Views
6 months ago

dissertação parcial r1 11042018 formatacao igor rev02

TÍTULO DA HORA COM

TÍTULO DA HORA COM MUITAS LINHAS! 3.2.7. Trem das onze (1964) “Trem das Onze” também pode ser analisada de acordo com as relações sociais que expressa que somente podem ser desenvolvidas em ambiente metropolitano. Trem das Onze (1964) Não posso ficar / Nem mais um minuto com você / Sinto muito amor / Mas não pode ser / Moro em Jaçanã / Se eu perder esse trem / Que sai agora às onze horas / Só amanhã de manhã / E além disso mulher / Tem outra coisa / Minha mãe não dorme enquanto eu não chegar / Sou filho único / Tenho minha casa pra olhar / Eu não posso ficar A canção que aparentemente trata apenas de uma despedida justificada entre dois amantes permite muitas interpretações como, por exemplo, o contexto urbano e a questão temporal. A canção lida com a questão do tempo no sentido de valorizar o passar das horas, mas também se preocupar com isso. Do local onde o narrador se encontra na cidade terá o último trem partindo às onze horas, e por isso é necessário que se apresse, dizendo então que não pode ficar nem mais um minuto na companhia da amada, embora este aparenta ser seu desejo. Nesse sentido pode-se compreender que o tempo da cidade moderna é exigente com seus ◊ 170 ◊

Adoniran Barbosa e a lírica do “pogréssio” habitantes, e pode até ser causador da separação entre dois amantes, e consequente sofrimento. Medeiros (2011) analisa “Trem das Onze” – e o presente trabalho concorda com tal análise – sob o ponto de vista da responsabilidade que o filho teria para com sua casa e sua mãe. Essa noção estaria relacionada com o fato de que, dentro da multidão metropolitana, repleta de desconhecidos e pessoas que não conseguem se relacionar, a personagem teria destaque, e por isso até certo “mérito”, afinal tinha casa e família, não era “um qualquer” no cenário urbano, e mostrava-se responsável com seus compromissos. Outro fator levantado pela autora diz respeito ao fato da mãe dizer que não consegue dormir enquanto o filho não retorna para casa, muito provavelmente por conta das preocupações que sentia com o filho fora de casa durante a noite. Tal interpretação pode trazer a ideia de que a cidade já se encontrava com algum cenário de violência, visto que, caso a cidade fosse segura para se permanecer na rua após às onze horas da noite, não haveria, portanto, motivos para a mãe se preocupar. Nesse sentido compreende-se que habitar a cidade de São Paulo traria sempre a ideia de constante vigilância, tanto com os bens materiais quanto com os entes queridos, pois a cidade já estaria caminhando para uma falta de tranquilidade. ◊ 171 ◊

Os Valores de Deus - Igor Oliveira Ferreira
Revisão e formatação: Lancelot – Papiros_Virtuais ... - CloudMe
normas para formatação de trabalhos acadêmicos - Universidade ...
Fundamentos de Web Design e Formatação de Imagem
Manual Aquecedor Halógeno Mondial A-07 02-13 Rev02
Laringectomia Parcial - Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço
Material: Derivadas Parciais - Sec 1 - Página