Revista VOi 184

jotacomunicacao

Juan

Alba

Curitiba

amada

Reportagem especial

com pessoas radicadas

em Curitiba e o amor

pela cidade

Test drive

Conheça a história da

engenheira mecânica

pelo maverick v8

#Esporte

Paratleta supera

depressão e se torna

campeão de badminton

Ator revela como manter o charme e

a elegância dentro e fora da Televisão


sumário

Moda

Charme e elegância

26

Entrevista

Juan

Alba

06 Editorial

Um olhar de Curitiba

08 Cartas

10 Bastidores

46 Coluna

Joias eu uso

por Tufy Karam Geara

12 Notas

42

16 Moda

Charme e elegância

30 Principal

Vitrine

Curitibanos de coração

36 Música

Carreira solo

04

ABRIL 2021

revistavoi.com.br

38 Arte

Sucesso nas redes sociais

40 Transformação

Romântica e delicada

44 Coluna

Provopar

48 Coluna

CATVE Cascavel,

por Jorge Guirado

50 Artigo

Rede sociais direito ao uso

52 Click

54 Test Drive

O fascínio dos

apaixonados pelo Maverick

58 Esporte

Parabadminton

62 Cultura

64 Blogueando

Dominar o marketing nas

mídias sociais

66 Histórias

Nós passamos, elas ficam


editorial

Um olhar de

Um novo conceito

beleza!

Curitiba

Você sempre linda

Batel

Rua Gonçalves Dias 140 - Batel @fastescova.batel 41 99242-9996

www.revistavoi.com.br abril 2021


Juan

Alba

Ator revela como manter o charme e

a elegância dentro e fora da Televisão

Curitiba

amada

Reportagem especial

com pessoas radicadas

em Curitiba e o amor

pela cidade

Test drive

Conheça a história da

engenheira mecânica

pelo maverick v8

#Esporte

Paratleta supera

depressão e se torna

campeão de badminton

A capa desta edição é o ator,

apresentador e cantor Juan Alba,

fotografado por Alex Lyrio

Q

uem conhece, sabe: Curitiba (PR) não poupa moradores e visitantes com suas

mudanças bruscas de temperatura. Não é à toa que um dos poemas mais originais

entre os curitibanos brinca justamente com essa inconstância climática.

Os versos “Curitiba não nos poupa, ontem tomei sorvete, hoje tomo sopa”, de

Álvaro Posselt, estão registrados em

um muro da Travessa da Lapa, no centro da cidade,

e na mente de quem vive entre bermudas e casacos

na capital. Apesar da inconstância na temperatura,

Apesar da inconstância

na temperatura, há algo

que é sempre constante

entre os curitibanos e

quem escolheu a cidade

como lar: o amor pela

capital paranaense”

há algo que é sempre constante entre os curitibanos

e quem escolheu a cidade como lar: o amor pela

capital paranaense. Dessa forma, nós da Revista VOi

trazemos histórias de pessoas radicadas em Curitiba

e como o carinho pela cidade ultrapassa as barreiras

do espaço e do tempo. Na entrevista, sempre trazendo

a elegância como base no seu trabalho e

na vida pessoal, uma conversa com o artista Juan

Alba que, com mais de 20 anos de carreira, se

divide entre modelo, ator, apresentador e cantor.

O Leitor também confere uma matéria especial

sobre uma plataforma online de vídeos de atividades de musicoterapia para crianças com

autismo. É o Projeto Música e Encanto, que acabou de ser lançado em comemoração ao

Dia Mundial de Conscientização do Autismo, no mês de abril.

Desejamos uma excelente leitura! Até a próxima!

Maria Fernanda Coutinho

Revista VOi

06

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


Tudo que você

precisa é de

CaféAmiste

amistecafe

www.amistecafe.com.br

41 3024.1400 | 41 3503.5240

A Amiste Café é uma rede de franquias especializada na LOCAÇÃO e

VENDA de máquinas de café expresso e vending machines.Temos uma

gama de máquinas e insumos com as melhores marcas do mercado.


cartas

Edição de

Março 2021

Um novo conceito

de beleza!

Você sempre linda

Renato Chocair

Batel

Rua Gonçalves Dias 140 - Batel @fastescova.batel 41 99242-9996

www.revistavoi.com.br março 2021

Mês das

mulheres

Reportagem especial com

personagens inspiradoras

Test Ride

Conheça a história da

motociclista que rompeu

barreiras

Renato

Chocair

Talentoso por natureza, o ator revela

quais segredos para se fazer sucesso

#Esporte

Aprenda a voar

como um pássaro


Sobre estar ao lado

de mulheres incríveis.

#womenpower

A capa ficou top!

@homerowbernardoaraujo

Quero essa Revista!

Ai que linda, sou fã

@barbaralcantara

Que honra ter feito

parte dessa edição!

@julialcantara

Que lindo e sucesso!

@estudiothiagodrummond

Excelente!

@sarahm.carvalho

Muito obrigado @revistavoi pela entrevista

maravilhosa onde falo da minha trajetória... tá

curioso? Da um click aqui. (risos)

www.revistavoi.com.br/site/renato-chocair

@renato_chocairator

follow us:

Nas redes sociais da VOi, o Leitor confere a cobertura dos principais

eventos e fica por dentro do que estará na próxima edição

“TBT vai esse monumento

de Capa revista @revistavoi

novembro 2012.” com meu

amado @reynaldogianecchini

@diarioreynaldogianecchinilife

Instagram - @revistavoi

Facebook - revistavoicuritiba

08

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


Medicina e Bem Estar

Especial dia das mães

Ao realizar qualquer procedimento

estético: Toxina Botulínica,

Preenchedores ou

Bioestimuladores de Colágeno

GANHE UM PRESENTE ESPECIAL!

Entre em contato para

maiores informações:

@drviniciuscancilieri

(41) 99631.8598

drviniciuscancilieri.com.br


expediente

bastidores

Ano XVIII • Edição n.º 184 • Abril 2021

Foto: Revista VOi

A Revista VOi é uma publicação da JOTA Editora

Rua Maranhão, 502 - Água Verde

CEP 80610-000 - Curitiba (PR) - Brasil

Fone/Fax: +55 (41) 3333-1023

MOMENTO NOSTALGIA

Nilson Muller, filho do cartunista que dá vida ao Zequinha,

presenteou os sócios da JOTA EDITORA, Fábio Machado e Pedro

Bartoski Jr. com o novo álbum de figurinhas recém lançado. A

coleção é uma sequência do álbum que fez sucesso nos anos 80

quando o cartunista lançou as figurinhas Zequinha. O maior sucesso

no Paraná e inesquecível até hoje para quem colecionou na época.

JOTA EDITORA

Diretores/Directors:

Comercial - Fábio Alexandre Machado

Executivo - Pedro Bartoski Jr.

revistavoi@revistavoi.com.br

Redação/Writing:

Jackie Modesto

Maria Fernanda Coutinho

jornalismo@revistavoi.com.br

Projeto Gráfico/Graphic Design:

Supervisão: Fabiana Tokarski

Crislaine Briatori Ferreira

Gabriel Faria

criacao@revistavoi.com.br

Foto: Revista VOi

BOM DE BOLA

Tivemos a honra de receber em nossas dependências, Andrei Knaut

(centro), consultor de negócios da Metlife, e um amigo de longa

data. Na foto, os sócios Fábio Machado e Pedro Bartoski Jr., junto

com Andrei registrando o momento.

Depto. Comercial/Sales Department:

comercial@revistavoi.com.br

Fone: +55 (41) 3333-1023

Colunistas/Colunists:

Jorge Guirado

Provopar Estadual

Tufy Geara

Depto. de Assinaturas/Subscription:

Cristiane Baduy

assinatura@revistavoi.com.br

Ligação gratuita:

0800 600 2038

Foto: divulgação

CONSEQUÊNCIAS DO FECHA TUDO

As idas e vindas dos governantes e a insistência em políticas que

comprovadamente não resultam em nada palpável, o fechamento do

comércio tem como consequência mais pobreza. Vários setores da

sociedade estão fazendo campanhas de arrecadação de alimentos

para ao menos aliviar a vida daqueles que não têm como se alimentar.

A Revista VOi é uma publicação mensal e independente, dirigida ao

público curitibano, a turistas, rede hoteleira e gastronômica de Curitiba.

A VOi não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos e colunas

assinadas, por serem de responsabilidade de seus autores. A utilização e

reprodução pode ser feita desde que informada e citada a fonte. A Revista

VOi também não se responsabiliza por fotos de divulgação, bem como,

por anúncios e imagens enviadas por terceiros, por entender serem de

responsabilidade de seus produtores.

10

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


NOTAS

Matéria-prima

nacional

A Gramarsul oferece a maior variedade de pedras

do mercado, disponibilizando-se de matérias-primas

nacionais e importadas. Com equipamentos de alta

produtividade, a empresa também proporciona excelente

qualidade de produtos, com acabamento de nível

internacional, além dos preços incomparáveis. Entre

em contato e solicite o seu orçamento: (41) 3286-1289

ou pelo whatsapp (41) 98821-4611

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Transformando

pessoas e empresas

A Escola de Vendas & Negócios K.L.A. é uma Organização

Educacional dedicada a ajudar Empresas Familiares; é fundadora

do movimento “Empresas Lucrativas”, onde os empresários

e suas equipes são convidados a participar, estudar

e aprender. Os Líderes da Escola de Vendas & Negócios

K.L.A. são verdadeiros conhecedores do negócio e têm um

único propósito: “Transformar Pessoas e Empresas”. Ficou

interessado? Acesse o site: www.grupokla.com.br/curitiba/

Foto: divulgação

Bronzeado

em dia

A chegada do outono, para quem gosta de se bronzear,

não é uma boa notícia, certo? Mas com a Bronze das

Estrelas a sua marquinha pode ficar em dia mesmo sem

o sol escaldante do verão! A clínica oferece segurança e

conforto para as clientes, com especialistas cuidadosas

e excelência em tecnologia nos equipamentos. Conheça

a unidade de Curitiba e São José dos Pinhais. Para mais

informações, acesse @bronzedasestrelas

12

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


Refeição rápida

e nutritiva

Agora suas refeições preferidas podem ser adquiridas de forma ultracongeladas,

com maior agilidade através da loja online do Sabores da Joana.

No processo de resfriamento o alimento é submetido logo após o preparo

(ainda quente) a uma temperatura de até -22°C em um tempo recorde de

menos de uma hora. Isso significa que não haverá formação de cristais de

gelo, permitindo um descongelamento sem perda de líquidos, conservando

o sabor, textura e os nutrientes da sua refeição. Acesse o site e abasteça o

seu freezer: www.saboresdajoana.lojaintegrada.com.br

Foto: divulgação

Alta tecnologia

e modernidade

Foto: divulgação

Há mais de 25 anos no mercado, a Scrock é referência em

Pisos de Madeira em Curitiba. Com uma equipe profissional

altamente qualificada e preparada para prestar serviços

com excelência, a Scrock conta com projetos exclusivos

e personalizados produzidos com a mais alta

tecnologia e modernidade que o mercado pode

oferecer. A empresa também atende cidades da

região metropolitana com Almirante Tamandaré,

Araucária, Colombo, Pinhais, São

José dos Pinhais e também todo o litoral

do Paraná: Guaratuba, Matinhos

e Paranaguá.

Previna-se

das rugas

Sabe identificar a diferença entre rugas e linhas de expressão? Apesar

das duas serem marcas naturais da idade, as linhas de expressão são

aquelas causadas pelo movimento excessivo da pele que, quando

associada a outros fatores, como pouca hidratação e luz solar, podem

contribuir para a formação das marcas. Já as rugas, independem do

movimento para aparecer. Elas surgem de modo natural devido ao

envelhecimento das células cutâneas ou também por conta da falta

de cuidado com a pele. A boa notícia é que existem possibilidades e

tratamentos para acabar com as tão indesejadas ruguinhas. Os mais

procurados são a toxina botulínica e o preenchimento com ácido

hialurônico. Cuide da pele com quem entende do assunto, agende a

sua consulta na clínica do Dr. Vinícius Cancilieri.

Foto: Marcos Mancinni

ABRIL 2021 13


NOTAS

Francisco Sosa lança seu

segundo livro

Sosa é empreendedor, escritor, palestrante e profissional de marketing

de relacionamento na área de rejuvenescimento. O seu mais novo

desafio é o recém-lançado livro: A Arte de Manipular a Sorte; onde o

autor explica, por meio de ferramentas simples, concretas e eficazes,

como é possível caminhar rumo ao sucesso, promovendo mudanças

que trazem prosperidade e crescimento. Ao longo da publicação,

Francisco ensina o verdadeiro significado da palavra manipular, esquecendo

o seu lado negativo e mostrando como é possível “moldar”

a própria sorte e ser responsável pela sua jornada. “A intenção é impactar

positivamente o maior número de vidas. Quero mostrar que é

possível quebrar paradigmas. Trazer a sorte para o seu lado, mesmo

se você teve uma infância desafiadora. Para isto, revelo minha história

e mostro qual ferramenta me fez ter sucesso, e inclusive, treino as

pessoas para terem os resultados que tive, ou até maiores”, comenta o

escritor, que construiu uma carreira de sucesso no marketing de rede,

atingindo a marca de ganhos de um milhão de reais, em apenas 2

anos de negócio, e um milhão de dólares antes dos 30 anos de idade.

Francisco também é autor do livro ‘Do zero a 1 milhão’, publicado em 2014.

Fotos: divulgação

Projeto

Música e

Encanto

Uma oportunidade para estimular o desenvolvimento

cognitivo, comunicativo, social

e comportamental da criança com autismo.

A Musicking Centro de Musicoterapia de

Curitiba (PR), Especializada em Autismo,

desenvolveu uma plataforma online de vídeos

de atividades de musicoterapia para

crianças com autismo. É o Projeto Música e Encanto. A plataforma acabou de ser lançada em comemoração ao Dia Mundial

de Conscientização do Autismo, no dia 02/04. A iniciativa foi pensada numa forma de dar oportunidades para crianças com

autismo de todo o Brasil desenvolverem habilidades por meio de atividades que possam ser feitas em casa. Além dos ganhos nas

habilidades e da grande possibilidade de generalizar as aquisições em contextos fora dos consultórios, esse projeto também visa

estreitar o vínculo afetivo das crianças com as pessoas de seu contato próximo. As atividades podem ser feitas pelas crianças

em casa com a ajuda de um responsável, é só ter acesso à internet. “Foi um trabalho feito com muita dedicação para que mais

crianças tenham oportunidade, principalmente naquelas famílias de maior vulnerabilidade econômica/social e aquelas famílias

em cidades menores que não tem atividades especializadas para crianças com autismo”, explica Priscila Mertens Garcia, diretora

clínica e Musicoterapeuta na Musicking. Para saber mais sobre o projeto, acesse o site www.musicaeencanto.com.br ou entre

em contato pelo número (41) 99557-5555

Foto: divulgação

14

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


Salas de cinema

A Rede Cinesystem informa que, desde o fechamento temporário dos cinemas

em março de 2020, se empenhou para aplicar, em todos os seus multiplex, os

protocolos de segurança e higienização mais rígidos e confiáveis do mercado.

Com cuidados que englobam toda a jornada do cliente, a exibidora treinou

todo o time para que o atendimento fosse livre de erros e riscos. Criou, assim,

um ambiente em que o bem-estar e a tranquilidade são as principais sensações

dos cinéfilos que retornaram às nossas salas. Contudo, novas determinações

municipais e estaduais pedem, neste momento, um novo fechamento das

atividades não essenciais. Dado o cenário, a empresa comunica que as 26

operações da Rede Cinesystem Cinemas, instaladas em 10 estados do Brasil, seguem fechadas desde de 18 de março de 2021. O

compromisso maior da Cinesystem é, e sempre será, com a saúde e bem-estar de todos, por isso a exibidora reassume o compromisso

de voltar a operar na sua totalidade, e com excelência, segurança e cuidado habituais, assim que as autoridades competentes validarem

tal decisão. A expectativa é, em breve, voltar a oferecer experiências únicas que vão muito além do filme, para toda família.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Conforto e

segurança

na viagem

Quando o assunto é viajar com segurança, nada

melhor do que poder contar com um serviço de

primeira! Pensando nisso, a Mega Táxi investe em

diversos cuidados necessários para garantir todo o

conforto e segurança que os clientes merecem. Os

carros são sanitizados com equipamentos de alta

qualidade, que removem 99% dos odores, fungos e

bactérias. Sem contar que sempre tem um carro perto

de você! Quando precisar, chama a Mega Táxi!

Alta

Vacinação acelerada

Com a chegada de mais doses, a liberação

do uso de todo o estoque e a ampliação

da campanha de vacinação na cidade,

Curitiba conseguiu acelerar de forma considerável

o ritmo da vacinação contra a

Covid-19. Até o último domingo de março,

conforme dados da Secretaria Municipal

da Saúde, quase metade do público previsto

para ser vacinado nas fases iniciais do

plano de imunização já está parcialmente

protegido contra a doença, ou seja, tomou

ao menos a primeira dose do imunizante.

Baixa

projeto de lei

Vergonha o Projeto de Lei enviado à

Câmara municipal pelo prefeito Rafael

Greca, que multa em R$ 550,00

pessoas que doarem alimentos aos

moradores de rua. O assunto tomou

conta da opinião pública nacional.

A sociedade curitibana prontamente

se manifestou contra tal iniciativa e

esperamos que em eleições futuras

não esqueçamos de ações como essa

de nossos governantes.

ABRIL 2021 15


moda

Charme e

elegância

Além do talento, a classe e o estilo do ator

marcam sua trajetória na televisão, nos

palcos e até mesmo na música

Ficha técnica

Fotos: Alex Lyrio

16

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


ABRIL 2021 17


moda

18

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


ABRIL 2021 19


moda

20

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


ABRIL 2021 21


moda

22

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


ABRIL 2021 23


moda

24

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


ABRIL 2021 25


entrevista

26

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


Juan

Alba

Sempre trazendo a elegância

como base no seu trabalho e

na vida pessoal, o artista, com

mais de 20 anos de carreira,

se divide entre modelo, ator,

apresentador e cantor.

Por Maria Fernanda Coutinho

Fotografia: Alex Lyrio

ABRIL 2021 27


entrevista

Modelo, ator, apresentador e cantor: essas atividades

formam o profissional que é hoje. Qual a importância

de cada uma das áreas e como elas se completam?

Todas elas são muito importantes. A profissão de modelo

me deu uma visão de mundo, me abriu as portas para

falar idiomas, lugares, pessoas e culturas diferentes, me

deu a oportunidade de observar bastante as pessoas

contribuindo para a profissão de ator e de apresentador.

Como cantor toda essa bagagem acabou ajudando muito,

trazendo mais segurança e mais incentivo para cantar

de forma mais profissional.

Como foi seu início de carreira?

Comecei como modelo, trabalhei 7 anos fora, e na volta

dessa temporada internacional, fui convidado para fazer

um teste para apresentar um programa na Bandeirantes,

em 1997, e a partir daí, fui mordido pelo bichinho da

televisão, comecei a estudar interpretação e as coisas

foram acontecendo.

O objetivo principal sempre foi atuar? Como descobriu

que era isso que queria fazer pelo resto da vida?

A atuação se tornou mais presente e depois da oportunidade

de apresentar o programa “Brasil Verdade”, na

Bandeirantes. Essa vontade foi crescendo e fui estudar,

me dediquei bastante fazendo cursos de interpretação,

teatro, cinema. Na minha primeira oportunidade como

ator na televisão, as coisas aconteceram de forma que

não esperava e abriu portas para tudo que venho fazendo

até hoje.

Também faz trabalhos para o cinema e teatro. Como

consegue conciliá-los com os trabalhos em novelas? Alguma

dessas artes lhe agrada mais?

Nesta época de pandemia está difícil conciliar qualquer

coisa. Mas normalmente conseguimos fazer, às vezes,

simultaneamente ou não, porque logo que se acaba de

gravar uma novela, tem um período onde a televisão te

dá uma trégua, daí faço teatro, costumo me dedicar à

música. Pelo menos gosto de equilibrar bastante atuando

em várias áreas. Não tenho uma preferida, amo trabalhar.

Qual trabalho considera o mais marcante?

Sem dúvida, na televisão, foi o meu primeiro, que foi

o cocheiro Josué, em Terra Nostra, que pode alavancar

minha carreira e no teatro, foi o musical New York, New

York, que foi um trabalho maravilhoso e que me marcou

bastante.

Qual (is) artistas mais te marcaram e ou te impressionaram

durante sua carreira de ator?

Já vi trabalhos maravilhosos, tive a oportunidade de trabalhar

com Raul Cortez, Antônio Fagundes, Rosamaria

Murtinho, Juca de Oliveira, a felicidade em trabalhar

com artistas sensacionais, extremamente generosos e

que todos eles me marcaram de alguma forma na minha

trajetória. Tenho muita gratidão a isso.

Como é seu processo para a criação de um personagem?

Todo trabalho que começo procuro me ater ao texto

e ao contexto em que esse personagem está inserido,

com quem ele contracena, onde ele está localizado na

história, qual a influência desse personagem ao contar a

história.

Existe algum momento marcante que já passou em

cena?

Foram vários momentos marcantes ao longo desses 21

anos de carreira. Cada trabalho tem o seu processo, sua

importância, seja no teatro, na TV ou no cinema. Sinceramente,

não saberia dizer um momento mais marcante,

cada um tem uma emoção diferente.

Esse período de isolamento social serviu para se dedicar

mais à arte? Como ocupou o seu tempo durante a quarentena?

Período de isolamento é muito complicado, onde temos

emoções muito a flor da pele e acaba tendo oportunidade

de estudar, de ver muita coisa, de assistir TV, ler muito

e foi isso que fiz, acabei me dedicando às coisas que

sempre quis fazer e não tinha tempo, como, me dedicar

a música, ao universo do vinho (que sou apaixonado),

consegui fazer alguns programas de vinho e colocar no

meu canal no youtube. Tudo de forma bem experimental.

Mesmo sendo o isolamento um período complexo,

sofrível, é extremamente rico também para a gente

aprender a superar estes momentos de dificuldade.

Passa uma imagem de elegância e discrição. É assim no

cotidiano também?

Sou bastante discreto, gosto das coisas simples, de andar

de metrô, a pé, de bicicleta, enfim, valorizo muito a

natureza e para mim, é algo que não consigo abrir mão.

Sou como todos, um cidadão comum.

Falando em elegância, qual seu estilo? É um cara vaidoso?

Do que não abre mão?

Não saberia definir meu estilo. O estilo é o básico, sou

um cara bem básico. Em relação a vaidade, acho que

quanto mais velho, mais idade vamos ganhando, mais

vaidoso vamos ficando, sem dúvida nenhuma. Hoje me

considero mais vaidoso, que há alguns anos. Não abro

mão de uma boa qualidade de vida, uma alimentação

saudável, exercícios com frequência. Isso faz a diferença

28

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


no fim do dia, e também ao longo da vida, você cuidar

bem do corpo, da mente e da alimentação. Isso tudo é

fundamental.

Como lida com a passagem do tempo e como se sente

na atualidade?

Lido de forma muito tranquila com a passagem do tempo.

Me sinto muito bem com a idade que tenho. Não

trocaria hoje por 20 ou 30 anos atrás. Me sinto feliz e

realizado, com energia para fazer muito mais coisas na

minha vida, então, a passagem do tempo está sendo

extremamente generosa comigo e me dando muitas

oportunidades de conquistar e realizar muitas coisas na

minha vida.

E a família? Como consegue conciliar o trabalho do entretenimento

com a vida pessoal?

De forma muito tranquila. Têm momentos que a gente

precisa se dedicar mais ao trabalho, quando estou em

cartaz nos fins de semana, gravando novela, mas tem

também períodos que consigo dar mais atenção aos

amigos e a família. Mesmo quando estamos atarefados

trabalhando, é sempre bom cultivar um bom relacionamento

com seus entes queridos.

Quando não está trabalhando, o que faz nas horas vagas?

Adoro ouvir música, ler, assistir séries, passar o tempo

perto do mar. Conviver, sempre que possível, com os

amigos (agora não estamos podendo). Estar com as pessoas

que gosto e me divertindo.

Conhece Curitiba? Qual sua relação com a cidade?

Conheço sim. Já fui várias vezes, tenho muitos amigos.

A cidade é maravilhosa, valoriza muito a sua cultura,

um povo extremamente educado e receptivo. Já fui a

Curitiba profissionalmente, para passear, de passagem e

todas as vezes tive ótimas recordações e sempre me sinto

muito bem recebido. Uma cidade que mora em meu

coração.

Como avalia sua relação com os fãs? Já passou por alguma

saia justa?

Minha relação com os fãs é muito tranquila, de muito

respeito e carinho, sempre de muita admiração. Às vezes

uma pessoa ou outra se excede um pouco, mas é

muito difícil. Antes de ser ator o lance da exposição me

preocupava um pouco, mas graças a Deus, consegui

lidar com essa situação toda de forma muito tranquila

e é muito gostoso andar na rua e receber o carinho das

pessoas com relação ao seu trabalho.

Hoje em dia a gente tem que escolher bem, ultimamente

o beach tennis tem sido o meu esporte favorito para

praticar, mas sempre gosto de correr, fazer musculação,

andar de bicicleta. Sou um fanático torcedor pelo Clube

de Regatas do Flamengo.

Se não fosse ator, que profissão seguiria?

Acho difícil conseguir fazer, executar alguma outra profissão

que não fosse do lado artístico, a arte está muito

entranhada na minha alma, no meu espírito, no meu dia

a dia, no meu olhar.

Vivemos um momento de incertezas, mas se puder planejar

seu 2021, como será?

Acho que será um ano com muita dificuldade ainda.

Estamos vivendo um momento de pandemia, precisamos

nos cuidar. Venho, desde o começo dessa loucura toda

que estamos vivendo, não fazendo muitos planos, viver

um dia após o outro. Ver realmente quais as verdadeiras

possibilidades de se realizar alguma coisa, então, espero

que o maior planejamento para 2021 é que consiga chegar

até a vacina sem ter contraído o Covid. Esse é o meu

maior objetivo do momento.

Não trocaria hoje

por 20 ou 30 anos

atrás. Me sinto feliz e

realizado, com energia

para fazer muito mais

coisas na minha vida,

então, a passagem

do tempo está sendo

extremamente

generosa comigo”

Pratica algum esporte? Qual o seu time de futebol?

ABRIL 2021 29


principal

Curitibanos

de

coração

Foto: divulgação

O lugar que nascemos nem sempre é a escolha para ser o lar

definitivo, onde os laços serão firmados e os filhos serão

criados. Há lugares como Curitiba, que acolhe pessoas de

diferentes regiões do país e do mundo. Pessoas que aqui criam

raízes, encontram amigos, amores, formam famílias e os

destinos são traçados com as carreiras que despontam para o

sucesso. Encontramos pessoas que encontraram em Curitiba o

acolhimento e a energia para trilhar na cidade, ou fora dela, o

que mais desejam na vida: fazer o que ama como profissão.

30

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


As primeiras horas

em Curitiba foram

desafiadoras. Um

verdadeiro choque

térmico com água

terrivelmente fria. Até

hoje minha mulher não

acredita, mas o impacto

foi tão grande que a

aliança de casamento, que

estava com ligeira folga no

dedo, escapou, resvalou

na parede e desapareceu.

Passei uma hora

procurando-a em vão”

Foto: divulgação

JOSÉ ALEXANDRE SARAIVA

Uma cidade inspiradora de

contos literários

Aos 22 anos, José Alexandre Saraiva, escritor, jornalista, músico e advogado, nascido em Panelas (PE), um recanto serrano na

zona do agreste pernambucano, veio morar em Curitiba (PR). Foi em 1976, quando morava no Rio de Janeiro e a aprovação no

concurso público federal o trouxe para cá. Quem o convenceu a vir morar na cidade foi o teatrólogo Olavo de Barros, curitibano

que conheceu no Cenáculo Brasileiro de Letras e Artes (RJ), que comentou que Curitiba era o melhor lugar do país para morar,

mesmo com as adversidades do clima. Ele não teve dúvidas e, recém-casado, tomou posse do cargo federal e veio de ônibus com

a esposa para a cidade. “As primeiras horas em Curitiba foram desafiadoras. Um verdadeiro choque térmico com água terrivelmente

fria. Até hoje minha mulher não acredita, mas o impacto foi tão grande que a aliança de casamento, que estava com ligeira

folga no dedo, escapou, resvalou na parede e desapareceu. Passei uma hora procurando-a em vão”, detalha Saraiva. E assim, sem

desanimar com o clima frio, começaram os vínculos sociais com as reuniões com amigos do mesmo cargo público, a carreira na

área jurídica, o nascimento de três filhos e do neto, e o amor contínuo da literatura e da música. Das artes o escritor tem a leveza,

da profissão do direito a disciplina, a ciência, a justiça.

Morar em Curitiba trouxe o favoritismo de alguns lugares, como a feira do Largo da Ordem e da Praça Osório, e o Calçadão da

XV, por transitar curitibanos de diversas etnias na região central da capital. Também aprecia o suco de cana com limão, pamonha

e bolo de milho, e destaca o Barreado, um prato típico paranaense. Autor do livro: De Labiata a Lagoa da Canoa passando por

Tacaratu, via Quipapá ou Caruaru; um épico nordestino, fruto de anos de pesquisa sobre o literomusical dos agrestes e sertões do

Nordeste, neste ano é um dos finalistas do Prêmio Off Flip 2021 com textos inéditos de contos, crônicas e poesia. Saraiva revela

que Curitiba e a região Metropolitana, sempre fazem parte da inspiração literária, como o conto “A pipa”, vencedor do concurso

literário nacional promovido em 1986 pela Academia Feminina de Letras do Paraná, que tem como cenário um trecho da linha

férrea na divisa de Pinhais e Curitiba e foi adaptado para um curta exibido no quadro televisivo “Casos e Causos” da RPC, afiliada

da Globo no Paraná. Mais recentemente, o mesmo Selo Off Flip selecionou e publicou na Coletânea “Parem as máquinas”, a

crônica “Em prol das flores e dos pássaros’’, que envolve Curitiba e a Serra do Mar.

ABRIL 2021 31


Fotos: divulgação

principal

Leonardo Macedo

“Amo essa cidade e queria

me marcar nela. As

pessoas em torno de mim,

meus amigos, sabem que

meu desejo era de voltar

para Curitiba e abrir um

negócio aqui. E graças a

Deus isso aconteceu, foi

o dia mais importante da

minha trajetória, falando

em Nanica Brasil, foi o

dia da inauguração da

loja de Curitiba, mais que

qualquer outra loja”

O coração bate mais

forte em Curitiba

Quem diria que uma torta seria a virada para o curitibano de coração, Leonardo Gustavo Freire de Macedo Buhrer (31). Nascido

em Foz do Iguaçu (PR), Leonardo veio aos 3 meses de idade para a capital paranaense e, aqui com a família, deu os primeiros passos

na vida e no mundo dos negócios. A primeira tentativa de empreendedorismo não deu muito certo, gastrônomo por formação e de

uma família que sempre gostou de cozinhar, Leonardo viu o sonho desmoronar com as contas do Bendito Boteco, no bairro Bigorrilho,

em Curitiba, aberto em 2015, em que nas datas comemorativas serviam tortas de Banoffee no bar e os clientes apreciavam o doce.

Dentre os clientes, estava o ator Tiago Abravanel, nas viagens que o ator passava por Curitiba, a torta de Banoffee era um pedido frequente.

Em uma das visitas do ator, Leonardo desabafou que estava desencantado com o negócio e Tiago Abravanel, que era cliente

fiel, aconselhou que a torta era a chance de sucesso e São Paulo precisava degustar a torta feita pelo gastrônomo.

Leonardo ouviu os conselhos e junto com Tito Barcellos, amigo de longa data, foram rumo a São Paulo tentar a sorte. Em um espaço

de menos de 6m 2 (metros quadrados), começou a realizar o sonho nos fundos da Rua Augusta, em São Paulo. No dia 29 de março

de 2018, na data de aniversário de Curitiba, o Nanica Brasil foi inaugurado e durante alguns meses venderam a Banoffe tradicional, até

criarem outros sabores. “A data de inauguração foi uma homenagem a Curitiba, a essa cidade que a gente tanto ama. Essa cidade que

nos levou para São Paulo”, rememora Leonardo.

Com os conselhos da mãe Flávia, do pai e do tio, Leonardo persistiu e com os sócios Tito Barcellos e Tiago Abravanel, o Nanica

Brasil, já conta com sete unidades distribuídas em São Paulo e Curitiba. O sucesso das tortas Banoffee com sabores tradicionais

e receitas exclusivas repercutiram e, em 2020, Leonardo foi um dos eleitos da lista da Forbes Under 30, uma premiação anual com

empreendedores, criadores e game-changers brasileiros abaixo dos 30 anos. A conquista reforçou o trabalho coletivo da equipe do

Nanica Brasil e foi muito esperada pelo empreendedor, que hoje comemora a produção de mais de 130 mil fatias de torta ao mês. “O

Nanica é um negócio que perseverei demais. Coloquei o Nanica na frente de tudo, por todo esse período, nesses últimos 3 anos. E o

segredo é o amor no que a gente faz, no que a gente serve, a gente acreditar no que não se vê, até hoje a gente tem visto dias assim:

inacreditáveis no Nanica Brasil”, conta Leonardo.

Desde janeiro de 2019 a doceria é líder no país no segmento de doces na Rappi, uma startup de delivery, e em 2021, o Nanica

Brasil terá mais unidades inauguradas, começando por Brasília (DF), seguida por Belo Horizonte (MG). A expectativa é a abertura de

oito lojas próprias, já estão negociando com o fundo de investimentos e a projeção será ainda maior. Mas o amor por Curitiba é pulsante

em Leonardo, que se emociona ao relembrar da inauguração da loja na capital. “Amo essa cidade e queria me marcar nela. As

pessoas em torno de mim, meus amigos, sabem que meu desejo era de voltar para Curitiba e abrir um negócio aqui. E graças a Deus

isso aconteceu, foi o dia mais importante da minha trajetória, falando em Nanica Brasil, foi o dia da inauguração da loja de Curitiba,

mais que qualquer outra loja”, nostálgico lembra Leonardo.

32

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


Fotos: divulgação

“Foi uma

trajetória cheia

de altos e baixos,

já tive muitas

experiências, cantei

covers, gravei

minhas próprias

músicas, assinei

contrato com uma

gravadora e sinto

que tudo isso me

preparou para as

oportunidades que

tenho hoje. Durante

as apresentações

era difícil acreditar

que estava lá”

Sofia Oliveira

De Curitiba para

o mundo

Aos 15 anos, toda jovem pensa no baile de debutante, mas Sofia Oliveira pensava em ser cantora, tocar o violão e sonhava com

o sucesso. Curitiba foi onde começou a carreira musical, mas agora o mundo já conhece o talento da curitibana. Sofia Oliveira (22)

gostava de cantar desde criança, fazia aula de canto e violão, mas a visibilidade veio na adolescência quando começou a postar

covers de artistas famosos nas redes sociais e conquistou o público, que começou a visualizar, curtir e compartilhar os vídeos que

se tornaram virais na internet. O primeiro vídeo viral foi em 2014, quando fez o cover da música: Blá Blá Blá; da cantora Anitta, no

estilo cup songs, em que usou copos como instrumento musical, uma tendência americana, e teve quase 6 milhões de visualizações.

Ao se tornar conhecida, recebeu convites para participar em programas televisivos, como Legendários, da Rede Record, The Noite

com Danilo Gentili e programa Eliana, no SBT, entre outros. No canal do youtube já teve mais de 150 milhões de visualizações

com interpretações das músicas de Luan Santana, Giulia Be, Ludmilla, Projota, Iza, Marília Mendonça e muitos outros artistas. Em

2016, foi premiada com o troféu Canal Musical Favorito, no Meus Prêmios Nick, uma versão brasileira do Nickelodeon Kids’ Choice

Awards, o maior prêmio infantil da TV mundial.

Sofia sempre soube onde queria chegar e a vocação musical foi traçada em busca do sucesso. Compôs músicas autorais, lançou

o álbum: Garotas Não Mordem; que contou com a participação da cantora mexicana Dulce Maria na música “Me Beija”, com

letra em português e espanhol. Com uma voz suave e afinada, Sofia despontou para a carreira internacional com a oportunidade

de participar da primeira temporada do programa britânico de televisão, The X Factor: Celebrity, em 2019, no Reino Unido, como

integrante do grupo V5, uma banda formada por jovens latinas. A banda era formada pela porto-riquenha Alondra, a cubana Wendii,

a colombiana Laura, a mexicana Renata e Sofia, a única brasileira da girlband. A banda V5 foi uma das finalistas do programa britânico,

as integrantes tiveram muita sintonia e a amizade entre elas surgiu naturalmente. “Foi uma trajetória cheia de altos e baixos, já

tive muitas experiências, cantei covers, gravei minhas próprias músicas, assinei contrato com uma gravadora e sinto que tudo isso me

preparou para as oportunidades que tenho hoje. Durante as apresentações era difícil acreditar que estava lá”, declara Sofia.

As garotas não foram as campeãs, apesar de serem as favoritas da temporada, mas a V5 está a todo vapor com gravações em

Miami, EUA (Estados Unidos da América), com a produção de canções inéditas e muito trabalho mesmo com a pandemia. Durante

os intervalos das gravações, Sofia interage com os fãs pelo instagram, e garante que as próximas músicas serão inspiradoras. A saudade

da família é recompensada pelo apoio que recebe mesmo de longe. E para quem deseja trilhar a carreira artística, a curitibana

pede para que ninguém desista do próprio sonho. “O conselho que dou, é não tenha medo de mostrar quem é de verdade, sua essência.

O seu jeito único vai fazer com que as pessoas se encantem, acreditem na lei da atração, tenha sempre em mente aquilo que

quer e seu propósito. Não precisa ser o melhor naquilo que faz, mas precisa sempre dar o seu melhor para conquistar o que deseja”,

aconselha Sofia.

ABRIL 2021 33


principal

Foto: divulgação

Aly Muritiba

“O motivo para

a mudança para

Curitiba foi por

amor, por amor a

uma pessoa com

quem estive casado

durante 15 anos, e

com quem eu tenho

um filho e uma

filha”

Criando raízes

De tantos lugares para um cineasta premiado, foi em Curitiba que Aly Muritiba resolveu criar raízes. E o motivo da mudança do

baiano da cidade de Mairi, no sertão baiano, foi o amor, que o fez se render ao frio paranaense.

Em 2005, Aly Muritiba (42) foi convencido pela esposa a morar em Curitiba, tinham um filho pequeno, os estudos na USP (Universidade

de São Paulo) já estavam concluídos, e ela desejava estar próximo à família que morava aqui. “O motivo para a mudança para

Curitiba foi por amor, por amor a uma pessoa com quem estive casado durante 15 anos, e com quem tenho um filho e uma filha”,

relata Aly Muritiba.

Ao chegar em Curitiba, não imaginava o quanto seria difícil se acostumar ao clima, ao comportamento reservado das pessoas,

mas o charme da capital o encantou. Era muito diferente da cidade onde nasceu, Mairi, no interior da Bahia, com 19 mil habitantes,

em que a economia está baseada na atividade agropecuária e agricultura de subsistência. Curitiba foi a inspiração que despertou a

profissão de cineasta em Muritiba, que já era formado em História, mas ingressou no bacharelado de Cinema com o objetivo de fazer

amizades e por acidente se tornou um diretor e roteirista premiado. “ Costumo dizer que sou um cineasta por acidente, nunca planejei

fazer cinema, trabalhar com cinema e tampouco estudar cinema. Me mudei para Curitiba com 25 anos e só aos 27 anos que entrei

na faculdade de cinema, antes disso tinha estudado história, tinha tido outras profissões, e vindo de onde eu venho, de uma cidade tão

pequena quanto Mairi, ser cineasta nunca é uma opção”, revela Muritiba.

O jeito reservado do curitibano está presente nos roteiros do cineasta, que se define como uma antena parabólica, no sentido de

captar tudo que está ao seu redor, sobre tudo que lê, as conversas que tem, nem mesmo os sonhos ficam de fora da percepção de

Muritiba, que analisa pessoas e fatos para dar vida aos personagens da ficção. “Acho que quando a gente trabalha com criação, a gente

precisa ser meio antena parabólica e ao mesmo tempo uma espécie de microscópio. Parabólica no sentido de captar, de perceber

aquilo que está ao seu redor e microscópio no sentido de entender o que vai dentro de você, o que te transforma para poder transformar

em arte”, relata o cineasta.

Muritiba em 2007, fundou a produtora Grafo Audiovisual com os amigos paulistas Antônio e Marisa, desde então seus filmes

já rodaram o mundo e conquistaram mais de 200 prêmios. Os filmes dirigidos por Muritiba: A Fábrica (2011); A Gente (2013); Para

Minha Amada Morta (2015); Tarântula (2016); e Ferrugem (2018); foram premiados em festivais nacionais e internacionais. Neste ano,

dois filmes estão em processo de finalização, e a série Caso Evandro, do pesquisador e jornalista Ivan Mizanzuk sobre o assassinato do

menino Evandro Caetano, em Guaratuba, litoral paranaense, será estreada em breve na Globoplay, plataforma de streaming da Globo.

“O meu melhor filme é sempre o próximo, o melhor roteiro é sempre o próximo. Os prêmios nunca foram o objetivo, são consequências

do trabalho e obviamente fico feliz por eles, porque significa que o trabalho que venho realizando sensibiliza as pessoas“, finaliza

o cineasta.

34

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


GRAMARSUL

MÁRMORES E GRANITOS

Beleza e requinte

ao seu ambiente

Rua Maestro Carlos Frank, 336 - Curitiba

FONE: (41) 3286-1289 | www.gramarsul.com


música

Serginho Picciani

lança primeiro DVD

da carreira solo

Fotos: divulgação

O compositor conta com a participação de vários artistas mais do que especiais

no lançamento do seu primeiro trabalho após se desligar de banda

36

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


E

sse Samba é para você; é o nome do

trabalho de estreia solo do cantor e compositor

carioca Serginho Picciani. Com

background de 5 anos como vocalista

do grupo Dose Certa, o cantor lançou

o seu primeiro DVD solo, no youtube, com direção

geral de Fernanda Santos e direção musical de Julinho

Santos. As duas faixas iniciais de trabalho já lançadas,

contaram com participações especiais: a primeira

com o grupo Vou pro Sereno, em uma compilação

de três músicas: Clareou, Água de chuva no mar e

Tá escrito; e a segunda, com Binho da Percussão, do

Pique Novo, nas canções: Samba de Arerê, Sangue

Vermelho e Mini-Saia.

O projeto foi realizado em novembro de 2020,

com todas as normas de segurança exigidas numa

pandemia. As bases foram gravadas no estúdio 2R, e

o vídeo, no estúdio Century, contando com inúmeras

participações especiais, como Renato da Rocinha,

grupos Vou pro sereno e Bom Gosto, e a mais especial

de todas, da mãe de Serginho, Dona Lenir, que já

cantou em várias bandas de baile, do Rio de Janeiro

(RJ). “Espero que com esse trabalho possamos entrar

na vida das pessoas e que seja um grande sucesso”,

projeta Serginho, que sonha em cantar ao lado de

Roberto Carlos e Zeca Pagodinho.

Criado em uma família de músicos, desde cedo,

o artista já acompanhava sua mãe em apresentações.

Serginho ganhou o seu primeiro repinique, do tio

Pelé, que tocou na bateria do mestre André, na Mocidade

Independente de Padre Miguel. Mas foi após

uma canja com amigos, no bar Compasso da Vila, no

bairro de Vila Isabel, Zona Norte, do Rio de Janeiro,

que recebeu o convite de Ratinho do Cavaco, para

gravar o seu primeiro CD, em 1995, com o grupo Só

Se For Agora, lançado pela gravadora Atração.

Um ano depois, participou da banda da cantora

Jovelina Pérola Negra. Em 1997, a convite do diretor e

produtor musical Julinho Santos, começou a emprestar

sua voz para alguns compositores, como: Adalto

Magalha, Reinaldo Arias, Julinho Santos, Neném Chama,

Adilson Gavião, Gilson Bernini, Xande de Pilares,

Doc Santana, dentre outros.

Em 2001, Serginho começou a trabalhar como

corista ou backing vocal de diversas produções artísticas,

assim como em bandas de artistas consagrados

no cenário nacional. Em 2011, cantou na abertura dos

jogos olímpicos mundiais, no estádio do Engenhão,

no Rio de Janeiro.

Antes de seguir carreira solo, o cantor também se

apresentou por todo país com o grupo Dose Certa até

decidir se desligar da banda. “Foi um período maravilhoso

e cresci muito profissionalmente. Sou muito

grato por tudo, mas não estava mais feliz”, comenta

Serginho.

Foi um período

maravilhoso e cresci

muito profissionalmente.

Sou muito grato por tudo,

mas não estava mais feliz”

ABRIL 2021 37


Arte

Humorista é sucesso

nas redes sociais

Fenômeno nas redes sociais e em suas apresentações, o artista

também planeja lançar um aplicativo para seus fãs

Foto: divulgação

“O

meu humor é o que o público assiste e

se identifica com aquela situação que

está vendo”, conta ele, que estreou

em março, o stand-up: Consultório da

comédia. “As pessoas precisam sorrir

em meio a tudo isso de ruim que estamos vivendo. O

humor é algo terapêutico, remedia as nossas frustrações,

tristezas, ansiedades e depressão. Dentro desse projeto, tem

um espaço chamado: Open Mic; que irá dar oportunidades

para novos humoristas, ou para as pessoas que têm o sonho

de ser humorista. Eles podem subir no palco e fazer os seus

5 min (minutos) de piadas, e aprender essa profissão maravilhosa

comigo, e com outros comediantes”, revela ele, que

durante a pandemia, para alegrar os seus seguidores, diante

de tanta tristeza, criou personagens como as hilárias Dona

Jacinta, Katia, Jéssica, Ketley, entre outros, que estouraram

nas redes sociais.

Seu talento artístico começou ainda na escola. “Participei

de algumas peças teatrais e mesmo sem cunho humorístico,

elas viravam uma comédia quando começava a falar

meus textos e a interpretar. Alguns anos depois, um amigo

apareceu com uma câmera e daí, surgiram os primeiros

vídeos imitando cantores, gravando danças, etc... Para deixar

registrado, postava em um canal no youtube”, relembra

Talokudo, que, na adolescência, também participou de

apresentações musicais em bares de sua cidade, além de

integrar parte de um grupo de capoeira.

Em 2006, aos 16 anos, deixou um pouco de lado a

diversão, e começou a trabalhar como motoboy em um

petshop. Não deixou os vídeos de lado, mas sem a dedicação

de antes por conta de trabalhar de nove a dez horas

por dia. Neste mesmo ano, recebeu uma proposta de uma

empresa do Canadá para associar seu canal ao grupo. “Eles

tinham o intuito de colocar anúncios publicitários em meus

vídeos. Não tive dúvidas de que ali era uma forma de trabalhar

com o que realmente amava fazer: comédia. Larguei a

moto e me foquei mais nos vídeos”, enfatizou. Com a mudança

e o investimento, Talokudo chegou a atingir mais de

10 milhões de visualizações no facebook e um milhão no

youtube com a versão cômica do clipe da música; Porque

homem não chora; do cantor Pablo do Arrocha.

O auge veio de 2016 para 2017, período em que suas

paródias bombaram na internet, e veio o convite para

participar do quadro: Canjica Show: do programa Legendários,

na Record TV, apresentado por Marcos Mion. “Foi um

divisor de águas em minha vida. A primeira oportunidade

de mostrar o meu trabalho em rede nacional” conta.

Um ano depois, quando abriu o show do humorista

Lucas Veloso, filho do falecido Shaolin, Talokudo decidiu

lançar o seu stand-up. Fez participações em teatros e eventos,

alguns shows solos e outros com presenças de renomados

humoristas, como Renan da Resenha.

Além do sucesso nas redes sociais e em suas apresentações,

Talokudo planeja lançar um aplicativo para seus fãs.

“Esse projeto é para o meu público infantil. O app será com

a minha personagem Ketley, feita para as crianças cuidarem

dela, dar banho, comidinha, trocar de roupa e brincar com

alguns minijogos”, completa.

38

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


Precisando fazer compras?

chame a MegaTáxi

Realizamos suas compras em seu mercado de preferência ou buscamos

e levamos até você! Rápido e prático, sem precisar sair de casa!

Entre em contato e solicite nossos serviços.

(41) 3777-7777

MEGATAXI.OFICIAL


transformação

FICHA TÉCNICA

Fotografia: Lene Araújo

Modelo: Mariza Dias do Rosário

Maquiagem: Emanuelle Oliveira

Romântica

e delicada

40 ABRIL março 2021 revistavoi.com.br


A

proposta trazida na maquiagem para este ensaio feminino

foi realçar a beleza natural. Antes de fazer a maquiagem, foi

feita uma entrevista com a modelo para saber mais sobre seu

estilo de vida e personalidade. A fotógrafa Lene Araújo selecionou

os looks a serem usados e, desta maneira, foi defindo

o estilo de maquiagem que mais combina com a pessoa.

A escolha foi por uma pele bem feita com acabamento matte, olhos

nude, lábios rosados e cílios bem marcados. Esta maquiagem é clássica e

atemporal.

MAKE

“Nosso trabalho vai muito além da maquiagem e foto, nossa intenção é

trazer a autoestima da mulher, mostrar que todas nós temos nossa beleza

e, sim, podemos ser o que quisermos ser, lindas e poderosas! O objetivo

da transformação não é somente por fora, é também fazer a mulher se

apaixonar por si mesma.”

Emanuele Oliveira

@emanueleolimakeup

FOTÓGRAFA

“Todas as mulheres que querem fazer um ensaio fotográfico possuem

um objetivo, e o principal deles é a busca pela autoestima. Agradar a si

mesma e as outras pessoas com a sua melhor versão. Como fotógrafa

de ensaios femininos, posso dizer que a maquiagem é uma parte muito

importante para um bom resultado do trabalho. É muito especial ver a mudança,

para melhor, das modelos quando estão maquiadas e produzidas.

Para mim é uma experiência maravilhosa e sigo cada vez mais apaixonada

pelas histórias e pelos feedbacks que recebo de cada uma. É incrível!”

Lene Araújo

@lenearaujo_fotografia

MODELO

“Estava passando por momentos difíceis e precisava dar uma levantada

na autoestima, foi quando busquei o trabalho das profissionais para fazer

o ensaio e fiquei impressionada e muito feliz com o resultado. O trabalho

é impecável e o atendimento é maravilhoso, a Manu e a Lene realçam

aquilo que temos de melhor! Acredito que toda mulher deve se presentear

com momentos assim e indico elas para todo mundo!”

Mariza Dias do Rosário

março ABRIL 2021 41


vitrine

A experiência do

café Bourbon

Para os paladares mais sofisticados, o Bourbon é sempre uma

excelente opção. Apresenta notas gustativas marcantes, corpo e

doçura muito presentes. O sabor é tenro com corpo delicado e

aroma de frutas secas. Conheça nossa linha de café e aprecie-o

em sua casa, escritório e muito mais.

Onde encontrar: Amiste Café

@amistecafe

Foto: divulgação

Atendimento

em domicílio

A hair stylist Isabel Favoretto te deixa ainda mais linda no

conforto da sua casa! O atendimento é personalizado e

totalmente exclusivo para a sua necessidade. Penteados, tinturas,

cortes e tudo aquilo que precisa para sentir-se ainda mais linda.

Entre em contato e agende o seu horário: (41) 99849-2460.

Onde encontrar: Isabel Favoretto

@isabel.favoretto

Foto: Tayná Emanoelle

Foto: Emanoel Caldeira

Conceito

inovador

Agendar salão? Pagar uma fortuna para fazer escova?

Isso é coisa do passado! Na Fast Escova Batel o seu

atendimento é rápido e prático, além de proporcionar

cuidado, saúde e bem-estar, os profissionais

trabalham com uma linha de produtos pensada

exclusivamente para a vitalidade dos seus fios.

Onde encontrar: Fast Escova Batel

@fastescova.batel

42

ABRIL 2021

revistavoi.com.br

Tratamento

precoce

O Provopar Estadual está abraçando o projeto Sociedade Contra

a Covid-19, e a partir do dia 23/03 deu início ao funcionamento

do Centro de Tratamento Imediato da Covid, em Curitiba, para

pacientes com os primeiros sintomas da doença, onde irão receber

atendimento ambulatorial 100% gratuito, além de orientações dos

médicos voluntários. Acha que pode estar com Covid? Não perca

tempo e agende sua consulta gratuita pelos números (41) 99285-

4073 ou (41) 99267-6525.

Onde encontrar: Provopar Estadual

@provoparestadual

Imagem: reproduçaão


Seu dia ainda mais especial

No conforto de sua casa!

MODELO - RAFAELLA

VESTIDO - LÁ CASA DA NOIVA

MAQUIAGEM - ARY ETHANN HAIR - ISABEL FAVORETTO

Atendimento personalizado e

totalmente exclusivo para sua

necessidade. Trabalhamos com

tinturas, penteados, cortes e tudo

aquilo que você precisa para

sentir-se ainda mais linda!

Agende seu horário

(41) 998492460 isabel.favoretto


coluna

Por Zac Lucatelli

Nossa missão é promover a melhoria da qualidade de vida de

pessoas em vulnerabilidade social. As ações garantem a valorização

da família e a inclusão social. Em atendimentos com a Defesa

Civil, atua em situações de emergência, catástrofe e calamidade.

Torne-se um parceiro e venha fazer parte desta corrente solidária

em favor do desenvolvimento social em nosso Estado.

E-mail: eventos@provoparestadual.org.br

Campanha de Páscoa distribui solidariedade em forma de alegria

O Provopar Estadual celebra a Páscoa com uma ação que está

beneficiando várias crianças e adolescentes durante todo este mês de

abril. A ação faz a entrega de chocolates e caixas de bombons, além de

outros alimentos, que estão ainda sendo doados por pessoas solidárias,

empresários e fornecedores de produtos alimentícios.

Tudo isso feito por meio da Campanha de Páscoa 2021, promovida

pelo Provopar e seus parceiros, e que conta com apoio da sociedade

civil e outros órgãos. As doações podem ser feitas diretamente ao

Provopar ou pelo repasse de recursos destinados a compra dos

alimentos.

Para participar da ação, basta fazer, a qualquer momento, a doação

direta dos produtos e guloseimas a serem distribuídas às famílias mais

vulneráveis. Os alimentos serão usados na composição das cestas

básicas, para atender famílias vulneráveis que passam por dificuldades.

Foto: Daniel Assal

Entendemos que o momento exige cuidados e atenção, mas a ação

feita com seriedade e responsabilidade ajuda a renovar a esperança

cristã, que é o grande significado da Páscoa!”

Carlise Kwiatkowski – Presidente do Provopar Estadual

DOAÇÕES PELO PIX

Confira no site www.provoparestadual.

org.br como fazer doações ao Provopar!

Doações também podem


ser feitas pelo PIX

Provopar.





Provopar Estadual se une ao povo

curitibano contra a Covid

O Provopar Estadual abraçou o projeto Sociedade Contra a Covid-19, coordenado

por um grupo de médicos voluntários, empresários e pessoas da sociedade civil, que

buscam minimizar o drama das pessoas afetadas pela doença nesta pandemia. Desde

o dia 23 de março, começou a funcionar o Centro de Tratamento Imediato da Covid,

em Curitiba, para atender gratuitamente os pacientes com os primeiros sintomas da

doença.

“Estamos apoiando essa iniciativa que tem como principal objetivo dar esperança

às pessoas que apresentam sintomas da doença, além de oferecer condições para o

atendimento imediato e gratuito da população”, diz a Presidente do Provopar, Carlise

Kwiatkowski.

AGENDAMENTO E CONSULTA - Aos primeiros sintomas, o paciente pode ligar

para agendar um horário para uma consulta ambulatorial. São atendidos pacientes

com agendamento prévio, o que pode ser realizado pelos telefones: (41) 9 9285-4073

ou (41) 9 9267-6525.

Para saber como ajudar e contribuir com essa ação em prol da vida, visite o site

www.provoparestadual.org.br!

“Não perca tempo, agende uma consulta gratuita!”


44

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


SOCIEDADE

C O N T R A

COVID

TRATAMENTO IMEDIATO

E GRATUITO PARA TODOS

ATENDIMENTO E AGENDAMENTO

SOMENTE POR TELEFONE

41 9 9285 4073 41 9 9267 6525


coluna

Fotos: divulgação

Joias

eu uso

Ouro como Joia acaba

virando investimento

Com o decorrer do tempo uma joia comprada

há 26 anos torna-se investimento

O colunista Tufy Karam Geara é

empresário do setor joalheiro

Contato: contato@revistavoi.com.br

Se adquirirmos um carro, 26 anos após a compra ele

estará depreciado como também obsoleto em termos de

tecnologia. Se olharmos outros produtos

de luxo como bolsas, calçados,

roupas e perfumes não há comparação.

Essa valorização ocorre a médio

e longo prazo. Outra vantagem do

ouro, além de joia é um ativo financeiro,

que regula o mercado mundial.

Como joia pode ser penhorado

e ainda melhor, ser transformado

em outra peça. Este metal nobre,

juntamente com as características

citadas acima, é muito usado em

componentes eletrônicos, bem como

na indústria em geral.

Para termos uma idéia, uma joia

que foi confeccionada em 1994 com ouro a R$ 10,64,

hoje seria comercializada ao preço de R$ 315,00 o grama.

Pergunto se algo valorizou mais do que a joia (ouro)?

Tenha certeza que não.

Abaixo demonstro tabela do preço médio do ouro

ano a ano e sua valorização:

Ano Valor Ano Valor Ano Valor

1994 R$ 10,64 2003 R$ 38,75 2012 R$ 100,87

1995 R$ 11,32 2004 R$ 38,05 2013 R$ 101,00

1996 R$ 12,29 2005 R$ 38,32 2014 R$ 97,75

1997 R$ 11,45 2006 R$ 41,05 2015 R$ 118,75

1998 R$ 10,89 2007 R$ 45,70 2016 R$ 129,50

1999 R$ 14,05 2008 R$ 56,62 2017 R$ 127,65

2000 R$ 17,25 2009 R$ 62,74 2018 R$ 147,25

2001 R$ 19,60 2010 R$ 72,00 2019 R$ 179,87

2002 R$ 30,20 2011 R$ 88,75 2020 R$ 315,00

Se observarmos, entre 2019 e 2020 houve um

aumento de 75,12%.

Outra curiosidade, verifique as maiores reservas

de ouro nos 10 países abaixo.

País Tonelada País Tonelada

Holanda 612,5 t Japão 765,2 t

Suíça 1040,0 t China 1885,5 t

Rússia 2168,3 t França 2436,0 t

Itália 2452,8 t FMI 2814,0 t

Alemanha 3369,7 t EUA 8133,5 t

Os sete maiores países concentram 74,09% do

ouro total, ou seja 23258,8 t.

46

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


No mundo dos negócios,

quem dita o jogo é você!

Na KLA você recebe treinamento com diversas dicas de

estratégias para aumentar os lucros do seu negócio.

Temos o mais completo Programa de Desenvolvimento

Empresarial, com estratégias práticas para melhorar ainda

mais os resultados das empresas. Mais de 250.000 pessoas já

participaram dos Eventos, Cursos, Treinamentos e Palestras da

K.L.A. em centenas de eventos realizados por todo o Brasil,

Argentina, Uruguay, Portugal e México.

Os treinamentos são todos apostilados e com

certificação exclusiva K.L.A. Estamos com inscrições

abertas para os três módulos. Entre em contato conosco.

(41) 3209-8453 (41) 99252-3696 (41) 99138-7738

sidinei.augusto@grupokla.com.br adriely@grupokla.com.br

www.klagrupo.com.br/unidade/curitiba


coluna

DIRETOR GERAL DA CATVE

Foto: divulgação

Pedágio, sem o

The End esperado!

Todo o Paraná, e principalmente a região oeste, já sangrou

e digo que não foi pouco, com as altas e abusivas

tarifas de pedágio, além da falta de duplicação das

estradas. O governo federal defende a chamada outorga

onerosa no critério de desempate da licitação, que nada

mais é do que um valor ofertado às concessionárias para

terem o direito de explorar o pedágio, lembrando que

tudo isso terá impacto direto na tarifa. O governo do

Estado silencia no assunto, na contramão de milhares de

usuários, entidades organizadas e principalmente setor

produtivo, que tem se posicionado e se expressado em

alto e bom tom serem contrários a outorga onerosa. E

por que o oeste é contra? Simplesmente porque é um

filme que todos já vimos, só que infelizmente sem o The

End esperado! Chegamos ao fim dos contratos sem as

tão sonhadas obras e colocar as rodovias paranaenses

em modelos similares aos de outros Estados é um erro

sem precedentes.

1

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Foto: Jorge Woll/DER

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

2

Pedágio justo, sem

outorga onerosa

O que aconteceu aqui, não aconteceu em nenhum

outro lugar: tarifa alta, fixada pelo poder concedente

e um grande cardápio de obras colocado

no mesmo fluxo de caixa, ou seja, os riscos que

corremos são os mesmos do passado. O Oeste

também é contra o degrau tarifário de 40% depois

que as obras de duplicação nas rodovias forem

concluídas, divergências que o paranaense já

admite e não aceita mais. As propostas estão feitas,

a sociedade participou dos debates, cabe agora

o desfecho: o governo federal ouvir e colocar em

prática nos contratos os apelos dos paranaenses,

para ter um pedágio justo.

48

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


Ginástica rítmica: a base

paranaense vem forte!

Cada vez mais a ginástica rítmica do Paraná vem se destacando

no cenário nacional. O trabalho desenvolvido

em algumas cidades do Estado é referência para projetos

implantados no Brasil afora. Curitiba, Toledo, Cascavel

e Londrina tem abastecido a base da seleção brasileira

com ginastas com enorme potencial de chegar a seleção

principal. Os resultados são tão surpreendentes quanto

cada movimento perfeito das competidoras que se dedicam

ao máximo para melhorar o rendimento individual.

E quando o trabalho sério acontece, a recompensa logo

aparece.

3

Foto: divulgação

4

Ouro do Interior

A CBG (Confederação Brasileira

de Ginástica) que o diga.

Boa parte das vagas ficou

com o Estado do Paraná. Das

doze atletas convocadas para

a seleção brasileira juvenil,

nas competições individuais e

conjunto, oito são aqui da terrinha,

reflexo dos feitos árduos

de gente dedicada e com

paixão pelo o que faz. Toledo

celeiro de ginastas renomadas

comemora três convocações:

Maria Eduarda Alexandre,

Alana Carolayne da Silva e

Fernanda Heinemann.

Curitiba também acumula três

nomes na lista das convocadas:

Isadora Carnielti, Gabryela

Nogueira da Rocha e Luiza do Amaral Pugliese. Outras duas

atletas são das regiões oeste e norte do Estado. De Cascavel, Giovana

Rafaela Souza e de Londrina, Julia Beatriz Kurunczi. As meninas

vão disputar o pan-americano juvenil na Guatemala no meio do ano

com expectativa de uma ótima campanha. Boa sorte paranaenses!

Foto: divulgação

Doses de vida

Quem aí está na contagem regressiva para a

vacina contra a covid-19? Todos estamos não é

mesmo? Contando os dias para o pai, mãe, vô,

vó, tio ou alguma pessoa querida ser imunizada.

O calendário de idades a serem vacinadas

gera expectativa, ansiedade e emoção. Por

aqui na iminência de tomar a primeira dose!

5

Foto: divulgação

ABRIL 2021 49


artigo

Rede sociais

direito ao uso

Fotos: divulgação

50

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


V

ocê consegue se imaginar acordar

amanhã, olhar o celular e estar com o

whatsapp bloqueado?

De imediato, você acessa o Instagram

para avisar à todos que está sem

whatsapp e, para sua surpresa, você também está

sem seu “Insta”...

Ok, ok... vamos então para o Facebook e fazer

uma grande postagem lá, com direito a textão de

indignação e, como meta principal, avisar a todos

que está sem whats e sem Insta...

Mas, tchan... cadê minha página do Face? Não

existe mais...

Que desepero... tento o Twitter, o Pinterest, apelei

até para o falecido Orkut, e nada... estou banido

e sem acesso a qualquer rede social...

Utópica tal situação, certo? Mas, e se ocorresse

efetivamente?

Para quem poderíamos reclamar, se estamos

tratando apenas de “negócios virtuais”?

Pois bem...

A Justiça está ai inclusive para essas situações,

não apenas para coibir ou inibir ofensas virtuais,

mas, para garantir a todos o direito de uso das redes

sociais, desde que civilizadamente, ou seja, obedecendo

os ditames legais, amparados pelo disposto

na Lei nº 12.965/14, denominada Marco Civil da

Internet, a qual tem como objetivo estabelecer

princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da

internet no Brasil.

Hoje em dia muitas empresas dependem exclusivamente

das redes sociais e da internet, como os

aplicativos de entrega, de transporte, de apostas, etc.

Então, inexplicavelmente, ver-se privado de tal

uso, sem qualquer motivação, pode ser a Sentença

de Morte de uma empresa.

Mesmo pessoas físicas, com seus milhares de seguidores,

tem nas redes sociais o seu “ganha-pão”...

Temos até uma nova profissão: influencer digital!!

Apenas para fins de ilustração, temos que recentemente,

tivemos o caso do Ex-Presidente dos EUA

(Estados Unidos da América), Donald Trump, o qual

foi banido perpetuamente do Twitter e de outras

redes, sob o alegado desvirtuamento do objetivo social,

mas, ali, era um caso à parte, com motivações

políticas e inúmeros interesses obscuros.

Assim, voltando ao “nosso mundo” temos que,

se uma empresa usa as Redes Sociais para divulgação,

comercialização e comunicação com seus

clientes e seguidores, sem qualquer violação das

regras impostas, não há razão para a sumária exclusão.

As prerrogativas das empresas proprietárias das

redes sociais virtuais esbarram nas garantias fundamentais

dos usuários da internet, vez que a exclusão

do perfil de usuário importa em supressão de seu direito

de comunicação, com exclusão de seu acervo

pessoal e rede de contatos.

Temos que o art. 3o., inc. VII, do Marco Civil da

Internet, assegura a preservação da natureza participativa

da rede.

Assim, entendemos que para o banimento, há a

necessidade de motivação idônea, com clareza da

exposição fática das eventuais violações aos termos

contratuais de uso da sua rede social.

Ou seja, sem motivação hábil, a exclusão do

perfil de usuário suprime seu direito de comunicação,

com exclusão de seu acervo pessoal e rede de

contatos, e gera dever de indenizar.

É o nosso entendimento.

Raphela Schuster Saddi

Advogada

raphaelasaddi@hotmail.com

José Ronaldo Carvalho Saddi

Advogado

saddi2@terra.com.br

ABRIL 2021 51


click

Evento

fast escova

Evento marca a primeira live da Fast Escova Batel no formato online do ano. Segundo Andréia Leiner, o evento

foi um sucesso e contou com a participação especial das sociais da loja Effe Fernanda Gusso e Fabiana Alonso. A

partir de agora as clientes vão poder contar com uma ótima opção de moda dentro da Fast Escova Batel. Além das

clientes saírem com os cabelos e maquiagem ainda mais lindas da Fast Escova Batel, vão poder contar também

com a assessoria exclusiva da Effe para complementar o visual em alto estilo.

Fotos: divulgação

52

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


A REVISTA PARA O

SÍNDICO MODERNO

E BEM INFORMADO

Mais informações:

www.revistacondominium.com.br

(41) 3333.1023


test drive

O fascínio dos

apaixonados

pelo Maverick

Fotos: Revista VOi

Foto: Marco Henz/shutterstock.com

54

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


ABRIL 2021 55


test drive

A

engenheira mecânica Andreia Lara soube

o modelo do carro que teria já na

infância, hoje atrai curiosos ao circular

com um Maverick GT pelas ruas da

capital paranaense e que se espantam

com uma mulher ao volante de um carro com motor

V8.

O mundo automobilístico faz parte da vida da

engenheira mecânica Andreia Lara, seja profissionalmente

ou na vida pessoal. A paixão por carros

começou aos 6 anos de idade, quando viu um carro

modelo Maverick, junto com o pai e disse que iria

ter um carro igual aquele quando fosse adulta. Hoje

o possante que possui é muito parecido ao que se

vislumbrou na infância, ambos com cores em tons

vermelhos. “Desde que tinha 6 anos gosto de carro.

Vi um carro na rua e perguntei ao meu pai qual era

aquele modelo, ele respondeu Maverick e eu disse

que iria ter um. Depois de 20 e poucos anos consegui

ter o meu”, orgulha-se Andreia.

A POTÊNCIA DO MOTOR

O tempo livre é dedicado ao cuidado com o carro

Maverick GT, ano 1977, com motor V8, com aproximadamente

300 hp de potência, injeção eletrônica,

rádio PX para se comunicar nas viagens, rodas aro

17 american racing, freio a disco nas quatro rodas,

câmbio manual e na cor Rosso Ferrari, que não está

na escala de cores da Ford. Andreia conta que quando

dirige chama atenção o ronco do motor somado à

tração traseira, as curvas da carroceria, as peças que

parecem uma obra de arte e uma motorista mulher.

“Não é comum mulheres estarem dirigindo carros

antigos e precisamos mudar isso”, alerta Andreia.

56

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


PAIXÃO POR CARROS ANTIGOS

Na estrada, já cruzou o Estado do Rio Grande do

Sul e já teve momentos nada divertidos, como precisar

empurrar o carro sozinha quando simplesmente

parou de funcionar. Ser engenheira mecânica é uma

vantagem nesses momentos tensos com o veículo,

mas já aproveitou a velocidade para correr na pista

de Interlagos e compartilhou o desejo com amigos

que influenciados tiveram a coragem de adquirir

o mesmo modelo. “Nossa obrigação como tutores

desses carros é incentivar as pessoas a gostarem de

carros antigos e mostrar às próximas gerações como

os antigos também são divertidos”, enaltece Andreia.

A família toda é apaixonada por carros antigos,

mas para dirigir o Maverick GT precisa conquistar

a confiança de Andreia, que já se acostumou com

o espanto das pessoas e com os pedidos frequentes

para passear com o carro. E a quem pretende

adquirir o veículo, Andreia avisa sobre o consumo de

combustível do motor V8, que na estrada faz aproximadamente

7 km/l, e na cidade não passa de 4 km/l.

Também revelou que fez modificações para

melhorar o desempenho, como a ignição eletrônica,

refez a parte elétrica, padronizou os bancos nos

moldes originais, entre outras melhorias que destacam

ainda mais a potência e a beleza do veículo. Um

custo financeiro incentivado emocionalmente pelo

sonho que teve desde criança. “Sempre brinco, que

o carro antigo que escolhe a gente e não a gente que

escolhe o carro”, filosofa Andreia.

ABRIL 2021 57


esporte

58

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


Parabadminton

Fotos: divulgação

A prática de esportes é muito importante para a inclusão da pessoa

com deficiência, para estimular as funções cognitivas, a melhora da

capacidade motora e a criação de vínculos afetivos e sociais. Foi assim

que o tricampeão paranaense de parabadminton Adriano conseguiu

combater a depressão, após sofrer um acidente de motocicleta

A

os 26 anos, o curitibano Adriano

Correia Gonçalves dos Santos estava

a caminho do trabalho de motocicleta,

no bairro de Santa Felicidade,

em Curitiba (PR), quando se deparou

com um caminhão que mudou a forma como

ele vivia. Adriano sofreu um trágico acidente,

em 2010, quando um caminhão colidiu na moto

que pilotava, precisou amputar a perna direita e

durante 2 anos teve depressão. “Fui ultrapassar um

caminhão, quando cheguei na metade do percurso

o motorista não sinalizou e virou à esquerda.

Acelerei e quando estava terminando de ultrapassar

houve a colisão atrás da moto, o motor ficou

em cima da minha perna e fui arrastado por 100m

(metros)”, descreve Adriano.

Após o acidente, precisou colocar uma prótese

no lugar da perna direita e foi incentivado a praticar

esportes, para superar a depressão e ter contato

com outras pessoas com deficiência. O ciclismo

adaptado foi a primeira tentativa de Adriano, em

ABRIL 2021 59


esporte

2012, mas foi com o basquete sobre rodas que

venceu o primeiro campeonato. Ele não imaginava

que ali começava uma trajetória de vitórias de

um paratleta campeão em várias modalidades. Os

troféus e medalhas começaram a ocupar as prateleiras

do esportista.

Adriano foi campeão paranaense de basquete

sobre rodas (2012), campeão e destaque do vôlei

sentado (2013), campeão paranaense de tênis em

cadeira de rodas e vice na Copa Guga, na categoria

second draw (2016), bicampeão paranaense de

tênis em cadeira de rodas e campeão paranaense

de basquete sobre rodas, eleito allstars no handebol

do campeonato brasileiro (2017), campeão

brasileiro de handebol (2018) e tricampeão paranaense

de parabadminton (2019). “Ser campeão é a

melhor sensação que se pode ter, quando tudo que

você faz em treino se torna realidade”, enaltece

Adriano.

Pai de seis filhos, Gabriel (17), Nicollas Kauã

(13), Vitória Kawane (10), Maria Eduarda (07),

Arthur (05) e Valentina (01), e casado com Driele

Dayane da Silva dos Santos, ele soube enfrentar

muitos desafios com o apoio de amigos e da

família. Agora os esforços estão voltados para estar

entre os primeiros paratletas do país no parabadminton.

Já conquistou o 3º lugar no IV Campeonato

Brasileiro de Parabadminton, em 2018, e o 2º

lugar, em 2019, na disputa de duplas.

O esporte vai estar pela primeira vez nas olimpíadas,

nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, no Japão,

em 2021. As regras do Parabadminton são as

mesmas do convencional, regidas pela Federação

Mundial de Badminton. O esporte nivela os atletas

em seis categorias, de acordo com a deficiência,

dentre cadeirantes e pessoas com amputações,

paralisia cerebral, malformações, nanismo, entre

outras. Os Paratletas utilizam uma raquete para

golpear uma peteca na quadra dos adversários,

competem individualmente, em duplas (masculinas

e femininas) e mistas em seis classes funcionais

diferentes.

60

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


Para se manter financeiramente no esporte, os

paratletas de alto rendimento podem se inscrever

no programa Bolsa-Atleta do Governo Federal. O

atleta também precisa estar filiado a associações,

para ter o respaldo das federações esportivas. Por

isso, Adriano está filiado ao PROAFA (Projeto de

Atividades Físicas Adaptadas) da UEM (Universidade

Estadual de Maringá), UE (Universidade Livre do

Esporte) e Kings Maringá.

Com a pandemia, os torneios estão suspensos

por enquanto, mas Adriano espera ansiosamente

para voltar às quadras e subir ao pódio. O acidente

trouxe uma realidade diferente e o esporte

um novo sentido para a vida, agora a família tem

um campeão em casa. “Só quem é deficiente

sabe o que estou falando, eles nos tratam como

um bibelô, as crianças principalmente, quando os

pais verem que incentivar seus filhos no esporte é

melhor para eles, tanto no sentido pessoal quanto

na saúde, tenho certeza que vão surgir muitos

atletas de grande rendimento no Brasil”, aconselha

Adriano.

ABRIL 2021 61


cultura

Música

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Exposição

SHOW DUCA LEINDECKER

Duca Leindecker apresenta o

show solo, onde reúne todas

as fases de sua carreira. No

show, tocará piano, violão

e cantará as canções da

Cidadão Quem, Pouca Vogal

e Voz, Violão & Batucada. O

show reúne diversos planos,

um mix de todos os seus

trabalhos, em um palco onde

os instrumentos ficam a sua

disposição.

Onde: Teatro Fernanda

Montenegro

Data: 01 de maio

Horário: 21h

Ingressos: R$100,00 (inteira) e

R$50,00 (meia-entrada)

PARA CONTINUAR NAVEGANDO

Uma exposição de arte digital no MuMA (Museu Municipal

de Arte), em que o observador é também observado. Assim

é Para Continuar Navegando, dos artistas Fabiana Caldart

e Felipe Gomes. Planejado para ser uma reflexão sobre a

forma como as pessoas usam os recursos tecnológicos do

mundo virtual e como interagem com o mundo das mais

variadas formas. A exposição: Para Continuar Navegando;

consiste nas instalações Li e Concordo, Não Li e Concordo e

um vídeo publicitário que faz pensar sobre como as pessoas

avaliam a relevância dos conteúdos a que estão expostas por

intermédio desses recursos tecnológicos.

FERNANDO VELLOSO POR

ELE MESMO

MON (Museu Oscar

Niemeyer) realiza a

exposição: Fernando

Velloso por ele mesmo; em

homenagem aos 90 anos de

vida do artista curitibano,

que segue na ativa. A mostra,

com curadoria de Maria José

Justino e Fernando Bini, está

aberta para visitação na Sala 1

do MON.

Onde: MON

Data: terça a domingo

Horário: das 10h às 18h

Ingressos: R$20,00 (inteira) e

R$10,00 (meia-entrada)

Foto: divulgação

Música

BONNIE TYLER

A cantora Bonnie Tyler

se apresenta na capital

paranaense com a turnê

comemorativa dos 50 anos

de sua carreira. No show irá

lançar o álbum Between the

Earth and the Stars. Bonnie

Tyler trará os sucessos Total

Eclipse Of The Heart, It’s A

Heartache e outros. O novo

álbum também possui três

emocionantes duetos com

Rod Stewart, Cliff Richard e

Francis Rossi.

Onde: Teatro Positivo

Data: 07 de maio

Horário: 20h

Ingressos: R$300,00 (inteira) e

R$150,00 (meia-entrada)

SEAFRET

Depois de esgotar dois shows durante sua primeira

passagem pelo país, em julho de 2019, a dupla britânica

Seafret, formada por Jack Sedman e Harry Draper, volta

ao Brasil em maio de 2021 para três shows: São Paulo

no dia 14, sexta-feira, no Fabrique Club, Curitiba no dia

16, domingo, no Teatro Bom Jesus e no Rio de Janeiro no

dia 18, terça-feira, no Espaço Kubrick. As apresentações

fazem parte da turnê do novo disco do duo, Most Of Us

Are Strangers, que será lançado em fevereiro do próximo

ano e tem a música Fall, lançada em outubro, como single

principal.

Foto: divulgação

Onde: MuMA

Data: terça a domingo

Horário: das 10h às 19h

Ingressos: gratuito

Onde: Teatro Bom Jesus

Data: 16 de maio

Horário: 20h00

Ingressos: Plateia Baixa Meet&Greet: R$300,00

Plateia Alta: R$115,00 (meia-Entrada); R$230,00 (inteira)

62

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


Geral

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

FEIARTE 2021

A FEIARTE (Feira Internacional

de Artesanato), é um dos

maiores eventos de artesanato

do Brasil. A feira traz

artesanato de qualidade,

produtos exóticos, inéditos e

de extremo bom gosto, para

um mercado que aprecia

novidades e reúne cultura e

tradição com mais de 200

expositores.

Onde: Parque Barigui –

Centro de Eventos Positivo

Data: 10 a 19 de setembro

Horário: Todos os dias das

14h às 21h

Ingressos: gratuito

VERA MARTINS - A

VIOLÊNCIA SOB A

DELICADEZA

MON (Museu Oscar

Niemeyer) inaugura mais

uma nova exposição: A

Violência sob a Delicadeza;

da artista visual Vera Martins.

A mostra conta com 46 obras,

entre telas e instalações, e

estará em cartaz a partir do

dia 31 de outubro, na Sala 2.

A exposição tem o apoio da

Fundação Pollock-Krasner.

Onde: MON

Data: terça a domingo

Horário: das 10h às 18h

Ingressos: R$20,00 (inteira) e

R$10,00 (meia-entrada)

ENCONTRO DE VINHOS

CURITIBA

Encontro de Vinhos é a

promotora de eventos de vinhos

referência no setor, sendo

considerado o maior roadshow

de vinhos no país. O evento

de vinhos que percorre todo o

Brasil está de volta a Curitiba.

Os expositores são produtores

e importadores, com vinhos de

diversos países e tipos. Você

poderá provar vinhos brancos,

tintos, rosés, espumantes e muito

mais.

Onde: Pestana Curitiba

Data: 8 de maio

Horário: 13h às 19h

Ingressos: R$50,00 – R$70,00

23° FESTA À FANTASIA DO

TITE

Considerada por muitos a

melhor festa à fantasia do

Brasil, a festa trará alegria e

diversão ao ano de 2021. A

tradicional festa está na 23°

edição e será realizada na

Ópera de Arame, prepare para

curtir em grande estilo.

Onde: Ópera de Arame

Data: 15 de maio

Horário: 18h

Ingressos: R$240,00 (inteira) e

R$120,00 (meia-entrada)

Destaque

JAPONÉSIA

MON (Museu Oscar Niemeyer) apresenta a exposição

Japonésia, em parceria com a Japan House São Paulo, de

Naoki Ishikawa, considerado um dos artistas mais relevantes

no cenário atual da fotografia no Japão.

Com curadoria de Natasha Barzaghi Geenen, Diretora Cultural

da Japan House São Paulo, a exposição Japonésia reúne 74

fotografias, que fazem parte de distintas séries realizadas

por Ishikawa durante o período de 2009 a 2019. A mostra

pretende revelar as particularidades do arquipélago nipônico,

ressaltando sua diversidade de paisagens e de cultura, levando

os visitantes a uma verdadeira expedição por um Japão

desconhecido.

Onde: MON

Data: terça a domingo

Horário: das 10h às 18h

Ingressos: R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia-entrada)

Foto: divulgação

Pontos de venda

REVISTA

• Banca América - Rua Otávio Pereira dos Anjos, s/nº - esquina com Cel. Francisco

H. dos Santos - 3267-2412 / 99905-5071

• Banca Batel - Av. Batel em frente ao Hospital Santa Cruz - 3244-5620

• Banca Bom Jesus - Rua Jaime Balão, 201 - Cabral - 3264-7662

• Banca do Condor Champagnat - Martim Afonso, 2800 - 3336-9817

• Banca do Palladium - Av. Presidente Kennedy, s/nº em frente ao

Shopping Palladium - 99209-1161

• Banca Espanha - Praça Espanha - 3225-1173

• Banca Praça do Japão - Praça do Japão - 3243-1475

• Bazar Cotegipe - Mercado Municipal - 3262-5011

• Brioche - Rua Augusto Stresser, 839 - Juvevê - 3342-7354

para assinatuRa, entre em contato

com nossa CENTRAL DE ATENDIMENTO

0800 600 2038

pagamento em até 3 vezes sem juros

ABRIL 2021 63


logueando

Por Caroline Garajau

influencer

Dominar o marketing nas

mídias sociais

A

comunicação foi a estratégia que garantiu à influencer Caroline Garajau

a conquistar os espaços por onde passou, geminiana, extrovertida e com

uma facilidade invejável de se comunicar, o sucesso veio espontaneamente.

Formada em Administração e com especialização em Marketing e Gestão de

Negócios, Caroline soube utilizar as ferramentas aprendidas no curso com as

habilidades comerciais que já tinha conhecimento. Durante mais de 4 anos, trabalhou com

vendas de veículos e acessórios, um aprendizado que utiliza hoje para fechar contratos com

patrocinadores de produtos e serviços que divulga nas mídias sociais. “Uma mulher de personalidade

muito forte, uma pessoa comunicativa, que consegue se relacionar muito bem com

as outras pessoas e ama cachorro”, assim se define Caroline.

A profissão de influencer começou quando foi apresentadora de televisão nos programas

Jogo Aberto Paraná e Band Motor, em 2014, na TV Bandeirantes Paraná. Durante os 3 anos

como apresentadora, chegou a fazer cobertura esportiva em jogos clássicos de times paranaenses

e com a visibilidade aproveitou para divulgar os trabalhos em redes sociais. Como teve engajamento nas publicações,

fez do espaço um trabalho lucrativo e fechou contratos comerciais para divulgar marcas, com lojas, clínicas estéticas, médicos,

dentistas, e todos os tipos de serviços que envolvem saúde, beleza, e bem-estar. “Participar do clássico Atletiba, que aconteceu

no Couto Pereira, foi uma experiência muito marcante para mim, uma mulher dentro do campo fazendo entrevistas com vários

jogadores e com alguns técnicos, esse momento ficou marcado na minha vida”, revela Caroline.

Caroline Garajau mantém a boa forma com alimentação saudável, sempre tem na geladeira carne branca e ovos, o bronzeado

fica por conta das sessões de bronzeamento na clínica Bronze das Estrelas, faz pilates e frequenta academia. Aos fins de

semana relaxa um pouco na dieta e libera uns drinks, já que durante a semana é corrido para ter tempo para planejar postagens

nas mídias sociais, buscar patrocinadores para divulgação, fazer fotos e produzir vídeos. Para ela, um dos desafios da profissão é

entender que o influencer é uma marca que deve ser bem cuidada. No ano passado lançou a marca Home Decor Caroline Garajau,

como gosta de ambientes aconchegantes e aromatizados, criou uma marca com o seu estilo. Neste ano fará parte da Imóveis

de Primeira, imobiliária especializada em imóveis de alto padrão, na divulgação de apartamentos de luxo com vídeos no tiktok.

“Tomar cuidado com o que posta, com quem anda, aonde anda. O maior obstáculo é não deixar o nome ficar algo robotizado,

não expor demais a vida pessoal, mas também mostrar uma realidade e não uma Carol que não existe”, aconselha Caroline.

Sobre Caroline

Garajau

Influencer

@carol_garajau

Fotos: Mel Gabardo

64

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


Doe seu Imposto de Renda para

o Hospital Pequeno Príncipe

ATÉ

30 DE ABRIL

DE 2021

SEU LEÃO PODE SER O MELHOR

AMIGO DAS CRIANÇAS

Que tal fazer uma doação para projetos

sociais em vez de pagar Imposto de Renda?

Parece interessante, né? Muita gente não

sabe dessa oportunidade, mas é possível

ajudar instituições filantrópicas, como o

Hospital Pequeno Príncipe, de forma fácil

e sem custo.

Não se esqueça

de enviar o

comprovante!

QUEM PODE DOAR?

Pessoas físicas que fazem sua declaração de Imposto de

Renda pelo formulário completo.

•IR A PAGAR: o valor doado será subtraído da quantia a pagar.

•IR A RESTITUIR: o valor doado será somado à sua

restituição.

COMO DOAR

1. DOAÇÃO

Após informar as possíveis doações realizadas em 2020,

selecione o campo “Fichas da Declaração” e escolha a

opção “Doações diretamente na declaração”. Clique

em “Novo”, escolha o “Fundo Municipal”; em UF,

selecione “PR – Paraná”; e em Município, “Curitiba”.

Seu potencial de doação irá aparecer no canto direito da

tela, então basta digitar o valor calculado pelo programa

da Receita Federal.

2. IMPRESSÃO

Entre na opção “Imprimir” e selecione o “DARF –

Doações diretamente na declaração – ECA”.

3. PAGAMENTO

Efetue o pagamento do DARF até 30 de abril de 2021.

4. E-MAIL DE CONFIRMAÇÃO

Para direcionar sua doação aos nossos projetos, é fundamental que

você envie um e-mail para doepequenoprincipe@hpp.org.br,

contendo as seguintes informações:

• Comprovante de pagamento do DARF de doação;

• Seus dados pessoais: nome completo, CPF, endereço

e telefone; e

• A frase “Doação direcionada ao Hospital Pequeno

Príncipe”.

Obs.: o envio deste e-mail é fundamental para que o seu recurso seja

repassado do Fundo Municipal para o Hospital Pequeno Príncipe.

INFORMAÇÕES:

41 2108-3886 41 99962-4461

doepequenoprincipe.org.br


histórias

Nós passamos,

elas ficam

A

s pedrinhas pati-pavé no caminho do escritório insistem em se deixar alumiar pelos lampiões dos

tradicionais postes republicanos que lhe fazem companhia no Calçadão da XV (Rua das Flores).

Mal sabem que no fim do túnel de nosotros, enclausurados desta ingente travessia, bastaria um só

risquinho de luz de uma delas para nos deixar de peito menos arfante. Elas, porém, não evoluíram

tanto. Apenas ouvem e sentem o peso de nossos passos - certos ou errados -,

indiferentes se eles estão indo ou voltando. Sabem que nós

passamos e elas ficam.

Foto: divulgação

Por José Saraiva, escritor, jornalista, músico e advogado,

é um dos finalistas do Prêmio Off Flip 2021. Autor do livro

“De Labiata a Lagoa da Canoa passando por Tacaratu,

via Quipapá ou Caruaru”, um épico nordestino, veio morar

em Curitiba na década de 70 e, desde então, aprecia andar

pelo Calçadão da XV, há 45 anos reside em Curitiba.

66

ABRIL 2021

revistavoi.com.br


A vida é cheia de momentos inesquecíveis

que não podem ser passados em branco.

Não importa qual seja o evento. No Torres Eventos será inesquecível.

• 1 Salão com capacidade para 2.800 convidados • 1 Salão com capacidade para 1.500 convidados

• Teatro com capacidade para 731 convidados • Buffet exclusivo • Chef de Cuisine da casa • Cardápio requintado

• Projetos personalizados • Consultoria completa • Organização • Foto e vídeo

41 3045.6999 espacotorres.com.br


Um novo conceito

de beleza!

Você sempre linda

Batel

Rua Gonçalves Dias 140 - Batel @fastescova.batel 41 99242-9996

More magazines by this user
Similar magazines