

não fecha nunca: funciona

nas 24 horas dos 7

dias da semana. Tem 3

unidades: Vila Romana,

Perdizes e Pinheiros. Os

pedidos podem ser feitos

no site www.alcapizzaoficial.com.br,

pelo app

iFood ou pelos telefones

3360-1111, 4210-4301 e

3865-5007.


kikecosta@uol.com.br

5 segunda

6 terça

7 quarta

Vira vira vira

TARDE O restaurante

Salada Record funciona

há 60 anos no Centro da

cidade, servindo PFs e

clássicos da gastronomia

paulistana. Lá, todo dia

tem Virado à Paulista,

que pode ter como protagonista

a carne bovina

churrascada, o filé de

Cores & números

frango ou o filé-mignon.

Pedidos via iFood.

F Avenida São

João, 719, Centro, tel.

3223-1881.

Branquinha

gelada

NOITE A Cachaça

Seleta acaba de lançar

uma bebida para ser

consumida geladinha:

a Seleta Eu Garanto.

Incrementada com

castanha de baru, mel e

um toque amadeirado

de amburana, tem 33%

de álcool e é vendida

em garrafinhas de 500

ml por R$ 57,80 no site

www.cachacariasalinas.

com.br.

MANHÃ O Farol Santander apresenta até o dia 23 de maio a exposição “Floresta de

Números”, com criações da artista e arquiteta francesa Emmanuelle Moureaux.

Inspirada nas variadas camadas e cores de Tóquio, ela concebeu uma grande

instalação inspirada no conceito de shikiri, que consiste na divisão de espaços

utilizando as cores como elementos tridimensionais. Ingressos a R$ 25.

F Rua João Brícola, 24, Centro, tel. 3553-5627.

Lembranças

MANHÃ A exposição

“Sobre Ombros Gigantes”,

em cartaz até 14 de

abril na galeria Nara

Roesler, reúne obras que

investigam as relações

e tensões presentes

nas ideias de tempo e

memória. Tem obras de

artistas como Alan Adi,

Gustavo Caboco, Leila

Danziger, André Griffo e

Andréa Hygino.

F Avenida Europa, 655,

Jardim Europa,

tel. 3063-2344.

Made in Syria

TARDE Esfihas de carne,

miniquibes e sopa de

coalhada com pepino

são algumas das receitas

tipicamente sírias

que Mouna Aris e sua

filha Gisele oferecem

para delivery no Muna

Culinária Árabe. Os

pedidos devem ser

feitos pelo whatsapp

94499-8844.

BBQ king

NOITE Quem curte

churrasco à moda norte-americana

precisa conhecer

a Cubo Smoked Burger.

Além de caprichados

hamburgueres, a casa

comandada pelo chef

Diogo Souza tem ainda as

fantásticas Overloaded

Fries, servidas com Pulled

Pork (pernil defumado

e desfiado). Pedidos via

iFood, UberEats e pelo

whatsapp 95840-2659.

F Rua Gilberto Sabino,

215, Pinheiros.

Cafemundi

MANHÃ A Barista leva

seus cafés especiais ao

Shopping Cidade Jardim.

A 7ª unidade da cafeteria

boutique serve bebidas

preparadas com 10

opções de grãos torrados

na hora. Isso sem

falar nas comidinhas:

tem quiches, pães de

fermentação natural,

doces e bolos deliciosos.

Pedidos via iFood, Rappi

ou pelo site www.

ilbaristacafes.com.br.

F Avenida Magalhães

de Castro 12.000, piso

2, Real Parque, tel.

94225-4504.

Na rosca

TARDE Os donuts estão

de volta. Na Tradicionalíssimo,

os fãs da

animação “Os Simpsons”

podem comer rosquinhas

com glacê cor-de-rosa e

confeitos coloridos com

os de Homer e Lisa. Prove

também o de Negresco

Branco e o de Sonho de

Valsa. Pedidos via iFood

e UberEats. F Rua Luis

Góis, 810, Mirandópolis,

tel. 2768-9111.

Deu praia!

NOITE O Pirajá Prainha

agora está no Itaim. Do

couvert à saideira, o bar

tem opções praianas,

como os pastéis de

palmito com camarão e

as caipirinhas de limão

cravo com rapadura.

Pedidos via iFood, Rappi

e Uber Eats.

F Rua Pedroso

Alvarenga, 937, Itaim.


42 Agenda 29h POR KIKE MARTINS DA COSTA

8 quinta

9 sexta

10 sábado

11 domingo

Botiga catalana

MANHÃ A Pirineus é uma

marca de embutidos

artesanais de melhor

qualidade. Em sua loja

conceito, nos Jardins, tem

fuet catalão, sobresada

mallorquina, morcilla,

butifarra e chorizo.

Pedidos via Goomer.

F Rua da Consolação,

2.915, Jardins, tel.

3062-0157.

Poke yourself

TARDE A rede Let’s

Poke, em parceria com

a foodtech The New

Butchers, desenvolveu um

“salmão vegetal” à base

de proteína de ervilha e

algas, livre de soja, glúten

e colesterol. Ele é usado

na produção de bowls de

poke, receita havaiana

que mistura peixe, arroz

temperado japonês,

vegetais em tirinhas, chips

de tubérculos e frutas.

Pedidos via iFood, Rappi e

Uber Eats.

F Alameda Raja

Gabaglia, 166, Vila

Olímpia, tel. 2768-7675.

Inventividade

NOITE Estreia hoje nas

plataformas de streaming

Now e Cinema Virtual

o longa “Aprendendo a

Viver”. Dirigido por Beth

LaMure, o filme conta a

história de Daisy Winters,

menina de 11 anos que

pensa numa maneira de

não ir morar com a severa

tia após a morte da mãe

(Brooke Shields), que luta

contra o câncer.

Top torta

MANHÃ O Mag Market

é um empório gastronômico

cheio de delícias

preparadas por Tássia

Magalhães e Pedro Frade.

Vale muito a pena provar

o Bolo de Chocolate da

Tássia e ainda a apetitosa

torta de figos e creme de

pistache. Encomendas

pelo site www.magmarket.

com.br, pelo e-mail

pedidos@magmarket.

com.br ou pelo whatsapp

93459-2024.

F Rua Dr. Renato Paes

de Barros, 433, Itaim.

Nasdrovia

TARDE O Barskiy Dom

é um restaurante russo

que atende pedidos

feitos pelos aplicativos

iFood, Rappi e Uber

Eats. O cardápio tem

pratos típicos como o

estrogonofe de filé, o

tefteli (almôndegas) de

frango com smetana

(creme azedo) e os

varenikis (pastéis de

batata com queijo).

F Rua Cubatão

678, Vila Mariana, tel.

94240-9445.

Respect

NOITE Estreia este fim

de semana nos cinemas

o longa “Bela Vingança”,

estrelado por Carey

Mulligan. Ela interpreta

Cassie – uma mulher com

traumas do passado que

frequenta bares todas as

noites e, quando homens

mal intencionados se

aproximam, ela pune os

predadores e abusadores.

Dia de sol

MANHÃ A Casa Híbrida

é uma espécie de bar,

mas além de petiscos

e drinques ao ar livre,

oferece uma piscina

a seus clientes. O

carro-chefe do cardápio

da casa decorada

com grafites é o pão

de queijo recheado

com pernil desfiado.

Pedidos via Goomer.

F Avenida Doutor

Arnaldo, 1.620, Sumaré,

tel. 99652-1952.

Teatro vegetal

Alô, doçura!

TARDE Pati Piva abriu

uma loja nos Jardins.

Lá, a clientela encontra

doces clássicos, como as

bruxinhas de brigadeiro

(bombom de chocolate

ao leite, recheado de

brigadeiro com biscoito

crocante). O pacote com

12 unidades custa R$ 55.

Pedidos pelo site www.

patipiva.com.br.

F Rua da Consolação,

3.113, Jardins, tel.

3085-1708.

NOITE No espetáculo “A Árvore”, Alessandra Negrini

interpreta a jovem M., que vem enfrentando um

estranho e inexplicável processo de metamorfose ao

ver seu corpo transformar-se em uma estrutura

vegetal. O espetáculo online e presencial dirigido por

Ester Laccava e João Wainer encenado no Teatro

Faap até 18 de abril. Ingressos a R$ 30.

F Rua Alagoas, 903, Higienópolis, tel. 3662-7234.

FOTOS DIVULGAÇÃO

Castanha do bem

MANHÃ A Korin,

conhecida por seus

produtos sustentáveis

e saudáveis, acaba de

lançar a sua Castanha do

Brasil Orgânica, vinda da

Amazônia e valorizando

o extrativismo legal

e certificado. Cada

saquinho com 150g custa

R$ 32,50.

F Rua Vieira de Morais,

1.115, Campo Belo, tel.

2924-0393.

Rolê no parque

TARDE Criado em 1992,

numa parceria da

Prefeitura paulistana

com a municipalidade

canadense, o Parque

Cidade de Toronto

tem 110 mil metros

quadrados de verde e

um bonito lago, com

passarelas sobre seu

"brejo". F Avenida

Cardeal Motta, 84,

Parque São Domingos.

Buena onda

NOITE O aplicativo

iFood não existe só para

comprar e entregar

comida. Ele também

pode levar até a sua

casa os produtos da

Onda Head Shop. Lá,

você encontra sedas,

palheiros, filtros, tabacos,

cigarrilhas, trituradores,

bongues, essências para

narguilé e vapes, piteiras,

isqueiros, maçaricos e

muito mais.


kikecosta@uol.com.br

12 segunda

13 terça

14 quarta 15 quinta

Cozinha

brasileira

MANHÃ O Instituto Le

Cordon Bleu oferece

a partir de maio um

curso de 360 horas

inteiramente dedicado à

gastronomia brasileira,

com a participação de

chefs como Rodrigo

Oliveira, Janaína Rueda e

Heloisa Bacellar. A taxa de

matrícula custa R$ 1.654.

F Rua Natingui, 862, 1º

andar, Vila Madalena, tel.

3185-2500.

Geek paradise

TARDE A Limited Edition

é uma loja especializada

em brinquedos colecionáveis

e itens exclusivos.

Tem miniaturas de

estrelas da cultura pop,

como Freddy Kruger,

Luke Skywalker, Mulher

Maravilha e Homem-Aranha.

Encomendas pelo

site limitededition.com.br

F Rua da Consolação,

2.753, Jardins, tel.

4780-3392.

Pico eclético

NOITE O Marché de Fête

é um espaço múltiplo e

pet friendly. Lá, os clientes

podem tomar um café,

fazer uma refeição (com

opções de pratos como

o bobó de caranguejo da

foto), comprar pantinhas

ou ainda escolher um livro

da Livraria Mandarina. A

casa é também perfeita

para abrigar pequenos

eventos.

F Rua Artur de Azevedo,

499, Pinheiros, tel.

99132-1696.

Shopping help

MANHÃ O Shopping

Jardim Sul ajuda quem

estiver com dúvidas

na hora das compras.

O serviço de Personal

Shopper encontra

qualquer produto, escolhe

presentes e ainda pode

mandar entregar em

qualquer endereço. Essa

assessoria de compras

pode ser acionada pelo

whatsapp 11 3779-3944.

Geladelícia

TARDE A Gelato Boutique

oferece uma novidade

neste mês: a Taça

Bombom, desenvolvida

pela chef gelatiere Marcia

Garbin. A sobremesa

mistura ganache de

chocolate belga, gelato

de fior di latte, brigadeiro

branco e confeitos de

chocolate. Custa R$ 28, e

estará disponível também

para delivery, para

pedidos feitos pelos apps

iFood, Rappi e Uber Eats.

F Rua Pamplona, 1.023,

Jardim Paulista, tel.

3541-1532.

Disk-frango

NOITE O restaurante Di

Paolo aderiu aos sistemas

de delivery e take out.

O carro-chefe de seu

cardápio, o Galeto Al

Primo Canto assado na

brasa com temperos

especiais, sai por R$ 54,

e a sopa de capeletti –

perfeita para uma noite de

temperaturas mais baixas,

custa R$ 63. Pedidos pelo

whatsapp 99622-7190.

Arte & ciência

MANHÃ A exposição

“Universo Invisível”,

em cartaz até 23 de

maio no Museu de

Arte Contemporânea

(MAC-USP), reúne

seis obras de Paulo

Nenflidio, artista que

situa seu trabalho

entre a arte, a ciência,

a tecnologia e o

design.

F Avenida Pedro

Álvares Cabral,

1.301, Ibirapuera, tel.

2648-0254.

Sandubas remix

Tuju to go

TARDE O restaurante

Tujuína lançou um

cardápio para os

almoços de terça

a sexta-feira. Os

destaques são as

receitas “comfort”,

como o Picadinho, o

Estrogonofe, a Moqueca,

o pudim de leite e o bolo

de coco. A casa também

tem serviço de take out.

F Rua Fradique

Coutinho, 1.248,

Vila Madalena, tel.

2691-5548.

NOITE A nova empreitada dos sócios do whisky bar

Caledônia é o Quimera Sandwich & Co, uma dark

kitchen que aposta em sandubas clássicos, mas

sempre com um toque criativo. O cardápio inclui

delícias como o Pulled Chicken Bao, o Kimchii

Choripan, o Meatball-Bahn, o Shawarma-Li e o

Croque Señor. Pedidos exclusivamente pelo app

Rappi. Entregas em Pinheiros, Jardins, Itaim, Vila

Madalena e Butantã.

FOTOS DIVULGAÇÃO

Nuts salgadinhas

MANHÃ A Nutty Bavarian,

especializada em

oleaginosas carameladas,

lançou um pacote de

nuts sabor pizza, com

castanhas temperadas

com orégano, tomate,

azeite, alho e salsa. Está

à venda na 1ª loja da rede

fora de um shopping,

inaugurada na Ciclovia

da Marginal Pinheiros, na

parada Santander.

Favorito ao Oscar

TARDE O longa

“Nomadland”, dirigido

pela cineasta chinesa

Chloé Zhao, venceu o

Globo de Ouro 2021

e chega aos cinemas

paulistanos. Na trama,

após o colapso econômico

de uma cidade de Nevada,

Estados Unidos, uma

mulher de 60 anos, parte

para a estrada em uma

van, vivendo uma vida

nada convencional como

uma nômade moderna.

Bons tragos

NOITE O Trago Bar,

na Barra Funda, serve

coquetéis clássicos e 5

drinques autorais, como

o Manga Rosa (vodca

infusionada com pimenta

dedo-de-moça, suco de

limão e purê de manga

numa taça com borda de

sal). Para petiscar, aposte

no bolovo. Pedidos exclusivamente

pelo whatsapp

93301-5545 ou drive-thru.

F Rua Souza Lima, 174,

Barra Funda.


44 Agenda 29h POR KIKE MARTINS DA COSTA

16 sexta

Festa trigueira

MANHÃ A Le Blé - Casa de Pães é mais do que uma

padaria. Além de excelentes pães de fermentação

natural e apetitosas viennoiseries, a casa tem

uma linha de embutidos artesanais, produzidos ali

mesmo, como mortadela, peito de peru, lombinho

defumado, presunto Royale e pastrami. Quer

mais? Então prepare-se, porque ainda tem pizzas

napolitanas, sandubas, cafés especiais, ovos benedict

e bolos deliciosos. Pedidos via iFood e Rappi.

F Rua Pará, 252, Higienópolis, tel. 3663-4626.

Piccolo Nino

TARDE O Ninetto é

o novo restaurante

do chef Rodolfo De

Santis. Montado onde

funcionava a Tappo

Trattoria, tem como

destaques as seis

variedades de massas

com doze opções de

molhos disponíveis.

Delivery e take out pelo

telefone 3368-6863

F Rua da Consolação

2.967, Jardins.

FOTOS DIVULGAÇÃO

Noitada cinéfila

NOITE O bar Cabíria é

decorado com pôsteres

de filmes antigos, como

“Nós, os Canalhas” (de

Jece Valadão) e “Noites

de Cabíria” (de Federico

Fellini). Para beber,

drinques vintage, e, para

petiscar, sandubas e

porções de croquetas de

abóbora com gorgonzola.

F Rua Cônego Eugênio

Leite, 1.028, Pinheiros, tel.

98326-6617.

17 sábado 18 domingo

Fagulhas de Fayga

MANHÃ Até 31 de maio,

a Estação Pinacoteca

apresenta uma exposição

da polonesa Fayga

Ostrower, uma das

artistas mais marcantes

do século XX. A mostra

“Imaginação Tangível”

reúne 130 trabalhos de

estamparia e gravura.

Entrada gratuita.

F Largo Gal. Osório,

66, Santa Ifigênia, tel.

3335-4990.

Almoço teatral

TARDE O Salão Histórico

do Theatro Municipal agora

se abre para almoços,

preparados pelo time do

Bar dos Arcos, que ocupa

o subsolo. De segunda

a sábado, das 12h às

15h30, são servidos pratos

executivos a R$ 39 –

incluindo sempre ao menos

uma opção vegetariana.

F Praça Ramos de

Azevedo, s/ nº, Centro.

Bar artístico

NOITE O carioca Galeria

Café – sucesso em

Ipanema – desembarca

no bairro de Pinheiros,

São Paulo. Da cozinha

comandada pela chef

Michele Bessa saem

pratos principais

como o bacalhau com

pangratatto de azeitonas

ou o salpicão de frango

com crocante de batatas.

Para beber, a casa

oferece cervejas, vinhos e

caprichados drinques.

F Praça Benedito

Calixto, 103, Pinheiros.

Brunch botânico

MANHÃ Um dos brunchs

mais concorridos da

cidade está de volta a

Pinheiros. O Botanikafé

retorna ao bairro onde

começou sua história. No

cardápio estão os itens

que conquistaram fãs na

cidade: avocado toast,

bowls de frutas com

granola, mel e coalhada,

sandubas de pastrami

no pão levain e ovos em

diversas preparações.

Pedidosvia Rappi.

F R. Padre Garcia Velho,

56, tel. 94523-6929.

Brigaduuu!

TARDE O cantor Fábio

Jr., atualmente mais

conhecido como “o pai do

Fiuk”, apresenta hoje seu

show “Edição Limitada”

no Espaço das Américas,

com plateia sentada,

mesas em distanciamento

social e demais

protocolos sanitários.

Ingressos a partir de R$

60. F Rua Tagipuru,

795, Barra Funda.

Joãozinho

foguete

NOITE Até 2 de maio,

as lanchonetes Johnny

Rockets servem burgers

em edição limitada. O

Marinara Crispy Cheese

Burger é feito com carne

Angus, queijo à milanesa,

molho marinara,

manjerição e maionese.

Pedidos via iFood, Rappi e

UberEats.

F Av. Paulista, 1.230

(Shopping Cidade de São

Paulo, 4º piso).

19 segunda

Step by step

MANHÃ Até o dia 30, a

Galeria Leme apresenta

a exposição “Um Mundo

de Cada Vez”, que reúne

diversas esculturas

produzidas recentemente

pelo artista paulistano

Flávio Cerqueira.

F Avenida Valdemar

Ferreira, 130, Butantã, tel.

3093-8184.

A seu modo

TARDE O Cozinha Modo,

da chef Soraia Barros,

está com novidades

em seu cardápio. Entre

elas, o Picadinho (arroz,

carne em cubinhos,

couve, farofa de milho,

bacon, ovo, salada de

feijão fradinho e rúcula)

e a sobrecoxa de frango

orgânico com purê

de abóbora, verduras

salteadas e castanhas.

Os pratos podem ser

consumidos tanto no

restaurante como ser

pedidos para delivery

pelo app Goomer.

F Rua Min. Jesuíno

Cardoso, 69, Itaim, tel.

97204-8547.

Japanese booze

NOITE A japonesa House

of Suntory traz para Brasil

o gim Roku e a vodca

Haku. O arroz é a base

na elaboração da Haku,

e o bambu é um dos

botânicos presentes na

fórmula do Roku. Na loja

online www.zepas.com.

br, a garrafa de 700 ml da

Haku custa R$ 239,90, e

a garrafa de 700 ml do

Roku sai por R$ 259,90.


kikecosta@uol.com.br

20 terça

Boulangerie

MANHÃ A Marie Marie Bakery, com matriz no Tatuapé,

ganhou uma pequena filial nos Jardins. A vitrine do

novo espaço – batizado como Marie Marie Petit –

expõe baguettes, croissants, madeleines e lindos

docinhos, como o tiramisù de morango, o bolo de

mexerica com cachaça e outras criações da confeiteira

Maria Daniela Meneghini. Pedidos pelo site www.ma-

Loroza, Jesuíta Barbosa,

TL_29HORAS_FEVEREIRO21_MEIAPÁG.pdf 1 18/01/2021 11:07

riemariedelivery.com.br. F Rua Barão de Capanema,

577 (Galeria Augusta), Jardins, tel. 3063-5378.

FOTOS DIVULGAÇÃO

China love

TARDE O Koufu serve

comida chinesa caseira

e sem frescuras.

Comece com os Tea

Eggs (ovos cozidos com

chá e especiarias) e, de

principal, ataque o porco

cozido ao rubro (barriga

de porco em molho de

shoyu). Pedidos via iFood.

F Praça Dom José

Gaspar, 106, República.

Tretas do agreste

NOITE Em cartaz nos

cinemas, o filme “O

Auto da Boa Mentira”,

baseado nos contos

de Ariano Suassuna,

traz quatro histórias

interpretadas por Leandro

Hassum, Nanda Costa,

Renato Góes, Cássia Kis,

Jackson Antunes, Sérjão

Luis Miranda e Johnny

Massaro.

21 quarta

Xô, coronga!

MANHÃ A Oriba criou

roupas para os tempos de

pandemia. A nova linha é

produzida com moletom

de algodão orgânico

e proteção antiviral,

capaz de eliminar 99,9%

dos vírus e bactérias.

Compras pelo site

www.oriba.com.br.

F R. Artur de Azevedo,

1.284.

Sem desanimus

TARDE A chef Giovanna

Grossi incluiu novidades

no cardápio do Animus.

Experimente os bolinhos

de repolho tostado com

chutney de tomates

assados, as lulas

grelhadas com feijão

manteiguinha e o cordeiro

com purê de couve flor,

alho, iogurte e ervas.

Pedidos de delivery pelo

whatsapp 98181-5270.

F Rua Vupabussu, 347,

Pinheiros.

Inconfidência

NOITE Hoje é o feriado

de Tiradentes. Vá ao

restaurante Consulado

Mineiro e celebre a

data pedindo uma dose

de cachaça e um dos

fartos pratos da típica

gastronomia mineira,

como o Feijão Tropeiro

e o Frango com Quiabo

e Angu. Pedidos pelo

telefone 3088-6055.

F Praça Benedito

Calixto, 74, Pinheiros.

acompanhe nossa programação

WWW.TEATROLIBERDADE.COM.BR

WWW.INFINITUS.COM.BR

/TEATROLIBERDADESP

OBRIGATÓRIO

O USO DE

MÁSCARAS

CAPACIDADE: 900 LUGARES

RUA SÃO JOAQUIM, 129 - LIBERDADE

MÍDIA OFICIAL

HOTEL OFICIAL VENDAS REALIZAÇÃO


46 Agenda 29h POR KIKE MARTINS DA COSTA

22 quinta

23 sexta

24 sábado

25 domingo

Brasil à vista

MANHÃ Hoje é celebrado

o Descobrimento do

Brasil. Aproveite e

descubra o artesanato

brasileiro visitando a

Fuchic, loja especializada

em produtos feitos à mão

com tradição, sustentabilidade

e alta doses de

brasilidade. Compras pelo

site www.fuchic.com.br.

F Alameda Franca, 1.167,

Jardins, tel. 97639-5311.

Hare rango

TARDE Após 12 anos no

lactovegetariano Gopala,

a chef Govinda Lilamrta

agora comanda o Pratada!

O restaurante oferece

receitas veganas criativas

seguindo os preceitos da

filosofia Hare Krishna.

Pedidos pelo whatsapp

96994-6259 e pelo site

www.pratadasp.com.br.

F Rua General Jardim,

160, Centro.

Balé

NOITE A São Paulo Cia.

de Dança inicia sua

temporada 2021 no

bonito palco do histórico

Theatro São Pedro com

um espetáculo que terá

récitas até o dia 25. Os

bailarinos vão interpretar

coreografias de Antônio

Gomes e Márcia Haydée

para “Valsa de Esquina” e

“Congada”, de Francisco

Mignone, e para a “Suíte

Dom Quixote”, de Ludwig

Minkus.

F Rua Barra Funda,

161, Santa Cecília, tel.

3661-6600.

Sotto il cielo

TARDE A chef Fernanda Veiga é quem comanda a

cozinha do Sta Matta, um restaurante a céu aberto e

mesas posicionadas em um deck com palmeiras

imperiais e ombrelones. O eclético cardápio aposta

em clássicos italianos revisitados e opções

contemporâneas feitas com ingredientes brasileiros.

Tem rigatoni a carbonara, bacalhau mantecato com

polenta frita, moqueca de peixe e ceviche com

manga. F Rua Miriti, 8, Itaim, tel. 3079-2804.

Bora

“brunchar”?

MANHÃ O Sterna Café

oferece às sextas e

sábados quatro combos

de brunch. O Bora

Acordar! custa R$ 30,90

é uma ótima opção. Inclui

ovos mexidos com bacon,

torrada de ferment ação

natural, guacamole e um

pedaço de bolo caseiro.

F Rua Augusta, 2.840,

Jardins, tel. 98859-4205.

FOTOS DIVULGAÇÃO

Último desejo

NOITE Chega aos

cinemas “Veneza”,

dirigido por Miguel

Falabella. Reencontrar o

único homem que amou

é o sonho da cafetina

Gringa (Carmen Maura).

Ela vai do interior do

Brasil até Veneza pedir

perdão ao amante. Para

isso, conta com ajuda de

amigos interpretados por

Du Moscovis e Dira Paes.

Abac-arte

MANHÃ O avocado é a

estrela no Avoca, 1ª casa

da cidade especializada

em avocado toasts.

Eles são servidos em

versões como o Gravlax

(R$ 26,50, com picles,

salmão, sour cream, dill

e cebola roxa no pão de

fermentação natural) ou

o Shroomelo (R$ 25, com

cogumelo, cebolinha e

queijo de cabra Boursin).

Pedidos via iFood.

F Rua Medeiros

de Albuquerque, 141,

Vila Madalena, tel.

3443-0446.

Bruxa do bem

TARDE Até 16 de maio,

o Teatro Alfa apresenta

a peça infantil “Zazou,

um Amor de Bruxa”,

que aborda temas como

auto-estima e tolerância.

A fada Zazou nos faz

questionar o que é

preciso para sermos

felizes. Ingressos a R$ 40.

F Rua Bento Branco de

Andrade Filho, 722, Santo

Amaro, tel. 5693-4000.

Misturinha boa

NOITE O Kaia é um misto

de bar, loja de discos

e brechó. O menu tem

sandubas (como o Sabiá

- hambúrguer com cebola

caramelizada, creme de

gorgonzola e farofa de

bacon) e petiscos, como

a tábua de frios. Para

beber, cervejas, cachaças

e gim-tônicas. Pedidos via

iFood. F Rua Marquês

de Itu, 413, Santa Cecília,

tel. 3222-2075.

Arte no metrô

MANHÃ Até o fim do

mês, a Casa Ema Klabin

apresenta na estação

Adolfo Pinheiro da

linha Lilás do metrô a

exposição “35 Séculos

de Arte e Cultura” com

20 painéis que dão uma

amostra da diversidade

da coleção do museu, que

inclui obras de Tarsila do

Amaral e Marc Chagall,

entre outros.

Deu cria!

TARDE A lojinha Pão

de Queijo Haddock

Lobo ganhou uma filial

no Shopping Iguatemi.

Além dos quitutes

queijudos fumegantes, o

espaço também oferece

coxinhas, empadas,

brigadeiros e quindins.

Pedido via iFood, Rappi e

James ou pelo whatsapp

94328-6072.

F Avenida Brig. Faria

Lima, 2.332, Jardim

Paulistano, piso Térreo.

Golden men

NOITE Acontece esta

noite a entrega do Oscar

aos melhores filmes da

temporada 2020-2021.

Transmitida ao vivo pelo

canal TNT direto de

Hollywood, a cerimônia

terá um fomato diferente

- ainda misterioso -

devido à pandemia. Mas

podemos esperar prêmios

para “Nomadland”,

“Bela Vingança”, “O

Pai”, “Minari”, “Judas e o

Messias Negro”, “Mank”

e “Uma Noite em Miami”.


kikecosta@uol.com.br

26 segunda Nua e crua

Sands & salads

TARDE O cozinheiro Ricardo Anza e a jornalista

Catherine Balston acabam de lançar a Frescalis, uma

dark kitchen especializada em saladas e sanduíches.

Dos sandubas, vale apostar no de salmão defumado

com cream cheese, dill, cebola roxa, picles e tomate e

na baguete de frango defumado com bacon e abacate.

Já entre as saladas, a dica é a bem temperada de

camarões, manga, rúcula e molho balsâmico. Pedidos

e entregas pelos apps Rappi, Uber Eats e iFood.

FOTOS DIVULGAÇÃO

Chic chá

MANHÃ A Moncloa Tea

Boutique oferece uma

experiência sensorial

completa a partir dos

seus blends de chás

exclusivos, produzidos

com ervas da Índia, China

e Sri Lanka. Pedidos pelo

site moncloa.com.br.

F Avenida Nações

Unidas, 4.777 (Shopping

Villa-Lobos), Alto de

Pinheiros, tel. 3022-7854.

NOITE A musa das

pornochanchadas Nicole

Puzzi comanda nas

madrugadas de segunda

para terça-feira no

Canal Brasil o programa

“Pornolândia”. A

irreverente apresentadora

conversa com artistas

do universo do erotismo,

abordando temas como

fetiche, nudez e timidez.

27 terça

Estilo thai

MANHÃ A modelo

Talita Pires acaba de

lançar a marca Koh Tali,

com travessas, tigelas,

queijeiras, champanheiras

e outras peças de

cerâmica feitas artesanalmente.

As peças estão

à venda no site www.

kohtali.com.br.

Toca do porco

TARDE A Porcheria é uma

casa especializada em

receitas típicas de Roma

à base de carne suína. O

destaque é a tradicional

Porchetta, que pode ser

servida como aperitivo ou

prato principal. Pedidos

via iFood e Rappi.

F Rua do Triunfo, 220,

Campos Elíseos, tel.

93473-3190.

Porto seguro

NOITE Instalado em

um charmoso sobrado,

o restaurante Cais é

comandado por Adriano

de Laurentiis e Guilherme

Giraldi e focado em

peixes e frutos do mar.

O menu tem opções

basiconas - como o fish’n

chips e as coxinhas de siri

- e mais instigantes, como

a nadadeira na grelha,

a alheira de peixe e o

atum selado com alface

grelhado e molho Caesar.

Pedidos via Rappi ou pelo

whatsapp 11 3819-6282.

F Rua Fidalga, 314, Vila

Madalena.

compre seu ingresso:

10 e 11/04

Sáb e DOM 18h

16, 17 e 18/04

Sex 21H30

Sáb 21h

Dom19h

24 e 25/04

Sáb 21h

DoM19h

30/04 e 01/05

Sáb e DOM 21h

08/05

Sáb 19h

09/05

dom19h

15 e 16/05

Sáb e DOM 19h

Curadoria Artística

Administração e Gestão


48 Agenda 29h POR KIKE MARTINS DA COSTA

28 quarta

29 quinta

30 sexta

Café no museu

MANHÃ O Museu de

Arte Brasileira da Faap

(Fundação Armando

Álvares Penteado)

apresenta até 6 de junho

a exposição sensorial

e imersiva “Café

Mundo”, que aborda

a importância do café

na cultura do Brasil e

do mundo, trazendo

ao público aspectos de

sua produção, impactos

históricos, hábitos,

saberes e desdobramentos

no campo das artes

ao longo dos séculos.

Entrada gratuita.

F Rua Alagoas, 903, tel.

3662-7198.

Happy brownies

TARDE A Browneria To Go

abriu mais uma lojinha,

agora no Itaim. O novo

espaço expõe delícias

como as barrinhas, as

bordinhas de brownie,

os cookies e os alfajores.

Para acompanhar, serve

cafés super-especiais.

Pedidos via iFood, Rappi e

Uber Eats.

F Rua Renato Paes de

Barros, 487, Itaim.

Balaio to go

NOITE O restaurante

Balaio voltou a oferecer

cestas especiais que

servem 4 pessoas. O

cliente escolhe o prato

principal, a entrada,

dois acompanhamentos

e a sobremesa. O

cardápio está disponível

no site www.goomer.

app/balaio-ims/menu.

Pedidos via iFood.

Açaí to go

MANHÃ O Low Berry é

um açaí extremamente

cremoso, sem aditivos,

com apenas 48 calorias

a cada 100 g. A receita é

de Francisco Sant’Ana, o

mestre à frente da Escola

Sorvete. Os potes com

400 g custam R$ 29,90

e são vendidos pelo

app Rappi, nos sabores

Original, manga, cupuaçu

e banana.

Me põe para cima

TARDE A Tiramisù Sossi é

a 1ª loja da cidade especializada

na sobremesa

italiana. É preparada por

Lara Carolina com creme

de mascarpone, biscoito

Savoiardi embebido em

café e vinho Marsala,

cacau em pó e gotas de

chocolate. Pedidos via

iFood ou pelo Whatsapp

98284-3338.

F Rua Marselhesa, 447,

Vila Mariana.

Bela vingança

NOITE No longa “Viúva

Negra”, que estreia hoje

nos cinemas, Natasha

Romanoff (Scarlett

Johansson) é uma

menina criada pela KGB

para ser a melhor agente

soviética. Quando a URSS

se desmancha, o governo

tenta matá-la, e ela se

muda para Nova York.

Após aventuras com os

Vingadores, ela volta ao

seu país para pôr fim ao

programa governamental

que a transformou em

uma assassina.

Made in Greece

MANHÃ Entre os mais

tradicionais produtos

da importadora La

Pastina, os pêssegos em

calda gregos da marca

são extremamente

saborosos e possuem

metades firmes, que

não desmancham.

Almoço no parque

Disponíveis nas versões

Diet e Tradicional. Cada

pote com 410g custa

R$ 25,10. Televendas no

número 4003-4866.

Swinging Rio

NOITE A comédia “Dois

Mais Dois” acaba de

chegar aos cinemas. O

longa a companha Diogo

(Marcelo Serrado) e

Emília (Carol Castro),

casados há 16 anos e pais

de uma filha adolescente.

Um dia eles descobrem

que seus melhores

amigos possuem um

casamento aberto e

praticam troca de casais.

TARDE O estrelado restaurante Tangará Jean-Georges está com cardápio novo,

concebido pelo francês Jean-Georges Vongerichten e pelo brasileiro Felipe

Rodrigues. Não deixe de provar o foie gras com castanha de baru, o tartare de

Wagyu com ovas de mujol e o crudo de atum com frutas tropicais e pérolas de

tapioca – além de opções plant-based. O local possui serviço de take away.

F Rua Deputado Laércio Corte, 1.501 (Hotel Palácio Tangará), Panamby.

FOTOS DIVULGAÇÃO


50 COLUNA

Hora livre

texto

Luiz Toledo

yestoledo@gmail.com

arte

André Hellmeister

andre@collages.com.br

Desabafo.

O Brasil não é para amadores.

É para médicos. De diferentes especialidades.

O País está doente.


CHEGOU O

29HORAS Play

A 29HORAS TEM A TRILHA SONORA PERFEITA PARA

TE ACOMPANHAR POR ONDE QUISER!

Curta uma variedade de playlists, com

seleções para todos os gostos, disponíveis

no streaming. Além de um conteúdo musical

exclusivo aqui na revista 29HORAS, em

parceria com a Tecla Music Agency.

Tem coisa boa rolando por aqui!

Para acessar é muito fácil, basta

ter o app do Spotify instalado e

seguir os próximos passos:

1 Abra

2

3

Clique

Clique

para pesquisar

e escaneie

@teclamusicagency

More magazines by this user
Similar magazines