*Abril/2019 - Referência Industrial 206

jota.2016

ECONOMIA - Crise fez com que o país perdesse competitividade e indústria parou no tempo

CRESCIMENTO

CONJUNTO

ENTIDADES SE UNEM EM PROL DO SETOR

9 7 7 2 35 9 4 66 0 4 2 0 0 2 0 6

GROWING TOGETHER

SYNDICATES JOIN TOGETHER IN SUPPORT OF THE SECTOR


Há 20 anos distribuindo

soluções que geram

produtividade e economia

SERRA MÚLTIPLA

DE ESTEIRA 500mm

MODELO AL-SM500

ALCAMAQUINAS.COM.BR

atendimento com rapidez e

soluções personalizadas

adequadas A cada cliente

• Plainas Moldureiras

• Serras Múltiplas

• Serras Refiladoras

• Plaina desengrossadeira duas faces

• Lixadeiras Banda Larga

• entre outras

47.3357-9258

47.3357-2666

comercial@alcamaquinas.com.br


INDUSTRIAL

62

2019

30

46

SUMÁRIO

42

MADEIRA

ANUNCIANTES DA EDIÇÃO

Alca Máquinas 02

Borroz 67

Cipem 29

DRV Ferramentas 09

Engecass 21

Formóbile 41

Gaidzinski 45

H Bremer 13

Linck 15

Lignum 73

Máquinas Águia 75

Marrari 63

Mendes Máquinas 07

Metalcava 39

Mill Indústrias 27

Mill Indústrias 71

Mill Indústrias 76

MSM Química 11

Omil 65

Rotteng 25

Siempelkamp 05

Siromat 17

TCR Máquinas 69

Vantec 23

Weinig AG 19

SUMÁRIO

04 Editorial

06 Cartas

08 Bastidores

10 Coluna Flavio C. Geraldo

12 Notas

20 Aplicação

22 Frases

24 Entrevista

30 Principal Trabalho conjunto

36 Construção Civil

38 Economia

42 Normatização

46 Feira Fimma 2019

60 Evento

62 Madeira Tratada

66 Artigo

72 Agenda

74 Espaço Aberto

ABRIL 2019 03


0 0 2 0

EDITORIAL

OLHAR

PARA FRENTE

NA CAPA

A Revista da Indústria da Madeira / The Magazine for the Forest Product

www.referenciaindustrial.com.br

ECONOMIA - Crise fez com que o país perdesse competitividade e indústria parou no tempo

CRESCIMENTO

CONJUNTO

ENTIDADES SE UNEM EM PROL DO SETOR

9 7 7 2 35 9 4 66 0 4 2 6

04

C

om os novos ventos na política brasileira, o Ministério

da Economia, liderado por Paulo Guedes,

prevê um pacote de medidas para incentivar

o crescimento do setor produtivo nacional,

tão prejudicado pelas escolhas erradas do

poder Executivo. Nesse cenário, trouxemos para a reportagem

especial um balanço da indústria brasileira na era PT

e os erros de planejamento dos governos anteriores, com

a queda do PIB (Produto Interno Bruto) e o aumento do

desemprego no país. A edição deste mês também conta

a história da periferia de uma cidade mexicana, que usou

a madeira como protagonista na reocupação urbana. Já

em nossa reportagem principal, contamos a história do

Cipem (Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras

de Madeira do Estado de Mato Grosso), que contém oito

sindicatos patronais do Estado, cada um responsável por

uma região específica. A entidade ajuda a identificar e solucionar

a demanda desses sindicatos nas esferas estadual

e federal; iniciativa que pode servir de exemplo para o

país na busca pelo fortalecimento da indústria. Excelente

leitura!

W

ith the new winds in Brazilian politics,

the Ministry of Economic Affairs, led by

Paulo Guedes, is providing a package of

measures to encourage the growth of the

Brazilian productive sector, recently undermined

by wrong choices by the executive power. In this

scenario, we have provided in our special story a balance

sheet of Brazilian industry in the PT era (Workers’ Party) and

the previous Governments planning errors, leading to a fall

in GDP and an increase of unemployment in the Country.

This month’s issue also tells the story about the outskirts

of a Mexican city, which used timber as a protagonist in

urban reoccupation. And in our main story, we tell the history

of the State of Mato Grosso Center for Forest Product

Producers and Exporters (Cipem), which includes eight employer

trade syndicates in the State, each responsible for a

specific region. The entity helps to identify and resolve the

demands of these syndicates within the State and Federal

spheres; an initiative that could serve as an example for the

Country in the search for strengthening the industry. Pleasant

reading!

referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019

LOOKING

AHEAD

A ATIVIDADE DE MANEJO

FLORESTAL E BENEFICIAMENTO

DE MADEIRA NATIVA É O

DESTAQUE DESTA EDIÇÃO E

HOMENAGEIA AS EMPRESAS QUE

INTEGRAM O CIPEM

EXPEDIENTE

ANO XXI - EDIÇÃO 206 - ABRIL 2019

Ano XXI • N°206 • Abril 2019

GROWING TOGETHER

SYNDICATES JOIN TOGETHER IN SUPPORT OF THE SECTOR

Diretor Comercial / Commercial Director - Fábio Alexandre Machado

fabiomachado@revistareferencia.com.br

Diretor Executivo / Executive Director - Pedro Bartoski Jr.

bartoski@revistareferencia.com.br

Redação / Writing - Rafael Macedo / Editor

editor@revistareferencia.com.br

Colunista / Columnist

Flavio C. Geraldo

Paulo Pupo

Depto. de Criação / Graphic Design

Fabiana Tokarski e Fabiano Mendes / Supervisão

criacao@revistareferencia.com.br

Depto. Comercial / Sales Departament - Gerson Penkal, Jéssika Ferreira,

Tainá Carolina Brandão

comercial@revistareferencia.com.br

fone: +55 (41) 3333-1023

Representante Comercial - Dash7 Comunicação - Joseane Cristina Knop

Tradução / Translation - John Wood Moore

Depto. de Assinaturas / Subscription

Cassiele Ferreira - Supervisão

assinatura@revistareferencia.com.br

ASSINATURAS

0800 600 2038

Periodicidade Advertising

GARANTIDA GARANTEED

Veículo filiado a:

A Revista REFERÊNCIA - é uma publicação mensal e independente, dirigida aos produtores e

consumidores de bens e serviços em madeira, instituições de pesquisa, estudantes universitários, orgãos

governamentais, ONG’s, entidades de classe e demais públicos, direta e/ou indiretamente ligados ao

segmento madeireiro. A Revista REFERÊNCIA do Setor Industrial Madeireiro não se responsabiliza por

conceitos emitidos em matérias, artigos ou colunas assinadas, por entender serem estes materiais de

responsabilidade de seus autores. A utilização, reprodução, apropriação, armazenamento de banco

de dados, sob qualquer forma ou meio, dos textos, fotos e outras criações intelectuais da Revista RE-

FERÊNCIA são terminantemente proibidos sem autorização escrita dos titulares dos direitos autorais,

exceto para fins didáticos.

Revista REFERÊNCIA is a monthly and independent publication directed at the producers and

consumers of the good and services of the lumberz industry, research institutions, university students,

governmental agencies, NGO’s, class and other entities directly and/or indirectly linked to the forest based

segment. Revista REFERÊNCIA does not hold itself responsible for the concepts contained in the material,

articles or columns signed by others. These are the exclusive responsibility of the authors, themselves. The

use, reproduction, appropriation and databank storage under any form or means of the texts, photographs

and other intellectual property in each publication of Revista REFERÊNCIA is expressly prohibited without

the written authorization of the holders of the authorial rights.


ContiRoll ® Geração 9

Escolha a melhor linha de formação

e prensa para a sua fábrica nova.

Siempelkamp do Brasil Ltda.

Fone +55 (41) 3232 6806

siempelkamp@siempelkamp.com.br

Startup mais curto do mercado: 100% pronto para produzir dentro

de 4 semanas após a finalização mecânica e os testes elétricos.

O melhor da performance Siempelkamp.

Leadership in Technology

www.siempelkamp.com

ContiRoll ® Geração 9

Performance incontestável


0 0 2 0

IN JUST OVER THREE YEARS

THEY TOOK A COMPANY

FROM THE RED TO TODAY

WHERE THEY HAVE MORE

THAN R$ 30 MILLION

IN REVENUE

ENTREVISTA - Antonio Razera Neto debate pontos fortes do setor brasileiro de móveis

CARTAS

A Revista da Indústria da Madeira / The Magazine for the Forest Product

9 77 2359 466035 5

NEW TALENT

CARTAS

CAPA DA EDIÇÃO 205 DA

REVISTA REFERÊNCIA INDUSTRIAL, MÊS DE MARÇO DE 2019

SUSTENTABILIDADE

www.referenciaindustrial.com.br

Ano XXI • N°205 • Março 2019

NOVOS TALENTOS

EM POUCO MAIS DE TRÊS ANOS, ELES TIRARAM A EMPRESA DO VERMELHO

E HOJE FATURAM MAIS DE R$ 30 MILHÕES

DIFERENCIAÇÃO

Por Heloísa Strummer -

Manaus (AM)

Por Denise Oliveira -

São Paulo (SP)

A reportagem sobre a caravela da cidade de

Campinas só mostra como a madeira pode ser

usada em inúmeros projetos de urbanismo no

Brasil e no mundo. Parabéns!

Excelente material que

diferencia as atividades

de um marceneiro e um

carpinteiro - muitos ainda

confundem esses dois

profissionais. Parabéns

para toda a equipe!

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

MERCADO

Por Erick Dejain -

Porto Alegre (RS

ARROJADO

Por Diogo Prates -

Curitiba (PR)

Um museu construído basicamente com

madeira, em um projeto que respeita a

cultura da América Latina. Que maravilha!

Precisamos de mais iniciativas como esta.

Excelente reportagem.

Muito interessante

a entrevista com o

professor Antônio Razzera

Neto sobre como o

mercado madeireiro

e florestal mudou nas

últimas décadas. Saber

acompanhar essa

evolução é fundamental

para que continuemos

crescendo.

Leitor, participe de nossas pesquisas online respondendo os

e-mails enviados por nossa equipe de jornalismo.

As melhores respostas serão publicadas em CARTAS. Sua opinião é

fundamental para a Revista REFERÊNCIA INDUSTRIAL.

E-mails, críticas e sugestões podem ser enviados para redação ou siga:

revistareferencia@revistareferencia.com.br

CURTA NOSSA PÁGINA referenciamadeira

06

referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


OBRIGADO

GRACIAS THANK YOU

É COM GRANDE SATISFAÇÃO QUE

AGRADECEMOS SUA PRESENÇA EM NOSSO STAND

PRÓXIMA PARADA

2019

DE 27 A 31 DE MAIO

VISITE NOSSO STAND

55 49 3241 .0066 /Mendesmaquinas

www.mendesmaquinas.com.br


BASTIDORES

BASTIDORES

FIMMA 2019

A REFERÊNCIA INDUSTRIAL PARTICIPOU DE MAIS UMA EDIÇÃO DA FIMMA

BRASIL, EM BENTO GONÇALVES (RS). CONFIRA A COBERTURA COMPLETA

NESTA EDIÇÃO.

Tainá Brandão, Jéssika Ferreira, Larissa Angeli,

Fábio Machado, Gerson Penkal e Joseane Knop

Foto: REFERÊNCIA

A feira foi concorrida e quem pôde fez selfie na entrada,

enquadrando o nome Fimma Brasil ao fundo, claro

Foto: REFERÊNCIA

ALTA

EM EVIDÊNCIA

O mais recente levantamento do Sindusmobil

(Sindicato das Indústrias da

Construção e do Mobiliário de São Bento

do Sul) mostra que no ano passado o

pólo moveleiro de São Bento do Sul (integrado

também pelos municípios gaúchos

de Rio Negrinho e Campo Alegre)

aumentou suas exportações em 30%,

atingindo US$ 165,161 milhões em valor

negociado. Esse montante representa

quase 60% dos móveis exportados pelo

estado de Santa Catarina em 2018. “O

câmbio tem sido favorável às exportações,

tornando nossos produtos mais

competitivos. E percebemos que nos

últimos anos mais empresas passaram

a atuar no mercado internacional, principalmente

pela necessidade de suprir

a queda da demanda e a instabilidade

comercial no mercado interno”, avalia

José Antonio Franzoni, vice-presidente

do Sindusmobil.

BAIXA

EUA PREOCUPA

Um dos maiores consumidores

de madeira de lei do

mundo, os EUA (Estados Unidos

da América) teve queda

no valor de importação desse

material no último mês de

2018, registrando queda de

5%. No acumulado anual, o

resultado é ainda pior: 2,66

milhões m³ (metros cúbicos),

ou seja, 10% a menos quando

comparado com o ano

anterior. Em contrapartida, a

China mostrou um excelente

desempenho nas importações,

com alta de 62%. Esse

movimento do mercado

deve ser considerado pela

indústria brasileira, se quiser

acompanhar os caminhos

futuros do setor.

08

referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


drv levando soluções

de cortes para todo O

BRASIL

Serra fita bimetálica | Serra fita dente temperado |

Serra fita larga | Serra circular |

Facas para picadores | Facas para plaina |

Acessórios para afiação | Rolo guia e celeron |

Corrente para moto serra | Serviço de retífica | Fresas |

Máquinas para afiação | Repastilhamento | Lubriserra

www.drvferramentas.com.br

Rua Pedro Dorigo 154, Curitiba - PR

41 3278-814


COLUNA

FALANDO SÉRIO

INÚMEROS PROJETOS AO REDOR DO MUNDO DENTRO DO CONCEITO DO TALL WOOD SÃO EXECUTADOS,

ENQUANTO NO BRASIL POUCO SE FALA E, PRINCIPALMENTE, MUITO POUCO SE VÊ

Flavio C. Geraldo

FG4 MAD - Consultoria em Madeira

Contato: flavio@fg4mad.com.br

PARA MUITOS, A

COMBINAÇÃO DA ESTÉTICA

COM DESEMPENHO ESTRUTURAL,

ALÉM DE UMA SENSACIONAL

ABERTURA PARA INOVAÇÕES EM

PROJETOS, TÊM SE TORNADO UMA

TENTAÇÃO IRRESISTÍVEL PARA O

SETOR CONSTRUTIVO

H

á muito não se via uma categoria de material

construtivo atuando como protagonista

e inspirando tanto entusiasmo como o

Mass Timber. Por todo o planeta os designers

estão se aproveitando das características

de alta resistência, estabilidade e flexibilidade

apresentadas por esses tipos de produtos. Projetistas,

calculistas e construtores estão indo além das fronteiras

antes existentes para estruturas convencionais de madeiras.

Para muitos, a combinação da estética com desempenho

estrutural, além de uma sensacional abertura para

inovações em projetos, têm se tornado uma tentação

irresistível para o setor construtivo. Para muitos não é propriamente

uma novidade, mas, é interessante uma breve

descrição a respeito desses tipos de produtos denominados

Mass Timber. Lembram-se da Madeira Laminada

Colada? Mundialmente conhecida como GLT (Glue Laminated

Timber)?

Pois é, GLT enquadra-se nessa categoria de produtos,

seguida pelos não menos famosos, Laminated Veneer

Lumber, muito conhecido no Brasil como LVL, o NLT (Nail

Foto: divulgação

Laminated Timber), com seu primo irmão denominado

como DLT (Dowel Laminated Timber), o natureba da família,

pois, orgulha-se de não utilizar adesivos ou quaisquer

tipos de conexões metálicas, incluindo pregos, a fixação

se dá pela utilização de cavilhas de madeira. E temos a

vedete de todos, o CLT (Cross Laminated Timber). Há

uma verdadeira enxurrada de informações por veículos

especializados noticiando a cada dia novos projetos construtivos

baseados na utilização de Mass Timber.

Já foi mencionado neste espaço a noticia da aprovação

pelo ICC (International Code Council), ao final de

2018, de 14 propostas de modificações ou inclusões no

Código Internacional de Construção, que contemplam o

uso da Mass Timber em construções altas. Um enorme

avanço para o mercado mundial da madeira em sistemas

construtivos. Finalmente, esse mercado se curva às inúmeras

outras vantagens demonstradas por esses produtos.

Os projetistas de edificações altas estão se voltando

para as alternativas de materiais focados na redução da

pegada de carbono. Materiais base madeira, por serem

recursos naturais renováveis, indiscutivelmente alinham-se

ao movimento global denominado Architecture 2030.

Esse movimento, encabeçado pela organização internacional

com o mesmo nome, tem como missão a rápida

transformação do ambiente global da construção, que é

hoje o maior responsável pela emissão de gases de efeito

estufa, buscando uma dramática redução do consumo

de energia e emissões desses gases nos ambientes da

construção, com reflexos favoráveis na busca pelo desenvolvimento

sustentável e por sistemas construtivos “carbono-zero”.

Outros benefícios colaterais, como redução

de custos por metro quadrado em função da eficiência na

utilização desses componentes de madeira, velocidade

da obra, menor demanda por transporte de materiais e

por mão de obra, têm sido também elementos fundamentais

para essas opções. Muito já foi dito neste espaço

ao longo das últimas edições a respeito deste assunto, e

muito mais pode ser dito.

Afinal, fica estranho, e causa até certa ansiedade as

informações a respeito de inúmeros projetos ao redor

do mundo dentro do conceito do Tall Wood, ou seja,

construções altas executadas com esses tipos de componentes

de madeira, enquanto no Brasil pouco se fala

e, principalmente, muito pouco se vê. Falando sério, será

que não se trata de uma lacuna existente entre a pesquisa

tecnológica e o setor construtivo a causadora de certo

obscurantismo que vem alimentando a permanência de

antigos materiais não amigáveis e de pouca inovação?

10 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


NOTAS

PROJETO

COMPRADOR

Os dias 22 e 23 de maio já estão marcados na

agenda dos profissionais moveleiros da cidade

de São Bento do Sul (SC). Nessas datas acontece

o Projeto Comprador Móvelbrasil 2019,

desenvolvido pela Apex-Brasil, em parceria com

a Abimóvel. A iniciativa já é um dos principais

eventos da indústria moveleira nacional e, nesta

edição, traz novidades. Realizada na Promosul,

maior parque de eventos da cidade, a Móvelbrasil

conta com estacionamento amplo e seguro,

além de dois ambientes para área de exposição, que favorecemuma maior qualidade do evento. A organização da feira

garante que quem comparecer nesta edição vai conseguir fazer ótimos negócios e se encantar com a hospitalidade, o clima

e as belezas naturais da região.

Foto: divulgação

INCENTIVO

À ECONOMIA

Paulo Guedes e sua equipe econômica anunciaram no

começo do mês de abril que a pasta do Ministério da Economia

irá lançar um pacote de medidas para incentivar a

produtividade, emprego e destravar a atividade econômica

nacional. O plano do governo é implementar estratégias em

três etapas: em 90, 180 e 360 dias. A ideia é separá-las em

quatro grandes planos, que serão anunciados ao longo do

ano: Simplifica, Emprega Mais, Brasil 4.0 e Pró-mercados. O

Simplifica será a primeira grande iniciativa, composta por

50 medidas para desburocratizar a vida do setor produtivo.

Também está entre as medidas a completa reformulação do

eSocial, formulário digital pelo qual as empresas comunicam

ao governo informações relativas aos trabalhadores, como

vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamento,

aviso prévio e dados sobre o Fgts.

Foto: divulgação

PRODUÇÃO

EM BAIXA

A produção de móveis no mês de fevereiro apresentou

queda de 4,1% em comparação com o mesmo período

de 2018, o segundo resultado negativo seguido

do setor no ano. Apesar disso, o resultado dos últimos

doze meses é positivo, com alta de 3,2%. O resultado

negativo do segmento no segundo mês do ano pode

ser explicado pelo menor número de dias úteis, dois a

menos que janeiro, com 20 dias trabalhados. No acumulado

de todos os meses de 2019, até agora, houve

alta de 1,2%, alterando os dados de janeiro, que mostraram

queda de 0,6% nessa base de comparação.

Foto: divulgação

12 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


A natureza

agradece!

H.Bremer. Há mais de

70 anos gerando energia

térmica para o mundo,

com equipamentos de alto

padrão tecnológico.

• CALDEIRAS

• AQUECEDORES DE

FLUÍDO TÉRMICO

• EQUIPAMENTOS

INDUSTRIAIS

www.bremer.com.br

R. Lilly Bremer, 322 - Bairro Navegantes | Rio do Sul | Santa Catarina

Tel: (47) 3531-9000 | Fax: (47) 3525-1975 | bremer@bremer.com.br


NOTAS

MADEIRA

NATIVA

Foto: divulgação

MERCOMÓVEIS

2019

Em sua 11ª edição, a Mercomóveis, uma das mais importantes

feiras do setor moveleiro, apresentará aos visitantes

as últimas inovações voltadas às necessidades

do cliente moderno em design, móveis, arquitetura e

núcleos de decoração. Idealizada pelo Simovale (Sindicato

dos Madeireiros e Moveleiros do Oeste de Santa

Catarina), o evento tem essencial importância para

a valorização deste polo moveleiro. Nessa região, o

segmento de madeira e móveis envolve cerca de 1.300

empresas, das quais, 700 são indústrias de móveis,

gerando mais de 20 mil empregos diretos e faturando

R$ 1,1 bilhão por ano. Com o slogan “Construindo o

futuro”, a edição deste ano acontecerá entre os dias

19 e 22 de agosto, no Parque de Exposições Tancredo

Neves, em Chapecó.

Durante a Fimma Brasil, um dos temas amplamente debatidos

foi a iniciativa do Cipem (Centro das Indústrias

Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de

Mato Grosso) que apresentou informações sobre o Manejo

Florestal Sustentável, por meio de duas palestras

que aconteceram no espaço Workshop Florestal. Um

dos encontros foi ministrado pelo arquiteto e professor

da Universidade Federal de Mato Grosso, José Afonso

Botura Portocarrero, acerca das possibilidades de uso

da madeira nativa na construção civil no Brasil e no

Mundo. A outra palestra foi comandada pela secretária

de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, que

explicou os procedimentos legais da cadeia produtiva

da madeira. Os presentes saíram muito impressionados

pelas informações repassadas pelos dois profissionais.

Foto: divulgação

STARTUPS

VAREJISTAS

Foto: divulgação

O termo startup deixou de ser visto como algo inalcançável

pela indústria brasileira há algum tempo. Essa revolução no

modo como se organizam as empresas chegou ao país, segundo

pesquisa do Cepev (Centro de Estudos e Pesquisas

do Varejo) da USP. O estudo afirma que o número de startups

nacionais subiu 40% no último ano, aumentando de 194 para

269 estabelecimentos comerciais. A região Sudeste continua

com a maior concentração de startups (67,1%), seguida pela

região Sul (25,6%), Nordeste (5%), Centro-Oeste (1,8%) e

Norte (0,8%). “Essa é uma tendência mundial, e o Brasil tem

abarcado esse movimento de forma gradual, porém satisfatória

para o momento em que a sua economia vive. É um bom

sinal para o futuro”, afirma o documento.

14 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


TECNOLOGIA DE PONTA PARA SERRARIAS

Curitiba – PR - Brasil

: +55 41 3332 5442

@ : bkrick@bkrick.com.br

: www.bkrick.com.br

www.linck.com

Sucesso garantido com a nossa

competência e experiência

mais de 150 linhas de perfilagem em uso ao redor do mundo

serrarias com otimização de tábuas laterais e aumento de rendimento desde 1983

serrarias com corte em curva desde 1989

serrarias para corte de toras classificadas por dimensão e não classificadas

Inovação. Qualidade.

Economia.

MADE IN GERMANY


NOTAS

MOVELPAR 2019

O governador do Paraná, Ratinho Junior, esteve presente

na 12ª edição da Movelpar (Feira de Móveis do Paraná),

em Arapongas (PR), interior do estado, e destacou a importância

da indústria moveleira para a economia paranaense.

“É um setor que emprega muito e que gera impostos

para o Estado, o que fortalece os cofres públicos para

que a gente possa reinvestir em obras e benefícios para a

população”, afirmou o governador. Arapongas concentra

o maior número de empresas do setor moveleiro do país,

com 172 indústrias que empregam 9,6 mil funcionários.

Com os empregos indiretos, a indústria moveleira do

município totaliza 11,5 mil pessoas. O município é responsável

por cerca de 10% do faturamento nacional do setor,

que totalizou R$ 68,9 bilhões no ano passado. Somente

em 2018, o Paraná exportou US$ 102 milhões em móveis –

o que representa quase 17% do total nacional.

Foto: divulgação

CRÉDITO

PARA MADEIRA

Programa inédito lançado no Mato Grosso vai

financiar atividades na cadeia produtiva da

madeira. O programa é resultado de esforços

conjuntos da iniciativa privada e instituições

financeiras de órgãos públicos com o objetivo

de desenvolver o setor de base florestal. A iniciativa

foi apresentada em evento realizado em

março no Sindicato das Indústrias Madeireiras

do Norte do Estado de Mato Grosso (Sindusmad)

com participação de mais de 120 empresários

ligados à floresta nativa. Estiveram presentes

também a secretária estadual de Meio

Ambiente, Mauren Lazzareti, e representantes

de entidades parceiras, como Banco do Brasil,

WWF e Cipem.

Foto: divulgação

EXPORTAÇÕES

EM ALTA

A indústria brasileira registrou alta nas exportações de madeira

no último mês de fevereiro. O aumento de material

negociado pelo mercado nacional é de 3,2% comparado

com o mesmo período do ano passado. Isso significa, que

em 2019, o país teve um crescimento na receita de US $

244,2 milhões para US $ 252,1 milhões. A madeira serrada

de pinus, por exemplo, teve crescimento de 14% nos envios

para o exterior, US$ 5,5 milhões a mais que fevereiro

de 2018. Ao mesmo tempo, a exportação em volumes

aumentou quase 15% no mesmo período, de 186.200 m³

a 213.700 m³ (metros cúbicos). Os dados foram fornecidos

pelo Boletim Itto.

Foto: divulgação

16 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ECONOMIA E DURABILIDADE

SUPERIOR AO SEU FAVOR!

SIROMAT assegura qualidade e atendimento rápido,

atendendo a necessidade de cada cliente.

38

ANOS

SERRAS

CORTE

2,3 MM

(41) 3382-1345

(41) 9 9244 7138

siromat@siromat.com.br

www.siromat.com.br

Rua Quirino Zagonel, 951 - Jardim Ouro Preto

São José dos Pinhais - Paraná


NOTAS

Foto: divulgação

PARANÁ

NA LIDERANÇA

O Paraná liderou a produção brasileira no começo

de 2019: a indústria no Estado foi a que mais cresceu

no país, com aumento de 10,3% no primeiro bimestre

de 2019 em comparação ao mesmo período

no ano anterior. A produção industrial brasileira teve

baixa de 0,2% no período, segundo dados do Ibge

(Instituto Brasileiro de Geografia Estatística). Os setores

que puxaram a alta da produção paranaense

foram o setor automotivo, que teve um aumento de

25,8% nos dois primeiros meses do ano, indústria

alimentícia (11,9%), de material elétrico (11%), produtos

de metal (7,3%), minerais não-metálicos (3%),

papel e celulose (2,6%) e de borracha e material

plástico (2,1%).

NOVA

FÁBRICA

A Berneck anunciou nova fábrica de painéis de madeira em

Lages (SC). A previsão é que a nova fábrica seja inaugurada

em janeiro de 2021. A unidade produzirá MDF e Serrados, e

será a terceira unidade da companhia - as outras unidades

da Berneck estão localizadas em Curitibanos (SC) e Araucária

(PR). A nova unidade conta com investimentos de aproximadamente

R$ 850 milhões e deverá gerar até 350 empregos

diretos. A fábrica terá capacidade de produzir 570 mil metros

cúbicos de MDF por ano, sem revestimento melamínico.

Além disso, também terá capacidade de produzir 450 mil

metros cúbicos de serrados por ano. A produção visa atender

indústrias de móveis, construção civil, segmento automotivo,

eletrônica e embalagens.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

PARCERIA ARGENTINA

COM SANTA CATARINA

Produtores argentinos de províncias próximas a Santa Catarina buscam

parcerias comerciais com o Estado. A iniciativa é motivada pela

possibilidade de fornecer milho para produção e madeira para a

indústria moveleira. A possibilidade de parceria foi tema da Jornada

Caminhos para a Integração Produtiva, realizada em março em

Chapecó. O encontro teve a participação de lideranças políticas e

empresariais brasileiras e argentinas, entre eles o ministro da Agricultura

da Argentina, José Luiz Garay. Segundo representação do

Sebrae no evento, há a intenção do governo argentino em promover

o desenvolvimento das províncias de Misiones e Corrientes em

parceria com Santa Catarina. A motivação principal é a proximidade

geográfica.

18 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


APLICAÇÃO

RECONHECIDO

MUNDIALMENTE

Foto: Andrei Leonardo Pach

O designer paranaense Bruno Camargo é um dos

grandes destaques brasileiros do setor. Conhecido

desde a Feira Salão do Móvel de Milão, em 2012,

o profissional venceu o concurso Jovens Designers

e, desde então, tem trazido ideias inovadoras para

o segmento de decoração e utensílios. No começo

do mês de março, Bruno foi mais uma vez reconhecido

pelo seu trabalho, ao vencer o prêmio iF

Design Award, conhecido como ‘o Oscar do design

mundial’. A iniciativa vencedora é a linha de embalagens

rústicas desenvolvidas por ele. Conhecedor

dos processos de fabricação com esse material,

Camargo utilizou lâminas finas de madeira reflorestada

para criar caixas de mantimentos, suportes

para garrafas de vinhos e protetores de copos e

talheres. Além disso, o designer é fundador e CEO da Embalare Embalagens Exclusivas, empresa referência no Brasil

em fornecimento de embalagens de madeira reflorestada. “Estudei muito tempo na Europa e ouvi que o brasileiro não

tem auto-estima. Temos capacidade, sabemos trabalhar com design, somos criativos, mas não divulgamos nossos produtos.

Acho que isso, de certa forma, é verdade e, desde então, procuro mostrar meu trabalho. Comecei a partir de um

brinquedo de madeira que construí e não parei mais”, conta Bruno. Com o reconhecimento do iF Award, o trabalho de

Bruno Camargo será certificado pelo selo do iF, atestando a qualidade e excelência em design.

HORA DO CHÁ

Com o início do inverno, chega o momento de tirar do

armário as mantas de sofá, as blusas de lã, os tapetes

pesados e tudo aquilo que deixa seu lar quentinho e

aconchegante. É nessa época do ano em que reuniões

com familiares, amigos e pessoas queridas se tornam refúgios

para escaparmos do frio. Uma boa pedida durante

essas confraternizações são as bebidas quentes, como

uma xícara de chá no final da tarde. Para essas ocasiões, a

FortHouse traz um sofisticado e delicado carrinho, substituindo

as várias bandejas e viagens de um ambiente para

outro. A peça, além de oferecer praticidade, ainda decora

e valoriza a estética do ambiente, trazendo o ar refinado

e aconchegante. A companhia, conceituada em soluções

para decoração, também oferece outros modelos de carrinhos de chá que vão atrair os olhares. Práticos, possuem rodas

grandes ou pequenas que facilitam o seu deslocamento de um cômodo a outro, carregando xícaras, bules e todos os itens

que não podem faltar em um chá da tarde. Além de ser um charme em casa, também cumpre seu papel em festas e na

copa da empresa. Versátil, pode ser usado em ambientes diversos, como cozinha, sala de estar ou de jantar, hall de entrada,

e até mesmo quartos e banheiros, servindo também de mesa lateral ou aparador de diferentes objetos, como abajures

e porta-retratos. Peça curinga na decoração, é encontrada em vários estilos e cores, facilitando a harmonização com os demais

móveis. Ao escolher um dos vários modelos, é bom sempre ter em mente qual será a finalidade do móvel e em que

parte da casa ficará. Isso ajuda a definir o tamanho e estilo, se será pequeno ou grande, revestido em laca ou não. Quando

colorido, moderniza o lugar, trazendo vida e descontração. O acabamento em madeira valoriza o cômodo, dando um ar

requintado, aconchegante, natural e retrô, seguindo as tendências de design e decoração.

Foto: divulgação

20 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ENERGIA A

VAPOR

C A L D E I R A S

S E C A D O R E S

engecasscaldeiras.com.br

Acesse e conheça nossos produtos

Agradecemos a todos que nos visitaram

na Fimma 2019.

Quer conhecer nossa empresa? Entre em contato:

+55 47 3520-2500 /EngecassCaldeiras

engecass@engecass.com.br

SAC: 0800 47 8383

Rio do Sul - SC


FRASES

“TEMOS QUE MOSTRAR AOS PARLAMENTARES QUE NÃO TEM UMA

CABEÇA LIBERAL NA ECONOMIA, QUE É ESSA AGENDA QUE VAI NOS

REAPROXIMAR DA SOCIEDADE BRASILEIRA, QUE VAI ACABAR COM O

DIVÓRCIO DA POLÍTICA COM A SOCIEDADE QUANDO O ESTADO PUDER

VOLTAR A INVESTIR E VOLTAR A GERAR EMPREGOS E QUALIDADE DE

SERVIÇO EM ÁREAS FUNDAMENTAIS, COMO SAÚDE E EDUCAÇÃO”

RODRIGO MAIA, PRESIDENTE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS, SOBRE A

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

“O BRASIL

NÃO CONSEGUIU

ACELERAR A

AGENDA DA

COMPETITIVIDADE.

A INDÚSTRIA

BRASILEIRA PRECISA

CORRER MAIS DO QUE

OS OUTROS PAÍSES SE

QUISER AVANÇAR. A

COREIA, POR EXEMPLO,

COM UM MERCADO INTERNO

PEQUENO, NÃO TINHA OUTRA

OPÇÃO A NÃO SER SE TORNAR

COMPETITIVA PARA APROVEITAR

O MERCADO EXTERNO”

“OS DESAFIOS DIZEM RESPEITO À SINERGIA ENTRE AS

PONTAS DA CADEIA: DA FÁBRICA ATÉ O CONSUMIDOR,

PASSANDO PELO VAREJO – E AS TECNOLOGIAS

ENVOLVIDAS NOS MODELOS ATUAIS DE CONSUMO. O

SINDMÓVEIS, COMO ENTIDADE ARTICULADORA QUE É,

TRABALHARÁ FIRMEMENTE NESSE ANO PARA AMPLIAR AS

CONDIÇÕES DE COMPETITIVIDADE DO ASSOCIADO”

VINICIUS BENINI, PRESIDENTE DO SINDMÓVEIS DE BENTO GONÇALVES,

SOBRE OS DESAFIOS DO SETOR PARA 2019

RENATO DA

FONSECA,

GERENTE-

EXECUTIVO DE

PESQUISAS DA CNI,

SOBRE A FALTA DE

COMPETITIVIDADE

DA INDÚSTRIA

NACIONAL

Foto: divulgação

“TEMOS QUE ABRIR A

ECONOMIA PARA O COMÉRCIO

MUNDIAL, MAS ESSA ABERTURA

TEM QUE SER LENTA, GRADUAL

E SEGURA, PORQUE ENQUANTO

NÃO REFORMARMOS O SISTEMA

TRIBUTÁRIO, SERÁ UM MASSACRE

PARA A NOSSA PRODUÇÃO LOCAL.

NÃO TEREMOS FORMAS DE

COMPETIR”

HAMILTON MOURÃO, VICE-

PRESIDENTE DO BRASIL

22 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ENTREVISTA

15 ANOS

DE HISTÓRIA E DESAFIOS

AFFEMAQ

CELEBRATES

15 YEARS OF

HISTORY AND

CHALLENGES

AAffemaq (Associação dos Fornecedores para as

Indústrias de Madeira e Móveis) foi fundada em

2004, na cidade de Bento Gonçalves (RS). Com

espírito empreendedor e o cooperativismo intrínsecos

desde sua concepção, hoje a entidade

oferece aos clientes uma gama de oportunidades. “Os desafios

são inúmeros, mas acredito que o maior seja o de estar sempre

investindo em inovação e tecnologias, manter-se na vanguarda

mesmo quando o mercado não está respondendo da forma esperada”,

diz Ivânio Angelo Arioli, novo presidente da Affemaq

em entrevista à REFERÊNCIA INDUSTRIAL. Durante a conversa,

além de relembrar os principais desafios ao longo de 15 anos

representando o setor, Ivânio fala sobre o projeto: Fábrica em

Ação; e os próximos passos da entidade. Confira:

ENTREVISTA

The Association of Timber and Furniture Industry Suppliers

(Affemaq) was founded in 2004, in the city of

Bento Gonçalves (Rio Grande do Sul). With entrepreneurship

and cooperative spirit as its objective since its

conception, today the industry offers customers a wide

range of opportunities. “The challenges are numerous, but I think

the biggest is to be always investing in innovation and technology,

to keep in the forefront even when the market is not responding

as expected,” says Ivânio Angelo Arioli, the new President

of Affemaq, in an interview with REFERÊNCIA Industrial. During

the conversation, as well as remembering the main challenges

over the 15 years representing the industry, Ivânio talks about the

“‘Factory in Action”’ project and the next steps for the entity.

Check it out:

IVÂNIO

ANGELO ARIOLI

CARGO: PRESIDENTE DA AFFEMAQ

(GESTÃO 2019/2020)

Foto: divulgação

FUNCTION: PRESIDENT OF THE ASSOCIATION OF TIMBER AND

FURNITURE INDUSTRY SUPPLIERS (AFFEMAQ) (MANDATE: 2019/2020)

24 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


Somos uma empresa tradicional com tecnologia

de ponta e know-how de 41 anos na fabricação

de equipamentos para a indústria madeireira.

Para comprovar que confiamos na qualidade

dos nossos equipamentos estamos estendendo

nossa garantia por até 5 ANOS.

DESTOPADOR PNEUMÁTICO COM POSICIONADOR ELETRÔNICO

EQUIPAMENTO AUTOMÁTICO PARA CORTE TRANSVERSAL EM TÁBUAS E TOCOS DE MADEIRA

As medidas determinadas para o corte podem ser programadas diretamente em sua tela ou via rede. Tem programação fácil e

linguagem amigável. Devido a sua grande flexibilidade, é possível a programação de até 54 CORTES COM MEDIDAS

DIFERENTES na mesma tábua. Também há possibilidade de OTIMIZAR os cortes para MELHOR APROVEITAMENTO da

madeira e MENOR SOBRA possível. Sua produção é equivalente a de 4 DESTOPADORES convencionais em torno de 60 m³ por

turno com a utilização de METADE da mão de obra e com apenas 1 MOTOR e 1 SERRA.

Mais de 120 MÁQUINAS TRABALHANDO, algumas há mais de 10 ANOS com três turnos diários nas maiores

indústrias de pallets e estofados do Brasil.

MODELOS:

ROTTSTOP XLL

ROTTSTOP STD

Secção de Corte: 75 x 150mm.

Diâmetro da Serra: 350mm.

ROTTSTOP XL

Secção de Corte: 100 x 180mm.

ou 60 x 220mm.

Diâmetro da Serra: 400mm.

Secção de Corte: 100 x 250mm.

ou 60 x 320mm.

ou 110 x 200mm.

Diâmetro da Serra: 450mm.

*ESTENDIDA

NÃO ARRISQUE OS DEDOS DOS SEUS FUNCIONÁRIOS, O ROTTSTOP SE ARRISCA POR ELES

Rua Manoel David, 76 | Jd. N. Sra. de Fátima | Limeira / SP | CEP: 13.482-374 | (19) 3441-2887 | rotteng@rotteng.com.br | www.rotteng.com.br


26 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


28 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


PRINCIPAL

TRABALHO

CONJUNTO

COM A NECESSIDADE DE

FORTALECER A REPRESENTAÇÃO,

SINDICATOS DO SEGMENTO

FLORESTAL SE UNIRAM PARA

DEBATER RUMOS E OBJETIVOS DO

SETOR INDUSTRIAL E FLORESTAL

BRASILEIRO

Fotos: divulgação

30 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


WORKING

TOGETHER

Prestes a completar quinze anos, o Cipem (Centro

das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira

do Estado de Mato Grosso) vem mostrando

sua importância para o setor florestal brasileiro,

trazendo ações fundamentais para o desenvolvimento

do ramo de madeira nativa.

Surgido a partir da ideia de unir todos os segmentos da

indústria florestal mato-grossense, a instituição conta com

um terço de todas as empresas de base florestal do estado,

com o impressionante número de 500 associados. Toda

essa estrutura é fornecida pela união de oito sindicatos. São

eles: Simas (Sindicato dos Madeireiros de Sorriso); Simava

(Sindicato Intermunicipal das Indústrias Madeireiras do Vale

do Arinos); Simenorte (Sindicato dos Madeireiros do Extremo

Norte de Mato Grosso); Simno (Sindicato das Indústrias

Madeireiras e Moveleiras do Noroeste de Mato Grosso);

Sindiflora (Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Base

Florestal); Sindilam (Sindicato das Indústrias de Laminados

e Compensados do Estado de Mato Grosso), Sindinorte

(Sindicato das Indústrias Madeireiras do Médio Norte do

Estado de Mato Grosso) e o Sindusmad (Sindicato das In-

WITH THE NEED TO STRENGTHEN

REPRESENTATION, CORPORATE TRADE

SYNDICATES IN THE TIMBER SECTOR HAVE

COME TOGETHER TO DISCUSS DIRECTIONS

AND OBJECTIVES OF THE BRAZILIAN

FORESTRY AND FOREST PRODUCT

INDUSTRIAL SEGMENTS

About to turn 15, the State of Mato Grosso Center

for Forest Product Industrial Producers and

Exporters (Cipem) has demonstrated its importance

to the Brazilian Forest Sector, carrying out

fundamental activities for the development of

the native wood segment.

Cipem emerged from the idea of uniting all segments

of the forest-product industrial segment in the State of

Mato Grosso, which accounts for one-third of all forest-based

businesses in the State, with an impressive number of

members, 500. This structure is provided by the bringing

together of eight employer trade syndicates. They are: the

Sorriso Syndicate of Timber Producers (Seamus); the Arinos

Valley Intermunicipal Syndicate of Industrialized Timber

Companies (Simava); the Far North State of Mato Grosso

Syndicate of Timber Producers (Simenorte); the Northwestern

State of Mato Grosso Syndicate of Industrialized Timber and

Furniture Making Companies (Simno); the Intermunicipal

Syndicate of Forest-based Companies (Sindiflora); the State

of Mato Gross Syndicate of Veneer and Plywood Producers

ABRIL 2019 31


32 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 33


34 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 35


CONSTRUÇÃO CIVIL

Fotos: divulgação

MADEIRA

DEMOCRÁTICA

COM A MADEIRA COMO PROTAGONISTA, ARQUITETA

REVITALIZA REGIÃO CARENTE DE CIDADE MEXICANA E

MOSTRA PROPRIEDADES DESSE MATERIAL

36 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 37


ECONOMIA

A INDÚSTRIA

Fotos: divulgação

NA ERA PT

CRISE ECONÔMICA

ENGENDRADA NOS

GOVERNO PETISTAS

FEZ COM QUE

O PAÍS PERDESSE

COMPETITIVIDADE

E RECUASSE

INDUSTRIALMENTE

E

m 2014, meses antes das eleições presidenciais,

Dilma Rousseff, ao fim do seu primeiro

mandato, negou que o governo federal estivesse

acobertando uma crise. Afirmava, em

entrevistas, que os boatos eram apenas jogo

da oposição para reverter votos. A tática funcionou, e o

partido liderado por ela e Lula venceu sua quarta eleição

seguida.

Mas, apesar do esforço para maquiar as contas públicas,

os primeiros meses de 2015 mostraram o abismo

em que a economia brasileira se encontrava: milhões de

desempregados, milhares de empresas fechando suas

portas e uma desconfiança crescente de que o país pudesse

passar por outra ‘década perdida’.

Em meio à recessão e ao estouro da Operação Lava

Jato, que prendeu os líderes das principais empreiteiras

do país, assim como grandes nomes da política nacio-

38 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


PICADORES E MÁQUINAS

PARA SERRARIAS

CONHEÇA OUTROS PRODUTOS

DA NOSSA LINHA

Descascador de toras

Carro porta toras

Serra fita

Serra circular

Destopador

Ventilador de alumínio

para estufa de secagem

www.metalcava.com.br

vendas@metalcava.com.br

Rua Paulo Alves do Nascimento, S/N

Pioneiros- Lontras/SC

(47) 3523-9999

ABRIL 2019 39


40 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


FEIRA INTERNACIONAL DA INDÚSTRIA DE MÓVEIS E MADEIRA

30 de junho

a 03 de julho

2020

SÃO PAULO EXPO

ROD. DOS IMIGRANTES, KM 1,5

VALORIZANDO

PROJETOS EM

MADEIRA

ESPAÇO

MADEIRA

O projeto Espaço Madeira

está ainda mais completo.

Conheça nossos projetos para o

segmento de Construção Civil.

A ForMóbile é o principal evento da América Latina destinado

a profissionais e empresas do setor de madeira e móveis.

A edição de 2020 está ainda maior e mais completa.

Promoção e

Organização Local Filiada à

www.formobile.com.br

/feiraformobile

/feiraformobile

/canalformobile

/formóbile


NORMATIZAÇÃO

PORTAS

DE MADEIRA

NORMA ESTABELECE

REQUISITOS PARA ATESTAR

DURABILIDADE DOS PRODUTOS

Fotos: divulgação

POR MEIO DE ENSAIOS

EM LABORATÓRIO,

PORTAS DE MADEIRA

SÃO TESTADAS QUANTO

À DURABILIDADE,

ESFORÇOS MECÂNICOS

E AÇÃO DA UMIDADE

42 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


Para entregar um empreendimento que atenda

à norma de desempenho da construção civil,

as construtoras devem estar atentas à necessidade

de que os componentes utilizados na

obra também devem cumprir os requisitos de

normas específicas.

É o caso das portas de madeira, consideradas o primeiro

móvel de todo projeto. A norma “NBR 15930, parte

2 - Portas de madeira para edificações – Requisitos”,

que passou por uma revisão em 2018, estabelece alguns

requisitos para portas de madeira sob as seguintes condições:

ações higroscópicas, esforços mecânicos e ações

de trafego, que definem a durabilidade do produto.

Por meio de ensaios em laboratórios é avaliada a

ação higroscópica da porta, já que a madeira tem a

propriedade de absorver água. As condições ambientais

(temperatura e umidade relativa) do local onde a porta

será instalada podem afetar as variações dimensionais

considerando o tempo de exposição. Segundo a Abnt

ABRIL 2019 43


44 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 45


ESPECIAL FEIRA

NOVO FÔLEGO

Fotos: REFERÊNCIA

EM CENÁRIO ECONÔMICO MAIS POSITIVO,

FIMMA REALIZA EDIÇÃO 2019 COM SUCESSO

46 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


O

clima que imperou nos corredores da

Fimma Brasil 2019 (Feira Internacional de

Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios

para a Indústria Moveleira) foi de otimismo.

Boa parte do entusiasmo se deu ao

novo governo e aos pacotes de medidas que estão

prestes a ser aprovados, e que prometem melhorar a

economia nacional.

Considerada uma das maiores feiras do segmento

no mundo e a mais tradicional do Brasil o evento reuniu

mais de 23 mil visitantes que puderam conferir os

lançamentos e principais tecnologias de 380 expositores.

Este ano a Fimma ocorreu de 26 a 29 de março, no

Parque de Eventos de Bento Gonçalves (RS).

No total, foram 58 mil m² (metros quadrados) de

feira e as empresas expositoras estavam divididas em:

32% do setor de máquinas, 20% de matérias-primas,

18% de ferramentas, 15% de acessórios, 10% de componentes

e 5% de outros segmentos.

“O resultado da Fimma Brasil 2019 é o reflexo de

meses de intenso trabalho, em que buscamos a excelência

em cada uma das ações propostas, trazendo o

que havia de mais representativo no setor. E o resultado

não poderia ter sido melhor, conseguimos materializar

a diferenciação, surpreendendo a todos que

circularam pela feira”, comemora o presidente da 14ª

edição, Henrique Tecchio.

Entre os projetos paralelos, Workshop Fimma

apresentou novo formato, o que atraiu mais público,

como no caso do Espaço Arqday. O know-how dos palestrantes

do já tradicional Fimma Marceneiro permitiu

o compartilhamento de informações e os profissionais

puderam ver as máquinas em ação no espaço dedicado

a esse público. Os novos segmentos, Florestal e

Rochas, ainda tímidos, serviram como laboratório para

as próximas edições.

O Projeto Comprador garantiu durante dois dias,

nas 1,1 mil rodadas de negócios, transações em torno

de US$ 3 milhões e a previsão de geração de US$ 15

milhões de prospecções nos próximos 12 meses. A

presença de milhares de pessoas em Bento Gonçalves

também deixou para a cidade cerca de RS 15 milhões,

movimentando hotéis, restaurantes, transporte, vinícolas

e tantos outros setores. Diante dos bons resultados,

a estimativa inicial de US$ 290 milhões se confirma.

Nova data em 2021

Para atender do que chamou de uma demanda

do setor, o presidente da 14ª edição anunciou que em

2021 o evento acontecerá no mês de agosto. “Demos

voz a expositores, empresários e profissionais que

visitam a feira e depois de uma análise criteriosa resolvemos

mudar o mês de realização da feira. Nos encontramos

em agosto de 2021”, anunciou Tecchio.

Confira os principais lançamentos encontrados pela

equipe da REFERÊNCIA durante os quatro dias de

evento!

ABRIL 2019 47


48 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 49


50 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 51


52 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 53


54 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 55


56 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 57


58 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 59


EVENTO

TRADIÇÃO E

Fotos: Carlos Suzuki

CONFIANÇA

JANTAR REALIZADO PELA MENDES REUNIU OS PRINCIPAIS

PLAYERS DO SEGMENTO MADEIREIRO NACIONAL. A OCASIÃO

REAFIRMOU O DNA INOVADOR DA EMPRESA NO SETOR

U

m imenso agradecimento aos parceiros

e colaboradores. Esse foi o tom do tradicional

jantar realizado pela Mendes Máquinas

na noite de 28 de março. O evento

ocorre sempre durante as edições da Fimma

(Feira Internacional de Máquinas, Matérias-Primas e

Acessórios para a Indústria Moveleira), no qual a empresa

aproveita a oportunidade, desta que é a maior feira

para o segmento madeireiro nacional, para convidar os

parceiros para um momento de descontração e agradecimento.

O jantar foi na Casa Valduga, no restaurante

Maria Valduga que serviu além dos premiados vinhos

da vinícola um cardápio para italiano nenhum colocar

defeito.

Estavam presentes na confraternização cerca de

110 pessoas, e segundo Rodrigo Fabris, diretor técnico

60 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 61


ESPECIAL MADEIRA TRATADA

CAMINHOS

PARA O FUTURO

Fotos: divulgacão

62 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


MUNICÍPIO DE SANTA CATARINA TEM INVESTIDO EM

REFORMAS ESTRUTURAIS COM UMA DAS PRINCIPAIS

MATÉRIAS-PRIMAS DA CIDADE: A MADEIRA

M51 M52

M55-56

Medidores Portáteis

para Umidade da Madeira

MR500

Controladores e

Gerenciadores de Estufa

para Secagem de Madeira

• Alta precisão na medição da umidade da madeira.

• Baterias Recarregáveis de 36h de duração.

• Robustos, pensandos no uso industrial intenso.

• Software umidata para armazenamento e histórico.

• Utilizáveis para madeiras de densidade 0,20 a 1,2 g/cm³.

• Controle e gerenciamento total da secagem da madeira.

• Economia de vapor, energia e tempo de secagem.

• Secagem inteligente, com supervisório e curvas suaves.

• EcoPro: auxiliar de produção e qualidade de secagem.

• Tecnologia de desenvolvimento nacional de ponta.

Rua Piauí 1072 I Parolin

80220-240 I Curitiba I PR

Fone: +55 (041) 3332-9393

Solicite seu orçamento:

w w w . m a r r a r i . c o m . b r

ABRIL 2019 63


MADEIRA TRATADA

undada em 1962 por imigrantes alemães,

F

italianos, poloneses e austríacos, a cidade de

Guabiruba tem forte ligação com o município

de Brusque, conhecido pelo bem sucedido

pólo têxtil. Na década de 70, inúmeros produtores

de madeira da região leste de Santa

Catarina perceberam no local um grande potencial para

essa indústria, se deslocando para a nova cidade.

E assim, ao contrário das vizinhas, Guabiruba se

transformou em referência na indústria madeireira. Com

a grande produção da matéria-prima, as gestões das

prefeituras sempre buscaram prestigiar o carro-chefe da

cidade, utilizando a madeira em obras de reforma e de

edifícios públicos e administrativos.

No começo de 2019, a Executivo Municipal, por

meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, iniciou

as obras de restauração da ponte pênsil, que liga a rua

André Decker, Lageado Baixo, em Guabiruba, à Cristalina,

em Brusque; a ponte, inaugurada em abril de 1998,

foi danificada em junho de 2018, após um carro perder o

controle e cair na água. O local ficou interditado desde

então, gerando a indignação dos moradores da região.

Com a reforma, a ponte pênsil terá nova plataforma

e madeira substituída na parte pertencente ao município

“A MADEIRA FAZ PARTE

DO DESENVOLVIMENTO

DE GUABIRUBA, ENTÃO SEMPRE

PRIORIZAMOS A SUA UTILIZAÇÃO

EM NOSSAS INICIATIVAS,

RELEMBRANDO QUE A MADEIRA

COLOCADA É TRATADA,

REFORÇANDO NOSSA

PREOCUPAÇÃO COM A

SEGURANÇA DO LOCAL E DOS

MORADORES”

JAIR ANTÔNIO BRAMBILA,

SECRETÁRIO DE OBRAS E SERVIÇOS

PÚBLICOS DE GUABIRUBA

64 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


Há 73 anos parceira

do setor madeireiro

Plaina Moldureira

PMC - 200

Versões: 2, 4 e 5 eixos

Plaina Moldureira

PMO 240 e PMO-320

Versões: 4, 5, 6,7 e 8 eixos

www.omil.com.br

vendas@omil.com.br

Fone: 47 3357 8300

47 9 9168 4011

ABRIL 2019 65


ARTIGO

PANORAMA

DO SISTEMA

CONSTRUTIVO

LIGHT WOOD

FRAME NO BRASIL

Fotos: divulgação

NICOLLE CHRISTINE SOTSEK

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

RESUMO

O

LWF (Light Wood Frame) representa grande

inovação para o setor de construção civil no

Brasil, devido a suas características de racionalização

de material, flexibilidade operacional,

agilidade produtiva, custos competitivos e,

também, pelos níveis eficientes de limpeza e tempo de

montagem.

Por esses motivos, esse sistema é considerado uma alternativa

construtiva promissora. O objetivo deste estudo é

explorar o potencial do sistema no Brasil. Esta pesquisa é

um estudo exploratório que utiliza como instrumento de coleta

um questionário de avaliação qualitativa aplicado com

representantes da construção civil envolvidos com o LWF.

O estudo propõe analisar as variáveis críticas que devem

ser gerenciadas dentro do setor, investiga as necessidades

e os potenciais do sistema construtivo e formula estratégias

competitivas para a difusão do LWF no país.

Os resultados da pesquisa mostram que a expansão

do LWF no Brasil é fortemente dependente dos incentivos

governamentais, do aumento da integração dos agentes

tanto da cadeia de valor da construção civil como do setor

madeireiro, da necessidade de disseminar mais informações

aos usuários finais como forma de combate ao preconceito

ADRIANE DE PAULA LACERDA SANTOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

em relação ao uso da madeira e, por fim, da necessidade de

formar profissionais para atuar de forma direta com a construção

em madeira.

INTRODUÇÃO

O sistema LWF, por décadas, tem sido uma tecnologia

relevante e popular em países desenvolvidos da Europa,

Oceania e América do Norte. Hoje mais de 90% das novas

construções americanas são feitas com alguma versão do

sistema (Thallon, 2008). Já no Brasil a realidade é outra. O

principal sistema construtivo ainda é a alvenaria de blocos.

Segundo Nascimento (2004), culturalmente a grande aplicabilidade

deste sistema construtivo está na presunção de que

a alvenaria tem maior durabilidade, embora essa vantagem

seja questionada por diversos autores.

Percebe-se mesmo assim que, em função de suas características

promissoras, o LWF começa a ser explorado também

no Brasil, por conta principalmente da necessidade de

novos insumos, pela flexibilidade no processo de fabricação,

pela alta velocidade de montagem, pela padronização dos

processos (Thallon, 2008) e, ainda, devido à preocupação

pela busca de sistemas construtivos mais eficientes para

contribuir com a sustentabilidade ambiental (Mahapatra;

66 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 67


68 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 69


70 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


ABRIL 2019 71


AGENDA

AGENDA

2019

ABRIL

26 A 30

TECHNOMEBEL

SOFIA (BULGÁRIA)

HTTP://TECHNOMEBEL.BG/EN

MAIO

9 A 11

CGFF CHINA GUANGZHOU

INTERNATIONAL FLOOR

FAIR

GUANGZHOU (CHINA)

WWW.CGFF.NET/INDEX.PHP?

LANG=EN

LIGNUM BRASIL

11 A 13 DE SETEMBRO

LOCAL: CURITIBA (PARANÁ)

HTTP://LIGNUMBRASIL.COM.BR

MAIO

27 A 31

LIGNA HANNOVER

HANNOVER (ALEMANHA)

WWW.LIGNA.DE/HOME

JUNHO

4 A 6

BRICOFORMA 2019

BILBAO (ESPANHA)

WWW.BRICOFORMA.EU

JUNHO

18 A 20

A LIGNUM LATIN AMERICA É UMA FEIRA FOCADA NA TRANSFORMAÇÃO,

BENEFICIAMENTO, PRESERVAÇÃO, ENERGIA, BIOMASSA, MANEJO FLORESTAL E

USO DA MADEIRA. A CADA EDIÇÃO, APRESENTA SOLUÇÕES, LANÇAMENTOS E

TENDÊNCIAS PARA O SETOR INDUSTRIAL MADEIREIRO E FLORESTAL DE FORMA

ESTÁTICA E DINÂMICA. NA SEGUNDA EDIÇÃO, REALIZADA EM 2017, A LIGNUM

LATIN AMERICA REUNIU 86 EXPOSITORES E 6.188 VISITANTES.

EXPO AMPIMM

CIDADE DO MÉXICO

WWW.EXPOAMPIMM.COM

JULHO

2 A 6

FITECMA ARGENTINA

BUENOS AIRES (ARGENTINA)

HTTP://FERIA.FITECMA.COM.AR

JULHO

17 A 20

AWFS FAIR

LAS VEGAS (ESTADOS UNIDOS)

WWW.AWFSFAIR.ORG

AGOSTO

14 A 17

TECNO MUEBLE

INTERNACIONAL

GUADALAJARA (MÉXICO)

WWW.TECNOMUEBLE.COM.MX/

72 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019


1 1 - 1 3 D E S E T E M B R O D E 2 0 1 9

E X P O B A R I G U I - C U R I T I B A ( P R )

LIGNUM LATIN AMERICA THE MOST IN-DEPTH EVENT IN

THE TIMBER PRODUCTION CHAIN

September 11 th to 13 th , 2019, Expo Barigui (Curitiba - PR - Brazil)

ORGANIZAÇÃO | ORGANIZER:


ESPAÇO ABERTO

INDÚSTRIA 4.0

E FÁBRICA INTELIGENTE

AITC (Tecnologia da Informação e Comunicação)

está passando por um rápido

desenvolvimento. Muitas tecnologias

disruptivas, como computação em nuvem,

IoT (Internet of ThingsT), análise de Big

Data e inteligência artificial surgiram e estão permeando

a indústria de manufatura, fundindo os mundos físico e

virtual por meio de sistemas cyber-físicos (CPS), o que

marca o advento da quarta revolução industrial, chamada

de indústria 4.0.

A indústria 4.0 descreve um CPS orientado para a

produção, que possibilita o estabelecimento de redes

de criação de valor global. Para implementar essa nova

indústria, são considerados três fatores: a integração

horizontal por meio de redes de valor, que facilitam a

colaboração entre empresas; a integração vertical de

subsistemas hierárquicos dentro de uma fábrica, que

cria um sistema de manufatura flexível e reconfigurável;

e a integração de engenharia de ponta a ponta em toda

a cadeia de valor, a fim de suportar a personalização do

produto. Acredita-se que a fábrica inteligente seja capaz

de produzir produtos customizados e de pequenos lotes

com eficiência e lucratividade.

Dentro de uma estrutura de fábrica inteligente existem

quatro camadas tangíveis. A primeira é a camada

de recurso físico, composta por artefatos inteligentes

que se comunicam uns com os outros, resultando em

um sistema auto-organizado e autônomo baseado na

rede industrial e mecanismo de negociação inteligente.

Já a camada de rede industrial forma uma infraestrutura

que permite a comunicação entre artefatos e conecta

a camada de recursos físicos com a camada de nuvem,

que suporta a fábrica inteligente, fazendo com que até a

internet possa ser virtualizada.

FÁBRICA INTELIGENTE

AJUDA A IMPLEMENTAR

O MODO DE PRODUÇÃO

SUSTENTÁVEL PARA LIDAR COM

OS NOVOS DESAFIOS GLOBAIS

74 referenciaindustrial.com.br ABRIL 2019

POR

DÉBORA

MORALES

MESTRA EM

ENGENHARIA DE

PRODUÇÃO NA

ÁREA DE PESQUISA

OPERACIONAL

COM ÊNFASE A

MÉTODOS ESTATÍSTICOS APLICADOS

À ENGENHARIA E INOVAÇÃO E TECNOLOGIA,

ESPECIALISTA EM ENGENHARIA DE CONFIABILIDADE,

GRADUADA EM ESTATÍSTICA E EM ECONOMIA. ATUA

COMO ESTATÍSTICA NO ICI (INSTITUTO DAS CIDADES

INTELIGENTES).

A camada de supervisão e controle liga as pessoas

à fábrica inteligente por meio de terminais, como PCs e

smartphones, dando acesso às estatísticas e à aplicação

de configurações diferentes e execução de diagnósticos

e manutenção, mesmo remotamente. A fábrica inteligente

é uma implementação específica do CPS baseada

na ampla e profunda aplicação de tecnologias de informação

para a fabricação, o que é um passo importante

para promover a indústria 4.0.

No protótipo de fábrica inteligente do Centro Alemão

de Pesquisa de Inteligência Artificial, em Kaiserslautern,

a gigante de produtos químicos Basf SE produz

xampus e sabonetes líquidos personalizados. Quando

um pedido de teste é colocado online, o frasco de sabonete

vazio é anexado com a tag de identificação por radiofrequência,

que comunica às máquinas de produção

que tipo de sabonete, fragrância, cor da tampa do frasco

e rotulagem requer. Cada garrafa tem o potencial de

ser totalmente diferente da próxima. O experimento depende

de uma rede sem fio, onde máquinas e produtos

conversam entre si, com a única entrada humana vinda

da pessoa que está colocando a ordem da amostra.

A fábrica inteligente ajuda a implementar o modo de

produção sustentável para lidar com os novos desafios

globais, podendo levar a novos modos de negócios e

até afetar nosso estilo de vida. Embora sua implementação

ainda esteja enfrentando alguns desafios técnicos,

ela está no caminho certo, aplicando simultaneamente

as tecnologias existentes e promovendo avanços técnicos

de enorme valor para a sociedade.

Foto: divulgação


corte que

gera economia

Multiprocessador de Blocos

São José dos Pinhais

LANÇAMENTO

Corte de 160mm de altura com pastilhas de:

• 2.3mm para Pinus

• 3.2mm para Eucalipto

Av. Rui Barbosa, 3880 – Afonso Pena - São José dos Pinhais – PR

+55 (41) 3382-3100 | aguia@maquinasaguia.com.br

www.maquinasaguia.com.br

More magazines by this user
Similar magazines