Views
7 months ago

RLB 59 - Março de 2018

Publicação mensal com abordagens de temas que vão além do turismo e que buscam atender aos anseios de quem está viajando ou pensa em viajar

| Refletir |

| Refletir | ‘Pessach’ O dia primeiro de abril - popularmente conhecido como o dia da mentira - desse ano se sobrepôs à data mais importante para o mundo: a Páscoa. A Páscoa é, por assim dizer, o dia da verdade, o dia em que Jesus volta à vida e oferece vida abundante para todas as pessoas. Poderíamos falar mais sobre esta tensão entre mentira e verdade, mas hoje vamos nos concentrar na origem da Páscoa - que parece bastante desconhecida por muitos - e o seu significado para as pessoas de hoje. Pessach é a palavra Hebraica para Páscoa. Para os judeus, ainda hoje, a Páscoa tem um significado diferente, e é co- memorada em momento diferente da Páscoa Cristã. Os judeus celebram a libertação dos 430 anos de escravidão no Egito. Jesus, que era judeu, comemorou esta Páscoa durante toda a sua vida, possivelmente indo a Jerusalém em muitas delas, talvez em todas elas a partir dos 12 anos. Mas a última Páscoa de Jesus mudaria a história da Páscoa e a história do mundo, porque naquela última Páscoa, Jesus, o Filho de Deus, seria morto por causa dos pecados de todas as pessoas em todos os tempos, e ressuscitaria ao terceiro dia para confirmar perdão e vida para todos que nele creem. A partir daquela Páscoa, quando Jesus volta a viver - e nem mesmo seus discípulos esperavam por isso, Jesus é sempre surpreendente - a Páscoa ganha outro significado. Se antes ‘o mundo’ celebrava a libertação do povo judeu da escravidão no Egito, agora o mundo celebra a libertação de todos os povos da escravidão do pecado. Não há nada que mais aprisione pessoas do que a culpa pelos seus pecados. E Jesus veio para resolver isso. E só Ele pode fazer isso. Ninguém mais, e de nenhuma outra maneira. Mas se Jesus é exclusivo na condição de perdoador, Jesus é inclusivo no desejo de perdoar, está de braços abertos para todos que desejarem este perdão. O mundo está dividido entre antes e depois de Jesus. Mesmo que muitos ainda não saibam do verdadeiro sentido da Páscoa hoje, os efeitos estão aí e, de muitas maneiras, todos estão se beneficiando deles. O mundo, bem como o Perdão, o Amor e a Paz, apenas ainda existem por causa da Páscoa de Jesus. Portanto, celebre a Páscoa todos os dias, e desfrute dos efeitos maravilhosos que ainda retumbam daquele túmulo vazio e da vida plena de Jesus. E seguimos conversando... Fraterno abraço Roberto Kunzendorff Júnior formou-se pelo Seminário Concórdia de São Paulo Pastor da Congregação da Esperança da Igreja Evangélica Luterana do Brasil em Brasília 6 Leitura de Bordo | março 2018 | www.leituradebordo.com.br

| Destinos & Viagens | A natureza comanda o espetáculo Não se preocupe com as condições climáticas, porque conhecer o espetáculo das águas que as cataratas do Iguaçu proporcionam é apenas uma parte de um passeio fantástico - e que reúne também visitas obrigatórias à Usina de Itaipu, ao Marco das Três Bandeiras e ao Parque das Aves – sem contar as boas opções de compras em Puerto Iguazú (Argentina) e Ciudad del Este (Paraguai). www.leituradebordo.com.br | março 2018 | Leitura de Bordo 7

RLB 58 - Fevereiro de 2018