Views
2 weeks ago

Rolf Neubarth Dissertacao Defesa FINAL REVISADO

24 Equidade (equitable

24 Equidade (equitable or fairness): caracteriza-se pelo tratamento justo de todos os sócios e demais partes interessadas (stakeholders). Atitudes ou políticas discriminatórias, sob qualquer pretexto, são totalmente inaceitáveis. Prestação de Contas (accountability): os agentes de governança devem prestar contas de sua atuação, assumindo integralmente as consequências de seus atos e omissões. Responsabilidade Corporativa (responsibility): os agentes de governança devem zelar pela sustentabilidade das organizações, visando sua longevidade, incorporando considerações de ordem social e ambiental na definição dos negócios e operações. Para Lunardi et. al. (2016), a governança corporativa não se restringe à gestão dos conflitos nas relações dos agentes externos e às diversas áreas da companhia. Ao implementar as boas práticas de governança corporativa, a empresa passa a ter uma gestão mais transparente, com informações divulgadas de forma simétrica, o que reduz o conflito de interesses, com o objetivo de incrementar ainda mais o valor da empresa. Para que as empresas possam estabelecer o progresso de maneira sustentável, de acordo com um dos conceitos da governança corporativa, a responsabilidade social, os bancos que estão inseridos em um ambiente competitivo, crescente, regulamentado e de rápidas mudanças são obrigados a se manterem em um contínuo processo de alerta, adaptação e ajuste às mudanças ambientais, e têm, fatalmente, que contar com o mais alto nível de confiabilidade das informações. Esse processo permite aos bancos traçarem as melhores estratégias para o futuro, visto que são instituições que, frequentemente, sofrem pressões competitivas e regulações, estando mais intrinsecamente vulneráveis aos riscos de suas próprias atividades, por apresentarem características únicas na economia (OLIVEIRA; FORTE, 2009). A teoria que sustenta este estudo dita que as instituições, como um todo, e principalmente as financeiras, devem ter controles fortes implementados, que sustentem os desdobramentos de mecanismos e controles para que estes possam apresentar sistemas de governança corporativa bem estabelecidos. As instituições com fracas estruturas de gerenciamento e governança, de modo geral, possuem reservas financeiras menores, o que as leva a realizarem menores investimentos em suas próprias composições. Assim também, empresas com fraca governança corporativa escolhem recomprar, ao invés de aumentar, os dividendos e não negociam de forma a obterem bons acordos, pois passam a ficar mais pesadas em termos de eficiência e aumentam seu risco (HARFORD; MANSI; MAXWELL, 2012) Ainda dentro deste arcabouço, confirma-se, por meio dos estudos, que quanto mais disciplinada for a boa gestão e regulamentação de um país, em termos de proteção aos negócios

25 dos acionistas, mais consolidado e fortalecido é o seu mercado tanto acionário como em consórcio de empresas que opera e, neste caso, aplica-se seguramente num ambiente que leva em consideração as melhores práticas de governança corporativa (SILVA, 2006) Uma das boas práticas de governança corporativa, a transparência, corrobora com a definição da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, a entidade OCDE, que descreve que os mecanismos de governança corporativa devem assegurar a divulgação de todas as informações sobre a situação financeira, o desempenho, as participações sociais e a gestão da empresa, além de descriminar os resultados financeiros, resultados operacionais e fatores considerados de risco. Em alguns países, que possuem sistemas financeiros mais maduros e desenvolvidos, as informações sobre a empresa em forma de relatórios são divulgadas nas páginas de internet. Segundo a denominação da OCDE, a transparência nos procedimentos das empresas é um dos pilares da governança corporativa. Laeven e Levine (2009) conduziram um estudo empírico acerca das teorias sobre tomada de decisões de risco, as estruturas de propriedade e regulamentações bancárias americanas. Os autores afirmam que os conflitos entre os gestores dos bancos e os proprietários são influenciados pelo grau de poder que os donos e acionistas exercem e que variam de acordo com a estrutura corporativa de cada banco. Em outras palavras, a regulamentação geral das instituições financeiras afeta diferentemente cada uma, pois as ações vão depender diretamente do grau de risco percebido por cada estrutura de governança corporativa de cada empresa. De acordo com o Information Techonology Governance Institute (ITGI, 2016), que é suportado pelo Information System Audit and Control Association - ISACA, a governança corporativa promove medidas para a tratativa das preocupações da gestão da companhia. O conselho administrativo e toda a gestão devem ampliar a governança corporativa, que abrange as áreas de negócio da companhia para a área de Tecnologia da Informação, por meio do modelo de governança de TI. Dessa forma, haverá alinhamento entre as estratégias da companhia e as estratégias da área de tecnologia da informação (TI). A tecnologia da informação, nos dias atuais, é indicada como parte integrante das disciplinas de gestão e governança e de muita importância em grandes companhias. A governança de TI começa a ter a atenção da alta administração, devido aos riscos que as tecnologias e a continuidade de negócios adotadas podem gerar de impacto ao negócio. O desempenho da TI, bem como as suas políticas, acabam afetando a organização de alguma maneira. Um problema na segurança das informações, um erro ou até mesmo um problema em suas plataformas por alguma indisponibilidade causam prejuízos financeiros e prejudicam a

07_07_2011 - Protocolo Hepatite C Final Jun 2011 revisado Jorge e ...
final
finale
finale
Final
final
Erin McCarthy - True Believers #2 - Sweet [revisado]
Defesa da Marca Maryjuana Café
DEFESA DO CONSUMIDOR - ACRA
DEFESA DO CONSUMIDOR - ACRA
CÓDIGO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR
DEFESA DO CONSUMIDOR - ACRA
DEFESA DO CONSUMIDOR - ACRA
Defesas do Hospedeiro - ufrgs
Revista Fevereiro Final Final
Defesa Contra as Artes Negras: Artes Ténebres e Defesa Elementar
Trabalhar na Assistência Social em Defesa dos - CFESS
Apresentação Final
Programa Final
Revista Março 2018 Final final
Dissertação Zimmermann, T.G. 2011 - UFSC
Estratégia Nacional de Defesa - Escola de Comando e Estado ...
Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios - Câmara ...
Núcleo de Defesa da Mulher e do Fórum Leal Fagundes
caravana nacional em defesa do sus - Conselho Nacional de Saúde
Cartilha Defesa Civil.final p PDF.cdr - Procempa
PNCEBT to - Agência de Defesa Agropecuária do Paraná - ADAPAR
Uma Defesa da Doutrina - Justificação pela Fé (Charles H. Spurgeon)
47 A BASE INDUSTRIAL DE DEFESA BRASILEIRA José Carlos ...
Revista Julho 2017 final final 321