Revista Educação e Reflexão Ano 7 Ed. 12

cristiangirao

Ano 7 - Nº 12 - Outubro de 2017 • ISSN: 2237-7883

CULTURAL

DICA DE LIVRO

20

Educação Infantil: pra que te quero?

Texto: Ádila Suyanne Ponte de Oliveira Lima

Técnica e Formadora do Setor de Educação Infantil da

Secretaria de Educação de Maracanaú

A obra organizada por Carmem Craidy e

Gládis E. Kaecher traz uma reflexão sobre a primeira

etapa da educação básica, suas especificidades e

singularidades. Para tanto, os autores reconhecem o

espaço de atendimento às crianças, seja ele creche

ou pré-escola, como um lugar onde acontecem

as interações e a brincadeira, em que o cuidar e o

educar estão imbricados com vistas ao bem-estar e

ao desenvolvimento integral das crianças de zero a

seis anos de idade.

São apresentados aos leitores diversos

textos que abordam temáticas de suma relevância

para a Educação Infantil, aliando a teoria à prática

pedagógica, e qualificando, efetivamente, o

atendimento às crianças.

Assim, esta produção coletiva está dividida

em treze capítulos que abordam a trajetória

histórica da educação infantil, sua função e diálogo

sobre o currículo; os direitos garantidos das crianças

definidos na legislação (Constituição Federal, 1988;

Lei de Diretrizes e Bases da Educação – LDB, 1996; e

Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, 1990);

o desenvolvimento infantil na ótica dos teóricos

sociointeracionistas (Piaget, Vygotsky e Wallon),

bem como o papel do profissional que atua na

escola da infância e a tematização das práticas ali

desenvolvidas; questões sobre a saúde e bemestar

das crianças atendidas nas instituições; um

diálogo sobre família; a dimensão organizacional

do espaço, do tempo e das ações pedagógicas/

experiências desenvolvidas em creches e préescolas;

a contribuição da literatura para as crianças

pequenas; a importância dos jogos de faz de conta

para o desenvolvimento infantil; a brincadeira

como uma linguagem própria da infância e sua

vivência na escola; a expressão artística e estética;

a musicalidade e as experiências sonoras; a

linguagem oral e escrita na educação infantil; e os

conhecimentos acerca do mundo físico, social e

da natureza, bem como temáticas relacionadas às

ciências.

Nessa perspectiva, a publicação contribui

com elementos teóricos e metodológicos para

embasamento e reflexão sobre as práticas

desenvolvidas no cotidiano dos profissionais da

educação que atuam no atendimento às crianças,

bem como às suas famílias, no contexto da escola

da infância, interessados e curiosos em saber, afinal:

Educação Infantil, pra que te quero?

Similar magazines