Revista Carta Premium Web Edição 9 - Edição Especial Premiata 2018-2019

revistacartapremium

Revista Carta Premium, Edição Especial Carta Premiata 2018-2019, com as bebidas brasileiras mais premiadas no período pesquisado de 12 últimos meses: cervejas, cachaças, bebidas mistas, gins, vodcas, vinhos, espumantes, etc.

Carta Premiata 2018-2019


Carta Premiata 2018-2019

2


Carta Premiata 2018-2019

O MAIOR GUIA DE REFERÊNCIA

Há três anos a Carta Premium assumiu o desafio

de apresentar aos profissionais de A&B

de bares, bistrôs, restaurantes e proprietários

desses estabelecimentos as melhores opções

no mercado de bebidas finas, principalmente

as produzidas aqui mesmo no Brasil, valorizando

assim a inovação, a qualidade e o produto

nacional.

E esse tem sido nosso incansável trabalho,

juntamente com o de apresentar cases de sucesso

na área, seja na questão de estabelecimentos

de gastronomia, como também dos

profissionais premiados que são os responsáveis

por tantas histórias de sucesso.

E antes de falar dessa edição especial Premiata,

queremos compartilhar algo ainda mais

especial: já são quase 600 mil acessos/leituras

de todo o mundo para nossas 8 edições

periódicas tradicionais na web e guias de bolso

publicados, além de quase 300 mil visitantes

únicos que acessaram nosso portal desde

quando foi oficialmente lançado no final do

primeiro quadrimestre de 2016. Por isso, antes

de mais nada, nosso muito obrigado a

todos! Graças a vocês, parceiros, empreendedores

brasileiros e leitores em todos os cantos

do mundo conseguimos seguir neste importante

trabalho de apoio ao setor de bebidas

diferenciadas brasileiras.

Agora sim, podemos voltar e comentar um

pouquinho sobre tudo que te espera nas páginas

a seguir. Esta é nossa Edição Especial

Carta Premiata 2018-2019.

Dessa vez fizemos uma seleção inédita das

bebidas brasileiras que mais receberam ou

se destacaram com prêmios em concursos

internacionais no período, desbancando marcas

e produtores tracionais de outros países.

Acrescentamos a esta lista especial cachaças

e bebidas mistas brasileiras que receberam

prêmios no ano passado, já que ainda não

existe nenhum grande concurso internacional

específico sobre o destilado de patente

brasileira.

São mais de trezentas bebidas listadas, entre

espumantes, cervejas, gins brasileiros,

cachaças, bebidas mistas, vinhos, etc., todos

comprovadamente, após a avaliação de juris

nacionais e internacionais, detentores de

um sem-número de premiações pela sua alta

qualidade e diferenciais.

Por isso, sem qualquer sombra de dúvida,

esta edição especial Premiata é um guia que

você, profissional da área não vai encontrar

de forma tão completa em nenhum lugar do

mundo! Nosso levantamento e pesquisa sobre

as bebidas se iniciou em janeiro do ano passado

e se encerrou nesta primeira quinzena

de abril de 2019, em um incessante trabalho

de busca de informações que pudessem realmente

apresentar esta seleta lista de preociosidades

brasileiras.

Os textos são curtos, buscando apresentar as

empresas produtoras e destacar aquele que

pelas premiações recebidas é com certeza um

dos melhores rótulos de bebida mundial em

sua categoria.

Neste ano optamos por espalhar indicações

sem separar as bebidas por tipo, a fim de incentivar

todos a conhecerem um a um esses

produtos produtos brasileiro de excelência,

afinal mesmo que tematizado um bar e restaurante

precisa ter uma diversidade de bebidas

especiais para atender aos consumidores

mais exigentes.

Por fim, esperamos que, como nossas outras

edições, essa se torne um parâmetro, termômetro

e um guia de referência ds melhores

bebidas brasileiras, contribuindo com o desenvolvimento

do setor e com a valorização do

produto brasileito de excelência.

Boa leitura e um grande abraço!

3


Carta Premiata 2018-2019

4


Carta Premiata 2018-2019

5


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇARIA

ALAMBIQUE BRASIL

A História do Leite que Virou Cachaça

A Cachaçaria Serra do Cadeado,

localizada em Ortigueira,

interior no Paraná, aos

pés da Serra que homenageia

em seu nome, tem hoje uma

linha de produtos com diversas

premiações nacionais e

internacionais. Faz parte de

um grupo empresarial, com

mais de 25 anos, com empresas

no setor de serviços para

o varejo e turismo.

Em sua estrutura une toda a

tradição de um produto verdadeiramente

artesanal, com

todo o cuidado e exclusividade

na preparação, a instalações

amplas e modernas,

com os melhores equipamentos

para a produção de cachaça

artesanal: moendas,

alambiques, dornas, barris

de maturação, engarrafadoras

e muitos outros equipamentos

comandados por mão

de obra capacitada e treinada

pelos melhores especialistas

em produção da bebida,

garantindo assim alto padrão

de qualidade.

6


Em Perfil

Um pouco de história

“Em uma de minhas idas e vindas do

Rancho Santa Maria, em Ortigueira,

no Paraná, para a Península de Maraú,

na Bahia, onde nesse período do

ano levava para a Pousada Canto dos

Encantos, de nossa família, produtos

provindos do nosso sítio, eu e meu

afilhado Kleber passamos em Salinas,

já no Norte de Minas, e decidimos almoçar

em um alambique que tem um

restaurante. Por ali compramos um

barril de cachaça para a pousada. E

foi neste momento que começou a se

materializar a ideia de jogar areia no

leite” que minha esposa queria produzir

no sitio de Ortigueira”, conta o

idealizador da Cachaçaria Alambique

Brasil, Gilmar Nogueira. “Mas na verdade

diversas pessoas já vinham desmotivando

ela a tocar o seu projeto de

leiteria adiante, por diversos fatores

do setor, desde a produção a comercialização

que não é valorizada, sem

dizer que as vacas não sabem os dias

da semana, nem Natal e nem outras

datas importantes (risos)”, relembra

sorrindo.

Eram as últimos semanas de 2015

quando tudo isso aconteceu. E foi

meses depois que a cachaçaria

saiu do mundo das ideias para se

tornar referência e realidade.

“Após o carnaval de 2016, retornando

para o Paraná e passando

por Salinas novamente, fui em

busca de mais informações a respeito

do mundo da Cachaça, a fim

de me certificar que era realmente

o momento de transformar o leite

em cachaça. Ao chegar no nosso

sitio liguei para o Allysson, sobrinho

de Belo Horizonte, para ver se

ele não conhecia nenhum alambique

para me levar e tirar maiores

informações para colocar em prática

tão sonhado projeto. E por fim

meu sobrinho tinha um amigo que

só fazia isso, inclusive todo o projeto,

entregava as chaves da cachaçaria

produzindo e assessorava na

produção e comercialização. Foi aí

que naquele sábado à tarde, ao ligar

para o amigo do Allysson, meu

sobrinho, o Giovanni Pereira das

Cachaçarias Nobres, iniciamos a

conversação e já enviando no dia

seguinte fotos da nossa área e do

prédio onde estava prestes a virar

leiteria. Porém, foi tarefa difícil,

dobrar a dona patroa em trocar de

líquido, de leite para cachaça”, detalha

Gilmar. “Liguei para minha

esposa, falei da ideia e ela esboçou

um sorriso pela ligação em vídeo

em que conversávamos, sorriso

este desconfiado como uma filha

de mineiro que ela é, dizendo ‘vamos

estudar’. Então respondi, claro

que sim, vamos estudar”.

Contudo, como mesmo se recorda o

próprio Gilmar, ele e o Giovanni já

estavam falando do projeto, trocando

ideias e fotos e já falando sobre

valores e investimentos. “A conversa

já estava mais adiantada do que a

futura ex-leiteira, pensava”.

Logo no começo de março de 2016, no

dia 3 para ser mais exata a história,

Gilmar e sua esposa desembarcaram

em Belo Horizonte com destino

a Ouro Preto a fim de se encontrar

com os proprietários das Cachaçarias

Nobres. O caminho foimeio silencioso

por parte da ex-futura dona de uma

leiteria (sua esposa Célia), que já meio

desconfiada veio se soltar logo após

a primeira parada e mais ainda ao

conhecer o belo sítio e o cenário da

região, onde fica a sede da Escola de

Cachaças da empresa. Depois de conhecer

a fundo a ideia, aceitou provar

uma cachaça excelente do sul do

Brasil, e ali selava a autorização para

tocar o projeto adiante. O leite estava

prestes para azedar... e azedou!

No mesmo dia concretizou de fato

as negociações e o projeto se iniciou,

mesmo com uma viagem do casal por

7


Em Perfil

mais de 30 dias fora do Brasil.

O coração de uma boa

destilaria

O projeto surgiu cercado de excepcionais

profissionais parceiros das

Cachaçarias Nobres, como conta

Gilmar. “Cito alguns com medo de

me esquecer de alguém: Lorena,

Armando Del Bianco, Sergio Falcão,

Rani, Heli, Herminio, Egberto,

todos com profissionalismo e dedicação

e acima de tudo confiança

em negociar conosco. E demonstraram

mais uma vez que esse negócio

é embriagante, profissionalmente

dizendo”.

O empreendor também não deixa

de enfatizar todos que fazem parte

do tima de Ortigueira: “Contamos

com dezenas de pessoas que adotaram

e amaram a ideia, começando

pelo nosso Mestre Cachaceiro

Flávio, diretor de produção rural,

o Sr. Elizeu, Zé auxiliar, Ludmilla,

Paulo Ricardo, Kleber, Cristyan,

José Luiz, Gilson Alves, Lilian,

Roberto,Reizer e desde o povo da

cidade, Sr. Altair, secretário de administração,

a prefeitura e outras

secretarias e outros órgãos, entraram

na briga para poder acelerar

o projeto dessa fábrica na cidade”.

Um esforço muito bem

reconhecido

Com o projeto já em andamento,

em junho de 2016, Gilmar deciciou

se aprofundar no mercado e foi

como visitante participar da Expocaçhaça,

maior evento mundial do

segmento, realizado anualmente

em Belo Horizonte, no Expominas.

Enquanto isso, o antigo sítio era

um misto de ampo de obra e de batalha.

“Eram dezenas de pessoas

trabalhando a todo vapor, abrindo,

preparando terra, gradeando,

adubando, plantando e outra parte

da equipe terminando a obra civil,

outra ainda instalando os maqui-

8


Em Perfil

lha de Prata no Spirits Selection,

também em 2018. talvez o principal

concurso mundial de destilados.

E agora em 2019 a empresa duas

medalhas na China, sendo uma

de Ouro e outra de Prata no CWSA

Best Value.

“Por tudo isso, só tenho que agradecer

a todos que acreditaram no

projeto e em nossa inciativa, em

especial a Celia que cedeu o espaço

no lugar da famosa leiteria, ao

Gilson meu cunhado e o José Luiz,

que foram grandes incentivadores

do projeto, bem como, a todos acinários

e alambique, sem falar que

outra equipe já estava a postos e

iniciando o corte de cana em outra

propriedade, onde no principio de

agosto de 2016 iniciamos a moer

cana e produzir a nossa Cachaça

Alambique Brasil”, relembra.

E 2016 se foi e a empresa se lançou

em um grande desafio: participar

da edição 2017 da Expocachaça,

e mais: do rigoroso Concurso

de Degustação às Cegas do evento.

“Seria nosso primeiro grande

evento. Nós decidimos arriscar e

participar, pois queríamos levar

medalhas para casa e saber a opinião

dos maiores jurados e degustadores

de cachaça do Brasil. Com

muita emoção e surpresa, fomos

premiados 2 vezes. Nossa Cachaça

Ouro: descansada em barril brasileira

– amburana e nossa Cachaça

Prata descansada em inox”, comemora

o entrevistado.

E tudo era prenúncio de muitas outras

premiações que se seguiriam.

No ano passado, por exemplo, a

empresa recebeu Medalha de Ouro

no Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil, além de uma Meda-

9


Em Perfil

ma citados.

Gratidão a todos nossos colegas,

amigos e familiares, que diretamente

e indiretamente nos

ajudaram e abraçaram a ideia,

conosco. Hoje temos a certeza

de ter engarrafado junto com a

Cachaçaria Alambique Brasil,

carinho e um sabor ímpar de

uma das melhores bebidas

do Brasil, produzida na Cachaçaria

Serra do Cadeado,

em Ortigueira, PR, e comercializada

para para o Brasil

e para o mundo. Nosso slogan

é: ‘Cachaças Alambique

Brasil, a cachaça premiada

que você pediu”.

Cachaça no Sangue?

A Cachaça Alambique Brasil é

fruto de uma realidade da família

Waldhelm, que se iniciou

há 90 anos atrás, por João Manoel

Waldhelm, alambiqueiro

tradicional na comunidade

Montalvão, no Distrito de Martinópolis

(SP), onde produzia

ali melhor cachaça da região.

O genro dele, Manoel Nogueira,

ajudava-o em volta de tonéis

e alambiques, sempre alegre,

curioso e apaixonado pela

atividade do sogro.

Fruto dessa convivência diária,

virou histórias maravilhosas

que Manoel Nogueira

contava para os seus filhos.

Dentre eles, Gilmar Nogueira,

e que fez crescer um desejo,

um sonho, um objetivo. Gilmar

nutria a vontade de um

dia ter a sua própria cachaça,

uma cachaça especial.

E foi após muita dedicação, trabalho

e empenho, comentados

acima, além da ajuda de vários

parceiros, que esse sonho finalmente

se tornou realidade.

SERVIÇO

Cachaçaria Alambique Brasil –

www.cachacaalambiquebrasil.

com.br

10


Carta Premiata 2018-2019

11


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

MATISSE

MARUHY

Medalha de Prata na Copa

Cervezas de America

A Matisse Maruhy, que ficou entre as top três do

continente no ano passado, é uma cerveja escura,

encorpada, e com sabores complexos, em que

se destaca o chocolate amargo do cacau, além de

notas de canela, café e cereais torrados. Seu nome

é uma homenagem ao pintor niteroiense Antonio

Parreiras. No ano passado ela recebeu a Medalha

de Prata na Copa Cervezas de America.

Outro destaque da empresa é a Saboya, uma

cerveja bem brasileira tipo Catharina Sour com

Uvaia, fruta considerada uma das mais perfumadas

e saborosas da Mata Atlântica. Essa cerveja

recebeu a Medalha de Ouro no MBeer Contest do

Mondial de La Bière do Rio de Janeiro, também

no ano passado. Seu nome é uma homenagem ao

príncipe Eugênio de Sabóia, protetor das artes e

ciências naturais, que inspirou o nome científico

da Uvaia – Eugenia pyriformis.

Confira mais sobre a excelente linha da empresa

no site: www.cervejariamatisse.com.br .

12


Carta Premiata 2018-2019

13


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

ÁGUA DE

ARCANJO PRATA

Top 5 no Rum Love Festival, da Polônia

Considerada o “Espírito do Ano” no Top 5 do Rum

Love Festival, da Polônia, no ano passado, com avaliação

do portal especializado Spirit.com.pl, recebendo

93 pontos entre os 100 possíveis, isto em meio

a mais de 140 outras bebidas degustadas, a Cachaça

Água de Arcanjo Prata é produzida em Maquiné, no

RS. Tanto essa versão quanto a Ouro são multipremiadas

nacional e internacionalmente. Ambas, por

exemplo, já receberam Medalhas no disputadíssimo

San Francisco World Spirits Competition, dos EUA,

do qual competem anualmente mais de 2.000 rótulos

provindos de todas as partes do mundo.

De aspecto cristalino, a versão Prata descansa por

cerca de um ano tanques de aço inox após a destilação,

a fim de alcançar perfeito equilíbrio. Seu teor

alcoólico é de 40%. Bem suave, remetendo no paladar

a “framboesa e bananas, com toque final de

figo”, conforme destacaram os jurados na degustação

realizada na Polônia, é uma ótima opção para

composição de drinques na alta coquetelaria.

Informações e vendas: aguadearcanjo.com.br .

14


Carta Premiata 2018-2019

15


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA ORGÂNICA CAMBÉBA

6 Medalhas de Ouro e 6 Medalhas de Prata em competições internacionais

Destilado com produção 100% orgânica, a Cachaça

CAMBÉBA é um produto de exportação brasileiro,

tanto que a empresa, de Alexânia, GO, já conta com

distribuidor próprio nos EUA e também na União

Europeia. A empresa tem mais de dois séculos de

existência, remonta à 1808, ainda no Brasil colonial.

A versão Cachaça CAMBÉBA Orgânica Extra Premium

10 anos, que passa por envelhecimento em

barril de carvalho, recebeu diversos prêmios internacionais:

- Título de “A Cachaça Envelhecida no Ano (“Aged

Cachaca of the Year”), no New York International

Spirits Competition (NYISC), EUA.

- Medalha de Duplo Ouro no SIP Awards International

Spirits Competition, na Califórnia, EUA.

- Medalha de Duplo Ouro iTQi International Taste &

Quality Institute Bruxelas, Bélgica.

- Medalha de Duplo Ouro no Judging - Hong Kong

International Wine & Spirit Competition (HKIWSC),

China.

- Medalha de Prata no Great American International

Spirits Competition, de Nova York, EUA.

- Medalha de Prata no Los Angeles International Spirits

Competition, EUA.

- Medalha de Prata no Critics Challenge International

Wine & Spirits Competition, de San Diego, Califórnia,

EUA.

- Medalha de Prata em Las Vegas Global Spirit Awards,

EUA

- Medalha de Prata no California Craft International

Spirits Competition, EUA.

- Medalha de Prata no 5th Annual Melbourne International

Spirits Competition, Austrália.

Conheça mais sobre a empresa no site: http://cambeba.com.br

.

16


Carta Premiata 2018-2019

17


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

VELHO ALAMBIQUE

PORCELANA OURO

Medalha Grande Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil 2018

Orgânica, a Cachaça Velho Alambique Ouro Porcelana é produzida

em Santa Tereza, no RS. Essa versão passa por 3 anos de

envelhecimento em 3 madeiras: Carvalho, Grápia e Angico; sendo

engarrafada em uma charmosa garrafa de porcelana inspirada

nos tradicionais azulejos portugueses.

A Velho Alambique foi fundada em 2001 para formalizar a produção

de cachaça e grapa, cultura regional local, com mais de 100

anos na produção de destilados na Serra Gaúcha.

Mais informações: www.velhoalambique-rs.com.br, comercial@

velhoalambique-rs.com.br e https://www.facebook.com/cachacariavelho.alambique

18


Carta Premiata 2018-2019

19


Carta Premiata 2018-2019

VECCHIO

ALBANO

PREMIUM

Ouro Duplo no Concurso Mundial

de Bruxelas Edição Brasil 2018

Medalha Grande Ouro no concurso de Bruxelas

Edição Brasil do ano passado, a Vecchio Albano

Premium é envelhecida por um ano em barris de

carvalho de 200 litros. Seu teor alcoólico é de 40%.

Dourada, possui buquê frutado com notas sutis de

baunilha, castanhas e madeira, sabor equilibrado e

boa estrutura. É excelente acompanhamento para

petiscos e indicada para o preparo de bebidas finas

como caipirinha e coquetéis de frutas.

Outro produto em destaque da empresa é a Vecchio

Albano Extra Premium, que ficou em terceiro lugar

no ano passado no Concurso Cachaça com Ciência.

Mais informações: www.vecchioalbano.com.br .

20


Carta Premiata 2018-2019

21


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

SAGRADA

Medalha de Prata na Degustação

às Cegas da Expocachaça

Produzida com cana selecionada e destilada em

alambique de cobre, com o mais rigoroso padrão de

qualidade, a Cachaça Sagrada recebeu a Medalha

de Prata na Categoria Armazenada em Madeiras Diversas

(carvalho francês e amburana) na Degustação

às Cegas da Expocachaça.

Seu blend e elaborado na Fazenda Vale do Meio, na

Zona Rural de Bom Jesus do Amparo, MG.

Entre os destaques da linha da empresa está a Cachaça

Sagrada Paraíba, que passa por armazenamento

em tonéis de madeira de carvalho francês e

amburana.

Mais informações: www.cachacasagrada.com.br .

22


Carta Premiata 2018-2019

23


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA GRACIOSA

5 ESTRELAS

Prata na Degustação às Cegas da Expocachaça 2018

O mercado já reconhece: “por trás de uma grande

cachaça, há sempre uma grande estória; uma estória

de afeto, amor pelo que faz e a arte de fazer

bem feito”.

O Norte de Minas é conhecido mundialmente pela

qualidade na produção de cachaça. Desde 1953

a Fazendinha do Alfredo produz uma cachaça artesanal,

que está agora há várias gerações. Faz

parte desse processo a escolha da cana certa, do

solo apropriado e um rigoroso critério de produção

que começa desde o plantio, corte, moagem e

fermentação equilibrada. E o resultado é um produto

de alto padrão de qualidade e sabor único.

A Graciosa é uma bebida fina, versátil; apreciada do boteco

aos ambientes mais sofisticados, conquistando paladares

refinados e consumidores exigentes.

Medalha de Prata no ano passado na Expocachaça, a Graciosa

Cinco Estrelas passa por armazenamento de 5 anos

em barris de carvalho francês. Também com Medalha de

Prata no ano passado, a Graciosa Tradicional é uma cachaça

suave, que combina muito bem o sabor proveniente

da cana com o aroma da madeira. Ela passa por dois anos

de envelhecimento em dornas de umburana. É produzida

com cana sem agrotóxicos e destilada em alambique de

cobre.

Outras informações: www.cachacagraciosa.com.br .

24


Carta Premiata 2018-2019

25


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA DOM CABRAL

Ouro Duplo no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil 2018

No ano passado, a Cachaça Dom Cabral recebeu

a medalha Grande Ouro (equivalente a dois ouros)

no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil.

As Cachaças Dom Cabral são produzidas no histórico

ditrito de São Gonçalo do Bação em Itabirito

- MG, de forma artesanal e passa por um rigoroso

e sofisticado processo de acompanhamento técnico

para garantir que você tenha em sua mesa a

autêntica e pura cachaça mineira.

A Cachaça Dom Cabral Ouro é armazenada em barris

de Carvalho Francês por no mínimo 3 anos, produzindo

assim uma linha de produtos Extra Premium.

Um sabor inigualável com um perfume amadeirado irresistível.

A Cachaça Dom Cabral Prata é armazenada em tonéis

de aço por no mínimo 1 ano antes de ser envasada, portanto,

uma das poucas cachaças brancas envelhecidas

existentes no mercado.

Informações no site: www.domcabralbrasil.com.br

26


Carta Premiata 2018-2019

27


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

MAGOS DE

MINAS PRATA

Medalha de Prata na

Categoria Brancas Puras na

Expocachaça 2018

Cristalina, a Magos de Minas Prata passa por dois

anos descansando em tanques de inox hermeticamente

fechados abaixo do nível do solo. Esta clausura

traz o frescor e a leveza de um destilado forte

mas deliciosamente agradável de se degustar, pois

é o tradicional e autêntico destilado que conserva

os aromas do frescor da cana recém-cortada, livre

para ser apreciada na pura dose ou em infinitas

combinações de blends, drinks e coquetéis.

Harmoniza com pratos frugais, saladas, petiscos

torrados, carnes assadas e fritas, cortes gordurosos,

queijos magros frescos temperados ou muito

curados.

A empresa tem sede em Itaverava, MG.

Mais informações: www.magosdeminas.com.br

28


Carta Premiata 2018-2019

29


Carta Premiata 2018-2019

CAFUNDÓ

DA SERRA

PRATA

Medalha de Ouro no

Concurso Mundial

de Bruxelas Edição

Brasil 2018

De Lauro Muller, SC, a Cafundó da

Serra Prata é uma cachaça branca incolor

que passa por descanso em dornas

de inox após a destilação. Seu teor

alcoólico é de 42%.

É um produto especial e de alto rendimento

para elaboração de drinques.

Outras informações: www.cafundodaserra.com/

e www.facebook.com/pg/

cafundodaserra

30


Carta Premiata 2018-2019

31


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CALLIDA

Medalha de Ouro na Degustação às

Cegas da Expocachaça 2018

Primeiro lugar, com Medalha de Ouro na Categoria Extra

Premium, no maior concurso de degustação às cegas

do destilado brasileiro, a Callida é uma sofisticada

cachaça, muito equilibrada, produzida para atender

aos mais exigentes paladares.

Passa por armazenamento em carvalho, reconnhecida

madeira nobre utilizada no envelhecimento de

destilados de alta qualidade. Para maiores informações:

www.cachacacallida.com.br .

32


Carta Premiata 2018-2019

33


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CAMBARISSÚ

PREMIUM

Medalha de Prata no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

A Cambarissú Premium é produzida pela empresa

Folhas de Oliva. É a única cachaça do mundo que

passa por 4 anos de envelhecimento em barris de

madeira de oliveira.

As oliveiras são cultivadas no sítio Cambarissú em

Bueno Brandão, sul de MG, a 1.650 metros de altitude,

local que reúne as condições ideais para o

cultivo da oliveira, o que garante uma madeira de

excelente qualidade para a confecção dos tonéis. A

cachaça, no entanto, é envelhecida pela empresa

em Estiva Gerbi, SP.

Curiosidade: a palavra “Cambarissú” era usada

pelos índios tupis para identificar uma espécie

de grande “tambor”, com parte enterrada no solo,

contendo em seu interior certa porção de areia

magnética e outros ingredientes. Ao percutir a película

superficial ou couro desse instrumento, as

mensagens eram transmitidas e captadas por outro

aparelho idêntico a mais de 4 km de distância.

Seria uma espécie de comunicação virtual antiga.

“Queremos que essa comunicação virtual, da época

dos tupis, chegue hoje até você com a seguinte

mensagem: Cambarissú, uma das melhores cachaças

do Brasil e a única no mundo envelhecida em

tonéis de oliveira”, destaca porta-voz da empresa.

Mais informações: https://folhasdeoliva.com.br .

34


Carta Premiata 2018-2019

35


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA CAMPANARI

2a Colocada na Categoria Extra Premium no Concurso Cachaça com Ciência

A cachaça Campanari provém de

uma tradição que começou em

1932 com uma família advinda

da Itália, e que colhe frutos até

os dias de hoje. É com base nesse

legado que Neno Campanari

continua produzindo suas cachaças

com métodos que combinam

costumes tradicionais com

o que tem de mais científico na

produção de cachaças artesanais.

É esse conjunto de fatores

que garantem qualidades, aromas

e sabores únicos a cada,

destilação que ocorre em seu

alambique de cobre.

O mesmo cuidado e diferencias estão

nas versões envelhecidas, contando

hoje com envelhecimento em

barricas de Carvalho Americano

ou Francês, cada uma garantindo

um buquê diferente no produto.

Conquistando prêmios desde

2004, essa edição especial agrada

os paladares mais refinados, sejam

eles brasileiros ou internacionais.

No Alambique Campanari é possível

encontrar licores, diversas cachaças,

vinhos, grappa e até conhaque,

todos produzidos artesanalmente.

Entretanto, mesmo com essa coleção

de produtos premiados, o que

mais aparenta encantar a clientela

é a simplicidade do lugar, sempre

recebidos por Neno Campanari em

pessoa, com seu chapéu de palha e

suas botas de serviço. É nesse momento,

através de uma boa prosa

regada com uma boa cachaça e um

queijo servido como degustação, que

os clientes conseguem esquecer um

pouco da agitação da cidade e se conectar

com a natureza e sua beleza.

Para saber mais sobre o Alambique

Campanari acesse: www.cachacacampanari.com.br,

facebook: /Cachaçacampanari

e o instagram: @

cachaça_campanari

36


Carta Premiata 2018-2019

37


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

DOMINISTRO

JEQUITIBÁ

Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

A cachaça Doministro é outro destilado fino especial

brasileiro produzido na região de Alexânia, em GO,

no centro Oeste do País.

A versão Doministro Prata Jequitibá, que passa um

ano em dornas de jequitibá rosa recebeu no ano passado

uma importante medalha: Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas 2018 – Etapa Brasil, concorrendo

lado a lado com outros destilados brasileiros

de todas as regiões.

Já a Doministro Amburana recebeu a Medalha de

Prata na Categoria Armazenada em Madeiras Brasileiras

na Degustação às Cegas Expocachaça 2018.

Informações completas sobre a empresa podem ser

obtidas no link: http://cachacadoministro.com.br/ .

38


Carta Premiata 2018-2019

39


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CANA DA

TERRA

Medalha de Ouro na Categoria

Extra Premium no Concurso de

Degustação às Cegas da

Expocachaça

De Alexânia, em GO, a Cachaça Cana Da Terra

Premium passa por seis anos de envelhecimento

em barris de carvalho.

É elaborada apenas com o coração da destilação,

por isso tem sabor marcante e agradável com aroma

intenso e persistente. Por suas característica

de um excelente destilado, recebeu a Medalha de

Ouro no ano passado na ExpoCachaça.

Outra versão da empresa também foi premiada no

ano passado: Medalha de Prata na Categoria Brancas

Puras na Degustação às Cegas Expocachaça.

Outras informações: (61) 98169 2779 / (61) 99819

2447 / (62) 99942 3598

40


Carta Premiata 2018-2019

41


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CAIALUA PRATA

Medalha de Prata no

Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil 2018

No Top 3 das avaliações de um dos maiores concursos

nacionais da área de destilados, o Mundial

de Bruxelas Edição Brasil, organizado pelo memso

responsável do famoso Spirits Selection, a Cachaça

Caialua Prata recebeu a Medalha de Prata pela

sua ótima avaliação com os jurados.

Produzida em Goiás, na Fazenda Ibiporanga, esse

destilado especial tem graduação alcoólica de 40%,

sendo excepcional para elaboração de drinques. É

fornecida em garrafas de 750 ml.

Mais informações na página da empresa no Facebook

e também o site www.caialua.com .

42


Carta Premiata 2018-2019

43


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA LINDEN

TATANKA

Medalha de Prata no World Beer

Awards (WBA)

A Linden Tatanka segue o estilo Oat Meal Stout. É uma

cerveja que tem como características notas de café, chocolate

meio amargo, notas de avelã, uma maciez muito alta

por causa da alta adição de aveia e que tende a ter uma

certa cremosidade e dulçor do grão adicionado.

Premiada, recebeu a medalha internacional de Prata no

disputadíssimo World Beer Awards, que é considerado

“Oscar Mundial da Cerveja”.

Agora em 2019 a cervejaria, que tem sede em Treze Tílias,

SC, completa 5 anos de existência. Recentemente recebeu

mais duas premiações:

- Cerveja Linden DVX: Medalha de Ouro no no Concurso

Brasileiro de Cervejas do Festival de Blumenau;

- Cerveja Linden Kramp: Medadalha de Prata no Concurso

Brasileiro de Cervejas do Festival de Blumenau.

Mais sobre a empresa no link: www.lindenbier.com.br .

44


Carta Premiata 2018-2019

45


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

ORGÂNICA

ABELHA

Medalha de Prata no The

Rum & Cachaça Masters

A cachaça orgânica Abelha é um produto

tipo exportação, um projeto anglo-brasileiro,

produzida na Bahia, mas que tem sede e distribuição

na Inglaterra.

No ano passado a bebida, que provém de

alambiques de Rio das Contas, na Chapada

Diamantina, recebeu uma importante premiação

para esse destilado brasileiro: faturou

a Medalha de Prata no Reino Unido, no

concurso The Rum & Cachaça Masters, do

Reino Unido.

A Abelha é um dos produtos da Fazenda

Vaccaro, que também produz a Cachaça Serra

das Almas, outro produto orgânico. Café

gourmet e geleias de frutas nacionais como

o umbu também estão na linha de produtos

da empresa. Também de altíssima qualidade,

a versão Serra das Almas Prata foi eleita

melhor do Brasil pela Revista VIP em 2011.

Aos interessados em uma visita, devido a

grande demanda por visitação, desde 2006

a empresa conta com um hotel fazenda em

sua propriedade.

Informações: www.serradasalmas.com.br/ e

http://www.abelhacachaca.com/

46


Carta Premiata 2018-2019

47


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

WIBA! BLEND DE

CARVALHO 3 ANOS

1o. Lugar no Ranking Go’Where Gastronomia de

Cachaças, Ouro no Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil, 1o Lugar no Concurso

Cachaça com Ciência

Com notas amadeiradas, baunilhadas e frutadas bem perceptíveis

graças ao envelhecimento por mais de 3 anos, a Cachaça Wiba! Blend

de Carvalho é uma cachaça premium excelente para degustação Fica

irresistível com frutas secas como abacaxi desidratado, tâmaras,

ameixas e damasco secos.

Foram várias as premiações recebidas em 2018, com destaque para

o 1o. Lugar no Ranking Go’Where Gastronomia de Cachaças, alcançando

93 pontos, Medalha Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil, e o 2o Lugar no Concurso Cachaça com Ciência da

APTA2017.

Outro rótulo da empresa também recebeu outras premiações em

2018:

- Wiba! Senses: 5o. Lugar (85 pontos) na Categoria Envelhecidas no

Ranking Go’Where Gastronomia de Cachaças 2018; Medalha de Prata

no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasileiro 2018 e 2a. Colocada

- Categoria Extra Premium no Concurso Cachaça com Ciência.

- Wiba! Blend de Carvalho: Medalha de Prata no Concurso Cachaça

com Ciência 2018 da APTA.

Conheça toda a linha em: https://cachacawiba.com.br .

48


Carta Premiata 2018-2019

49


Carta Premiata 2018-2019

LEUVEN RED

ALE KNIGHT

Entre as top 3 do mundo

no seu estilo

Em meio a mais de 8 mil cervejas inscritas concorrentes,

vindas de mais de 2.500 cervejarias, de

66 países, a Leuven Red Ale Knight faturou no ano

passado o terceiro lugar (Medalha de Bronze) no

World Beer Cup, dos EUA, sagrando-se como única

paulista a faturar uma medalha nesse evento que

é considerado um dos mais importantes e maiores

mundiais. Para se ter uma ideia, as cervejas foram

avaliadas por quase jurados, de 33 países.

A Leuven Red Ale Knight é uma cerveja de coloração

rubi, que traz uma variedade de maltes de cevada na

qual o aroma e sabor trazem a percepção de grãos,

caramelo e também um leve toffee. Segue o estilo

Irish Red Ale, tem teor alcoólico de 5,5% e 24 IBU.

Harmonização: churrasco, carnes assadas, hambúrgueres

e quiche de cebola caramelizada.

A empresa faturou outras medalhas internacionais

em 2018:

- Leuven Witbier The Witch: Medalha de Ouro no no

World Beer Awards (WBA),

- Leuven Sour: Medalha de Prata no World Beer

Awards (WBA);

- Leuven IPA Dragon: Medalha de Prata no World

Beer Awards (WBA);

- Leuven Golden Ale King: Medalha de Bronze no

World Beer Awards (WBA);

- Irish Red Ale Medalha de Bronze no World Beer

Cup, dos EUA.

Confira toda a linha em: www.cervejaleuven.com.br

50


Carta Premiata 2018-2019

51


Carta Premiata 2018-2019

GUAAJA TIQUIRA CARVALHO

Medalha de Ouro no Asia

International Spirits

Competition, de Hong Kong

O ano de 2018 foi de consolidação deste outro

destilado genuinamente brasileiro, a tiquira,

elaborado a partir da mandioca, e muito bem

representado na linha fina pela marca Guaaja

Tiquira, da Tiquira Brasil, que recebeu diversas

premiações, entre elas três internacionais

no período avaliado. Segundo historiadores a

tiquira é uma bebida mais antiga que a cachaça

no País, já que é um destilado obtido

a partir do cauimm um fermentado alcoólico

preparado a partir da mandioca, que era consumido

pelos índios em ritos cerimoniais.

Outras premiações internacionais recebidas

pela empresa em 2018:

- Guaaja Tiquira Tradicional: Medalha de

Bronze no Asia International Spirits Competition

- Guaaja Tiquira - Tiquira Brasil: eleita a

“Destilaria do Ano” no Asia International Spirits

Competition.

- Guaaja Tiquira Amburana - Tiquira Brasil:

Medalha de Prata no Spirits Selection 2018,

do Concours Mondial de Bruxelles.

Conheça mais no site: www.guaajatiquira.com .

52


Carta Premiata 2018-2019

53


Carta Premiata 2018-2019

GUAAJA

TIQUIRA

AMBURANA

Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas

Edição Brasil, Prata na

Expocachaça

A Guaaja Tiquira é produzida em

Santo Amaro do Maranhão, no

Nordeste do País. É um destilado

especial, fino, obtido a partir da

mandioca.

A versão premiada passa por armazenamento

em barris de amburana

por mais de um ano, madeira

típica brasileira que enriquece tanto

no aroma quanto no sabor a bebida.

Seu teor alcoólico é de 40%.

No ano passado a bebida subiu no

pódio nos dois maiores concursos

nacionais de destilados: recebeu

a Medalha de Ouro no Concurso

Mundiald e Bruxelas Ediçao Brasil

e também recebeu a Medalha de

Prata no Concurso de Degustação

às Cegas realizado na Expocachaça,

maior evento mundial sobre

destilados brasileiros.

Mais informações: http://www.

guaajatiquira.com .

54


Carta Premiata 2018-2019

55


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

INDIAZINHA

Três reconhecimentos

nacionais em 2018

Três rótulos da Indiazinha receberam premiações e

reconhecimentos nacionais em 2018:

- Cachaça Indiazinha Flecha Branca: 3o. Lugar (71

pontos) na Categoria Brancas do Ranking Go’Where

Gastronomia de Cachaças;

- Cachaça Indiazinha Flecha Rubi: 9o. Lugar (82

pontos) na Categoria Envelhecidas do Ranking

Go’Where Gastronomia de Cachaças;

- Indiazinha Flecha de Ouro: 19a. na Colocada Categoria

Ouro do Ranking Cúpula da Cachaça, que

istou as 50 Melhores Cachaças do Brasil.

A Indiazinha é produzida no município de Abaetetuba,

no PA. o armazenamento se dá em tonéis de

madeiras da região amazônica, além do tradicional

uso dos tonéis de carvalho. A Destilaria de Cachaça

da Amazônia, produtora da bebida, começou a ser

construída em 2012, tendo sua primeira safra em

2015 e seus primeiros produtos lançados no segundo

semestre de 2017.

Onde comprar o produto: www.amazoniaboreal.

com.br/

56


Carta Premiata 2018-2019

57


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

BRAGANTINA

BROWN ALE

1o. Lugar na “Taça

Libertadores da América

das Cervejas”

Com sabor maltado, que remete a notas

de pão tostado, toffee, avelã e café, a

Cerveja Bragantina Brown Ale recebeu

a Medalha de Ouro no South Beer Cup

2018, considerado a Taça Libertadores

das Cervejas, na Categoria Amber/

Brownand Black Ale.

De corpo médio baixo, com amargor

moderado e notas herbais dos lúpulos

ingleses, apresenta amargor de 26 IBU.

O teor alcoólico é de 5,5%.

Conheça a linha completa da empresa no

site: www.cervejariabragantina.com.br .

58


Carta Premiata 2018-2019

59


Carta Premiata 2018-2019

BEG GIN

Medalha de Ouro na Bulgária, no

Spirits Selection 2018

Multipremiado, esse gim brasileiro recebeu a medalha

dourada em Plovidiv, Bulgparia, no ano passado,

na última edição do Spirits Selection, um dos

maiores e mais prestigiados concursos mundiais

de destilados, etapa global do Concours Mondial de

Bruxelles. Participaram do concurso mais de 1.300

amostras provindas de 50 países produtores.

Também recebeu a Medalha de Prata no Medalha de

Prata no Gin Masters 2018 do The Spirits Business

- Global Spirits Master, que há dez anos premia os

melhores gins do mundo. Nesse mesmo evento a

Beg também levou a Medalha de Ouro como “Melhor

Destilaria.

Esse gim traz como botânicos a folha de pitangueira

e flores do sabugueiro-do-Brasil. Cascas frescas de

limão Taiti, mexerica, laranja Lima e capim santo

também estão presentes além dos ingredientes tradicionais

ingleses.

Outras premiações 2018:

- New World Navy: Medalha de Ouro no The Gin Masters

do The Spirits Business - Global Spirits Master.

Em tempo, premiações 2019:

Beg Brazilian Boutique Dry Gin e também para o

New World Navy Gin: Medalha de Prata em São

Francisco, nos EUA, no San Francisco World Spirits

Competition

Mais informações: https://beggin.com.br/ .

60


Carta Premiata 2018-2019

61


Carta Premiata 2018-2019

ALAMBIQUE

BRASIL PRATA

2o. Lugar de Sua Categoria no

Mondial de Bruxelles e Prata no

CWSA Best Value 2019

Em 2018, a cachaça Alambique Brasil Prata levou a

Medalha de Prata em um dos concursos de destilados

mais concorridos, o Spirits Selection, organizado pelo

Concours Mondial de Bruxelles, da Bélgica, que reuniu

mais de 50 paises produtores, com mais de 1.300

rótulos concorrentes.

Branca e tradicional, descansada em dornas de inox

após a destilação, essa cachaça pode ser consumida

pura ou utilizada no preparo de diversos drinques da

coquetelaria mundial. A graduação alcoólica é 40%.

A Cachaçaria Serra do Cadeado está localizada em Ortigueira,

interior no Paraná, aos pés da Serra do Cadeado,

um local de terras férteis, natureza preservada e

águas límpidas.

Em tempo: agora em 2019 a Alambique Brasil Prata

comemorou mais uma Medalha Internacional, a Prata

no CWSA Best Value, da China.

Conheça a linha completa de produtos: www.cachacaalambiquebrasil.com.br

.

62


Carta Premiata 2018-2019

63


Carta Premiata 2018-2019

RIO SOL

GRAN RESERVA

ALICANTE

BOUSCHET 2014

1o Lugar em Meio a Concorrentes de

18 Países!

No ano passado, o Rio Sol Gran Reserva Alicante Bouschet

2014 recebeu a Medalha de Ouro na 9a. edição do

concurso internacional Brasil Wine Challenge, vencendo

concorrentes de quase 20 outros países. Além disso, esse

mesmo rótulo faturou outro Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas - Etapa Brasil 2018.

Ess vinho, que passa por 9 meses em barrica carvalho

francês, harmoniza muito bem com carnes vermelhas

e preparações da gastronomia mediterrânea e oriental.

Tinto, seco, tem teor alcoólico de 13% e na degustação

lembra compotas de frutas vermelhas, com aroma de tabaco

e especiarias.

A empresa faturou outras medalhas internacionais em

2018:

- Rio Sol Gran Reserva Touriga Nacional 2014: Medalha

de Ouro no Brazil Wine Challenge;

- Rio Sol Reserva Tinto 2014: Medalha de Ouro no Brazil

Wine Challenge.

Informações e vendas: https://vinhosriosol.com.br/

64


Carta Premiata 2018-2019

65


Carta Premiata 2018-2019

ALAMBIQUE

BRASIL

AMBURANA

Medalha de Ouro no Concurso Mundial

de Bruxelas Edição Brasil e no

CWSA Best Value 2019

A Alambique Brasil Amburana é totalmente de

tradição artesanal, com cuidados especiais desde

plantio do canavial. Leva a assinatura de um

dos maiores master blenders brasileiros, Armando

Del Bianco.

Seu processo de envelhecimento a deixa muito mais

aromática e com muito mais sabor e por isso levou a

Medalha de Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil e agora, em 2019, mais uma premiação:

Medalha de Ouro na China, no CWSA Best Value. Em

2017, essa versão especial também recebeu a Medalha

de Prata na Expocachaça 2017.

Conheça mais sobre a linha completa de produtos:

www.cachacaalambiquebrasil.com.br

66


Carta Premiata 2018-2019

67


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

OURO 1 EDIÇÃO

ESPECIAL

1o Lugar na Categoria Extra Premium na

Expocachaça 2018

Além da Medalha de Prata Internacional no Spirits Selection

do Concours Mondial de Bruxelles, da Bélgica, a Ouro 1 faturou

a Medalha de Ouro no Concurso de Degustação às Cegas

da Expocachaça, maior evento do País no gênero.

Conheça os outros produtos da linha:

– Ouro 1 Prata: cachaça branca, descansado em tonéis de

inox, com aroma floral, levemente cítrico;

– Ouro 1 Vida Boa (750 ml): bebida mista de mel, limão e a

tradição da cachaça mineira;

– Ouro Mineiro (600 ml): descansada em barris de umburana,

tem um sabor que se tornou bem apreciado e reconhecido

entre os consumidores.

– Ouro 1 Edição Limitada (750 ml): envelhecida em barris de

carvalho, tem um número único em cada garrafa.

– Ouro 1 Edição Especial (750 ml): lançada em 2017, é uma

cachaça com sabor e maciez diferenciados, tem aroma floral

e abaunilhado que são característicos do tonéis de carvalho

americano onde descansou.

Informações: www.ouro1.com.br

68


Carta Premiata 2018-2019

69


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

OURO 1

2o Lugar no Spirits Selection, do

Concours Mondial de Bruxelles

Produzida em Papagaios no Estado de Minas Gerais, a Ouro

1 é um destilado fino, de excelência, que traz a assinatura do

Master Blender Hamilton Medeiros.

A Ouro 1 recebeu no ano passado a Medalha de Prata no

Spirits Selection, concurso mundial de destilados, realizado

em Plovidiv, na Bulgária. Traz aroma floral amadeirado, levemente

“abaunilhado”, característico dos barris de carvalho

onde a bebida descansou após a destilação. No paladar é leve

e macio conquistando os paladares mais exigentes.

A qualidade dos produtos é certificada pelas várias medalhas

recebidas em diversos concursos do qual a empresa participou

nos últimos anos.

Informações: www.ouro1.com.br

70


Carta Premiata 2018-2019

71


Carta Premiata 2018-2019

MINNA MARIE

LONDON DRY GIN

Ouro Duplo na edição brasileira do

Concurso Mundial de Bruxelas

Produzido pela microdestilaria boutique Hof, de Serra Negra,

SP, o Minna Marie London Dry Gin recebeu no ano passado a

Medalha Gran Ouro (equivalente a Ouro Duplo) no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil.

Esse gim nasceu após muito estudo e visita de seus produtores

a algumas das marcas mais famosas, como o Monkey 47.

Muito bem equilibrado em todos os botânicos (15 no total,

além das bagas de zimbro e sementes de coentro) utilizados

na receita, passa por destilação em alambique de cobre, tendo

como destaque entre os ingredientes a água pura e cristalina

da Serra da Mantiqueira. Com 44% de teor alcoólico, está

disponível em embalagens de 750 ml e 375 ml.

Outras premiações recebidas pela empresa em 2018:

- Curato Aguardente Composta com Café Arábica: Medalha

de Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil

- Sortilégio: Medalha de Prata na Categoria Bebidas Mistas na

Degustação às Cegas da Expocachaça;

- Alma da Serra: Medalha de Prata na Categoria Armazenada

em Carvalho Americano na Degustação às Cegas da Expocachaça;

Conheça toda a linha em www.microdestilariahof.com.br.

72


Carta Premiata 2018-2019

73


Carta Premiata 2018-2019

COMPANHEIRA

EXTRA PREMIUM

CARVAHO

Premiada no mais renomado concurso

mundial de destilados

Medalhista de Ouro no Spirits Selecion 2018, um dos

maiores e mais prestigiados concursos mundiais de destilados,

etapa global do Concours Mondial de Bruxelles,

a Cachaça Companheira Extra Premium Carvalho, com

notas suaves de baunilha. Passa por no mínimo 4 anos de

envelhecimento em barril de carvalho, trazendo uma cor

amarelo-dourado, límpida, com aroma adocicado, frutado

(guaraná), e amadeirado (caramelo). Ao paladar, remete

ao doce, como ameixa, com toques de baunilha. Na degustação,

a sensação é muito agrável, bem aveludada.

No Spirits Slection 2018 concorreram mais de 1.300

amostras de destilados provindas de 50 países produtores,

cujas bebidas passaram pela avaliação de 78 jurados

especialistas, representando 26 nacionalidades.

Conheça toda a linha em https://cachacacompanheira.

com.br .

74


Carta Premiata 2018-2019

75


Carta Premiata 2018-2019

COMPANHEIRA

GATINHA

Medalha de Ouro na Maior Degustação

às Cegas do Brasil

Lançamento 2018 da paranaense Companheira, a Gatinha

traz um excepcional blend: cachaça armazenada em tonéis

de Imburana por 2 anos, cachaça envelhecida 4 anos em

barris de carvalho americano e europeu e cachaça descansada

em tanque de inox por 1 ano pra equilibrar.

De Jandaia do Sul, no PR, a Companheira está presente no

mercado desde 1994. Três outros produtos da empresa tiveram

premiações em concurso nacionais em 2018:

- Companheira Extra Premium: 3a Melhor Cachaça do Brasil

na Categoria segundo o III Ranking Cúpula da Cachaça;

- Companheira Extra Premium Envelhecida 8 anos em Barril

de Carvalho: Medalha Grande Ouro no Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil 2018;

- Companheira Armazenada em Tonel de Imburana: Medalha

de Prata no Concurso Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018.

Conheça toda a linha em www.cachacacompanheira.com.br

.

76


Carta Premiata 2018-2019

77


Carta Premiata 2018-2019

AMAZÔNIA

BRAZILIAN BEER

Medalha de Ouro na Bélgica, no “Oscar

Mundial da Cerveja”

Produzida pela cervejara paulista Germânia, uma das pioneiras

em cervejas especiais, no mercado desde 1991, a

Amazônia recebeu no ano passado a Medalha de Ouro no

World Beer Awards, prêmio global que seleciona os melhores

rótulos nos principais estilos de cerveja reconhecidos internacionalmente,

com avaliação em etapas regionais e etapa

mundial. Apenas para se ter ideia, em 2018 foram mais

de 2.300 cervejas inscritas ao todo, provindas de mais de

500 cervejarias, de cerca 50 países, que passaram pelo crivo

de mais 100 jurados.

Lançada em 1993, a Amazônia é uma Puro Malte Lager exportada

para vários países. Na receita, uma combinação de

maltes especiais e ingredientes rigorosamente selecionados,

que dá a ela uma coloração ouro-velho e amargor mais acentuado.

Acompanha muito bem salames defumados, presunto

cru, queijos brie, emmental, gouda e camembert, além

de peixes, moquecas, lula e camarões. Tem amargor baixo,

apenas 20 IBU e teor alcoólico de 5%.

Conheça mais sobre a empresa e saiba como adquirir os produtos

no site: www.cervejariagermania.com.br .

78


Carta Premiata 2018-2019

79


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA COFFEE

& PANCAKE

BRUNCH STOUT

2º Lugar na “Taça Libertadores da

América das Cervejas” em 2018

Produzida pela cervejaria cearense 5 Elementos, essa

cerveja recebeu a Medalha de Prata na oitava edição do

South Beer Cup, evento considerado a “Taça Libertadores

das Cervejas Artesanais e Especiais” e que conta

anulamente com mais de mil rótulos inscritos para

avaliação em um concurso, baseado pelas normas da

Brewers Association, com cervejarias de países como o

Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Paraguai,

Peru e Uruguai. São também mais de 60 jurados de

diversas partes do mundo.

A Coffee & Pancake Brunch Stout busca reproduzir

e trazer as mesmas sensações do típico brunch americano.

Faz parte de uma linha especial de Imperial

Stouts, adicionadas de lactose, xarope de maple, café e

outros ingredientes extras especialmente selecionado.

Muito cremosa, em teor alcoólico de 12%, e harmoniza

muito bem com queijos e chocolates. A empresa realiza

frequentes eventos de degustação em seu taproom da

fábrica. Mais informações:

www.5elementoscervejaria.com.br

Outras premiações de 2018:

- Cerveja Abyssal Coffee Edition: Medalha de Bronze

no South Beer Cup;

- Cerveja Abyssal Coconut Edition: Medalha de Bronze

no South Beer Cup.

80


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA BIER

HOFF PILSNER

2o Lugar de sua Categoria

no Continente!

No ano passado, a Pilsner da curitibana

Bier Hoff faturou a Medalha de Prata na

Copa Cervezas de America, concurso internacional

no qual concorreram em 2018

quase 1.700 cervejas de todo o continente

americano, avaliadas em uma degustação

às cegas dos jurados, durante três dias.

Com um rico aroma floral, essa cerveja

apresenta um ótimo equilíbrio entre o

sabor herbáceo e seco do lúpulo, com a

maciez e a doçura do malte. Refrescante

e de personalidade marcante, apresenta

amargor de 40 IBU, teor alcoólico de 5% e

harmoniza muito bem com pratos à base

de anchovas, bacalhau e salmão, além de

queijos maturados e salames.

Outras premiações internacionais da empresa

em 2018:

- Cerveja Nigra: Medalha de Bronze no

South Beer Cup;

- Cerveja Jerimoon Pumpkin Ale: Medalha

de Bronze na Copa Cervezas de America.

Informações: http://www.bierhoff.com.br

81


Carta Premiata 2018-2019

BIERBAUM DUNKEL

Considerada a “Reveleção das Américas”

na Bélgica e Medalha de Prata na “Taça

Libertadores das Cervejas”

Fundada em 2004, a Bierbaum tem sede em Treze Tílias, em

SC, e aposta em formulações únicas e exclusivas, elaboradas

com a mais pura água, produzidas exclusivamente com

malte de cevada, e os lúpulos e levedura (fermento) oriundos

da Áustria e Alemanha.

A cerveja Bierbaum Dunkel recebeu no ano passado o título

de “Revelação das Américas” no Concurso Brüssels

Beer Challenge, da Bélgica. Além disso, ficou em segundo

lugar no disputadissimo South Beer Cup, que é considerada

a Copa Libertadores das cervejas especiais. Cerveja 100%

malte, escura, de baixa fermentação e médio teor alcoólico,

com boa formação de creme, no paladar remete a sabores

de caramelo suave, chocolate, tostado, toffee e café. Acompanha

muito bem carne vermelha, queijo Gruyère, Gouda,

Gorgonzola, Provolone e sobremesas à base de chocolate.

Outras premiações internacionais 2018 da empresa:

- Bierbaum Weizenbock: Medalha de Ouro no Brüssels Beer

Challenge;

- Bierbaum Doppelbock: Medalha de Prata na Copa Cervezas

de America.

Conheça toda a linha em www.bierbaum.com.br .

82


Carta Premiata 2018-2019

83


Carta Premiata 2018-2019

1850 BARLEY

WINE

Medalha Dourada na Austrália

Com 8% de teor alcoólico e 65 IBU, essa cerveja, que recebeu

a Medalha de Ouro no Australian International Beer Awards

2018 (AIBA), foi criada para homenagear a cidade catarinense

fundada exatamente em 1850. De cor marrom, traz no

aroma e paladar toques de cacau e chocolate presentes no

aroma, com destaque para o sabor de maltes tostados. Na

harmoização, é excelente companhia com comidas gordurosas,

carnes assadas, queijos amarelos e sobremesas. Realizado

anualmente em Melbourne, na Austrália, o AIBA é dos

maiores concursos cervejeiros do mundo, no qual concorrem

mais de 2 mil rótulos de mais de 300 cervejarias de países

como Brasil, Bélgica, Itália, Estados Unidos, Colômbia, México,

Nova Zelândia, Tailândia e Austrália.

A empresa também teve outra cerveja premiada no evento: a

Catharina Sour Maracujá levou a Medalha de Bronze no

Australian International Beer Awards. Levemente ácida e refrescante,

traz no aroma com um perfume delicado de maracujá.

Seu teor alcoólico é de apenas 4%.

Conheça toda a linha em http://www.cervejablumenau.

com.br .

84


Carta Premiata 2018-2019

DOKTOR BRAU

ENDORPHINA

No topo da Categoria na

América do Sul

Vale destacar que a Doktor Bräu Edorphonine, além da

Medalha de Ouro na Categoria Pale Ale no South Beer

Cup, um dos maiores concursos do continente, levou

também a medalha dourada no ano passado no Mondial

de La Bière SP.

Essa New England IPA, com 6,5% de teor alcoólico, é uma

cerveja turva, densa e extremamente aromática. Traz um

aroma cítrico, frutado, rementendo a abacaxi, maracujá e

manga. Apresenta IBU 50 e acompanha muito bem pratos

como hambúrgueres, batatas condimentadas, pizzas picantes,

carne assada, patos ou pimentão recheado.

Conheça toda a linha em https://www.facebook.com/pg/

DoktorBrau/.

85


Carta Premiata 2018-2019

EKÄUT HOP BEAT

Prêmio na Bélgica como Melhor

do Brasil na sua Categoria

A pernambucana Ekäut foi um dos destaques brasileiros

no “Oscar da Cerveja Mundial”, o World

Beer Awards, tradicional concurso global que no

ano passado recebeu a inscrição de mais de 2.300

cervejas provindas de mais de 500 cervejarias, de

cerca 50 países, que passaram pelo crivo de mais

100 jurados.

A Ekäut Hop Beat é uma cerveja criada para atender

aos amantes do lúpulo. Essa NE IPA une uma

“bomba” de lúpulos (Hop beat) e muita suculência,

característica das Juicy/Hazy IPA. Com teor alcoólico

de 6,5%, tem 62 IBU.

Destaque: no ano passado a cervejaria inaugurou

o ‘Ekaut Lab’, um espaço na Zona Sul do Recife

na qual diversos rótulos podem ser degustados e

tambe´m são ofereceidas experiências de harmonização

e dicas sobre toda a linha e como melhor

aproveitar em uma carta.

Outras premiações internacionais recebidas em

2018:

- Ekäut IPA: Medalha de Prata no World Beer

Awards (WBA);

- Ekäut Coffee Stout: Medalha de Prata no

World Beer Awards (WBA);

- Ekäut Extra Stout: Medalha de Bronze no

World Beer Awards (WBA).

Conheça toda a linha em http://ekaut.com.br/ .

86


Carta Premiata 2018-2019

GOUVEIA

BRASIL 44

“Reveleção 2018” no Spirits Selection

do Concours Mondial de Bruxelles

em 2018 e Medalha de Prata nos

EUA em 2019

“Reveleção 2018” no Spirits Selection do Concour Mondial

de Bruxelles A Gouveia Brasil 44 recebeu no ano passado

o título de “Revelation Spirits Selection”, na edição

internacional do Concours Mondial de Bruxelles, um dos

maiores da área, do qual concorrem destilados provindos

de todos o continentes.

Essa cachaça especial acaba de receber mais um prêmio:

Medalha de Prata no San Franscisco World Spirits, dos

EUA, em meio a mais de 3.000 destilados de 55 países.

É uma cachaça única, de sabor intenso, bem encorpada.

Após a destilação, ela passa por no mínimo 3 anos de envelhecimento

3 anos em tonéis novos de carvalho americano.

Muito suave, traz sabores bem frutados rementendo

ao coco, banana e ameixa, combinados a reminiscências

de menta. Seu teor alcoólico é de 44%.

Vale destacar ainda que outro rótulo da empresa recebeu

premiação internacional em 2018: a Gouveia Brasil Porto

do Vianna faturou a Medalha de Prata no San Francisco

Wolrd Spirits Competition (SFWSC). E agora em 2019 esta

mesma cachaça recebeu a Medalha de Bronze no mesmo

evento. Informações: https://www.gouveiabrasil.com

87


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA FAMIGERADA

Terroir mineiro de

qualidade

Com sede em Mato Verde, no Norte

de Minas Gerais, a Famigerada

atualmente possui dois tipos de

cachaças em sua linha: a Bruta

(uma cachaça concebida para servir

como base de alto padrão para

coquetéis como a caipirinha), e a

Mansa, que é envelhecida por dois

anos em tonéis de jequitibá rosa.

Ambas são produzidas a partir da

cana Java, variedade autóctone da

região da Serra Geral, que necessita

de um cuidado maior durante o

seu cultivo.

O processo da destilação é feito pacientemente,

sem pressa, para que

o melhor líquido destilado brote

aos poucos no alambique, utilizando

na sua composição as águas

cristalinas da Serra Geral. Com

isso, a bebida atinge uma qualidade

sensorial e gustativa que eleva a

Famigerada ao nível das melhores

cachaças premium.

Conheça mais sobre a empresa no

site: https://famigerada.com.br .

88


Carta Premiata 2018-2019

89


Carta Premiata 2018-2019

TIÊ PRATA

Entre as top três do ranking da Cúpula

e da Go’Where Gastronomia, Bronze no

Concurso Cachaça com Ciência

Além de diversas medalhas em concursos internacionais em

2018 (em Berlim, na Austrália, nos EUA e na Inglaterra), a Tiê

Prata ficou entre as três primeiras em de sua Categoria em

três prestigiados concursos nacionais:

- 2o. Lugar no Ranking Go’Where Gastronomia - Categoria

Cachaças 2018

- 3o. Lugar na Cetegoria Brancas no III Ranking Cúpula da

Cachaça (Paladar-Estadão)

- 3a. Colocada na Categoria Brancas no Concurso Cachaça

com Ciência, da Unesp.

A Tiê Prata não passa por envelhecimento, sendo armazenada

em dornas de inox após a destilação. Límpida, incolor, de

brilho intenso, extremamente adequada para ser

consumida pura ou em coquetéis, tem sabores doce, ácido e

umami, forte personalidade e graduação alcoólica de 42% vol.

Combina perfeitamente com petiscos, caldos e frutos do mar.

Informações e vendas: www.cachacatie.com.br

90


Carta Premiata 2018-2019

TIÊ CANELINHA

Medalhas nos EUA, na Austrália e em Hong Kong

A Tiê Canelinha é um dos rótulos mais premiados internacionalmente

da empresa em 2018: rebeu a Medalha de Ouro no

Asia International Spirits Competition, de Honk Kong, onde

a Tiê recebeu também o título de “Produtora de Cachaça do

Ano (Cachaca Producer of the Year)”; faturou a Medalha de

Bronze no San Francisco World Spirits Competition (SFWSC),

dos EUA, e também a Medalha de Bronze no Melbourne International

Spirits Competition.

Aguardente composta com especiarias, tem em sua receita de

sucesso a versão Ouro da Cachaça Tiê, que passa 18 meses

em barris de carvalho europeu. Descansa por 12 meses com

infusão com pau canela nesses mesmos barris. A Tiê Canelinha

possui uma coloração amarelo dourada. No aroma, ressalta

o intenso da canela, especiarias e também gengibre.

Outras premiações internacionais 2018:

- Tiê Prata: Medalha de Ouro na Austrália, no Melbourne International

Spirits Competition; Medalha de Prata na Alemanha,

no Berlin International Spirits Competition; Medalha de

Bronze no San Francisco World Spirits Competition (SFWSC);

Medalha de Bronze no International Spirits Chalenge, do Reino

Unido.

Informações e vendas: www.cachacatie.com.br

91


Carta Premiata 2018-2019

SFERA MERLOT

2013

No topo do Brazil Wine Challenge

O Arbugueri Sfera Merlot 2013 recebeu no ano passado

a Medalha de Ouro em sua Categoria no concurso

internacional Brazil Wine Challenge, do qual

participaram vinhos provindos de mais de 18 países.

Com aroma intenso, encorpado e com uma estrutura

de perfeito equilíbrio, O Sfera Merlot remete a frutas

como mirtilo, amora e framboesa, mas também

no aroma café, chocolate, tabaco, nozes e pimenta

negra. Sua coloração é roxo intenso. Pode ser harmonizado

com carnes vermelhas, churrasco, costela

suína, massa bolonhesa, ovelha e queijos leves.

De Caxias do Sul, no RS, a Arbugeri tem uma tradição

de mais de meio século na produção familiar e há

quase 20 anos vem se dedicando a elaborar vinhos de

uvas americanas com padrão elevado de qualidade.

Mais informações: www.vinhoscristalle.com.br

92


Carta Premiata 2018-2019

ARACURI

CHARDONNAY

2017

Medalha de Ouro no

Brazil Wine Challenge

No ano passado o Aracuri Chardonnay recebeu ficou

em primeiro lugar no Brazil Wine Challenge, competição

internacional realizada pela Associação Brasileira

de Enólogos (ABE), da qual participaram também

concorreram rótulos de 18 países, entre eles Chile e

Portugal. Ao todo foram mais de 600 amostras degustadas.

Com teor alcoólico de 13%, o Aracuri Chardonnay

tem parte do volume maturada em barrica de carvalho

por 10 meses. No aroma, destacam-se as frutas

tropicais com notas amanteigadas e de baunilha.

É excelente acompanhamento para carnes brancas,

frutos do mar, molhos amanteigados e lácteos e queijos

leves.

Informações e vendas diretas: www.aracuri.com.br

93


Carta Premiata 2018-2019

BOSCATO

CAVE PINOT

NOIR 2016

1o. Lugar na Categoria no Brazil

Wine Challenge

Acompanhando muito bem desde pizzas aos mais elaborados

pratos delicados, com molhos de média intensidade,

o Cave Boscato Pinot Noir recebeu a medalha de Ouro no

ano passado no Brazil Wine Challenge. Tinto seco fino,

100% varietal, esse vinho de cor vermelho-rubi tem no

aroma uma composição frutas vermelhas frescas.

A Boscato está localizada na Serra Gaúcha, no município

de Nova Pádua, RS, a 165 Km de Porto Alegre e a 32 km

de Caxias do Sul. Os vinhos da Boscato estão presentes

em reconhecidos empreendimentos de alto padrão como

as churrascarias Vento Aragano e Fogo de Chão, em SP; o

Galpão Criolo, o Barranco e o Imperador, no RS; e hotéis

como das bandeiras Intercity, no Resort Bourbon Cataratas

no Bourbon Curitiba, entre outros.

Outro vinho premiado em concurso internacinal em 2018:

- Boscato Cave Merlot 2014: Medalha de Ouro no Brazil

Wine Challenge.

Informações: http://www.boscato.com.br

94


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

ZANOTTO

MOSCATEL

Medalhas de Ouro na França e na Argentina

No ano passado a Vinícola Campestre, responsável pela marca

Zanotto, teve diversos dos seus rótulos consagrados com premiações

internacionais. o Espumante Zanotto Moscatel foi um dos

destaques. Ele recebeu a Medalha de Ouro no concurso La Mujer

Elige, da Argentina, e também a Medalha de Ouro no Lês Citadeles

Du Vin, da França. É um espumante jovem, que traz a sensação

de doçura, equilibrada por uma delicada acidez demonstrando

frescor, de sabor com certa cremosidade.

Outros vinhos com premiações em concursos internacionais em

2018:

- Espumante Zanotto Brut: Medalha de Ouro no Brazil Wine

Challenge; Medalha de Prata no Effervescents du Monde; Medalha

de Prata no La Mujer Elige, e Medalha de Prata no Lês Citadeles

Du Vin;

- Zanotto Cabernet Sauvignon 2015: Medalha de Ouro no La Mujer

Elige;

- Zanotto Gewürztraminer 2018: Medalha de Ouro no La Mujer Elige

- Zanotto Merlot 2015: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;

- Zanotto Rosé Merlot 2018: Medalha de Ouro no La Mujer Elige

- Zanotto Tannat 2017: Medalha de Ouro no La Mujer Elige;

- Zanotto Chardonnay 2018: Medalha de Prata no La Mujer Elige;

- Zanotto Pinot Noir 2018: Medalha de Prata no La Mujer Elige.

Em tempo: Confira as premiações internacionais em 2019 já recebidas

pela empresa:

- Zanotto Cabernet Sauvignon: Medalha de Prata no Concurso

Virtus, de Portugal;

- Zanotto Chardonnay: Medalha de Prata no Concurso Virtus, de

Portugal;

- Zanotto Merlot: Medalha de Prata no Virtus, de Portugal;

- Zanotto Rosé Merlot: Medalha de Prata no Concurso Virtus, de

Portugal;

- Espumante Zanotto Brut: Medalha de Prata no Bacchus, da Espanha.

Informações e loja online no site: www.pergola.com.br .

95


Carta Premiata 2018-2019

FAMÍLIA

FARDO

MALVASIA

2017

Medalha de Ouro no

Brazil Wine Challenge

Leve e refrescante, com boa intensidade

de sabor, fácil de beber e

com um final de boca que faz lembrar

uma salada de frutas, o Casa

Família Fardo Malvasia 2017 ficou

em primeiro lugar em sua categoria

no Brazil Wine Challenge 2018,

concurso que teve a participação

de rótulos de quase 20 países.

É um vinho bastante versátil que

pode ser bebido sozinho ou acompanhando

uma grande variedade

de saladas e pratos à base de peixes

e frutos do mar, massas e risotos

com tempero suave. No aroma,

remete a notas de frutas frescas

como pera, pêssego, damasco e melão,

aromas florais de rosas e flores

silvestres. É um vinho branco que

sabe evoluir bem com o tempo, desenvolvendo

aromas interessantes

de mel, nozes e amêndoas que lhe

conferem um caráter especial.

Saiba mais em: https://familiafardo.com.br

.

96


Carta Premiata 2018-2019

FAMÍLIA LEMOS

DE ALMEIDA

CHARDONNAY

No topo do Ranking no Brasil e

na França

Acompanhando muito bem queijos, frutos do mar, carnes

brancas e massas com molhos brancos, o Família Lemos

de Almeida Chardonnay passa por 8 meses de envelhecimento

em barrica de carvalho francês de primeiro uso.

Possui bom volume e média estrutura, boa acidez de entrada,

macio, equilibrado com final de boca leve e adocicado.

Este rótulo recebeu a Medalha de de Prata no Chardonnay

du Monde 2018, da França, e a Medalha de Ouro

no Brazil Wine Challenge.

A vinícola Fazenda Santa Rita está localizada nos Campos

de Cima da Serra, região com vocação natural para vinhos

de qualidade. Aliando o melhor da tecnologia com o melhor

da tradição, produz vinhos e espumantes de personalidade

marcante e inspirados na alma criativa e desbravadora

da cultura açoriana, origem da família Lemos de Almeida,

idealizadora do projeto.

Outras premiações em concursos internacionais em 2018:

- Fazenda Santa Rita Sauvignon Blanc 2017: Medalha de

Bronze no Challenge International Du Vin;

- Casa Portuguesa Espumante Brut Rosé 2017: Medalha

de Ourono Brazil Wine Challenge.

Mais informações: www.vinicolafazendasantarita.com.br .

97


Carta Premiata 2018-2019

ALIANÇA

MOSCATEL

2017

Medalha de Ouro na Espanha

em 2018 e “Ouro Duplo” em 2019

O Espumante Aliança Moscatel 2017 ficou no

topo das avaliações em 2018 no Concurso Internacional

de Vinos y Espirituosos (CINVE),

realizado na Espanha. E mais: agora em 2019

recebeu a Medalha Gran Cinve, que equivale a

um “Ouro Duplo” e como “Destaque de Sua Categoria”

na edição deste do evento

Espumante elaborado com uvas aromáticas da

variedade Moscato Giallo e Moscato Bianco, é

extremamente aromático, remetendo a frutas

cítricas e aromas de flores pequenas do campo.

Na boca, sua doçura é equilibrada e pronunciada

devido a uma leve acidez. Acompanha sobremesas,

bolos, frutas, em especial morangos

frescos e uvas, mousses, sorvetes e refeições

leves. Outras premiações internacionais recebidas

nos últimos 12 meses pela empresa:

- Aliança Espumante Brut: Medalha de Prata

no Concurso Bacchus, da Espanha.

Mais informações: www.novaalianca.coop.br/ .

98


Carta Premiata 2018-2019

LUNAR

PERFETTO

ESPUMANTE

BRUT ROSÉ

Medalhas de Ouro na Argentina e

na França

A Zanlorenzi tem sede em Campo Largo, no PR. seu espumante

foi um dos destaques entre as premiações recebeidas

por bebidas brasileiras no ano passado, faturando

duas medalhas douradas, uma no 15º Concurso

Internacional de los Mejores Vinos Espumosos Effervescents

du Monde, que aconteceu em Dijon, na França; e

outra no La Mujer Elige, tradicional concurso argentino.

Elaborado com as variedades, é um Pinot Noir e Chardonnay,

é um espumante fino e delicado, que harmoniza

perfeitamente com canapés, queijos, peixes e crustáceos.

Outras premiações internacionais recebidas pela empresa

em 2018:

- Lunar Espumante Prosecco 2017: Medalha de Ouro

no Challenge International Du Vin;

- Lunar Perfetto Espumante Moscatel: Medalha de Ouro

no La Mujer Elige.

Mais informações: https://famigliazanlorenzi.com.br .

99


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA ASHBY

WEISS

Considerada a Melhor de Sua

Categoria nas Américas

A Cerveja Ashby Weiss recebeu no ano passado o título

de “Melhor German Wheat Beer” na Copa Cervezas de

America, concurso no qual concorreram 1.685 cervejas no

ano passado além de uma Medalha de Bronze no mesmo

concurso.

Levemente turva, com espuma cremosa e duradoura, a

Ashby Weiss tem amargor suave e equilibrado. O aroma

é bem característico de cravo e banana e o sabor remete a

pão, porém bem carbonatado.

De Amparo, no interior paulista, a Ashby é considerada a

primeira microcervejaria do Brasil. Foi fundada em 1993

inspirada nas cervejarias norte-americanas e europeias

que se dedicavam à bebidas de alta qualidade.

Mais informações: www.ashby.com.br .

100


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA ANTONIO CARLIS

Medalha de Ouro no “Oscar da Cerveja Mundial”

Edição comemorativa, ultra-limitada

e com garrafas numeradas

uma a uma sempre apenas 1 vez

por ano, no mês de abril, para celebrar

o aniversário do Mussum,

a Antônio Carlos recebeu a Medalha

de Ouro no Medalha de Ouro

World Beer Awards (WBA), da

Bélgica.

A versão 2018 premiada é uma

Imperial Stout com nibs de cacau

em sua receita e chips de carvalho

de barris utilizados para envelhecer

bourbon. Além de maltes especiais

e aveia para maior cremosidade

única.

A Brassaria Ampolis também faturou

outras medalhas no mesmo

evento:

- Cerveja Cacildis: Considerada a

“Melhor do País na Categoria” no

World Beer Awards (WBA);

- Cerveja Forévis: Medalha de

Bronze no World Beer Awards

(WBA)

- Cerveja Biritis: Medalha de Bronze

no World Beer Awards (WBA)

Outras informações: www.brassariaampolis.com.br

.

101


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

BLONDINE

HORNY PIG

Medalha na Austrália!

Medalha de Bronze no Australian International Beer Awards,

a Horny Pig é uma cerveja aromática e bem refrescante,

uma Session IPA com baixo teor alcoólico (4,5%), mas

com muito lúpulo americano. No aroma, remete a notas

evidentes de maracujá e lichia, sabor intenso e amargor

equilibrado (35 IBU).

Acompanha muito bem pão de linguiça, queijo gorgonzola,

hambúrguer, comida indiana, comida mexicana, pratos

com bacon, pizza de calabresa e queijo grana padano.

A Blondine tem sede em Itupeva, no interior paulista.

Mais informações: www.blondine.com.br

102


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA MARK

THE SHADOW

3o. Lugar no Mundial da Bélgica

Medalha de Bronze no Brüssels Beer Challenge, a Mark

The Shadow é uma cerveja que traz notas de café, toffee

e chocolate. Essa oatmeal stout, com 6,5% e 46 IBU, tem

também aveia na receita, que se faz presente através de

sua textura aveludada e em uma espuma persistente. Foi

desenvolvida em parceria com a Panzer Bier.

A Bastards tem sede em Pinhais, no PR. No site da empresa

há uma loja online para aquisição de toda a linha de

produtos

Mais informações: www.loja.bastards.com.br .

103


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CATARINA

ÚNICA

Ouro em um dos maiores

concursos mundiais de destilados,

realizado na Búlgaria

No ano passado a Cachaça Catarina Única, produzida

pela Destilaria Vitória, de Dracena, SP, recebeu

a Medalha de Ouro no Spirits Selection, avaliação

mundial de destilados organizado pelo Concours

Mondial de Bruxelles, na Bélgica.

A Cachaça Catarina é elaborada artesanalmente,

sem quaisquer tipo de aditivos. Na sua produção,

todas as canas selecionadas são trazidas do campo

onde são moídas e higienicamente processadas,

desde o preparo do caldo, passando pela fermentação

até a destilação.

Entre os destaques da linha está a Catarina Única

Single Barrel, armazenada por dois anos em barris

de carvalho americano de primeiro uso. Cada garrafa

é envasada a partir de um único barril, não havendo

misturas, o que proporciona uma experiência

sensorial incrível e exclusiva.

Essa cachaça também recebeu em 2018 a Medalha

de Ouro (1a Colocada na Categoria Premium C o n -

curso) no Concurso Cachaça com Ciência.

Mais informações: www.cachacacatarina.com.br

104


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CATARINA

BRANCA

Medalha de Prata no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil

Segundo lugar em um dos maiores concursos ocorridos

no Brasil no ano passado e específicos sobre

cachaça, a Catarina Branca, após a destilação, é

descansada alguns meses em dornas de aço inox.

Depois armazenada por ao menos um ano em dornas

de amendoim do campo, uma madeira nacional

que confere suavidade a cachaça que nenhuma

outra madeira no mundo consegue proporcionar,

deixando-a com suas características originais. Por

isso é considerada a rainha das madeiras. É ideal

para o preparo de caipirinhas, drinques ou mesmo

ser bebida pura.

A Destilaria Vitória nasceu em meados de 2006 com

o firme propósito de fabricar cachaça da mais alta

qualidade, utilizando o padrão mineiro de produção.

Localizada em uma das mais tradicionais e

antigas propriedades do município, hoje uma nova

fronteira agrícola do ramo sucroalcoleiro.

Informações: www.cachacacatarina.com.br

105


Carta Premiata 2018-2019

SOLEDADE

PAU-BRASIL

Medalha de Ouro no mais

importante concurso mundial

de destilados

Com sabor marcante para ser consumida preferencialmente

pura, a Cachaça Soledade Pau-Brasil

passa por envelhecimento em barris dessa madeira

única brasileira, resultando em sabores e aromas

profundos e marcantes. Na degustação fica uma

duradoura sensação agradável. Deve preferencialmente

ser degustada pura em taças apropriadas

que propiciem uma experiência sensorial diferenciada.

Realizado ano passado na Bulgária, o Spirits Selection

registrou mais de 1.300 amostras de destilados

concorrendo, provindas de 50 países produtores,

cujas bebidas passaram pela avaliação de 78 provadores

especialistas, representando 26 nacionalidades.

A empresa faturou outras medalhas internacionais

em 2018:

- Cachaça Soledade Bálsamo: Medalha de Ouro no

Spirits Selection.

- Cachaça Soledade Jequitibá: Medalha de Prata no

San Francisco Wolrd Spirits Competition (SFWSC),

dos EUA;

- Cachaça Soledade Umburana Cachaça: Medalha

de Prata no San Francisco Wolrd Spirits Competition

(SFWSC);

Informações: www.cachacafazendasoledade.com.br

106


Carta Premiata 2018-2019

INDIAZINHA

FLECHA DE

OURO

No top 3 da avaliação

internacional

Medalha de Prata no Spirits Selection 2018, concurso

mundial organizado pelo Mondial de Brxelles,

da Bélgica, e que no ano passado recebeu mais de

1.300 amostras de destilados de todos os continentes,

a Indiazinha Flecha De Ouro é um blend de cachaças

armazenadas em amburana e castanheira,

por cerca de um ano e meio.

Nesse mesmo evento, a Indiazinha Flecha De Prata

também recebeu a Medalha de Prata, colocando a

empresa como uma das reveleções na área de destilados

brasileiros em 2018.

A Indiazinha é produzida no município de Abaetetuba,

no PA e retoma uma tradição regional de mais

de 200 anos de produção artesanal da bebida na

região, unindo os avanços tecnológicos e pesquisas

acadêmicas atuais. O master blender responsável,

Omilton Quaresma, é engenheiro químico e mestrando

em Engenharia de Processos na UFPA, realizando

estudos avançados sobre o envelhecimento

em madeiras nativas.

Mais informações e como adquirir o produto: www.

amazoniaboreal.com.br .

107


Carta Premiata 2018-2019

BROTAS BEER

DRY STOUT

Duas medalhas internacionais

em 2018

No ano passado a Brotas Beer Dry Stout recebeu o tírulo

de Melhor do País na Categoria World Beer Awards (WBA),

considerado o “Oscar da Cerveja Mundial”. Além disso essa

cerveja faturou a Medalha de Prata no Brüssels Beer Challenge,

outro concurso onde concorrem cervejarias de todo

o mundo.

Com 4,5% de teor alcoólico, é uma clássica irlandesa, triplamente

premiada, que harmoniza bem com ostras e frutos

do mar levemente adocicados, além de pratos apimentados,

carnes de caça, feijoada, embutidos e sobremesas com

chocolate amargo.

Outras premiações internacionais recebidas pea empresa

em 2018:

- Brotas Beer Schwarzbier: considerada a “Melhor do País

na Categoria” no World Beer Awards (WBA) e Medalha de

Bronze no Brüssels Beer Challenge;

- Brotas Beer APA: Medalha de Ouro no World Beer Awards

(WBA);

- Brotas Beer Abadia: Medalha de Prata no World Beer

Awards (WBA);

- Brotas Beer Pilsen: Medalha de Bronze no World Beer

Awards (WBA).

Conheça toda a linha em: www.brotasbeer.com.br

108


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

ITUPEVA

CARVALHO

Medalha de Ouro no Concurso Mundial

de Bruxelas Edição Brasileiro 2018

A Cachaça Itupeva é produzida pelo Alambique JP no Sítio

Serra do Japi, na própria cidade homenageada em seu

nome, há pouco menos de 1 hora da capital paulista.

A Itupeva Carvalho é uma cachaça tradicional envelhecida

por dois anos em barris de carvalho europeu. Após o envelhecimento,

é submetida a um processo de microfiltração,

o qual confere um aspecto cristalino. Apresenta um aroma

adocicado e amadeirado com um toques de cacau e baunilha.

No paladar, apresenta acidez moderada e sabor amadeirado,

pouco doce.

Outro rótulo premidado da empresa em 2018 é a Cachaça

Japi Carvalho Americano, que ficou em primeiro lugar na

Categoria Envelhecidas no Concurso Cachaça com Ciência.

Informções e vendas: http://www.sitioserradojapi.com.br .

109


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

TELLURA PRATA

Medalhas de Ouro em São Francisco,

nos EUA, e na Bulgária

E 2018, a Cachaça Tellura recebeu três premiações internacionais,

sendo duas delas com sua versão Prata: Medalhas

de Ouro no San Francisco Wolrd Spirits Competition

(SFWSC), um dos maiores concursos de destilados dos

EUA, e Medalha de Prata no Spirits Selection, considerado

o maior concurso mundial do gênero, organizado pelo Mondial

de Bruxelles, da Bélgica.

A Tellura é fabricada em Campos dos Goytacazes, RJ. Após

a destilação, a Tellura Prata passa por descanso (armazenamento)

de seis meses em dornas de inox, a fim de melhor

equilibrar todas as suas características. Sua graduação alcoólica

é de 40%.

A outra premiação internacional recebida pela empresa ano

passado é a Medalha de Prata no San Francisco World Spirits

Competition (SFWSC) para sua Cachaça Tellura Jequitibá.

Informações completas da linha: www.tellura.com.br .

110


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

TELLURA

AMBURANA

Medalha de Prata na Degustação às

Cegas da Expocachaça

Lançamento há pouco mais de um ano, a Cachaça Tellura

Amburana apresenta cor amarelo-ouro e intensa, aroma

amadeirado com toque de canela e sabor levemente adocicado,

com notas de baunilha. Harmoniza muito bem com

pratos como feijoada e churrasco.

Todos os produtos da linha provêm de um cana cujo corte

é 100% manual com despalha, sem queima, sem arraste de

sujidades e materiais grosseiros; mosto fermentativo totalmente

natural, sem adição de produtos químicos.

A Tellura faz parte da carta de empreendimentos como Fasano,

Copacabana Palace, Hotel Santa Teresa, Academia

da Cachaça, Garoa, Bagatelli, Lasei, Fogo de Chão, entre

outros.

Informações completas da linha: www.tellura.com.br .

111


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

CAMPINAS

FOSTEIRA

AMBER ALE

Medalha de Ouro no “Oscar da

Cerveja Mundial”

A edição 2018 do World Beer Awards, um dos maires concursos

intercontinentais cervejeiros, reuniu nada menos

que 2.300 cervejas inscritaso, provindas de mais de 500

cervejarias, de cerca 50 países.

E foi nesse disputado evento que a Campinas recebeu a

Medalha de Ouro con seu rótulo Fosteira Amber Ale, uma

cerveja que traz notas de caramelo muito presentes devido

aos maltes ingleses com lúpulos americanos presentes,

conferindo também aroma cítrico, mas sem sobrepor

a presença de malte. Com 35 IBU e 5,3% de teor alcoólico,

acompanha muito bem ratos como hamúguer, churrasco

brasileiro, bife grelhado, cordeiro grelhado, frango assado

e frango a passarinho.

A empresa também levou outro Ouro no World Beer Awards,

com a sua cerveja Forasteira Eldorado Punch IPA, além

de uma Medalha de Bronze com a sua Andarilha Oatmeal

Stout.

Informações completas da linha: http://www.cervejariacampinas.com.br

.

112


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA FÜRST

OKTOBERFEST

2o. Lugar de Sua Categoria na “Taça

Libertadores das Cervejas”

No ano passado a Fürst Oktoberfest recebeu a Medalha de

Prata no South Beer Cup, evento no qual participaram cerca

de 1.500 cervejas, colocando lado a lado os principais

produtores sulamericanos.

Com 5,2% de twor alcoólico, essa cerveja apresenta amargor

de 15 IBU. Segue o estilo Marzën, sendo bem refrescante.

De coloração âmbar, tem intenso sabor adocicado

do malte. o aroma também possui predominância do malte,

com toques leves de lúpulo e caramelo.

A Fürst Beer tem sede em Formiga, MG. No ano passado

também faturou outra Medalha Internacional o Bronze

com a sua Fürst Sir Loxley Red Ale, na Copa Cervezas de

America.

Informações: http://furstbier.com.br e no Facebook https://www.facebook.com/pg/FurstBier

.

113


Carta Premiata 2018-2019

SCHAF BIER

PILSEN

Medalha de Bronze no Brüssels

Beer Challenge

A Schaf Bier Pisen, que ano passado também recebeu a

Medalha de Ouro na Copa Cerveja Brasil da Abracerva,

subiu no pódio em um dos mais disputados concursos

mundiais: recebeu a Medalha de Bronze no Brüssels Beer

Challenge, realizado anualmente na Bélgica, do qual concorrem

lado a lado cerca de 1.500 rótulos cervejeiros provindos

de mais de 50 países.

É uma cerveja do estilo Standard American Lager, puro

malte, com teor alcoólico de 4,2%, cor amarela clara e espuma

consistente. Produzido com maltes selecionados e

lúpulos nobres alemães, apresenta aroma e sabor suaves.

O amargor é de apenas 10 IBU.

Informações: www.schafbier.com.br .

114


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

LEOPOLDINA IPA

Medalha de Ouro no World Beer

Awards (WBA)

No ano passado, a Cervejaria Leopoldina recebeu diversas

medalhas em concursos internacionais.

Entre os destaques está a sua Cerveja Leopoldina American

Ipa, com teor alcoólico de 6,5%, que acompanha muito

bem pratos mexicanos, indianos e japoneses, além de

peixes, empanados, hambúrguer e queijo gorgonzola. O

amargor é de 60 IBU.

Essa cereveja recebeu a Medalha de Ouro no World Beer

Awards, considerado o Oscar Mundial das Cervejas.

Outras premiadas internacionalmente em 2018:

- Weissbier: Medalha de Prata no World Beer Awards

(WBA);

- Tripel: Melhor do País na Categoria no World Beer Awards

(WBA);

- Witbier: Medalha de Prata no World Beer Awards (WBA);

- Session Pale Ale: Medalha de Prata no World Beer Awards

(WBA);

- Quadrupel: Medalha de Bronze no World Beer Awards

(WBA);

- Imperial Stout: Medalha de Prata na Copa Cervezas de

America.

Saiba mais sobre os produtos e como adquiri-los no site:

https://loja.famigliavalduga.com.br .

115


Carta Premiata 2018-2019

MEDALHA DE

PRATA NA COPA

CERVEZAS DE

AMERICA

Medalha de Prata na Copa Cervezas

de America

Competição que reúne cervejaria de todos os pontos do

continente, a Copa Cervezas de America registrou no ano

passado as inscrições de 1.685 cervejas, que foram avaliadas

às cegas, durante três dias.

Foi nesse evento que a Three Monkeys I’m Sour ficou e

segundo lugar de sua categoria, recebendo a Medalha de

Prata.

Com 6,3% de teor alcoólico, essa cerveja apresenta 15 IBU

e segue o estilo

American Wild Ale. Azedinha, remetendo a um suco de

frutas frescas, tem entre os ingredientespitaya e goiaba.

A empresa também recebeu a Medalha de Bronze no evento

com a sua I´m Fucking Sour.

Informações na página da empresa no Facebook: https://

www.facebook.com/pg/threemonkeysbeer . e no site

http://www.threemonkeysbeer.com/ .

116


Carta Premiata 2018-2019

AMÁZZONI GIN

Considerado o Melhor do País segundo

o World Gin Awards, de Londres , e

Ouro Duplo em 2019 nos EUA

No ano passado o Amázzoni recebeu duas premiações internacionais:

Medalha de Bronze nos EUA, no San Francisco

Wolrd Spirits Competition (SFWSC) e o título de

“Melhor do País (Best Brazilian London Dry) no World Gin

Awards”, realizado em Londres, na capital do Reino Unido.

Produzido no interior do Rio de Janeiro, Aagora em 2019,

o Amázzoni está comemorando um Ouro Duplo no San

Francis co Wolrd Spirits Competition (SFWSC), na Fazenda

Cachoeira, situada próxima ao rio Paraíba, cerca de 130

km da capital fluminense, esse dry gim leva 11 botânicos,

sendo sete da Amazônia e um deles secreto. Estão presentes

na receita cacau, castanha-do-pará, maxixe, cipó-

-cravo, rainha do lago, louro, coentro, mexerica e aroeira

(pimenta-rosa). A garrafa do Amázzoni é feita

artesanalmente com vidro reciclado e lembra as de farmácia

do século XVIII.

Informações: http://www.amazzonigin.com .

117


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

ANTÍDOTO

BELGIAN DUBBEL

Medalha de Prata na Austrália

No ano passado a Antídoto, de Blumenau, SC, recebeu

mais duas premiações internacionais. Uma delas foi para

a sua cerveja Belgian Dubbel, que ficou com o segundo

lugar de sua categoria no Australian International Beer

Awards.

De corpo médio e amargor moderado, no aroma e sabor remee

a frutas secas tais como, ameixa e uva passa, além de

leves nuances de caramelo e chocolate. Acompanha bem

carnes vermelhas bem temperadas, porco, cordeiro e aves

assada. A graduação alcoólica é de 7% e o amargor de 20

IBU.

No mesmo concurso no ano passado a Stout Cherry & Pepper

recebeu a Medalha de Bronze.

Mais informações sobre a empresa no Facebook https://

www.facebook.com/pg/cervejariaantidoto e na página do

Instagram https://www.instagram.com/cervejariaantidoto/

.

118


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA ANTUÉRPIA QUINTAL

DE MEXERICA

Prata na Copa Cervezas

de America

Segundo lugar de sua categoria em todo o Continente

na avaliação realizada na Copa Cervezas

de America a Quintal de Mexerica segue o estilo

Catharina Sour, primeiro estilo brasileiro a ser reconhecido

em um grande guia internacional. De

alto drinkability e muita refrescância, tem teor

alcoólico de 4,3% e apenas 6 de IBU. Harmoniza

com ceviche de lagostim ou peito de peru, entre

outros pratos.

A Quintal também está disponível nas versões

com jabutica ou com morango e hinisco.

No ano passado a empresa ambém conquistou outras

medalhas internacionais:

- Nikkita Cherry Hickey: Medalha de Prata na

Copa Cervezas de America;

- Nikkita Hazelnut Stuck: Medalha de na Prata

Copa Cervezas de America;

- Vanilla Orgasm: Medalha de Prata na

Copa Cervezas de America;

- Kremlin Reserva II: Medalha de Bronze na Copa

Cervezas de America.

Conheça toda a linha no site: http://www.cervejariaantuerpia.com.br

.

119


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA BEM

ME QUER OURO

Medalha de Prata no mais concorrido

mundial de destilado

Envelhecida, armazenada por 36 (trinta e seis) meses em

tonéis de Carvalho Francês e Bálsamo Brasileiro, a Cachaça

Bem Me Quer Ouro tem um saborr frutado amadeirado,

um floral exclusivo e marcante. Na degustação, sabor é

rico, persistente e magnífico. Um blend de sabor e aroma

inigualáveis dão toque especial a este produto 100% nacional.

De Médio corpo, macio, excelente acidez, equilibrado, traz

ao palato um toque sutil frutado e amadeirado. O teor alcoólico

é de 39%.

Essa cachaça faturou a Medalha de Prata no Spirits Selection,

do Concours Mondial de Bruxelles, considerado o

maior concurso mundial de destilado, do qual participaram

no ano passado mais de 1.300 marcas concorrentes.

Mais informações: http://cachacabemmequer.com.br .

120


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

BIERLAND

VIENNA

Medalha de Prata no World Beer

Awards (WBA)

Medalha de Prata naquele que é considerada o

“Oscar da Cerveja Mundial”, a Bierland Vienna é

uma cerveja de personalidade, com sabor maltado,

leve tostado e amargor assertivo. Suas características

combinam muito bem com pratos à base de

carnes vermelhas, especialmente quando assadas

na brasa. O amargor é de 37 IBU e o teor alcoólico

de 5,4%.

A empresa recebeu outras premiações internacionais

ano passado:

- Bierland Witbier: Medalha de Bronze no South

Beer Cup;

- Bierland Strong: Medalha de Prata no South Beer

Cup.

Conheça a linha completa no site www.bierland.

com.br .

121


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

BLAUER BERG

HEADSPACE

Terceiro Lugar na Austrália

No ano passado, a Blauer Berg Headspace, que segue o estilo

Belgian Dark Strong Ale, recebeu a Medalha de Bronze

no Australian International Beer Awards.

Escura, complexa e muito forte, com uma deliciosa riqueza

de maltes e sabor de frutas escuras e elementos condimentados,

traz notas de uvas passas, ameixas, cerejas

secas e especiarias. Cor marrom acobreado profundo. Sua

espuma é densa, muito cremosa e persistente.

Outra premiada internacionalmente da empresa em 2018

é a Blauer Berg Blond, que também recebeu a Medalha de

Bronze no Australian International Beer Awards.

Informações completas da linha em: http://www.blauerberg.com.br

.

122


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

BÚZIOS

FERRADURA

Prata na Bélgica e Bronze na Austrália

Em 2018 a Búzios Ferradura faturou mais duas medalhas

para a cervejaria: Medalha de Prata no World Beer Awards

(WBA), considerado o “Oscar da Cerveja Mundial” e Medalha

de Bronze no Australian International Beer Awards, ou

disputassímo concurso internacional.

A Búzios Ferradura é uma belgian strong golden ale dourada

e efervescente, com suave amargor e aroma de fruta.

Ela harmoniza com risotos, queijos temperados e frutos

do mar.

Doi outros rótulos da empresa também receberam medalhas

internacionais ano passado:

- Cerveja Búzios Armação: Medalha de Bronze no World

Beer Awards (WBA)

- Cerveja Búzio Brigitte: Medalha de Prata no World Beer

Awards (WBA) e Medalha de Bronze no Australian International

Beer Awards.

Informações: http://www.cervejariabuzios.com.br/

123


Carta Premiata 2018-2019

EUPHORIA

JUICE IPA

Medalha de Ouro no WBA 2018

Inspirada nas Northeast IPAs Americanas, a Euphoria

leva malte de cevada, aveia, lúpulo e levedura

em sua receita. Forte, de carbonatação média e corpo

médio A alto, ela traz um excepcional aroma de

frutas tropicais e uma sensação de boca aveludada.

Com 7% de teor, tem amargor de 90 IBU.

A empresa recebeu outras medalhas internacionaios

no ano passado:

- Mellon Collie IPA: Medalha de Prata na Copa Cervezas

de America e Medalha de Bronzeno World

Beer Awards (WBA);

- Prata O Plomo: Medalha de Bronze na Copa Cervezas

de America;

- English Pale Ale: Considerada a Melhor do País de

Sua Categoria no World Beer Awards (WBA);

- Vintage Barley Wine: Medalha de Ouro no World

Beer Awards (WBA);

- Bourbon Mocha: Medalha de Bronze no World

Beer Awards (WBA);

- Pinã Colada: Medalha de Prata no World Beer

Awards (WBA).

Conheça mais sobre a empresa e a linha na página

do Facebook: www.facebook.com/pg/cervejariacapapreta

.

124


Carta Premiata 2018-2019

CASA GERALDO

SHIRAZ

Vinho Recomendado (Commended )

no Decanter World Wine Awards, da

Inglaterra

No ano passado o Shiraz 2015 da vinícola mineira Casa

Geraldo recebeu uma “Menção Honrosa (Recomendado -

Commended) no Decanter World Wine Awards, realizado

em Londres, na Inglaterra.

Apenas para se ter ideia da importância da avaliação,

participaram do concurso quase 16.903 amostras de

vinhos, que foram avaliadas às cegas por 275 degustadores,

incluindo muitos dos maiores especialistas do

mundo.

O Vinho Casa Geraldo Shiraz é um jovem varietal elaborado

com uvas da casta. Possui aromas com notas de

amora, ameixa preta e especiarias. Na boca é um vinho

potente mas equilibrado, de taninos firmes e de caráter

levemente mineral. Passa por amadurecimento de três

meses em barricas de carvalho americano, deixando

destacar ainda a lembrança de sua fruta.

A empresa recebeu ainda duas outras premiações em

concursos internacionais em 2018:

- Espumante Casa Geraldo Moscatel 2016: Medalha de

Ouro no Brazil Wine Challenge;

- Casa Geraldo Destilado de Uva 2013: Medalha de Ouro

no Brazil Wine Challenge.

Conheça toda a linha da empresa no site: http://www.

casageraldo.com.br .

125


Carta Premiata 2018-2019

CASA

VERRONE

SPECIALES

SYRAH

Um brasileiro recomendado na

Inglaterra

No tradicional Decanter World Wine Awards, um os

maiores concursos mundiais de vinhos, do qual participam

anualmente mais de 15 mil amostras concorrente,

a Casa verrone recebeu o título de “Recomendada (Commended)

“, com seu vinho Casa Verrone Speciales Syrah.

Elaborado com castas 100% Syrah, a partir de colheita

realizada no inverno, esse vinho passa por 12 meses de

carvalho francês. Com lágrimas rápidas e finas, traz um

aroma que remete à caramelo, coco, frutas em compota,

tostado, café e chocolate amargo. Na boca, um sabor

muito equilibrado que harmoniza acidez, corpo e taninos

finíssimos em uma grande explosão de sabores. Lembra

compota de frutas vermelhas e tostado.

Conheça toda a linha da empresa no site: https://www.

casaverrone.com.br .

126


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

DAORAVIDA {78}

Melhor do País no World Beer

Awards (WBA)

Essa India Back Ale, a qual recentemente a empresa

apresentou uma Coffee Edition, já havia faturado outras

premiações como certificado de Excelência no Brussels

Beer Challenge. No ano passado foi considerada a Melhor

do País de Sua Categoria no World Beer Awards,

concurso que é considerado o “Oscar da Cerveja Mundial”.

Muito bem encorpada, traz sabores de torrefação, café e

chocolate amargo, com final lupulado. Acompanha muito

bem frutos do mar, sopas e caldo.

A empresa recebeu outras premiações internacionaios

em 2018:

- Dúvida: Medalha de Bronze no World Beer Awards

(WBA);

- {78} IPA: Medalha de Bronze no World Beer Awards

(WBA);

- Black Wine Rum: Medalha de Bronze no W o r l d

Beer Awards (WBA).

Mais informações nas páginas da empresa no Facebook

e também no Instagram, além do site http://daoravida.

com.br .

127


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

WALFÄNGER

DOPPEL BOCK

Melhor do País no Oscar da

Cerveja Mundial e Medalha

de Ouro na Taça Libertadores

das Cervejas

Cerveja com forte gosto de malte e doçura leve, a

Walfänger Doppel Bock recebeu duas importantes

premiações internacionais em 2018: foi considerada

a Melhor do País na Categoria no World

Beer Awards e também levou a Medalha de Ouro

no South Beer Cup, além da Medalha de Bronze

na Copa das Cervejas da América, no Chile.

Com cor âmbar profundo, marrom, esta cerveja

da família Lager é encorpada e bastante alcoólica,

redonda e macia na boca. O lúpulo é

bastante sutil, com traços quase imperceptíveis.

Harmoniza com carnes e pratos mais fortes, trazendo

mais complexidade ao conjunto, e seu teor

alcoólico é de 7,9%.

Outros dois rótulos da empresa também receberam

premiações internacionais em 2018:

- Walfänger Altbier: considerada a Melhor do

País na Categoria no World Beer Awards (WBA);

- Walfänger Schwarzbier: Medalha de Bronzeno

World Beer Awards (WBA).

Informações completas da linha estão disponíveis

no site: www.walfanger.com.br .

128


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

COQUEIRO

OURO

2o. Lugar em Um dos |Maiores Concursos

Mundiais de Destilados

Em meio a mais de 1.300 destilados concorrentes, a

Cachaça Coqueiro Ouro levou a Medalha de Prata no

Spirits Selection, do Concours Mondial de Bruxelles em

2018.

A Coqueiro Ouro passa por envelhecimento em barris de

carvalho por 3 anos. Devido ao estágio em madeira, responsável

pelo corpo marcante, é apropriada para acompanhar

pratos condimentados e suculentos. Em dias

quentes pode ser apreciada com cubos de gelo, como um

bom uísque.

Legítima e tradiccional cachaça de Paraty, RJ, cuja produção

remonta a 103, a Coqueiro é fabricada na Fazenda

Cabral, no Engenho D’Água, a 7 quilômetros do Bairro

Histórico da cidade.

No ano passado a versão Ouro também recebeu a Medalha

Grande Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil.

Conheça a linha em: http://www.cachacacoqueiro.com.

br .

129


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

COQUEIRO

PRATA

Entre as 10 Melhores do Brasil!

No ano passado, a Coqueiro Prata ficou em 9o. Lugar

de sua Categoria na rigososa avaliação realizada pelo III

Ranking Cúpula da Cachaça com apoio do Caderno Paladar,

do Estadão.

Descansada em tonéis de amendoim por 6 meses, essa

cachaça tem graduação alcoólica de 44%. É própria

para ara acompanhar petiscos com certa gordura, como

torresmo e salame. Quando levemente resfriada torna-se

mais leve e suave.

Conheça toda a linha, com destaque para diferenres versões

de licores, em http://www.cachacacoqueiro.com.br

130


Carta Premiata 2018-2019

CALZA

CAPÍTULO IV 2014

Medalha de Ouro no Brazil Wine Challenge

Vinho complexo em boca com retrogosto persistente de especiarias Calza

Capítulo IV 2014 da linha Ouro Negro, recebeu no ano passado a medalha

dourada no no Brazil Wine Challenge, concurso do qual participaram

mais de 600 rótulos concorrentes, de países como Argentina, Chile, Grécia,

Portugal, Uruguai e Nova Zelândia, entre outros.

Elegante e equilibrado, esse vinho possui cor intensa devido a presença

da uva Alicante Bouchet. Passa por maturação em carvalho americano

durante 13 meses. A empresa também faturou outra Medalha de Ouro

no evento com seu espumante Calza Brut Nature 2014.

Conheça a linha completa no site: http://www.vinicolacalza.com.br .

ESPUMANTE

COURMAYEUR

RETRATO 2017

Medalha de Ouro no Brazil Wine Challenge

Obtido a partir vinhedo único e sob colheita manual, nas primeiras horas

da manhã, o Courmayeur Retrato ficou em primeiro lugar, com Medalha de

Ouro em sua Categoria no concurso Brazil Wine Challenge 2018, do qual

participaram mais de 611 amostras inscritas de 18 países.

De aroma frutado, este espumante apresenta perlage intenso, fino e persistente.

Harmonização: entradas, pratos mediterrâneos, pescados e petiscos.

A empresa também recebeu outra Medalha de Ouro neste concurso internacional.

Foi para seu Espumante Courmayeur Chardonnay Brut.

Para saber mais da empresa e sua linha, acesse: http://www.courmayeur.

com.br/ e https://www.facebook.com/pg/vinicolacourmayeur/ .

131


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

COZALINDA

PEDRAS DO

ITAGUAÇU

Medalha de Bronze no South Beer Cup

Criada para lembrar o aroma e o sabor da belga Lambic,

a receita é uma das principais do estilo Sour da empresa.

Tal como a cerveja europeia, a Pedras do Itaguaçu

também é servida sem gás.

O nome é em homenagem às praias de Coqueiros, tradicional

bairro de Florianópolis em que a marca nasceu.

Essa cerveja também recebeu no ano passado a Medalha

de Prata no Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau,

SC.

Outras cervejas premiadas da empresa:

- Praia do Meio: Medalha de Ouro no Concurso do Festival

de Blumenau 2018;

- Praia da Saudade Sassafraz: Medalha de Ouro no Concurso

do Festival de Blumenau 2018;

- Macacada – Wild Ale com Amora: Medalha de Prata no

Concurso do Festival de Blumenau 2018.

Outras informações: /www.facebook.com/pg/cozalindafloripa/

132


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

CROMA WAVES

Medalha de Ouro na “Taça

Libertadores das Cervejas”

Lançada pela cervejaria em 2018, a Croma Waves ocupou

o lugar mais alto do pódio durante o South Beer

Cup, conhecido como a “Taça Libertadores das Cervejas

Especiais”, recebendo a Medalha de Ouro no evento.

Essa Berliner Weisse, com 4,2% de teor alcoólico é apenas

8 de IBU. Elaborada com a adição de goiaba e uva

bordô, oferece alto drinkability e uma acidez na medida

certa.

Também no ano passado a empresa lanou uma vesão

especial com Pitaya, bem leve e refrescante, com acidez

equilibrada e mais intensa que a primeira. A goiaba e a

uva bordô continuam como protagonistas de aroma e

sabor e a pitaya entrou para dar um toque especial.

A empresa também recebeu outra premiação em concurso

internacional de 2018: a Cerveja Croma Twinn recebeu

a Medalha de Bronze na Copa Cervezas de America.

Conheça a linha completa no Facebook, /cromabeer , e

no Instagram /cromabeer .

133


Carta Premiata 2018-2019

JUNGLE GIN

Medalha de Ouro no Spirits

Selection 2018 e Medalha de Bronze

nos EUA em 2019

O Jungle foi o primeiro gim brasileiro premiado

internacionalmente com Medalha de Prata no Spirits

Selection, isto ainda em 2017. No ano passado,

ele faturou a Medalha de Ouro no mesmo concurso,

um dos mais tradcionais e disputados em

todo o mundo. E mais: esse gim também recebeu

a Medalha de Ouro Duplo no Concurso Mundial

de Bruxelas Edição Brasil 2018.

Em tempo: o Jungle acaba de conquistar mais

uma medalha, um Bronze no San Franscisco

World Spirits, dos EUA, em meio a mais de 3.000

destilados de 55 países.

o Jungle combina botânicos altamente selecionados

às águas cristalinas de nascentes intocadas,

nos tradicionais alambiques de cobre da região.

É elaborado apenas em pequenos lotes e cada garrafa

numerada pelas mãos de seus criadores.

Conheça mais em https://www.junglegin.com.br

134


Carta Premiata 2018-2019

VODCA

KALVELAGE VIBE

Medalha de Ouro em Hong Kong e

Prata nos EUA em 2019

No ano passado, a vodca premium Kalvelage Vibe, produzida

pela Destilaria Kalmae, conquistou uma Medalha

de Ouro na categoria Pure Vodka, somando o quinto

prêmio da empresa catarinense. Dessa vez foi em Hong

Kong, no Cathay Pacific Hong Kong International Wine

and Spirit Competition.

A Kalvelage Vibe tem alto grau de pureza alcançado graças

às tecnologias e técnicas de produção desenvolvidas

pela premiada destilaria.Sua produção utiliza cereais nacionais,

águas de excelente qualidade, além de métodos

e processos elaborados de filtragens e microfiltragens,

conferindo-lhe uma qualidade premium de destaque em

relação as outras vodkas importadas deste segmento.

No ano passado, a empresa ambpem lançou o o Kalvelage

London Dry Gin, que combina ervas aromáticas com

a riqueza de sabores brasileiros; e também a Vodka Kalvelage

OAK, que traz diferenciais extraídos do carvalho

americano, com nuances dos antigos Bourbons, criando

uma identidade única. Em tempo: a OAK acaba de receber

uma premiação 2019, Medalha de Prata nos EUA

em meio a mais de 3.000 destilados de 55 países no San

Francisco World Spirits.

A versão tradiconal Kalvelage Vodka também faturou

outra medalha internacional para empresa em 2018:

Medalha de Bronze no San Francisco Wolrd Spirits Com-

135


Carta Premiata 2018-2019

VINHO PIZZATO

1.3 SÉMILLON

2017

92 Pontos No Guia Descorchados 2018

O Descorchados é um guia de referência de excelentes

vinhos e espumantes da Argentina, Brasil, Chile e Uruguai,

sendo considerado hoje a principal publicação do

gênero na América do Sul, escrita pelo chileno Patricio

Tapia. A edição 2018 do guia trouxe a avaliação de mais

de mais 3 mil rótulos degustados.

Entre os destaques, com 92 Pontos, considerada jáuma

pontuação de excelência, está o Pizzato 1.3 Sémillon

2017, da Vinícola Pizzato, de Bento Gonçaves, no RS.

O Vinho Pizzato 1.3 Sémillon passa por amadurecimento

em barris mistos de acácia (rubinia) e carvalho francês

por tempo variável de acordo com a evolução do vinho.

De alto frescor, nitidez e leveza, é elaborado em lotes limitados,

com numeração das garrafas.

A empresa recebeu outra recomendação internacional

em 2018: seu rótulo Pizzato Legno Chardonnay 2016 foi

considerado o “Melhor Vinho Branco” no Guia de Vinícolas

Le Winery Guide Brasil & Uruguai.

Conheça toda a linha em http://pizzato.net/ .

136


Carta Premiata 2018-2019

LOKI DRY

GIN

Medalha de Prata nos EUA

Lançado em 2018, o Loki Dry Gin ficou

em segundo lugar de sua Categoria no

San Francisco Wolrd Spirits Competition

(SFWSC), tradicional concurso norte-americano

do qual participaram no ano passado

mais de 2.200 marcas inscritas de

todos os continentes.

Além dos botânicos tradicionais, como

zimbro, sementes de coentro e cardamomo,

o Loki combina influências das escolas

Americana e Modern London para criar um

perfil leve e refrescante. Traz ainda a infusão

de folhas de manga e alfazema azul, resultando

em um gim balanceado, levemente

cítrico, com aroma e sabor únicos. Seu

sabor orgânico e exótico o coloca no mesmo

patamar de marcas consagradas, como

The Botanist, Martin Miller’s, Plymouth e

Citadelle.

Mais informações: www.lokigin.com.br/

137


Carta Premiata 2018-2019

AGUA MINERAL

SFERRIÊ SEM

GÁS

1 Estrela no ITQi 2018

A Água Mineral Sferriê Sem Gás reebeu no ano passado

uma estrela no “Prêmio Sabor Superior”, realizado pelo

Instituto Internacional de Sabor e Qualidade (ITQi), sigla

em inglês), em Bruxelas, na Bélgica. Ela foi avaliada por

um júri composto por mais de 100 prestigiados chefs e

peritos em bebidas vindos de 15 das mais prestigiadas

associações culinárias e da Associação da Sommelerie

Internacional (ASI).

A linha Premium da Sferriê traz uma água gua mineral

naturalmente alcalina com pH 10 e 0,34mg/l de Vanádio.

Extraída a 230 metros de profundidade do solo, a

Água Mineral Sferriê vem da fonte Novo Sobradinho que

encontra-se sob o Aquífero Guarani - uma das maiores

reservas subterrâneas de água potável do planeta.

Mais informações: https://www.sferrie.com.br .

138


Carta Premiata 2018-2019

VINHO THERA

CHARDONNAY

LOTE 1

Medalha de Ouro no

Brazil Wine Challenge

A Vinícola Thera desenvolveu uma linha exclusiva de vinhos

que expressa o terroir da Serra Catarinense desde

a primeira degustação.

Entre os destaques está o Thera Chardonnay Lote 1, que

recebeu a medalha dourada no Brazil Wine Challenge,

em meio a mais de 600 amostras de 18 países concorrentes.

De coloração amarelo palha, com reflexos dourados, esse

vinho traz no olfato delicadas notas cítricas e minerais,

acompanhadas de um leve toque amanteigado. No paladar,

revela uma textura agradável, untuosa, equilibrada

acidez que remete à região serrana, final longo e persistente.

É excelente para peixes com maior percentual de

gordura e molhos, além de peixes como salmão e outros

frutos do mar como ostra - rica em ômega 3 - que constroem

pratos mais intensos.

Saiba mais em: http://www.vinicolathera.com.br .

139


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA SANTUÁRIO

DE MINAS GOLD

Medalha de Prata nos EUA, no San Francisco World

Spirits Competition (SFWSC)

Posionada entre os melhores destilados do continente, a Cachaça Santuário

de Minas Gold recebeu mais uma importante premiação em 2018: Medalha

de Prata no San Francisco World Spirits Competition (SFWSC), tradicional

concurso mundial de destilados no qual o ano passado participaram mais

de 2.400 rótulos concorrentes.

A Santuário de Minas Gold é uma cachaça que passa por armazenamento

em tonéis de carvalho, excelente para ser degustada pura ou on the rocks.

Informações completas sore toda a linha: www.engenhoburiti.com.br .

CERVEJA WEE HEAVY

AU SYRAH

Medalha de Bronze no Brüssels Beer Challenge

Essa Wood Aged, envelhecida em barricas por 12 meses previamente utilizadas

pelo vinho Syrah, também levou Medalha de Ouro no Festival Brasileiro

da Cerveja (Blumenau) em 2018.

Com rico e profundo sabor de malte, ameixas desidratadas e outras frutas

secas, traz no uma mescla de setes maltes e levedura escocesa que remetem

a trufa, especiarias, ameixas e aromas vinílicos.

Outra cerveja da empresa premiada internacionalmente em 2018 foi a

Sour Punk (Wild), que recebeu o Certificado de Excelência (Certification Of

Excellence) no Brüssels Beer Challenge.

Onde adquirir os produtos e saber mais da linha: https://bodebrown.

com.br .

140


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

TROIA

HELENA

Medalha de Ouro no

World Beer Awards

Leve, de sabor refrescante e aroma

cítrico, que confere uma leve nota

de maracuja, a Troia Helena recebeu

a medalha dourada no concurso

que é considerado o “Oscar

da Cerveja Mundial”, o World Beer

Awards, realizado em Londres, no

ano passado.

A cervejaria tem sede em Tubarão,

SC. A Helena é uma cerveja clara,

do tipo Cream Ale. Apresenta 11 de

IBU 11 e 5,6% de teor alcoólico.

Mais informações na página da

empresa no Facebook: /troiacervejasintensas

.

141


Carta Premiata 2018-2019

ADAGA

CHARDONNAY

2017

Medalha de Ouro no Brazil Wine Challenge

Elaborado apenas em safras generosas, o Cave de Pedra Adaga Chardonnay

2017 passa por maturação de 6 meses em barricas de carvalho

americano e armazenamento em caves. Em meio a 611 amostras

provindas de 18 países, este vinho levou a 1a. colocação (Medalha de

OUro) no Brazil Wine Challenge 2018.

O Adaga Chardonnay 2017 harmonização muito bem com aperitivos

em geral, anchovas, sardinhas, peixes e carnes defumadas.

Informações compleas da linha em http://www.cavedepedra.com.br .

142


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

SARAVÁ

Medalha de Prata na

Copa Libertadores das Cervejas

A Saravá, uma Imperial Stout sempre com ótimas

versões sazonais, faturou o segundo lugar

no ano passado no South Beer Cup, evento que é

considerado a Taça Libertadores as Cervejas Artesanais.

A versão 2018 teve a adição de chips de Amburana

tostados e 10% de álcool. Com 70 IBU, ela tem

coloração negra, com espuma marrom de boa formação

e ótima estabilidade. No aroma, ela traz

notas de coco queimado, cocada escura, chocolate,

baunilha, caramelo, calda de pudim, melaço e

frutas passas, como ameixa. No sabor, tem dulçor

alto, equilibrado pelo amargor médio, persistente

e proveniente de torra, repete as notas do

aroma, acrescidas de madeira, proveniente dos

chips de amburana, adicionados na maturação,

e tem corpo alto. O retrogosto traz o aquecimento

alcoólico, com dulçor residual, coco queimado,

chocolate, baunilha e final amargo.

Mais informações: http://www.cervejarianacional.com.br

143


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA CRULS

AMERICAN PALE ALE

2o lugar da Categoria na Taça Libertadores

das Cervejas em 2018

A Cruls American Pale Ale, que segue o estilo tradicional americano,

recebeu no ano passado a Medalha de Prata no Souh Beer Cup, ficaram

assim no top 3 da América Latina em sua categoria.

De cor dourada, traz como principal característica aromas e sabores

resinosos e cítricos provenientes de lúpulos americanos e um equilíbrio

na boca com notas maltadas de pão e biscoito.

Acompanha petiscos diversos mais gordurosos como batatas, frituras

e sanduíches, além de harmonizar com hambúrgueres menos gordurosos

e de pão branco. O teor alcoólico é de 5% e o amargor de 34 IBU.

Duas outras cervejas da empresa receberam medalhas em concursos

internacionais em 2018:

- Belgian Blond Ale: Medalha de Bronze na Copa Cervezas de

America;

- Berliner Weisse Café: Medalha de Bronze na Copa Cervezas de

America.

Mais informações: www.crulscervejaria.com.br

144


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA CEVADA

PURA OATMEAL

STOUT

Melhor do País na sua Categoria World Beer

Awards (WBA) e 3o Lugar no Continente

A Cevada Pura, de Piraciba, SP, e que completa 10 anos agora em

2019, teve diversas premiações internacionais no ano passado.

Entre os destaques está a Cerveja Cevada Pura Oatmeal Stout, que

foi considerada a Melhor do País na sua Categoria no Concurso,

reconhecido como o “Oscar Mundial da Cerveja”. Além disso, essa

mesma cerveja recebeu a Medalha de bronze na Copa Cervezas de

America, competição da qual particiupam rótulos de todo o continente.

Neste mesmo evento ela recebeu o título de “Melhor Dark

British Beer”.

A Cevada Pura Oatmeal Stout é uma cerveja preta com bela espuma

bege, característica do estilo. Seu aroma é achocolatado, com notas

de toffee logo de início. No paladar, referência ao café, porém a aveia

utilizada proporciona cremosidade e ameniza o amargor dos maltes

torrados. Possui aveia na composição, adjunto que quebra um pouco

o amargor dos maltes torrados e atribui textura mais aveludada.

Remete a um aroma de chocolate bem interessante. O teor alcoólico é

de 5,9% e o amargor de 30 IBU. Harmonização: defumados bem passados,

grelhados, ou sobremesas à base de chocolate.

Outras premiações internacionais em 2018:

- Irish Red Ale: Medalha de Ouro no World Beer Awards (WBA);

- American IPA: Medalha de Prata World Beer Awards (WBA) e Medalha

de Prata na Copa Cervezas de America;

- 2001 Medalha de Bronze no World Beer Awards (WBA);

Mais informações: http://cevadapura.com.br

145


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA RESERVE 8

1o Lugar na Libertadores das Cervejas, Prata no

World Beer Awards e no International Beer

Challenge, Considera da Melhor de Sua

Categoria no Continente Americano

Foram muitas premiações internacionais recebidas pela Dama Bier em 2018.

Destaque para a Dama Bier Reserve 8, que acumulou diversas medalhas:

- Medalha de Ouro no South Beer Cup;

Medalha de Prata no World Beer Awards (WBA); Medalha de Prata no

International Beer Challenge; Considerada a Melhor Wood Beer na Copa

Cervezas de America e Medalha de Ouro no evento.

Essa Russian Imperial Stout da empresa repousa em variadas barricas:

carvalho, amburana, bálsamo e sassafrás. Traz notas amadeiradas, além

de remeter a café, melaço e frutas escuras. Com teor alcoólico de 10,5%,

apresenta 65 de IBU.

Mais premiadas da cervejaria internacionalmente en 2018:

- IPA: Medalha de Bronze no World Beer Awards (WBA);

- Eritrina: Considerada a Melhor do País na Categoria no World Beer

Awards (WBA);

- Weiss Medalha de Bronze no World Beer Awards (WBA);

- American Lager: Medalha de Bronze no World Beer Awards (WBA) e no

International Beer Challenge;

- Dedaleiro: Melhor do País na Categoria no World Beer Awards (WBA) e

Medalha de Bronze International Beer Challenge;

- Pilsen: Considerada a Melhor Standard American Beer na Copa Cervezas

de America

Medalha de Ouro no Brüssels Beer Challenge, Medalha de Ouro no European

Beer Star e Medalha de Prata no World Beer Awards (WBA);

- Tupi: Melhor do País na Categoria no World Beer Awards (WBA) e Medalha

de Prata no International Beer Challenge;

- Stout: Medalha de Ouro no International Beer Challenge e Medalha de

Prata no Brüssels Beer Challenge;

Outras informações: http://www.damabier.com.br .

146


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

DAL PIZZOL

MOSCATEL

Medalha de Ouro no Brazil

Wine Challenge

Em meio a mais de 600 outras amostras de quase 20 países,

o Espumante Dal Pizzol Moscatel ficou em primeiro

lugar na avalição realizada durante o Brazil Wine Challenge

201.D

De perlage persistente, borbulhas finas e intensas, aromas

notadamente floral, lembrando flores brancas e um toque

inconfundível de mel, esse espumante apresenta no paladar

estrutura leve com excelente equilíbrio entre açúcar

e acidez, constituindo um grande produto. É ótimo para

acompanhar sobremesas, bolos comemorativos, frutas em

especial morangos frescos e uvas, mousses e sorvetes, em

ocasiões festivas, happy hours, etc.

A empresa faturou outra Medalha de Ouro no mesmo

evento com o Espumante Dal Pizzol Brut Tradicional.

Informações sobre toda a linha: http://www.dalpizzol.

com.br .

147


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA DEBRON

IMPERIAL

STOUT CACAHUATL

Medalha de Ouro no Australian International

Beer Awards e considerada a Melhor do País

e do Mundo na sua Categoria no World Beer

Awards (WBA)

Foram muitos os destaques da DeBron no ano passado, entre eles a

DeBron Imperial Stout Cacahuatl que faturou três comendas internacionais:

Medalha de Ouro na Australia, no Australian International

Beer Awards, e o título de Melhor do País e também Melhor do Mundo

na sua Categoria no World Beer Awards (WBA), evento que é considerado

o Oscar da Cerveja Mundial.

Cerveja escura, robusta e alcoólica, de sensação aveludada, a DeBron

Imperial Stout possui aromas e sabores fortes vindos dos maltes torrados,

notas de frutas secas e escuras, toffee, chocolate e café. Leva

ainda na composição 5 tipos de maltes nobres, rapadura e amêndoas

de cacau, o que a torna uma cerveja mais complexa e original. O teor

alcoólico é de 9,6% e o amargor de 58 IBU.

No ano passado a empresa também comemou outras premiações internacionais:

- Ibis Beer: Medalha de Prata no World Beer Awards (WBA);

- Vienna Lager: Medalha de Bronze no International Beer Challenge.

Informações: http://www.debronbier.com.br .

148


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

FORMOSA

LITTLE BITCH

Primeira Colocada na

“Libertadores

das Cervejas”

Medalha de Ouro Internacional:

essa foi mais uma das conquistas

da cervejaria paranaense Formosa.

Sua Little Bitch recebeu a premiação

máxima na edição 2018 do

South Beer Cup.

Com um bom equilíbrio no amargor

e bem aromática, essa lager

da empresa apresenta 3,9% de

teor alcoólico e 27 IBU. Em destaque

suas notas florais, de frutas

amarelas e características cítricas

remetendo a tangerina à composição,

tornando-a uma explosão de

sabores frutados.

Em tempo: a cervejaria acaba de

receber uma Medalha de Bronze

no segundo maior Concurso Brasileiro

de Cervejas do Festival Blumenau,

segundo maior do mundo.

A premiação foi conquistada com a

sua cerveja Formosa Meretriz.

Mais informações: http://formosapub.com.br

e nas páginas do

Instagram e Facebook .

149


Carta Premiata 2018-2019

DON AFFONSO

DISTINTO MISTELA

Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige e

Medalha de Ouro no Brazil Wine Challenge

O Mistela Distinto Affonso Gasparin traz consigo um pouco da trajetória

e do histórico da Vinícola Don Affonso e de seu fundador, que

elaborava todos os anos um pequeno lote deste vinho que era destinado

originalmente a ser doado e utilizado nas celebrações de missas

da comunidade local.

Com o passar dos anos este vinho passou a fazer parte da rotina das

safras da Don Affonso; desde 1980 se elabora pequena quantidade

deste vinho o que criou um certo histórico de diferentes safras. Na

década dos anos 90 o então recém-formado enólogo André Gasperin

observou potencial neste vinho e desenvolveu um sistema de envelhecimento

inspirado nos vinhos de Jerez através do sistema de criadeiras

e soleiras obtendo então um vinho licoroso típico e característico.

o Distinto é um vinho elaborado de uvas Moscato Bianco, com amadurecimento

mínimo de dois anos em barril madeira de grappia envelhecida,

de grande potencial de guarda e limitado a pequenos lotes

por safra, vinho de assinatura do enólogo e com envelhecimento em

madeira local. O Distinto leva esse nome exatamente por ser um vinho

diferenciado, onde os desafios de cortes e amadurecimentos são

levados ao extremo proporcionando um produto único e desafiador.

A empresa teve também outras premiações internacionais em 2018:

- Distinto Affonso Gasparin Gran Reserva Tinto 2012: Medalha de

Ouro no Brazil Wine Challenge;

- Don Affonso Espumante Prosecco Medalha de Ouro Brazil Wine

Challenge.

Informações e loja virtual no link: www.donaffonso.com.br/

150


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

BREWPOINT

DUNKEL

Medalha de Prata na Copa Cervezas

de America

A Brewpoint Dunkel, segundo lugar na Copa Cervejas de

America 2018, que avaliou cervejas de todo o continente,

é uma cerveja com leve sabor tostado, aroma sutil que remete

ao chocolate e cor cobre acastanhado. Ela harmoniza

muito bem com carne assada, gratinados e fondue.

A empresa também outras medalhas internacionais o ano

passado:

- Brewpoint Lager: Medalha de Prata no South Beer Cup;

- Brewpoint German Pilsner: Medalha de Bronze na Copa

Cervezas de America.

Conheça toda a linha em: www.cervejariabrewpoint.com.br

151


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

DOS CARAS

CALIFORNIA

COMMON

Melhor do País na Sua Categoria

no “Oscar da Cerveja Mundial” e Medalha de

Prata no South Beer Cup

Considerada a “Melhor do Brasil” em sua categoria na avaliação realizada

no World Beer Awards (WBA), um dos maiores e mais relevantes

concursos mundiais de cervejas, a DosCaras California Common

também levou uma Medalha de Prata no South Beer Cup, evento

considerado a “Taça Libertadores” das cervejas artesanais.

A California Common é considerada uma cerveja híbrida por ser fermentada

com levedura Lager a uma temperatura mais elevada, o que

lhe confere características comuns a uma Ale. Com teor alcoólico de

5%, apresenta amargor de 40 IBU. Possui um leve sabor caramelado

proveniente dos maltes e um amargor moderado em equilíbrio com

o corpo médio de final seco. Os aromas do lúpulo remetem a notas

mentoladas, madeira e pinho. Harmoniza muito bem com carnes vermelhas

e embutidos.

Mais informações: http://www.cervejadoscaras.com.br .

152


Carta Premiata 2018-2019

VINHO DON

GUERINO RESERVA

TEROLDEGO

Medalha de Ouro no Brazil Wine Challenge

Seco, encorpado, o Don Guerino Reserva Teroldego é um vinho de

grande personalidade, frutado, e com grande potencial de guarda.

Vemelho, com toques violáceos, traz no aroma frutas vermelhas, chocolate

e especiarias. Em boca apresenta boa intensidade e boa persistência,

com retrogosto agradável.

Outros três vinhos da empresa receberam também a Medalha de

Ouro no Brazil Wine Challenge, onde concorreram com mais de 600

outras amostras de quase 20 países:

- Espumante Don Guerino Espumante Brut Rosé: Medalha de Ouro

no Brazil Wine Challenge;

- Vinho Don Guerino Reserva Merlot: Medalha de Ouro no Brazil

Wine Challenge;

- Vinho Don Guerino Reserva Tannat: Medalha de Ouro Brazil Wine

Challenge.

Informações: https://www.donguerino.com.br .

153


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

SENTA A

PÚA

Medalha de Prata no Spirits

Selection, em meio a mais de

1.300 concorrentes

No ano passado, em um dos maiores concursos

mundiais sobre destilados, o Spirits

Selection do Concours Mondial de

bruxelles, do qual concorreram mais de

1.300 amostras de bebidas provindas de

50 países, a Cachaça Senta a Púa, produzida

pelo Alambique Engenho da Cana, ficou

em segundo lugar de sua Categoria,

reebendo a Medalha de Prata.

Essa cachaça é na verdade um blend de

cachaças envelhecidas em barris de amburana

com um leve toque de Carvalho

Francês. Amarelada, tem aroma marcante,

sabor adocicado efrutado, associado a

baunilha e ameixa, o que permite o melhor

buquê, rementendo ao sabor da cana fresca.

Informações completas no site: www.cachacasentaapua.com.br

.

154


Carta Premiata 2018-2019

155


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA ABOUT

BRAZIL PRATA

Medalha de Ouro na China

Produzida no famoso Engenho Buriti (versão Gold, envelhecida em Amburana),

em Papagaio, MG, e também na Fazenda Vaccaro, em Rio da

Conta, na Chapada Diamantina (versão Silver), a Cachaça About Brazil

nasceu de um projeto de dois amigos: Elliot Aboutboul e Jean Salvador,

ambos impulsionados pela desejo de levar o destilado brasileiro ao

conhecimento e apreciação em todo o mundo.

Medalhista de Ouro na China no ano passado, a About Brazil Prata é

um destilado tipo exportação 100% brasileiro e de qualidade superior,

produzido em uma fazenda sustentável. Sua alta qualidade e sabor

redondo são obtidos através de um método de produção artesanal, produzido

em pequenas quantidades.

Conheça mais sobre a linha em http://aboutbrazil.com, http://www.

engenhoburiti.com.br e http://www.serradasalmas.com.br.

156


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

FORTUNA

BRAUNS TROIKA

BOURBON

WOOD AGED

Bronze na Taça Libertadores das

Cervejas Especiais

Em meio a concorrência recorde, com mais de 1.500

cervejas inscritas e apenas 72 medalhas distribuídas,

a Cerveja Fortuna Brauns Troika Bourbon Wood

Aged ficou em terceiro lugar no disputado South

Beer Cup do ano passado, evento que é considerado a

“Taça Libertadores das Cervejas”.

Produzida em parceria com a também paranaense

Brauns Bier, essa cerveja tem teor alcoólico de 9% e

passa por uma maturação de 12 meses em barris de

rum. No estilo Russian Imperial Stout, tem ótimo corpo,

é licorosa e traz notas de café, nozes, chocolate

amargo e frutas secas, além de baunilha.

Acompanhe mais sobre a empresa nas páginas do Facebook

e Instagram e obtenha mais informações no

site http://www.cervejariafortuna.com.br .

157


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE ORUS

EDIÇÃO ESPECIAL

SILVIA 1972

NATURE ROSÉ CLAIR

Entre os Melhores da América do Sul

Na edição 2018 do Descorchados, o principal e mais referencial

guia de vinícolas sul-americanas, o Espumante Orus Edição

Especial Silvia 1972 foi considerado o melhor espumante brasileiro

do ano.

Com 30 meses de maturação em garrafa, este espumante é uma

homenagem do enólogo Adolfo Lona à sua esposa de mesmo

nome e ao de matrimonio do casal. É um espumante complexo

de grandes qualidades visual, olfativa e gustativa, que faz par

aos melhores do mundo.

Acompanha muito bem pratos como ganso ensopado, linguado

assado com batatas cozidas, feijão branco com toucinho, mariscos

e espaguete em molho de lingüiça e creme de cebola (Spaghetti

alla norcina), entre outros.

Mais sobre a linha completa da empresa em: http://www.adolfolona.com.br

.

158


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

MUF’S ICE DEMI SEC

ROSÉ

Medalha de Ouro no Brazil Wine Challenge

Concorrendo lado a lado com produtos vindos de outros 18 países, o

Espumantes Muf’s Ice Demi Sec Rosé 2016 ficou em primeiro lugar

na avaliação do Brazil Wine Challenge 2018, evento organizado pela

Associação Brasileira de Enologia (ABE).

Elaborado a partir das variedades Malbec, Merlot e Chardonnay, é um

espumante jovem, para ser tomado com gelo. Traz no aroma notas de

frutas vermelhas, cereja, morango e flores brancas. Refrescante, é levemente

adocicado.

A empresa também levou a Medalha de Ouro no mesmo concurso com

o Muf’s Espumante Moscatel 2017.

Conheça a linha em: http://espumantemufsreserve.com.br/ .

159


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA AL FERO

OATMEAL STOUT

Medalha de Ouro no World Beer Awards (WBA)

Em um dos mais disputados concursos globais, tanto que é considerado

o Oscar da cerveja Mundial a cerveja Al Fero Oatmeal Stout levou a

Medalha de Ouro de sua categoria.

Com 5,9% de teor alcoólico é uma cerveja que traz aveia em sua composição.

No aroma remete ao chocolate com notas de toffee. Já no paladar

remete ao café. A aveia utilizada proporciona uma ótima cremosidade e

ameniza o amargor dos maltes torrados. Essa cerveja harmoniza com

sobremesas à base de chocolate, como brigadeiro, petit gatéau e tiramissú,

pratos condimentados, como risoto de linguiça, pizza picante

de calabresa, grelhados, feijoada e queijos fortes, como gorgonzola e

gruyère.

Também no World Beer Awards, a cerveja Al Fero Witbier ficou com o

título de Melhor do País na Categoria.

Informações: https://www.facebook.com/pg/alferobirrificio

160


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA FALKE BIER

PEREGRINUS

Medalha de Prata na

Copa Cervezas de America

Lançada em 2018, a Falke Bier Peregrinus já nasceu premiada: ficou

em segundo lugar, Medalha de Prata, na Copa Cerzas de América,

competição em que concorrem rótulos de todo o Continente.

Essa American Pale Ale (APA), bem refrescante, aromática e com corpo

leve, oferece um alto drinkability. Apresenta uma combinação de lúpulos

Mosaic e Equinox, que são extremamente aromáticos, conferindo

notas de frutas cítricas, de casca de limão, lima, menta, maçã e mirtilo.

O teor alcoólico é de 5,4% e seu índice de amargor (IBU) é 34.

Seu nome é inspirado em uma espécie de falcão chamado Falcão-peregrino

(falco peregrinus), o que também remete a uma longa viagem

que o jovem cervejeiro criador da receita realizou anos atrás, partindo

de bicicleta da Itália, atravessando a Alemanha, Bélgica e chegando na

Inglaterra, tendo visitado inúmeras cervejarias, maltearias e fazendas

de lúpulo no caminho.

Conheça toda a linha em: http://falkebier.com .

161


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

HAENSCHBIER IRA

IRISH RED ALE

Primeira Colocação na “Taça

Libertadores das Cervejas”

No ano passado a catarinense Haenschbier recebeu diversas premiações,

entre elas duas em concursos com concorrentes internaiconais.

O destaque vai para a Medalha de Ouro com a sua Haenschbier Ira

Irish Red Ale no South Beer Cup 2018.

Estilo moderno, o Irish Red Ale é essencialmente uma adaptação ou

uma interpretação do estilo popular English Bitter com menos lúpulo e

um pouco de tostado para adicionar cor e secura. É uma cerveja de cor

avermelhada profunda e espuma cremosa, com aroma e sabor remetem

ao malte caramelo. O teor alcoólico é de 5,3%, com 23 IBU.

A Imperial IPA oi a outra premiada da empresa, com Medalha de Prata

na Copa Cervezas de America.

Informações: https://www.haenschbier.com.br .

162


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA ALBANOS

BOHEMIAN PILSNER

Medalha de Ouro no World Beer Awards

(WBA) 2018

Com teor alcoólico de 4,5%, a Albanos Bohemian Pilsener é uma

cerveja de baixa fermentação, maltada, de alto amargor, aroma herbal

e floral.

Essa cerveja, que o ano passado levou uma medalha de Ouro internacional

no WBA, considerado o “Oscar da Cerveja Mundial”, segue

o estilo originado na República Tcheca em 1842.

Outras premiadas internacionalmente da empresa em 2018:

- Cerveja Albanos Brown Ale: Melhor do País na Categoria World

Beer Awards (WBA);

- Cerveja Albanos Pumpkin: Medalha de Prata no World Beer Awards

(WBA).

Informações: https://albanos.com.br/ .

163


Carta Premiata 2018-2019

AURORA RESERVA

CHARDONAY

Ouro no Mundial de Bruxelas Brasil 2018, Ouro

no La Mujer Elige da Argentina 2018, 2o de Sua

Categoria na França, na Grécia e na Espanha

no ano passado

O Aurora Reserva Chardonay é um coloecionador de premiações. Ao

longo dos anos são mais de 15 medalhas de Ouro, mais de 20 de Prata,

quase uma dezena de menções honrosas, além de Medalhas de Ouro

Duplo.

Somente no ano passado foram:

- Medalha de Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil e

no La Mujer Elige, da Argentina;

- Medalha de Prata no Thessaloniki Wine & Spirits Competition, da

Grécia; Medalha de Prata no Concurso Bacchus, da Espanha; e no

Chardonnay du Monde, da França;

- Medalha de Bronze no Challenge International Du Vin, da França;

- Menção Honrosa (Recomendado - Commended) no Decanter World

Wine Awards, da Inglaterra. E neste ano de 2019 já são mais 3 premiações:

Medalha de Prata no Cinve, da Espanha; Medalha de Prata

no Virtus, de Portugal, e Medalha Gran Bacchus de Ouro no Bacchus,

da Espanha Espanha.

Com aromas frutados equilibrados, lembrando maçã verde e abacaxi,

traz um sabor amanteigado e de baunilha provindos da passagem

em barricas de carvalho francês. Bem estruturado, acompanha muitos

pratos, como Chilli, burritos, yakissoba, salada grega, bacalhau com

vegetais, salmão e risoto de frutos do mar.

Ao todo somente contando 2018, a Aurora recebeu outras quase 50

premiações intenacionais para os mais diferentes rótulos.

Informações sobre todas as premiações recebidas e rótulos premiados

no site: http://www.vinicolaaurora.com.br/br

164


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA ASGARD DUNKEL

Entre as top três na

avaliação continental

Com uma internacional Medalha de

Bronze na Copa Cervezas de América

2018, em meio a 1.685 cervejas

avaliadas às cegas, durante três

dias, a Asgard Dunkel tem uma cor

próxima ao ao marrom escuro. No

aroma, remete ao torrado e café.

Com amargor de 15 IBU, apresenta

teor alcoólico de 5%.

A curitibana Asgard é uma fábrica

bar, que ocnta com linha de chopes

em barris e cervejas em garrafas.

Recenmente a Asgard IPA ficou em

terceiro lugar no Concurso Mejor

Ipa de Sudamerica, fo qual particparam

cervejaris do Uruguai, Brasil,

Chile e Peru.

Em tempo: agora em 2019 a Asgard

recebeu mais uma medalha internacional,

foi a Prata no concurso

Mejor IPa de Sudamerica, para sua

versão English IPA.

Conheça mais sobre a empresa e

sua linha no site: http://www.asgardcervejaria.com.br

.

165


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA AVUÁ

PRATA

Medalha de Ouro Duplo no San Francisco Wolrd

Spirits Competition (SFWSC) 2018, e Medalha

de Prata em 2019

Produto tipo exportação, de alta qualidade, a Cachaça Avuá é produzida

na cidade do Carmo, no RJ, na Fazenda da Quinta, reconhecida por

diversas premiações naconais e internacionais.

A Avuá é um projeto do empresário Nate Whitehouse, que iniciou sua

exportação para América do Norte em 2013, e desde então com a ajuda

de influentes bartenders e profissionais de bar vem demonstrando a

alta qualidade deste destilado fino brasileiro nos EUA.

Além da versão Prata, premiada com Medalha de Ouro Duplo no San

Francisco World Spirits Competition (SFWSC) do ano passado, a versão

Amburana também levou a Medalha de Prata na mesma edição

do concurso. Em tempo: agora em 2019 a Avuá Prata comemora mais

uma premiação, a Medalha de Prata no San Francisco World Spirits

Competition.

Mais informações sobre a bebidas: www.avuacachaca.com.br .

Informações sobre o produtos no Brasil: http://www.cachacadaquinta.com.br

166


Carta Premiata 2018-2019

BACKER FARGO 46

WEE HEAVY

Medalha de Ouro no World Beer

Awards (WBA)

Medalha de Ouro no “Oscar da Cerveja Mundial!, a Fargo 46 é uma

cerveja de estilo escocês também é conhecido como Wee Heavy ou

Scotch Ale. É uma homenagem à paixão dos fundadores da cervejaria

por carros antigos. Possui coloração marrom escuro e aromas

maltados intensos, remetendo a caramelo e sutil defumado. De corpo

denso e sabor rico de maltes tostados, apresenta baixo amargor

e final ligeiramente caramelado.

A Backer teve outras cervejas premiadas internacionalmente em

2018:

- Cerveja Reserva do Proprietário: Considerada a Melhor do País de

sua Categoria no World Beer Awards (WBA);

- Cerveja Las Mafiosas Corleone Imperial Red IPA: Medalha de Prata

no World Beer Awards (WBA); e Medalha de Bronze no Australian

International Beer Awards;

- Cerveja Três Lobos Bravo Imperial Porter Medalha de Prata no

World Beer Awards (WBA); e Medalha de Bronze no Australian International

Beer Awards;

- Cerveja Cacau Bomb: Medalha de Prata no Australian International

Beer Awards;

- Cerveja Cabral: Medalha de Bronze no Australian International

Beer Awards;

- Bravo: Medalha de Bronze na Copa Cervezas de America.

Informações: http://cervejariabacker.com.br .

167


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA BAMBERG ALTBIER

Certificado de Excelência na Bélgica, Ouro na

Alemanha, Considerada a Melhor do Brasil no WBA

e Medalha de Prata no International Beer Challenge

A Cervejaria Bamberg, da cidade de Votorantim, no interior paulista, recebeu

diversas premiações internacionais no ano passado.

Entre os destaques está a sua versão Altbier que foi reconhecida entre as

melhores produzidas pelo mundo, com Medalha de Ouro no European Beer

Star, tradicional concurso da Alemanha, título de “Melhor do País na sua

Categoria” no World Beer Awards (WBA), realizado em Londres, Certificado

de Excelência (Certification Of Excellence)no Brüssels Beer Challenge,

da Bélgica; e Medalha de Prata também no Reino Unido, no International

Beer Challenge.

Essa cerveja é uma das maiores colecionadoras de prêmios da empresa.

De alta fermentação e com boa presença do lúpulo, harmoniza com pratos

apimentados e gordurosos, carnes vermelhas e de caça.

A empresa recebeu outras premiações internacionais em 2018:

- Rauchbier: Medalha de Prata no European Beer Star; Melhor do País na

Categoriano World Beer Awards (WBA); Medalha de Prata no International

Beer Challenge e Medalha de Bronze no Australian International Beer

Awards.

- Electra: Medalha de Prata no Australian International Beer Awards e Medalha

de Bronze International Beer Challenge;

- Schwarzbier: Medalha de Bronze no Australian International Beer Awards;

- Sepultura Ale: Medalha de Prata no International Beer Challenge 2018;

- Votorantinner Sauer: Medalha de Prata na Copa Cervezas de America;

- Moshpit Ale: Medalha de Prata no Australian International Beer Awards;

no International Beer Challenge 2018 e no Medalha de Prata World Beer

Awards (WBA);

- Mocobreja: Medalha de Ouro no World Beer Awards (WBA).

Mais informações: http://cervejariabamberg.com.br .

168


Carta Premiata 2018-2019

CAVE ANTIGA

VINHO

LICOROSO

2000

Medalha de Ouro no Brazil

Wine Challenge

Concorrendo lado a lado com vinhos provindos de mais

de 600 rótulos provindos de 18 países países, o Cave

Antiga Licoroso 2000 levou a Medalha de Ouro. Esse

vinho é elaborado a partir da uva Moscato.

De Farroupilha, no RS, a Cave Antiga nasceu de um sonho

dos mais destacados enólogos da Serra Gaúcha e

tem orgulho de estar entre as vinícolas que revolucionaram

a vitivinicultura brasileira. Ano passado a empresa

completou 70 anos de fundação, acumulando diversas

premiações em sua história.

www.caveantiga.com.br

169


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

BOTOCUDOS

TRIBUS

Terceiro Lugar na Copa Libertadores das

Cervejas

Medalha de Bronze no South Beer Cup, a Tribus da mineira Botocudos

é uma cerveja bem especial, que leva em sua preparação polpa de

cajá, trazendo características únicas, além de contar com um Double

Dry Hopping dos lúpulos Mosaic, Columbus e Chinook, processo

para intensificar os aromas cítricos.

Há apenas dois anos no mercado, a Botocudos é considerada a primeira

cervaria artesanal de Alvinópolis, em MG. O nome da marca

remete ao apelido dado à etnia indígena que habitou a região, que

ficou conhecida por sua força e resistência frente aos colonizadores

portugueses.

Conheça a linha completa no site: https://www.cervejariabotocudos.

com.br .

170


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA BALY

BIER IPA

Primeiro Lugar no World Beer Awards 2018

Com amargor evidente e marcante, a Baly Bier IPA é uma cerveja mais

encorpada, com sabor complexo, aroma de lúpulo bem marcado e fresco.

Tem teor alcoólico de 6,5%. Harmoniza com pratos como hambúrguer de

carne bovina, comida mexicana, picanha ou entrecôte grelhado, além de

doces à base de maracujá.

Essa cerveja recebeu a Medalha de Ouro em um dos principais concursos

mundiais da área, o World Beer Awards 2018. No mesmo evento a empresa

ainda levou a Medalha de Prata com a versão Pilsen.

Mais informações: www.facebook.com/pg/cervejabalybier

http://bebidasgrassi.com.br/

CERVEJA BIG JACK

VA BENE

Considerada a Melhor Lager da Amércias

Medalha de Ouro na Copa Cervezas de América no ano passado, e com

o título de Melhor Lager das Américas, a Big Jack Va Bene é uma cerveja

bem versátil, para diversas ocasiões de harmonização.

Cerveja do tipo premium Pilsen, tem corpo leve, aromas sutis florais

de lúpulos alemães combinados com sabor do malte pilsen lembrando

cereais e casca de pão.

Mais sobre a linha da empresa no site: https://bigjackbeer.com.br .

171


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

CHANDON RÉSERVE

BRUT

Medalha de Ouro Brazil no Wine Challenge e

Medalha de Prata no Vinalies, da França

Elaborada a partir do clássico “assemblage” de três variedades da

Serra Gaúcha Riesling Itálico, Chardonnay e Pinot Noir, o espumante

Chandon Réserve Brut traz no aroma frutas cítricas, flores brancas,

frutas secas e delicado aroma de pão fresco.

Harmoniza muito bem com ostras frescas, saladas verdes, sushis e

sashimis, queijos leves e carne branca.

No ano passado a empresa recebeu duas outras premiações internacionais:

- Espumante Chandon Riche Demi Sec: Medalha de Ouro no Brazil

Wine Challenge;

- Chandon Passion: Medalha de Prata no Vinalies.

Mais informações: www.chandon.com.br .

172


Carta Premiata 2018-2019

RESERVA 51 CARVALHO

AMERICANO

3 Estrelas de Ouro no ITQi 2018 da Bélgica

No ano passado, a Cachaça Reserva Reserva 51 Carvalho Americano ficou no topo das

avaliações no prêmio Superior Taste Award (doravante “Prêmio”) concedido anualmente

pelo International Taste & Quality Institute (ITQi), da Bélgica. Ela recebeu 3 Estrelas, o

equivalente a três medalhas de Ouro, na avaliação dos jurados, em sua maioria chefs,

especialistas em bebidas, baristas e sommeliers.

Produzida pela Companhia Müller de Bebidas (Cia. Müller), a linha Reserva 51 completa

neste ano 10 anos de lançamento. Estão disponíveis as versões Única, Rara, Singular e

Carvalho Americano.

As outras três versões também receberam premiações no ITO1 2018, todas obtiveram 2

Estrelas nas avaliações, mostrando toda a excelência dos produtos.

Mais informações: https://www.reserva51.com.br .

173


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA DA

QUINTA AMBURANA

Entre as 30 Melhores do País, Medalha de

Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil 2018

Com um aroma de uma bebida muito fina, intensa e persistente,

remetendo a um bom frutado, notas de caramelo e especiarias, a

Da Quinta Amburana ficou em 23o Lugar na Categoria Ouro no III

Ranking Cúpula da Cachaça, que realiza a cada dois a maior avaliação

mundial do destilado brasileiro.

Leve e equilibrada, essa cachaça também levou a Medalha de Ouro

em 2018 no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil 2018.

Dois outros rótulos da empresa tiveram duas grandes premiações

nacionais no ano passado:

- Cachaça Da Quinta Branca: 10a Colocada na Categoria Brancas no

III Ranking Cúpula da Cachaça;

- Da Quinta Armazenada em Tonel de Carvalho: Medalha Grande

Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasileiro 2018.

Informações completas sobre a empresa no link: http://www.cachacadaquinta.com.br

.

174


Carta Premiata 2018-2019

RESERVA 51

CARVALHO

AMERICANO

Medalha de Ouro Duplo no

Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil

Passando no envelhecimento que varia de 4

a 5 anos em barril de carvalho americano de

primeiro e único uso, a Cachaça Reserva 51

Carvalho Americano traz uma cor acobreada,

intensa e brilhante.

Com boa oleosidade e sem nenhuma partícula

sólida, quando agitada na taça, forma-se uma

lágrima que deve permanecer e sair lentamente

das laterais. Suas notas aromáticas remetem

ao coco, baunilha e caramelo.

Informações completas da linha em: https://

www.reserva51.com.br .

175


Carta Premiata 2018-2019

SANTA ROSA

EXCLUSIVE XIV

Medalha de Ouro Concurso Mundial

de Bruxelas Edição Brasil 2018

Primeiro lugar em um dos maiores e principais concursos

de destilados realizados no País no ano passado,

a Santa Rosa Exclusive XIV é uma cachaça

rara, Extra Premium, de produção limitada. Ela é

envelhecida em tonéis de Carvalho americano e europeu.

Na degustação, traz um conjunto de sensações exclusivas

com nuances abaunilhadas e florais, com

ênfase marcante no amadeirado e frutado.

Outra versão da empresa também recebeu premiações

em 2018:

- Santa Rosa Essence: Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil e Medalha

de Prata na Categoria Armazenada em Madeiras

Brasileiras na Degustação às Cegas da Expocachaça.

Informações completas da linha: http://www.santarosa.com.br

.

176


Carta Premiata 2018-2019

MASSIMILIANO

ESPUMANTE

NATURAL BRUT 2016

Ouro no Brazil Wine Challenge 2018

A CRS Brands foi fundada pela família Cereser em 1926. Os negócios

começaram quando o agricultor João Cereser e sua família resolveram

produzir e comercializar vinhos artesanais com a safra recusada

pelo seu principal comprador, uma indústria vinícola, que estava

passando por dificuldades financeiras na época.

No ano passado foram três premiações internacionais. Destaque para

o Massimiliano Espumante Natural Brut 2016, que recebeu a Medalha

de Ouro no Brazil Wine Challenge. Produzido com as melhores

uvas, tem teor alcoólico de 12,5%. A fermentação na própria garrafa

proporciona uma espuma rica e abundante.De aroma frutado, pode

ser harmonizado com pratos mais sofisticados à base de peixe, frutos

do mar, saladas e queijos finos.

Dois outros produtos da empresa receberam medalhas internacionais

ano passado no Brazil Wine Challene: Georges Aubert Espumante

Natural Brut 2016 e Georges Aubert Espumante Moscatel 2016.

Mais www.crsbrands.com.br .

177


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA DÁDIVA

QUATRE BLANC

Medalha de Ouro World Beer Awards

2018 (WBA)

Com uma medalha dourada nesse concurso que é considerado o

Oscar da Cerveja Mundial, a Cervejaria Dádiva Quatre Blanc nasceu

de uma linha comemorativa aos 4 anos da empresa, uma série de

rótulos especiais unidos pela temática do vinho. Com 12% de teor

alcoólico, Quatre Vierge, Quatre Blanc, Quatre Rouge e Quatre Ménage

têm como base uma Golden Strong Ale e foram apresentadas

em charmosas garrafas rolhadas de 375 ml, de edição limitada.

A medalhista internacional desta linha da empresa foi envelhecida

em barrica de vinho Sauvignon Blanc.

Quatro outras cervejas da empresa foram premiadas com medalhas

internacionais no ano passado:

- Cerveja Dádiva Point of View: Melhor do País na Categoria no World

Beer Awards (WBA);

- Cerveja Dádiva Odonata Amburana: Medalha de Bronze no World

Beer Awards (WBA);

- Cerveja Dádiva Premium Lager: Medalha de Bronze no South Beer

Cup;

- Cerveja Dádiva Hearbeat: Medalha de Bronze no South Beer Cup.

Informações: www.facebook.com/cervejariadadiva

178


Carta Premiata 2018-2019

ENGENHO

DE OURO

CARVALHO

EXTRA PREMIUM

Medalha de Ouro no Spirits Selection

do Concours Mondial de Bruxelles

A cachaça Engenho D’Ouro nasceu a partir de um sonho

laborado por cerca de 20 anos do produtor Francisco

Carneiro, que começou a fazer cachaça, por lazer,

a partir de 1999, marcado e inspirado pela tradição de

mais de 300 anos de história da cachaça de Paraty. A

bebida obtida despertou a atenção da família, dos amigos

e apreciadores por suas características sensoriais e

de agradável sabor, que com o tempo foi se aprimorando

e conquistando prêmios nacionais e internacionais de

qualidade, atraindo cada vez mais apreciadores.

A versão premiada com medalha de Ouro em um dos

mais prestigiados concursos mundiais de destilados

passa por envelhecimento de no mínimo quatro anos em

barril de carvalho francês. Encorpada, com acidez equilibrada,

macia, fina, intensa e persistente, traz no aroma

aquela presença de frutas maduras e baunilha.

Informações: www.engenhodouro.com.br .

179


Carta Premiata 2018-2019

VINHO ERA DOS

VENTOS PEVERELLA

94 Pontos no Guia Descorchados 2018

No ano passado o vinho Era dos Ventos Peverella 2014 figurou no

topo do ranking dos vinhos brasileiros mais bem pontuado em um

dos principais guias da América Latina, o Descorchados, alcançando

94 pontos. Produzido na Serra Gaúcha, traz como destaque a uva

Peverella, originária do Norte da Itália, a primeira vitis-vinífera branca

trazida pelos imigrantes italianos para o Sul do Brasil, ainda no

fim do século 19.

De aparência laranja e teor alcoólico de11,5%, esse vinho é feito com

o suco das uvas macerado com as peles por duas semanas em tinas

de carvalho. É vinificado a mesma forma que um tinto, o que confere

a sua cor especial. A bebida também descansa em barricas de ipê

por dois anos para só então ser engarrafado.

Mais informações: www.eradosventos.com.br

180


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA ESPÍRITO SANTO

BELGIAN DUBBEL

Medalha de Ouro no Brüssels Beer Challenge, Prata no maior concurso

do Continente, Considerada a Melhor de Sua Categoria no “Oscar da

Cerveja Mundial”

No ano passado foram três excelentes

premiações para a Cerveja Espírito

Santo Belgian Dubbel:

- Medalha de Prata na Copa Cervezas

de America;

- Medalha de Ouro no Brüssels Beer

Challenge;

- Considerada a Melhor do País na

Sua Categoria no World Beer Awards

(WBA).

Forte e escura, essa cerveja tem um

teor alcoólico de 7,5%.

Outras premiações internacionais recebidas

pela empresa no ano passado:

- Rauchbier: Medalha de Ouro n o

World Beer Awards (WBA);

- Vienna Lager: Melhor do País na Categoria

no World Beer Awards (WBA);

- Santo Red Al: Medalha de Bronze no

South Beer Cup;

- Imperial Stout: Medalha de Prata no

South Beer Cup.

Mais na página da empresa no Facebook

/cervejariaES e no Instagram @

cervejariaespiritosanto/ .

181


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA COLORADO

GUANABARA WOOD AGED

Medalha de Ouro Duplo na Alemanha, Ouro como Melhor do Continente,

duas Medalhas na Inglaterra e uma na Austrália

Considerada a Melhor do País na Categoria World Beer

Awards (WBA), do Reino Unido, Medalha de Prata no

World Beer Challenge, de Portugal, e também no Medalha

de Prata International Beer Challenge, do, Reino Unido,

Medalha de Bronze no Australian International Beer

Awards: essas são as premiações internacionais da Guanabara

Wood Aged, da Cervejaria Colorado.

Elaborada com rapadura queimada, essa cerveja, que vem

acumulando prêmios desde 2012, harmoniza com

carnes de caça, queijos duros bem maturados,

presunto cru e sobremesas caramelizadas, como

crème brûlée e pudim de leite.

Mais a Colorado Wood Aged não foi a única

cerveja premiada internacionalente da empresa

em 2018. Ao todo, foram mais de 50

medalhas recebidas em concursos internacionais:

- Cerveja Colorado 1998: Considerada a Melhor

do País na Categoria no World Beer Awards

(WBA); Medalha de Ouro no World Beer Challenge;

Medalha de Bronze no International Beer

Challenge; Medalha de Ouro no Frankfurt International

Trophy;

- Cerveja Colorado & Van der Ale Spixi Barley

Wine: Medalha de Ouro no World Beer Awards

(WBA); Medalha de Prata no World Beer Challenge;

Medalha de Bronze no International Beer

Challenge;

- Cerveja Colorado Demoiselle: Medalha de

Ouro no World Beer Awards (WBA); Medalha

de Ouro no World Beer Challenge; Medalha

de Bronze no Australian International Beer

Awards; e Medalha de Prata International Beer

Challenge;

- Cerveja Colorado Murica: Considerada a Melhor

do País na Categoria World Beer Awards

(WBA); Medalha de Ouro no World Beer Challenge;

- Cerveja Colorado Cauim: Considerada a Melhor

do País na Categoria no World Beer Awards

(WBA); Medalha de Ouro no World Beer Challenge;

Medalha de Bronze no International Beer

Challenge;

- Cerveja Colorado Indica: Medalha de Bronze

no World Beer Awards (WBA);Medalha de

182


Carta Premiata 2018-2019

Prata no World Beer Challenge;

Medalha de Bronze no International

Beer Challenge; Medalha

de Ouro Duplo Frankfurt

International Trophy;

- Cerveja Colorado Outback: Medalha

de Bronze no World

Beer Awards (WBA); Medalha de

Ouro de World Beer Challenge e

Medalha de Bronze no International

Beer Challenge;

- Cerveja Colorado Terezinha: Medalha

de Bronze no World

Beer Awards (WBA); e Medalha de

Prata na Copa Cervezas de America;

- Cerveja Colorado Summer Ale:

Medalha de Bronze no World Beer

Awards (WBA); Medalha de Ouro

no World Beer Challenge; Medalha

de Bronze no International Beer

Challenge, e Medalha de Ouro

Duplo Frankfurt International

Trophy;

- Cerveja Colorado Appia: Melhor

do País na Categoria no World

Beer Awards (WBA); Medalha de

Ouro Duplo no Frankfurt International

Trophy;

- Cerveja Colorado Hop Lager:

Medalha de Ouro no World Beer

Awards (WBA); Medalha de Bronze

no International Beer Challenge;

- Cerveja Colorado Ithaca: Medalha

de Prata no World Beer Awards

(WBA); Medalha de Prata no

World Beer Challenge; Medalha de

Bronze no Australian International

Beer Awards; Medalha de Prata no

International Beer Challenge;

- Cerveja Ithaca Wood Aged: Medalha

de Bronzeno International

Beer Challenge; Medalha de Ouro

Frankfurt International Trophy;

- Cerveja Colorado Gabiru: Melhor

do País na Categoria no World

Beer Awards (WBA); Medalha de

Prata no World Beer Challenge;

Medalha de Bronze no International

Beer Challenge;

- Cerveja Colorado Magrão: Medalha

de Bronze World Beer Awards

(WBA) e Medalha de Prata International

Beer Challenge;

- Cerveja Colorado ICI02: Medalha

de Ouro no World Beer Challenge

e Medalha de Prata International

Beer Challenge;

- Cerveja Colorado Hainu: Medalha

de Ouro no World Beer Awards

(WBA);

- Cacau Sour: Medalha de Ouro no

World Beer Challenge;

- Cerveja Cauim 016: Medalha de

Ouro no World Beer Challenge;

Medalha de Bronze no International

Beer Challenge;

- Cerveja Colorado Berliner: Medalha

de Ouro no World Beer Challenge;

- Cerveja Colorado Baltic Porter:

Medalha de Ouro no World

Beer Challenge e Medalha de

Bronze no Australian International

Beer Awards;

- Cerveja Colorado Nassau: Medalha

de Ouro World Beer Challenge

e Nassau Medalha de Bronze

no International Beer Challenge

2018;

- Cerveja Colorado Scotch Ale:

Medalha de Prata no World Beer

Challenge;

- Cerveja Colorado Eugenia: Medalha

de Prata no World Beer Challenge;

- Cerveja Colorado Tripel: Tripel

Medalha de Prata no World Beer

Challenge;

- Cerveja Colorado Oatmeal Stout:

Medalha de Bronze no Australian

International Beer Awards; e Medalha

de Ouro International Beer

Challenge;

- Cerveja Colorado & Virga – Agreste:

Medalha de Bronze no International

Beer Challenge;

- Cerveja Colorado Vixnu: Medalha

de Bronze no International Beer

Challenge;

- Cerveja Colorado Jabuticada

Fruit Beer: Medalha de Prata na

Copa Cervezas de America;

- Cerveja Colorado Saison Mate e

Limão: Medalha de Prata na Copa

Cervezas de America;

- Cerveja Colorado Hainu: Medalha

de Ouro no Frankfurt International

Trophy;

Informações completas de toda a

linha no: www.cervejariacolorado.

com.br .

183


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA FATHACH

IRISH RED ALE

Medalha de Bronze na Bélgica

Premiada com terceiro lugar no disputado Brüssels Beer Challenge,

evento internacional com concurso no qual disputam anualmente

medalhas mais de 1.500 cervejarias de todo o globo, a Fathach

Irish Red Ale é uma cerveja de cor avermelhada e corpo médio. O

lúpulo inglês combinado com o malte caramelo levemente tostado

traz na boca uma sensação de equilíbrio com um leve dulçor e final

seco. O teor alcoólico é de 5,3%.

A Fathach é uma cervejaria com sede em Juiz de Fora, MG.

Mais informações na página da empresa no Facebook: https://

www.facebook.com/pg/cervejariafathac

184


Carta Premiata 2018-2019

VINHO FRANCO

ITALIANO

CENSURATO 2014

Medalha de Ouro Brazil Wine Challenge

Concorrente lado a lado com mais de 600 outras opções finais

provindas de quase vinte países, o Franco Italiano Censurato

2014 é produzido apemas a partir de safras excepcionais.

Ele integra uma reserva envelhecida em barris de carvalho,

trazendo complexidade e um corpo intenso, com evidentes

notas de frutas secas, como passas, damasco e ameixa. O

rótulo oferece uma degustação agradável, proveniente de acidez

equilibrada e tanino fino. Todas estas particularidades

tornaram o Censurato reconhecido, inclusive, internacionalmente.

A empresa também recebeu outra medalha de Ouro no Brazil

Wine Challenge com o Franco Italiano Sincronia Merlot 2015.

http://www.francoitaliano.com.br

185


Carta Premiata 2018-2019

YOO NATURE 2012

Medalha Gran Ouro (Ouro Duplo) no Brazil

Wine Challenge

Com premiação máxima no Brazil Wine Challenge, concurso que

contou com a presença de vinícolas de quase 20 países, o Yoo Nature

2012 é um espumante em que se destaca o aroma de frutas

cristalizadas e leveduras.

Elaborado com uvas 50% Chardonnay, 30% Pinot Noir e 20% Viognier,

o produto também recebeu em 2017 ala premiação no Guia

Descochados, uma das principais publicações da América Latina.

O produto é comercializado pela Empresa Brasileira de Vinificação,

que também recebeu a Medalha de Ouro no mesmo concurso com

o Decima Gran Reserva 2014.

Mais informações: http://www.yoowines.com.br/ , comercial@yoowines.com.br

e pelo whatsapp: whats (54)999-27-7001

186


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

BUENO CUVÉE

PRESTIGE

Medalha de Prata no Effervescents du

Monde, da França, e Ouro no International

Wine and Spirits Competition (IWSC), na

Inglaterra

Elaborado pelo método tradicional francês Champenoise com

as uvas Pinot Noir e Chardonnay, provenientes de Garibaldi,

no RS, no Vale dos Vinhedos, origem dos melhores espumantes

brasileiros, o Cuveé Prestige 2012 passa por envelhecimento

mínimo de 18 meses sobre leveduras em caves subterrâneas e

climatizadas.

Este mesmo espumante já foi eleito o 27º melhor de sua categoria

no mundo, segundo a lista dos 100 melhores espumantes

pelo “Challenge Internacional Euposia”, realizado na Itália.

Outras premiações internacionais recebidas no ano passado:

Bueno Paralelo 31: Medalha de Ouro no Brazil Wine Challenge 2018;

Bueno Bellavista Desirée Brut Rosé: Medalha Gran Ouro no

Brazil Wine Challenge 2018.

Em tempo: neste ano a empresa já comemora mais uma premiação

internacional.

- Bueno Anima Gran Reserva 2015: Medalha de Prata no Concurso

Bacchus, da Espanha.

Informações de todos os rótulos estão disponíveis no site www.

buenowines.com.br .

187


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE GARIBALDI

CHARDONNAY

Três Ouros na Argentina, Ouro na França, Ouro no Brasil, Prata no Reino

Unido, Bronze na Grécia e agora Ouro na Espanha

Com aromas com notas de abacaxi,

maçã e um toque de pão tostado, o espumante

Garibaldi Chardonnay foi um

dos mais premiados da empresa no

ano passado.

Esse espumante recebeu: Medalha de

Ouro no Vinus, da Argentina; Ouro

no Challenge International Du Vin, da

França; Ouro no Brazil Wine Challenge,

concorrendo lado a lado com produtos

de quase 20 países; Ouro no La

Mujer Elige, da Argentina; Medalha de

Ouro no Vinandino e Malbec Ao

Mundo, também da Argentina, e Medalha

de Bronze no Thessaloniki Wine

& Spirits Competition, da Grécia, além

da Medalha de Prata no International

Wine and Spirits Competition (IWSC).

Agora em 2019 também recebeu a Medalha

de Ouro no Bacchus Concurso

Internacional de Vinhos, da Espanha.

Estruturado e cremoso, apresenta acidez

equilibrada e refrescante. Combina

com canapés, sopas cremosas, peixes

crus ou cozidos, frutos do mar, queijos,

frios e patês.

A empresa teve ao todo cerca de 50

premiações em concursos internacionais

no último ano. Confira toda a linha

e as premiações recebidas no site:

http://www.vinicolagaribaldi.com.br/

188


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA BRASSERIE

35 ZOZ #3 GOLDEN

Medalha de Bronze no World Beer

Awards (WBA)

Com 7,2% de teor alcoólico, a Brasserie 35 ZOZ #3 Golden ficou em

terceiro lugar no World Beer Awards (WBA), realizado na Inglaterra,

no ano passado. Suave, com característica maltosa, com o corpo equilibrado

por sabores condimentados, frutados e alcoólicos, apresenta

amargor moderado, sendo bem efervescente, com colarinho espesso e

final com agradável dulçor. Harmoniza com frutos do mar, torresmo,

vitela, cuscuz, massa ao pesto, risoto de abobrinha e salame.

Mais informações da empresa no site: www.brasserie.35.rs .

CERVEJA PAGAN

WARRIORS OF

SCOTLAND

Medalha de Ouro no South Beer Cup

Medalhista de Ouro na chamada Taça Libertadores das Cervejas

Especiais, a cerveja Pagan Warriors Of Scotland tem um

toque especial de whisky, levando malte da bebida em sua

composição. Além disso passa por maturação em barril de

bourbon.

Essa cerveja tem malte que é secado com fogo de turfa, o que

evidencia esse defumado de turfa logo ao abrir a garrafa. Os

aromas secundários são carvalho europeu. O teor alcoólico é

de 9,2%. A Gauden Bier também recebeu outra premiação internacional

em 2018: a sua Bock levou Medalha de Prata no

South Beer Cup.

Conheça mais da linha em: http://cervejapagan.com.br

189


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA GOGÓ

DA EMA MIX

Medalha de Ouro no Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil 2018

A cachaça Gogó da Ema Mix é um destilado fino brasileiro que

descansa por quatro anos em barris de Jequitibá Rosa, que

lhe proporcionam uma uma coloração levemente rosada e um

toque especial no sabor em caipirinhas, drinques ou na degustação

pura bem gelada.

Essa versão foi premiada no ano passado com Medalha de

Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil. Também

recebeu a mesma premiação a Cachaça Gogó da Ema Tradicional.

Mais informaões: http://www.cachacagogodaema.com.br .

190


Carta Premiata 2018-2019

GOGÓ DA EMA

NOX

Medalha de Ouro na China e Medalha de

Bronze na Alemanha

A Cachaça Gogó da Ema Nox recebeu no ano passado a Medalha

de Ouro no China Wine e Spirits Awards (CWSA Best

Value 2018). Além disso também ficou em terceiro lugar (Medalha

de Bronze) no Berlin International Spirits Competition,

da Alemanha.

Com teor alcoólico de 40% é uma que apresenta o mais puro

sabor da cana, cachaça leve, jovem e de acidez baixa.

É armazenada por 24 meses em tanque de inox.

A empresa também faturou duas outras medalhas internacionais

no ano passado:

- Cachaça Gogó da Ema Sublime: Medalha de Prata no China

Wine e Spirits Awards (CWSA Best Value 2018);

- Cachaça Gogó da Ema Reserve 2012: Medalha de Ouro Duplo

no Women’s Wine & Spirits Awards. Em tempo: a Gogó da Ema

está comemorando em 2019 mais uma premiação internacional,

a Medalha de Prata no San Franscisco World Spirits, dos

EUA, em meio a mais de 3.000 destilados de 55 países, com o

seu rótulo Gogó da Ema Reserva.

A Gogó da Ema recentemente lançou uma versão limitada, comemorativa

aos seus 15 anos de existência. Conheça toda a

linha no site: http://www.cachacagogodaema.com.br .

191


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

GUARACIABA

PREMIUM

Medalha de Ouro no mais prestigiado

concurso mundial de destilados

Primeiro lugar de sua categoria no Spirits Selection do Concours

Mondial de Bruxelles, a Guaraciaba Premium é um mistura

de safras armazenadas com média de 8 anos de envelhecimento

em tonéis de Umburana, um blend de sabor único

e aroma diferenciado, com um gosto mais suave, sabor amadeirado

e embalagem mais sofisticada. Acompanha muito bem

sobremesas, salada de frutas e sorvetes.

A empresa também faturou outra medalha no ano passado no

Spirits Selection: Medalha de Prata com a Guaraciaba Jequitibá.

Informações completas sobre a linha da empresa no site: www.

cachacaguaraciaba.com.br .

192


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE CAVE

GEISSE EXTRA BRUT

Ouro no Brasil e no Chile em 2018

O Cave Geisse Extra Brut é um espumante que destaca as melhores

características das variedades Chardonnay e Pinot Noir,

com riqueza de notas e elegância.

Entre as diversas premiações recebidas pelo produto estão

a Medalha de Ouro em 2018 no Brazil Wine Challenge e no

Catad’Or, do Chile.

Complexo e cremoso, apresenta um bom equilíbrio entre acidez

e açúcar. Com boa intensidade aromática, lembra frutas, flores

brancas com toque de nozes, mel e brioche.Harmonizações:

frutos do mar e peixes em geral.

A empresa recebeu outras ótimas premiações em 2018:

- Cave Geisse Blanc de Blanc Brut 2014: Medalha de Ouro

Brazil Wine Challenge;

- Cave Geisse Brut 2016: Medalha de Ouro Brazil Wine Challenge;

- Cave Amadeu Brut: Medalha de Ouro Brazil Wine Challenge;

- Cave Amadeu Rosé Brut: Medalha de Ouro Brazil Wine Challenge

e no Catad’Or;

- Mario Geisse Gran Reserva Carmenère 2018: Medalha de

Prata no Vinalies

Informações: http://www.cavegeisse.com.br .

193


Carta Premiata 2018-2019

GUASPARI VIOG-

NIER VISTA DO

BOSQUE

Medalha de Ouro no Brazil Wine

Challenge, Medalha de Bronze no

Decanter, 93 Pontos no Descorchados 2019

e o título de Melhor Branco do Brasil

Frutado e aromático, o vinho Guaspari Viognier Vista do Bosque

apresenta aromas complexos e intensos que salientam damasco,

nozes e um marcante toque floral. É um vinho equilibrado,

com textura de boca envolvente e final longo.

Recentemente esse mesmo vinho, além das premiações citadas

acima em 2018, foi eleito entre os destaques do Guia Descorchados

2019, que será lançado em abril, recebendo 93 pontos

na avaliação e o título de como o “Melhor Branco do Brasil”.

Também recebeu alta pontuação, 89 Pontos, no Latin American

Wine Guide, outra p ublicação de referência na área.

A empresa também levou outras medalhas internacionaio em

2018 e também 2019:

- Vista do Lago: Medalha de ouro no Chardonnay du Monde.

- Vista da Serra Syrah: Medalha de Prata no Decanter World

Wine Awards e 93 Pontos no Latin American Wine Guide 2019;

- Vista da Mata 2016 C. Franc e C. Sauvignon: 90 pontos no

Latin American Wine Guide 2019;

- Vale da Pedra 2016: Medalha de Bronze no Decanter

World Wine 91 Pontos no Guia Descorchados 2019 e 89 Pontos

o Latin American Wine Guide 2019.

Mais informações: http://www.vinicolaguaspari.com.br

194


Carta Premiata 2018-2019

VINHO LENDAS

DO PAMPA

TEMPRANILLO

Medalha de Ouro no Brazil Wine Challenge

Obtido a partir de colheita manual em vinhedos próprios, com

seleção de cachos e bagas, o Lendas do Pampa Tempranillo

passa por envelhecimento total de 13 meses em barris de carvalho

francês e americano virgem de 13 meses.

Destacando-se pela elegância, oferece um nariz intenso com

notas de frutas vermelhas frescas e toque agradável da maturação

em carvalho. Em boca apresenta seus taninos redondos

e um final longo.

Com Medalha de Ouro no disputado concurso Brazil Wine

Challenge, que teve a concorrência de produtos de quase 20

países, é ideal para harmonizar com carnes vermelhas, além

de queijos amarelos de pasta dura.

No ano passado também recebeu outra medalha de Ouro com

o Lendas do Pampa Tannat 2017 no Brazil Wine Challenge.

E mais: agora em 2019 o Rastros do Pampa Tannat recebeu

agora em 2019 93 Pontos no Guia Descorchados, o mais renomado

da América do Sul.

Informações no site: www.estanciaguatambu.com.br

195


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA ITAJAHY

OCTOPORTER

Medalha de Bronze no Australian

International Beer Awards

A Cerveja Octoporter é uma Robust Porter, com 5,10% de teor

alcoólico e 34 IBUs (unidade de amargor). Ela está entre as

mais premiadas do País. E no ano passado ficou em terceiro

lugar no principal concurso de cervejas da Austrália.

É também o rótulo é o que concentra o maior número de prêmios

da marca do litoral catarinense.

Lançada para homenagear o Porto de Itajaí (SC), cidade sede

da cervejaria e uma das zonas portuárias mais importantes

do Brasil, tem sabor e o aroma que lembram café, chocolate

amargo e lúpulo inglês.

As primeiras três premiações da Octoporter aconteceram em

2014. A cerveja foi ouro no South Beer Cup, bronze no Concurso

Brasileiro de Cervejas e esteve no Best of Show do Italia

Beer Festival. Já em 2017, foram quatro conquistas: prata

no Brussels Beer Challenge e no Australian International Beer

Awards e bronze no International Beer Challenge e no Concurso

Brasileiro de Cervejas.

Mais informações: www.cervejariaitajahy.com.br/site/ .

196


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

HILLNECK

IMPERIAL

PORTER

1o. Lugar no Continente

No ano passado, a Hillneck Imperial Porter

ficou em primeiro lugar na Copa Cervezas

de America, um dos concursos mais

disputados do continentes, recebendo a

medalha dourada na sua excelência nas

avaliações. Apenas para se ter uma ideia

da conquista, participaram do concurso

1.685 cervejas de mais de 18 países, que

disputaram 170 medalhas.

Outro destaque da empresa no ano passado

é o lançamento da versão Imperial Porter

Barrel Aged Series, envelhecida em barril

de uísque. De corpo licoroso, notas de

madeira muito bem presentes, essa cerveja

A Hilneck é uma cervejaria gaúcha, com

sede no interior do Estado, na cidade de

Mato Castelhano.

Mais informações: www.hillneckstore.business.site/

.

197


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA HAUSEN

BIER DUNKEL

Ouro e Bronze na Inglaterra, Prata na

Austrália e na Bélgica, e Bronze no México

Rótulo mais premiado da empresa, com cerca de 10 medalhas

conquistadas em quatro anos, a Hausen Bier Dunkel foi condecorada

no ano passado com:

- Medalha de Ouro no World Beer Awards (Inglaterra);

– Medalha de Prata no Australian International Beer Awards

(Austrália) e no Brüssels Beer Challenge;

– Medalha de Bronze no Aro Rojo (México) e no International

Beer Challenge(Inglaterra).

Essa Schwarzbier possui coloração escura, colarinho bege e

persistente, corpo médio e final seco e equilibrado. Com notas

de torrefação, café, chocolate e caramelo devido aos três maltes

especiais torrados utilizados, harmoniza com presunto cru,

churrasco e feijoada.

Mas foram muitas as premiações internacionais recebidas pela

empresa em 2018:

- Keller: Considerada a “Melhor do País” (Country Winner) no

World Beer Awards;

- Bock: Medalha de Ouro no World Beer Awards (WBA) e Medalha

de Bronze no International Beer Challenge;

- Vienna: Medalha de Prata no World Beer Awards (WBA), Medalha

de Bronze no Australian International Beer Awards e

Medalha de Bronze no International Beer Challenge;

- Pilsen: Medalha de Prata no World Beer Awards (WBA);

- IPA: Medalha de Bronze no World Beer Awards (WBA);

Informações: www.hausenbier.com.br

198


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA BADEN

BADEN RED ALE

Medalha de Ouro no South Beer Cup

Ouro Brüssels Beer Challenge, Prata no World Beer Awards (WBA),

Bronze no Australian International Beer Awards e no International Beer

Challenge

Muito premiada em 2018, com destaque para as mdalhas internacionais

citadas acima, a Baden Baden Red Ale é uma encorpada e aveludada.

Tem elevado e persistente amargor, equilibrado por um agradável sabor

adocicado residual.

Seu aroma reúne características tostadas e carameladas, além da intensa

presença de lúpulo herbal. Segue o estilo Double Red, com teor

alcoólico de 9,2%. Por ser uma cerveja forte, acompanha pratos robustos

e intensos, como carnes de porco e de caça com molhos codimentados, e

queijos azuis como Stilton e Gorgonzola.

A Baden Baden faz parte do grupo Heneiken do Brasil. Somente no ano

passado foram cerca de 30 medalhas internacionais recebeidas com as

marcas da empresa, tais como Eisebahn, Schin e a própria Baden Baden.

Mais informações: https://www.badenbaden.com.br/

CERVEJA HEMMER

BROWN ALE

CHOCOLATE

Medalha de Prata no Australian

International Beer Awards

Cerveja escura extra tipo Brown Ale, a Hemmer Brown Ale

Chocolate é feita com nibs de cacau da Fazenda São José em

Barro Preto, na Bahia. De coloração marrom escuro, com espuma

bege claro, densa, apresenta aromas de chocolate e café.

Harmoniza bem com carnes de caça e grelhadas, presunto

cru, massas ao molho funghi e sobremesas à base de chocolate

e café. Veja mais informações sobre a empresa no site:

www.hemmer.com.br/

199


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

HORTÊNCIA H

MOSCATEL

Medalha de Ouro Brazil Wine Challenge

O Brazil Wine Challenge é um dos principais concursos vinícolas

realizado na América Latina. Na edição 2018 do evento

participaram mais de 600 amostras de vinnhos provenientes

de quase 20 países.

E foi neste disputado evento o Espumante Hortência H Moscatel

recebeu a medalha dourada na avaliação dos jurados.

A Vinícola Hortência tem sede em Flores da Cunha, no RS, e

nos últimos anos têm recebido diversas premiações. Destaca-

-se pela sua linha de excelente custo-benefício.

Mais informações: www.vinhoshortencia.com.br .

200


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

IMIGRAÇÃO

ROLETA RUSSA

EASY IPA

Medalha de Prata na Copa Cervezas

de America

Medalha de Prata em um dos maiores concursos anuais do

continente, a Cerveja Imigração Roleta Russa Easy IPA é

uma cerveja com alta drinkability, amargor médio e baixo

teor alcoólico.

Versão mais leve das cervejas extremas da família, traz

uma coloração amarelo claro, espuma branca de boa formação

e persistência. Seu aroma e sabor cítrico remetem

a frutas tropicais e amarelas, como maracujá e mamão papaia.

Outras cervejas da empresa receberam medalhas internacionais

em 2018:

- Tripel: Medalha de Bronze no South Beer Cup;

- APA: Medalha de Bronze na Copa Cervezas de America;

- New England IPA: Medalha de Bronze na Copa Cervezas

de America;

- Framboise: Medalha de Bronze na Copa Cervezas de

America.

Informações: www.cervejaroletarussa.com.br/

201


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

JOLIMONT

MOSCATEL

Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige

Espumante raro e reconhecido em concursos de prestígio internacional,

o Jolimont Moscatel reebeu Medalha de Ouro Duplo

no ano passado em um importante concurso na Argentina,

o La Mujer Elige.

Elaborado a partir da uva Moscato, tem acidez equilibrada e

açúcares naturais. Apresenta qualidade peculiar, com espuma

cremosa e borbulhas finas de boa intensidade. Possui aromas

florais e frutados, de cor levemente amarela, límpida e brilhante.

Outros vinhos da empresa receberam medalhas internacionais

no ano passado:

- Jolimont Recolte Secrete – Cabernet Sauvignon: Medalha de

Prata no Challenge International Du Vin;

- Gran Reserva Cabernet Sauvignon: Medalha de Prata no Vinalies

Internationales 2019.

202


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA HUNSRUCK GRODZISKIE

Medalha de Prata na

Taça Libertadores das

Cervejas Especiais

Medalha de Prata no ano passado

no South Beer Cup, a Cerveja

Hunsruck Grodziskie segue um

estilo histórico da Polônia, na qual

a receita leva trigo maltado que foi

defumado em carvalho. De coloração

clara e cor dourada, apresenta

alta carbonatação e um forte sabor

dee aroma defumados. Esse tipo de

cerveja já foi apelidado de “Champanhe

Polaca”.

Recenmente, na edição 2019 do

Concurso Brasileiro de Cervejas do

Festival de Blumenau a Hunsruck

recebeu a Medalha de Ouro de sua

Categoria.

Mais informações da linha completa

da empresa: http://www.hunsruck.com.br/

203


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA HEATS

BRAZIL PREMIUM

CARVALHO

Medalha de Prata no Spirits Selection

Lançada exatamente em 2018 em uma versão com garrafa personalizada

em caixa de madeira, exclusiva e numerada, a Heats

Brazil Premium Carvalho provém de plantio orgânico.

Triplamente filtrada no processo de destilação, a fim de retirar

todos os contaminantes e metais pesados, é uma cachaça fina,

que no ano passado recebeu Medalha de Prata no Spirits selection,

do Concours Mondial de Bruxelles, um dos principais na

área de destilados em todo o mundo.

A Heats Brasil é uma marca da HB Agroindústria, com sede em

Paraíso, SC. É uma cachaça produzida para consumidores exigentes,

artesanal, feita em alambiques de cobre e sofisticada.

Mais informações: http://heatsbrazil.com/

204


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA JOPS

MANNHEIM

Entre as Melhores do Continente

No ano passado, a Cerveja Jops Mannheim recebeu no

ano passado a Medalha de Bronze na Copa Cervezas de

America, ficando no Top 3 e sua categoria no continente .

Cerveja clara puro malte, bem atenuada, de cor dourada

com colarinho persistente e elegante, essa cerveja traz

amargor e aroma representam o que há de melhor das

cervejas alemãs. O teor alcoólico é de 5,2% e o a margor

de IBU 24.

Mais informações: www.cervejariajops.com.br/ .

CERVEJA KESSBIER

MARZEN

Medalha de Bronze no South Beer Cup

Com teor alcoólico de 4,5%, a Cerveja Kessbier Marzen tem uma coloração

avermelhada, decorrente do uso de maltes alemães caramelizados,

e corpo médio. É o estilo das cervejas da Oktoberfest alemã,

leve e refrescante, harmonizando bem com comida típica alemã.

A Kessbier foi a primeira cervejaria artesanal no Estado de Mato

Grosso a elaborar produtos em diversos estilos e com qualidade

equiparável à que é produzida nos melhores centros da Europa e

Estados Unidos.

Recentemente essa cerveja também levou a Medalha de Prata no

Concurso Brasileiro de Cervejas do Festival de Blumenau 2019

Mais informações: http://www.kessbier.com.br/

205


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

KINGBIER IPA

Medalha de Ouro no South Beer Cup

A KingBier é um cervejaria de Vilha Velha, no ES. No ano

passado ficou em preimeiro lugar no South Beer Cup,

com a sua cerveja Kingbier IPA.

Cerveja de puro malte agradável e equilibrada, com

amargor assertivo, notas de bouquet e cítrico, esse rótulo

tem coloração acobreada e de espuma consistente.

Harmoniza perfeitamente com comidas condimentadas

e picantes, carnes grelhadas ou assadas. Apresenta IBU

55,5 (Percentual de amargor) e graduação alcoólica de

6,4 %.

A Session Ipa da empresa foi outra medalhista de Ouro

internacional da empresa em 2018. Ficou em primeiro

lugar de sua categoria na Copa Cervezas de America.

Outras informações

http://kingbier.com.br/site/

206


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

KÖNIGS BIER

CATHARINA

SOUR MAÇÃ E

CANELA

Três Ouros internacionais em 2018

A Königs Catharina Sour Maçã e Canela é uma cerveja

leve que possui em sua composição maçã, canela e

lactobacilos, composição que lhe confere um sabor leve

e refrescante. A receita foi inspirada na cerveja alemã

Berliner Weisse, típica da região de Berlim.

No ano passado foram três medalhas de Ouro recebidas:

World Beer Awards (WBA); Medalha de Ouro

South Beer Cup; e International Beer Challenge 2018.

Entre as ótimas harmonizações estão Arenque (peixe),

torta de limão, frutas tropicais e sobremesas cítricas.

A empresa teve outras medalhas internacionais em 2018:

- Rauchbier: Certificado de Excelência (Certification Of

Excellence) no Brüssels Beer Challenge; Bronze no

World Beer Awards (WBA), Bronze no South Beer Cup, e

Medalha de Prata no International Beer Challenge;

- Weizen: Medalha de Bronze no World Beer Awards (WBA);

- Lager: Medalha de Bronze no International Beer Challenge.

www.konigsbier.com.br

207


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA KRUG

BIER INOCENCIA

Medalha de Prata de Copa Cervezas

de America

Integrante da linha Expressionista da Krug Bier, a Inocência

é uma cerveja do estilo Belgian Tripel, que tem

aroma complexo de fenóis que remetem a cravo e canela.

Apresenta um fundo de frutas amarela com médio amargor

e ótimo drinkability.

Seu teor alcoólico é de 8% e seu IBU de 27. Combina perfeitamente

com risoto de brie com damasco, pato confitado

e torta de frutas cítricas com merengue.

No ano passado ficou em segundo lugar da avaliação do

continente, recebendo a Medalha de Prata na Copa Cervezas

de America.

Conheça toda a linha: https://krug.com.br/

208


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA LA BIRRA AUSTRALIAN

PALE ALE

Medalha de Ouro no South Beer Cup

A Cerveja La Birra Australian Pale Ale aliando as técnicas

europeias e ingredientes locais, uma cerveja

com raiz britânica e alma australiana.

Apresenta um corpo seco e leve, lúpulo australiano

acentuado, aromas marcantes florais e frutados

que lembram maracujá e melão.Tem 5,6% de

ABV e 32 IBU.

No ano passado recebeu a Medalha de Ouro de seua

Categoria no South Beer Cup, que é considerado a

“Taça Libertadores das Cervejas Especiais”.

Conheça toda a linha no site: http://www.labirracervejaria.com.br

.

209


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

MATRIARCA

Duas Medalhas de Ouro no Spirits

Selection em 2018, e um Ouro

Duplo e um Ouro nos EUA em 2019!

De Caravelas, na BA, a Cachaça Matriarca conquistou

duas excepcionais Medalhas de Ouro em

2018 naquele que é considerado um dos mais influentes

e disputados concursos mundias de destilados,

o Spirit Selection, que no ano passado recebeu

mais de 1.300 inscrições provindas de mais de

50 países. As versões premiadas foram a Matriarca

Jaqueira e a Matriarca Prata.

A Matriarca Jaqueira passa por aramazenamento

envelhecida em barris de Jaqueira, o que lhe proporciona

uma coloração exótica, amarelo canário,

líquido translúcido e vivo, além de um retrogosto

frutado. Já a Matriarca Prata não passa por envelhecimento.

Amnas passam po destilação em

alambique de cobre.

Em tempo: A Matriarca Ouro Jaqueira e a Matriarca

Prata acabam de receber mais dus premiações

internacionais, agora nos EUA, respectivamente

Medalha de Ouro e e Medalha de Ouro Duplo no

San Francisco World Spirits Competition (SFWSC).

Informações: www.matriarca.com.br

210


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

FERRAGANI ROSÉ

BRUT 2014

Medalha de Ouro no Brazil Wine Challenge

Elaborado em um processo de alta seleção dos melhores cachos

e bagas, com uvas colhidas manualmente e sendo maturado

por 24 meses, o espumante Ferragani Rosé Brut 2014 possui

perlage fina e elegante. Apresenta sabor harmônico, refrescante

e intenso. A graduação alcoólica é 12%.

Provém de uvas 100% uvas pinot noir de vinhedos próprios,

sendo produzido em parceria com a vinícola Luiz Argenta, em

Flores da Cunha, RS. Harmonização : culinária japonesa, massas

com molhos aromáticos,camarão e lagostas.

Mais informações: http://livimport.com.br

211


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA LOHN

BIER CARVOEIRA

1 Título de “The Best of Show”,

2 Medalhas de Ouro, 2 de Prata e

1 de Bronze internacionais somente

em 2018

Cerveja forte, escura, que leva na receita Funghi sechi e

Comaru tipo Stout, a Lohn Bier Carvoeira é uma das cervejas

brasileiras com mais premiações internacionais desde

o seu lançamento em 2015. Somente no ano passado a

tradicional e suas versões especiais receberam:

- Carvoeira: Medalha de Ouro no World Beer Awards

(WBA); Medalha de Prata no World Beer Cup; Considerada

a Best of Show South Beer Cup;

- Carvoeira Wood Aged: Medalha de Ouro World Beer

Awards (WBA)

- Carvoeira Pimenta: Medalha de Prata no World Beer

Awards (WBA);

- Carvoeira Café: Medalha de Bronze no World Beer

Awards (WBA).

Agora em 2019, a cerveja também recebeu duas novas

premiações nacionais:

- Carvoeira: Medalha de Ouro no Concurso Brasileiro de

Cervejas do Festival e Blumenau;

- Carvoeira Pimenta: Medalha de Prata no Concurso Brasileiro

de Cervejas do Festival e Blumenau;

A Carvoeira possui teor alcoólico de 9,5% e amargor de 60

IBU. É uma Imperial Stout densa, complexa com notas

amadeiradas e aroma de baunilha. Na verdade, apresenta

uma excelente combinação entre lúpulo inglês, grãos brasileiros

e sabores exóticos. É de fácil harmonização, principalmente

com sobremesas à

base de chocolate, banana, ou até crème brûlée.

A empresa faturou ainda diversas ouras premiações internacionais

ano passado, como a sua IPA Serra Do Rio Do

Rastro, que recebeu a Medalha de Ouro no World Beer

Awards (WBA).

Informações sobre toda a linha estão disponíveis no site:

www.lohnbier.com.br .

212


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA BENEDITA FURRUNDU

STOUT

Medalha de Bronze na

Copa Cervezas de

America

As matogrossenses Louvada e Benedita

são parceiras na produção

dessa cerveja que conquistou um

importante terceiro ugar de sua

categoria na edição 2018 do South

Beer Cup, concurso reconhecido

como a Taça Libertadores das

Cervejas Especiais.

Essa cerveja tem uma exclusiva

fórmula que leva o tradicional

doce de mamão cuiabano, o furrundu.

Benedita, que tem uma

exclusiva fórmula que leva o tradicional

doce de mamão cuiabano,

o furrundu, que também leva na

receita gengibre e rapadura. Produzida

com puro malte de cevada,

essa cerveja tem teor alcoólico de

6,5% e 93 de IBU.

Mais informações: https://web.

facebook.com/pg/cervejabenedita

e http://www.cervejarialouvada.

com.br .

213


Carta Premiata 2018-2019

LUIZ ARGENTA

CAVE 8 ANOS

CHARDONNAY

Ente os melhores sulamericanos

Com 92 Pontos na edição do ano passado do Guia Descorchados,

o Luiz Argenta Cave 8 Anos Chardonnay tem

aromas onde ficam bem evidentes a baunilha, o mel e as

flores secas.

De um amarelo dourado intenso com reflexos alaranjados,

possui estrutura potente, com traços evidentes de uma

oxidação controlada através da micro-oxigenação pela

barrica. É considerado um “vinho de meditação”, que deve

ser apreciado lentamente para que os aromas possam evoluir

na taça.

Para conhecer mais deste vinho e da linha, acesse: https://www.boutiqueluizargenta.com.br

.

214


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

MAFIOSA

CONSIGLIERI

Medalha de Ouro South

Beer Cup

Primeiro lugar na Copa Libertadores das

Cervejas Especiais, a Mafiosa Consiglieri é

uma Double IPA com 70 IBUs e 7,6 % de teor

alcoólico. Possui na receita maltes de cevada

e trigo e flocos de aveia, que trazem maior

cremosidade. Tem aromas bem frutados, cítricos

e tropicais.

No ano passado também faturou a Medalha

de Ouro no estilo Imperial or Double India

Pale Ale no Festival Brasileiro da Cerveja

2018.

A Mafiosa é uma cervejaria paulista com

sede em Valinhos, próxima da capital.

Informações: wwww.mafiosacervejaria.com.br

215


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

GRAN LEGADO

CHAMPENOISE

BRANCO BRUT

Medalha de Ouro no Brazil Wine

Challenge

Em um dos princiapis e mais disputados concursos tradicionais

do continente, o Gran Legado Brut Champenoise

recebeu a medalha dourada no Brazil Wine Challenge

2018.

Elaborado através do método Champenoise, onde a fermentação

ocorre lentamente na própria garrafa, combina

perfeitamenteas uvas Chardonnay e Pinot Noir oriundas

de vinhedos próprios localizados no Vale dos Vinhedos.

Apresenta uma linda cor amarela com reflexos dourados

brilhantes, borbulhas ativas intensas, um envolvente aroma

que evidencia o seu tempo de maturação e um paladar

perfeitamente equilibrado e prazeroso.

No ano passado a emptesa também recebeu mais uma medalha

internacional:

- Gran Legado Espumante Charmat Brut Rosé: Medalha

de Prata no Vinalies, da França.

Informações completas no site: www.granlegado.com.br

216


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA MANIACS

REBELLION KOFE

Medalha de Prata no South Beer Cup 2018

A Maniacs Rebellion Kofe, uma Russian Imperial Stout com café

maturado em barris de Bourbon, ficou em segundo lugar no ano

passado na categoria Coffee Stout or Porter no South Beer Cup

2018, evento que é considerado a Taça Libertadores das Cervejas

Especiais.

Lançada no ano passado, essa cerveja possui 13% de teor alcoólico

e 71 IBU.

Faz parte da linha Rebellion da Maniacs, que possui mais três

rótulos: Baltic Porter, com 10,7% de ABV e 71 IBU, Run Sweetie,

uma Strong Dark Ale com 9,3% de ABV e 21 IBU, e Russian

Imperial Stout maturada com espirais de carvalho e bourbon

com 12,7% de ABV e 71 IBU.

Informações: https://maniacs.com.br

217


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

MATRIARCA

OURO

JAQUEIRA

Entre as 50 Melhores do Brasil de

sua categoria

No ano passado, a Cachaça Matriarca Ouro Jaqueira

ficou na 32a Colocação na Categoria Ouro

no III Ranking Cúpula da Cachaça.

Essa cachaça, que acaba de receber uma medalha

de Ouro em São Francisco, nos EUA, é excelente

para harmonizar com aperitivos, junto com carnes

de caça, porco e comidas gordurosas.

A empresa, que tem distribuição em São Paulo,

possui sede no Sul da Bahia. Na linha também estão

disponíveis as versões Prata, Ouro em Bálsamo

e Ouro em Umburana.

Saiba mais em http://www.matriarca.com.br .

218


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

BRUT ROSÉ

VEZZI MAXIMO

BOSCHI

Medalha de Ouro Brazil Wine

Challenge 2018

Primeiro lugar nas avaliações do Brazil Wine Challenge de

2018, concurso realizado no Brasil mas que contou com a

participação de quase 20 vinte outros países, o espumante

Brut Rosé Vezzi Maximo Boschi é produzido a partir de

25% Chardonnay, 55% Riesling Itálico e 20% Merlot.

Rosé de média intensidade, mesclando vermelho cereja

com fundo de salmão, perlage fino e persistente com

coroa espessa e duradoura, remete no olfato a notas de

frutas vermelhas como cassis fresco e cereja, combinados

ao sutil toque de confeitaria, o que lhe dá fineza

com leve complexidade, e no paladar a uma explosão de

frutas frescas. Combina com queijos leves, aperitivos e

entradas leves, peixes e frutos do mar, massas, pizzas,

culinária oriental e pratos de codimentação leve.

Também no Brazil Wine Challenge 2018, a empresa faturou

outras duas Medalhas de Ouro com os rótulos Maximo

Boschi Biografia Merlot 2008, Maximo Boschi Espumante

Racconto 2016, e também uma Medalha Gran Ouro com

o seu Maximo Boschi Espumante Biografia 2011.

Mais em: www.maximoboschi.com.br/

219


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

MEA CULPA

HUMILDADE

Prata no South Beer Cup e Bronze

na Copa Cervezas de America

Com segundo lugar (Medalha da Prata) no South

Beer Cup, que é considerado a Taça Libertadores

das Cervejas Especiais, e terceiro lugar na Copa

Cervezas de América, um dos maiores concursos

internacionais, a Cerveja Mea Culpa Humildade é

uma Session India Pale Ale bem equilibrada. De

amargor agradável, remete nos aromas a notas de

maracujá, laranja e manga. O teor alcoólico é de

4,2% e o amargor de 42 IBU.

No ano passado o rótulo Mea Culpa Inveja também

ficou entre as melhores do continente com Medalha

de Prata na Copa Cervezas de America.

EM TEMPO: em 2019, no Festival de Blumenau, a

empresa levou uma Medalha de Prata com a cerveja

Mea Culpa Luxúria.

Informações: www.cervejameaculpa.com.br

220


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA TRIPEL

WOOD AGED

Medalha de Ouro no World Beer

Awards (WBA)

A Tripel Wood-Aged foi elaborada pela empresa a

partir da partir da premiada cerveja Belgian Tripel

Chocolate, que em 2017 já havia faturado a Medalha

de Ouro no South Beer Cup 2017.

Resultado de uma parceria da rede com Pete Slosberg,

um dos pioneiros da revolução cervejeira dos

EUA, que hoje atua no setor de chocolates artesanais,

e Jacir Cavalheiro, mestre cervejeiro da Bier

Hoff, essa cerveja é um blend de cerveja nova e cerveja

envelhecida por um ano em barris de cachaça.

A maturação destacou sabores de madeira e da cachaça

sobre os gostos tradicionais do estilo Tripel,

trazendo no nariz notas de coco queimado, destilado

que lembra cachaça e melado, com o perfil

frutado de uma Tripel, médio corpo e baixa carbonatação.

O teor alcoólico é 9,5%.

No ano passado a empresa também recebeu outra

premiação internacional: a Cerveja Amarillo Weisse

foi considera a Melhor do País na Categoria no

World Beer Awards (WBA).

Para saber mais: www.mestre-cervejeiro.com/

221


Carta Premiata 2018-2019

MIOLO MERLOT

TERROIR

Medalha de Ouro no Challenge International

Du Vin e no Brazil Wine Challenge e na lista

dos melhores no Descorchados 2019

Um dos destaques da vinícola de referência brasileira em 2018, o

Miolo Merlot Terroir 2015 recebeu duas medalhas douradas em

dois importantes concursos internacionais, concorrendo lado a

lado com os melhores mundiais: Ouro no Challenge International

Du Vin, da França, e no Brazil Wine Challenge.

Ele acompanha com perfeição queijos maturados de massa cozida

no geral, como Roquefort, Stilton, e Danablue, além de harmonizar

com pratos de textura rica e aromas complexos e intensos como

cordeiro ao alecrim, pato assado ao tamarindo e risoto de funghi

seco, farfalle ao molho de gorgonzola, e avestruz ao molho de mostarda.

Recentemente este vinho recebeu a o reconhecimento como

um dos Melhores Tintos e Melhores do Vale dos Vinhedos, com 91

pontos no Descorchados 2019.

Outros premiados em 2019:

- Miolo Single Vineyard Touriga Nacional: Medalha de Ouro no Virtus,

de Portugal

- Miolo Quinta do Seival Cabernet Sauvignon: Medalha de Prata

no Vinalies, da França;

- Miolo Single Vineyard Touriga Nacional: Melhores Tintos e Melhores

da Campanha Gaúcha, com 91 pontos, no Descorchados 2019;

- Miolo Millésime Brut Rosé: Vinho Revelação, Melhores Espumantes

Brut, Melhores Espumantes Rosados e Melhores do Vale dos

Vinhedos, com 91 pontos no Descorchados 2019;

- Quinta do Seival Castas Portuguesas (Tinta Roriz, Touriga Nacional):

Melhores Tintos e Melhores do Vale dos Vinhedos, com 91

pontos no Descorchados 2019;

- Miolo Millésime Brut 2015: Melhores Espumantes Brut e Melhores

do Vale dos Vinhedos, 91 pontos no Descorchados 2019;

- Alísios 2018 (Grenache, Mourvedre, Syrah): Vinho Revelação,

com 90 pontos, no Descorchados 2019.

A empresa recebeu diversas outras premiações nos últimos 12 meses.

Informações: https://www.miolo.com.br .

222


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

MIORANZA

RIOBRAVO

MOSCATEL

Medalha de Ouro Brazil Wine

Challenge

A história da Vinícola Mioranza completa 55 anos

e 2019. Ela se inicia em 1964, quando a Família

Mioranza, de origem italiana, começa com o cultivo

das vinhas em Flores da Cunha, cidade localizada

na Serra Gaúcha, região reconhecida nacionalmente

pelos excelentes vinhos e belezas naturais.

O Mioranza Riobravo Moscatel traz na composição

a mistura de uvas finas Moscato, Giallo e Alexandria,

as quais conferem aromas florais e de frutas,

estrutura e corpo ao espumante. No aroma remete à

frutas como pêssego, baunilha, flores e especiarias.

Macio e com bom frescor apresenta acidez equilibrada

e retrogosto agradável.

Saiba mais em: http://loja.mioranza.com .

223


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

MOOCA BIER

GUARANI

WEISSBIER

Medalha de Prata no

South Beer Cup

Com diversos prêmoos já recebeidos desde o seu

lançamento, a Cerveja Moocabier Guarani Weiss

bier tem sabor suave, teor alcoólico de apenas

5% e amargor de 20 IBU. Harmonização: salada,

frango, queijos brie e camembert.

Recentemente a empresa faturou a Medalha de

Prata com a sua cerveja Cacique no Festival de

Blumenau 2019.

Mais informações: http://moocabier.com.br .

224


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

O MOTIM

DUBHLINN

Medalha de Ouro no World Beer

Awards (WBA)

Com medalha dourada na edição 2018 do Oscar

da Cerveja Mundial, a O Motim Dubhlinn é uma

Irish Dry Stout da cervejaria carioca. O nome vem

do gaélico e significa “Lago Negro”.

Seu aroma é intenso, superando marcas tradicionais

como a Guinness, destacando-se as notas de

caramelo, leve torrefação, café e leve chocolate.

Harmonização: carnes vermelhas, carnes de caça,

feijoada, salame, hambúrguer, queijos de média

intensidade, crème brûlée, chocolate e bolo floresta

negra.

Outras cervejas da empresa receberam medalhas

no WBA 2018:

- Canudos: Considerada a Melhor do País na Categoria;

- QI: Considerada a Melhor do País na Categoria;

- Folklore Pils: Medalha de Bronze;

- Hell De Janeiro: Medalha de Prata.

Informações: www.motimbrew.com.br .

225


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA NOI

PASSIONE

Medalha de Prata no European

Beer Star e Medalha de Bronze na

Copa Cervezas de America

Com 12% de teor alcoólico e 24 IBU, a Noi Passione

é uma Belgian Strong Ale envelhecida em barricas

de carvalho.

Apresenta intenso aroma frutado de ameixas secas

e uvas passas e paladar licoroso de vinho xerez.

Outra cerveja da empresa a receber uma medalha

internacional em 2018 foi a Noi Diavolo, que ficou

com Medalha de Bronze no European Beer Star.

Além das medalhas internacionais recebidas e indicadas

acima, a Passione também faturou agora

em 2019 a Medalha de Ouro no Concurso Brasileiro

de Cervejas do Festival de Blumenau, evento no

qual a empresa levou outras três medalhas.

Informações: http://www.cervejarianoi.com.br/

226


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

OPERA JESSYE

N. BLACK IPA

Medalha de Bronze no Concurso

Mejor IPA de Sudamérica

Terceiro Lugar no recente Concurso Mejor IPA

de Sudamérica realizado nos primeiros meses de

2019, na Argentina, a Jessye N. Black IPA é uma

homenagem à cantora lírica americana, homônima

à cerveja. Essa cerveja passa por um dry hop

com Citra, Ella e Mosacic, e tem alto drinkability.

Harmonização: comida condimentada, linguiças,

hambúrgueres e queijos.

Também em 2019 a empresa faturou duas medalhas

nacionais no Festival Brasileira da Cerveja,

em Blumanau, com seus rótulos Black Forest

Framboise Stout (Ouro) e Opera-Sat (Mission Belgique)

(Ouro também).

Mais informações: www.cervejaopera.com.br/

227


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

PANIZZON

MOSCATEL

Medalha de Ouro na Argentina

em 2018

O espumante Panizzon Moscatel foi um dos destaques

da área vinicola brasileira no ano passado.

Ele recebeu Medalha de Ouro no Concurso La Mujer

Elige, da Argentina, passando pelo crivo de 62

mulheres de 17 países, que foram juradas na 22a.

edição do concurso. Ao todo participaram do evento

mais de 400 rótulos de 17 países.

Elaborado a partir de uvas Moscato Giallo, esse espumante

traz aromas intensos, com notas florais,

frutado e mel. Em boca é delicado, com doçura e

frescor equilibrados. É ideal para acompanhar sobremesas.

Já o espumante Panizzon levou no ano passado a

Medalha de Ouro no Brazil Wine Challenge. Mais

recentemente o espumante Panizzon Chardonnay

recebeu a Medalha de Bronze no Thessaloniki International

Wine Competition, da Grécia, agora em

2019. Informações: http://www.panizzon.com.br .

228


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

PARATIANA

OURO

Medalha de Ouro na China, Ouro

nos EUA e Duas Estrelas

na Bélgica

No ano passado a Cachaça Parataiana Ouro se

destacou por excelentes premiações internacionais

em concursos mundiais de destilados:

- Medalha de Ouro no China Wine e Spirits Awards

(CWSA Best Value 2018);

- Medalha de Ouro no New York International Spirits

Competition (NYISC);

- 2 Estrelas (Duas medalhas de Ouro) no Superior

Taste Award 2018 do The International Taste &

Quality Institute (ITQi).

De cor dourada e leve, a Paratiana Ouro é uma cachaça

que assa por armazenamento em barris de

carvalho, o que a torna mais macia e com aroma

remetendo à baunilha.

A empresa recebeu outras premiações internacionais

em 2018:

- Paratiana Prata: Medalha de Ouro Duplo no New

York International Spirits Competition (NYISC),e o

título de a “Cachaca Of The Year” no evento;

- Mulatinha: Medalha de Ouro no China Wine e

Spirits Awards (CWSA Best Value 2018);

- Gabriela: Medalha de Prata no China Wine e Spirits

Awards (CWSA Best Value 2018);

- Paratiana Labareda: Medalha de Prata no New

York International Spirits Competition (NYISC).

Mais detalhes de toda a linha da empresa em:

http://www.cachacaparatiana.com.br .

229


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

PARATIANA

PRATA

Medalha de Prata no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

Com diversas premiações nacioonais e internacionais

conquistadas ao longo dos anos, a Cachaça

Paratiana Prata ficou em segundo lugar nas avalições

do Concurso Mundial de Bruxelas Edição

Brasil no ano passado.

Essa cachaça passa por no mínimo um ano de armazernamento

em barris de Jequitibá, o que lhe

proporciona um sabor único e aroma bem marcante.

Mais sobre a linha da empresa em: http://www.

cachacaparatiana.com.br .

230


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

PAULISTÂNIA

MARCO ZERO

Medalha de Ouro South Beer Cup

e Considerada a Melhor do País na

Categoria no no World Beer Awards

Com duas premiações internacionaos em destaque

no ano passado, a Paulistânia Marco Zero foi um

dos destaques da empresa nas avaliações.

Essa Cerveja Pale Lager, clara, com teor alcoólico

de 4,8%, faz uma alusão ao monumento localizado

na Praça da Sé, local onde nasceu à cidade. Do

tipo puro malte e produzida com maltes e lúpulos

importados, é bem aromática e refrescante, com

ricas notas de malte. Harmonização: acompanha

bem desde pratos leves, como grelhados, sushis e

saladas, até pratos mais picantes e fortes.

A Paulistânia é uma cervejaria artesanal de São

Paulo que homenageia a cidade e sua história. Foi

criada pela Bier & Wein, importadora pioneira no

mercado de cervejas especiais no Brasil desde 1993.

No ano passado a Paulistânia Ipiranga também recebeu

uma premiação internacional: Medalha de

Bronze World Beer Awards (WBA).

Mais informações: http://www.bierwein.com.br/

paulistania .

231


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

PERFEIÇÃO

Título de “Revelation Organic Spirit”

no Spirits Selection 2018

Produzida por Marcelo Bonfá, baterista da banda Legião

Urbana, a Cachaça Perfeição Pura foi um dos principais

destaques nos detilados brasileiros em 2018. Ela

recebeu o título de Revelation Organic Spirit” no Spirits

Selection do ano passado, concurso do qual participaram

mais de 1.300 amostras provindas de 50 países

produtores, cujas bebidas passaram pela avaliação de

78 provadores especialistas, representando

26 nacionalidades.

Artesanal, a bebida é concebida com o mosto naturalmente

fermentado de canas orgânicas e exclusivas, perfeitamente

adaptada ao clima frio da região, seguindo

rígidos padrões de higiene em equipamento da mais

alta qualidade.

Provém de canas cultivadas em grande altitude, mais

de 1.300 m, na região da Serra do Itatiaia, em Santo

Antônio do Rio Grande, MG, que acabam por acumular

açúcares mais nobres em razão do ciclo longo de frio no

inverno. O resultado é um destilado de aroma intenso

lembrando a cana no momento em que se extrai dela o

caldo, extremamente adocicada e com um toque de erva

doce logo no primeiro contato.

Informações no site: www.cachacaperfeicao.com.br .

232


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE CASA

PERINI BRUT

Medalhas no Japão, nos EUA, na Inglaterra, na

França, na Argentina, em Hong Kong e no Brasil

Posicionado entre os melhores do

mundo o Casa Perini Brut é um

colecionador de medalhas. Somente

nos últimos 12 meses podemos

citar:

- Medalha de Ouro no Brazil Wine

Challenge;

- Medalha de Prata no Japan Wine

Challenge;

- Medalha de Ouro no Critics Challenge

International Wine & Spirits

Competition, de San Diego,

nos EUA;

- Medalha de Bronze no Decanter

World Wine Awards, do Reino Unido;

- Medalha de Ouro no Concurso

Vinus, da Argentina;

- Medalha de Bronze no San Francisco

Wine Challenge, também

nos EUA;

- Medalha de Bronze no Cathay

Pacific Hong Kong International

Wine & Spirit Competition, de

Hong Kong;

- Medalha de Prata no Effervescents

du Monde, na França.

- Medalha de Bronze no International

Wine & Spirit Competition, na

Inglaterra;

- Medalha de Prata no Los Angeles

Wine Challenge, dos EUA;

- Medalha de Prata no Indy International

Wine Competition, dos

EUA;

- Medalha de Prata no Tasters

Guild International, dos EUA;

- Medalha de Prata no Great Wine

American International Wine Competition,

dos EUA;

- Medalha de Prata no Finger Lakes

International Wine Competition,

também dos EUA.

Com seu perlage fino e intenso e

aromas que remetem a flores brancas,

abacaxi e maçã verde, é um

espumante de boa estrutura com

frescor intenso, que acompanha

muito bem saladas, queijos defumados

e carnes brancas.

Mais informações: www.casaperini.com.br

233


Carta Premiata 2018-2019

VINHO

PETERLONGO

ARMANDO MEMÓRIA

TEROLDEGO

Ouro Duplo na Espanha e na Espanha,

Menção Honrosa na Inglaterra e Ouro no Brazil

Wine Challenge

De corpo imponente e robusto, com taninos suavizados e equilibrados

pela passagem em barrica, o Peterlongo Armando Memória Teroldego traz

aromas que vão desde os característicos da casta como frutas negras

maduras, até notas bem pronunciadas de café e chocolate, com sutil toque

defumado.Harmonização: carnes, caças, massas, pizzas, embutidos,

queijos e risotos com queijo.

Foram diversas premiações recebidas em 2018:

- Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige, da Argentina;

- Medalha de Ouro Duplo (Gran Ouro, Gran Cinve) no Cinve, da Espanha;

- Medalha de Ouro: Brazil Wine Challenge;

- Recomendado - Commended (Menção Honrosa) no Decanter World Wine

Awards, da Inglaterra.

Além deste vinho, a empresa recebeu mais de 20 outras premiações internacionais

nos últimos 12 meses, com destaque para o Privilege Extra

Brut que recebeu Medalha de Prata, alcançando 93 Pontos no Decanter

World Wine Awards.

A empresa em 2019 já comemora novos reconhecimentos:

- Espumante Peterlongo Elegance Nature: 93 Pontos no Guia Descorchados

2019;

- Espumante Privige Brut: 92 Pontos no Guia Descorchados 2019;

- Espumante Privilege Extra Brut: 91 Pontos no Guia Descorchados 2019;

- Espumante Presence Moscael: 90 Pontos no Guia Descorchados 2019.

Mais informações: https://loja.peterlongo.com.br .,

234


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA PETRA

STARK BIER

Eleita a “Melhor do País na

Categoria” no Oscar da

Cerveja Mundial

No ano passado a Petra Stark Bier foi considerada

a Melhor do País em Sua Categoria no World Beer

Awards (WBA), evento que é chamado de “Oscar

Mundial das Cervejas Especiais”.

Cerveja puro malte de alto teor alcoólico, com

8,2%, a Petra Stark é encorpada e tem sabor amargo

intenso. Combina com carnes, peixes, massas e

pratos apimentados.

A Preta faz parte do Grupo Petrópolis. No ano passado

a empresa também recebeu outras premiações

internacionais:

- Bock: Medalha de Prata no World Beer Awards

(WBA);

- Black Princess Doctor Weiss: Melhor do País na

Categoria na World Beer Awards (WBA).

E no início agora de 2019 a empresa já comemora

uma nova premiação:

- Black Princess Doctor Weiss: Medalha de Ouro

no festival de Blumenau.

www.cervejapetra.com.br

235


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

CULOTTE DE

LA DUCHESSE

Eleita a Melhor do País na Categoria

no World Beer Awards (WBA),

Considerada a Melhor Cerveja da

América e a Melhor

Melhor Cerveja Brasileira na Copa

Cervezas de America

Cerveja do tipo “Sour Ale”, a Cerveja Culotte De La

Duchesse é fermentada e maturada por 12 meses

com leveduras selvagens e bactérias.

Premiada como a “Melhor Cerveja das Américas”,

“Melhor Cerveja do Brasil” e com Medalha de

Ouro no passado na Copa Cervezas de America,

essa cerveja também recebeu o título de Melhor

do País em sua Categoria no World Beer Awards.

Além dessas premiações internacionais, a Cullote

recebeu a recente Medalha de Prata em 2019 no

Festival de Blumenau.

Com teor alcoólico de 6,5%, apresenta amargor

17,9 IBU.

A empresa ecebeu diversas outras premiações internacionais

com sua linha no ano passado, como

é o caso da Pratinha Ambarella, considerada a

“Melhor Local Styles” e que recebeu Medalha de

Ouro na Copa Cervezas de America.

Informações: www.loja.cervejariapratinha.com.br .

236


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

PROSA IPÊ

Medalha de Bronze no

South Beer Cup

A Cervejaria Prosa é um dos destaques

de Campo Grande, capital do

Mato Grosso do Sul.

A sua cerveja Ipê, que leva o nome

da árvore símbolo da cidade, é

uma American Premium Lager de

leve amargor, equilibrada com o

sabor do malte, notas de cereais e

aroma floral que remete ao lúpulo.

Seu teor alcoólico é de 4,9%.

Saiba mais sobre a empresa no

site: http://prosa.beer e no Facebook:

https://pt-br.facebook.

com/cervejariaprosa .

237


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

SACCA PRATA

Medalha de Prata na Categoria

Brancas Puras no Concurso de

Degustação às Cegas da

Expocachaça

Pura, a Sacca Prata ficou entre as top três de sua

categoria na avaliação realizada às cegas na edição

2018 da Expocachaça.

No ano passado a empresa completou 80 anos de

história, passando por 4 gerações na produção de

bebidas especiais.

Atualmente na linha estão a Cachaça Ouro, a

Cachaça Prata, Cachaça Saborizada Maracujá,

Aguardente de melado, Vodca Premium, Vodca

Premium Saborizada, entre outros produtos.

Informações completas no site: www.destilariarech.com.br

.

238


Carta Premiata 2018-2019

SACCA

AGUARDENTE

DE MELADO

Medalha de Bronze no Las Vegas

Global Spirit Awards Competition

A Aguardente de Melado Sacca passa por um processo

de descanso de 6 meses antes de ser engarrafada.

É um produto bem recomendado para elaboração

de drinques, sendo produzido com melado

de cana-de-açúcar de forma totalmente artesanal.

A graduação alcoólica é de 38%.

A família Rech é pioneira na fabricação de aguardente

a mais de 75 há mais de 80 anos em SC, a a

destilaria fica na cidade de Luiz Alves Santa Catarina.

Na linha de produtos estão vodca e cachaça

saborizada e versões como maracujá.

Outras informações: www.destilariarech.com.br/ .

239


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA RUIZ

SESH IPA

Medalha de Bronze no

World Beer Awards

No estilo Session India Pale Ale e bastante aromática,

a Ruiz Sesh IPA ficou entre as top três do

“Oscar da Cerveja Mundial” em 2018.

De cor dourada, levemente turva, traz os lúpulos

Simcoe e Cascade, que proporcionam notas cítricas

e tropicais. Muito refrescante traz teor alcoólico

de 4,8%.

A Ruiz é uma cervejaria cigana da cidade de Piracicaba,

SP.

Outras informações: www.ruizcervejaria.com.br/ .

CERVEJA

REDCOR

RYEQUEOPARTA

Medalha de Bronze no Australian

International Beer Awards

No estilo Black IPA, com 7,5% de teor alcoólico, a

Redcor Ryequeoparta leva na composição maltes

escuros e centeio, que lhe concede maior cremosidade.

O armagor é de 100 IBU.

A Redcor é uma cervejaria de Maringá, no PR, e

produz em cervejaias parceira de excelência como

a Cerveja Blumenau.

Mais informações na página da empresa no Facebook:

www.web.facebook.com/pg/RedcorCervejas

240


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

SÜD TRIPEL

Medalha de Ouro World Beer

Awards (WBA)

Produzida em Bento Gonçalves, no RS, a cerveja

Sud Tripel recebeu a Medalha de Ouro no “Oscar

da Cerveja Mundial”.

Possui aroma complexo, com notas condimentadas,

ésteres frutados e lúpulo discreto. O sabor

embrenha-se entre o condimentado e frutado com

notas de malte.

O amargor varia de médio a alto, procedente da

combinação de lúpulo e fenóis produzidos pelas

leveduras. Seu final é seco e a graduação alcoólica

de 8,4%. Outra cerveja da empresa premiada

internacionalmente em 2018 é a sua Barley Wine,

que ficou com Medalha de Bronze no World Beer

Awards (WBA).

Vale ainda destacar que agora em 2019, no Festival

de Blumenau, a empresa recebeu uma Medalha

de Prata para a sua cerveja Pale Ale.

Informações: http://www.sudbirrificio.com.br/

241


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

SALTON BRUT

Ouro Duplo na Argentina, Prata

na França e Bronze na Inglaterra

Muitos foram os prêmios internacionais recebidos

pela Salton nos últimos doze meses.

Um dos destaques é o Espumante Salton Brut,

que recebeu: Medalha de Ouro Duplo no Concurso

La Mujer Elige, da Argentina; Medalha de Prata

no Sélections Mondiales Des Vins, da França; e

Medalha de Bronze no Decanter World Wine Awards,

do Reino Unido.

Brilhante, com tonalidade palha e reflexos esverdeados,

traz no aroma flores como a de acácia e

frutas cítricas, maçã verde, pão torrado, fermento

seco. Ótimo acompanhamento para aperitivos

como canapés, queijos suaves, peixes, frutos do

mar e pastas suaves.

Somente contando os últimos 12 meses, foram

mais de três dezenas de premiações internacionais,

tais como do Salton Campanha que também

recebeu Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige,

da Argentina.

Em tempo, premiações 2019:

- Salton Intenso Moscato: Medalha de Ouro no

Sakura Wine Awards, do Japão;

- Salton Talento 2012: Medalha de Duplo Ouro no

Sakura Wine Awards, do Japão.

Mais informações: www.salton.com.br

242


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

SALVADOR

SALVATTORE

MOSCATEL

Medalha de Ourono Brazil

Wine Challenge

Elaborado a partir de uva Moscato e com graduação

alcoólica de 7,5%, o espumante Salvador Salvattore

Moscatel é ideal servir como sobremesa.

Acompanha frutas frescas como morangos e kiwi,

sorvetes, mousses, tortas, gelatinas e suflês.

De perlage fino, delicado e intenso, remete no olfato

a notas que lembram flores brancas, pêssego

e maçã verde.

A linha Salvattore, de Flores da Cunha, RS, é uma

homenagem à origem da família Salvador oriunda

da Itália

Informações: www.vinicolasalvattore.com.br

243


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA SAMBAQUI MARIA

DA LENHA

Medalha de Prata

no South Beer Cup

Há 6 anos no mercado, a Sambaqui

é uma cervejaria catarinense

que aposta no artesnal e nos produtos

de alta qualidade.

No ano passado recebu duas medalha

no South Beer Cup, com

destaque para a sua Maria da Lenha,

que ficou com a Prata.

Cerveja avermelhada com aroma e

sabor intensos proveniente do malte

defumado, corpo médio e baixo

amargor, a Maria da Lenha tem

5,5% de teor alcoólico e 24 IBU.

A outra premiada é a Brigitte

Blondô, que recebeu a Medalha

de Bronze, uma cerveja clara com

aroma condimentado, sabor marcado

pelo equilíbrio entre o malte,

lúpulo e levedura, corpo médio e

alta carbonatação.

Mais informações: http://cervejasambaqui.com.br

.

244


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

CASTELLAMARE

MOSCATEL ROSÉ

Medalha de Ouro Brazil Wine Challenge

Produzido pela Vinícola São João em Farroupilha, RS,

o Espumante Moscatel Rosé Castellamare é elaborado a

partir de uvas Moscato. No ano passado faturou a Medalha

de Ouro em um dos principais concursos do continente,

o Brazil Wine Challenge, que contou com amostras de

quase 20 países.

De coloração rosada brilhante, de boa intensidade com

reflexos rubi, esse espumante apresenta perlage intenso

e fino, persistente, de borbulhas finas e com uma coroa

de longa duração. No aroma sobressai frutas vermelhas

frescas, como cereja, morango e frutas cítricas. Em boca

é cremoso, macio e possui uma acidez bem equilibrada..

É ideal para acompanhar sobremesas, tortas, frutas frescas,

sorvetes e mousses. Também pode ser servido como

aperitivo.

Mais informações: www.cooperativasaojoao.com.br .

245


Carta Premiata 2018-2019

ESPUMANTE

DOM NANETO

BRANCO BRUT

TRADICIONAL

Medalha de Ouro no Brazil

Wine Challenge

Elaborado pelo método tradicional, Champenoise,

o Dom Naneto Branco Brut é obtido a partir das

variedades Chardonnay e Riesling Itálico.

Possui maturação mínima de 12 meses em caves.

Com tonalidade dourada, apresenta aromas cítricos,

combinados com toques de pão tostado. Possui

bom volume em boca, frescor agradável e de

longa persistência.

No ano passado esse espumante foi destaque no

Brazil Wine Challenge, recebendo a Medalha de

Ouro na avaliação do Brazil Wine Challenge .

Informações: http://www.domnaneto.com.br .

246


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

SEBASTIANA DUAS

BARRICAS

Medalha de Ouro em Londres

A Sebastiana Duas Barricas é um um destilado fino brasileiro

especial, similar aos melhores uísques ou bourbons.

Tanto que no ano passado recebeu Medalha de Ouro em um

dos principais concursos mundiais da área, o International

Wine and Spirits Competition (IWSC), de Londres, no Reino

Unido.

Envelhecida por quatro anos, a bebida passa inicialmente por

24 meses em barril de Castanheira brasileira e segue para

mais 24 meses em barril de Carvalho americano. O resultado

é um destilado de notável qualidade, superior aos tradicionais

métodos de envelhecimento de cachaça atualmente utilizados

no Brasil.

Tem aroma suave e adocicado, com notas de mel e frutas secas,

com notáveis e elegantes camadas de caramelo, toffee e

baunilha. Em boca sente-se uma bebida morna, envolvente,

extremamente agradável e com baixíssima acidez. As notas

de toffee e chocolate são nítidas, em contraponto às notas de

castanhas e um leve defumado que remetem a uma bebida

verdadeiramente aveludada.

No ano passado outros rótulos da empresa também faturaram

mais medalhas internacionais:

- Sebastiana Carvalho Port Finish: Medalha de Prata no International

Wine and Spirits Competition (IWSC);

- Sebastiana Carvalho Single Barrel: Medalha de Prata no International

Wine and Spirits Competition (IWSC)

Conheça toda a linha em: www.cachacasebastiana.com.br .

247


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA SEBASTIANA

CARVALHO

Entre as 5 Melhores do Brasil

Em 2018, a Cachaça Sebastiana Carvalho ficou

em quarto lugar na rigorosa avaliação realizada no

III Ranking Cúpula da Cachaça, que indica a cada

dois anos as 50 melhores cachaças do País, ratificando

diversas outras premiações já recebidas,

nacionais e internacinacionais.

No caso da Sebastiana Carvalho, o envelhecimento

em barris de Carvalho americano de primeiro uso

ocorre pelo menos por três anos e todo conteúdo

do barril, após filtrado e graduado com água desmineralizada

(40% de volume alcoólico), é engarrafado

sem adição de qualquer outro componente.

Tem aroma suave e adocicado, com camadas elegantes

de caramelo e baunilha. No paladar, notas

de frutas secas, coco e madeira dão a esta cachaça

a maciez aveludada de uma bebida Super Premium.

Devido ao seu rico sabor adocicado, harmoniza

perfeitamente com aperitivos, pratos leves como

frutos do mar e sobremesas. Outros rótulos da empresa

também foram premiados em 2018:

- Sebastiana Cristal: 14o. Lugar na Colocada Categoria

Brancas no III Ranking Cúpula da Cachaça;

- Sebastiana Castanheira: 35o Luga na Categoria

Ouro no III Ranking Cúpula da Cachaça;

- Sebastiana Duas Barricas: 1a. Colocada na Categoria

Extra Premium no Concurso Cachaça com

Ciência;

- Sebastiana Blend: 1a Colocada na Categoria

Blends Especiais no Concurso Cachaça com Ciência;

- Sebastiana Carvalho 3 Anos: 2o. Lugar - 91

pontos - na Categoria Envelhecidas no Ranking

Go’Where Gastronomia de Cachaças 2018.

Conheça toda a linha no site: http://www.cachacasebastiana.com.br/

248


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

SP 330 START

ME UP

Medalha de Ouro na Taça

Libertadores das Cervejas

Com medalha dourada pelo primeiro lugar das

avaliações durante o South Beer Cup 2018, a Start

me Up possui teor alcoólico de 6,5% e 70 de IBU.

Leva um blend de cinco lúpulos na composição –

Apollo, Centennial, Cascade, Citra e Dry Hopping

de Mosaic - e também um blend de cinco cafés da

região de Franca, SP.

Mais informações: www.cervejariasp330.com.br

249


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA SCHORNSTEIN

CATHARINA SOUR CUPUAÇU

Medalha de Prata na Copa

Cervezas de America

Cerveja com receita colaborativa entre a Schornstein

e a Escola Superior de Cerveja e Malte, a Catharina

Sour Cupuaçu destaca essa fruta da região

amazônica.

Com ótima formação e retenção de espuma, na degustação

apresenta uma acidez marcante deixando

a sensação de refrescância. O teor alcoólico é

de 4%. Na harmonização, essa cerveja acompanha

muito bem peixes grelhados, frutos do mar, salmão

defumado, pastel de queijo, bolinho de bacalhau,

salame, onion rings, pizza margherita, saladas,

queijos frescos e sobremesas leves à base de

frutas amarelas.

No ano passado essa cerveja ficou entre as top 3

do continente na avaliação realizada na Copa Cervezas

de America.

Informações: www.schornstein.com.br .

250


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

SPOLLER

2 Estrelas na Bélgica

No ano passado a Cerveja Spoller,

de Londrina, no PR, recebeu duas

estrelas, o equivalente a duas Medalhas

de Ouro na avaliação do

Superior Taste Award do International

Taste & Quality Institute

(iTQi), da Bélgica. O juri do ITQi

é coposto por renomados chefs e

sommeliers do mundo inteiro, que

provaram e certificaram o sabor

superior da Cerveja.

Do tipo Standard American Lager,

a Spoller é suave, sua cor é brilhante

e o seu sabor provém de uma

exclusiva receita. Produzida sobre

rigido controle de qualidade, apresenta

matéria-prima como malte e

lúpulo oriundos das melhores regiões

produtoras do mundo. Conta

ainda com a mais pura e cristalina

água mineral, proveniente do

Aquífero das Serras Gerrais.

Conheça mais sobre a empresa:

http://www.spoller.com.br .

251


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA STANNIS

SCARLETT FLANDERS

Medalha de Bronze na Copa

Cervezas de America

A Scarlett Flanders ficou na lista das melhores cervejas do

continente na avaliação realizada no ano passado na Copa

Cervezas de America.

Seguindo o estilo Belgian Flanders, essa cerveja apresenta

um paladar ácido e marcante, com aromas que lembram

madeira, cerejas e balsâmico.

Harmoniza com anchova e ostra e também com sobremesas

como mousse de frutas silvestres.

Em tempo: agora em 2019, a Scarlett Flanders da Stannis

recebeu a Medalha de Ouro no Concurso Brasileiro de Cervejas

do Festival de Blumenau. No mesmo evento a Gold

Amélia também faturou a Medalha de Bronze.

Mais informações: https://www.stannis.com .

CERVEJA

SUMÉRIA

GRODIZILLA

Considerada a Melhor do País na

Categoria World Beer Awards (WBA)

A Suméria Grodizilla é uma Imperial Grodziskie produzida

de forma colaborativa entre as cervejarias Suméria e a Los

Compadres.

Fundada em Dezembro de 2013, a Cervejaria Suméria nasceu

através da amizade entre amigos e a iniciativa de produzir

uma cerveja de qualidade e personalidade marcante,

seguindo os princípios fundamentais de pureza e qualidade,

baseados na Lei Alemã de 1516.

Conheça mais sobre a empresa: http://cervejariasumeria.

com.br .

252


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA SUNSET

BREW IMPERIAL

BLACK RHINO

Medalha de Ouro no World Beer

Awards (WBA)

Medalhista dourada no concurso que é considerado o

“Oscar da Cerveja Mundial”, a Imperial Black Rhino é

uma Russian Imperial Stout com Cacau e Coco.

Escura, é bem aromática e tem notas adocicadas.

No ano passado, outro rótulo da empresa recebeu

uma premiação internacional:

- Madame Tatá: Melhor do País na Categoria no World

Beer Awards (WBA).

- Salty J-Bay: Medalha de Ouro no South Beer Cup.

Recentemente a empresa recebeu outras três medalhas

no Festival de Blumenau:

- Sunset Pale Ale: Medalha de Prata;

- Madame Tatá: Medalha de Prata;

- Sunset Imperial Porter: Medalha de Bronze.

Mais informações: https://sunsetbrew.com.br/web/

253


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

SWAMP

ANTHEA IPA

Medalha de Prata no

South Beer Cup

Cerveja produzida em comemoração aos três anos

da loja God Save The Beer no ano passado, a Anthea

foi produzida em parceria com a cervejaria

paranaense Swamp.

É uma American IPA, com alta concentração de lúpulo

e citra, oferecida em garrafas de 1 litro. Harmoniza

muito bem com comidas picantes, entre

outras possibilidades.

Essa cerveja recebeu a Medalha de Prata na edição

2018 do Concurso South Beer Cup, considerada a

Taça Libertadores das Cervejas Especiais.

Mais informações: www.facebook.com/pg/swampbrewery

.

254


Carta Premiata 2018-2019

TEMPLÁRIA

AMAND

PORTER

Medalha de Bronze no

South Beer Cup

Com teor alcoólico de 5% abv e 25

de IBU, a Templária Amand é uma

Porter na qual se destacam os aromas

de café torrado e chocolate

amargo, características essas que

acompanham o sabor.

No ano passado essa cerveja, que

já recebeu o título de Melhor Brown

Porter no Brasil, levou a Medalha

de Bronze no South Beer Cup,

evento considerado a Taça Libertadores

das Cervejas Especiais.

Mais recentemente a empresa faturou

outra imporante premiação:

-Cerveja Templária Cruzada Experimental:

Medalha de Ouro no

Concuso Brasileiro das Cervejas

do Festival de Blumenau;

Mais informações: http://cervejatemplaria.com.br/

255


Carta Premiata 2018-2019

TRILHA

GORILLA

COFFEE &

VANILLA

Prêmio de “Top Beer

2018” no Ranking

Internacional Ratebeer

A cervejaria paulista Trilha já tem

duas excelentes premiações internacionais

em 2019 para comemorar.

No início do ano, em janeiro, a

empresa passou a fazer parte do

Ranking Mundial Ratebeer, apontada

como “Best New Brewer” do

Brasil e teve a sua cerveja Gorilla

Coffee & Vanilla eleita como “Top

Beer de 2018”. Essa Russian Imperial

Stout, é bem pesada, licorosa e

sedosa. Seu teor alcoólico é de 12%.

Além disso a sua NEIPA recebeu

há poucas semanas a Meddalha de

Prata no Concurso Mejor IPA de Sudamerica,

realizado na Argentina.

Informações: www.trilhacervejaria.

com.br .

256


Carta Premiata 2018-2019

TUPINIQUIM

PECAN

IMPERIAL STOUT

Medalha de Ouro no World Beer Cup

A Tupiniquim Pecan é uma Imperial Stout que leva em sua

receita nozes Pecan. De coloração escura, espuma de média

formação e baixa persistência, tem uma textura licorosa.

Seus aromas e sabores remetem a um toque de chocolate,

café e caramelo. É uma cerveja que harmoniza muito bem

com sobremesas como panna cotta, petit gateau e mousse

de chocolate.

No ano passado outros rótulos da empresa se destacaram

em premiações especiais:

- Mandala: Medalha de Prata no South Beer Cup.

- Tupiniquim Monjolo Imperial Porter: segundo lugar no

ranking de Melhores Cervejas do Brasil segundo o RateBeer

2018;

- Tupiniquim Monjolo Floresta Negra: sétimo lugar no

ranking de Melhores Cervejas do Brasil segundo o RateBeer

2018.

EM TEMPO: premiações da Tupiniquim no Concurso Brasileiro

de cervejas do Festival de Blumenau 2019:

- Tupiniquim Funky Sour: considerada a “The Best of Show

Comercial” e Medalha de Ouro no evento;

- Tupiniquim Monjolo: Medalha de Ouro;

- Tupiniquim Loucura de Baco (colaborativa com a Dogma):

Medalha de Bronze;

- Tupiniquim Manjar Negro: Medalha de Bronze.

Outras informações: http://cervejatupiniquim.com.br/

257


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA UNIKA

REPTILIA

SESSION IPA

Medalha de Prata no South Beer Cup

Destaque brasileiro com premiação internacional nos

últimos 12 meses, a Unika Reptilia é uma Session IPA

clara, com aroma de lúpulos americanos que remetem

à frutas tropicais. O nome “Session” indica sua baixa

graduação alcoólica mas com sabores marcantes (3,8% e

IBU de 40). Outra cerveja da Unika a receber Medalha de

Prata no mesmo evento foi a Australian Juicy IPA.

Recentemente a empresa recebeu premiações no Festival

de Blumenau 2019:

- Unika Catharina Sour Ameixa e Laranja: considerada a

“The Best of Show Comercial Médio Porte” e Medalha de

Ouro no evento;

- Unika Catharina Sour Maracujá e Laranaja: medalha

de Bronze no evento.

www.cervejariaunika.com

258


Carta Premiata 2018-2019

GRAN LEOPOLDINA

CHARDONNAY D.O.

Ouro Duplo na Argentina, Ouro no Brasil, Dois Ouros na França, Ouro no

Chile, Ouro na Espanha, Uma Prata no Canadá e Bronze na Inglaterra ,

entre outras

O rótulo Gran Leopoldina Chardonnay D.O. recebeu uma verdadeira coleção de

prêmios internacionais nos últimos 12 meses, tornando-se um dos destaques

da empresa no período, na qual a empresa acumulou cerca de 60 premiações

internacionais, considerando as marcas Ponto Nero e Casa Valduga, que pertencem

ao grupo. O Gran Leopoldina Chardonnay D.O. faturou:

- Medalha de Ouro no Challenge International Du Vin 2018, realizado na França;

- Medalha de Ouro no Brazil Wine Challenge 2018;

- Medalha de Ouro Duplo no La Mujer Elige 2018, realizado na Argentina;

- Medalha de Ouro no Catad’Or, realizado no Chile;

- Medalha de Ouro no Cinve 2018, realizado na Espanha;

- Medalha de Ouro no Lês Citadeles Du Vin, realizado na França

- Medalha de Bronze no International Wine and Spirits Competition (IWSC), da

Inglaterra;

- Medalha de Prata no Sélections Mondiales Des Vins, do Canadá. Em 2019,

esse rótulo comemora novas premiações:

- Medalha de Ouro no Citadelles Du Vin, da França; Medalha de Prata no Bacchus,

da Espanha e Medalha de Prata no Vinalies, da França.

Emblemático na linha da empresa, é um vinho límpido, brilhante, de coloração

amarelo palha e reflexos esverdeados. Tem aroma envolvente com intensas

notas de frutas tropicais e maduras como abacaxi e carambola e nuances de

chocolate branco e baunilha. No paladar, na parte retronasal, remete todo seu

complexo olfativo de frutas maduras e notas finas elegantes da madeira. Possui

longa persistência. Passa por 10 meses de maturação em barricas de carvalho

francês e carvalho romeno. Harmonização: massas, carnes brancas, fondues,

queijos médios e fortes.

Informações: http://www.casavalduga.com.br/

259


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA VINIL

Medalha de Prata no World Beer

Awards (WBA)

Seguindo o estilo Dry Stout, com 5,75% de teor alcoólico e 38

IBU, a cerveja Vinil 78 RPM Stout apresenta combinação de aromas

e sabores de café e chocolate amargo.

Essa cerveja, que ficou nas Top 3 das avaliações do World Beer

Awards 2018, acompanha muito bem pratos como carnes vermelhas,

defumados, queijos duros, e sobremesas à base de chocolate

e sorvete de creme.

Outras informações: https://cervejavinil.com .

CACHAÇA

VALE VERDE

12 ANOS

Considerada a Melhor do Brasil de

Sua Categoria

No ano passado, a cachaça estra premium Vale

Verde 12 anos foi considerada a Melhor Ouro Brasileira,

com a 1a Colocação de sua Categoria no III

Ranking Cúpula da Cachaça.

Produzida com requintes artesanais, traz traços

sutis e a qualidade dos melhores destilados do

mundo, com acidez equilibrada, oferecendo ao paladar

uma sensação aveludada indescritível. Passa

por envelhecimento em barris de carvalho.

Mais informações: www.cachacavaleverde.com.br .

260


Carta Premiata 2018-2019

VALE VERDE LICOR

DE CAFÉ 1727

Prata no London Spirits Competition e

no International Wine and Spirits Competition

(IWSC), no Ouro The Rum &

Cachaça Masters do The Spirits Business

Global Spirits Master, Ouro no Concours

International de Lyon

Produto brasileiro de destaque no mercado internacional e

um dos mais premiados da empresa nos últimos anos, o

1727 é um licor com a força e o sabor do café. Tem no seu

processo de produção a utilização de gás carbônico que extrai

totalmente ao aroma e sabor do melhor grão de café de

Minas Gerais. O teor alcoólico é de 25%.

A empresa recebeu ainda outras importantes premiações

internacionais no ano passado:

- Cachaça Vale Verde Extra Premium: Medalha de Prata no

London Spirits Competition, Medalha de Ouro no The Rum

& Cachaça Masters do The Spirits Business Global Spirits

Master, Medalha de Ouro no Concours International de

Lyon, Medalha de Prata no International Wine and Spirits

Competition (IWSC);

- Cachaça Vale Verde Prata: Medalha de Ouro no The Rum

& Cachaça Masters do The Spirits Business Global Spirits

Master; Medalha de Prata no Spirits Selection e Medalha de

Prata no International Wine and Spirits Competition (IWSC).

Informações: www.cachacavaleverde.com.br/

261


Carta Premiata 2018-2019

VINHO

VALMARINO

RESERVA DA

FAMÍLIA

Medalha de Ouro Brazil no Wine

Challenge

Elaborado com Cabernet Franc (40%,) Merlot

(10%), Tannat (20%) e Cabernet Sauvignon (30%),

o Valmarino Reserva da Família recebeu a Medalha

de Ouro na avaliação do Brazil Wine Challenge

2018, tendo superado rótulos provindos de 18

países.

Este vinho fino tem como caracterisitcas aromas

de especiarias, frutas caramelizadas e um corpo

intenso e prolongado com presença de taninos elegantes.

Harmonização massas condimentadas, risoto

de funghi, carnes vermelhas em geral, queijos

fortes, embutidos e preferencialmente com carnes

de caça.

Mais informações: https://valmarino.com.br .

262


Carta Premiata 2018-2019

CASA

VENTURINI

RESERVA

CHARDONNAY

Medalha de Ouro no Brazil

Wine Challenge

Límpido e brilhante, de cor amarelo palha com tons

esverdeados, o Casa Venturini Reserva Chardonnay

redebeu no ano passado a Medalha de Ouro

em um dos principais concursos do continente, o

Brazil Wine Challenge.

Remete no olfato a frutas tropicais maduras, abacaxi,

pêssego e flores brancas. Já no paladar traz

boa intensidade, ataque doce com acidez equilibrada

e persistência longa. Harmonização: carnes

brancas, peixes, queijos leves, saladas e canapés.

è obrido a partir de uvas produzidas na região da

Campanha Gaúcha.

Outras informações: http://www.casaventurini.

com.br/

263


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA VERACE

OROBORO

Medalha de Ouro no World Beer

Awards (WBA)

Do tipo Belgian Style Dark Strong Ale, Verace Oroboro apresenta

coloração marrom acastanhada. Possui notas frutadas

e condimentadas intensas, bem equilibradas no aroma

e sabor.

Complexa e rica, desenvolvida pelo mestre cervejeiro Alfredo

Ferreira. harmoniza com queijos azuis, sobremesas a base

de chocolate, cheesecake de cerejas.

A Alegria NR-9 foi outra cerveja da empresa premiada no

mesmo concurso: recebeu Medalha de Bronze no evento.

Já agora em 2019, a empresa conquistou novas medalhas,

dessa vez no Concurso Brasileiro da Cerveja do Festival de

Blumenau:

- Berry Splash: Medalha de Ouro;

- Django: Medalha de Bronze;

- I’m Kuit: Medalha de Prata;

- Coração de Leão: Medalha de Bronze;

- Rapsodia: Medalha de Prata;

- Lambioca: Medalha de Prata;

- Smoked Coal: Medalha de Prata.

Mais informações: https://www.cervejariaverace.com.br .

264


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

BORALINA

PRATA

Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

Cachaça mineira produzida na região de Novo Cruzeiro,

MG, a cachaça Boralina é descansada em tonéis

de madeira neutra, mantendo sua coloração

natural, porém dando uma presença amadeirada

em seu sabor. Seu teor alcoólico é de 40%.

Outro produto da empresa foi premiado com medalha

dourada no mesmo evento: Boralina Ouro.

Informações: (31) 98777-5644, contato@boralina.

com.br e http://boralina.com.br/

265


Carta Premiata 2018-2019

ARETUSA

JEQUITIBÁ

Medalha de Prata na Categoria

Armazenada em Madeiras

Brasileiras na Degustação às

Cegas Expocachaça

Pela sua alta qualidade, a cachaça Aretusa Jequitibá

recebeu a Medalha de Prata no evento que

é considerado a maior vitrine mundial da bebida.

A cachaçaria onde é produzida foi fundada no

ano 2002, na região agrícola da cidade de Cocal

do Sul, SC, em uma

localização privilegiada de lagos, rios e matas nativas,

um solo totalmente apropriado para produção

de cana.

A cachaça Aretusa é produzida à base de canas

com plantio orgânico, colhida sem queima e moída

no mesmo dia. Após a destilação é armazenada

em dornas de aço inox (cachaça branca) e em

barris de madeira nobres (cachaça envelhecida).

Mais informações: (48) 99983-8183, (48) 99983-

8183 e (48) 3432-5453

266


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA 100

LIMITE PRATA

Medalha de Prata na Categoria

Descansadas no Concurso e

Degustação às Cegas da

Expocachaça

Com teor alcoólico de 40%, a cachaça 100 Limite

Prata é produzida na Fazenda do Timbó, em Careaçu,

MG, local que foi fundado em 1825.

Pensada especialmente para trazer o sabor da cachaça

nos drinques, ela ela passa por armazenamento

de 1 ano em barris de amendoim.

Mais informações: http://www.100limite.com.br

267


Carta Premiata 2018-2019

ÂMAGO DA

TRADIÇÃO

PRATA

Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil de 2018

Envasada em garrafa de 700 ml e com teor alcoólico

de 40%, a Âmago Prata, possui personalidade

marcante, ideal para paladares exigentes que

apreciam impacto intenso ao deguste.

Fundado há 21 anos, os Engenhos Acauã, produtores

da marca aposta em produtos artesanais e

uma cachaça de alta qualidade para atender a um

mercado crescente e de consumidores com paladar

cada vez mais sofisticado.

Mais informações: https://cachacaamagodatradicao.com.br

.

268


Carta Premiata 2018-2019

6 ANNAS

PRATA

Medalha de Prata no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil

e na Degustação às Cegas da

Expocachaça

De Aracruz, no ES, a 6Annas tem no nome uma

homenagem às mulheres na vida do produtor Otto

que, por coincidência, têm “ana” no final de seus

nomes: sua esposa Adriana, e as cinco filhas Maiana,

Poliana, Juliana, Rayana e Maryana.

Com 40% de teor, é produzida de maneira inteiramente

artesanal. Após a destilação, passa por

descanso em tonéis de inox.

Outras informações: https://6annas.com.br/

269


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

AUTHORAL

GOLD

14a Colocada Categoria Ouro no III

Ranking Cúpula da Cachaça

Eleita entre as 50 Melhores do Brasil na sua categoria,

segundo o rigosoro Ranking Cúpula da Cachaça.

Passa por envelhecimento em tonéis de carvalho

francês, carvalho americano, bálsamo e

amburana.

É uma cachaça nascida em Brasília, uma das primeiras

no Brasil sob o conceito do “home distiling”.

Outras informações e pedidos: https://www.facebook.com/authoralspirit/

270


Carta Premiata 2018-2019

BARRA VELHA

PREMIUM

Medalha de Prata na Categoria

Armazenada em Carvalho

Francês na Degustação às Cegas

Expocachaça

Resgatando toda uma tradição da região na produção

de uma bebida de alta qualidade, a Cachaça

Velha provém de Campos, no Rio de Janeiro, pelo

Alambique do Leley.

É produzida artesanalmente com a utilização de

canas plantadas na própria Fazenda São Tomé,

sem agrotóxicos ou adubos químicos. Essa versão

premium passa por envelhecimento em barris de

carvalho por três anos. O teor alcoólico é de 42%.

Mais informações: www.cachacabarravelha.com.br

271


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

BASSI PRATA

Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

Armazenada em tonéis de amendoim, a Cachaça

Bassi Prata é produzida no Paraná. Ela é armazenada

para descanso em tonéis de amendoim por

um período mínimo de 1 ano.

O amendoim é uma madeira neutra, o que significa

que não lhe confere alteração em seu aroma e

sabor, mantendo assim a cachaça pura e em sua

essência natural.

Outras informações: www.cachacabassi.com.br.

272


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

PERGAMINHO

Medalha de Ouro na Categoria

Extra Premium na Degustação às

Cegas Expocachaça 2018

Produto do multipremiado alambique Bel Vedere,

de Rosário, no RS, a Cachaça Pergaminho é uma

extra premium que passa no mínimo 9 anos de

envelhecimento em barril de carvalho.

A empresa também recebeu a Medalha de Prata no

evento com sua versão Bel Vedere Extra Premium,

que é armazenada em Carvalho Americano.

Outras informações https://www.facebook.com/

pg/AlambiqueBelVedere .

273


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

BEM ME QUER

AMBURANA

Medalha de Ouro na Categoria

Armazenada em Madeiras

Brasileiras na Degustação às

Cegas Expocachaça

Envasada em garrafas de 750 ml, a Bem Me quer

Amburana é uma cachaça premium envelhecida

nesta madeira brasileira que lhe proporciona sabor

frutado e aroma inigualáveis.

Tem médio corpo, macio, excelente acidez, e equilibrado.

Ao palato confirma o autêntico sabor frutado

amadeirado. Acompanha muito bem sobremesas.

É uma autêntica cachaça mineira, produzida no

município de Pitangui.

www.cachacabemmequer.com.br

274


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

BENTO

ALBINO

AMBURANA

Medalha de Prata no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

Passando por um envelhecimento em barris especiais

de amburana, a bebida tem recebida diversas

premiações ao longo dos anos.

A produção vem de Maquiné, no RS, local com clima

e solo excelente para produção de cana, o que

se traduz em uma cachaça de altíssima qualidade,

tipo exportação.

Mais informações: www.bentoalbino.com.br/ .

275


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

BOCAINA

Medalha de Prata na

Expocachaça 2018 na Categoria

Descansadas

Originária de Lavras, Sul de Minas Geraais, a Cachaça

Bocaina completou no ano passado 25 anos

de atuação no mercado.

Na linha de produtos estão versões com armazenamento

e descando em tonéis de variadas madeiras,

como Carvalho, Jequitibá, Castanheira e Bálsamo.

Mais informações: http://loja.cachacabocaina.

com.br .

276


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

BONITO

PRATA

4o. Lugar no Ranking

Go’Where Gastronomia de

Cachaças 2018

Com uma ótima pontuação, 46 pontos

na Categoria Brancas, a Cachaça Bonito

Prata ficou em 4o. Lugar no Ranking

Go’Where Gastronomia.

Produzida em Monte Sião, MG, a bebida

provém da Fazenda Santo Expedito, lugar

entre montanhas com abundante quantidade

de água provindas de nascentes, de

alta qualidade.

Informações: www.facebook.com/pg/cachacadobonito

277


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

BRUNHOLI

PREMIUM

ENVELHECIDA

Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

Primeiro lugar nas avaliações a Cachaça Brunholi

Premium Envelhecida passa por longo armazenamento

em barris de carvalho.

A sede da empresa é um complexo turístico e gastronômico,

localizado a cerca de 70 quilômetros

da capital paulista, em Jundiaí. O local abrange

adega, mini fazenda, brinquedoteca, restaurante e

museu do vinho.

Mais informações: https://brunholi.com.br .

278


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

BYLAARDT

PREMIUM

CARVALHO

Medalha Grande Ouro no

Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil 2018

Envelhecida em barris de carvalho, a Cachaça

Bylaardt Premium Carvalho recebeu uma

medalha de Ouro Duplo no ano passado no

Concurso Mundial de Bruxelas, edição brasileira

de um dos maiores eventos mundiais

de destilados.

Desde 1943 a Família Van Den Bylaardt,

responsável pela bebida, produz cachaças

envelhecidas em barril de carvalho.

Outros rótulos da empresa também tiveram

premiações no último ano:

- Bylaardt Extra Premium 8 anos: Medalha

de Ouro na Categoria Extra Premium n o

Concurso de Degustação às Cegas da Expocachaça;

- Bylaardt Premium: Medalha de Prata na

Categoria Armazenada em Carvalho Francês

na Degustação às Cegas Expocachaça.

Informações: www.cachacasbylaardt.com.br

279


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CANARINHA

Entre as 10 Melhores do Brasil na

Categoria Ouro

10a. Colocada na Categoria Ouro no Ranking Cúpula

da Cachaça, a Canarinha tem graduação alcoólica

de 44%.

É produzida há mais de 20 anos em Salinas por

Noé Santiago, sobrinho do falecido Anísio Santiago,

e passa por envelhecimento mínimo de três

anos em barris de bálsamo.

Outras informações: https://www.facebook.com/

pg/cachacacanarinha

280


Carta Premiata 2018-2019

CAPIM

CHEIROSO

CRISTAL

Medalha Grande Ouro

no Concurso Mundial

de Bruxelas Edição

Brasil 2018

“Amadurecida’ durante seis meses

em tanques de aço inoxidável após

a destilação e depois armazenada

por doze meses em tonéis de jequitibá,

a Cachaça Capim Cheiroso

Cristal é uma cachaça elegante

para ser degustada pura ou em

caipirinhas, batidas ou drinques.

Apresenta teor alcoólico de 40%.

Outros dois rótulos da empresa foram

premiados no mesmo evento:

Capim Cheiroso Topázio: Medalha

de Ouro;

- Capim Cheiroso Caipira: Medalha

de Prata.

Outras informações: www.cachacacapimcheiroso.com.br

.

281


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CARAÇUÍPE

PRATA

Entre as Melhores do País

segundo o Ranking Cúpula da

Cachaça

Com a décima primeira colocação na Categoria

Brancas no Ranking Cúpula da Cachaça e a Medalha

de Prata no Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil 2018, a Cachaça Caraçuípe Prata é

um dos rótulos mais consagrados da empresa.

A Caraçuípe Prata, depois da destilação em alambique

de cobre, é maturada em tonéis de madeira

neutra (Jequitibá Rosa) por um período de seis

meses, mantendo assim sua coloração cristal, límpida

e transparente, assim como seu sabor leve,

equilibradamente ácido e refinado. Suas notas

aromáticas são perfume de frutas cítricas e original

do campo.

Outros tótulos da empresa, que tem sede em Campo

Alegre, em AL, também receberam premiações

no ano passado:

- Caraçuipe Ouro: Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil 2018;

- Cachaça Escorrega: Medalha de Prata no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil 2018.

Informações: www.engenhocaracuipe.com.br .

282


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CARVALHEIRA

TRADICIONAL

Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

Produzida pelo Grupo Decana, de Recife, PE, a Cachaça

Carvalheira Tradicional passa por 5 anos de

envelhecimento em barris de carvalho. Sua graduação

alcoólica é de 38%.

Outro destaque da linha da empresa é a Carvalheira

Raízes Reserva Especial, que também passa

5 anos em barris de carvalho mais com um composição

de infusão de raízes aromáticas.

Informações: http://www.carvalheira.com.br .

283


Carta Premiata 2018-2019

CASA BUCCO LICOR FINO

DE CAFÉ

Medalha Grande Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil

Elaborado a partir de criteriosa seleção de café

gourmet, combinado aos finos destilados da empresa,

o Casa Bucco Licor Fino de Café tem aroma

de café recém-preparado. No ano passado, o produto

recebeu medalha de duplo ouro no Concours

Mondial de Bruxelas Ediçao Brasil, um dos principais

e de referência na área.

A empresa teve outros produtos premiados nos últimos

12 meses:

- Bucco Envelhecida: 7a Colocada na Categoria Ouro no

II Ranking Cúpula da Cachaça;

- Bucco Bálsamo: Medalha de Ouro no Concurso Mundial

de Bruxelas Edição Brasil 2018;

- Bucco Prata: Medalha de Prata no Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil 2018.

Mais informações: www.casabucco.com.br .

284


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CASA

BUCHMANN

Medalha de Ouro na Categoria

Extra Premium no Concurso

de Degustação às Cegas na

Expocachaça

Envelhecida por um longo período de tempo em

barril de carvalho francês, a Cachaça Casa Buchmann

tem teor alcoólico de 39,5%.

A empresa tem sede em Ivoti, no RS. Foi fundada

por Conrad Dietrich, imigrante alemão que destilou

sua primeira cachaça no solo brasileiro ainda

em 1855.

Mais informações: https://www.casabuchmann.

com.br .

285


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CEDRO DO

LÍBANO

15a Colocada na Categoria Ouro no

III Ranking Cúpula da Cachaça

Com 41% de teor alcoólico e produzida pela Fazenda

Líbanus, no município de Paracuru, CE, a Cachaça

Cedro do Líbano ficou entre as 20 melhores

do Pais na sua categoria, na avaliação realizada

ano passado pelo Ranking Cúpula da Cachaça.

Produzida em alambique passa por envelhecimento

em barris de carvalho americano. O nome vem

em homenagem a origem da família Bitar, proprietária

da marcam que é do Líbano.

Mais informações: https://www.facebook.com/

pg/cachacacedrodolibano

286


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

VOTUS 003

Medalha de Ouro no World Beer

Awards (WBA)

Com rico aroma de maltes tostados e ótimo drinkability, a Votus

003 remete aos sabores torrados, de chocolate amargo ou café.

De baixa fermentação, é produzida com um blend de maltes de

cevada tostados que dão a coloração vermelho rubi brilhante,

espuma presente e persistente.

Encorpada e de alta potência, harmoniza com amendoim, castanha

de caju, amêndoa, casquinha de siri, acarajé, salsicha aperitivo,

caldo de feijão, caldo-verde, sopa de queijo, sopa de legumes,

minas, brie/camembert, gouda, cheddar, prato, gruyère,

parmesão, roquefort, gorgonzola, pato, codorna, peru, chester,

linguiça de frango, lombo de porco e defumado, bife de carne

bovina, rosbife, capivara, salsicha e linguiça de porco, chouriço,

feijoada, paella e comida mexicana, entre outras opções.

Outras cervejas da empresa também receberam premiações internacionais

no ano passado no World Beer Awards (WBA):

- 001 (IPA): considerada a Melhor do País na Categoria;

- 04 (Brown Ale): considerada a Melhor do País na Categoria;

- 008 (Fruit & Vegetable): Medalha de Bronze no evento;

- 010 (Lager): Medalha de Bronze no evento;

- 013 (Lager): Medalha de Prata no evento.

Mais informações: https://www.cervejavotus.com.br/

287


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA WÄLS

DUBBEL

Ouro na Copa Cervezas de America,

no World Beer Awards e no

South Beer Cup, Prata no Australian

International Beer Awards,

no International Beer Challenge e

no Brüssels Beer Challenge

Com diversas premiações internacionais recebidas

no ano passado a Wäls Dubbel se consagrou como

uma das cervejas mais premiadas no País nos últimos

12 meses.

Mais recentemente, agora em 2019, essa cerveja

também recebeu a Medalha de Bronze no Concurso

Brasileiro da Cerveja no Festival de Blumenau.

Do tipo Belgian Strong Ale, com teor alcoólico de

7,5% e IBU de 26, essa cerveja apresenta aparência

castanha escura, espuma densa e duradoura,

aroma de frutas secas com notas de especiarias e

maltes especiais. No paladar se mantém a persistência

do torrado, sendo levemente picante e bastante

seca.

Nestes últimos 12 meses a empresa soma mais de

50 premiações internacionais.

Conheça mais sobre a linha da empresa no site:

http://www.wals.com.br

288


Carta Premiata 2018-2019

CERVEJA

WAYNE 190

SIR IPA

Medalha de Bronze na Copa

Cervezas de America

Considerada uma das três melhoes cervejas do

continente na sua categoria, de acordo com a avaliação

dos jurados da Copa Cervezas de America,

a Sir IPA apresenta amargor crescente e alta refrescância.

De cor acobreada, é altamente aromática, destacando

notas de frutas tropicais amarelas e

cítricas. É ideal aacompanhar pratos picantes,

hambúrgueres artesanais ou saborosos choripans.

Com 6,3% de teor alcoólico, tem armargor

de 57 IBU.

Veja mais sobre a empresa no site: http://www.

wayne190.com.br/

289


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

WEBER HAUS

BÁLSAMO

Medalha de Prata em

São Francisco, nos EUA

Segundo lugar na avaliação dos jurados no San

Francisco Wolrd Spirits Competition (SFWSC)

2018, a Cachaça Weber Haus Bálsamo é produzida

na cidade de Ivoti, RS e passa por no mínimo

um ano de envelhecimento na madeira.

Com 38% de teor alcoólico, acompanha muto bem

diversos tipos de apetitivos.

No mesmo evento a empresa também faturou utras

duas importantes medalhas:

- Weber Haus Amburana: Medalha de Bronze;

- Weber Haus Carvalho: Medalha de Bronze.

Mais informações: http://www.weberhaus.com.br

290


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CANABELLA

OURO

Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

Produzida em Paraibuna, SP, na divisa com a Estância

Turística de Salesópolis, é resultado de um

blend especial bem apurado, em madeiras nobres

brasileiras.

Parte do seu volume, provém de cachaça que permaneceu

por 2 anos em tonéis feitos de Jequitibá

Rosa, outra parte, repousa por 1 ano em tonéis da

madeira Castanheira, e uma terceira parte repousa

por 6 meses em tonéis de Amburana.

Mais informações: http://canabella.com.br/

291


Carta Premiata 2018-2019

WEBER HAUS

PREMIUM 7

MADEIRAS

Entre as melhores do brasil segundo o

Ranking Cúpula da Cachaça e o Ranking

Go’Where Gastronomia

Nas princiapais avaliações realizadas no ano passado, a Weber

Haus Premium 7 Madeiras ficou em 4o. Lugar, somando

85 pontos, na Categoria Envelhecidas no Ranking Go’ Where

Gastronomia de Cachaças, e em 12o. Lugar na Categoria

Ouro no Ranking Cúpula da Cachaça.

Ela passa por dois anos de envelhecimento em cada uma

das madeiras selecionadas: Carvalho Americano, Carvalho

Francês, Bálsamo, Canela Sassafrás, Amburana, Grápia e

Cabriúva.

Leve, macia, de aroma e sabor bem adocicados, quase não

tem acidez, pouca ardência e é bem aveludada.

Outras bebidas da empresa se destacaram nos últimos 12

meses:

- Weber Haus Extra Premium Lt. 48: 5a Colocada na Categoria

Ouro no Ranking Cúpula da Cachaça;

- Weber Haus Amburana: 6a Colocada Categoria Ouro

no Ranking Cúpula da Cachaça;

- Leandro Batista: 8a Colocada Categoria Ouro no Ranking

Cúpula da Cachaça;

- Velho Pescador Extra Premium 6 anos: Medalha Grande

Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil;

- Dry Gin WH 48: Medalha Grande Ouro no Concurs Mundial

de Bruxelas Edição Brasil;

- Weber Haus Canela Sassafrás: Medalha de Prata no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil;

- Weber Haus Bálsamo Orgânica: 8o. Lugar, com 82 pontos,

na Categoria Envelhecidas no Ranking Go’Where Gastronomia

de Cachaças 2018.

Mais informações: http://www.weberhaus.com.br .

292


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CLAUDIONOR

Entre as 30 Melhores do Brasil

Vigésima primeira colocada no III Ranking Cúpula

da Cachaça, o principal do País, na Categoria Ouro,

a Cachaça Claudionor passa por um decando deem

tonéis de Amburana por 2 anos. Sua graduação alcoólica

é de 48%.

Límpida, com leve tom amarelado, apresenta buquê

neutro de cana madura bem descansada.

Informações: www.cachacaclaudionor.com.br .

293


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CIGANA

CARVALHO

Medalha de Ouro no Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil 2018

Produzida no Engenho São Paulo, na PB, que completa agora

em 2019 110 de tradição, a Cachaça Cigana Carvalho recebeu

a Medalha Dourada na edição 2018 do Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil.

A Cigana Carvalho é uma cachaça bidestilada, que faz parte da

linha de exportação da empresa. Depois de produzida, vai para

tonéis de carvalho com capacidade de 200 litros, onde fica envelhecendo

por período não inferior ao de três anos, adquirindo

com isto um sabor único.

Mais informações: www.engenhosaopaulo.com.br .

CERVEJA WENSKY

BALTIC PORTER

Medalha de Ouro South Beer Cup

Cerveja de cor marrom avermelhado, médio amargor, com aromas tostados de

café e chocolate em sincronia com aromas de maltes, a Wensky Baltic Porter

ficou na primeira posição das avaliações do South Beer Cup, evento considerado

a Taças Libertadores das Cervejas Especiais.

Segue o estilo Russian Imperial Stout e harmoniza com cogumelos, molhos

escuros, pierogi e joelho de porco, entre outros pratos.

Mais informações: http://wenskybeer.com.br .

294


Carta Premiata 2018-2019

ZANELLA

PERCENTUAL

TINTO

Medalha de Ouro no Brazil

Wine Challenge

Em meio a mais de 600 amostras de 18 países,

o Zanella Percentual Tinto recebeu a medalha de

Ouro no Brazil Wine Challenge 2018.

De vermelho intenso e tonalidade purpura, remete

a frutas passas e as especiarias, completadas

com um “bouquet” desenvolvido lentamente no

amadurecimento, na garrafa. É produzido a partir

das uvas Merlot, Cabernet Sauvignon, Tannat,

e Alicante Bouschet e passa por amadurecimento

de 12 meses em barrica de carvalho francês e

americano. Harmoniza bem com pratos de sabor

intenso e bastante consistência.

Outro rótulo da empresa também recebeu Medalha

de Ouro no evento: Settimana In Cantina Espumante

Brut.

Mais informações: www.vinicolazanella.com.br .

295


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA YPIOCA 150

Ouro na Alemanha, Ouro na

Bulgária e Ouro nos EUA

Multipremiada nacional e nacionalmente ao longo

dos anos, desde o seu lançamento, a Ypióca 150

é uma edição especial comemorativa alusiva aos

150 anos da empresa e que entrou para a linha

fixa de produtos.

Ela passa por seis anos de envelhecimento, sendo

3 em tonéis de de bálsamo e 3 anos em tonéis de

carvalho. Traz notas de baunilha, caramelo e melaço,

e é excelente para degustar pura, deixe gelar

no freezer ou servir acompanhada de petiscos diversos.

Nos útimos doze meses essa versão especial recebu

premiações como:

- Medalha de Ouro no Berlin International Spirits

Competition;

- Medalhas de Ouro no San Francisco Wolrd Spirits

Competition (SFWSC);

- Medalha de Prata no Spirits Selection.

Outros rótulos da empresa tambémm foram premiados

internacionalmente no ano passado:

- Ypioca 160: Medalha de Ouro no Berlin International

Spirits Competition e e Medalha de Bronze

San Francisco Wolrd Spirits Competition (SFWSC);

- Ypióca Cinco Chaves: Medalha de Ouro Duplo no

San Francisco Wolrd Spirits Competition (SFWSC);

Medalha de Prata no Spirits Selection; Medalha

de Bronze no Berlin International Spirits Competition;

- Ypióca Ouro: Medalha de Bronze no Berlin International

Spirits Competition;

- Ypióca Conta Gotas Ouro: Medalha de Prata no

San Francisco Wolrd Spirits Competition (SFWSC);

- Ypióca Reserva Castanheira: Medalha de Prata

no San Francisco Wolrd Spirits Competition

(SFWSC);

- Ypióca Reserva Carvalho: Medalha de Bronze no

San Francisco Wolrd Spirits Competition (SFWSC);

Outras informações: https://www.facebook.com/

ypiocaoficial/ .

296


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

YPIÓCA

OURO

Medalha de Prata no Concurso

de Degustação às Cegas da

Expocachaça

Envelhecida por dois anos, a Ypióca Ouro recebeu

a Medalha de Prata no Concurso de Desgustação

às Cegas da Expocachaça.

A Ypióca faz parte atualmente do Grupo Diageo,

um dos o, líderes mundiais na produção de bebidas

alcoólicas premium, que também é detentor

da marca Nega Fulô.

Outras informações: https://br.thebar.com/ypioca

297


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CHAPADA DAS

GERAES

CELEBRATION

Medalha de Ouro no Concurso Mundial

de Bruxelas Edição Brasil 2018

Apresentada já em duas versões (com 5 ou 2 anos de envelhecimento,

a cachaça Chapada das Geraes Celebration

é uma versão comemorativa ao aniversário de fundação

da empresa.

É produzida em Itatiaiuçu, MG, e passa por armazenamento

em barris de carvalho.

Informações sobre a empresa na página: https://www.

facebook.com/pg/cachacachapadadasgeraes ou pelo fone

(31) 99983-2385 .

298


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

CHARMOSA

DE MINAS

Medalha de Prata na Categoria

Descansadas no Concurso

de Degustação às Cegas da

Expocachaça

Posicionada entre as top 3 na avaliação do maior

concurso do destilado brasileiro, com essa Medalha

de Prata no concurso de Degustação às Cegas da

Expocachaça, a Cachaça Charmosa de Minas passa

por e envelhecimento de 2 anos nas madeiras cerejeira

e garapa amarela.

É produzida na Fazenda Santa Barbara, em Carangola,

MG.

Informações: www.facebook.com/pg/cachacacharmosaminas

e pelos telefones (32) 3741-2351 e whatsapp

(32) 99902-8264.

299


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

COISA NOSSA

Medalha de Ouro Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

A versão amadeirada da Coisa Nossa, que na verdade

é um blend de descansos em Castanha do Pará,

Cobi e Amburana.

Um dos destaques da empresa é o processo de fermentação,

que utiliza as leveduras mais resistentes

e produtivas da nossa cana, selecionadas em um

laboratório especializado. Somente as de maior qualidade

retornam para a fábrica, onde são multiplicadas

e aplicadas nas dornas. Uma fermentação eficiente

e cuidadosamente calculada é o que garante

a máxima qualidade do produto final.

Conheça mais sobre a linha: http://www.cachacacoisanossa.com.br

.

300


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA COLOMBINA CRISTAL

Medalha de Prata na Categoria

Brancas Puras na Degustação às

Cegas da Expocachaça, 2o. Lugar

no Ranking Go’Where

Gastronomia de Cachaças

Produzida em Alvinópolis, MG, a Colombina Cristal

tem graduação de 41,5% e passa por armazenamento

em parol de Jatobá (3 anos).

Envelhecida em madeira antiga (mais de 100 anos),

essa Colombina 3 Anos preserva as principais características

de uma cachaça branca, com baixa

influência do Jatobá. Traz em destaque uma suave

picância e um equilíbrio harmonioso entre doces e

amargos, além de um retrogosto moderado. A baixa

acidez confere a característica de uma bebida leve,

com deglutição macia. Harmonização: Queijos curados,

frios, embutidos e coquetéis como Caipirinha 3

Limões, Sours e Rabo de Galo.

Outro produto premiado da empresa no ano passado

foi a versão Colombina 10 anos, posicionada

na 30a colocação das melhores cachaças do País,

segundo o III Ranking Cúpula da Cachaça.

No site da empresa, no link http://www.cachacacolombina.com.br/coqueteis/,

há uma excelente carta

com diversas sugestões de coquetéis.

Mais informações: www.cachacacolombina.com.br .

301


Carta Premiata 2018-2019

ORIGINAL

D’MINAS

MILHO

Medalha de Prata na Categoria

Bebidas Mistas na Degustação às

Cegas da Expocachaça

Bebida mista com cachaça artesanal de excelente

qualidade produzida em alambique de cobre,

em Juiz de Fora, MG, e milho verde, a Original

D’Minas Milho tem teor alcoólico de 17%.

É um produto de alta qualidade para ser servido

puro, como aperitivo em eventos, ou mesmo para

elaboração de drinques com um toque de brasilidade.

www.facebook.com/pg/originaldminasoficial/

302


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA DA

TULHA OURO

Entre as 30 melhores do País

22a Colocada na Categoria Ouro no III R a n k i n g

Cúpula da Cachaça, a Cachaça Da Tulha Ouro

Produzida em uma antiga fazenda em Mococa, SP,

chamada São José do Mato Seco, a cachaça Da Tulha

Ouro, tem edições anuais que são frutos de pesquisas

realizadas pela própria empresa sobre o envelhecimento

da cachaça. É encorpada e ácida com

notas de frutas, madeira, bauninha, couro, amêndoa

caramelada, um toque mineral na boca e final

discretamente amargo.

Mais informações: http://datulha.com.br

303


Carta Premiata 2018-2019

BANABEE

BEBIDA MISTA

Medalha de Prata na Degustação

às Cegas da Expocachaça

Bebida mista à base de cachaça, banana, mel e

canela, a Banabee tem um sabor marcante devido

ao uso banana in natura com mel e sua finalização

tem o toque da canela, que dá maior sofsticação.

É um coquetel pronto para beber, equilibrado

para ser tomado em shot (direto ou gelado) e também

em copo com gelo.

O produto, elaborado pela Destom Destilaria, recebeu

Medalha de Prata na edição do ano passado

da Expocachaça.

Outra bebida premiada da empresa foi a Cachaça

1000 Montes, que também recebeu a Medalha de

Prata no evento.

Outras informações: http://destom.com.br .

304


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA DO

ANJO

3a Colocada no Concurso Cachaça

com Ciência, Medalha de Ouro na

Expocachaça e Medalha de Prata

no Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil

Entre as top 3 da categoria Blend do Concurso

Cachaça com Ciência 2018, Medalha de Ouro na

Categoria Armazenada em Madeiras Diversas no

Concurso de Degustação às Cegas da Expocachaça

e uma Medalha de Prata no Concurso Mundial

de Bruxelas Edição Brasil 2018, a Cachaça do

Anjo Blend comemora três premiações no ano do

seu lançamento oficial ao mercado.

A versão Blend reúne cachaças envelhecidas por

dois anos em barris de Carvalho Americano, Carvalho

Francês, Amburana e Bálsamo.

É produzida em Santa Rita de Caldas, MG, em

parceria com o Alambique Prosa Mineira, também

multipremiado.

Mais informações: www.facebook.com/pg/cachacadoanjo

.

305


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

TRAGALUZ

Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

Límpida e brilhante, a Cachaça Tragaluz é um produto

equilibrado. Seu aroma e o sabor do Carvalho

são persistentes e lembram um bom brandy. O buquê

é ainda mais acentuado. Equilibrada, encorpada

e madura, apresenta-se sutil uma degustação.

A Brisa da Serra Destilaria tem sede em Monte Alegre

do Sul, SP.

www.brisadaserradestilaria.com.br/

306


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

DOM

TAPPARO

EXTRA

PREMIUM

Ouro na Categoria Extra

Premium no Concurso de

Degustação às Cegas da

Expocachaça e no Mundial de

Bruxelas Edição Brasil

Um dos destaques da empresa em 2018, a Cachaça

Dom Tapparo Extra Premium recebeu duas medalhas

de Ouro sendo uma no Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil 2018 e oura no Concurso de

Degustação às Cegas da Expocachaça.

Outros produtos da empresa receberam premiação

no ano passado:

- Dom Tápparo Ouro: Medalha Grande Ouro no

Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil;

- Cabaré Extra Premium 15 Anos: Medalha de

Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas Edição

Brasil;

- Licor Creme de Menta: Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil;

- Dom Tapparo Premium Amburana: Medalha de

Prata no Concurso Mundial de Bruxelas Edição

Brasil.

Conheça toda a linha no site: http://www.domtapparo.com.br

.

307


Carta Premiata 2018-2019

DOSE

CLÁSSICA

OURO

Medalha de Prata na Degustação

às Cegas da Expocachaça 2018

Medalha de Prata na Categoria Madeiras Brasileiras

no Concurso de Degustação às Cegas da ExpoCachaça

2018, a Cachaça Dose Clássica é produzida

em Aracruz, no ES.

Passa por armazenamento em dornas de Castanha-

-do-Pará. Seu teor alcólico é de 43%.

Conheça toda a linha da empresa no site: http://

doseclassica.com.br .

308


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

ENGENHO

D’OURO

EXTRA

PREMIUM

Medalha de Ouro na Degustação

às Cegas da Expocachaça 2018

Medalha de Ouro na Categoria Extra Premium n o

Concurso de Degustação às Cegas da Expocachaça do

ano passado, a Cachaça Engenho D’Ouro Extra Premium

é envelhecida em barris de carvalho francês.

A Engenho D’Ouro conta com Selo de Indicação

Geográfica de Paraty, no RJ, que visa reconhecer e

proteger o nome geográfico do país, região ou localidade,

com produto ou serviço típico do lugar, com

tradição histórica de produção secular.

Informações: www.engenhodouro.com.br .

309


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

NOBRE

Entre as mais tops do Brasil

segundo o Ranking Cúpula da

Cachaça e Medalha de Ouro no

Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil

De Sobrado, na PB, a Cachaça Nobre recebeu dois

importantíssimos reconhecimentos em 2018: posicionada

entre as 20 melhores do País segundo o III

Ranking Cúpula da Cachaça, com a 12a Colocação

na Categoria Brancas, e a Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasileiro.

Produzida com levedura selecionada de origem nordestina

e descansada por pelo menos seis meses em

recipientes de inox, é clara e límpida, tem boa viscosidade

e sabor adocicado e com baixíssima acidez.

Em tempo: recentemente a Engenho Nobre comemora

mais uma premiação internacional, a Medalha

de Prata nos EUA, com a versão Arretada, conquistada

no San Francisco World Spirits Competition.

Mais informações: https://www.facebook.com/pg/

engenhonobre

310


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

ENGENHO

PEQUENO

13a Colocada na Categoria

Brancas no III Ranking Cúpula

da Cachaça

De Pirassununga, SP, a Cachaça Engenho Pequeno

recebeu ficu entre as 15 melhores do País

segundo a avaliação do principal ranking sobre a

bebida no País.

Produzida na Fazenda Guadalupe, que retomou

um tradiação de mais de 50 anos na elaboração

da bebida pela família, passa por envelhecimento

de dois anos em Jequitibá Rosa. Seu teor alcoólico

é de 47%.

Informações: www.engenhopequeno.com.br

311


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

ENGENHO

REAL

Medalha de Prata na Degustação

às Cegas da Expocachaça

Produzida em Goiás, no Centro Oeste do País, a Engenho

Real recebeu a Medalha de Prata na Categoria

Brancas Puras no Concurso de Degustação às

Cegas da Expocachaça.

A versão premiada passa por 12 meses de descanso

em barris de Jequitibá. O teor alcoólico é de 40%.

Mais informações: engenhoreal1@gmail.com, (64)

98107-9510 e (64) 3495-3059.

312


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

ENGENHO

SÃO LUIZ

AMENDOIM

6a Colocada no Ranking Cúpula

da Cachaça

Eleita entre as top 10 do País, com a 6a colocação

na Categoria Brancas segundo o último Ranking

Cúpula da Cachaça, a Cachaça Engenho São Luiz

Amendoim é uma cachaça nova, todo tipo prata,

descansada por seis meses em tonéis dessa madeira

que confere menor acidez e sabor aprimorado.

É um ótimo produto para elaboração de drinques e

coquetéis, por garantir ao paladar uma experiência

agradável e, ainda assim, muito marcante.

Outros excelentes produtos da empresa também tiveram

reconhecimentos no ano passado:

- Engenho São Luiz Extra Premium: 13a Colocada

na Categoria Ouro no Ranking Cúpula da Cachaça;

- Engenho São Luiz Premium Carvalho 3 Anos: 7o.

Lugar, com 83 pontos, na Categoria Envelhecidas

no Ranking Go’Where Gastronomia de Cachaças.

Informações: www.cachacasaoluiz.com.br .

313


Carta Premiata 2018-2019

ESTAÇÃO

COQUEIROS

PRATA

Medalha de Prata no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil

De alta qualidade e 100% artesanal, a Estação Coqueiros

Prata recebeu a Medalha de Prata em um

dos principais concursos nacionais.

Elaborada com caldo de cana sem adição de produtos

químicos, apresenta teor alcoólico de 42%. Pura,

sem interferência da madeira, é uma bebida suave,

oótima para elaoração de coquetéis ou harmonizar

com pratos fortes, como carne de porco.

Informações: www.facebook.com/pg/estacaocoqueiros

314


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

EXCELÊNCIA

CARVALHO

Medalha Grande Ouro no

Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil 2018

Com medalha de ouro duplo (Grande Ouro), a Cachaça

Excelência Carvalho pode ser comparada

aos melhores destilados em barris de madeiras

especiais.

É uma cachaça extra premium pelo tempo que envelhece

em barris únicos de carvalho, 8 anos, o

que torna o aroma e sabor da bebida mais intensos,

com notas de baunilha e coco que persistem

na boca. Sua cor é intensa e maciez superior.

Outra versão da empresa foi premiada no mesmo

evento: a Excelência Clássica recebeu a Medalha

de Prata.

Mais informações: https://www.cachacaexcelencia.com.br/

e https://www.facebook.com/pg/cachacaexcelencia/

.

315


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

FLOR DA

MONTANHA

EXPORT

Medalha de Prata no Concurso de

Degustação às Cegas da

Expocachaça

Produzida pela Fazenda Benedetti, a Cachaça Flor

da Montanha Export recebeu Medalha de Prata no

Concurso de Degustação às Cegas da Expocachaça

2018.

Agora em 2019 a empresa comemora 90 anos de

produção da bebida, mantendo uma tradição artesanal

desde 1929. A empresa oferece todo um cuidado,

desde a colheita da cana de açúcar diretamente

na palha, até a destilação em alambiques de

cobre e o envelhecimento em tonéis de amendoim e

jequitibá rosa, por cerca de 5 anos.

Mais informações: www.spaziobenedetti.com.br

316


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

SOLEDADE

BÁLSAMO

Medalha Grande Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

De sabores e aromas marcantes trazidos pelo armazenamento

em barris de bálsamo, a Cachaça

Soledade Bálsamo recebeu ouro duplo em um dos

principais concursos mudnais de destilados em

2018. Traz notas intensas e bem aromáticas da

madeira, e na degustação uma sensação duradoura

de especiarias, com um toque de pimenta,

típico do armazenamento em barris de bálsamo.

Outro produto da empresa, a Soledade Ipê, recebeu

a Medalha de Prata no mesmo concurso no

ano passado.

Mais informações: www.cachacafazendasoledade.

com.br .

317


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

DO CONDE

BÁLSAMO

Medalha de Prata na Categoria

Armazenada em Madeiras Brasileiras

no Concurso de Degustação

às Cegas da Expocachaça

Apresentada em charmosas garrafas de 720 ml, a

Cachaça Do Conde Bálsamo apresenta graduação

alcoólica de 39%, sendo produzida em Orleans, SC.

No ano passado recebeu uma importante premiação,

a Medalha de Prata na Expocachaça, maior evento

mundial sobre o destilado brasileiro, em meio a concorrentes

de todo o Brasil.

Mais informações: (48) 99941-1729

318


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

HARMONIE

SCHNAPS

ENVELHECIDA

BLEND

Medalha de Ouro no Mundial de

Bruxelas Edição Brasil 2018

Envelhecida em um blend de carvalho, grapia, louro

e cabriuva, quatro reconhecidas madeiras de uso

para o envelhecimento de cachaças finas, a Harmonie

Schnaps Envelhecida Blend já recebeu diversas

premiações desde 2007. Seu teor alcoólico é de 38%.

e o produto reúne cachaças envelhecidas por 3 anos

em cada madeira.

Outra premiada da empresa no ano passado:

- Harmonie Schnaps Prata: Medalha de Prata na

Categoria Brancas Puras na Degustação às Cegas

da Expocachaça e no Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil 2018.

A empresa em sede em Harmonia, no interior do RS.

Informações: www.harmonieschnaps.com.br/

319


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

HAVANINHA

Entre as 30 Melhores Cachaças

do Brasil

No ano passado a Havaninha ficou na 29a colocação

na Categoria Ouro no Ranking Cúpula da Cachaça.

O produtor da cachaça Havaninha é Osvaldo Mendes

Santiago, filho do lendário Anísio Santiago

(1912-2002), fundador e produtor das cachaças Havana

& Anísio Santiago.

Com método de produção artesanal em escala reduzida

e envelhecimento por seis anos anos em dornas

de madeira bálsamo, a produção da Havaninha é

realizada na Fazenda Piragibe, região da Serra dos

Bois, zona rural de Salinas.

Informações: www.cachacahavaninha.com.br .

320


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA JACOBINA PRATA

Medalha de Prata na Categoria Brancas Puras na Degustação às Cegas da

Expocachaça 2018

Reconhecida entre as melhores do País, a Jacobina,

de Balsas, MA, levou uma importante medalha, a

Prata no Concurso de Degustação às Cegas da Expocachaça

2018. A versão premiada foi a Jacobina

Prata, que passa por descanso em tanques de aço

inox.

A Jacobina é produzida com alta tecnologia e higiene rigorosa,

sem aditivos, com graduação alcoólica de 40%. As instalações

e os equipamentos são modernos, todos de acordo

com as recomendações dos órgãos reguladores.

Mais informações: http://www.cachacajacobina.com.br .

321


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

MAGNÍFICA

RESERVA

SOLEIRA

2a Colocada na Categoria na

Categoria Ouro no Ranking

Cúpula da Cachaça

Produzida em Vassoura, no RJ, a Cachaça Reserva

Soleira é uma Extra Premium envelhecida por mais

de 3 anos em barris de carvalho pelo sistema ‘soleira’

de envelhecimento. Tem tiragem limitada.

Dourada, traz aromas de caramelo, mel, frutas secas

e baunilha. Muito macia, tanto pode ser degustada

pura ou com gelo, como aperitivo ou digestivo.

A Magnifica também ficou entre as 50 Melhores do

País no mesmo ranking com sua versão envelhecida,

poscionada na 31a colocação no III Cúpula da

Cachaça.

Mais informações: www.cachacamagnifica.com.br .

322


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

FOGO DA

CANA OURO

Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

A catarinense Fogo da Cana faturou uma importante

premiação em 2018, a Medalha de Ouro em

um dos principais concursoss mundiais para avaliação

do destilado brasileiro.

Produzida de maneira artesanal para ser consumida

por pessoas que exigem um elevado nível de

qualidade e consomem apenas as melhores bebidas,

a versão Ouro é envelhecida em barris novos

de carvalho americano por 3 anos.

Já a Fogo da Cana Prata recebeu a Madalha de

Prata no mesmo evento.

Mais informações: www.fogodacana.com.br .

323


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA MANDAGUAHY

CASTANHEIRA

2a Colocada na Categoria Premium Concurso Cachaça com Ciência

A Mandaguahy Castanheira é uma cachaça mais

suave e com sabor levemente adocicado, com aroma

que lembra a castanha do Pará. Traz a cor levemente

amarelada.

Elaborada de forma artesanal em todas suas

fases de produção, o que garante total controle

da qualidade e maior prazer no consumo,

utiliza matérias primas e ingredientes totalmente

naturais, todos a fim de se obter um produto

superior e diferenciado.

A Cachaça Mandaguahy Original também foi a 2a Colocada

na Categoria Brancas no Concurso Cachaça com Ciência

2018.

Outras informações: www.mandaguahy.com.br

324


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

MARIA JOÃO

PREMIUM

Medalha de Prata na Degustação

às Cegas da Expocachaça

Produzida em Santa Rosa, no RS, a Cachaça Maria

João Premium foi um dos destaques nas avaliações

do Concurso de Degustação às cegas da Expocachaça

2018, recebendo a Medalha de Prata.

Ela passa por envelhecimento em barris da madeira

brasileira umburana. Seu teor alcoólico é de 40%.

A versão amburana da empresa também recebeu a

Medalha de Prata no mesmo evento.

Informações: www.cachacariamariajoao.com.br .

325


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

MATUTA

CRISTAL

Medalha de Prata na

Degustação às Cegas

da Expocachaça

Prata na Categoria Brancas Puras

no Concurso de Degustação às Cegas

da Expocachaça, a Cachaça

Matuta Cristal é na região serrana

do Brejo da cidade de Areia, PB.

Produzida no Engenho Vaca Brava,

tradicional desde 1865, famoso por

seus solos férteis e de fino doce.

Após a destilação é descansada por

alguns meses em inox, e seu teor alcoólico

é de 40%.

Mais informações sobre a empresa:

www.facebook.com/pg/cmatuta/ .

326


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

MELICANA

PURA ARTE

CASTANHEIRA

Medalha de Prata na Degustação às

Cegas da Expocachaça

A Cachaça Melicana Castanheira Pura Arte é envelhecida

por dois anos em barris de castanheira. De coloração amarelo

ouro, brilhante, translúcida, é suave, intensa em aromas

com notas de madeira, especiarias, castanha, chocolate

e leve adocicado.

Harmoniza com diversos pratos, como queijos provolone, de

cabra e pecorino além de cortes de cordeiro, javali, coelho e

sobremesas de nozes.

Outras informações: www.cachacariamelicana.com.br/

327


Carta Premiata 2018-2019

MIDDAS

RESERVA

Entre as top 10 brasileiras de

sua categoria

No ano passado, a cachaça Middas Reserva é proveniente

de Dracena, interior de São Paulo. É envelhecida

em barril de carvalho com flocos de ouro

na sua composição.

Ideal para degustação e harmonizações, combina

perfeitamente com carne bovina, suína, cordeiro e

de caça, massas, queijos fortes, castanhas e conservas.

www.middascachaca.com.br/

328


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA MOENDÃO OURO

Medalha de Ouro na Degustação às Cegas da Expocachaça

Ouro na Categoria Armazenada em Carvalho Americano

no Concurso de Degustação às Cegas Expocachaça,

a Cachaça Moendão Ouro é produzida

em Gaspar, SC, e provém de uma tradição de mais

de 120 anos na elaboração da bebida.

No ano recebeu Medalha de Ouro na Categoria

Armazenada em Carvalho Americano no de Degustação

Degustação às Cegas da Expocachaça.

Além disso a versão da empresa armazenada em Carvalho

Francês também recebeu a Medalha de Prata no mesmo

evento, destacando assim a alta qualidade na produção.

Mais informações: www.moendao.com.br .

329


Carta Premiata 2018-2019

SANTO GRAU

SOLERA PX

Posicionada entre as

30 melhores do País

A Santo Grau Solera Pedro Ximenes, 24a Colocada

na Categoria Ouro no III Ranking Cúpula da Cachaça,

passa por envelhecimento em barris de carvalho

utilizados para amadurecer o mais antigo vinho de

Jerez, o Pedro Ximenes. O resultado é uma cachaça

rara, amadeirada, com cor, sabor e aroma únicos.

Outros produtos da linha da empresa, que faz parte

do Grupo Natique Osborne, tiveram ambém grandes

reconhecimentos:

- Espírito de Minas – Coleção Artistas Brasileiros

Claudio Tozzi: Medalha de Ouro no Concurso Mundial

de Bruxelas Edição Brasil 2018;

- Saliníssima: 36a Colocada na Categoria Ouro no III

Ranking Cúpula da Cachaça;

- Santo Grau Solera Cinco Botas: 33a Colocada na

Categoria Ouro no III Ranking Cúpula da Cachaça;

- Santo Grau Itirapuã: 34a Colocada na Categoria

Ouro no III Ranking Cúpula da Cachaça;

- Santo Grau Pirajá Velha Guarda: Medalha de Ouro

no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil

2018;

- Santo Grau Coronel Xavier Chaves: Medalha de

Prata no Concurso Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018.

Mais informações: www.santograu.com.br .

330


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA NÉCTAR DO

CERRADO CASTANHEIRA

Medalha de Prata na Degustação às Cegas da Expocachaça 2018

Prata na Categoria Armazenada em

Madeiras Brasileiras no Concurso

de Degustação às Cegas da Expocachaça

do ano passado, a Cachaça

Néctar Do Cerrado Castanheira é

produzida em Monte Alegre de Minas, MG.

Passa por um ano e meio de envelhecimento na madeira e tem graduação

alcoólica de 39%.

Mais informações: https://www.facebook.com/pg/cachacanectardocerrado

331


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA PARDIN 3 MADEIRAS

Entre as 30 melhores do País segundo o Ranking Cúpula da Cachaça e 3o.

Lugar no Ranking Go’Where Gastronomia de Cachaças 2018

A Pardin 3 Madeiras figurou entre as melhores do

País nas principais avaliações realizadas:

- 26a Colocada na Categoria Ouro no III Ranking

Cúpula da Cachaça, que indica as 50 melhores

cachaças brasileiras após apuração de mais de

1.500 bebidas;

- 3o. Lugar, com 89 pontos, na Categoria Envelhecidas no

Ranking Go’Where Gastronomia de Cachaças 2018.

A Pardin 3 Madeiras é um blend das melhores cachaças

armazenadas em tonéis de Carvalho, Amburana e

Jequitibá. A graduação alcoólica de 40%.

Informações: www.facebook.com/cachacaPARDIN/

332


Carta Premiata 2018-2019

333


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA PÁTRIA AMADA OURO

Ouro no Mundial de Bruxelas e Ouro no Concurso de Degustação às

Cegas da Expocachaça

Produzida em Mossoró, no RN, a Cachaça Pátria

Amada Ouro é um produto artesanal, destilado em

alambique de cobre.

No ano passado recebeu duas Medalhas de Ouro,

sendo uma no Concurso Mundial de Bruxelas Edição

Brasil e Outra na Categoria Armazenada em Carvalho

Francês na Degustação às Cegas da Expocachaça.

Outra versão da empresa, a cachaça Pátria Amada Prata, recebeu

a Medalha de Prata no Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil.

Mais informações: (84) 98732-2125 e

www.facebook.com/pg/patriaamadacachacanobre/

334


Carta Premiata 2018-2019

335


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

PATUÁ

AMBURANA

Medalha de Prata na Categoria

Armazenada em Madeiras

Brasileiras na Degustação às

Cegas da Expocachaça 2018

Com sede em Betim, MG, a Patuá é uma cachaça

artesanal mineira, de alambique, produzida sob rigoroso

controle de qualidade e refinado processo de

envelhecimento.

A versão Amburana é envelhecida em barris da madeira

por, no mínimo, seis meses. É uma cachaça

macia, com aroma suave e sabor levemente adocicado

e frutado, com toque de especiarias que remetem

à madeira amarelada. Possui baixa acidez e

teor alcoólico ameno.

Outras informações: www.cachacapatua.com.br

336


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

POÇO DA

PEDRA PRATA

Medalha de Prata no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil

A Poço da Pedra é uma Cachaça artesanal de alambique,

de qualidade superior, produzida em Caculé,

na BA, na Fazenda Barriguda.

Cristalina, a versão Prata descansa por um ano, no

mínimo, em inox. Macia, suave e harmônica, de baixa

acidez, tem o sabor natural da cana e é excelente

para produção de coquetéis elaborados e drinques

sofisticados além da nossa famosa caipirinha.

Outra versão também foi premiada no mesmo evento

e também como Medalha de Prata: Poço da Pedra

Jequitibá Rosa .

Outras informações:

www.cachacapocodapedra.com.br

337


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

PORTO

MORRETES

PREMIUM

Entre as melhores do País

segundo o Ranking Cúpula da

Cachaça

Vigésima sétima colocada na Categoria Ouro no III

Ranking Cúpula da Cachaça, a Cachaça Porto Morretes

Premium é envelhecida 3 anos em barris de

carvalho.

Na degustação nota-se o aroma marcante de baunilha;

na boca sente-se a suavidade típica de uma

bebida madura,complexa e muito agradável ao final.

Sua cor é marcante em tons de dourado. Ideal para

beber pura ou on the rocks.

Outras informações: www.portomorretes.com.br/

premium

338


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA PRAZER DE MINAS

UNLIMITED

Medalha de Ouro no

Concurso Mundial

de Bruxelas Edição

Brasil 2018

A Cachaça Prazer de Minas é produzida

em Esmeraldas, nas Minas

Gerais, em modernas instalações,

unindo tradição à tecnologia, com

total higiene juntas.

A versão medalista de Ouro no ano

passado passa no mínimo 4 anos de

envelhecimento em barris de carvalho

americano e europeu. Com 39%

de teor alcoólico, apresenta textura

leve e macia.

Já a versão Luxo foi premiada no

ano passado com Medalha de Prata

na Categoria Armazenada em Carvalho

Francês na Degustação às

Cegas da Expocachaça.

https://www.facebook.com/pg/

PrazerdeMinas

339


Carta Premiata 2018-2019

PREMISSA

TRADICIONAL

OURO

Medalha de Prata no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

Mineira, a Cachaça Premissa associa tradição a técnica

exclusivas de blendagem, tornando-a uma cachaça

de qualidade superior.

Com graduação alcoólica de 42%, passa por envelhecimeno

de seis anos em barris de bálsamo. É

uma cachaça suave, de baixa acidez, com um buquê

complexo que agrada aos paladares mais exigentes.

Informações: www.facebook.com/pg/cachacapremissa

e http://cachacapremissa.com.br

340


Carta Premiata 2018-2019

PRINCESA

ISABEL

AQUARELA

Melhor Cachaça Branca do Brasil

segundo o Ranking Cúpula da

Cachaça

No ano passado, na proincipal avaliação nacional de

cachaça, que elege as 50 melhores do País, a cachaça

Princesa Isabel ficou com a primeira colocação.

Produzida na Fazenda Tupã, em Linhares, no ES, às

margens do Rio Doce, em uma região rica pela cultura

de cacau e natureza exuberante, uma cachaça

é frutada, com aromas equilibrados e bem suave,

perfeita para drinques.

Dois outros produtos da empresa também tiveram

reconhecimentos em 2018:

- Princesa Isabeal Jaqueira: 20a Colocada na Categoria

Ouro no Ranking Cúpula da Cachaça e Medalha

de Prata na Categoria Armazenada em Madeiras

Brasileiras na Degustação às Cegas da Expocachaça.

Outras informações: https://www.cachacaprincesaisabel.com.br/

341


Carta Premiata 2018-2019

LICOR FINO

DE BANANA

PROSA

MINEIRA

Medalha de Ouro Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

Elaborado a partir da pura fruta e álcool, sem nenhum

aditivo químico e com sabor requintado, o

Licor Fino de Banana Prosa Mineira é bem docinho.

Feito de forma 100% artesanal na cidade de Santa

Rita de Caldas, região Sul de Minas Gerais, não

contém corantes. É comumente consumido em pequenas

doses para encerrar refeições e não possui

envelhecimento em barril.

A empresa também recebeu outras premiações ano

passado:

- Cachaça Prosa Mineira Ouro 2018: Medalha de

Prata no Concurso Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2019;

- Cachaça Prosa Mineira Carvalho: Medalha de ouro

no Concurso de Degustação às Cegas da Expocachaça

2018;

- Cachaça do Anjo: 3a Colocada no Concurso Cachaça

com Ciência, Medalha de Ouro na Expocachaça

e Medalha de Prata no Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil.Outras informações: http://

www.cachacaprosamineira.com.br .

342


Carta Premiata 2018-2019

RAINHA DA

CANA MILHO

Medalha de Prata na Categoria

Bebidas Mistas na Degustação às

Cegas da Expocachaça

Produzida artesanalmente em Abreus, distrito de

Alto Rio Doce, no interior de Minas Gerais, a Rainha

da Cana traz ao mercado diversidade de sabores

bebidas mistas e licores para agradar apreciadores

mais exigentes.

Entre os destaques da empresa no ano passado está

a bebida Rainha da Cana Milho que recebeu a Medalha

de Prata na Expocachaça. Seu teor alcoólico

é de 17%.

Mais informações: https://cachacarainhadacana.

com.br .

343


Carta Premiata 2018-2019

RESERVA

DO NOSCO

PRATA

Top 10 do Ranking Cúpula da Cachaça

e Medalha de Prata

na Degustação às Cegas da

Expocachaça

Sétima Colocada na Categoria Brancas no III

Ranking Cúpula da Cachaça e Medalha de Prata na

Categoria Brancas Puras no Concurso de Degustação

às Cegas da Expocachaça, a Reserva do Nosco

Prata é produzida na Fazenda Valparaiso, em Engenheiro

Passos, Resende, RJ. A produção foi iniciada

em 2007 por Marcelo Nordskog o atual proprietário.

Com 42% de teor alcoólico é uma excelente opção

até para degustação pura, além da sua excelência

para elaboração de drinques.

No ano passado, outro rótulo da empresa, a Reserva

do Nosco Envelhecida também recebeu a Medalha

Grande Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil.

Informações: www.facebook.com/pg/CachacaReservaDoNosco

344


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA SERRA MORENA

Ouro no Concurso de

Degustação às Cegas da

Expocachaça

De Taiobeiras, MG, a cachaça Serra Morena

Ouro passa por envelhecimento em

Carvalho e Jequitibá por cerca de 4 anos.

No ano passado recebeu a Medalha de

Ouro na Categoria Armazenada em Madeiras

Diversas na Degustação às Cegas

da Expocachaça. Seu teor alcoólico é

44%. No mesmo evento, a Serra Morena

Prata também recebeu a Medalha de

Prata na Categoria Brancas Puras.

Informações: www.facebook.com/Serra-

Morena .

CACHAÇA

SERRA LIMPA

8a Colocada na Categoria Brancas

no III Ranking Cúpula da Cachaça

Do tipo branca orgânica, a Cachaça Serra Limpa

Branca tem teor alcoólico de 45%. Clara e límpida,

tem aroma floral, e no paladar apresenta-se fina, intensa,

persistente na boca.

É produzida na Fazenda Imaculada Conceição, no

municipio Duas Estradas, na PB.

Informações: https://www.serralimpa.com.br

345


Carta Premiata 2018-2019

SAMANAÚ

PRATA

Medalha de Prata no Mundial de

Bruxelas Edição Brasil 2018

De Caicó, RN, a cachaça Samanaú Praata é uma

cachaça artesanal orgânica, com diversos prêmcios

nacionais e internacionais desde o seu lançamento

em 2004.

Com graduação alcóolica de 38% vol, a versão premiada

é ótima indicação para drinques.

Conheça mais sobre a empresa e a linha de produtos

no sote: http://www.cachacasamanau.com.br .

346


Carta Premiata 2018-2019

SANHAÇU

FREIJÓ

Top 3 das melhores no Ranking

Cúpula da Cachaça, Ouro no

Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil e Medalha de Prata

na Expocachaça

Segunda colocada na Categoria Brancas do III

Ranking Cúpula da Cachaça e com Medalha de Prata

na Categoria Descansadas do Concurso de Degustação

às Cegas da Expocachaça, Sanhaçu Freijó

é produzida em Chã Grande, PE.

Freijó é uma madeira da Amazônia que junto à cachaça

transfere pouco sabor, cor e aroma deixando-

-a leve, com suaves notas de madeira. É ideal para

acompanhar pratos de entrada como queijos, saladas,

peixes e crustáceos.

A empresa também recebeu outras premiações internacionais

no ano passado:

- Sanhaçu Umburana: 25a Colocada na Categoria

Ouro no Ranking Cúpula da Cachaça;

- Sanhaçu Origem Orgânica: Medalha de Ouro no

Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil 2018.

Mais informações: www.sanhacu.com.br

347


Carta Premiata 2018-2019

SANTA

TEREZINHA

CARVALHO

Medalha de Prata na Degustação

às Cegas da Expocachaça

Prata na Categoria Armazenada em Carvalho Americano

no Concurso de Degustação às Cegas da Expocachaça,

a Santa Terezinha Carvalho é produzida

artesanalmente com todo cuidado e envelhecida

24 meses em barris de carvalho.

Cuidadosamente feita desde 1943, ano de sua fundação,

a Cachaça Santa Terezinha segue seu ritual

de forma minuciosa e atento aos detalhes importantes

em qualquer confecção artesanal. Da colheita da

cana, da extração do caldo, das misturas, fervuras e

esperas pelo ponto correto para a transformação do

mosto no saboroso e festejado destilado alcoólico de

cana de açúcar.

Assim, ao produzir toda sua linha de destilados a

empresa leva à risca a máxima que fazer cachaça é

uma arte, uma alquimia, exaltando a cultura local

e nacional, com rótulos e embalagens desenvolvidos

por destacados artistas plásticos como Hélio Coelho

e Haroldo Bussotti. Todos os detalhes são pensados

para obter o melhor e mais belo produto, cristalino

ou com as tonalidades envelhecidas nas mais diversas

madeiras, conferindo cores e sabores diversos e

distintos.

É proveniente da Fazenda Santa Teresa no Espírito

Santo. Seu teor alcoólico é de 39%.

Mas informações: http://cachacasantaterezinha.

com.br/ .

348


Carta Premiata 2018-2019

CAMBU

SANTO

Prata como Bebidas Mistas na

Degustação às Cegas da

Expocachaça

Com Medalha de Prata na Categoria Bebidas Mistas

na Degustação às Cegas da Expocachaça 2018, a

Cambu santo é bebida alcoólica mista com base de

cachaça e concentrado do fruto de Cambuci, com

sabor amadeirado e um leve toque cítrico.

O Cambuci é fruta símbolo da Mata Atlântica, sendo

cultivado de forma agroecológica por pequenos produtores

do arranjo Produtivo Sustentável da Rota do

Cambuci com a sustentabilidade na região da Serra

do Mar Paulista.

Mais informações: http://bebidassantomel.com.br

349


Carta Premiata 2018-2019

SAPUCAIA

REAL EXTRA

OLD

Entre as 10 Melhores do País

Décimo lugar no ano passado, com 81 pontos na

Categoria Envelhecidas, no Ranking Go’Where

Gastronomia de Cachaças a Sapucaia Real X.O.

(Extra Old) é inspirada nos destilados premium

europeus.

É um blend de cachaças da linha reserva da empresa,

com mais de 50% proveniente de uma envelhecida

em barris de carvalho frances de 1990,

com uma cachaça branca (inox) de 2002 e pequena

parte de amburana. A garrafa utilizada é a especial

da marca, Art Decó, criada pela empresa e

patenteada em 1933.

Informações sobre a linha completa da empresa no

site: http://www.cachacasapucaia.com.br .

350


Carta Premiata 2018-2019

SARACURA

CACHAÇA

CARVALHO

Ouro no Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil 2018

A Saracura descansada em barris de carvalho, que

recebeu no ano passado a Medalha de Ouro no

Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil, é elaborada

a partir de um blend especial decorrente de

oito anos de envelhecimento.

Possui graduação alcoólica de 40%, fragrância

suave do carvalho e uma sensação aveludada ao

paladar.

A Saracura tem sede em Brasília, no DF.

Informações: www.cachacasaracura.com.br/

351


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA SOUZA PAIOL

Medalha de Prata na

Categoria Armazenada

em Madeiras

Brasileiras Degustação

às Cegas Expocachaça

A Cachaça Souza Paiol, mantém o

processo de fabricação artesanal da

autêntica cachaça mineira, aliada a

novos recursos tecnológicos de controle

e melhoria de qualidade. Todas

as etapas de produção são rigorosamente

controladas, desde a escolha

correta do tipo de cana, a época e

o modo certo do corte, a colheita, a

moagem, fermentação e a destilação.

A fermentação é natural, sem

aditivos químicos.

Na linha estão as versões Prata,

Ouro, e a Amburana, que é armazenada

por 3 anos em tonéis de Amburana,

madeira excepcional brasileira

na produção de ótimos destilados.

352


Carta Premiata 2018-2019

TABÚA FLOR

DE OURO

EXPORTAÇÃO

Top 20 do País segundo o III

Ranking Cúpula da Cachaça

Décima oitava posição na Categoria Ouro no últim

Ranking Cúpula da Cachaça, a Cachaça Tabúa

Flor de Ouro Exportação passa por armazenamento

por 5 anos em tonéis de bálsamo, madeira que

he concede o sabor suave e refinada qualidade.

A empresa em sede em salinas, MG, região reconhecida

por produzir algumas das melhores cachaças

do Brasil.

Mais informações: http://tabua.com.br .

353


Carta Premiata 2018-2019

TAPINUÃ

DOS REIS

OURO VELHO

Medalha de Ouro Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

Na Fazenda Tapinuã, que fica no Tapinuã Hotel

Fazenda, em Silva Jardim, no RJ, funciona o

alambique da Cachaça Tapinuã dos Reis.

A medalhista de Ouro da empresa no ano passado

foi Tapinuã dos Reis Ouro Velho, uma cachaça envelhecida

dois anos em tonéis de carvalho.

A versão Tapinuã dos Reis Prata por sua vez recebeu

a Medalha de Prata no memso evento.

A Fazenda Tapinuã em uma região serrana, entre

vales, montanhas, belas paisagens e cercado pela

natureza exuberante da Mata Atlântica, sendo inclusive

com destaque na preservação da floresta.

Fica a apenas a 150 km do centro do Rio de Janeiro,

no mesmo município da Reserva Biológica

de Poço das Antas, área de preservação do Mico

Leão Dourado.

www.tapinua.com.br/

354


Carta Premiata 2018-2019

CIPÓ DA SERRA

CARVALHO,

AMBURANA E

BÁLSAMO

Medalha de Ouro no

Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil 2018

Armazenada em Carvalho, Amburana e Bálsamo,

a cachaça traz uma cor dourada bem atrante, aromas

característicos de baunilha e coco, sabor doce e

bouquet complexo aromático, com sabores intensos

de amêndoas, tostadas da madeira e taninos.

Outros produtos da empresa também receberam

premiações no ano passado:

- Taverna de Minas Carvalho 12 Meses: Medalha de

Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil

2018;

- Taverna de Minas Amburana: Medalha de Prata no

Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil 2018;

- Taverna Mineira: Medalha de Prata na Categoria

Armazenada em Madeiras Diversas na Degustação

às Cegas da Expocachaça.

Mais informações: http://tavernademinas.com.br .

355


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

TERRA FORTE

OURO

Medalha de Prata na Categoria

Armazenada em Carvalho Francês no

Concurso de Degustação às Cegas da

Expocachaça

Produzida em Presidente Juscelino, MG, a Cachaça Cachaça

Terra Forte Ouro passa por descanso em Carvalho

Francês. Sua graduação alcoolica é de 40%.

A empresa tem na linha cachaças e licores artesanais

produzidos com essências naturais seguindo um rigoroso

controle de qualidade.

Mais informações www.cachacaterraforte.com.br/ .

356


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

TIZIU ÚNICA

Duplo Ouro no Concurso Mundial

de Bruxelas Edição Brasil 2018

Com 44% de teor alcoólico, a Cachaça Tiziu Única

passa por maturação em barris de bálsamo (por dez

anos).

É uma bebida elegante e extremamente saborosa,

com leves toques de adstringência característicos,

acentuados sabores de especiarias, encorpada e expressiva.

Outros rótulos da empresa também foram premiados

no ano passado:

- Tiziu Virgem: Medalha de Prata no C o n c u r s o

Mundial de Bruxelas Edição Brasil 2018, e Medalha

de Ouro na Categoria Brancas Puras na Degustação

às Cegas Expocachaça.

Mais informaçõe: www.reidacachaca.com.br .

357


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

PRIMEIRO

BEIJO OURO

Medalha de Prata no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

De Alterosa, MG, a Cachaça Primeiro Beijo Ouro

tem graduação alcoóllica de 40%.

Após a destilação é armazenada em toneis de óleo

balsamo, por um período mínimo de 12 meses. Esta

madeira de origem brasileira tem sua exploração

controlada e transfere um tom dourado brilhante à

bebida, dando à cachaça um sabor amadeirado.

É produzida na Fazenda Alegria, localizada no Sul

de Minas, região do lago de Furnas.

Mais informações: www.cachacaatrindade.com.br .

358


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

TRIUMPHO

CARVALHO

Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

Produzida em Trinfo, PE, a cachaça Triumpho

Carvalho é um produto artesanal que passa por

dois anos de envelhecimento em barris dessa madeira

nobre.

É elaborada no centenário Engenho São Pedro,

que vem sendo restaurado nos últimos anos, a

fim de receber turismo e de produzir cachaça e

rapadura de qualidade, obedecendo os preceitos

de produtos orgânicos.

Informações: www.cachacatriumpho.com.br

359


Carta Premiata 2018-2019

UNSER SCHNAPS

EXTRA PREMIUM

Ouro Duplo no Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil 2018

De Presidente Lucena, no RS, a Unse Schanaps extra

premium é uma cachça que passa por mais de 10 anos

de envelhecimento em barris de carvalho.

Segundo os produtores, naturais dessa região de colonização

alemã no Sul do País, Unser Schnaps significa

“Nossa Cachaça” e é essa cachaça produzida com leveduras

selecionadas e com todo cuidado e qualidade.

Mais informações: https://www.facebook.com/pg/unsersch

360


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

BARRIL 12

EXTRA

PREMIUM

Medalha de Ouro no

Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil 2018

De Caldas Novas, GO, a Cachaça Barril

12 é um produto artesanal, produzido em

Caldas Novas, GO, e armazenado em tonéis

de carvalho e castanheira. Já recebeu

diversos prêmios internacionais, como em

Turim, na Itália, em 2007 e 2009.

É produzida pela Cachaçaria Vale das

Águas Quentes, que também recebeu no

ano passado uma Medalha de Prata na Categoria

Armazenada em Madeiras Diversas

na Degustação às Cegas na Expocachaça

com a Barril 12.

Outras informaçoes: http://www.cvaq.

com.br .

361


Carta Premiata 2018-2019

CAMINHOS

DE SANTIAGO

DO NORTE

AMBURANA

Medalha de Prata no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

De Paranatinga, no MT, a Cachaçaria Victória recebeu

mais um importante reconhecimento para

seus produtos no ano passado: Medalha de Prata

no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil

2018, um dos mais rigorosos na avaliação do destilado

nacional de qualidade superior.

A premiação foi para a sua Cachaça Caminhos de

Santiago do Norte Amburana, na qual se destacam

o aroma doce, com especiarias, amadeirado

e frutado, com notas de madeira, cravo, baunilha,

flores e doces.

Mais informações: tel. (11) 2227-2797 ou www.cachacariavictoria.com.br

.

362


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA VILA IMPERIAL

DE PAPARY

Medalha de Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil 2018

A Cachaça Vila Imperial de Papary é produzida

no Engenho da Fazenda Brasileira

Augusta, que fica no município de Nísia

Floresta, no RN.

A versão em destaque da empresa passa por envelhecimento

em barril de carvalho. A linha conta ainda com a

versão pura, tradicional.

Outras informações: https://engenhopapary.com.br .

363


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

VIRA COPOS

OURO

Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil

A Vira Copos é uma cachaça mineira, produzida

no município de Rio Manso.

O destaque da empresa é a versão premiada Ouro

produzida artesanalmente a partir de um “blend”

de cachaças, armazenadas em barris de Carvalho

e tonéis de Jequitibá por um período de 2 anos.

Também em destaque a versão Prata, que é armazenada

por um período de 1 ano em tonéis de

jequitibá.

Mais informações: www.cachacaviracopos.com.br/ .

364


Carta Premiata 2018-2019

CACHAÇA

VOLÚPIA

Top 5 do País no Ranking Cúpula

da Cachaça

Quinta colocada na Categoria Brancas no Ranking

Cúpula da Cachaça, a Volúpia é produzida no engenho

Lagoa Verde, em Alagoa Grande, na PB, e já

recebeu diversas premiações internacionais.

Utiliza um método artesanal de fabricação e plantação

orgânica para garantir a pureza e a qualidade de

um produto 100% natural.

É produzida desde o século XIX e pela mesma família,

atravessando várias gerações sempre buscando

resgatar a história, a cultura e a tradição dessa bebida

genuinamente brasileira. Passa por armazenamento

em toneis de freijó e tem graduação alcoólica

de 42%.

http://cachacavolupia.com.br

365


Carta Premiata 2018-2019

WERNECK SAFIRA RÉGIA

Entre as top 15 de seu categoria e Medalha de Ouro Concurso Mundial de

Bruxelas Edição Brasil 2018

Décima primeira colcada na Categoria

Ouro no Ranking Cúpula

da Cachaça e Medalha de Ouro

no Concurso Mundial de Bruxelas

Edição Brasil 2018, a Werneck

Safira Régia é uma extra premium

resultante de um blend de barris

de carvalho com 4 e 5 anos, oferecida

em lote único e exclusivo,

em garrafas francesas gravadas a

ouro, numeradas de 001 a 960 e

assinadas pelo Mestre Cachaceiro

Eli Werneck e pelo Master Blender

Agostinho Novo. O teor alcoólico é

de 40%.

Cristalina, densa e límpida, é bem

fina, intensa e persistente; no nariz

elegante, com fruta madura,

boa madeira, baunilha, tabaco,

amêndoas e ervas secas. Encorpada,

tem acidez equilibrada e muito

macia.

Outros produtos da empresa também

foram premiados no ano passao:

- Werneck Ouro: 16a Colocada

na Categoria Ouro no III

Ranking Cúpula da Cachaça;

- Werneck Premium Ouro: Medalha

Grande Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição Brasil

2018;

- Werneck Tradicional: Medalha de

Prata na Categoria Brancas Puras

na Degustação às Cegas da Expocachaça.

Mais informações: https://www.

lojawerneck.com .

366


Carta Premiata 2018-2019

WRUCK

ENVELHECIDA

Medalha de Ouro no Concurso

Mundial de Bruxelas Edição

Brasil 2018

De Luiz Alves, SC, a Wruck Envelhecida passa por

armazenamento em barris de carvalho.

A empresa produz bebidas desde 1938 na região ,

tendo primeiro registro para sua cachaça ainda em

1942. Além disso, desde o ano 2000 se tornou exportadora

da bebida.

Outra versão premiada da empresa no ano passado

foi a Wruck Prata, Medalha de Prata na Categoria

Brancas Puras no Concurso de Degustação às Cegas

da Expocachaça.

Outras informações: www.cachacawruck.com.br .

367


Carta Premiata 2018-2019

www.revistacartapremium.com.br

Rua Antonio, Vera Cruz, 408

02555-010 - São Paulo SP

Tel.: (11) 97073-4971

contato@revistacartapremium.com.br

Publicidade

comercial@revistacartapremium.com.br

Redação

redacao@revistacartapremium.com.br

Jornalista Responsável

Ederson G. Benedicto

MTB. 0070558SP

Produção Gráfica

Projeto Gráfico e Direção de Arte

Fernando Alves

producao@revistacartapremium.com.br

Primeira publicação especialmente focada

o setor de bebidas premium, especiais,

finas e artesanais. Especificamente

produzida para WEB, chega diretamente

aos principais bares, bistrôs, restaurantes

e demais empreendimentos de A&B

de alto padrão do País, tendo como

leitores profissionais de decisão nesses

empreendimentos, entre eles proprietários,

gerentes, chefias de A&B, maîtres,

sommeliers, bartenders, baristas, mixologistas

e demais profissionais.

Acompanhe-nos em nosso portal e nas

mídias sociais:

Sem a participação de todo o trade

(empresas, profissionais, apreciadores e

leitores) mais uma vez essa edição não

seria possível. Fica o nosso

“MUITO OBRIGADO!”

Convidamos a todos para nos honrarem

com comentários e indicações de temas,

empresas e bebidas para as próximas

reportagens:

redacao@revistacartapremium.com.br

368


Carta Premiata 2018-2019

369


Carta Premiata 2018-2019

370

More magazines by this user
Similar magazines