Views
1 month ago

CADERNO DE RESUMOS pgcult

V Semana Acadêmica do

V Semana Acadêmica do Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade – PGCult-UFMA Página | 44 “Desafios e experiências na construção interdisciplinar” A PAZ PERPÉTUA EM KANT: uma reivindicação juspolítica para a paz Franciscleyton dos Santos da Silva (UFMA) Mestrando no Programa de Pós Graduação em Cultura e Sociedade – UFMA / Bolsista Capes cleyton_vocare@hotmail.com Orientadora: Profa. Dra. Zilmara de Jesus Viana de Carvalho (UFMA) ziljesus@yahoo.com.br Resumo: Trata-se na análise da obra A Paz Perpétua (1795), na abordagem sistemática dentre o demais texto kantiano, para uma explanação sobre a temática proposta pelo filósofo. Entende-se que o seu discurso faz parte de um projeto político filosófico, ou seja, direciona a sociedade do século XVIII a um apontamento para a construção da Paz por meio jurídico, fundamentação que até os dias atuais aponta a legitimação de um Direito a Paz no cenário da comunidade internacional. Dessa maneira a obra segue do seguinte esquema metodológico: Prefácio; 6 artigos preliminares; 3 artigos definitivos; 2 suplementos e um Apêndice. Sendo assim temos ao modo de uma constituição a discussão traçada por Kant em seu Opúsculo, que nos cabe fazer uso para entendermos sua proposta (projeto juspolítico) de Paz. Palavras-chave: Paz Perpétua. Direito Internacional. Cosmopolitismo. Kant. Filosofia do Direito.

V Semana Acadêmica do Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade – PGCult-UFMA Página | 45 “Desafios e experiências na construção interdisciplinar” A PERDA DO SENTIDO DA POLÍTICA Lorena Moreira Pinto (UFMA) 2911lorena@gmail.com Profa. Dra. Maria Olilia Serra (UFMA) oliliaserra@gmail.com Resumo: O seguinte trabalho tem como propósito apresentar o problema da relação entre política e liberdade, nos fragmentos “O que é Política?” e na obra “A Condição Humana”. O fenômeno do totalitarismo impõe a pergunta da política pelo seu sentido, não mais pelo seu conceito. Os conceitos de política e a concepção de um homem ideal deram origem ao preconceito de uma política que se estabelece como absoluta à vida. Esse princípio dita à política o pleno progresso da sociedade. Nesse sentido, convém responder à pergunta “tem a Política ainda algum sentido?” de Hannah Arendt, apontando os elementos que conduziram a política a desviar seu conteúdo original para a justificação do sacrifício da vida, por fim, para a possibilidade concreta da destruição do Mundo. Palavras-chave: Sentido. Liberdade. Mundo. Política.

Caderno de Resumos - Unicamp
Caderno de Resumos - UFCG
Programação e Caderno de Resumos do I SEDiAr - Uesc
O Fututo do Constitucionalismo - Caderno de Resumos [2014][l]
CADERNO DE RESUMOS - IEL - Unicamp
Caderno de Resumos (PDF) - Sociedade Brasileira de Estomatologia
2008 – Caderno de Resumos - Núcleo de TCC e IC
Download do Caderno de Resumos - anpuh - Associação Nacional ...
Cadernos da Controladoria Cadernos da Controladoria
caderno de resumo ii simpósio de história do maranhão oitocentista
Caderno de resumos - Faculdade de Ciências Sociais - UFG
Caderno 5 - Noções de Organização - Cadernos ... - Ulb
Caderno de Desenvolvimento Urbano e das Cidades