Views
1 year ago

Maio/2017 - Revista VOi 141

Grupo Jota Comunicação

• PRINCIPAL Foto:

• PRINCIPAL Foto: Marcos Mancinni Foco na exclusividade Um espaço próprio com atendimento individual. Essa era a proposta almejada por Glauco Queiroz, quando deixou um grande salão em Curitiba para montar seu próprio espaço: personalizado, escondido e com pouquíssimos horários disponíveis. “Comecei por influência da minha mulher”, conta Glauco. “Quando morávamos na Itália, ela me pedia para ajudá-la a passar chapinha. Fazia, mas não sabia direito como”, completa. Até que um dia ela pediu para Glauco cortar o cabelo dela com uma navalha, o resultado segundo ele foi algo totalmente desconectado, mas que ela amou. “A partir daí comecei a desenvolver a vontade. Fui atrás, fiz cursos, e quando voltei ao Brasil trabalhei em grandes salões”, detalha. Com o Tramonto Salon, nome que recebeu seu espaço próprio, Glauco passou a atender um cliente por vez, sem encaixe e sem pressa. “Quero passar algo mais intimista, quero que ele sinta-se importante, da forma que eu gostaria de ser atendido”, compara. A fila para cortar os fios com Glauco é grande e ele revela que tem clientes de 8 a 90 anos, homens e mulheres. A principal intenção dele é deixar as mulheres bonitas no dia a dia, com um corte que funcione não apenas quando acaba de sair do salão. “As pessoas às vezes trazem referências de atrizes que estão com o cabelo sempre arrumado. Mas isso demanda trabaho e tempo. O que interessa para mim é que ela consiga reproduzir o cabelo em casa de forma simples, que esteja sempre bonita”, valoriza. 30

Foto: divulgação Paixao de menino A beleza feminina sempre esteve entre os interesses de Pablo Inisio. Desde pequeno ouvia de sua avó sua história favorita, da Cinderela. Embora por influência dos pais tenha seguido um caminho um pouco diferente na faculdade, Pablo conseguiu aos poucos direcionar sua carreira para o universo da beleza. “Cursei fonoaudiologia e meu trabalho de conclusão foi sobre fonoaudiologia estética. Trabalhei cinco anos com crianças surdas e com síndromes, mas em paralelo fazia preparação vocal em atores para musicais”, lembra. Foi neste trabalho que teve o contato de perto com cabeleireiros e maquiadores. “Me encantei!”. Nos encontros surgiu o incentivo e a oportunidade de começar a trilhar sua história no universo da beleza. Foi estudar no Rio de Janeiro e, quando retornou, começou do zero em Curitiba. “Trabalhei em um salão de rede, mas popular, e para fazer minha clientela era o primeiro a chegar e o último a sair. Rapidamente me destaquei e fui convidado a me tornar professor de penteados em um centro de formação de profissionais da beleza.” Para se aprofundar na profissão, Pablo fez pós-graduação em Visagismo (harmonização da imagem pessoal) e se tornou tutor dos cursos de Cabelo e Maquiagem do Lady&Lord. Recentemente deu vida ao sonho de menino: cursar Moda. Hoje é supervisor do Curso Make Up Design do Centro Europeu e supervisor Pedagógico do Curso de Gestão em Consultoria de Imagem na mesma instituição. Para colocar as tesouras em prática, ele coordena a equipe de cabeleireiros da Escovaria Urbana. “Sou especialista em penteados e cortes e nos finais de semana. Atendo noivas, que é minha paixão”, destaca Pablo. O segredo do sucesso é manter-se atualizado das tendências, levando em consideração o visagismo. Para as próximas estações, ele antecipa aos leitores da VOi: “cabelos curtos assimétricos são tendências fortes. O pixie cut, parecido com o corte Joãozinho, serve para quase todos os tipos de rosto. O long bob, uma variação do chanel, continua em alta e o grown-out bob, um corte também curto, mas com comprimento para variar o visual com penteados diferentes”, enfatiza as tendências. Já nas cores, ele destaca o loiro com fundo avermelhado, ruivo e loiro quase branco. MAIO 31