Revista ABA Novembro 2017

helemoura

Revista ABA Novembro 2017

aba Mídia

como os dados se encaixam.

Se não tiver bons profissionais

para navegar seus dados não

adianta”, recomendou Manish

Bathia.

Manish Bathia: “Temos de seguir os olhos

dos consumidores e apresentar novas

ferramentas para os clientes entenderem

todas as mídias. Toda hora surge uma nova”

168 fácil quando há menos opções. O número de marcas

aumentou muito nos últimos anos. Há 533 mil atualmente

nos EUA. Só que os consumidores continuam

se lembrando de apenas 13. O mesmo ocorre com

canais de TV. O telespectador pode ter acesso a 150

canais, mas assiste entre sete e oito. Um estudo global

da Kantar Media com consumidores e profissionais

responsáveis pela decisão final nas empresas comprova

que as pessoas têm maior afinidade com a publicidade

no Brasil. Elas, porém, querem manter certa

privacidade. Os anunciantes precisam respeitar, para

não interferir muito na vida das pessoas. Elas aceitam

a publicidade desde que contenham mensagens que

estejam de acordo com seus interesses”, constatou

Manish Bathia.

“Não podemos jogar tudo pela janela e dizer que

agora é diferente. A gente se adapta, mas todos nós

devemos tomar decisões de bom senso. O importante

é ter informação de qualidade. O big data tem big

holes (buracos) também. Para se obter boas respostas

é preciso fazer boas perguntas. A combinação dos dados

da empresa com os de terceiros é como montar

quebra-cabeças. A grande função para o comprador

de mídia e para a empresa de pesquisa é entender

reinVenção midiáticA

“Como a mídia está reinventando

seu negócio?” Essa

questão foi o tema de um rico

debate sobre uma espécie de

disruption que os meios tradicionais

estão consolidando

nas suas estruturas. A conclusão

é que não há mais fronteiras,

ou muros, nos veículos

de comunicação. O branded

content passou a ser um dos caminhos mais prósperos

para a geração de novas receitas e negócios. Os

meios estão implantando estúdios de produção para

criação de conteúdo multiplataforma. A moderação

foi de Marco Frade, Head de Mídia Digital e PR da LG

Electronics, Diretor e Vice-Presidente do Comitê de

Mídia da ABA.

Nesse sentido, Flavio Pestana, Diretor-Comercial do

Grupo Estado, apresentou ao público o caminho adotado

pelo Estadão para se adaptar ao novo cenário da

comunicação. O Estadão criou o Media Lab Estadão,

área de inovação que oferece soluções sem restrição

de formato, tempo e plataforma. “Assim sendo, potencializamos

nossa capacidade de criar projetos multimídia,

em parceria com agências e anunciantes. Temos

muita credibilidade com a marca Estadão e uma

audiência qualificada cativa para explorar”, explicou o

executivo, que já tem no portfólio cases de conteúdo

multiplataforma para marcas como Itaú, Siemens,

Motorola e Volvo.

O grupo gaúcho RBS, um dos pioneiros do digital

no Brasil, também investiu na aquisição de empresas

ligadas ao universo digital e out of home para montar

um portfólio completo de canais. “Criamos um

novo modelo de atuação comercial, constituindo

uma equipe de marketing que oferece atendimento

ágil, especializado e consultivo. Hoje temos um novo

More magazines by this user
Similar magazines