Views
10 months ago

Método Tronco Comum - Book - V2.5

OBJETIVO O Plano de

OBJETIVO O Plano de Implantação, às vezes chamado de Plano de Implementação, é um documento utilizado para tangibilizar as melhorias propostas em ações a serem tomadas, pactuando prazos e responsáveis por executar e fiscalizar tais ações. DIFICULDADE: 116 QUANDO PODE SER UTILIZADO? O Plano de Implantação deve ser utilizado na implantação de melhorias complexas, que chamamos de estruturantes. Ele é utilizado no método na etapa de “Implantação” e, para tais melhorias, na etapa “Melhorar Desempenho do Processo”. COMO UTILIZAR A FERRAMENTA? 1. SECIONE AS MELHORIAS: É preciso quebrar as melhorias priorizadas nas etapas anteriores em ações que devem ser tomadas, atribuindo prazos e responsáveis para as ações. Caso necessário, evolva atores com conhecimento técnico para essa tarefa 2. VALIDE O CONTEÚDO COM ATORES CHAVE: após a elaboração da primeira versão do documento, este deve ser validado com os atores relevantes. 3. MANTENHA O DOCUMENTO ATUALIZADO: Além de pactuar os papeis e prazos para as ações que serão tomadas, o PIP também tem a função de monitorar o andamento da implantação, contudo, tal monitoramento só é útil quando atualizado. CONCEITOS IMPORTANTES RESPONSÁVEL DIRETO: Membro da equipe ou executor do processo responsável por implementar tais ações. Não significa que é o único que implantará a melhoria, vários participantes podem atuar, especialmente se a melhoria apresentar uma alta complexidade. RESPONSÁVEL GERAL: Membro da equipe responsável por acompanhar a implementação da melhoria.

Quando a ferramenta foi atualizada pela última vez? Qual o status das ações sendo executadas? Quais as melhorias que serão implementadas? Quem é o responsável por fiscalizar a execução da implantação? Quais ações são necessárias para que a melhoria seja implantada? Quem é o responsável por executar as ações planejadas? Qual o prazo para a execução das ações? Quando as ações foram de fato concluídas? 117

Avaliação dos Indicadores [Modo de Compatibilidade] - GesANTT
planejamento do programa segundo tempo - Ministério do Esporte
Revista - Sefa - Governo do Estado do Pará
Gestão por Processos - Centro de Computação - Unicamp
SEBRAE - Ciclos de Melhoria e Inovação dos Processos ... - BPM LAB
Monitoramento e avaliação de projetos - Ministério do Meio Ambiente
Case Prático da Empresa VISATE - Fernando Osório Ribeiro
guia pais - phe - SESC Tocantins
Oclusão do Tronco Comum numa Doente com Angor Estável [48]
Horário Tronco Comum - ano letivo 2011/2012 - ESMAE
1º Semestre 2011/2012 - HORÁRIOS DO TRONCO COMUM - ESMAE
Um método para a melhoria da qualidade de fornecimentos ... - PCS
Método de diagnóstico e identificação de oportunidades de ... - Ufrgs
Regulamento - Centro de Serviços Comuns da UC - Universidade ...
TERCEIRA TELECONFERÊNCIA DO CURSO DE ... - SEaD da UFSC
GUIA PRÁTICO
Organização & Métodos I - UFF
Instrutivo de orientações para projetos - Portaria 139/2009