*Maio:2021 Referência Produtos de Madeira 59

jotacomunicacao

ESPECIAL

ENTREVISTA

Cristina Cardoso

Construção • Arquitetura • Design • Marcenaria • Paisagismo • Decoração

Sistemas Deslizantes

Portas funcionais e de qualidade

ganham destaque na decoração

Ponte ecológica: madeira é protagonista em obra sustentável


a t e n d i m ent o @ c o n c r e m w ood. c o m .br

+ 5 5 (94) 98114 - 2 0 2 0 + 5 5 (9 1) 9 9 161 - 0 7 0 7

Br 010, km 31 - Dom Eliseu | Pará

Construção • Arquitetura • Design • Marcenaria • Paisagismo • Decoração

Editorial

ESPECIAL

ENTREVISTA

Cristina Cardoso

Somos uma empresa

ecologicamente correta,

responsável por 100% de nossa

cadeia produtiva

A capa desta edição traz

a reportagem sobre os

KIT PORTA PRONTA

•Mais economia; 25 anos de história da

•Fácil instalação e ajustes;

Com madeira reflorestada,

•Fechadura e dobradiças.

Rodinato, os produtos referência

ConcremWood,

passam por uma supervisão

rigorosa, seguindo altos

no mercado padrões nacional

de qualidade.

por seus sistemas

deslizantes funcionais e

de qualidade

A Revista Madeireira da Construção www.produtosdemadeira.com.br Ano XIII• N.59• Maio 2021

Sistemas Deslizantes

Portas funcionais e de qualidade

ganham destaque na decoração

Ponte ecológica: madeira é protagonista em obra sustentável

Ano XIII / Edição n.º 59 / Maio 2021

EXPEDIENTE

C

04

JOTA EDITORA

Diretor comercial: Fábio Alexandre Machado

fabiomachado@revistareferencia.com.br

Diretor executivo: Pedro Bartoski Jr

bartoski@revistareferencia.com.br

Redação:

Luiz Kozak

jornalismo@produtosdemadeira.com.br

Projeto Gráfico: Fabiana Tokarski - Supervisão

Crislaine Briatori Ferreira

Gabriel Faria

criacao@revistareferencia.com.br

Depto. Comercial: Gerson Penkal, Jéssika Ferreira,

Tainá Carolina Brandão

comercial@produtosdemadeira.com.br

Fone: +55 (41) 3333-1023

Cheia de possibilidades

Não é novidade para ninguém que a madeira é uma das matérias-

-primas mais versáteis para os setores da construção civil, decoração

de interiores e exteriores. Nesta edição da PRODUTOS DE MADEIRA,

trazemos reportagens que comprovam esta qualidade do material. Na

editoria de Design, explicamos quais são os cuidados e as combinações

na hora de escolher a madeira para os ambientes residenciais. Na entrevista

do mês, conversamos com a arquiteta de decorados da Yticon,

Cristina Cardoso, que revela muito da sua experiência no mercado.

Além disso, o Leitor pode conferir as reportagens nas editorias de Medida

Certa, Urbanismo, Showroom e novidades do setor. Ótima leitura!

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Representante Comercial:

Dash7 Comunicação - Joseane Cristina Knop

Depto. de Assinaturas:

Cristiane Baduy

assinatura@revistareferencia.com.br

Revista PRODUTOS DE MADEIRA

Rua Maranhão, 502 - Água Verde - 80610-000

Curitiba (PR) - Brasil - Fone/Fax: +55 (41) 3333-1023

www.produtosdemadeira.com.br

assinatura@portalreferencia.com.br

Ligação gratuita: 0800 600 2038

Veículo filiado a:

A Revista Referência PRODUTOS DE MADEIRA é uma publicação bimestral e

independente, dirigida aos construtores, engenheiros, arquitetos, designers,

paisagistas, decoradores e consumidores de produtos de madeira para a construção.

A Revista não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos e colunas

assinadas, por entender serem estes materiais de responsabilidade de seus autores.

A utilização, reprodução, apropriação, armazenamento de banco de dados, sob

qualquer forma ou meio, dos textos, fotos e outras criações intelectuais da Revista

são terminantemente proibidos sem autorização escrita dos titulares dos direitos

autorais, exceto para fins didáticos.


Coleção

www.sincol.com.br

SincolSA

(49) 3561-5000

sincol_sa

sincol S/A


Sumário

06

16

24 32 36 40

08....... CARTAS & OPINIÕES

10....... CURTAS & NOVIDADES

16 ....... SHOWROOM

24

40

.......

32.......

36.......

.......

ENTREVISTA

CRISTINA CARDOSO

DECORAÇÃO

CASA NÔMADE

URBANISMO

PONTE ECOLÓGICA

PRINCIPAL

25 ANOS DE HISTÓRIA


46 50 54 58 62

07

46

.......

50.......

54

.......

DESIGN

A MADEIRA E OS INTERIORES

PROJETOS ESPECIAIS

UMA NOVA POSSIBILIDADE

AQUI TEM MADEIRA

MADEIRA CONTEMPORÂNEA

62

58.......

.......

ESPECIAL

CARPINTEIRO E MARCENEIRO:

QUAL É A DIFERENÇA?

CERTIFICAÇÃO

ORIGEM SUSTENTÁVEL

66....... AGENDA


Cartas

Foto: divulgação

Foto: Edgar Cesar

Foto: divulgação

08

Mercado

Excelente reportagem

sobre a falta de matériaprima

para os setores que

utilizam a madeira.

Gerson Dias

Empresário

Florianópolis (SC)

Revista

Ótimas reportagens, belos

ambientes! Parabéns!

Clotilde Santos

Empresária

Curitiba (PR)

Entrevista

Não conhecia o conceito

de madeira engenheirada.

Obrigado pela informativa

entrevista com o

engenheiro civil da

Stamade, Guilherme

Corrêa Stamato.

Flavio Fontoura

Decorador

Belo Horizonte (MG)


Curtas & Novidades

Fimma e Movelsul

As duas principais feiras do setor moveleiro no Brasil – FIMMA e MOVELSUL

– estão unindo forças e terão suas próximas edições no mesmo período e integrando

toda cadeia de madeira e móveis, de 14 a 17 de março de 2022, no Parque de

Eventos de Bento Gonçalves (RS). A decisão inédita na história das feiras responde

ao momento de excepcionalidade e oferece uma nova data alinhada ao calendário

mundial de eventos do setor. A definição foi anunciada pelos presidentes de suas

entidades promotoras, a MOVERGS (Associação das Indústrias de Móveis do Estado

do Rio Grande do Sul) e o SINDMÓVEIS (Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves). Com a MOVELSUL já agendada

para março de 2022, a data oferece também uma janela de oportunidades para o expositor da FIMMA dentro do calendário mundial de

eventos. Juntas, as feiras vão reunir em um mesmo espaço toda a cadeia produtiva, desde máquinas, tecnologia, design, serviços, insumos,

acessórios e ferramentas – chegando ao fabricante de móveis e varejo nacional e internacional. Não se trata de uma fusão, mas de

duas feiras importantes para o setor moveleiro mundial sendo realizadas na mesma data e local, em uma decisão pontual que responde

ao momento de excepcionalidade. A realização concomitante de FIMMA e MOVELSUL resultará em mais de 400 expositores.

Foto: divulgação

Exportações

de móveis

10

Foto: divulgação

As exportações brasileiras de móveis e colchões fecharam o ano de

2020 com um crescimento de 5,1% em volume exportado em relação ao resultado

do acumulado de 2019. Por outro lado, em termos de valores exportados

- US$ 628,2 milhões -, nota-se recuo de 2,5%, também comparado com

o ano anterior. Desse total, destacam-se as exportações de móveis para os

EUA (Estados Unidos da América), com participação bastante significativa

de 39,9% dos valores exportados. Aumento de 11,5% em relação a 2019, demonstrando a força da relação entre esses dois mercados. Aliás,

a exemplo do que aconteceu no Brasil, o varejo de móveis americano experimentou um aquecimento substancial no segundo semestre

de 2020. Situação que deverá se manter durante o primeiro trimestre deste ano, continuando estável até pelo menos 2024, segundo análise

de especialistas locais. Tais projeções indicam boas oportunidades de negócios com o país também neste e nos próximos anos.

Dirigindo

a madeira

O designer americano Joe Harmon queria empurrar as fronteiras

sobre o que era considerado a limitação da madeira como material de

construção, enquanto realizava um sonho de projetar e construir um

carro do zero. Assim surgiu o Splinter, um carro construído quase que

em sua totalidade por madeira de reflorestamento. Segundo Harmon,

o veículo é praticamente 90% todo de madeira. O sistema de direção

usa hastes de madeira de várias peças feitas de Nogueira. Uma série

de laminados dobrados e moldados compõem todo o corpo. A curvatura composta do exterior foi conseguida tecendo tiras de folheado

feitas de cascas de cerejeiras. Uma grande variedade de colas foi usada para manter todos os pedaços de madeira juntos, incluindo epóxi,

uretano, uréia formaldeído e acetato de polivinila. Ao todo o projeto levou 5 anos para ser concluído e ficou uma maravilha!

Foto: divulgação


Curtas & Novidades

Cadeira Liz

A Saccaro, empresa do sul do país sinônimo de qualidade e originalidade

no setor de decoração de ambientes, completa setenta anos de operações

em 2018, e procurou comemorar a data apresentando recentemente sua sofisticada

linha de móveis indoor e outdoor, durante a Casacor Paraíba 2018.

Uma das principais peças da nova linha é a cadeira Liz, uma peça versátil capaz

de compor ambientes modernos com notas elegantes. O móvel esteve

presente no ambiente Loft 750, projetado pelo arquiteto Leonardo Maia.

Com base em madeira e assento e encosto estofados, a peça se destaca pelas

formas bem definidas, capaz de compor ambientes modernos com notas

elegantes. Na área interna, os destaques são as poltronas Bloom, o sofá

Ronda, a mesa de jantar Cielo e as cadeiras de jantar Liz, todos selecionados

com cores claras, capazes de se adequar em qualquer decoração.

Foto: divulgação

Mesa Lateral

Vitória-Régia

12

Foto: divulgação

Não é novidade para ninguém: a madeira é o material favorito dos designers

para interiores, seja ela usada em painéis, cadeiras e até mesas. Inspirada nas

plantas aquáticas de mesmo nome, a coleção de mesas laterais Vitória Régia segue

a linha de inspirações inusitadas que remete a elementos naturais. A peça é

construída a partir da madeira torneada com tons claros e aconchegantes, além

de possuir uma base metálica. A mesa lateral Vitória Régia é perfeita para cantos

de ambientes e para servir de apoio a bacias, copos e demais utensílios.

Madeira gastronômica

Aliar a proposta de um restaurante contemporâneo e cheio de personalidade, rico

em detalhes urbanos e industriais, com a sofisticação do espaço onde está inserido: um

shopping de luxo localizado em um bairro nobre da cidade. Esse foi o principal desafio

da arquiteta Bruna Pavoni, da Montserrat Arquitetura, ao desenvolver o projeto do

Jamie’s Italian Curitiba, a terceira unidade do restaurante do famoso chef inglês Jamie

Oliver no Brasil, com um espaço de 510m² (metros quadrados) na cidade de Curitiba

(PR). Com o intuito de garantir uma conexão entre sofisticado e urbano, foram usados

materiais que tornassem o ambiente intimista, convidativo e, ao mesmo tempo, provocante e confortável como, por exemplo: serralheria

nos móveis, remetendo a uma linguagem mais industrial, que além de sua resistência, traduz uma robustez ao espaço; madeira nos

forros e acabamentos, que permite uma maior variedade no design, além de um ambiente aconchegante; estofados com cores vibrantes,

que criam um destaque visual em todo o ambiente, mas sem perder o conforto e cristais nos lustres principais, refletindo a elegância

e refinamento do shopping Pátio Batel. Já a área externa do estabelecimento apresenta uma maior conexão com a natureza, pois está

cercada por toda uma área verde do Parque Gomm, que percorre as laterais do restaurante. “Esse espaço foi contornado delicadamente

por ripados em madeira que descem do forro, como uma releitura da forma da famosa estufa do Jardim Botânico, mas mantendo

elementos do restaurante como a iluminação âmbar e os estofados laranjas, garantindo assim uma conexão entre o ambiente interno e

externo do restaurante”, destaca.

Foto: divulgação


A MAIS MODERNA E SEGURA

USINA DE TRATAMENTO DE

MADEIRA DA AMÉRICA LATINA

Há mais de 30 anos investindo em

reflorestamento, produção,

tratamento e comercialização de

madeira de eucalipto. Somos a única

empresa no Brasil que possui o selo

de qualidade “Qualitrat Ouro”,

sempre buscando melhorar as

práticas do setor de

madeira tratada.

USINA - CAPELINHA-MG | Rod. BR 120, Km 116

(33) 3516-2615 | (33) 3516-2153 | (33) 99128-0550

ESCRITÓRIO CENTRAL - FRANCA-SP | Rua General Osório, 1870

(16) 3724-2526 (16) 98137-2467

CBIMADEIRAS

www.cbimadeiras.com.br


Curtas & Novidades

Gaveteiro

sanfona

Inspirada no compositor e cantor brasileiro, Luiz Gonzaga, o Gaveteiro

Sanfona é pensado para trazer toda a brasilidade ao seu lar. Este

é um móvel exclusivo que realiza uma direta homenagem ao Rei do

Baião, figura chave na origem do Estúdio Mula Preta, criador do Gaveteiro

Sanfona. Os designers fizeram uma releitura da sanfona tradicional,

de maneira sofisticada e bem-humorada. Uma escultura em forma

de móvel, desenvolvida a partir da madeira e do couro, materiais muito

característicos do nordeste do Brasil.

Foto: divulgação

14

Foto: divulgação

Tecnologia e

madeira

Pensa que a madeira não pode se juntar à tecnologia de

smartphones e tablets? Quem responde à pergunta é a Flinders,

empresa norte-americana que traz ao mercado peças que protegem

os gadgets e aumentam sua vida útil. “A madeira é um material

sustentável, que não agride a natureza e, ainda por cima,

protege de forma única aparelhos eletrônicos. Foi por isso que

escolhemos lançar nossa coleção By Nature”, afirma a empresa

em seu site oficial. O suporte para iPad custa R$ 120 e está disponível

no portal da empresa na internet (www.flinders.com.ua).

Voo vip

Um dos mais modernos aeroportos do Brasil, o Afonso Pena, em

Curitiba (PR), criou um lounge exclusivo com salas de espera, espaço

para eventos e mostras de arte, aliando o conforto da madeira em

um design moderno e despojado. Esse é o conceito do Break Travel

Lounge, empreendimento de um grupo de empresários paranaenses,

que traz uma estrutura inovadora na área do turismo e aviação

civil no Brasil, sendo um complexo composto por salas VIPs, foyer

de exposições e espaço de eventos, com uma área total de 830 m²

(metros quadrados). Com mobiliário 100% desenvolvido pela Artefacto,

o espaço é completamente diferente das salas convencionais de

aeroportos espalhados pelo país. A arquitetura mais contemporânea é expressa nas linhas puras e em tons neutros de forma harmônica,

usadas de forma inteligente e agradável. A escolha do piso vinílico amadeirado veio para oferecer conforto térmico e acústico e garantir

a sensação de bem-estar. “Minha intenção foi criar um momento de relaxamento antes do embarque com uma experiência revigorante,

onde o conforto traz a plena sensação de estar em casa”, explica a arquiteta Talita Nogueira.

Foto: divulgação


Showroom em Destaque

16

SUITE MASCULINA LAGOM - ANDREA R. AÑEZ E BRENDA JIMÉNEZ

A marcenaria retilínea aquece, o azul profundo acalma e a grande janela

deixa entrar a paisagem e a luz natural, que interagem com o espaço.

A inspiração nórdica rege o equilíbrio entre materiais, tecnologia de

automação e elementos arquitetônicos para criar a atmosfera perfeita de

descanso e fuga.

Foto: Alvaro Mier/Casacor

Informações: https://casacor.abril.com.br/mostras/

show room


BALCÓN SOCIAL - CAMILO TAVERA E MARIELA ASIN

Nas duas salas, a dupla trabalhou com diferentes níveis no piso, criando

ambientes com a intenção de reunir um grande número de pessoas. O teto

restaurado se descola das paredes, que ganharam um tom de concreto,

criando uma faixa em vidro atravessada pela luz.

Foto: Alvaro Mier/Casacor

Informações: https://casacor.abril.com.br/mostras/

17

LA CREACIÓN RESTAURANT - OSCAR ANGLARILL

Pisos e paredes foram cobertos com uma porcelana azul marmoreada com

detalhes dourados. A partir deste material de personalidade, foi elaborado um

jogo visual de volumes e alguns contrastes com materiais, como a madeira.

Foto: Alvaro Mier/Casacor

Informações: https://casacor.abril.com.br/mostras/


Showroom em Destaque

ESPACIO DEL COLECCIONISTA - IRENE PARADA E SOFÍA PARADA

Madeira, couro e revestimentos com texturas rústicas conferem uma

atmosfera intimista, que expressa a personalidade e os interesses do

morador. Com apenas 14 metros quadrados, o espaço possui lareira,

adega e, claro, uma estante robusta para abrigar a coleção de máscaras.

Foto: Alvaro Mier/Casacor

Informações: https://casacor.abril.com.br/mostras/

18

COCINA: LA ESQUINA DE LOS AFECTOS - RODRIGO DURÁN E SILVANA VALENZUELA

Sustentabilidade, tecnologia e afeto são os três pilares do Planeta Casa que orientaram o

projeto. A ilha que centraliza os preparos também é lugar de pausa e encontros. Materiais

com apelo natural, como a madeira, aquecem o espaço onde a modernidade também tem

vez - basta observar as superfícies em materiais de última geração e as formas arrojadas.

Foto: Alvaro Mier/Casacor

Informações: https://casacor.abril.com.br/mostras/


PORTAS SINCOL

Ambiente com Portas Sincol, acabamento com lâmina em

Curupixá Veneer, certificadas pela ABNT, que trazem mais

segurança e sofisticação para o seu ambiente.

Foto: divulgação

Informações: www.sincol.com.br

19

MERCEDES-BENZ LOUNGE BY APARICI - ROBERTO FRANCO

A intervenção na garagem busca proporcionar uma experiência visual a partir do

contraste de materiais. Alguns são muito nobres, segundo o arquiteto, como a

madeira em estado natural. Ela contracena com a cerâmica Aparici que neutraliza

o piso. Para arrematar, veludo nos móveis e detalhes metalizados.

Foto: Alvaro Mier/Casacor

Informações: https://casacor.abril.com.br/mostras/


Showroom em Destaque

20

MERCADO CASACOR - CARLOS X. ARAÙZ E FERNANDO JUSTINIANO

Como nos vibrantes bazares turcos ou mercados marroquinos, este espaço maximalista guarda diferentes

combinações de cores e detalhes. Muitos materiais utilizados são reciclados e compõem com talhas de

madeira, pedras, mármore, tecidos e fios de cobre.

Foto: Alvaro Mier/Casacor

Informações: https://casacor.abril.com.br/mostras/


COMEDOR DE DIARIO - IRIS ROJAS E TAYNARA WAZILEWSKI

Guiada pelo estilo Mid Century, a dupla tirou partido de linhas limpas e

ressaltou boas peças de design, como a luminária, que é a joia do espaço.

Também valorizaram a natureza nos detalhes e trouxeram um toque

vibrante do laranja neon, verde, azul e amarelo para quebrar a monocromia.

Foto: Alvaro Mier/Casacor

Informações: https://casacor.abril.com.br/mostras/

21

HOME OFFICE - MA. FERNANDA ARNEZ

O estilo Art Déco é um dos mais glamourosos e inspira o projeto nas formas

delineadas com metalizados, nas curvas comedidas, na introspecção da madeira

escura. Em meio aos tons calorosos, o ponto de azul e o toque de verde -

incluindo o papel de parede - refrescam e deixam o visual mais divertido.

Foto: Alvaro Mier/Casacor

Informações: https://casacor.abril.com.br/mostras/


Showroom em Destaque

INGRESO/RECEPCIÓN - ALEJANDRA SAUCEDO E DANIELA SAUCEDO

Ao entrar na casa da Equipetrol, o visitante encontra este espaço de 88 metros quadrados, marcado pelos

contrastes. Texturas e relevos de pedras, metais e os espelhos conferem um glamour inesperado a quem

entra na casa de madeira. O tom Coral define a atmosfera delicada e acolhedora. Outro elemento chave

são as formas hexagonais, que compõem itens do mobiliário e detalhes decorativos.

Foto: Alvaro Mier/Casacor

Informações: https://casacor.abril.com.br/mostras/

22

ATRIUM DECA - TASSIANA OSHIRO

Ambiente que pode ser adaptado como um local na casa para receber hóspedes e desfrutar

com a família. É um espaço acolhedor que o convida a entrar e a ficar. Elegante e rústico,

também pode ser utilizado como hall de entrada de hotéis e pousadas.

Foto: Alvaro Mier/Casacor

Informações: https://casacor.abril.com.br/mostras/


SCROCK

A ELEGÂNCIA

QUE SUA CASA PROCURA

www.scrockpisos.com.br

contato@scrockpisos.com.br

Av. Pres. Getúlio Vargas Nº 2301 - Água Verde

(41) 98831-4617

0800 600 2994


24

Entrevista


Cristina Cardoso

Arquiteta de decorados

F

undada em Londrina (PR) há mais de 10 anos, a Yticon

Construção e Incorporação surgiu com o objetivo de criar

empreendimentos econômicos, localizados em regiões de

potencial valorização, distribuição inteligente de espaços, proporcionando

qualidade, conforto e segurança para toda a família.

Com este mote, a empresa usa e abusa da madeira para criar

ambientes versáteis e que otimizam espaços. Em entrevista à

PRODUTOS DE MADEIRA, a arquiteta de decorados da Yticon,

Cristina Cardoso, explica como a madeira tem papel importante

no trabalho da companhia. Confira:

25


Entrevista

26

Como a Yticon tem utilizado a madeira

em seus projetos?

A madeira sempre esteve e continua

presente nos projetos de imóveis oferecidos

pela construtora Yticon, como

um elemento essencial para aliar estética,

durabilidade e praticidade. É utilizada

no piso de áreas secas (área social

e íntima) dos apartamentos, trazendo

conforto térmico e visual aos seus

ocupantes, e pontuando detalhes em

fachadas dos edifícios e equipamentos

de lazer, como pergolados e mobiliário

nas áreas de uso comum.Também está

presente na composição dos ambientes

internos, tanto nas áreas comuns

quanto nos apartamentos decorados,

como forma de trazer uma proposta de

decoração atemporal, sólida e muito

aconchegante.

A Yticon possui, em Londrina, o empreendimento

Hamptons Residence,

que utiliza a madeira em mesas,

armários e camas. Como é feita a escolha

desses materiais no momento

de criação do ambiente?

Ao iniciar um projeto de apartamento

decorado, estudamos amplamente

as possibilidades de decoração dentro

das diretrizes propostas pelo departamento

de marketing da empresa. No

caso do Hamptons Residence, houve

uma proposta de trabalharmos com

tons pastel, em uma paleta de cores

bastante diversificada, moderna e

divertida. A escolha da madeira, juntamente

com outros materiais naturais

como tecidos em lã e linho, objetos

e tapetes em palha, cerâmica, sisal e

couro, trouxe a solidez e neutralidade

necessários para equilibrar esse ambiente

cheio de cores. Já a presença de

móveis e objetos de madeira eleva a

sensação de aconchego nos ambientes,

tornando a experiência visual e sensorial

muito mais agradável.

TEMOS UM GRANDE

PRIVILÉGIO DE

MORARMOS EM

UM PAÍS ONDE

A MADEIRA É

ABUNDANTE,

ACESSÍVEL E DE

GRANDE CAPACIDADE

DE REPOSIÇÃO AO

AMBIENTE


Cristina Cardoso

27

No caso da madeira, quais são as

vantagens de usar esse material na

construção e na decoração?

Temos um grande privilégio de

morarmos em um país onde a madeira

é abundante, acessível e de grande

capacidade de reposição ao ambiente.

Utilizada com responsabilidade, ela é

peça fundamental na construção, seja

como material de base, na utilização

de formas, tapumes e escoras, como

também em elementos fundamentais

e de grande impacto visual, estético

e funcional, como na confecção de

telhados, estrutura, fechamento de

paredes, esquadrias, pisos, deques,

pergolados, revestimentos, mobiliário

e uma infinidade de outros exemplos

de aplicação da madeira como grande

protagonista ou peça auxiliar em uma

edificação. Com os devidos procedimentos

de tratamento e manutenção,

a madeira permanece como elemento

atemporal e de grande personalidade

na arquitetura.


Entrevista

Existe alguma limitação de estilos

no uso de madeira? Como o consumidor

e as construtoras podem

adaptar o material ao seu perfil?

Não há uma regra na utilização da

madeira ou quaisquer outros elementos

na composição da arquitetura

e interiores. O que existem são as

características e limitações impostas

pelo próprio material. Alguns materiais

são voltados para áreas externas ou

internas com restrições de uso devido

ao seu comportamento com relação

à exposição ao tempo, ao local onde

será aplicado e às demais condições do

entorno. Obedecendo suas restrições,

a madeira pode ser amplamente utilizada

em ambientes externos e internos.

O limite é uma linha tênue que estabelece

um equilíbrio na composição

com outros elementos, por exemplo,

em espaços mais compactos, o uso

excessivo de madeira de tonalidade

mais forte em painéis, móveis, piso e

objetos, pode resultar em um ambiente

muito carregado de informação, pesado,

escuro, parecendo ser ainda menor.

Neste caso, é preferível dosar melhor

ou utilizar madeira mais clara, para

termos a sensação de ambiente mais

amplo, mais suave e mais iluminado.

Deve se dar atenção também à mistura

de cores da madeira, procurar manter

a tonalidade em diferentes aplicações,

por exemplo, ao se usar um tipo de

madeira em um deque e em um painel,

procurar alinhar os tons ou se possível

utilizar a mesma madeira, pois dessa

forma o ambiente fica com mais naturalidade.

Isto se aplica ao utilizar madeira

em diferentes ambientes internos,

procurar um padrão de tonalidade deixa

o ambiente mais harmônico e com

aspecto mais natural. Neste caso, para

fugir de monotonia vale compor com

objetos e móveis de cores sólidas e outras

texturas. Quando utilizamos a palavra

estilo na decoração, entendemos

28


29

que se trata de uma inspiração, uma referência,

como um guia para uma composição

harmônica. Ou seja, tomando

como base estilos amplamente visitados

e comentados no momento como

o estilo industrial e estilo escandinavo,

as imagens e textos referentes a esses

estilos na arquitetura e decoração nos

oferecem elementos que juntos compõem

um ambiente harmônico.

Qual dica daria para alguém que

quer adotar a madeira em ambientes

internos e não sabe por onde

começar?

Comece observando como esse

ambiente se encontra atualmente. Já

existe algum objeto ou elemento em

madeira? O piso, as portas, janelas,

algum mobiliário... caso não haja nada

ainda, começar com objetos e mobiliário

de pequeno porte é uma boa

alternativa, como conjunto de cadeiras

de jantar, uma luminária, uma mesa de

centro. Em ambientes muito frios, a

madeira pode entrar como protagonista

revestindo uma parede, em móveis

de maior destaque como mesa de jantar,

estantes e armários mais robustos.

Caso já existam alguns elementos no

ambiente, procure equilibrar aplicando

madeira em tonalidade próxima dos

atuais e em locais onde ainda não há

nenhum móvel ou objeto existente.

Por exemplo em um quarto onde

exista um armário em madeira natural,

procurar colocar uma cabeceira ou

mesa de apoio na parede oposta, com

a tonalidade mais próxima possível do

existente. Se o piso já é em madeira,

procure observar o tom e colocar sobre

ele móveis pouco contrastantes.

NOSSO PAPEL É

FUNDAMENTAL NA

ACEITAÇÃO PELOS

CONSUMIDORES,

APRESENTANDO

PROJETOS VIÁVEIS

ECONOMICAMENTE,

FUNCIONAIS E

DURÁVEIS


Entrevista

30

Como o design e a arquitetura têm

encarado o debate sobre o uso de

materiais sustentáveis na construção

civil e na decoração de interiores?

O debate é essencial e a prática é

urgente. Como citado anteriormente a

madeira é abundante, mas assim como

outros, trata-se de um recurso natural

e finito. É de nossa responsabilidade

como profissionais e consumidores,

observarmos se o produto utilizado é

certificado, priorizarmos o uso de madeira

de reflorestamento a apoiarmos

o uso de materiais reciclados e recicláveis,

aderirmos sistemas e materiais

que apoiam a iniciativa de reutilização

de recursos como captação de água e

energia. Nosso papel é fundamental na

aceitação pelos consumidores, apresentando

projetos viáveis economicamente,

funcionais e duráveis. Acredito

que se dermos mais visibilidade aos

projetos que se utilizam de sistemas e

materiais sustentáveis tanto na arquitetura

quanto em interiores, cada vez

mais a indústria irá se interessar em

fabricar e popularizar esses produtos,

tornando mais acessível e viável ao

consumo.


Tema:

WORKSHOP

ONLINE

SILVICULTURA DE ALTA PERFORMANCE:

do plantio à indústria

29 de junho às 19h

Palestrantes:

Realização:

REVISTA

Acompanhe em nosso canal:

@revistareferencia


Decoração

Madeira

à vista!

Fotos: divulgação

32

TONS CLAROS E CORES

VIBRANTES SE MESCLAM EM

MODERNO APARTAMENTO

NA REGIÃO DA BARRA DA

TIJUCA, NO RIO DE JANEIRO


U

m ambiente vivo, integrado e

com as características de uma

das cidades mais brasileiras do

país. Esse foi o objetivo das designers

Linda Martins e Cris Araújo, irmãs apaixonadas

pela decoração e por novos

desafios, fundadoras do escritório Maraú

Design, ao aceitarem o projeto de

reforma de uma casa familiar, localizada

na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Em uma construção de 140 m²

(metros quadrados), para um casal e

um filho de 5 anos, as profissionais trabalharam

com o desafio de satisfazer

o desejo da família de conviver mais

dentro de casa, ao fazer com que os

ambientes fossem amplos. O ponto de

partida foi a integração total do living

com a cozinha, excluindo a divisória

que existia anteriormente, permitindo

que a luz que vem das grandes janelas

permeasse por todo o espaço. Como

o apartamento tinha 11 anos de cons-

33


Decoração

trução, foi feita manutenção de parte

hidráulica e substituição da elétrica.

A inspiração para este apartamento

foi o próprio Rio de Janeiro, pois o

imóvel fica em frente a Lagoa da Barra

da Tijuca e a ideia era trazer o mar para

dentro de casa. Buscar elementos que

criassem uma atmosfera praiana, leve,

de relaxamento. Os materiais foram

escolhidos de acordo com o conceito

inicial do projeto, madeiras no tom

amendoado e off white, materiais como

cerâmica, toques rústicos e os tons de

azul, foram escolhidos criteriosamente

para proporcionar acolhimento.

A cozinha se abriu para o living. Os

móveis foram criados com molduras

nas portas, vidros e um visual romântico.

Projetados pela Todeschini, os móveis

acomodam todos os utensílios da

família, facilitam o dia a dia, têm bossa

e são funcionais. A cozinha também

recebeu cerâmicas em tom azul claro

da Colormix e louças e metais retrô.

Entre a cozinha e a lavanderia criou-se

um cobogó que tira a visão do tanque,

mas mantém a luminosidade e cria uma

atmosfera romântica. E foi a partir desse

novo conceito, que as cores do living

foram distribuídas.

No living as profissionais desenharam

um guarda-corpo em metal com

detalhes vazados em formato de gota,

que ganhou destaque como uma obra

de arte. O grande painel que ocupa a

parede de pé direito duplo foi redesenhado

e executado pela Todeschini,

mantendo o aspecto contemporâneo

da madeira ripada, já a estante/biblioteca

foi desenvolvida em tom de azul

O GRANDE PAINEL

QUE OCUPA A

PAREDE DE PÉ

DIREITO DUPLO

FOI REDESENHADO

E EXECUTADO

PELA TODESCHINI,

MANTENDO

O ASPECTO

CONTEMPORÂNEO

DA MADEIRA

RIPADA

34


serenity. O grande sofá off white, foi

arrematado por um tapete turco de

tom azul quase neon de tão aceso. O

destaque da sala está no lustre Italiano

Raymond da Moooi, um clássico! E a

poltrona Mole do designer brasileiro

Sérgio Rodrigues, em camurça azul.

O lavabo recebeu papel de parede

zig zag da Missoni e uma bancada retrô,

que foi desenhada especialmente

para ele, além de metais e louças retrô

da Deca. A Suíte do casal possui cama

e mesa de cabeceira desenhadas pelo

Studio Linda Martins e a aquarela de

fundo, feita pelo Studio A Casinha.

O banheiro da suíte em estilo minimalista,

recebeu revestimento Decortiles,

louças e metais Deca, criando uma

atmosfera escandinava, muito clean e

aconchegante.

35


Urbanismo

36

Ponte ecológica

Fotos: divulgação


PREFEITURA

RESPEITA DNA DE

CIDADE-MODELO

E REALIZA OBRAS

COM MATERIAIS

RENOVÁVEIS E QUE

NÃO AGRIDEM

A NATUREZA;

MADEIRA É A

PROTAGONISTA NO

PROCESSO

37

N

ão é de hoje que Curitiba

(PR) possui a fama de cidade

ecológica e amiga do meio-ambiente:

na década de 1990, com seus

diversos programas de reciclagens e de

incentivo a parques e áreas verdes, a

capital dos paranaenses saiu na frente

no quesito sustentabilidade antes que

o assunto entrasse em pauta em todo

o país.

Três décadas depois, o legado continua,

mas desta vez em obras públicas

espalhadas pela região central e na

periferia curitibana. Ao todo, o município

possui cinquenta e duas pontes de

madeira, além de duzentas e cinquenta

passarelas que utilizam esse material

como pedra angular desses módulos.

A mais recente iniciativa está em

processo de construção, no tradicional

bairro de Santa Felicidade, colonizado

por imigrantes italianos. A ponte, realizada

pelo Departamento de Pontes


Urbanismo

e Drenagem da Secretaria de Obras

Públicas, é a 11ª feita apenas neste ano

em Curitiba. Ela ficará na Rua Coronel

Carlos Vieira de Camargo, próxima da

Subtenente Antônio Pinto Portugal,

sobre o Rio Cascatinha.

A construção terá 7m (metros) de

extensão e 6m de largura. Antes do

início dos trabalhos, por segurança, a

antiga estrutura ficou bloqueada por

algumas semanas, pois estava comprometida.

Foram selecionadas peças de

eucalipto tratado para a estrutura, com

o objetivo de garantir a durabilidade e

a segurança da travessia, que deverá

facilitar a vida de moradores da região.

O valor da obra não foi divulgado pela

prefeitura.

“É uma antiga demanda da população

e realizamos prontamente. Pontes

de madeira, além de não agredirem o

meio ambiente, não custam tanto aos

38


cofres públicos. Todos ganham quando

a prefeitura pensa na população e em

seu bem-estar”, afirmou o secretário

de obras públicas, Rodrigo Araújo Rodrigues.

A auxiliar administrativa Caroline

Mayer mora há 21 anos na região e diz

que a antiga estrutura de madeira estava

perigosa, a mesma opinião da dona

de casa Josemara Sá, que mora em

frente à ponte há 2 anos. “Pedíamos

aos órgãos públicos há cerca de 5 anos,

mas nunca foi realizado nada. Essa

gestão resolveu o problema e daqui

umas semanas teremos uma nova passagem

que ajudará muitas pessoas que

passam por essa região todos os dias”,

afirmou Caroline Mayer.

Josemara conta que muita gente

utiliza o trecho que faz a ligação entre

os bairros São João e Santa Felicidade.

“Diversas vans que levam os alunos

para a escola passam por este caminho,

então ajudará pessoas de todas as idades”,

relata.

INVESTIMENTOS

A 12ª ponte deverá ser concluída

em dezembro e fica na Rua Embaixador

Hipólito de Araújo, próximo à Rua Chile,

sobre o Rio Belém, no Prado Velho.

Lá, devido às características do local, a

base está sendo feita em concreto e a

ponte será de madeira.

Além das pontes de madeira construídas

ao longo do ano, a Secretaria de

Obras implantou uma nova ponte em

substituição a uma passarela na Rua

Esperandio Domingos Foggiato, antiga

Rua das Palmeiras, também no Prado

Velho. Foi feita ainda a manutenção de

15 pontes de madeira da cidade.

FORAM

SELECIONADAS

PEÇAS DE

EUCALIPTO

TRATADO PARA

A ESTRUTURA,

COM O OBJETIVO

DE GARANTIR A

DURABILIDADE E A

SEGURANÇA


40

Principal


25 ANOS 41

de história

EMPRESA COMEMORA

ANIVERSÁRIO COMO

REFERÊNCIA DE

QUALIDADE NO MERCADO

Fotos: divulgação


Principal

H

á 25 anos, Gilberto Ponce teve

uma visão: fabricar uma única

roldana, dando início a diversos

outros desenvolvimentos voltados

para as esquadrias de madeira. Foi

assim que surgiu a Rodinato, de início

gradual e produção terceirizada, com

as vendas centralizadas no Estado do

Paraná. Com apenas três representantes,

o empreendimento foi crescendo e

abrindo novos mercados em Santa Catarina

e São Paulo. Desde então, a empresa

vem se tornando referência de

qualidade no mercado, com produtos

de qualidade e entregas eficientes.

Em 2001, a empresa organizou todo

o seu setor comercial e fez a primeira

participação em uma feira de negócios

internacional, com foco em esquadrias,

ferragens e acessórios. Mais tarde, no

mesmo ano, a companhia investiu na

sua estruturação para produção interna,

realizando grande parte do processo

produtivo na própria indústria. A

partir disso, as vendas explodiram pelo

país, ampliando o portfólio do estabelecimento

para mais de 500 itens.

Ao longo dos anos, a Rodinato foi

crescendo cada vez mais, investindo

em espaços, ferramentas e representa-

42


43

“A EMPRESA

SE ADEQUOU,

BUSCOU NOVAS

ALTERNATIVAS

A PROBLEMAS

ENVOLVENDO

DIVERSOS

PILARES

ESSENCIAIS PARA

A PRODUÇÃO”

ANA FLÁVIA PONCE,

GERENTE DE MARKETING

DA RODINATO

ções espalhadas pelo Brasil. Em 2008,

o foco se voltou para os produtos de

portas deslizantes e divisórias de ambientes.

Assim surgiu o Kit Master, que

inclui roldanas, ponteiras, arremates

e fechos. Uma inovação de extrema

relevância para o futuro da empresa.

Para Ana Flávia Ponce, gerente de marketing

da instituição, o produto foi um

grande passo para a época. “O kit era

todo revestido em alumínio, pensado

na praticidade e com itens essenciais

para um melhor desempenho”, explica.

Focados até hoje nesse segmento,

diversos kits foram desenvolvidos com

a mesma finalidade, atendendo várias

necessidades do mercado, desde kits

para profissionais marceneiros até os

kits de fácil instalação voltados para o

consumidor final. Além dos kits, a empresa

também desenvolveu mais de 2

mil produtos no decorrer dos anos.

Atualmente, a Rodinato conta com

mais de 500 produtos ativos, com dedicação

voltada para o desenvolvimento

de peças que proporcionam praticidade

e funcionalidade aos ambientes,

além da otimização de espaço. Para Vanio

Dela Vedova, diretor geral da Moldurama

do Brasil Ltda, ter uma parceria


Principal

44

com a Rodinato é prezar pela segurança

e eficiência dos produtos. “Qualquer

cliente se sente seguro em fazer uma

parceria com a Rodinato, pois tudo que

é proposto, é entregue com eficiência

e qualidade, ótimo relacionamento e

atendimento. É uma parceria saudável

por todas as partes”, assegura Vanio,

diretor geral da Moldurama do Brasil.

Segundo Ana Flávia, o atual sucesso

da empresa se deve também a obstáculos

superados com foco e força de vontade.

A crise causada pela Covid-19 foi

uma delas. “No auge de nossos anos,

a empresa e todo o Brasil se viram

no pior problema já enfrentado, uma

pandemia que vai além de crises financeiras.

Com isso a empresa se adequou,

buscou novas alternativas a problemas

envolvendo diversos pilares essenciais

para a produção.” A gerente de marketing,

ainda afirma, que a empresa continua

na luta para diminuir os impactos

enfrentados por conta da pandemia.

Sendo referência de qualidade no

mercado, a Rodinato atende em todo

o território nacional, com diversas parcerias

com grandes lojas do segmento

madeireiro. Sempre se dedicando ao

melhor desenvolvimento dos seus produtos,

a empresa tem como missão a

produção de peças de qualidade, que

levam melhorias em suas instalações.

Agora, com uma nova identidade visual

para comemorar os 25 anos de jornada,

a empresa procura lançar mais kits e

produtos, tanto para indústria, como

para os consumidores finais. De acordo


com Ana Flávia, o destino da empresa

é promissor. “Para o futuro buscamos

trazer ainda mais soluções inovadoras

ao mercado, mantendo nosso DNA de

sustentabilidade do negócio”, enaltece

a gerente.

“QUALQUER

CLIENTE SE SENTE

SEGURO EM FAZER

UMA PARCERIA

COM A RODINATO,

POIS TUDO QUE

É PROPOSTO, É

ENTREGUE COM

EFICIÊNCIA E

QUALIDADE”

VANIO DELA VEDOVA,

DIRETOR GERAL DA

MOLDURAMA DO BRASIL

LTDA

45


Design

A madeira

e os interiores

Fotos: divulgação

46


DUPLA QUASE QUE OBRIGATÓRIA NA

DECORAÇÃO REQUER CUIDADOS E DICAS

ANTES DE SER IMPLEMENTADA

47


Design

48

N

ão é à toa que a madeira

sempre foi a queridinha de

arquitetos e decoradores de

interiores. Presença constante em qualquer

décor, o material é extremamente

versátil para qualquer alternativa, já

que pode ser aplicado em fachadas,

pisos, paredes, escadas, tetos e, claro,

nos móveis. Por sua neutralidade, combina

facilmente com outros materiais

e com diferentes versões dele mesmo,

servindo de base para os mais diversos

estilos de ambientação – seja clássico,

rústico, vintage, contemporâneo, industrial,

eclético – e também pontuando

mobiliário e complementos.

Resistência e durabilidade ainda fazem

da madeira uma escolha acertada

para criações atemporais. O uso da madeira

remete a conforto e aconchego,

característica perfeita para aquecer um

lar e suavizar materiais como concreto,

metais e vidros. Além disso, assim

como as plantas, ela reforça a nossa

ligação com a natureza, dando vida e

harmonizando os ambientes, ao ir na

contramão de um mundo cada vez tecnológico,

artificial e pobre em texturas

que convidam ao toque. Confira algumas

dicas antes de realizar o casamento

entre sua decoração e a madeira:

ESCOLHA O CONCEITO

Essa tática é a mais prática e fácil

se você não quer se arriscar a cometer

erros. Escolha uma mesa, cadeira e buffet

pretos, por exemplo, e aposte em

uma base mais neutra e clara, para que

o ambiente não fique tão pesado. Mas

caso você seja fã das madeiras mais claras,

pesquise que tipo de cores podem

ser utilizadas e que constrastem de

forma uniforme em sua sala, quarto ou

demais cômodos.

TONS ESCUROS

Se você é fã de madeiras em tons

mais escuros, não deixe de combiná-la

O USO DA

MADEIRA REMETE

A CONFORTO E

ACONCHEGO,

CARACTERÍSTICA

PERFEITA PARA

AQUECER UM

LAR E SUAVIZAR

MATERIAIS COMO

CONCRETO,

METAIS E VIDROS


com o preto, como já citamos anteriormente.

A mistura, além de ser muito

elegante, é perfeita para espaços que

exigem certa sobriedade. Vale também

inserir outros materiais, como o metal.

TONS NEUTROS E LACA

VIBRANTE

Uma ótima forma de ousar no

décor é misturar um tom de madeira

mais neutro e claro com uma laca vibrante.

A mistura é moderna, jovem e

cheia de casualidade, ótima para ser

aplicada em salas de jantar, por exemplo,

e em ambientes comerciais.

USE AS CORES!

Um dos maiores medos dos consumidores

é poluir visualmente seus ambientes

internos. Mas calma! Sempre

é possível realizar um balanço entre

o uso de cores vivas e a uniformidade

de um décor. Destacar a madeira e dar

ao material o valor que ele merece é

simples e agradável. Plantas, obras de

arte e tecidos coloridos são um ótimo

complemento para uma peça central

feita no material. Não sinta receio de

arriscar!

COURO E MADEIRA

A mistura das duas matérias-primas

é imprescindível para quem não abre

mão de qualidades como conforto,

sofisticação, durabilidade, praticidade

e estilo. Assim, é interessante que a

tonalidade da madeira acompanhe a do

couro. Mas, para que o ambiente não fique

totalmente monocromático, a dica

é investir em um tapete mais claro, que

garanta a luminosidade do ambiente e

realize um contraste com os tons mais

escuros e pesados.

49


Projetos Especiais

50

Foto: Leo Roldão

Uma nova

possibilidade


CONSTRUTORA COM FOCO EM MADEIRAS

ECOLÓGICAS CRIA ALTERNATIVA VERDE E

MODERNA PARA CASAS, HOTÉIS E COMÉRCIO

C

om a popularização do wood

frame em todo mundo, método

de construção que utiliza

perfis de madeira e placas estruturais

para criar casas e edificações de diversos

pavimentos, crescem as possibilidades

para a indústria oriunda de produtos

madeireiros no Brasil.

Um bom exemplo deste novo momento

do setor é o projeto Mod House,

da Terra Sol – Madeiras Ecológicas,

Projetos e Construções. A empresa produz

soluções inovadoras e sustentáveis

para arquitetura e construção. Com usina

própria de preservação de madeira,

estufas de secagem e maquinários de

usinagem, realiza tratamento de madeiras

exclusivamente reflorestada, com

responsabilidade ambiental de acordo

com as normas da ABNT e dentro dos

critérios de qualidade e legalidade, sendo

filiada à ABPM (Associação Brasileira

de Preservadores de Madeira) e devidamente

registrada junto aos órgãos

ambientais como IBAMA e FATMA.

“A partir da nossa própria experiência

em canteiros de obra, cujo sistema

convencional de construção traz incertezas

e constantes desafios, trouxemos

de forma pragmática a intenção de

uma nova realidade primeiramente

às nossas obras, e atualmente já é um

modelo construtivo que vem sendo

difundido a outros clientes e parceiros

de mesmo propósito. O projeto MOD

HOUSE buscou trazer um método construtivo

de construção seca, modular,

fácil, ágil e eficiente sob vários aspectos

e, pensando nisso, apresentamos

para esse primeiro piloto uma arquitetura

de conceito contemporâneo aos

moldes da um loft de ambiente integrado

com estética sofisticada, que busca

Foto: Caleb Ribeiro

51


Projetos Especiais

inspiração nos traços de um pequeno

celeiro repaginado”, explica o diretor

técnico comercial, Thiago Streck Peres.

MOD HOUSE

De acordo com Thiago, o sistema

construtivo Mod House tem raízes no

wood frame, com emprego de estruturas

modulares principais a partir do uso

de madeira engenheirada, fabricada

pela própria Terra Sol. “A ideia é prever

uma rápida montagem no canteiro,

quando posteriormente recebe painéis

estruturais secundários, que representam

a ossatura, que sustentará suas

paredes duplas, composta em sua face

externa por OSB, manta hidrófuga e revestimento

final ventilado em madeira,

entretanto com face interna composta

por gesso acartonado, forro em madeira

ou até mesmo placas cimentícias,

de forma tal, que essa customização

de materiais poderá ser realizada pelo

cliente”, relata o diretor.

O interior das paredes é preenchido

com lã de pet, composto 100% por

fibras de poliéster, que tem função de

isolamento termo-acústico. A cobertura

apoiada sobre módulos estruturais

principais tem previsão de forro em

madeira internamente, manta impermeabilizante

e telhas isotérmicas.

Os pisos, dependendo do contexto

geográfico do terreno base, poderão

ter sua fundação em radier com revestimento

a definir pelo cliente ou

então sapatas isoladas com vigas em

concreto para apoio aéreo dos módulos

estruturais em madeira somado

ao revestimento interno em assoalho,

sendo escada, mezanino e outros itens

propostos integralmente em madeira.

“As áreas molhadas são devidamente

impermeabilizadas e tratadas, com a

finalidade de que recebam cerâmicas

ou outros revestimentos a definir pelo

cliente. Todas as madeiras utilizadas

na obra são da espécie Pinus elliottii,

Foto: Caleb Ribeiro

52

Foto: Caleb Ribeiro

Foto: Caleb Ribeiro

Foto: Caleb Ribeiro


tratadas em autoclave pelo processo

vácuo-pressão utilizando solução preservativa

CCA-C, que garante longa vida

útil às mesmas, isentando-as integralmente

do ataque de insetos xilófagos

e fungos apodrecedores”, acrescenta

Thiago.

VANTAGENS

Com alta eficiência energética, se

transforma em uma edificação agradável

tanto para climas frios quanto para

climas mais tropicais, sem falar que o

Mod House permite, já nas etapas de

projeto, a maior precisão no controle

do cronograma físico-financeiro, por

ser uma construção seca, com objetivo

de um canteiro de obras ágil e limpo,

a partir da baixa geração de resíduos e

ainda com curtos prazos de montagem.

“A receptividade dos clientes tem sido

ótima, pois conseguimos aliar uma

arquitetura elegante e estética diferenciada

frente aos modelos convencionais

culturalmente vistos no mercado

da construção pré-fabricada, além de

ser uma edificação durável e de alta

qualidade, que agrega ao cotidiano

do seu usuário o sentimento de bem

estar em função do seu layout versátil

e funcional, ambientes bem iluminados

e arejados, com sensação de amplitude

interna e sua eficácia termo acústica

e, finalmente, com boa relação custo x

benefício planejada a partir do sistema

de modulação e execução de obra inserida

dos conceitos de uma construção

seca”, compara o diretor.

53

Foto: Caleb Ribeiro

A RECEPTIVIDADE

DOS CLIENTES TEM

SIDO ÓTIMA, POIS

CONSEGUIMOS

ALIAR UMA

ARQUITETURA

ELEGANTE

E ESTÉTICA

DIFERENCIADA

FRENTE AOS

MODELOS

CONVENCIONAIS

CULTURALMENTE

VISTOS NO

MERCADO DA

CONSTRUÇÃO


Aqui tem Madeira

Madeira

contemporânea

MATERIAL FOI UTILIZADO

DURANTE EXPOSIÇÃO NO MUSEU

DE ARTE CONTEMPORÂNEA NA

BIENAL DE SÃO PAULO

Fotos: Diogo Aguiar Studio

54


O

pavilhão no jardim - realizado

para a exposição “Incerteza

Viva: uma exposição a partir

da 32a Bienal de São Paulo”, no Museu

de Arte Contemporânea de Serralves

- desenvolve-se na criação de dois

espaços concêntricos com funções distintas:

o espaço intersticial e o espaço

central. A espacialidade cilíndrica enfatiza

a centralidade da obra exposta,

que assume uma importância crucial no

desenho do espaço.

Esta é reforçada pela anulação de

uma entrada principal em prol da criação

de uma segunda fachada, exterior,

permeável a partir de três pontos que

dividem a entrada no pavilhão pela

sua periferia, potenciando diferentes

acessos e relações com o Jardim de

Serralves.

A descoberta da estrutura museológica

faz-se a partir de três momentos:

o reconhecimento de um espaço habitável,

um percurso de transição e o

lugar de projeção. Desde o exterior, o

pavilhão apresenta uma pele abstrata,

uma fachada contínua em toda a sua

superfície curva, construída por quatro

camadas de tábuas verticais de madeira.

A luz natural molda-lhe o corpo, em

uma gradação de tonalidades que reforça

a sua volumetria e revela planos

em diferentes profundidades.

Atravessada pelos raios solares, a

estrutura edificada projeta-se sobre

ela própria, provocando sombras que

deambulam pela fachada central, construindo

distintos desenhos ao longo do

dia. Contribuindo para o controle da luz

natural no espaço interior, a justapo-

O PAVILHÃO

APRESENTA UMA

PELE ABSTRATA,

UMA FACHADA

CONTÍNUA EM

TODA A SUA

SUPERFÍCIE CURVA,

CONSTRUÍDA POR

QUATRO CAMADAS

DE TÁBUAS

VERTICAIS DE

MADEIRA

55

Fotos: divulgação


Aqui tem Madeira

sição de planos curvos e paralelos que

alternadamente abrem vãos, também

eles curvos, encaminha o visitante a

percorrer o espaço de mediação sem

revelar o núcleo central desde o exterior.

A ausência de portas procura libertar

a circulação dos visitantes na

apropriação do pavilhão expositivo,

como espaço em continuidade com o

jardim em que o dentro ainda é fora e

o exterior ainda é arquitetura. Cria-se

um espaço imersivo, em que o visitante

toma consciência do ato de entrar pela

vontade em descobrir um espaço que

não é imediatamente perceptível na

sua aproximação ao objecto arquitectónico.

O espaço entre, enquanto antecâmara-percurso,

induz, ao visitante, a

consciência do seu corpo no espaço e

conduz à sua preparação para fruição

da obra exposta – o filme: Os humores

56


57

artificiais (2016); de Gabriel Abrantes

– em um espaço que a ela se refere materialmente.

A estrutura de madeira foi concebida

e desenvolvida pelo estúdio de

arquitetura de Diego Aguiar, português

radicado no Brasil e que trabalha no

setor construtivo há quase 10 anos. Seu

atelier trabalha nas fronteiras da arte e

da arquitetura, desenvolvendo instalações

espaciais e pequenas construções

e interiores, oscilando entre contextos

públicos e privados.

Em 2017, o Estúdio Diogo Aguiar foi

um dos cinco estúdios de arquitetura

portuense selecionados em um concurso

para conceber um pavilhão efêmero

para salas cinematográficas nos jardins

do Museu de Arte Contemporânea de

Serralves, no âmbito da Incerteza Viva -

32ª Bienal de São Paulo.

No ano passado, o estúdio foi selecionado

para integrar a representação

oficial de Portugal na 16ª Bienal de

Veneza de Arquitetura - Público Sem

Retórica.

A AUSÊNCIA DE

PORTAS PROCURA

LIBERTAR A

CIRCULAÇÃO DOS

VISITANTES NA

APROPRIAÇÃO

DO PAVILHÃO

EXPOSITIVO,

COMO ESPAÇO EM

CONTINUIDADE

COM O JARDIM EM

QUE O “DENTRO”

AINDA É “FORA”


Especial

Carpinteiro

e marceneiro:

qual é a

diferença?

58

Fotos: divulgação


MESMO QUE SEJAM ATIVIDADES DA MESMA

VERTENTE, ENTENDA AS DIFERENÇAS DE

CADA UM DESSES PROFISSIONAIS

59


Especial

A

partir do surgimento da produção

em média e grande escala

de móveis, duas das mais antigas

profissões do mundo, a marcenaria

e a carpintaria, acabaram ficando

relegadas ao segundo plano dentro da

indústria madeireira.

O desenvolvimento das técnicas

de manejo e produção com a madeira

como matéria-prima também resultou

na separação de dois tipos de ofício,

cada um com sua particularidade e suas

especialidades.

Mas com a crescente preocupação

acerca do meio ambiente e da recuperação

dos recursos naturais, o conceito

de ambas as profissões começou a

voltar à pauta da indústria. Mas qual é

a diferença entre um marceneiro e um

carpinteiro?

60

MARCENARIA

No caso da marcenaria, essa profissão

dedica-se quase que exclusivamente

ao trabalho e fabricação de móveis,

assim como a criação, conservação e

restauração de objetos decorativos em

O PROFISSIONAL

DA MARCENARIA

TENDE A

PRIORIZAR OS

DETALHES, A

CRIAÇÃO PRÓPRIA,

UTILIZANDO

FERRAMENTAS

MANUAIS E

TÉCNICAS

TRADICIONAIS

DO MANUSEIO DA

MADEIRA


madeira. “É compreensível que pessoas

leigas confundam as profissões,

mas elas são bem diferentes”, explica o

marceneiro Daniel Fancicani, que trabalha

há 16 anos no ramo.

“O profissional da marcenaria tende

a priorizar os detalhes, a criação própria,

utilizando ferramentas manuais e

técnicas tradicionais do manuseio da

madeira”, compara Fancicani. Ele ressalta

que outra aliada do marceneiro é

a bancada de trabalho, utensílio fundamental

para o encaixe, corte e entalhe

de peças.

“Mesmo que o nosso trabalho seja

uma derivação da carpintaria, nós trouxemos

outras técnicas para a cadeia

produtiva, com o intuito de sempre

avançar no tratamento de produtos.

As novas tecnologias também contribuíram

para que pudéssemos realizar

esses avanços”, exemplifica o profissional.

CARPINTARIA

Embora muitas vezes confundido

com o marceneiro, a realidade é que

existe uma diferença considerável, pois

o marceneiro trabalha apenas com móveis.

Já o carpinteiro trabalha com tudo

relacionado à madeira. O antigo ofício

da carpintaria exige um grande conhecimento

em geometria e o domínio

em lidar com a madeira em seu estado

natural. Geralmente, esse trabalho é

responsável pela criação de telhados,

janelas, portas, escadas, assoalhos, móveis

e também peças voltadas para a

construção civil. Um serviço minucioso

e de extrema importância.

A carpintaria também é responsável

por trabalhos ornamentais como

marchetaria, assim como em grandes

projetos, como a carpintaria naval. O

carpinteiro se dispõe de várias ferramentas

de trabalho, como a serra circular,

formão, trena, serrote e prumo.

“A atuação do carpinteiro é mais

ampla. Esse profissional promove estudos

e desenhos técnicos em obras

como a escolha de materiais adequados

ao serviço”, pontua Fancicani.

O MARCENEIRO

TRABALHA APENAS

COM MÓVEIS. JÁ

O CARPINTEIRO

TRABALHA

COM TUDO

RELACIONADO À

MADEIRA

Este artigo foi desenvolvido

por Rosanne Teixeira de Araújo,

mestre em arquitetura

61


Certificação

Origem

sustentável

Fotos: divulgação

62

PARA CRIAR BELOS

MÓVEIS E DEMAIS

PEÇAS DE MADEIRA,

É NECESSÁRIO QUE A

ORIGEM DESTE MATERIAL

SEJA ATESTADA – POR

SUA QUALIDADE,

SUSTENTABILIDADE E

LEGALIDADE


A

grande necessidade do uso

dos recursos naturais advindos

da madeira já se tornou alvo

de estudo de muitos órgãos ligados a

estas indústrias. Diante dessa necessidade

cada vez maior em se buscar

alternativas sustentáveis e da ânsia das

grandes construtoras pela obtenção do

selo verde em suas obras, o mercado

tem tornado indispensável a existência

de certificadoras que garantam tais

atributos, indicando que não só o produto

tem qualidade, mas que o ambiente

de onde ele foi extraído continua

saudável.

A certificação florestal tem como

fundamento a garantia dada ao consumidor

de que determinado produto é

originário de manejo florestal ambientalmente

adequado, socialmente justo

e economicamente viável. Ou seja,

os produtos que têm o selo de certificação

são aqueles produzidos com

madeira de florestas certificadas. Não

cabe ao consumidor o conhecimento e

exigências técnicas de uma produção

sustentável, ele precisa de uma instituição

confiável que garanta que aquele

produto chegou até ele respeitando o

meio ambiente.

63

SELO FSC

O selo FSC (Forest Stewardship

Council) - Conselho de Manejo Florestal

- é uma das primeiras etapas na busca

de um produto sustentável. Trata-se de

uma organização internacional não-governamental

fundada em 1993, que objetiva

o manejo correto e responsável

das florestas, garantindo a preservação

dos recursos naturais e a sobrevivência

das comunidades locais. O FSC não

emite certificados e sim credencia certificadoras

no mundo inteiro, garantindo


Certificação

64

que os certificados destas obedeçam

aos seus princípios e critérios de qualidade,

adaptando-o para a realidade de

cada região ou sistema de produção.

Apesar de ser um selo voluntário,

100% das grandes empresas nacionais

fabricantes de produtos provenientes

de madeira já possuem esse certificado,

o que demonstra a preocupação

das mesmas com a sustentabilidade,

desde a busca de sua matéria-prima.

É uma certificação onerosa, mas que

gera um amplo custo-benefício, pois

o FSC já pode ser visto pelos consumidores

como um indício básico de que a

empresa tem essa preocupação com o

meio-ambiente. Já é possível inclusive,

ver o selo FSC em embalagens de papel

nas prateleiras de supermercados, indicando

que essa preocupação com a

origem e preservação dos recursos já é

um diferencial na escolha de um produto

pelo consumidor.

CERFLOR

Fundado em 1996 pela SBS (So-

ciedade Brasileira de Silvicultura) em

parceria com outras entidades, o CER-

FLOR (Programa Brasileiro de Certificação

Florestal), também é um programa

voluntário desenvolvido em parceria

com a ABNT e o Inmetro, que visa à

certificação do manejo florestal e da

cadeia de custódia, segundo o atendimento

dos critérios e indicadores, aplicáveis

para todo o território nacional.

PNQM

O PNQM (Programa Nacional de

Qualidade da Madeira) é um certificado

desenvolvido pela ABIMCI (Associação

Brasileira da Indústria de Madeira Processada

Mecanicamente), que visa o

controle do processo produtivo, desde

o recebimento da matéria-prima (toras

e lâminas) até a embalagem do produto

final, sendo definidos parâmetros

a serem verificados e critérios de aceitação.

O objetivo deste controle é disponibilizar

ao mercado produtos com

especificações conhecidas, fabricados

dentro de parâmetros controlados.

A CERTIFICAÇÃO

FLORESTAL

TEM COMO

FUNDAMENTO A

GARANTIA DADA

AO CONSUMIDOR

DE QUE

DETERMINADO

PRODUTO É

ORIGINÁRIO

DE MANEJO

FLORESTAL

AMBIENTALMENTE

ADEQUADO


65

O SELO FSC

É UMA DAS

PRIMEIRAS

ETAPAS NA

BUSCA DE UM

PRODUTO

SUSTENTÁVEL

MARCAÇÃO CE

O Certificado de Conformidade

Européia (Marcação CE) é uma marca

que indica que o produto ao qual está

afixada está em conformidade com as

Diretivas de Segurança de Produtos

da União Européia. Desde 2004 a certificação

CE está sendo exigida para

painéis de madeira, em todo o Espaço

Econômico Europeu. É regido pela Norma

Européia 13986 que garante que os

painéis de madeira aos quais se refere,

podem ser utilizados em construção

como elementos estruturais. A diretiva

estabelece requisitos essenciais para

esses produtos, com o objetivo de

atender a determinados níveis de resistência

mecânica, estabilidade, durabilidade

da colagem, baixas emissões de

gás formaldeído, tolerâncias rigorosas

quanto ao tamanho e durabilidade da

própria madeira.

ISO 14001

Criada para controlar os resíduos e

evitar a poluição, permitindo uma convivência

responsável entre as empresas

e o meio-ambiente, a ISO 14001 é um reconhecimento

mundial de que uma empresa

cumpre rigorosos padrões para

promover a proteção ambiental. Com

a ISO 14001, as empresas comprovam

ter um compromisso ainda maior com

a conservação da biodiversidade. O

primeiro passo é determinar a política

ambiental da empresa. O segundo é um

processo contínuo de investimentos

em ações para minimizar os impactos

ambientais, otimizar a utilização de fertilizantes

químicos, reduzir a utilização

de agrotóxicos, recompor a vegetação

dos fragmentos florestais, promover a

conscientização nas unidades vizinhas

e estabelecer indicadores e verificadores

de conservação da biodiversidade.


Agosto 2021

Agenda

FORMÓBILE 2021

Data: 02 a 05

Local: São Paulo (SP)

Informações: www.formobile.com.br

A FORMÓBILE (Feira Internacional da Indústria de Móveis e Madeira) é um evento

consagrado e referência, destinado aos profissionais e empresas do setor moveleiro de

todas as partes do mundo e de toda a cadeia: do pequeno marceneiro ao grande industrial.

TIMBER AND WORKING WITH WOOD SHOW - MELBOURNE

Data: 27 a 29

Local: Melbourne (Austrália)

Informações: www.timberandworkingwithwoodshow.com.au/melbourne/

Por mais de 30 anos, a Timber & Working with Wood Show tem sido referência no setor

de madeira da Austrália. O evento conta com sua forte herança de marcenaria com uma

presença proeminente de madeira e artesanato em madeira. Os organizadores trazem

uma variedade de disciplinas criativas adicionais e complementares aos visitantes. O

formato foi projetado para inspirar os visitantes a encontrar uma nova arte, aprender

mais sobre ela e obter as habilidades e ferramentas de que precisam para iniciar

sua própria jornada rumo à criatividade. Ao longo de 3 dias, o evento contará com

expositores, demonstrações ao vivo, workshops práticos, exposições e estandes de arte,

estandes de varejo e suprimentos, espaço criativo para crianças e um beco de food truck.

Setembro 2021

WMF & WMA BEIJING

Data: 03 a 06

Local: Pequim (China)

Informações: www.woodworkfair.com/

66

WMF (Woodworking Machinery and Furniture) China é um evento bienal dedicado à

indústria de carpintaria. Furniwood China reúne profissionais da China e das regiões

adjacentes, assim como, uma seleção internacional de expositores. Os produtos

expostos em WMF são: painéis, processamento de madeira, produtos de madeira semielaborados,

fabricação de móveis, acabamentos, capas de madeira e tratamentos, cortes

e lâminas, construção, decoração de interiores.

Fevereiro 2022

ZOW 2022

Data: 08 a 10

Local: Bad Salzuflen (Alemanha)

Informações: www.zow.de/ZOW/index.php

Zow é o evento internacional mais importante no setor de componentes e acessórios

para a indústria mobiliária. ZOW exibe as últimas novidades em componentes, produtos

semi-acabados e acessórios para móveis.

Março 2022

MOVELSUL 2022

Data: 14 a 17

Local: Bento Gonçalves (RS)

Informações: www.fimma.com.br/ e www.movelsul.com.br/

Promovida pelo SINDMÓVEIS (Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves)

e realizada desde 1977, a Movelsul é a maior e melhor feira de móveis da América Latina.

O evento reúne, em um espaço de 57.219m² (metros quadrados), centenas de expositores

que representam a qualidade e a diversidade do setor, com destaque para móveis de

escritório, cozinha, dormitórios, área de serviço, banho, móveis para jardim, copas, salas de

jantar e estar, estofados, colchões, eletros, tapetes e complementos. O ambiente turístico,

artístico e bucólico da Serra Gaúcha aguarda milhares de visitantes, na Movelsul 2022.

Maio 2022

MOVEL BRASIL 2022

Data: 17 a 20

Local: São Bento do Sul (Santa Catarina)

Informações: www.movelbrasil.com.br/site/

Móvel Brasil reúne fabricantes e lojistas de todo o Brasil para apresentar as últimas novidades

e tendências no design e produção de móveis. A feira conta também com uma ala

especializada em Biomóvel, selo que garante a produção sustentável com beleza, resistência,

visão ambiental e tecnologias limpas. O evento recebe a cada realização cerca de

10 mil visitantes para realizar negócios e ampliar as redes de contatos profissionais.


Vem aí!

Patrocinadores:

ASSOCIAÇÃO DO COMÉRCIO E INDÚSTRIA DE

MADEIRAS E DERIVADOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

SERRAS E FACAS INDUSTRIAIS

www

revistareferencia.com.br

comercial@revistareferencia.com.br


Somos uma empresa

ecologicamente correta,

responsável por 100% de nossa

cadeia produtiva

KIT PORTA PRONTA

•Mais economia;

•Fácil instalação e ajustes;

•Fechadura e dobradiças.

Com madeira reflorestada,

os produtos ConcremWood,

passam por uma supervisão

rigorosa, seguindo altos

padrões de qualidade.

a t e n d i m ent o @ c o n c r e m w ood. c o m .br

+ 5 5 (94) 98114 - 2 0 2 0 + 5 5 (9 1) 9 9 161 - 0 7 0 7

Br 010, km 31 - Dom Eliseu | Pará

More magazines by this user
Similar magazines