O ermitão de Muquen - a casa do espiritismo

acasadoespiritismo.com.br

O ermitão de Muquen - a casa do espiritismo

esse estilo um pouco mais elevado e ideal era o único que quadrava aos

assuntos que eu tinha de tratar, e às circunstâncias de meu herói.

O misticismo cristão caracteriza essencialmente a terceira parte, que

compreende o quarto e último Pouso.

Aqui há a realidade das crenças e costumes do cristianismo, unida à

ideal sublimidade do assunto. Reclama, pois esta parte um outro estilo, um

tom mais grave e solene, uma linguagem como essa que Chateaubriand e

Lamartine sabem falar quando tratam de tão elevado assunto.

Bem sei que a empresa é superior às minhas forças; bom ou mau,

porém, aí entrego ao público o meu romance; ele que o julgue.

t

Ouro Preto, 10 de novembro de 1858

INTRODUÇÃO

O AUTOR

As peregrinações devotas ou romarias são de uso imemorial em todos

os países católicos. Ora penduradas no cume de um rochedo escarpado e

quase inacessível, ora fundadas no seio de uma gruta natural, ou em algum

vale escuro e triste em meio de florestas ou montanhas alterosas, em toda a

parte do mundo cristão encontram-se disseminadas aqui e acolá essas

pequenas capelas ou ermidas, que de ordinário devem a sua fundação a

alguma lenda miraculosa, e que em épocas determinadas atraem a si

milhares de romeiros e peregrinos.

Há sem dúvida grande dose de superstição nessas romarias, e o povo

as tem feito perder muito da sua importância e prestígio, multiplicando-as

infinitamente, instituindo romarias a granel por toda parte; todavia nem por

4

4

More magazines by this user
Similar magazines