10.08.2021 Views

*Julho:2021 Condominium 35

You also want an ePaper? Increase the reach of your titles

YUMPU automatically turns print PDFs into web optimized ePapers that Google loves.

A REVISTA DO SÍNDICO<br />

WWW.REVISTACONDOMINIUM.COM.BR<br />

Entrevista<br />

Saiba o que é o Projeto de<br />

Prevenção e combate a<br />

incêndios<br />

Manutenção<br />

VANTAGENS DA<br />

ENERGIA FOTOVOLTAICA<br />

Descubra o motivo da energia solar<br />

ser o melhor investimento para<br />

condomínios durante a pandemia<br />

Ano VII • N°<strong>35</strong><br />

Junho <strong>2021</strong><br />

A importância das vistorias e<br />

inspeções prediais<br />

Legislação<br />

Força-tarefa do Crea (PR)<br />

intensifica fiscalização em<br />

condomínios durante junho<br />

Artigo<br />

Novos limites para o<br />

reajuste de aluguel


STV, HÁ 45 ANOS COM<br />

SOLUÇÕES COMPLETAS<br />

EM PROTEÇÃO E<br />

SERVIÇOS PARA VOCÊ<br />

E SEU PATRIMÔNIO.<br />

O Grupo STV é referência na área de segurança privada há 45 anos. Sempre integrando<br />

tecnologias e inovando na proteção da propriedade e meios de produção privados.<br />

Estabelecemos relações de parceria de longo prazo, com projetos de proteção que<br />

possibilitam eliminar ou reduzir riscos, ameaças e vulnerabilidades.<br />

stv.com.br stvseguranca stv_seguranca stvsegurança


PORTARIA REMOTA<br />

Conheça as facilidades de contar<br />

com a portaria remota da STV:<br />

Chegou a hora de unir tecnologia e redução de custos no seu condomínio ou empresa! Com a portaria remota<br />

STV, seu patrimônio terá muito mais segurança e tranquilidade e contará com um amplo suporte de serviços.<br />

Com a portaria remota da STV, você terá muitas vantagens:<br />

ECONOMIA: redução de até 50% no valor do condomínio;<br />

FACILIDADE: o seu acesso ao prédio será rápido, prático e com segurança;<br />

TECNOLOGIA: monitoramento 24h nos acessos de seu condomínio ou empresa;<br />

SEGURANÇA: com maior agilidade nas entradas e saídas do seu patrimônio, você não ficará a mercê dos<br />

criminosos. Além disso, você possuirá imagens e controle de acessos do local.<br />

Aplicativo: Tenha o controle de seu condomínio na palma de sua mão. Com ele, será possível visualizar câmeras,<br />

visualizar registro de ocorrências, reservar áreas comuns, enviar mensagens e notificações, controlar as manutenções,<br />

enviar convites on-line para visitantes acessarem o condomínio;<br />

Central de monitoramento: Possuímos uma central de monitoramento 24h, que atende exclusivamente às demandas da<br />

Portaria Remota, com uma equipe especializada para atender às solicitações do condomínio.<br />

Pronto Atendimento 24h. Profissionais com curso de formação de vigilantes, a equipe de pronto atendimento está apta<br />

a intervir em situações de emergência comunicados pelo sistema do condomínio e identificados pela nossa central de<br />

monitoramento 24H.<br />

Aproveite e conheça os nossos serviços de facilities, um diferencial da STV aos seus clientes. Com ele,<br />

seu patrimônio estará sempre bem cuidado. Afinal, só a STV sabe unir segurança e tranquilidade.<br />

PORTARIA SEGURA<br />

Com a Portaria Segura STV, além do serviço de portaria,<br />

seu condomínio será monitorado 24h por dia, com sistema<br />

que permite o envio de acionamento de pânico e imagens<br />

de CFTV, em tempo real, diretamente à nossa central de<br />

Monitoramento 24h, que fará a verificação das situações de<br />

risco e acionará a equipe do Pronto Atendimento.<br />

Curitiba I PR (41) 3151.1055<br />

Rua João Negrão, 2680 - Prado Velho


sumário<br />

06 Editorial<br />

08 Notas<br />

16 Principal<br />

20 Manutenção<br />

24 Artigo<br />

26 Pet<br />

30 Informe<br />

32 Gente que cuida<br />

34 Legislação<br />

38 Perfil<br />

40 Entrevista<br />

04


Acesse já: . . .<br />

SEDE CURITIBA 1<br />

Rua Desembargados Motta, <strong>35</strong>62<br />

Mercês - Curitiba -PR<br />

(41) 3023-9033<br />

SEDE CURITIBA 2<br />

R. Padre Anchieta, 2348 - 12°<br />

Andar - Bigorrilho, Curitiba - PR<br />

(41) 3022-0010<br />

SEDE BALNEÁRIO CAMBORIÚ<br />

Rua 1131,253<br />

Centro -Balneário Camboriú -SC<br />

(47) <strong>35</strong>14-3660


eptSeguranca<br />

Baixe na<br />

App Store<br />

Android app no<br />

Google Play<br />

comercial@intersept.com.br<br />

intersept.com.br<br />

WWW.REVISTACONDOMINIUM.COM.BR<br />

Ano VII • N°<strong>35</strong><br />

Junho <strong>2021</strong><br />

es em<br />

RôNICA<br />

editorial<br />

nial<br />

App Intersept Condomínio<br />

O aplicativo Intersept Condomínio<br />

é uma plataforma inovadora para<br />

gestão, comunicação e segurança<br />

de condomínios, com recursos<br />

que proporcionam mais facilidade,<br />

conforto, transparência e economia.<br />

A Revista do Síndico e dos Condôminos www.revistacondominium.com.br Ano VII • N.<strong>35</strong> • Junho <strong>2021</strong><br />

A REVISTA DO SÍNDICO<br />

Entrevista<br />

Saiba o que é o Projeto de<br />

Prevenção e combate a<br />

incêndios<br />

Manutenção<br />

A importância das vistorias e<br />

inspeções prediais<br />

Legislação<br />

Força-tarefa do Crea (PR)<br />

intensifica fiscalização em<br />

condomínios durante junho<br />

Artigo<br />

Novos limites para o<br />

reajuste de aluguel<br />

VANTAGENS DA<br />

ENERGIA FOTOVOLTAICA<br />

Descubra o motivo da energia solar<br />

ser o melhor investimento para<br />

condomínios durante a pandemia<br />

Nesta edição, a capa da<br />

Revista CONDOMINIUM<br />

traz uma reportagem sobre<br />

as vantagens que atraem<br />

os brasileiros, cansados<br />

da constante inflação<br />

energética no país, para<br />

o sistema de placas de<br />

energia solar.<br />

Ano VII | Edição nº <strong>35</strong> | Junho <strong>2021</strong><br />

Diretores<br />

Comercial: Fábio Alexandre Machado<br />

Executivo: Pedro Bartoski Jr.<br />

revistacondominium@revistacondominium.com.br<br />

Boas e novas<br />

energias<br />

As vantagens da energia solar atraem a atenção de<br />

todos. Esse interesse cresceu ainda mais durante a pandemia,<br />

à medida que as pessoas começaram a passar<br />

mais tempo dentro de casa. É por isso que na edição<br />

<strong>35</strong> da Revista CONDOMINIUM, trazemos a reportagem<br />

principal sobre os investimentos sustentáveis e cheios<br />

de vantagens, como a energia solar, que chamam muito<br />

a atenção. Nada melhor que preservar o meio ambiente<br />

para futuras gerações e ainda economizar nas suas despesas<br />

mensais, não é mesmo? Para isso, conversamos<br />

com o diretor da NGLed, Ricardo Blauth, que fala sobre<br />

os benefícios da energia solar e como esse sistema pode<br />

ajudar os condomínios a ter maior autonomia no uso de<br />

energia e reduzir gastos. Ainda falando sobre engenharia,<br />

o Leitor confere na editoria Legislação uma matéria<br />

sobre a fiscalização e ações de vistoria do CREA (PR)<br />

em condomínios da capital paranaense. Falando sobre<br />

pandemia, doenças do psicológico como ansiedade e<br />

depressão têm aumentado cada vez mais nesse período<br />

complicado. Poucos sabem, mas esse problema também<br />

atinge os pets. Dessa forma, trazemos uma reportagem<br />

sobre os cuidados com seu animal de estimação e como<br />

prevenir a depressão nos animais dentro de casa. Você<br />

ainda confere uma entrevista com o Tenente-Coronel<br />

Gilberto Gavlovski, que fala sobre o PPCI (Projeto de<br />

Prevenção e Combate a Incêndios).<br />

Desejamos uma excelente leitura e até a próxima!<br />

Departamento Comercial<br />

Marcelo Marcet de Andrade - Teaser Comunicação<br />

comercial@revistacondominium.com.br<br />

Redação<br />

Maria Fernanda Coutinho<br />

jornalismo@revistacondominium.com.br<br />

Projeto Gráfico<br />

Supervisão: Fabiana Tokarski<br />

Crislaine Briatori Ferreira<br />

Gabriela Bogoni<br />

criacao@jotacomunicacao.com.br<br />

Depto. de Assinaturas<br />

Pedro Moura<br />

assinatura@revistareferencia.com.br<br />

0800 600 2038<br />

www.revistacondominium.com.br<br />

A Revista CONDOMINIUM é uma publicação<br />

da JOTA Editora<br />

Rua Maranhão, 502 - Água Verde<br />

CEP 80610-000 - Curitiba (PR) - Brasil<br />

Fone/Fax: +55 (41) 3333-1023<br />

FALHA NOSSA...<br />

A Jornalista responsável dos textos da edição de<br />

fevereiro de <strong>2021</strong> da Revista CONDOMINIUM foi Jackie<br />

Modesto, conforme não relatado em nosso expediente.<br />

A Revista CONDOMINIUM é uma publicação bimestral independente,<br />

dirigida ao público curitibano, síndicos e condôminos da capital paranaense<br />

e Região Metropolitana. A CONDOMINIUM não se responsabiliza<br />

por conceitos emitidos em artigos e colunas assinadas, por serem de<br />

responsabilidade de seus autores. A utilização e reprodução pode ser feita<br />

desde que informada e citada a fonte. A Revista CONDOMINIUM também<br />

não se responsabiliza por fotos de divulgação, bem como, por anúncios e<br />

imagens enviadas por terceiros, por entender serem de responsabilidade<br />

de seus produtores.<br />

06


ASSESSORIA DE<br />

IMPLANTAÇÃO DE<br />

NOVOS CONDOMÍNIOS<br />

• Vistoria para análise operacional do<br />

empreendimento da incorporadora<br />

• Dimensionamento da equipe de colaboradores<br />

para atendimento dos futuros condomínios<br />

• Levantamento e orçamento dos materiais<br />

necessários para implantação do condomínio<br />

• Elaboração da previsão orçamentária de<br />

empreendimentos em fase de instalação<br />

www.administradoraparana.com.br<br />

41 3883 1700


notas<br />

Curta sua viagem<br />

com 20% OFF<br />

Foto: divulgação<br />

A MegaTáxi traz um novo conceito de serviço<br />

de transporte de passageiros. Baixe o aplicativo<br />

da MegaTáxi e curta sua viagem com 20%OFF!<br />

Muito mais segurança e melhor atendimento. Seja<br />

atendido por um profissional da área.<br />

Seu condomínio na<br />

palma da mão<br />

O Site e APP Mobile da Administradora Paraná<br />

oferece todas as funcionalidades que seu Condomínio<br />

precisa. Basta um clique para ficar atualizado<br />

sobre os comunicados do seu condomínio, documentos<br />

importantes, balancetes online e outras<br />

ferramentas que te deixarão por dentro da gestão<br />

condominial. O condômino também pode reservar<br />

áreas comuns e tirar a segunda via de boletos com<br />

muito mais facilidade. Acesse o site e saiba mais:<br />

https://www.administradoraparana.com.br/<br />

Sustentabilidade<br />

e inovação<br />

O Sol é um recurso disponível em qualquer<br />

lugar e para todos. Com a experiência da Curitiba<br />

Solar, você consegue instalar energia solar,<br />

promovendo a sustentabilidade e a inovação<br />

em seu condomínio, em praticamente todos<br />

os locais, quer seja no telhado, no chão, em<br />

estruturas personalizadas e até em fachadas.<br />

A empresa oferece o que há de melhor para<br />

seus clientes como painéis com 15 anos de<br />

garantia de fábrica. Acesse o site e faça seu<br />

orçamento: https://curitiba.solar/<br />

Foto: divulgação Imagem: reprodução<br />

08


Campanha do<br />

agasalho<br />

Fotos: Emanoel Caldeira<br />

A Campanha do Agasalho <strong>2021</strong> do Provopar Estadual já começou. Como nos anos<br />

anteriores, a ação fará o recolhimento de roupas masculinas, femininas e infantis,<br />

além de calçados, cobertores e acessórios, como luvas, toucas, cachecóis e outros.<br />

“Apenas solicitamos que as roupas estejam perfeitamente higienizadas e em bom<br />

estado de conservação, para conferir conforto e dignidade aos que recebem esse<br />

carinho”, alerta a presidente do Provopar Estadual, Carlise Kwiatkowski. Quem também<br />

quiser participar, com doações de roupas novas para crianças, poderá fazê-lo<br />

com segurança sem sair de casa. Neste ano, a campanha oferece como inovação o<br />

Pix bancário, para quem deseja efetuar repasses de recursos. Essa opção também<br />

tem como vantagem a isenção da cobrança de taxa na operação de transferência.<br />

Confira alguns locais de coleta:<br />

- Shopping Crystal: Rua Comendador Araújo, 731 - Batel<br />

- Melissa Presentes: Rua João Gualberto, 1.860 - Alto da Glória<br />

- Four Outlet: Rua Manoel Eufrásio, 403 - loja 10 - Juvevê<br />

- Beka Calçados: Rua Teffé, 431 - Bom Retiro<br />

- Padaria e Café Anna Terra: Alameda Julia da Costa, 1848 - Bigorrilho<br />

- Gloriana Calçados: Rua Teffé, 426 - Bom Retiro<br />

- Farmácia de Manipulação Qualitá: Rua Kellers, 371 - São Francisco<br />

- Mastermind Curitiba: Rua Scremin, 287 - Ahu<br />

- Vitamin Factory Suplementos: com sedes no Bigorrilho, São José<br />

dos Pinhais e Portão<br />

- Revista CONDOMINIUM - Rua Maranhão, 502 - Água Verde<br />

Lei do<br />

Stalking<br />

Foto: divulgação<br />

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a lei que<br />

tipifica o crime de perseguição, prática também conhecida como<br />

stalking (Lei 14.132, de <strong>2021</strong>). A norma altera o Código Penal (Decreto-Lei<br />

3.914, de 1941) e prevê pena de reclusão de 6 meses a<br />

2 anos e multa para esse tipo de conduta. O ato foi publicado no<br />

Diário Oficial da União de quinta-feira (1º). O crime de stalking é<br />

definido como perseguição reiterada, por qualquer meio, como a<br />

internet, que ameaça a integridade física e psicológica de alguém,<br />

interferindo na liberdade e na privacidade da vítima. A nova lei é<br />

oriunda do PL 1.369/2019, de autoria da senadora Leila Barros<br />

(PSB-DF). A matéria foi aprovada em 9 de março como substitutivo da Câmara dos Deputados e teve relatoria do senador<br />

Rodrigo Cunha (PSDB-AL). Antes, a prática era enquadrada apenas como contravenção penal, que previa o crime de perturbação<br />

da tranquilidade alheia, punível com prisão de 15 dias a 2 meses e multa. De acordo com a nova lei, o crime de<br />

perseguição terá pena aumentada em 50% quando for praticado contra criança, adolescente, idoso ou contra mulher por<br />

razões de gênero. O acréscimo na punição também é previsto no caso do uso de armas ou da participação de duas ou<br />

mais pessoas. Por ter pena prevista menor que 8 anos, porém, o crime não necessariamente provocará prisão em regime<br />

fechado. A nova lei também revoga o Artigo 65 da Lei de Contravenções Penais (Decreto-Lei 3.688, de 1941).<br />

www.revistacondominium.com.br 09


notas<br />

Serviços e soluções<br />

inteligentes<br />

Foto: divulgação<br />

O Grupo CM <strong>Condominium</strong> tem mais de 23<br />

anos de experiência e tradição no mercado<br />

condominial. Com sedes em Curitiba (PR) e<br />

Balneário Camboriú (SC), a empresa conta com<br />

uma equipe capacitada, ampla estrutura física,<br />

ferramentas modernas de gestão, focando no<br />

atendimento de qualidade e relacionamento<br />

transparente com seus clientes e parceiros. Tenha<br />

uma assessoria administrativa condominial<br />

completa com a CM Premium.<br />

Estar preparado<br />

faz a diferença<br />

A higienização de ambientes é de extrema importância<br />

para a segurança das pessoas. E o que é necessário para<br />

alcançar isso? Os pontos chave para uma limpeza de alta<br />

eficiência são programação, equipamentos certos e o mais<br />

importante, uma equipe bem treinada. Com a Vertex, o<br />

usuário e síndico contam com uma equipe de qualidade em<br />

serviços de limpeza. De pequenos a grandes negócios, os<br />

serviços ajudam empresas e condomínios na segurança e<br />

higienização de seus ambientes.<br />

Mantenha-se<br />

protegido<br />

Indicado para empresas, comércios e residências, o sistema<br />

de alarmes monitorados é um recurso fundamental<br />

na prevenção de invasões, furtos, roubos e demais ações<br />

criminosas em locais onde está instalado. É um importante<br />

aliado na segurança não apenas de bens e imóveis, como<br />

também de pessoas. Na hora de contratar o serviço, opte<br />

pela STV Segurança, empresa com sólida experiência de<br />

mercado com profissionais qualificados, estrutura e amplo<br />

suporte de serviços. Para mais informações e orçamento<br />

gratuito, acesse: https://www.stv.com.br/index.html<br />

Foto: divulgação Foto: divulgação<br />

10


HAGANÁ, DESDE 1997<br />

PROTEGENDO SEU<br />

MAIOR PATRIMÔNIO:<br />

A VIDA!<br />

Tecnologias para<br />

controle de acesso<br />

sem contato.<br />

BEM-VINDO AO FUTURO DO CONTROLE DE ACESSO!<br />

SIGAH - SISTEMA DE<br />

RECONHECIMENTO FACIAL<br />

Reconhece várias pessoas<br />

simultaneamente,<br />

mesmo em movimento.<br />

SABRAH<br />

Assistente virtual exclusiva do<br />

Grupo Haganá via aplicativo<br />

ou Whatsapp.<br />

HAGANÁ FAST PASS<br />

Acesso por biometria limpa.<br />

O Grupo Haganá teve o prazer de proporcionar a tecnologia de reconhecimento<br />

facial na gestão de controle de acesso para o 1º condomínio comercial de Curitiba.<br />

Haganá Paraná<br />

Pç. São Paulo da Cruz, 50 - Cabral - Curitiba | PR<br />

Tel.: 41 3078-7984 - comercialpr@hagana.com.br<br />

SOLICITE SUA PROPOSTA<br />

COMERCIAL ATRAVÉS DO WHATSAPP


notas<br />

Habitacon<br />

<strong>2021</strong><br />

A Habitacon 10 que seria realizada em outubro de 2020,<br />

definiu nova data para realizar a próxima edição: de 20 à 23<br />

de outubro de <strong>2021</strong>, no Expo Barigui, em Curitiba (PR), e<br />

se prepara para a retomada dos eventos de negócios, atualizando<br />

e atendendo as normas e protocolos de segurança<br />

e proteção, assim como, às expectativas de expositores e<br />

visitantes para esta retomada. O evento promete ser um<br />

marco para a retomada dos eventos de negócios no setor<br />

construtivo e condominial no Estado do Paraná. A organização<br />

está preparando um formato com a inclusão do setor imobiliário (Construtoras, Incorporadoras e Imobiliárias) completando<br />

todas as etapas da obra na área de exposição. “Do Projeto a Construção, do Acabamento a Venda e Administração.”<br />

Imagem: reprodução<br />

Transforme pessoas<br />

e empresas<br />

Foto: divulgação<br />

A Escola de Vendas & Negócios K.L.A. oferece um<br />

programa completo para Empresários, Diretores, Gerentes<br />

e Vendedores. Baseado em uma metodologia<br />

própria, o programa produz resultados imediatos para<br />

todas as empresas participantes. Acesse o site e<br />

saiba mais: https://www.escoladenegocioskla.com.br/<br />

Tradição em calhas<br />

e chaminés<br />

Quase sempre, quando o consumidor procura fazer um orçamento<br />

para instalação de uma calha, por exemplo, ele leva em consideração<br />

o valor monetário, mas o que poucos sabem, é que não basta apenas<br />

se preocupar com o material de qualidade, mas sim, garantir um<br />

serviço bem executado. Na Calhas Guanabara, a tradição e os bons<br />

costumes sempre foram a tona dos serviços prestados pela empresa.<br />

Desde 1977 atendendo o mercado de calhas, coifas, chaminés e rufos,<br />

a empresa sempre primou pela qualidade nos produtos oferecidos,<br />

combinando com a excelência na execução dos serviços aplicados. Não é a toa que a Calhas Guanabara está no mercado há<br />

quase 45 anos. Essa combinação de qualidade na matéria-prima e na excelência da execução dos serviços, fazem a empresa<br />

garantir ao consumidor uma satisfação do dever bem cumprido. Entre em contato agora mesmo com a equipe de vendas e<br />

tire todas as suas dúvidas. Mais informações www.calhasguanabara.com.br<br />

Foto: divulgação<br />

12


notas<br />

Lembrança<br />

amigável<br />

No dia 21 de junho, a Revista CONDOMINIUM recebeu uma linda<br />

lembrança do Hospital Pequeno Príncipe, parabenizando nossos<br />

profissionais pelo Dia do Profissional de Mídia. O amor à criança<br />

e a busca pela melhor medicina fazem parte, desde sempre, do<br />

jeito de ser e fazer do Hospital Pequeno Príncipe. Agradecemos<br />

a lembrança e desejamos muito sucesso a este nosso grande<br />

parceiro! Para conhecer mais sobre o Hospital acesse: https://<br />

pequenoprincipe.org.br/ - @hospitalpequenoprincipe<br />

Mais segurança para<br />

o seu condomínio<br />

Um bom sistema de câmeras de segurança se tornou essencial, principalmente<br />

na inibição das ações criminosas, pois estas ferramentas possibilitam<br />

uma maior assertividade na resolução de crimes, após a utilização<br />

pela polícia das imagens captadas dos criminosos. Segundo o relatório do<br />

IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), a taxa de criminalidade<br />

do Brasil em 2018 foi 30 vezes maior do que na Europa, cenário que possibilita<br />

compreender a extensão do problema que o país possui em mãos,<br />

ou seja, a criminalidade e o número de arrombamentos e assaltos tendem<br />

a aumentar dia após dia. O Grupo Intersept disponibiliza aos seus clientes<br />

e parceiros tecnologia de ponta em câmeras de segurança com detectores<br />

especiais, que se ajustam de forma automática a qualquer horário do dia ou da noite. Ao menor sinal de movimento,<br />

o serviço de Monitoramento e Gravações de Imagens passa a transmitir em tempo real as informações para a central do<br />

Grupo Intersept, sendo que todas as referidas imagens ficam arquivadas em nossos servidores pelo total de sete dias.<br />

Transporte<br />

elevado<br />

Uma das coisas em que as pessoas menos prestam a atenção é o elevador.<br />

Se bem que se trata do veículo de transporte mais seguro do mundo. Entretanto,<br />

para se alcançar esse alvo, é necessário uma série de cuidados, que<br />

começam já na compra e instalação dos elevadores. A Raetz Elevadores<br />

sempre se estabeleceu em oferecer o melhor em serviços e instalação<br />

de elevadores, mas também, na manutenção corretiva e preventiva, com<br />

equipe especializada e altamente capacitada. Contudo, quem acha que custa caro obter um elevador em sua casa ou mesmo<br />

no apartamento está muito enganado. A empresa possui projetos exclusivos em novos empreendimentos e em modernização<br />

de elevadores com mais tempo de uso. Tudo isso, com preços extremamente mais acessíveis aos comparados à outras<br />

empresas mais tradicionais que prestam o mesmo serviço. A empresa possui sede em Curitiba e Maringá, mas atende e<br />

executa obras em todo território nacional. Vale a pena conferir www.raetzelevadores.com.br<br />

Foto: divulgação Foto: divulgação<br />

14


JANNOON028/FREEPIK<br />

@


principal<br />

Energia solar<br />

em condomínios<br />

16


ALÉM DE SUSTENTÁVEL E<br />

VANTAJOSA PARA O MEIO AMBIENTE,<br />

A ENERGIA ALTERNATIVA TAMBÉM<br />

ECONOMIZA DINHEIRO<br />

Fotos: divulgação<br />

www.revistacondominium.com.br 17


principal<br />

E<br />

m 2020, o mercado de energia solar<br />

dobrou, e atualmente, aproximadamente<br />

2% da energia gerada no Brasil<br />

é da fonte renovável pelos painéis solares.<br />

Segundo o diretor da engenharia NGLed,<br />

Ricardo Augusto Blauth, atualmente existem<br />

três tipos de instalações para prédios e condomínios,<br />

sendo a primeira o uso dos painéis<br />

solares no telhado, a segunda quando um<br />

morador quer instalar os painéis em uma área<br />

comum com a intenção de diminuir a conta<br />

de energia, e a terceira por fim, é quando o<br />

condomínio instala os painéis em maior quantidade<br />

nas áreas comuns do prédio, e assim<br />

revende a energia gerada para os moradores.<br />

Contudo, esta última opção se aplica somente<br />

em edifícios novos, por conta do medidor da<br />

COPEL ser apenas para o condomínio geral,<br />

e o condomínio controlar o dos moradores.<br />

Ricardo também fala sobre as vantagens<br />

sobre o uso da energia solar, “Há duas vantagens:<br />

uma para os moradores que podem<br />

pagar bem mais barato pela energia e outra<br />

que representa um ganho financeiro, já que<br />

produzir a sua própria energia tem o retorno<br />

do investimento em menos de 4 anos, após<br />

isto, o lucro é de 100%”, completa.<br />

A energia solar geralmente é conhecida<br />

por sua sustentabilidade, dado que sua fonte<br />

é a luz solar, e ao contrário dos combustíveis<br />

fósseis, não emite gases poluentes, sendo<br />

assim, uma energia alternativa, limpa e<br />

sustentável. Existem dois tipos de energias<br />

solares, a fotovoltaica e a heliotérmica. A<br />

diferença entre elas está nos painéis e no<br />

processo de transformação.<br />

A energia solar fotovoltaica é a mais conhecida,<br />

e utiliza os painéis e placas solares,<br />

que possuem silício como material condutor.<br />

Nela é captada a radiação solar e pode ser<br />

diretamente transformada em energia elétrica.<br />

Já na energia heliotérmica, geralmente<br />

são utilizados espelhos como refletores e<br />

concentradores que focam em uma torre e<br />

aquecem um líquido existente nela, gerando<br />

um vapor que irá alimentar a turbina elétrica.<br />

Apesar de muito falado sobre os benefícios<br />

para o meio ambiente, a energia solar<br />

também tem diversas outras vantagens,<br />

18


“Há duas vantagens:<br />

uma para os<br />

moradores que podem<br />

pagar bem mais<br />

barato pela energia e<br />

outra que representa<br />

um ganho financeiro”<br />

sendo uma delas a financeira. Uma pessoa<br />

que faz uso da energia solar, tem estimada<br />

uma economia de aproximadamente R$ 250<br />

mil em 30 anos de sua vida. Quanto ao meio<br />

ambiente, em torno de 79t (toneladas) de<br />

carvão queimado, assim como 500 mil km<br />

(quilômetros) rodados em gasolina, seriam<br />

poupados. Ricardo também reforça sobre<br />

a sustentabilidade, “A energia solar faz com<br />

que seja diminuído o uso de termelétricas no<br />

sistema de energia do Brasil, então se todos<br />

produzirem sua energia, não precisaremos<br />

mais das caras e poluidoras usinas e as bandeiras<br />

da conta de energia que castigam o<br />

consumidor”, comenta o engenheiro.<br />

A empresa Curitiba Solar é responsável<br />

por 2% de toda a energia solar gerada no<br />

Paraná. Ela conta como investe no desenvolvimento<br />

da indústria nacional e fornecedores,<br />

e assim utilizam materiais de última geração.<br />

Seu sistema possui um diferencial, que conta<br />

com a integração direta na fatura da COPEL,<br />

resultando em um relatório simples e fácil<br />

para a interpretação do cliente. “É bem complicado<br />

o cliente analisar a conta de energia,<br />

o relatório confuso que a COPEL envia e o<br />

sistema de geração do seu inversor”, finaliza.<br />

www.revistacondominium.com.br 19


manutenção<br />

A importância<br />

das vistorias e<br />

inspeções prediais<br />

20


A REALIZAÇÃO PERIÓDICA DE<br />

INSPEÇÕES PREDIAIS LEVA<br />

A PREVENÇÃO CONTRA A<br />

DETERIORAÇÃO PRECOCE,<br />

AUMENTANDO ASSIM A VIDA<br />

ÚTIL DO IMÓVEL<br />

Fotos: divulgação<br />

www.revistacondominium.com.br 21


manutenção<br />

s vistorias e inspeções em qualquer<br />

área que sejam implementadas, geram<br />

muitos benefícios, dentre eles<br />

A<br />

está a redução de custos. Na área imobiliária<br />

condominial não poderia ser diferente. É<br />

muito mais fácil e econômico executar uma<br />

ação preventiva que ofereça ao síndico conhecimento<br />

do problema mais cedo e que<br />

possa corrigí-lo do que deixar que o problema<br />

aumente e gere maiores reparos custos e<br />

problemas.<br />

A inspeção predial tem como objetivo, a<br />

avaliação das condições técnicas, de uso e<br />

operação, manutenção e funcionalidade de<br />

uma edificação.<br />

A realização periódica de inspeções prediais<br />

leva à prevenção contra a deterioração<br />

precoce, aumentando assim a vida útil do<br />

imóvel. Em condomínios é possível evitar<br />

vários tipos de problemas, como fissuras e rachaduras<br />

em paredes e pilares; problemas nas<br />

instalações elétricas e hidráulicas; corrosão<br />

por ferrugem em pilares e vigas; infiltrações;<br />

problemas no sistema de incêndio, entre<br />

outros danos.<br />

O síndico é o responsável pela inspeção<br />

predial. Ela precisa ser feita com frequência,<br />

pois previne surpresas desagradáveis e auxilia<br />

na prevenção de problemas mais sérios para<br />

os condomínios. Quando o responsável pelo<br />

condomínio deixa de realizar uma inspeção<br />

predial, uma vistoria ou perícia, ele deixa de<br />

cumprir suas responsabilidades quanto a garantir<br />

os direitos e deveres dos proprietários<br />

por meio de orientações técnicas que garantam<br />

a execução das manutenções e o bom<br />

funcionamento dos equipamentos e sistemas<br />

do condomínio. E isso tem grande impacto na<br />

valorização imobiliária e na liquidez do imóvel.<br />

Além disso, o síndico é responsável por<br />

estar contratando um profissional habilitado<br />

para tal procedimento, como um engenheiro<br />

22


civil, por exemplo, que estará capacitado<br />

para elaborar um laudo técnico, este baseado<br />

em normas técnicas como a ABNT NBR<br />

16747:2020 Inspeção Predial: Diretrizes,<br />

Conceitos, Terminologias e Procedimentos.<br />

Neste laudo estarão toda a identificação<br />

do contratante, a descrição detalhada da<br />

edificação, os dados sobre documentos solicitados<br />

e disponibilizados, bem como, sua<br />

análise, além de uma descrição completa<br />

de toda a metodologia utilizada na inspeção<br />

predial, acompanhada das fotos capturadas,<br />

a lista dos sistemas analisados, a descrição<br />

e classificação de irregularidades constatadas,<br />

a recomendação de ações necessárias<br />

organizadas de acordo com sua prioridade, a<br />

avaliação da manutenção e as conclusões. O<br />

documento deve ser datado e assinado por<br />

profissional responsável, acompanhado do<br />

seu número de registro no CREA.<br />

Através deste laudo, o condomínio deverá<br />

colocar em prática o que for instruído no documento.<br />

Os condomínios que optarem por<br />

não fazer a vistoria, ficam sujeitos a multas,<br />

além de processos advindos de acidentes decorrentes<br />

da falta de manutenção, e o síndico<br />

poderá responder civil e criminalmente por<br />

danos que prejudiquem a edificação e/ou as<br />

pessoas se houver a omissão por não conhecer<br />

os problemas de danos ao condomínio,<br />

ou não colocar em prática as orientações do<br />

profissional contratado.<br />

Quanto antes for feita a inspeção predial,<br />

melhor para o condomínio, primeiro pela lei da<br />

evolução de custos ou lei de Sitter, e segundo<br />

pela garantia junto à construtora.<br />

Contrate um profissional habilitado e<br />

capacitado para realizar uma inspeção predial<br />

em seu condomínio.<br />

www.revistacondominium.com.br 23


artigo<br />

Um limite<br />

para o aluguel<br />

CAROLINE CAVET, ADVOGADA,<br />

SÓCIA FUNDADORA DA CAROLINE<br />

CAVET ADVOCACIA, É PRESIDENTE<br />

DA COMISSÃO DE JUIZADOS<br />

ESPECIAIS DA OAB (PR), VOGAL DA<br />

JUNTA COMERCIAL DO PARANÁ E<br />

PROFESSORA DA PÓS-GRADUAÇÃO<br />

EM DIREITO IMOBILIÁRIO DA<br />

UNIVERSIDADE POSITIVO<br />

Foto: divulgação<br />

A<br />

Lei nº 8.245/1991, que regulamenta<br />

contratos de locações de imóveis<br />

urbanos prevê, atualmente, que o<br />

indexador do aluguel será definido pelas<br />

partes, sendo a praxe do mercado a adoção<br />

do IGP-M (Índice Geral de Preços e Mercado).<br />

Entretanto, a elevação do IGP-M,<br />

que acumulou alta de 31,1% em março de<br />

<strong>2021</strong>, fez com que a câmara dos deputados<br />

aprovasse, no dia 07 de março de <strong>2021</strong>, em<br />

24


egime de urgência, o PL (Projeto de Lei) nº<br />

1.026/<strong>2021</strong> que estabelece como limite para<br />

o reajuste destes contratos à inflação oficial<br />

do país, medida pelo IPCA (Índice de Preços<br />

ao Consumidor Amplo).<br />

Vale o registro de que o IPCA é calculado<br />

pela variação de preços de produtos ao consumidor<br />

final, por meio da análise de 400<br />

produtos e serviços do varejo consumidos<br />

por famílias com renda mensal entre um e<br />

40 salários-mínimos, de 13 capitais do país.<br />

Já o IGP-M é composto pelo resultado de<br />

três outros índices, o IPC (Índice de Preços<br />

ao Consumidor), o IPA (Índice de Preços por<br />

Atacado) e o INCC (Índice Nacional do Custo<br />

de Construção), sendo diretamente influenciado<br />

pela variável do dólar e as commodities.<br />

No que pese as críticas ao projeto pela<br />

intervenção do Estado nas relações privadas<br />

por aparente afronta à Lei da Liberdade Econômica,<br />

a proposta tem alicerce na função<br />

social, esculpida pela Constituição Federal e<br />

Código Civil, que além de resguardar os interesses<br />

individuais, estabelece seu contorno<br />

de exercício no interesse social. Portanto,<br />

frente a distorção causada pelo aumento súbito<br />

do IGP-M, provocada principalmente pelo<br />

desdobramento dos efeitos da pandemia da<br />

Covid-19, a determinação legal para fixação<br />

de índice que represente a recomposição de<br />

preço é medida adequada e desejada, em<br />

especial para salvaguardar o interesse da parte,<br />

usualmente, frágil na relação: o locatário.<br />

É importante ressaltar que o projeto<br />

não veda a cobrança de reajuste superior<br />

ao índice, mas condiciona a sua aplicação<br />

à concordância do locatário. Assim, apesar<br />

da limitação imposta, a liberdade contratual<br />

encontra-se resguardada, na medida em que<br />

a norma promove maior diálogo entre locatário<br />

e locador no momento da aplicação do<br />

reajuste, a luz da boa-fé contratual, além das<br />

demais condições do contrato (preço, período,<br />

etc.) restarem intactas. Ademais, a função<br />

do índice de reajuste no contrato de locação é<br />

recompor o valor da moeda no tempo e não<br />

propiciar ao locador rentabilidade equivalente<br />

“É importante ressaltar<br />

que o projeto não veda<br />

a cobrança de reajuste<br />

superior ao índice,<br />

mas condiciona a sua<br />

aplicação à concordância<br />

do locatário”<br />

a um investimento de risco elevado, como o<br />

propiciado pela elevação do IGP-M.<br />

De outra sorte, o ordenamento jurídico<br />

possui diversas hipóteses em que o Estado,<br />

com o intuito de regular e evitar excessos,<br />

prevê a limitação da liberdade de contratação<br />

entre particulares, com o intuito de garantir<br />

o bem-estar social e a dignidade humana. A<br />

exemplo, registra-se que a desvalorização<br />

do real, em 1999, provocou a judicialização<br />

para rever os contratos indexados com base<br />

na variação cambial do dólar, o que resultou<br />

na edição de norma que veda referida prática<br />

(Lei 10.192/01). Dentre outros exemplos,<br />

destaca-se a limitação de juros (Código Civil<br />

e Lei de Usura) e a limitação de cobrança de<br />

juros moratórios e multa (Código de Defesa<br />

do Consumidor).<br />

Portanto, fica evidente que o projeto estabelece<br />

parâmetro determinado de reajuste<br />

que objetiva restabelecer a igualdade entre<br />

as partes, além de evitar a sobrecarga de<br />

processos judiciais e propicia maior segurança<br />

jurídica com parâmetros definidos, frente<br />

a um judiciário abarrotado e com decisões<br />

díspares.<br />

www.revistacondominium.com.br 25


pet<br />

26


Pets também<br />

sofrem na era da<br />

depressão<br />

Fotos: divulgação<br />

SE POR UM LADO A PANDEMIA TEM<br />

DEIXADO MUITA GENTE DEPRIMIDA,<br />

É PRECISO FICAR ATENTO: OS<br />

ANIMAIS TAMBÉM ESTÃO SOFRENDO<br />

www.revistacondominium.com.br 27


pet<br />

D<br />

oenças do psicológico como ansiedade<br />

e depressão, têm aumentado<br />

cada vez mais, e com a pandemia,<br />

prejudicando a saúde das pessoas. Assim<br />

como seus pets.<br />

A veterinária e mentora motivacional<br />

Melanie Marques, alerta que muitos donos<br />

de pets ainda não perceberam a seriedade do<br />

problema. “As famílias ainda não perceberam<br />

a gravidade desta situação, mas o fato é que<br />

os animais também estão sofrendo com a<br />

depressão”, comenta. Ela ainda fala sobre<br />

as origens da depressão em cachorros, “A<br />

depressão canina tem as mesmas origens da<br />

humana. Estudos similares às observações<br />

aplicadas aos estudos da psicologia humana<br />

foram aplicados, e existe uma gama de artigos<br />

científicos que já comprovam tal fato”,<br />

completa a especialista.<br />

É importante ressaltar que em 2017, estabeleceram<br />

a lei que reconhece cães e gatos<br />

como seres emotivos e sensíveis. A veterinária<br />

fala sobre a Lei 12.854/2003, “Lei de<br />

Proteção aos Animais” e como esta passou<br />

a considerar que cachorros e gatos possuem<br />

direitos. “Sentem dor e medo, e isso significa<br />

que são reconhecidos como sujeitos de direito.<br />

Além de protegê-los e classificá-los como<br />

vítimas em casos de ameaça à vida, à saúde,<br />

integridade física e mental”, alerta.<br />

Entretanto, o diagnóstico da depressão<br />

em animais é um tanto quanto complexo,<br />

pois não se sabe ao certo como eles se sentem.<br />

“O principal fator que predispõe nossos<br />

“As famílias ainda não<br />

perceberam a gravidade<br />

desta situação, mas o fato<br />

é que os animais também<br />

estão sofrendo com<br />

a depressão”<br />

28


xx<br />

pets a serem também sujeitos a depressão<br />

é concluído através de respostas a estudos<br />

neurobiológicos. Eles comprovam as respostas<br />

aos estímulos sociais e ambientais, entre<br />

outros”, explica.<br />

“No caso de luto, as perdas afetivas<br />

e mudanças bruscas no ambiente podem<br />

causar estresse, ansiedade, chegando até a<br />

depressão no pet.” A veterinária revela, que<br />

em casos de depressão, um dos motivos<br />

pode ser a constante ausência de uma pessoa<br />

ou irmão pet de seu convívio.<br />

Juntamente, a ansiedade por separação,<br />

que pode acontecer quando há alterações na<br />

rotina, ou com cães apegados à seu dono.<br />

Neste caso, a especialista aconselha deixar<br />

um brinquedo ou bichinho próximo a ele.<br />

“Os animais geralmente se acalmam com<br />

a aproximação de um objeto de seu afeto”,<br />

sugere Melanie.<br />

Contudo, no caso de necessidade do uso<br />

de medicamento, a profissional recomenda o<br />

tratamento da depressão com medicamentos<br />

naturais ou alopáticos. Sondo assim, fique<br />

atento a algum sintoma que o pet possa<br />

apresentar. “O animal passa a não tolerar o<br />

toque físico, além de apresentar apatia, falta<br />

de apetite e sedentarismo.”<br />

Como prevenir?<br />

Para evitar a depressão nos animais, a<br />

veterinária sugere como ajudar os animaizinhos<br />

a superarem o problema. A exceção<br />

nos cuidados e até mesmo proteção dos<br />

pets, podem levar aos distúrbios citados,<br />

inclusive a depressão. Sendo assim, “o ideal<br />

é evitar mudanças repentinas no ambiente<br />

ou convívio, manter uma rotina de passeios<br />

e higiene, brincadeiras, saúde e, claro, muito<br />

afeto. Pois não há quem não goste de um<br />

carinho”, finaliza a veterinária Melanie.<br />

www.revistacondominium.com.br 29


informe<br />

Melhor solução<br />

em segurança<br />

Fotos: divulgação<br />

REFERÊNCIA NO MERCADO DE<br />

SEGURANÇA PATRIMONIAL E PRIVADA,<br />

A HAGANÁ POSSUI DIFERENCIAIS<br />

IMPORTANTES NAS SUAS OPERAÇÕES,<br />

SEJA NO SEGMENTO RESIDENCIAL OU<br />

CORPORATIVO. COM PROFISSIONAIS<br />

TREINADOS E ALTAMENTE<br />

CAPACITADOS, O GRUPO ATENDE<br />

CLIENTES EM SÃO PAULO, RIO DE<br />

JANEIRO E PARANÁ<br />

leita por 2 anos consecutivos como a<br />

empresa mais lembrada pelos paulistanos<br />

na categoria segurança privada<br />

E<br />

no Prêmio Datafolha, a Haganá também está<br />

há 6 anos entre as cinco melhores empresas<br />

fornecedoras de profissionais de segurança<br />

patrimonial pelo Top Of Mind RH.<br />

Recentemente foi certificada com o selo<br />

GPTW como uma das melhores empresas<br />

para se trabalhar. Além da estrutura, da consistência<br />

do trabalho e do reconhecimento<br />

citado acima, destaca-se toda a expertise<br />

adquirida desde sua fundação em São Paulo.<br />

Agora, atuando há 2 anos no Estado do Paraná,<br />

com serviços especializados para cuidar<br />

da segurança, controle de acesso, limpeza e<br />

monitoramento, com profissionais capacitados<br />

e sempre prontos para atender os clientes<br />

com a máxima excelência.<br />

30


O foco da empresa é na qualidade da<br />

prestação dos serviços. “Prezamos por uma<br />

entrega personalizada, com um método operacional<br />

que consiste na presença constante<br />

do supervisor, que acompanha de perto a<br />

profissionalização de todo o quadro de colaboradores,<br />

para garantir que os trabalhos sejam<br />

executados com excelência e que resultem na<br />

mais profunda satisfação de nossos clientes”,<br />

salienta Mauro Sant’anna, diretor Regional<br />

Filial Paraná.<br />

Com soluções voltadas para a automação<br />

e informatização dos ambientes de trabalho,<br />

a Haganá oferece sistemas modernos e<br />

inovadores como o real time nas portarias,<br />

avaliação via QR Code na área de facilities,<br />

mapeamento de qualidade de limpeza pelo<br />

usuário, touchless experience - tecnologias<br />

voltadas para o controle de acesso sem toque<br />

-, reconhecimento facial - SIGAH (Sistema<br />

Inteligente de Gestão de Acesso Haganá),<br />

controle de acesso via APP - SABRAH (Sistema<br />

de Acesso Brasileiro Haganá) e biometrias<br />

limpas como fast pass (liberação de acesso<br />

através da leitura das falanges). “Tudo com a<br />

mais alta tecnologia disponível no mercado”,<br />

garante o diretor.<br />

A empresa atua com uma forte linha de<br />

consultoria de segurança. É por isso que, ao<br />

fechar um contrato, seja ele residencial ou<br />

corporativo, a Haganá oferece um estudo<br />

completo de consultoria, para auxiliar em<br />

melhorias de infraestrutura. “Ao entregar a<br />

segurança do seu condomínio ao Grupo Haganá,<br />

o Cliente vai permitir que um time extremamente<br />

preparado, com vivência ampla em<br />

estratégias de segurança, zele por sua total<br />

tranquilidade e cuide do maior patrimônio<br />

dos seus clientes: a vida”, completa Mauro.<br />

SOBRE A HAGANÁ<br />

O Grupo Haganá foi fundado em 1997<br />

aliando potencial humano com a mais avançada<br />

tecnologia em segurança. Entre outras,<br />

o Grupo é composto pelas empresas Haganá<br />

Segurança, Haganá Serviços e Haganá Tecnologia,<br />

e oferece um pacote completo de<br />

soluções como segurança pessoal, vigilância,<br />

ronda, portaria, recepção, limpeza, bombeiro<br />

civil, monitoramento de alarme e imagens, comercialização<br />

de equipamentos eletrônicos,<br />

controle de acesso e rastreamento veicular.<br />

A Haganá também possui duas filiais, uma<br />

no Rio de Janeiro e outra no Paraná, além<br />

de bases operacionais estrategicamente distribuídas<br />

para atender com maior agilidade<br />

e precisão.<br />

www.revistacondominium.com.br 31


gente que cuida<br />

Uma<br />

história<br />

ROSILDA APARECIDA PEREIRA<br />

É ZELADORA NO MESMO<br />

PRÉDIO HÁ 19 ANOS<br />

de laços<br />

Fotos: CONDOMINIUM<br />

“A<br />

caba virando a tua casa, porque<br />

todo dia convivo com as pessoas,<br />

acabo conhecendo todo mundo e<br />

me acostumando com eles”, assim define a<br />

rotina de trabalho a zeladora Rosilda Aparecida<br />

Pereira. Há 19 anos em seu primeiro emprego,<br />

no edifício Ondinas, a zeladora orgulha-se de<br />

acordar todos os dias por volta das 3h (horas)<br />

da manhã, e assim chegar às 6h30 no condomínio,<br />

logo dando início às suas tarefas diárias:<br />

manutenção, limpeza do prédio e também<br />

atender a portaria. Atualmente, Rosilda não é<br />

somente a zeladora do condomínio, ela agora<br />

também ajuda os condôminos na portaria,<br />

porém comenta que antigamente havia muitos<br />

funcionários, cada um em sua divisão.<br />

Antes de trabalhar como zeladora, Rosilda<br />

era diarista. Quando perguntada sobre os motivos<br />

de trabalhar há tanto tempo no mesmo<br />

local, a funcionária reforça sobre os laços e<br />

vínculos criados durante esses quase 20 anos<br />

de trabalho. “Você cria um afeto grande por<br />

32


cada morador, além de ser um trabalho que<br />

me faz muito bem”, comenta.<br />

A rotina de Rosilda é bastante corrida. Trabalha<br />

das 7h às 17h, e chega em casa somente<br />

às 19h, mas mesmo assim a funcionária do<br />

edifício Ondinas diz ser muito acostumada e<br />

feliz com a sua rotina, e que sente falta dele<br />

quando está de férias.<br />

Prestativa, Rosilda exalta o cuidado e<br />

amor que sente pelos moradores mais idosos,<br />

e os ajuda com muito prazer e empenho.<br />

“Gosto muito de todos mas os moradores<br />

mais velhinhos têm todo o meu carinho, cuidado<br />

e atenção”, confessa Rosilda. A zeladora<br />

tem, no Edíficio Ondinas, um laço mais que<br />

especial com os moradores, os quais adotou<br />

como parte da família. Ela acompanhou boa<br />

parte da vida dos pequenos condôminos. “Vi<br />

muitas crianças nascerem aqui no prédio e<br />

ajudei a cuidar de todas elas. Hoje já estão<br />

adultas e me sinto honrada de acompanhar o<br />

crescimento delas”, comemora Rosilda.<br />

“Você cria um afeto<br />

grande por cada morador,<br />

além de ser um trabalho<br />

que me faz muito bem”<br />

Rosilda Aparecida Pereira, zeladora<br />

• Tem uma história legal para nos contar de um funcionário (porteiro ou zelador) do seu condomínio? Entre em contato conosco pelo email:<br />

jornalismo@revistacondominium.com.br. | As histórias mais interessantes serão publicadas nas seções: Gente que Cuida e Perfil<br />

(41) 3333-<strong>35</strong>00<br />

(41) 99785-0222<br />

Desde 1977, oferecendo produtos e<br />

materiais de excelente qualidade.<br />

CALHAS COIFAS CHAMINÉS RUFOS<br />

Trabalhamos com as melhores marca<br />

e profissionais certficados nos cursos NR18 E NR<strong>35</strong>.<br />

R. Alagoas, 1645 - Curitiba<br />

www.calhasguanabara.com.br


legislação<br />

Força-tarefa do CREA (PR)<br />

intensifica fiscalização<br />

em condomínios<br />

durante junho<br />

34


Fotos: divulgação<br />

DURANTE TODO O MÊS, HOUVE<br />

CONCENTRAÇÃO DE AÇÕES DE VISTORIA<br />

DAS ATIVIDADES DE ENGENHARIA<br />

Fotos: divulgação<br />

www.revistacondominium.com.br <strong>35</strong>


legislação<br />

ocê sabia que, em um condomínio,<br />

há uma diversidade de atividades<br />

V<br />

ligadas à engenharia? E que essas atividades,<br />

com frequência, são alvo de vistorias<br />

do CREA-PR (Conselho Regional de Engenharia<br />

e Agronomia do Paraná)? No mês de junho,<br />

o conselho promoveu uma força-tarefa para<br />

intensificar as fiscalizações nos condomínios,<br />

com o objetivo de atingir um número maior,<br />

em um menor espaço de tempo.<br />

“Nos condomínios, existem diversas atividades<br />

de engenharia, desde ar-condicionado,<br />

elevadores, cerca eletrificada, sistema de<br />

proteção de descarga atmosférica, sistema<br />

de microgeração de energia, serviços de<br />

obras civis, reformas, recuperação de fachada,<br />

obras hidráulicas, sanitárias, entre outras. A<br />

ideia é verificar se os responsáveis por estas<br />

atividades são profissionais habilitados”,<br />

explica a gerente do DEFIS (Departamento<br />

de Fiscalização) do CREA-PR, Engenheira<br />

Ambiental Mariana Maranhão. “Além disso,<br />

para aqueles casos em que deveria existir<br />

uma manutenção e não existe, também vamos<br />

orientar, principalmente o síndico, sobre<br />

as manutenções obrigatórias e sobre a res-<br />

ponsabilidade dele em relação às atividades<br />

que envolvem as Engenharias, Agronomia e<br />

Geociências. A ideia é conversar também com<br />

as administradoras de condomínios, porque<br />

é onde estão os contratos para ver quem fez<br />

o quê”, ressalta Mariana.<br />

Durante essas ações, o agente de fiscalização<br />

vai ao local e verifica, junto ao síndico,<br />

os serviços técnicos executados nos últimos<br />

12 meses e a existência de ART (Anotação de<br />

Responsabilidade Técnica) desses serviços.<br />

Por meio de ofício, solicita-se a apresentação<br />

de cópia dos contratos, laudos, projetos,<br />

relatórios de inspeção e notas fiscais<br />

referentes às atividades técnicas que foram<br />

executadas no condomínio por empresas<br />

terceirizadas ou profissionais autônomos. No<br />

caso de alguns serviços de manutenção não<br />

terem sido realizados, o agente de fiscalização<br />

entrega um comunicado que orienta quanto à<br />

necessidade da realização do serviço.<br />

Em 2020, foram 1.811 fiscalizações em<br />

587 condomínios em todo o Paraná. Na regional<br />

Curitiba, foram 180 fiscalizações. As infrações<br />

mais comuns em todo o Paraná foram<br />

a falta de ART e a falta de registro de pessoa<br />

36


jurídica. Segundo o gerente da regional Curitiba,<br />

engenheiro agrônomo Eduardo Ramires,<br />

o número de fiscalizações em <strong>2021</strong> na região<br />

leste do Estado deve superar o registrado em<br />

2020. “Para este ano, foi efetuado um planejamento<br />

e divisão de regiões para a atuação<br />

da equipe de agentes fiscais como parte da<br />

força-tarefa, de forma que todos os bairros<br />

da capital e da região metropolitana sejam<br />

alcançados, com a expectativa de um aumento<br />

significativo do número de condomínios e<br />

serviços fiscalizados. Lembrando que o principal<br />

objetivo das ações é zelar pela defesa<br />

da sociedade, valorizando as profissões e o<br />

seu exercício ético”, afirma Eduardo.<br />

O objetivo é “continuar buscando serviços<br />

em que não exista a participação profissional,<br />

para que a gente possa orientar e exigir a<br />

regularização com a participação do responsável<br />

técnico”, explica a engenheira Mariana<br />

Maranhão. “Por não serem uma indústria,<br />

uma empresa, nem sempre se atentam ao<br />

tanto de atividades de engenharia que têm<br />

presentes. Esse é o momento de dar um alerta<br />

para que os síndicos e administradores de<br />

condomínios sempre busquem profissionais<br />

habilitados para fazer seus serviços”, pontua<br />

Mariana.<br />

“Esse é o momento de<br />

dar um alerta para que os<br />

síndicos e administradores<br />

de condomínios sempre<br />

busquem profissionais<br />

habilitados para fazer<br />

seus serviços”<br />

Mariana Maranhão, engenheira<br />

www.revistacondominium.com.br 37


perfil<br />

O gra nde amigo<br />

porteiro<br />

Foto: CONDOMINIUM<br />

HÁ 6 ANOS NO<br />

CONDOMÍNIO, SEU<br />

NELSON CONTA SUA<br />

HISTÓRIA EM UM DE<br />

SEUS PRÉDIOS FAVORITOS<br />

ntes motorista de transportadoras, o<br />

simpático Nelson Nersborski, de 59<br />

A<br />

anos, se encontrou em uma nova área<br />

de trabalho, portaria de condomínios. O porteiro<br />

do edifício Cidade Jardim, conta que devido a<br />

uma doença irreversível na visão, precisou aposentar<br />

seu antigo ofício.“ Por motivo na visão,<br />

vim parar no condomínio!”, lembra aos risos.<br />

Contudo, Nelson explica que a doença causa<br />

limitações, mas que é perfeitamente possível<br />

conviver com ela. “A doença não atrapalha, ela<br />

não me deixa trabalhar com caminhão, porque<br />

atrapalha a visão somente a noite”, ressalva o<br />

porteiro.<br />

Quando perguntado sobre o que mais<br />

gosta em seu trabalho, Nelson diz que um dos<br />

principais pontos positivos no condomínio onde<br />

trabalha é a tranquilidade do ambiente, e como<br />

se trata de um prédio antigo, têm moradores<br />

mais velhos. O funcionário comenta também<br />

sobre não ter problemas com festa ou bagunça.<br />

“É tudo ótimo, bem tranquilo. Gosto muito de<br />

trabalhar aqui!”, enfatiza o porteiro.<br />

38


Assim que mudou de emprego, Nelson<br />

trabalhava como porteiro substituto em diferentes<br />

prédios da cidade. Hoje ele está há 6 anos<br />

como porteiro fixo do edifício Cidade Jardim,<br />

e comenta que começou neste emprego temporariamente,<br />

durante as férias do funcionário<br />

anterior. O porteiro ainda conta que durante<br />

esse tempo, a única desavença que teve foi<br />

durante a época da quarentena na pandemia,<br />

quando as visitas das diaristas dos residentes<br />

estavam suspensas, e teve um certo problema<br />

com uma moradora neste período, mas tudo<br />

foi superado e hoje são amigos. “Achava que<br />

nunca mais ia me acertar com ela, e hoje somos<br />

grandes amigos!”, enaltece Nelson.<br />

“É tudo ótimo, bem<br />

tranquilo. Gosto muito<br />

de trabalhar aqui!”<br />

Nelson Nersborski, porteiro<br />

• Tem uma história legal para nos contar de um funcionário (porteiro ou zelador) do seu condomínio? Entre em contato conosco pelo email:<br />

jornalismo@revistacondominium.com.br. | As histórias mais interessantes serão publicadas nas seções: Gente que Cuida e Perfil<br />

ATENDENDO SUA NECESSIDADE<br />

COM CONFORTO E PRATICIDADE!<br />

VENDAS<br />

INSTALAÇão<br />

modernização<br />

manutenção corretiva<br />

manutenção preventiva<br />

equipe especializada<br />

www.raetzelevadores.com.br<br />

Unidade Curitiba - PR<br />

(41) <strong>35</strong>28-8020<br />

Unidade Maringá - PR<br />

(44) 3222-9332


entrevista<br />

Gilberto<br />

Gavlovski<br />

TENENTE-CORONEL DO 1º COMANDO REGIONAL<br />

DO CORPO DE BOMBEIROS<br />

PPCI é uma sigla que significa Plano<br />

de Prevenção e Proteção de Combate<br />

O<br />

a Incêndio, baseado em um conjunto<br />

de ações que possam garantir a segurança das<br />

pessoas. Esse plano é exigido por lei, sendo<br />

um documento fiscalizado pelo Corpo de Bombeiros<br />

para verificar se as instalações e implementações<br />

realizadas no local estão de acordo<br />

com as normas vigentes. O Tenente-Coronel<br />

Gilberto Gavlovski do 1º Comando Regional<br />

do Corpo de Bombeiros do Paraná responde<br />

dúvidas e questionamentos sobre o Plano.<br />

Foto: Emanoel Caldeira<br />

40


O QUE É O PPCI (PROJETO DE PREVEN-<br />

ÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS)?<br />

Aqui no Paraná chamamos de PTPID - projeto<br />

de prevenção a incêndios e a desastres,<br />

como estabeleceu a lei 19.449/18.<br />

QUAIS LEGISLAÇÕES O PPCI DEVE<br />

SEGUIR?<br />

Deve seguir o estabelecido nas normas<br />

de procedimentos técnicos - NPTs. São 40<br />

normas técnicas disponíveis no site do Corpo<br />

de Bombeiros. Cada uma delas falando sobre<br />

uma medida de segurança específica.<br />

“As edificações menores<br />

que antigamente<br />

precisavam de projeto,<br />

somente de extintores,<br />

foram isentas, com<br />

a nova legislação de<br />

desburocratização”<br />

COMO ELABORAR O PPCI?<br />

O projeto deve ser elaborado por um<br />

profissional competente, podendo ser um<br />

engenheiro ou arquiteto.<br />

QUE TIPO DE EDIFICAÇÃO PRECISA<br />

ELABORAR ESTE EMPREENDIMENTO?<br />

São edificações maiores que apresentam<br />

maiores riscos de incêndios. As edificações<br />

menores que antigamente precisavam de<br />

projeto, somente de extintores, foram isentas,<br />

com a nova legislação de desburocratização.<br />

QUAL A IMPORTÂNCIA DO PROJETO<br />

DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊN-<br />

DIOS?<br />

Ele orienta os diversos profissionais e os<br />

proprietários quanto ao que e onde instalar<br />

medidas de segurança em suas edificações.<br />

COMO ESCLARECER DÚVIDAS TÉCNI-<br />

CAS RELATIVAS À ELABORAÇÃO E EXECU-<br />

ÇÃO DO PLANO PPCI?<br />

Cada unidade possui profissionais qualificados<br />

para responder dúvidas sobre a<br />

normativa do Corpo de Bombeiros. Podendo<br />

ser feito atendimento presencial no plantão<br />

técnico, através de agendamento.<br />

www.revistacondominium.com.br 41


®<br />

a testil é especialista<br />

em IMPERMEABILIZAÇÃO e<br />

troca de telhados!


Outros serviços:<br />

• Pinturas prediais<br />

• Manutenção hidráulica<br />

• Reformas em geral<br />

• Troca de telhados<br />

www.testil.com.br<br />

(41) 99157 4177 (41) 3229 3<strong>35</strong>9<br />

contato@testil.com.br


conheça nossas SOLUÇÕes em<br />

segurança eletRôNICA<br />

• Cerca Elétrica<br />

• Portaria Remota<br />

• Portaria Autônoma<br />

• Alarme Monitorado<br />

• Câmeras de Segurança<br />

• Rondas e Atendimento Tático<br />

• Assistência e Seguro Patrimonial<br />

App Intersept Condomínio<br />

O aplicativo Intersept Condomínio<br />

é uma plataforma inovadora para<br />

gestão, comunicação e segurança<br />

de condomínios, com recursos<br />

que proporcionam mais facilidade,<br />

conforto, transparência e economia.<br />

Baixe na<br />

App Store<br />

Android app no<br />

Google Play<br />

(41) 4007-2640 4007-2640 /InterseptSeguranca comercial@intersept.com.br intersept.com.br

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!