Views
3 months ago

PROJETO_DIGITAL_09-01-2018a

Ambiente de negócios

Ambiente de negócios Para Fabrizio Guaglianone, diretor-superintendente do Sebrae no Pará, a atividade mineral abre muitas oportunidades para os pequenos negócios especialmente nas regiões do entorno aos grandes empreendimentos do setor da mineração, mas não só nelas. “Há um grande potencial para a movimentação da economia nas regiões Sul e Sudeste do estado e que provocam impacto positivo em todo o estado, favorecendo o aumento da renda e impulsionando o saldo total de empregos formais direta ou indiretamente gerados”, detalha. Referência no apoio aos micro e pequenos negócios, o Sebrae atua com um extenso trabalho de capacitações, consultorias, rodadas de negócios voltados ao acesso a novos mercados, visando consolidar esses empreendimentos com a ampliação de produtos e serviços oriundos do setor da mineração. “Nesse sentido, temos ações com parceiros institucionais como a Vale e a Fiepa, que operam de forma direcionada, aliando o apoio do Sebrae aos empreendedores e empresários de pequenos negócios, da zona urbana ou rural, aos projetos sociais e preparação dessas empresas para o mercado, dinamizando os setores e segmentos do comércio, de serviços e da própria indústria mineral”, explica o diretor-superintendente do Sebrae no Pará. “Além disso, desenvolvemos estudos de inteligência de mercado, mapeando o perfil dos consumidores, as tendências e oportunidades de negócios de forma regionalizada para auxiliar os empresários no planejamento, nas definições de estratégias e ações para o seu negócio na região em que atuam”, completa Fabrizio. Como exemplo de parceria produtiva no setor mineral, o Sebrae e a Vale finalizaram, em 2016, o Projeto Encadeamento Produtivo nos municípios de Parauapebas, Marabá, Canaã dos Carajás e Curionópolis. Ao todo, 147 micro e pequenas empresas da região aderiram ao projeto. “Nossas ações tiveram foco na geração de negócios e aumento do faturamento das empresas, que atingiu a média de 30% no ano. Além desse, há dois outros projetos com a Vale construídos ainda em 2017 para atender costureiras da comunidade Vila Palmares Sul, em Parauapebas, e os pequenos produtores da zona rural, também do mesmo município”, detalha Fabrizio. 78 7º Anuário Mineral do Pará | 2018

A parceria abrange a capacitação em gestão empresarial e noções de cooperativismo e empreendedorismo. O objetivo é fazer com que os empreendedores envolvidos adotem boas práticas na condução de seus negócios, criando controles adequados para o planejamento da produção, definindo produtos que serão comercializados e também apliquem técnicas de marketing e venda com a formação adequada de preços, tornando-se competitivas no mercado local. Outro projeto, citado por Guaglianone é o Estudo de Viabilidade de Negócio com a construção de abatedouro de frangos na zona rural de Parauapebas, junto à cooperativa de produtores do município. Há um grande potencial para a movimentação da economia nas regiões Sul e Sudeste do estado e que provocam impacto positivo em todo o estado, favorecendo o aumento da renda e impulsionando o saldo total de empregos formais direta ou indiretamente gerados. Fabrizio Guaglianone Diretor-superintendente do Sebrae no Pará 7º Anuário Mineral do Pará | 2018 79